Web Radio Petrolândia

domingo, 7 de junho de 2020

Prefeitura de Tacaratu divulga nota de pesar à família da primeira vítima de Covid-19

Ananias Manoel dos santos, é a primeira vítima de covid-19 do município de Tacaratu

Levamos hoje essa mensagem a toda a população. Com sentimento de pesar a toda família e amigos do primeiro óbito registrado em nossa cidade, pelo COVID-19. Neste vídeo, relacionamos as medidas adotadas pela Prefeitura Municipal de Tacaratu, em razão à pandemia do Coronavírus. Bem como, a prestação de conta dos valores recebidos para o Enfrentamento do vírus no nosso município. E por fim, pedimos a todos, que permaneçam realizando os cuidados necessários de prevenção, mantendo a certeza que em breve venceremos essa pandemia. A Prefeitura Municipal junto a Secretaria de Saúde e demais órgãos, continuará empenhados num trabalho para minimizar os danos da pandemia e proteger a nossa cidade.

Assista ao vídeo abaixo:


Da Redação do Blog de Assis Ramalho
Informação e vídeo: Prefeitura de Tacaratu


Obs: A foto da vítima foi gentilmente cedida por Célio do Gáz, sobrinho de Ananias Manoel

Nossos pêsames à família enlutada pela grande perda

Em plena pandemia, prefeitura baiana faz foguetório para inaugurar asfalto



Muitos fogos. Assim foi a celebração da prefeitura de Ipirá durante a inauguração de um asfalto no centro do município. Isso tudo em meio à pandemia do coronavírus.

Nas redes sociais, a população da cidade criticou a forma que a gestão municipal encontrou de comemorar o novo asfalto.

"Falta de empatia absurda! Respeitem a dor de milhares que choram hoje", escreveu uma internauta. Outra falou: "Desnecessário essa queima de fogos, em meio a essa pandemia. Estamos vivendo um caos, e a Prefeitura de Ipirá comemorando inauguração de asfalto, noção passou longe".

"Uma palhaçada o que aconteceu essa noite em Ipirá pessoas passado fome ,nossa saúde precária,estradas horríveis e o nosso querido prefeito jogado dinheiro público no lixo.enquanto isso seu prefeito estamos com 600 mil casos no Brasil e mas de 36 mil mortes. Vamos comemorar o que pelo amor de Deus .vamos comemorar seu aniversário ou a inauguração do asfalto que já terminou a mas de 2 meses atrás", protestou um terceiro.

Bahia Notícias

Ato antirracista e antifascista reúne manifestantes em Belo Horizonte; menino Miguel, que caiu de um prédio no Recife , foi lembrado

'Recua, racista, recua', gritam manifestantes em ato na Praça Sete, em Belo Horizonte - O menino Miguel, que caiu de um prédio no Recife na semana passada, e a vereadora carioca Marielle Franco, assassinada numa emboscada em 2018, também foram lembrados. 



A Praça Sete, no Centro de Belo Horizonte, foi palco, na tarde deste domingo (7), de um ato antirracista. Sob o lema #VidasNegrasImportam, manifestantes se posicionam em frente ao "pirulito" para pedir o fim da morte de jovens negros e reivindicar igualdade de oportunidades.

Por volta das 15h10, os manifestantes se calaram e erguerarm os punhos direitos, para pedir justiça e lembrar vítimas como o norte-americano George Floyd e o carioca João Pedro, mortos durante operações policiais.

Manifestantes entoaram algumas palavras de ordem: "Recua, racista, recua! É o poder preto que está na rua", gritava do megafone um dos líderes do ato, o DJ Zeu.

"Nossa luta é para mudar a legislação brasileira, para parar de matar gente. Nossa bandeira é preta e anti-partidária. Queremos mudanças agora, mudar a legislação. Não adianta ter presidente A ou B e entrar outro branco engravatado matando pretos", explicou Zeu à reportagem.

O menino Miguel, que caiu de um prédio no Recife na semana passada, e a vereadora carioca Marielle Franco, assassinada numa emboscada em 2018, também foram lembrados. Outros assassinatos ocorridos no Rio de Janeiro - do músico Evaldo Rosa e da menina Ágatha, ambos em 2019 - foram citados pelos manifestantes.

O movimento contou com a adesão de participantes da manifestação organizada por grupos antifascistas, ocorrida entre o fim da manhã e o inicio da tarde deste domingo. Não faltou ao grupo de manifestantes gritos contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

A Polícia Militar não deu estimativa de quantas pessoas estão participando do ato.

Após quase uma hora de caminhada, a manifestação chegou à Praça da Liberdade, ao som de palavras de ordem como "poder para o povo preto".

Na frente do Centro Cultural Banco do Brasil, DJ Zeu lembrou a importância da marcha contra a discriminação racial: "Que essa luta não pare hoje. Estamos aqui pelo povo preto brasileiro. A mudança vai começar por quem esteve aqui (no ato)".

Os manifestantes percorreram um trecho da Avenida Afonso Pena e, depois, seguiram pela João Pinheiro.

Pedidos pelo fim da violência contra a população negra foram ouvidos aos montes. "Parem de nos matar!", gritaram em diversas ocasiões.

Durante o trajeto, foi registrada apenas uma pequena confusão, quando um homem provocou os manifestantes. Ele foi vaiado e acabou retirado por policiais militares.

Por Estado de Minas

Manifestantes derrubam estátua do traficante de escravizados Edward Colston em Bristol, na Inglaterra

7 Manifestantes derrubam estátua de Edward Colston, em Bristol, na Inglaterra. A estátua foi jogada no rio que corta a cidade (Fotos: Ben Birchall/PA via AP)

Manifestantes que participaram de um ato antirracista neste domingo (7) em Bristol, no sul da Inglaterra, derrubaram a estátua do traficante de escravos Edward Colston (1636-1721) e depois a jogaram em um rio que corta a cidade.

Protestos antirracismo vêm ocorrendo pelo mundo desde a morte de George Floyd, cidadão negro sufocado por um policial branco em Minneapolis, nos Estados Unidos, no dia 29 de maio.

Colston fez fortuna no final do século 17. Estima-se que ele tenha transportado 84 mil homens, mulheres e crianças negociados como escravos na África ocidental – 19 mil morreram na jornada para o Caribe e para as Américas.

Petrolândia: Marcação de exames e consultas na Secretaria de Saúde


Segunda-feira (08): Dr Paulo Roberto (Pediatra), Exames Laboratoriais e Raio X
Terça-feira (09): Dr Jeovane (Clínico Geral), Exames Laboratoriais e Raio X
Quarta-feira (10): Dr Paulo Roberto (Pediatra), Ginecologista (Dra Luciene, Exames Laboratoriais e Raio X.
Quinta-feira (11): Feriado - Corpus Christi
Sexta-feira (12): Ponto facultativo/não haverá atendimento

Obs: Para marcação de Consultas é obrigatório: A Requisição Médica, Identidade, Cartão do SUS, Cartão de Consulta atualizado do Hospital.


Redação do Blog de Assis Ramalho
Informação: Paulo JR/Sec. de Saúde

Entidades se unem para prorrogar auxílio de R$ 600



Numa mobilização nacional, 162 organizações e movimentos lançam neste domingo, 7, documento que aponta 20 obstáculos encontrados na implementação do auxílio emergencial de R$ 600 que precisam ser atacados com urgência para a prorrogação do benefício e a elaboração de uma base para tirar do papel a criação de um programa de renda básica para os brasileiros mais vulneráveis.

No documento, as organizações cobram uma resposta imediata dos órgãos do governo federal responsáveis pela efetivação do auxílio e alertam os parlamentares que estão discutindo projetos de lei que prorrogam a política ou propõem um novo benefício para ampliar a rede de proteção social depois da pandemia para a necessidade de corrigir os problemas.

O movimento "A Renda Básica que Queremos!" vem no rastro das seguidas descobertas, nas últimas semanas, do recebimento indevido do auxílio por centenas de milhares de militares, sócios de empresas e cidadãos de alta renda, enquanto cerca de 10 milhões de pessoas aguardam a análise, algumas há mais de 50 dias.
Continua depois da publicidade

Outras 42,7 milhões de pessoas foram consideradas inelegíveis pelo cruzamento de dados do governo, segundo o Ministério da Cidadania, mas são muitos os casos de requerentes que discordam da justificativa para a recusa dada na resposta.

Entre os obstáculos apontados estão também a falta de articulação com Estados e municípios, a ausência de um canal de contestação para quem teve o auxílio negado, a não atualização do Cadastro Único de programas sociais e restrições a grupos específicos. Mais de 12 milhões de famílias fizeram a última atualização no CadÚnico há mais de um ano, e um milhão delas, há mais de dois anos, segundo relatório do Tribunal de Contas da União (TCU).

A exigência de telefone, conexão à internet, e-mail e uso de aplicativos para o auxílio e a falta de um canal de atendimento à população que precisa do benefício também foram apresentados como entraves. Outro problema é a existência de um limite ao número de tentativas de solicitação, que não foi previsto na lei.

"Tenho ouvido muito das pessoas que estão em desespero esperando uma resposta como o CPF delas é negado, e do dono da Havan é aprovado. Tem algum problema nesse processo de cruzamento. Concorda comigo?" diz a assistente social e diretora de relações institucionais da Rede Brasileira de Renda Básica, Paola Carvalho, que no dia a dia lida com relatos dramáticos de quem precisa e não consegue o auxílio.

Vazamentos

O empresário Luciano Hang, dono da rede varejista Havan, foi cadastrado e aprovado para recebimento do auxílio emergencial de R$ 600. O caso veio à tona após dados do empresário terem sido vazados por supostos hackers. Embora o cadastro de Hang ter sido aprovado, ele afirmou em post em rede social que não recebeu o benefício.

O TCU sugeriu em relatório técnico a criação de um mecanismo de prestação de contas anual por beneficiários de programas sociais, a exemplo da declaração de Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF), em que os contribuintes fazem o ajuste anual de tributos devidos ou a serem restituídos.

Na visão dos técnicos, o instrumento pode funcionar como uma malha fina de beneficiários que eventualmente descumprirem os requisitos. A medida ajudaria a cobrar pagamentos indevidos.

Para Paola, as falhas revelam não só incompetência do governo, mas também uma tentativa de inviabilizar uma política nacional de renda que o Brasil tem condições de fazer. "Temos uma tarefa agora de pegar todas essas pessoas que cadastraram no aplicativo e incluí-las num grande cadastro", propõe.

Para o presidente da Rede Brasileira de Renda Básica, Leandro Ferreira, o auxílio emergencial é um ensaio para um programa de renda mínima permanente. "Um dos ganhos do auxílio foi mostrar que as políticas de transferência de renda devem estar na ordem do dia da proteção social no momento", diz Ferreira.

Segundo ele, é preciso aumentar a porta de entrada do Bolsa Família (um programa de renda mínima) para o País caminhar na direção de um programa de renda básica no País. 

Jornal Estado de Minas
Informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Covid-19: Governo de Pernambuco diz que fila de pacientes para UTI na rede estadual zerou


Após atingir um pico de mais de 300 pacientes com sintomas da Covid-19 aguardando vaga de UTI no mês de maio, a rede estadual de saúde conseguiu zerar, neste domingo (7), a fila por um leito de terapia intensiva voltado para Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). Neste momento, de acordo com dados da Central de Regulação de Leitos, que é responsável pelo encaminhamento de pacientes aos estabelecimentos de saúde vinculados ao SUS, as solicitações ativas de pacientes com a doença têm disponibilização imediata de leito, já que a oferta é maior que a demanda.

“É importante destacar que Pernambuco, por já possuir uma rede de saúde robusta e com uma condição de suporte respiratório diferenciado, conseguiu garantir a assistência a todos os pacientes, mesmo enquanto esperavam momentaneamente por um vaga de terapia intensiva. Todas as nossas salas vermelhas das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e das emergências hospitalares contam com suporte de oxigêncio e respiradores, que inclusive foi reforçada durante os preparativos da rede para enfrentar a pandemia”, ressalta o secretário André Longo.

Para alcançar a marca de zerar a fila de UTI, o governo do estado e a Prefeitura do Recife realizaram, ao longo dos últimos meses, o maior esforço de abertura de leitos da história da Saúde Pública de Pernambuco. Além disso, durante o período de quarentena mais rígida, entre 16 e 31 de maio, o estado e a capital alcançaram os maiores níveis de isolamento social do país.

Pela gestão estadual, já foram colocados em funcionamento 1.543 leitos, distribuídos em 20 municípios, englobando todas as quatro macrorregiões de saúde de Pernambuco. Desse total, 688 são vagas em Unidades de Terapia Intensiva e 855 em enfermarias. Já a Prefeitura do Recife abriu sete hospitais de campanha e colocou para funcionar, nos últimos dias, cerca de 100 leitos, totalizando agora 864 vagas ativas, sendo 212 de UTI e 652 de enfermaria.

“Chegamos até aqui graças a maior operação política, sanitária e logística já registrada na historia da nossa Saúde pública. Em 18 de março, ao lado do prefeito Geraldo Júlio, anunciamos que iríamos abrir mil novos leitos para enfrentar a Covid-19. Hoje, somando Estado e Prefeitura da Capital já colocamos à disposição dos pernambucanos 2.407 leitos, sendo 900 de UTI e 1.507 de enfermaria. Vamos continuar reforçando nossa capacidade de atendimento para dar uma assistência digna à população”, afirmou o governador Paulo Câmara em pronunciamento neste domingo.

“Além deste grande esforço de abertura de leitos, esta marca que alcançamos hoje é fruto da decisiva colaboração dos pernambucanos, que entenderam a mensagem e adotaram um isolamento social mais rígido, além de medidas de proteção e de distanciamento social que precisam continuar sendo adotadas com a reabertura gradual das atividades a partir da próxima segunda-feira (8)”, destaca André Longo.

A diminuição da pressão sobre a rede de saúde é uma tendência que está sendo observada nos últimos dias pela Central de Regulação de Leitos de Pernambuco. As solicitações de internação, que chegaram a mais 2,1 mil em meados de maio, reduziram mais de 30%, e chegaram a 1,4 mil na semana passada. Essa tendência de redução vem sendo observada ao longo das duas últimas semanas.

Também nas 15 UPAs estaduais, que são a principal porta de entrada da rede de urgência e emergência, a redução da curva epidêmica e da taxa de transmissão no Estado já está sendo sentida. Os atendimentos a pacientes com quadros respiratórios apresentaram uma queda de 60% na comparação de junho com maio deste ano, passando de 662 no dia 5 de maio para 269 em 5 de junho.

“Mesmo com dados positivos, ainda não é momento de relaxarmos. O governo de Pernambuco vai continuar fazendo sua parte, trabalhando para abrir novos leitos e criar as condições para que possamos prosseguir nossa caminhada rumo a uma nova normalidade. Com isso, a tendência é que possamos reduzir, ao longo dos próximos dias, a taxa de ocupação dos leitos”, finaliza André Longo. Atualmente a taxa média de ocupação dos leitos dedicados à Covid-19 está em 76%, sendo de 62% nos leitos de enfermaria e 96% nos leitos de UTI.

O secretário adiantou, na última sexta-feira (5), durante coletiva de imprensa transmitida pela internet, que novos leitos de UTI serão abertos, nos próximos dias, nos hospitais de Referência Covid-19 – unidade Olinda (maternidade Brites de Albuquerque); Mestre Vitalino, em Caruaru; e Dom Moura, em Garanhuns. Além disso, ventiladores de transporte estão sendo encaminhados para reforçar as salas vermelhas dos hospitais Regional de Ouricuri, Dom Moura, além da UPA de Caruaru e UPAE de Garanhuns.

Por Diário de Pernambuco

Petrolândia: Confira escala e nomes de médicos que atenderão nesta semana na Clínica Mais Saúde; ligue e marque sua consulta


A Clínica Mais Saúde, localizada na Av Auspício Valgueiro de Barros, em frente a Escola Delmiro Gouveia, informa atendimento para a próxima semana, de 08 a 12 de junho/2020; confira acima!

A Clínica Mais Saúde realiza Exames Laboratoriais de segunda a sexta-feira (veja abaixo).

Adquira já o seu cartão de desconto SYSTEM SAÚDE e ganhe excelentes descontos!
SAIBA SOBRE O SYSTEM SAÚDE
Adquira já o seu!

