quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Professores da AESA decretam greve por tempo indeterminado


Por Paulo Edson Ramos de Carvalho

Em nota lançada à imprensa, os professores do CESA – Centro do Ensino Superior de Arcoverde anunciaram a decretação de greve por tempo indeterminado, após assembleia realizada na noite desta terça-feira (8) com a presença de professores sindicalizados e não sindicalizados.

O estado de greve se dá pela falta de repasse do Governo do Estado quanto as bolsas do PROUPE e daí, pelo não pagamento dos salários no dia determinado pela legislação trabalhista. No dia 18 de setembro se completam quatro (4) meses sem o repasse por parte do Governo do Estado.

A direção do CESA, tendo à frente o professor Franklin Freire, diz em nota que “respeita e apoia de forma incondicional os anseios da classe e torna público a falta de respeito por parte do governo do estado na pessoa institucional da Secretaria de Ciência e Tecnologia quando não cumpre suas obrigações com as 13 autarquias envolvidas e em especial, neste caso, a AESA.

Dentre as reivindicações está a regularização do salário de agosto e a entrega por parte da AESA das listas de contratados, funcionários cedidos com órgão de destino e dos cargos comissionados, além de uma cópia da folha de pagamento, informação esta pedida em reunião do Conselho Deliberativo ocorrida no dia 25/08, como parte da contrapartida do CESA nos ajustes de despesas da AESA.

Os professores ressaltaram que a GREVE foi deflagrada por tempo indeterminado até que o salário seja regularizado junto aos trabalhadores. Não havendo regularização salarial até a próxima segunda (14/09), à noite deste dia ocorrerá uma nova assembleia para deliberações da classe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário