terça-feira, 11 de abril de 2017

Petrolândia: Responsável pela Adagro no município fala sobre fiscalização do Matadouro, esclarece atribuições do órgão e orienta consumidores sobre compra de carnes e peixes

Dr. João Lopes de Sá também anunciou, em primeira mão ao Blog e à Web Rádio Petrolândia, a mudança que ocorrerá na campanha de vacinação contra a aftosa

A crise financeira e o desemprego forçam o cidadão a procurar alternativas de sobrevivência, uma dessas é a comercialização de produtos alimentícios preparados ou ao natural. Quem percorre a cidade de Petrolândia já percebeu que tem aumentado nas principais avenidas o número de barracas e pontos de comercialização de alimentos dos mais variados tipos. Queijos, leite cru e aves abatidas, por exemplo, são vendidos em bancas, sem refrigeração nem observância dos critérios de manipulação de alimentos, sob aparente omissão dos órgãos de vigilância sanitária.

Para esclarecimentos, inicialmente procuramos Vigilância Sanitária na Secretaria de Saúde para saber a quem competia fiscalizar o comércio de alimentos nas ruas. Lá, fomos orientados a procurar o escritório local da Adagro. A Adagro, por sua vez, esclareceu que sua atribuição é fiscalizar as barreiras (pontos de controle da entrada e circulação de produtos de origem animal no Estado) e que a fiscalização no comércio de Petrolândia é obrigação da Vigilância Sanitária do próprio Município.

Então, para falar sobre este e outros assuntos, a reportagem do Blog de Assis Ramalho entrevistou Dr. João de Sá Novaes, responsável pela Unidade Local de Sanidade Animal e Vegetal da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro). Subordinada à Gerência Regional de Serra Talhada, a Ulsav-Petrolândia atua no próprio município e em Inajá, Tacaratu e Jatobá. Suas atribuições são atender casos emergenciais, como suspeitas de focos de enfermidade, realizar inspeções tanto na área animal como na vegetal e emitir documento fiscal.

Situação do Matadouro Público de Petrolândia

O primeiro tema na pauta da entrevista foi a situação do Matadouro Público de Petrolândia. No dia 14 de março deste ano, a Promotoria de Justiça da Comarca de Petrolândia instaurou Inquérito Civil (reproduzido na íntegra no final desta entrevista) para averiguar as condições de funcionamento do estabelecimento, situado na periferia da cidade. O inquérito é amparado pelo "Programa Carne de Primeira", Ação Estadual do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) destinada a coibir o abate, transporte e comércio de carnes fora dos padrões exigidos pela legislação. São citados a prestar informações o prefeito de Petrolândia, Ricardo Rodolfo, a Secretaria Municipal de Saúde, a Agência Estadual do Meio Ambiente (CPRH) e a Gerência Regional da Adagro.


Ao iniciar a entrevista com Dr. João, pedimos detalhes sobre a fiscalização do Matadouro Público e sobre a situação que levou à abertura do Inquérito Civil pelo MPPE.

Dr. João - O Sr. Promotor, através de um ofício, solicitou um relatório do Matadouro Municipal de Petrolândia. Eu, juntamente com outros colegas, que fazem parte da Inspeção Animal, fomos ao Matadouro e fizemos um relatório em que nós constatamos, realmente, algumas irregularidades. Tinha pontos positivos, mas também tinha coisas que precisavam de uma correção, como por exemplo, a parte de higiene, de limpeza, e, inclusive, também cabe à CPRH se pronunciar sobre a questão da localização do Matadouro. Em seguida, eu recebi [outro ofício] do Sr. Promotor, que eu vou ter que responder, onde ele cobra quais as providências que foram solicitadas à Prefeitura para realização de mudanças a serem realizadas no Matadouro. Então, eu adianto que, na verdade, a Adagro, quando notificada pelo Ministério Público de Pernambuco, tem a obrigação de constatar e fazer o levantamento minucioso, e fazer um relatório para o Promotor. No entanto, o Matadouro Público é municipal, [a fiscalização dele] não é competência da Adagro. A lei 1.283, de 18 de dezembro de 1950, determina exatamente a competência de cada órgão do Estado. Portanto, [a fiscalização] cabe à Vigilância Sanitária Municipal, porque a Adagro [não fiscaliza], no caso desse matadouro, [porque] ele não tem registro na Adagro, ele não tem registro no Estado. O registro dele é municipal, portanto, caberia à Vigilância Sanitária Municipal exigir do prefeito, da autoridade competente, as modificações coerentes para que o matadouro continue funcionando, ou mesmo o Promotor de Justiça, baseado no relatório feito pela Adagro, é quem deve solicitar da Prefeitura as modificações. Então, a Adagro pediu, sim, que a Prefeitura apresentasse uma planta [das instalações prediais] para que a Adagro analise, para ver se está dentro dos regulamentos, para que seja analisado, para que possa dar andamento. Mas, em antemão, eu digo que não é competência da Adagro. Solicitado pelo Promotor, nós fazemos um relatório, mas, indicar os erros, o que está errado, para o prefeito e notificá-lo a corrigir, isso cabe à Vigilância Sanitária [de Petrolândia] e ao Ministério Público Estadual.

Erradicar o abate clandestino de animais é uma das preocupações do Ministério Público, nas ações do Programa Carne de Primeira. Dr. João também falou sobre como denunciar pontos de abate clandestino e alertou para os riscos do consumo de carnes não inspecionadas. 

Dr. João - [A denúncia] é com o Ministério Público, mas primeiro [o consumidor] deve procurar a Vigilância Sanitária Municipal para denunciar. Caso a Vigilância Municipal não tenha punho, não tenha condições concretas para efetuar esse trabalho que, às vezes, deve procurar o apoio policial, deve-se procurar o Ministério Público, através do Promotor. Na verdade, é que eu sempre digo: o fechamento de um matadouro nem sempre resolve o problema da falta de higiene das carnes que são comercializadas. Não é só fechar o matadouro, tem que fiscalizar também o abatimento clandestino e coibir. Eu sempre digo que, na verdade, o melhor fiscal que existe é a dona de casa, ou o dono da casa , que deve prestar bastante atenção nos produtos que estão à venda. Não é só observar a questão de preços, é ver também a questão da procedência da carne. Investigue o vendedor, veja de onde está vindo essa carne, porque muitas vezes ela está vindo [diretamente] da zona rural. Existe uma doença chamada clostridiose, e algumas pessoas de pouco caráter - vamos dizer assim -, aproveitam a carcaça e traz [para a cidade] e ficam vendendo nos restaurantes, nas vizinhanças... Vou dar um exemplo pra você. Um bovino, por exemplo, portador de raiva, em que ele perde o equilíbrio e vai para o chão. Ele [o dono do animal], conhecedor de que aquilo é raiva e que aquele animal vai morrer - não estou dizendo [todos] os proprietários, porque são raridades de pessoas que têm essa conduta -, aproveitam o animal. Eles abatem, chama outra pessoa que se sujeita a esse trabalho errado e traz [para vender] para o consumo humano. Vou citar outro caso, por exemplo, o animal portador de brucelose. Ele vai para o abate e é aproveitado. Então, onde está a questão aí? Está na Vigilância Sanitária Municipal competente. A Vigilância Municipal ela tem que atuar, não só no Mercado [Público], no açougue, mas também em todos os lugares que ela souber que está havendo venda de carne, para coibir esse tipo de comércio.

A fiscalização de agrotóxicos também é uma das atribuições da Adagro. Dr. João comentou o panorama em Petrolândia e também falou sobre a recente Campanha Itinerante de Recolhimento de Embalagens de Agrotóxicos.

Dr. João - Eu diria que, hoje, uma boa parte dos agricultores do município de Petrolândia já tem uma certa educação sanitária neste sentido, na área vegetal. Ele já começa a armazenar de forma correta os vasilhames utilizados nas roças, no caso, os agrotóxicos. É tanto que nesse recolhimento agora foi comprovado, através do recolhimento de mais de cinco caminhões de vasilhames. Antes, era normal aterrar, queimar etc. Mas, com um trabalho educativo, feito principalmente pela Adagro, os agricultores estão começando a entender que, na verdade, é necessário [devolver as embalagens dos agrotóxicos] para não intoxicar a terra e o rio. A Adagro também faz um trabalho nas propriedades, com recomendação sobre a utilização do agrotóxico. Não é só preocupado com o vasilhame, mas também com a aplicação do agrotóxico. Você imagine, por exemplo, a tomate, que é colhida praticamente duas vezes por semana, em que o produtor está aplicando agrotóxico duas vezes por semana, quando na verdade a carência é de quinze dias. Então, ele está levando veneno para a mesa do consumidor. Então, esse é um trabalho da Adagro, que vai continuar e cada vez mais forte.

O entrevistado falou também sobre a campanha contra a febre aftosa, realizada anualmente em duas etapas, em maio e novembro. 

Dr. João - Essa semana, eu recebi um ofício do Ministério da Agricultura em que está determinando, não só para Pernambuco, mas para os outros estados do Nordeste, que na próxima campanha de maio nós vamos vacinar todos os rebanhos, mas, a partir de novembro, na segunda etapa, nós vamos vacinar apenas os animais com idade inferior a 24 meses. Por que se chegou a essa conclusão? Porque foi feita uma sorologia em Pernambuco, depois de muitos anos sem constatar nenhum foco de febre aftosa, em que não existia o vírus circulante. Nós não encontramos no soro sanguíneo nada do vírus presente nos animais. Por exemplo: durante o período em que eu trabalho aqui em Petrolândia, nós já constatamos muitas raridades, mas nenhum caso de brucelose. A brucelose é uma doença muito perigosa. Por exemplo, o consumidor do leite e do queijo - principalmente cru - poderá contrair essa doença, que é [provocada por] uma bactéria e causa problemas sérios no homem e é incurável. Não se cura brucelose. Portanto, tem que ter muito cuidado com o consumo de leite e queijo cru. Não vou dizer que não consuma, mas é preciso saber a procedência do leite e do queijo e não consumir cru, de preferência consumir o queijo assado e o leite bem fervido.


Tradicional, o consumo de peixes durante a Quaresma e na Semana Santa faz aumentar a procura por peixes nesse período. Dr. João falou sobre a piscicultura, apoiada na região pela Adagro, e alertou para a necessidade de fiscalização do comércio do produto. 

Dr. João - Tem que se intensificar a fiscalização [dos pescados] durante a Semana Santa, como em as outras semanas, mas os peixes aqui da região - dos piscicultores - eles estão sendo monitorados por mim. Eu constatei, inclusive, que algumas pisciculturas estavam tendo uma mortalidade um pouco acima do normal, provocado pela alta temperatura. Á água do rio São Francisco chegou a 30 graus, e isso é um predisponente para que entre a bactéria que provoca a mortalidade de peixe. Mas, ultimamente, com as últimas chuvas, a temperatura ficou amena e reduziu essa mortalidade. Mas quero dizer que nós [da Adagro] estamos trabalhando no desenvolvimento da piscicultura que é muito importante para Pernambuco. Eu fui a uma reunião no Ministério da Agricultura, em que o [então existente] Ministério da Pesca, disse que Pernambuco produzia 25 mil toneladas por ano. Então eu disse pra ele o seguinte: que estavam faltando dados, porque na verdade só de Belém de São Francisco, passando por Petrolândia, a Jatobá, nós estamos produzindo mais de 20 mil toneladas [por ano]. Eles estavam desorientados com os números, mas é porque muitos [produtores] estão vendendo de forma clandestina. Eles não tiram o GTA [Guia de Trânsito Animal] e, se não tiram o GTA, [o produto] fica escondido para as estatísticas do Estado. É preciso tirar o GTA.

Dr. João também comentou a falta de um abatedouro frigorífico para a produção regional de peixes

Dr. João - Nós estamos precisando de abatedouro frigorifico para o peixe porque, pela nova legislação, o peixe tem que ser transportado e transitado para o abate com inspeção municipal, estadual ou federal. Não pode mais [ser feito] aquele trânsito com destino à feira livre, por exemplo. Por esse motivo, é que nós ainda estamos resolvendo essa questão.

Nossa reportagem pediu ao entrevistado dicas para comprar peixes frescos com mais segurança.

Dr. João - Em relação à senhora dona de casa, aos compradores de peixe, [orientamos] que observe melhor o pescado antes de comprar. Por exemplo, a tilápia, que é um peixe mais [comum] da região é sempre importante olhar a coloração, a aparência, porque ela tem que ter uma aparência normal. Uma tilápia que apresenta pele escurecida, é sintoma que na verdade ela teve um problema, tipo hemorragia. Se ela tem ferimentos, é sinal de bactérias. Se ela está com o olho muito escurecido, ele não está normal. As guelras, ela tem que estar com uma cor acolorada, no mínimo, rosada. Ela não pode estar escurecida e não pode estar com as escamas largando [se soltando com facilidade].

Por último, perguntamos sobre o funcionamento da unidade local da Adagro, com apenas dois funcionários para atender quatro municípios.

Dr. João - O quadro [do escritório de Petrolândia], hoje, é formado por um veterinário e apenas um técnico agrícola. Então, é um quadro deficiente, apesar de nós termos apoio do pessoal da área vegetal. Mas, na verdade, o que nós estamos precisando aqui, eu diria, que seria técnicos agrícolas. Mas, eu acredito que não vai demorar muito tempo para serem contratados.

Finalizamos com agradecimento a Dr. João de Sá Novaes pela entrevista concedida ao Blog de Assis Ramalho e à Web Rádio Petrolândia.

Dr. João - Assis, eu agradeço, através do seu Blog e da rádio, essa ótima oportunidade, porque é sempre bom que a gente possa esclarecer os trabalhos da Adagro, as nossas competências, porque muitas vezes as pessoas pensam que a Adagro é responsável por todo trabalho de fiscalização, mas não é. Então, eu agradeço, inclusive o fato de anunciar em primeira mão a nova regra a ser aplicada na segunda remessa da [vacinação] febre aftosa, e quero dizer que estamos sempre à disposição da imprensa e de todos os produtores rurais. Muito obrigado!

Abaixo, reproduzimos a publicação do MPPE em que é instaurado Inquérito Civil para averiguação das condições de funcionamento do Matadouro Público de Petrolândia.



Codevasf e Mapa vão ampliar apoio à produção em projetos irrigados do sertão pernambucano


Produtores, lideranças locais, representantes da Prefeitura de Petrolândia (PE) e do Mapa e a equipe contratada para apoio à produção participaram de encontro de diagnóstico com representantes da Codevasf (Foto: Codevasf/Divulgação)

Cerca de 3 mil famílias de produtores dos projetos públicos de irrigação do Sistema Itaparica em Pernambuco serão beneficiadas com apoio a produção numa parceria entre a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A ação envolve recursos da ordem de R$ 3 milhões e a primeira fase está sendo cumprida nesta semana com a apresentação do diagnóstico durante a visita das duas instituições aos projetos Fulgêncio, Brígida, Manga de Baixo, Icó-Mandantes, Apolônio Sales e Barreiras.

A partir da elaboração do diagnóstico situacional, serão realizados levantamentos das estruturas socioprodutivas dos perímetros o que envolve, também, capacitações de produtores, visando a autogestão; implementação das técnicas voltadas às principais culturas exploradas nos projetos; manejo de solo e água e manejo de métodos mais eficientes de irrigação parcelar; e incentivo à adesão por esses métodos.


Representantes das cidades beneficiadas pela Adutora do Moxotó visitam obras em Sertânia e na BR 232

Prefeitos, secretários e integrantes da Arquidiocese de Pesqueira foram conhecer de perto os investimentos feitos no empreendimento (Foto: Ronaldo Vasconcelos)

Um grupo de representantes das cidades que serão beneficiadas pelo Sistema Adutor do Moxotó visitou, hoje (11), algumas frentes de trabalho da obra que estão localizadas na Barragem do Moxotó, no distrito de Rio da Barra, em Sertânia, e em trechos ao longo da BR 232, onde a Compesa executa o assentamento das tubulações. Mais de 40 pessoas foram conhecer de perto os investimentos feitos na obra, entre prefeitos e secretários das prefeituras da região do Moxotó - Arcoverde, Buíque, Pedra, Sanharó, Sertânia, Belo Jardim e Pesqueira - além de integrantes da Arquidiocese de Pesqueira, liderados pelo bispo Dom José Luiz Ferreira Salles.

A visita também foi acompanhada pelo diretor Técnico e de Engenharia da Compesa, Rômulo Aurélio de Souza, pelo diretor de Articulação e Meio Ambiente da Compesa, Aldo Santos e pelo gerente de Obras Especiais, Judas Tadeu Alves de Souza. De acordo com o diretor Aldo Santos, a Compesa providenciou a visita às obras da Adutora do Moxotó à pedido do bispo de Pesqueira. Outras visitas serão organizadas para promover a integração da sociedade com essa importante obra que vai antecipar a chegada da água do canal do Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco para as cidades do Agreste, região com o pior balanço hídrico do estado.