Da Redação do Blog de Assis Ramalho
Informação: Clinica Mais Saúde

Bolsonaro sobre desemprego: "Não queiram botar no meu colo"


Sem máscara, Bolsonaro cumprimentou e tirou uma foto com um grupo de motociclistas na porta do Palácio da Alvorada

Brasília - O presidente da República, Jair Bolsonaro, conversou com apoiadores na entrada do Palácio da Alvorada neste domingo, 7, mas evitou fazer comentários sobre as manifestações que ocorrem em Brasília e outras cidades do País.

Bolsonaro, que tem participado de aglomerações aos fins de semana, voltou a dizer aos apoiadores que as medidas de isolamento social são de responsabilidade dos prefeitos e governadores e vão causar desemprego.

"O Supremo Tribunal Federal decidiu que governadores e prefeitos são responsáveis por essa política, inclusive, de isolamento. Agora está vindo um maior desemprego, enorme aí, de formais e pessoal informal também. Não queiram botar no meu colo", disse. "Isso compete aos governadores, a solução desse problema que está acontecendo quase que no Brasil todo", acrescentou.

Em novo ataque a meios de comunicação, o presidente disse que "a imprensa é desonesta". "Tem imprensa ouvindo aqui e eu não posso ficar muito à vontade. Você entende o que estou fazendo aqui e o que eu não estou fazendo", disse a um apoiador.

A um grupo de eleitores que vieram do estado da Amazônia que criticavam a atuação do Ibama, Bolsonaro disse que o governo está "preocupado". Ele voltou a dizer que índios são utilizados como "massa de manobra" por organizações não-governamentais e países interessados na região.

"A Amazônia é visada pelo mundo todo, não é à toa que tem várias ONGs lá, não é de hoje. Pretendem nos tornar mais fracos na Amazônia. O que vários países que estão de olho é na riqueza e diversidade que tem lá. Eu dei um freio de arrumação. Todo mundo aqui é favorável a índio, que é nosso irmão, mas o índio sempre foi massa de manobra nessas questões aí", disse Bolsonaro.

Bolsonaro comentou, ainda, a prisão de um ex-secretário estadual em Santa Catarina, Douglas Borba, em uma operação que investiga a compra, sem licitação e com pagamento adiantado de R$ 33 milhões, de 200 respiradores usados no tratamento da covid-19. "Roberto Jefferson falou do Covidão", disse o presidente, citando o ex-deputado condenado no mensalão e, agora, seu aliado.

O presidente rebateu um apoiador que falou sobre preocupações da sociedade civil. "Vou corrigir. Não tem sociedade civil, é sociedade. Isso (sociedade civil) inventaram para tirar militar de fora. Quando quer sacanagem, tira militar de fora", disse o presidente.

Por Portal Terra

Amupe distribui, entre todos os municípios pernambucanos, 100 mil testes rápidos para coronavírus



A Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), começou neste sábado, 06/06, a distribuição de 100 mil testes rápidos de covid-19 para todos os 184 municípios pernambucanos. A iniciativa é graças a uma parceria com o Governo de Pernambuco para acelerar e aumentar a capacidade de testagens no Estado. Além da detectação rápida e qualitativa dos anticorpos, os materiais distribuídos são de fácil execução e possuem boa especificidade.

Os materiais serão encaminhados para as Gerências Regionais de Saúde, as chamadas Geres, e retirados pelo município seguindo critério de distribuição relacionado a quantidade de habitantes, por cidade, segundo dados do IBGE. A primeira remessa, contendo 1960 testes, foi encaminhada neste sábado para a região do Sertão do Pajeú.

A Amupe pretende finalizar ainda nesta semana a distribuição total desses insumos para as demais regiões.

Por Assessoria de Imprensa da Amupe

Fernando Monteiro destrava recursos para mais uma UBS no Sertão de PE


A zona rural de Ouricuri, no Sertão do Araripe, recebeu, nesta sexta-feira (05) uma nova Unidade Básica de Saúde (UBS), desejo antigo das comunidades da região. O valor do equipamento, orçado em cerca de R$ 500 mil, foi destravado por intermédio do deputado federal Fernando Monteiro (PP-PE) junto ao Ministério da Saúde.

A UBS Limoeiro - Aureliano Ribeiro da Silva, localizada no Sítio do Limoeiro, irá atender a cerca de 800 famílias e homenageia, em memória, um dos primeiros moradores da região, que doou o terreno. “A obra foi iniciada com 20% dos recursos, mas travou pela falta do restante. A articulação de Fernando Monteiro possibilitou a sua conclusão. A união de forças – vereador, prefeito Ricardo Ramos e o deputado federal – permitiu que, a partir desta segunda-feira (08), as comunidades possam ser atendidas com dignidade”, afirmou o vereador da cidade sertaneja, Iran Severo.

Fernando Monteiro, que não pôde participar da cerimônia de entrega por conta da necessidade do isolamento social exigido pelo avanço da Covid-19, reiterou que a conquista para a melhoria da qualidade de vida das pessoas é sua obrigação e reafirmou o seu compromisso com os sertanejos. “Em plena pandemia, essas pessoas que passarão a ser atendidas na nova UBS farão isso com mais comodidade e segurança, sem o transtorno de terem que ir para longe de suas comunidades, muitas vezes em estradas de terra, para receberem a assistência necessária, desafogando também as demais unidades de saúde do município. Grande notícia”, destacou o deputado pernambucano.

Por Assessoria de Comunicação
Deputado federal Fernando Monteiro (PP-PE)

Presidente da Caixa: auxílio é maior pagamento da história do país


Trabalhadores vulneráveis, como autônomos, informais e microempreendedores, se viram em alerta diante da paralisia comercial para o combate à propagação da covid-19. A suspensão forçada das atividades comerciais para conter a pandemia fez o dinheiro parar de entrar na conta desses trabalhadores que agora estão no vermelho e com o sustento ameaçado. O sinal de alívio chegou com o anúncio do auxílio emergencial de R$ 600 oferecido pelo governo federal.

O agente escolhido para o repasse foi a Caixa Econômica Federal, que já fez o pagamento da primeira e segunda parcelas do benefício a quase 60 milhões de pessoas. Quem analisa as informações sobre quem tem ou não direito ao benefício é a Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência (Dataprev). Milhares ainda aguardam análise do cadastro.

Ao programa Impressões, da TV Brasil, que vai ao ar hoje (7) às 22h30, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, contou os desafios de disponibilizar recursos a milhões de brasileiros em poucos dias.

‘Este foi o maior pagamento da história do Brasil, da América Latina, do Hemisfério Sul, não só no volume, como na velocidade. O que foi mais impactante: a lei foi promulgada no dia 2 de abril. Nós lançamos o aplicativo do auxílio emergencial no dia 7 de abril, cinco dias depois. No dia 9 de abril, nós já fizemos o pagamento para 2,5 milhões de pessoas”, contou.

Guimarães destacou que a análise dos dados incluídos no aplicativo não depende da Caixa, mas de um cruzamento de informações contidas na Dataprev.

O presidente reconhece que, pelo desconhecimento da população, a disponibilização do benefício acabou gerando dúvidas e filas. “Nós tivemos, há um mês e meio, filas e aglomerações durante dois dias. A Caixa lançou um aplicativo e, no primeiro dia, 42 milhões de brasileiros se inscreveram. Enviamos para o Dataprev e quando eles voltaram com quem poderia ser elegível, pagamos a 8 milhões de pessoas em um dia, a 7,5 milhões no outro e, quando começamos a pagar, muitas pessoas tinham dúvidas. Então, não iam só 8 milhões [de pessoas] que tinham direito. Ia todo mundo”, contou.

Com instituição tradicionalmente utilizada pelo governo para o pagamento de benefícios e auxílios emergenciais, a Caixa mantém um padrão de funcionamento: “O normal seria ter de um a dois meses para organizar esse banco de dados e pagar por mês de nascimento. Mas, como tinha urgência, o que aconteceu? Recebemos a base de dados, já analisada pela Dataprev, e começamos a pagar. Como começamos a pagar, aconteceram as aglomerações. Então, na segunda parcela, já não teve nenhuma aglomeração”, disse.

Guimarães lembra que durante o saque imediato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), no ano passado, foram repassados os valores para 60 milhões de pessoas, sem filas. Mas, segundo ele, a instituição teve dois meses para se preparar.

“O que nós pagamos durante seis meses, agora nós pagamos em duas semanas. O que teve dois meses para se organizar, desta vez teve cinco dias. Essa foi a dificuldade. Mas tivemos uma tecnologia com uma melhora muito grande. Hoje, já conseguimos que as pessoas façam compras em mais de mil sites na internet, que paguem contas de água, luz, gás, telefone e boletos e, desde a semana passada, que façam compras utilizando o celular como se fosse um cartão”, afirmou.

Na conversa com a jornalista Katiuscia Neri, o presidente da Caixa afirmou que hoje menor número de pessoas usa as agências. De acordo com dados da instituição, dois terços das pessoas que sacam o dinheiro fazem eletronicamente.

Segundo ele, o pagamento da terceira parcela vai seguir o mesmo critério da segunda. “Faremos o depósito muito rápido. As pessoas terão nas suas contas digitais o dinheiro para pagar contas, comprar na internet ou realizar compras em supermercados, farmácias e poderão sacar um pouco depois”, afirmou.

Segundo ele, o esforço para evitar aglomeração tem um foco preciso no público do Bolsa Família. “Há quase 15 anos recebe sempre na mesma data. Essa data nunca foi alterada e sempre em dinheiro. É um público que, normalmente, tem pouca informação. São 19 milhões de pessoas que sempre receberam nos dez últimos dias úteis”, acrescentou.

Por Agência Brasil

Papa Francisco diz que Itália superou pandemia


A Santa Sé disse hoje (7) que, atualmente, não há mais casos novos de pessoas infectadas pelo novo coronavirus no Vaticano, no mesmo dia em que o papa Francisco considerou que a Itália superou a pandemia.

"A última pessoa declarada doente com a covid-19 nas últimas semanas deu negativo nos testes", anunciou o diretor de Serviços de Imprensa, Matteo Bruni, em comunicado divulgado nesse sábado (6) à noite.

O documento diz que, "até o momento, não há mais nenhum caso de novo coronavirus entre os funcionários da Santa Sé", ou no Vaticano, onde foram identificadas 12 pessoas contaminadas "devidamente isoladas" quando a doença foi detectada.

A Praça de São Pedro esteve interditada durante quase três meses, por causa da pandemia. Hoje, o papa Francisco na tradicional oração Angelus, mostrou-se emocionado ao ver centenas de pessoas espalhadas pelo espaço, cumprindo o distanciamento social, mas manteve o apelo à prudência.

"A vossa presença nesta praça é sinal de que a fase aguda da pandemia foi superada na Itália, mas sejam prudentes, não declarem a vitória cedo demais", alertou o papa que considerou "necessário seguir as medidas em vigor" de forma a evitar a volta do vírus.

"Graças a Deus estamos saindo gradualmente da pandemia de covid-19", disse.

Natural da Argentina, Francisco não escondeu o seu desânimo por, "infelizmente, em outros países, particularmente na América Latina, o vírus continua a fazer inúmeras vítimas". Ele lembrou que, há dois dias, no espaço de 24 horas, a cada minuto se registava uma morte de uma pessoa infectada.

O papa manifestou "solidariedade para com esses povos, doentes e familiares e todos os que cuidam e trabalham" no combate à pandemia.