Petrolândia: Ortopedista Dr. Érico Herbert atende na POLICLÍNICA nesta quarta a partir das 8 horas

Petroclínica de Petrolândia na Av. Auspício Valgueiro Barros

A Policlínica de Petrolândia (Clínica de Dr. Amiltom Viana), situada na Av. Auspício Valgueiro Barros, 62 - Centro, em frente à Celpe, informa que Dr Érico Herbert, ortopedista, atende nesta quarta-feiras (12) a partir das 08:00.

Agende sua consulta pelos números (87) 3851-2497 ou 99618-8877.

Blog de Assis Ramalho



Delação cita 3 ex-presidentes e 9 governadores

Os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva, Dilma Rousseff e Fernando Henrique Cardoso (Foto: Roberto Stuckert Filho/Agência O Globo)

A delação da Odebrecht atingiu os cinco ex-presidentes da República vivos: Dilma Rousseff (PT), Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Fernando Henrique Cardoso (PSDB), Fernando Collor (PTC) e José Sarney (PMDB). Apenas Collor tem direito ao foro especial no Supremo Tribunal Federal (STF), onde foi aberto mais um inquérito contra ele. Como os outros não ocupam cargo público, o relator da Lava-Jato no STF, ministro Edson Fachin, determinou o envio de indícios contra os quatro a outras instâncias do Judiciário. A delação também atingiu 12 governadores – entre eles, o do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão.

Os governadores citados pelos ex-executivos da Odebrecht, nove deverão ser investigados pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), que é o foro indicado para processar ocupantes do cargo. Além de Pezão, estão nessa lista Geraldo Alckmin, de São Paulo; Paulo Hartung, do Espírito Santo; Fernando Pimentel, de Minas Gerais; Beto Richa, do Paraná; Flávio Dino, do Maranhão; Marconi Perillo, de Goiás; Raimundo Colombo, de Santa Catarina; Marcelo Miranda, de Tocantins.


Petrolândia: Semana Santa tem descontos no Donna Júlia


Começa hoje a semana do Descontão do Restaurante Donna Julia. E quinta tem rodízio de sushi e as reservas são limitadas. Faça logo a sua.

Bar e Restaurante Donna Júlia


STF manda investigar ministros, deputados e senadores; 7 pernambucanos estão na lista

O ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin, relator do processo da Lava Jato, determinou a abertura de inquérito contra nove ministros do governo de Michel Temer, 29 senadores e 42 deputados federais, segundo informação do jornal "O Estado de S. Paulo".

Na relação de inquéritos, sete pernambucanos estão incluídos: os ministros Bruno Araújo (PSDB - Cidades) e Roberto Freire (PPS – Cultura - apesar de eleito por São Paulo teve toda a carreira em Pernambuco), os senadores Fernando Bezerra Coelho (PSB) e Humberto Costa (PT), os deputados Betinho Gomes (PSDB) e Jarbas Vasconcelos (PSDB), e o ex-prefeito do Cabo de Santo Agostinho Vado da Farmácia (sem partido).

Entre os que serão investigados estão ainda os presidentes das duas Casas Legislativas, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Eunício Oliveira (PMDB-CE). Segundo o jornal, também serão investigados no Supremo um ministro do Tribunal de Contas da União, três governadores e 24 outros políticos e autoridades.

Ainda segundo o "Estadão", os senadores Aécio Neves (MG), presidente do PSDB, e Romero Jucá (RR), presidente do PMDB, serão investigados em cinco inquéritos cada. Já o ex-presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), será investigado em quatro.


Poesia pernambucana ganha destaque em lançamentos da Cepe Editora

Três novos títulos se incorporam à Coleção Poema, que já totaliza 31 obras publicadas (Divulgação/CEPE)

A Companhia Editora de Pernambuco prepara o lançamento de três novos títulos de poesia, ampliando sua Coleção Poema para 31 obras já editadas. O Inquisidor e as lições de passagem, de Ângelo Monteiro; o Encontro entre poetas, de Beatriz Brenner e Recife em tom menor, de Bartira Soares ganham noite de autógrafos nesta quarta-feira (12), no Museu do Estado, a partir das 19h.