O chefe da Igreja apelou aos cidadãos de outros países que ainda se encontram em confinamento que cumpram as regras determinadas pelas autoridades.

De acordo com o relatório oficial da proteção civil italiana, a pandemia matou 33.846 pessoas em quatro meses e está agora controlada com 72 mortes e 270 contaminações nas últimas 24 horas.

A Itália iniciou, há um mês, o desconfinamento gradual.

Por Agência Brasil

Manifestações pacíficas pró e contra governo são registradas neste domingo em Brasília


Em Brasília, as manifestações foram realizadas hoje (7) na Esplanada dos Ministérios, que se dividiu em duas nesta manhã. A Polícia Militar do Distrito Federal se posicionou no gramado central e manteve manifestantes contra o governo do lado esquerdo, onde fica o Ministério da Justiça, e grupos a favor do presidente Jair Bolsonaro no lado direito, onde fica o Itamaraty.

O ato contrário ao governo do presidente Jair Bolsonaro reuniu mais pessoas. Ao longo da última semana, em diferentes ocasiões, o presidente pediu a seus apoiadores que não saíssem às ruas hoje para evitar cofrontos com grupos contrários.

Na Esplanada dos Ministério, pouco depois das 9h, um grande grupo caminhou até o Ministério da Justiça, onde havia uma barreira policial impedindo o avanço além daquele ponto. A manifestação unificou pautas como o combate ao racismo, ao fascismo e contrários ao governo federal. Os manifestantes usavam máscaras, item de uso obrigatório no Distrito Federal, em virtude da epidemia de covid-19.

Esse grupo ficou na Esplanada por pouco tempo. Às 11h, ele já caminhava de volta, se afastando do Congresso Nacional em direção à Biblioteca Nacional, onde começou a dispersão. O protesto foi pacífico.

Do lado favorável ao governo, o público saiu às ruas vestido de verde e amarelo. Os manifestantes tiveram acesso à Praça dos Três Poderes, local que tem concentrado apoiadores do presidente aos domingos.

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional, General Augusto Heleno, esteve presente na Esplanada, acompanhando a movimentação e cumprimentando policiais que faziam a segurança da área. A Secretaria de Segurança Pública do DF não informou o público ou o efetivo policial empregado.


Por Agência Brasil
Vídeo: Band News

Petrolândia: Veja as 15 notícias regionais mais acessadas da semana do Blog de Assis Ramalho


Neste domingo - 07 de junho de 2020, o Blog de Assis Ramalho agradece aos mais de 100 mil
acessos da semana, e publica a relação das 15 notícias regionais mais lidas no período de 31 de maio a a 06 de junho de 2020 [de domingo a sábado]. veja abaixo

Petrolândia tem Pizzaria Delivery C&J - que avisa que aceita cartão de credito, debito e refeição; faça o seu pedido!


Nesse período de quarentena, nada melhor que uma pizza em família,

Por isso que agora você pode contar com a C&J Pizzaria Delivery, são vários sabores deliciosos por apenas 10 reais[ taxa de entrega + 3 reais ], um sabor que vai contagiar sua família por um excelente preço. Atendemos diariamente!

Domingo é dia de saborear uma boa Pizza em família!

QUINTA MALUCA
Toda as quintas-feiras tem promoção maluca, são 3 pizzas por apenas 25 reais, é isso mesmo, 3 pizzas por 24,90, na ''quinta maluca''

A Pizzaria Delivery C&J avisa que aceita cartão de credito, debito e refeição

Aproveite já, entre em contato pelo telefone (87) 9 9802-3309.

A Pizzaria Delivery C&J está situada em Frente a Escola Jatobá.

Organização: Carlos.

Da Redação do Blog de Assis Ramalho

Mascote do time do Salgueiro, 'Bululu', é assassinado; Polícia Civil investiga o crime

Leandro Adamys era mascote do time do Salgueiro — Foto: Leandro Adamys/ Arquivo pessoal
O mascote do time do Salgueiro, Leandro Adamys da Silva, de 28 anos, mais conhecido como 'Bululu', foi assassinado na madrugada deste domingo (07) em Salgueiro, no Sertão de Pernambuco. De acordo com o 8º Batalhão da Polícia Militar (8°BPM), ele deu entrada no Hospital Regional de Salgueiro com perfurações por arma de fogo, não resistiu aos ferimentos, vindo a óbito na unidade hospitalar.

De acordo com a polícia, a esposa de Leandro o encontrou ferido na Vila dos Funcionários, na casa do suspeito , Israel Gonçalves da Silva, de 34 anos. A informação é que os dois teriam passado o dia na casa do suspeito, bebendo e usando drogas. A polícia foi ao local do crime para investigar e tentar encontrar o suspeito, porém ele não estava na residência.

Um inquérito foi aberto na delegacia de Polícia Civil para investigar o crime.

Por G1 Petrolina

Petrolândia: É AMANHÃ! Prefeitura anuncia live contra FAKE NEWS e promete esclarecer Ofício de resposta ao IBVASF, denúncia anônimas contra o HOSPITAL MUNICIPAL, entre outros temas


Da Redação do Blog de Assis Ramalho

Prefeitura de Petrolândia realiza ação comovente com idosos da cidade "Delivery de amor e carinho" - assista ao vídeo


A Prefeitura de Petrolândia, no Sertão de Itaparica, realizou uma ação comovente com idosos da cidade, ontem. Uma equipe do Centro de Referência em Assistência Social (Cras) foi à casa destes moradores para levar amor e carinho.

Com um carro de som, os profissionais do Cras tocavam a música preferida do idoso, recordando bons momentos. Tudo isso respeitando o protocolo de isolamento social.

Não por acaso, a iniciativa teve grande repercussão nas redes sociais. Nestes tempos de pandemia, a Prefeitura de Petrolândia teve uma atitude digna de aplausos.




Por: Blog do Magno Martins

Manifestação antifascista ocupa a Esplanada, com protestos pela democracia


Manifestantes se mobilizam no Museu Nacional para um ato antifascista na manhã deste domingo (8/6). O movimento é organizado por vários grupos do Distrito Federal e entoa gritos de protesto em defesa à democracia, atacada por pedidos de intervenção militar presenciados na Esplanada dos Ministérios nos últimos fins de semana.

"Nem um passo atrás, ditadura nunca mais", gritam manifestantes em um carro de som. O ato começou por volta das 9h. Grupos também organizam carreatas saindo de diversos pontos do DF com destino ao Museu.

Às 10h, manifestantes tomaram a rua da Esplanada em um grupo de milhares de pessoas. Lideranças espontâneas orientavam para que as pessoas não ocupassem a área dos Ministérios, ficando apenas na pista, que está totalmente fechada para veículos. Policiais fazem um cordão na frente dos prédios. Cães da PM também estão a postos.

O policiamento foi reforçado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), que não divulga o efetivo de policiais. Uma das preocupações da Polícia Militar é o encontro com protestantes que apoiam o governo. Eles são minoria neste domingo, mas marcam presença com bandeiras do Brasil e trocam ofensas com quem participa do grupo antifascista.

Atenção redobrada

As forças de segurança de Brasília se atentam ainda a um ato organizado pela ativista Sara Winter, líder do movimento 300 do Brasil. O grupo apoia o presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido). Sara foi alvo de uma operação da Polícia Federal e o movimento esteve na mira de uma ação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), que chamou o 300 de milícia armada.

O 300 convocou apoiadores para um "treinamento intensivo de técnicas de revolução não violenta", apenas para "corajosos que estão dispostos a dar sono, suor e sangue pelo Brasil”, conforme texto de publicação das redes sociais. O local do ato é dito como secreto.

Por Correio Braziliense

(DF) Sargento da Polícia Militar mata esposa e tira a própria vida

Adriana Valéria e Ricardo dos Santos Beserra: juntos havia quase 10 anos(foto: Reprodução/Facebook)

Um sargento da Polícia Militar matou a esposa e tirou a própria vida, em Ceilândia (DF). A tragédia aconteceu ontem e chocou familiares, amigos e conhecidos do casal, que deixa dois filhos. A vítima do feminicídio, Adriana Valéria Alves de Oliveira, 46 anos, era cirurgiã dentista e tinha marcado de se encontrar com o irmão na manhã de sábado. Ele estranhou a ausência e foi até a casa dela, na QNM 3. Como tinha a chave da residência, entrou e se deparou com os dois mortos no quarto, a mulher na cama e o homem estirado no chão. O Corpo de Bombeiros e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram até o local, mas não foi possível prestar socorros. A Polícia Civil realizou perícia e encontrou uma pistola Taurus calibre 40.

A corporação colheu, ainda, depoimentos de vizinhos para auxiliar na investigação, que relataram um possível quadro de depressão do policial Ricardo dos Santos Beserra, 42. Pessoas que moram na região disseram que ouviram barulhos de tiros pela madrugada. “Acho que ouvi uns dois ou três disparos, por volta das 3h da manhã, mas não sabia dizer se eram tiros mesmo ou outra coisa. Quando amanheceu e a polícia apareceu, liguei as coisas”, disse uma vizinha, que não quis se identificar. Os dois estavam casados havia quase 10 anos e tiveram filhos de 9 e 4 anos, enquanto Ricardo tinha ainda filhos frutos de outro relacionamento. Conhecidos disseram que eles haviam passado por um processo de separação, mas voltaram atrás.

O sargento era lotado no Departamento de Logística e Finanças e trabalhava no Setor Policial Sul. Segundo fontes ouvidas pelo Correio, ele foi afastado da PM em 2015 por problemas psicológicos. Nas redes sociais, amigos desejavam força nas publicações de Ricardo daquele período: “Deus está no controle, vai da tudo certo.” Vizinhos disseram que ele e a esposa formavam um casal aparentemente tranquilo e que não lembram de brigas.

Adriana Valéria trabalhava em um consultório em Ceilândia, próximo de casa, e era conhecida pelo esforço profissional, como contou Leide Alves, 45. “Foram sete anos que trabalhamos juntas. Nesse tempo, vi uma mulher batalhadora, honesta, íntegra e de família. Tudo na vida dela era o esposo e as filhas. Quando conversávamos da relação dela, a Adriana o elogiava, dizia que era feliz com ele”, comentou. A colega ressalta que a vítima de feminicídio começou a carreira com pouco e conseguiu alcançar respeito e admiração de todos. “No início, ela atendia em uma salinha pequena, depois foi ganhando espaço e chegou a ocupar um andar todo do prédio, com muito suor. Mas a depressão que tomou o marido é uma doença que não escolhe quem atingir e provoca consequências graves”, avalia.

Investigação

O feminicídio é investigado pela 15ª Delegacia de Polícia (Ceilândia Norte). Testemunhas disseram que quatro crianças estavam na casa no momento do crime. Nenhuma delas foi ferida e todas vão receber apoio psicológico. A reportagem solicitou à PM informações sobre o afastamento do sargento e questionou quais suportes foram prestados pela corporação para auxiliar durante o quadro de depressão do servidor, mas o Centro de Comunicação da PM respondeu que “ainda não possui informações a respeito” e dará mais detalhes “assim que possível”. “A PMDF reitera que lamenta profundamente o ocorrido, e que prestará total apoio aos familiares”, finalizou, em nota.