Prestes a completar 75 anos de idade (21 de junho), 48 anos dos quais dedicados à literatura, o poeta, ensaísta, jornalista e filósofo Ângelo Monteiro, um dos mais importantes poetas em atividade em Pernambuco, e nome expressivo da Geração 65, reúne nesta obra que sairá com o selo Cepe, o livro O Inquisidor, produção de 1975 e considerado um divisor de águas de seu trabalho literário, além dos livros Lições de Passagem e As Palavras e as Águas.



Deputado cobra posição do governo sobre imunidade de filantrópicas

Foto: Chico Ferreira

Durante reunião da Frente Parlamentar em Defesa das Filantrópicas, na manhã desta terça-feira (11), o deputado federal Danilo Cabral (PSB-PE) voltou a defender a manutenção da imunidade previdenciária para essas entidades. Segundo ele, ainda não há clareza sobre a posição do governo federal em relação ao tema e nem o relator da Reforma da Previdência, deputado Arthur Maia, em reuniões com as bancadas na Câmara Federal, informou como abordará a questão.

Danilo Cabral lembra que a desoneração das filantrópicas representa menos de 3% da arrecadação da Previdência e que esses recursos são revertidos em atendimento à população. “É importante jogar luz sobre a questão das filantrópicas na Reforma da Previdência, já que o governo não se manifesta de forma objetiva sobre o assunto. O fim da imunidade pode representar um impacto na saúde, na educação e na assistência social”, destacou o parlamentar.


Petrolândia: Agência Mais lança promoção de cartões de visita

 

A Agência Mais lançou promoção de cartões de visita, com pacotes de impressão a partir de R$ 40,00. Os cartões são confeccionados em material de alta qualidade com ótima impressão. 

Entre em contato com a Agência Mais por celular/WhatsApp (87) 9 9914-4740 e peça seu orçamento.

Agência Mais 


Saiba se vale a pena pedir aposentadoria antes da reforma da Previdência

Muitos trabalhadores que têm direito a sacar as contas inativas do FGTS poderão ficar sem o dinheiro porque os patrões não fizeram os depósitos.

A possibilidade de sacar os recursos das contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) fez muita gente correr para checar se tem dinheiro disponível. Foi assim que alguns trabalhadores descobriram que a empresa não pagou o que devia.

Existem 7 milhões de trabalhadores cujos empregadores não depositaram o dinheiro. O alerta é da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN). De acordo com a autarquia, 7 milhões de trabalhadores não vão receber o dinheiro porque os empregadores não fizeram os depósitos, que correspondem a um débito total de R$ 24,5 bilhões inscritos na dívida ativa da União.


Disal lança aplicativo gratuito para professores de inglês

Ferramenta digital amplia alcance de conteúdo da Revista New Routes, única do país voltada para o ensino de idiomas

A revista New Routes, produzida pela Disal Distribuidora, completa 20 anos em 2017 como a única publicação digital do país voltada inteiramente para o mercado de ensino de idiomas. Para comemorar, a empresa lança um aplicativo gratuito voltado para a atualização de professores, escolas, universidades, estudantes e entusiastas.

O objetivo do aplicativo “Revista New Routes” é facilitar o acesso à leitura em qualquer parte do país e do mundo. O app está disponível nas versões Android, IOS e GooglePlay. Nele, é possível conferir as publicações recentes e, também, as edições anteriores.


Floricultura curitibana disponibiliza e-book gratuito sobre suculentas


A Esalflores, maior floricultura e garden center do sul do país, acaba de disponibilizar em seu site um material especial para os fãs de botânica. A empresa, que costuma oferecer diversos cursos e palestras em sua loja física, na cidade de Curitiba, acaba de desenvolver um exemplar digital completo e gratuito sobre como construir um terrário de suculentas: o e-book “Introdução ao Terrário de Suculentas”.

O material, didático e instrutivo, aborda a tipologia das suculentas e as principais informações e cuidados com relação a locais ideais e frequência das regas. Além disso, o material apresenta um passo a passo de todo o processo de enraizamento e montagem de um terrário de suculentas. As orientações são ilustradas e detalham todos os utensílios necessários para a composição do terrário, além de dicas de como deixá-lo mais bonito e diversas recomendações de manutenção.