O mais decente levantamento da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP-DF) registra que cinco mulheres foram mortas por razão de gênero neste ano.

Por Correio Braziliense

Mãe de Miguel ignora carta com pedido de desculpas da patroa


A carta em que Sarí Gaspar Corte Real pede perdão pela morte de Miguel Otávio, 5 anos, foi desprezada pela mãe do garoto, Mirtes Renata Santana de Souza. A patroa nem sequer enviou o texto para ela, segundo a empregada doméstica. Mirtes tomou conhecimento da mensagem pelos veículos de comunicação. A imprensa recebeu a carta nessa sexta-feira (5), encaminhada pela assessoria da Prefeitura de Tamandaré, já que Sarí é esposa do prefeito dessa cidade, Sérgio Hacker (PSB).

"Te peço perdão", diz Sarí Gaspar Côrte Real para a mãe do menino Miguel

Miguel morreu na última terça-feira (02), após cair de uma altura de 35 metros do Edifício Píer Maurício de Nassau, conhecido como uma das Torres Gêmeas, no bairro de São José, no Centro do Recife. Mirtes trabalhava na casa de Sarí. Desceu do apartamento, no 5º andar, para passear com o cachorro dos patrões quando tudo aconteceu. O menino ficou sob responsabilidade de Sarí, que deixou que ele entrasse sozinho no elevador para procurar a mãe. Ao desembarcar no 9º andar e buscar Mirtes, a criança debruçou-se numa janela e caiu.

“Sinto desprezo. Sarí nem mandou essa carta para mim. Eu soube pela imprensa. Uma pessoa da minha família fez um print e me mostrou. Nada vai trazer meu filho de volta”, afirmou Mirtes à reportagem da TV Jornal. Na opinião de uma das irmãs de Mirtes, France Cleide Souza, a carta não transmite sinceridade.

“Conversei com minha irmã hoje de manhã, por telefone. Ela comentou que não queria nem saber dessa carta. Só reforçou que deseja justiça pela morte de Miguel. Falou também que ficou muito emocionada com o protesto que houve sexta-feira. Disse que foi gratificante ver que muita gente está dividindo a dor dela. Falou ‘como meu neguinho é amado’”, ressaltou France. Segundo a família, a carta não chegou a ser encaminhada diretamente para Mirtes.

No texto, a primeira-dama de Tamandaré afirmou ser solidária ao sofrimento de Mirtes e comentou não haver palavras para descrever a perda pela morte do garoto. Também destacou que nunca poderia imaginar que “qualquer mal pudesse acontecer a Miguel, muito menos a tragédia que se sucedeu”, escreveu Sarí. “O texto da carta parece muito maquiado. Não vejo verdade nas palavras dela, não passa sinceridade. Foi muita crueldade o que aconteceu com meu sobrinho, por culpa dela”, observou France Cleide.

A criança chegou a ser socorrida pela mãe e pela patroa dela. Foi levada para o Hospital da Restauração (HR), também na área Central do Recife, mas não resistiu aos ferimentos. Sarí foi presa em flagrante pelo crime de homicídio culposo (quando não há intenção de matar), mas pagou fiança de R$ 20 mil e responderá ao inquérito em liberdade.
Neste sábado (6) de manhã, um grafite com o rosto de Miguel foi desenhado em um dos muros que fica na frente do prédio onde ele caiu. A homenagem partiu do tatuador e grafiteiro Leo Gospel, 42 anos. Ele reproduziu uma imagem do menino em que ele usa óculos. Ao redor do desenho escreveu as palavras amizade, luta, força, justiça e Te amo, mãe.

“Senti necessidade de expressar de alguma forma o que aconteceu. Como sou ilustrador e tatuador, decidi que deveria ser com arte. Assim que amanheceu hoje fui fazer o desenho. Escolhi palavras que não agredissem ninguém. Que, ao contrário, trouxesse um pouco de conforto. Gostaria de ter participado do protesto, mas tinha um compromisso de trabalho”, contou Leo, que tem um casal de filhos, com idades de 8 e 11 anos.

Por Jornal do Commercio

Petrolândia: É HOJE! Petroclínica informa atendimento do Oftalmologista Dr. Cleovan Almeida para este domingo (07/06)


A Petroclínica, situada na na Rua José Benedito da Silva (Por trás da Eletroléo), informa que O oftalmológico Dr. Cleovan Almeida, especialista em glaucoma e catarata, atenderá neste domingo, 07 de junho de 2020.

Atenção cliente amigo: informamos o uso obrigatório de máscaras no nosso estabelecimento e o agendamento prévio de exames e consultas, para que não hajam aglomerações trazer acompanhante somente em casos de extrema necessidade. Contamos com a colaboração de todos.

A Petroclínica respeita você e sua saúde!! Consultas com horário marcado para sua segurança e conforto ! Agende já a sua!

Fones : 87 3851-2333 / 87 998050774

Polícia investiga desaparecimento de dois jovens em Petrolina


A Polícia Civil está na investigação do desaparecimento de dois jovens em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. Lucas de Araújo Moura, de 20 anos, e Antônio Carlos Neves Júnior, de 21 anos foram vistos pela última vez na madrugada da quinta-feira passada, na Avenida do Sentimento, no bairro Dom Avelar.

Segundo familiares, dois homens armados e com roupas camufladas espancaram e algemaram os jovens. Depois eles teriam colocado os dois dentro de um carro e saído do local.

Um inquérito policial foi instaurado para identificar os autores e localizar as vítimas.

Por G1 Petrolina