AML Consulting intensifica monitoramento de dados sobre trabalho escravo

Risk Money contribui para que gestores analisem suas relações comerciais com pessoas e empresas que não cumprem a legislação brasileira, diminuindo riscos de danos financeiros e reputacionais

O Brasil foi denunciado recentemente na Organização das Nações Unidas – ONU por vetar, a pedido do governo, a divulgação da chamada “Lista Suja do Trabalho Escravo”. Diante desse cenário, o Ministério do Trabalho e Emprego – MTE recuou e publicou o documento oficial, relacionando 68 empresas acusadas de manter trabalhadores em condição análoga à escravidão. Líder nacional no mercado de soluções e serviços de prevenção à lavagem de dinheiro, a AML Consulting tem intensificado o monitoramento e o tratamento de dados de pessoas e empresas suspeitas de estarem infringindo as leis trabalhistas e sua lista identificou um volume expressivamente maior de perfis relacionados a esse tipo de crime: 3.100 perfis cadastrados em sua base de dados, somente nessa categoria. O objetivo da lista da AML é dar subsídios para análise da cadeia produtiva, adequação de práticas comerciais e definição de políticas internas.


Petrolândia: Licitação para contratar empresa de transporte escolar é adiada por tempo indeterminado

Foto: Assis Ramalho/Arquivo BlogAR

A Prefeitura Municipal de Petrolândia publicou no Diário Oficial da União desta terça-feira (11) o Aviso de Adiamento do Pregão Presencial Nº 15/2017, destinado à contratação de empresa especializada para prestação de serviços de transporte escolar com motorista, cuidador e combustível, para atender a demanda da rede de ensino desse município durante o ano letivo de 2017. A sessão pública de abertura do Pregão estava marcada para hoje, às 9h00. 

No aviso emitido nessa segunda (10), a pregoeira Simone Alves anuncia que o sessão pública foi adiada "sine die", ou seja, sem previsão de nova para realização, que será oportunamente comunicada, mediante publicação nos Diários Oficiais do Estado de Pernambuco e União.

Redação do Blog de Assis Ramalho
Com informações do Diário Oficial da União


Petrolândia: Em entrevista na Web Rádio Petrolândia, vice-presidente do STR faz duras críticas à Reforma da Previdência e convida trabalhadores para Audiência Pública nesta quarta na Câmara dos Vereadores às 9 horas da manhã


Para debater a proposta de Reforma da Previdência (Proposta de Emenda Constitucional PEC nº 287/2016), na manhã dessa terça-feira (11) o vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Petrolândia, Natanael Caetano (Natan), concedeu entrevista ao vivo ao programa 'Acordando com as Notícias', apresentado por Assis Ramalho na Web Rádio Petrolândia.

O sindicalista, que também é vice-presidente do Partido dos Trabalhadores (PT) em Petrolândia, alertou que a reforma da Previdência proposta pelo governo federal prejudicará os trabalhadores, afetando direitos já assegurados, especialmente aqueles que se referem às mulheres. A proposta encontra-se em análise na Câmara dos Deputados.

Natanael afirmou que o governo “tenta colocar no colo do trabalhador” toda a responsabilidade pela manutenção da Previdência, impondo-lhe um ritmo de trabalho impossível de ser alcançado em um período de mais de 40 anos de contribuição. "O trabalhador vai sofrer muito com uma contribuição de quase 50 anos, praticamente impossível para um trabalhador autônomo e, especialmente para mulheres e trabalhadoras rurais'', disse o sindicalista.

Ele também acredita que a nova regra que obriga a contribuição mensal vai tirar o direito à aposentadoria rural. “Os recursos que essas famílias têm são para seu sustento. Essa reforma vai acabar com o direito à aposentadoria. Nós vamos trabalhar a vida toda e morrer sem se aposentar”, se queixa Natan.

De acordo com o petista, falta mais empenho por parte dos comerciantes de Petrolândia na luta contra a reforma. ''Os comerciantes de Petrolândia deveriam se movimentar mais, e lutar por uma causa que também vai afetar eles. Hoje o município tem mais de duas mil aposentadorias rurais que injetam dinheiro no comércio e se essa reforma passar, no futuro teremos um número muito pequeno de aposentados'', disse.

Natanael Caetano também fez convite aos trabalhadores rurais e urbanos para participarem da Audiência Pública a ser realizada nesta quarta-feira (12), na Câmara dos Vereadores de Petrolândia, a partir das 9 horas da manhã.

O ato vai contar com representantes da Central Única dos Trabalhadores (CUT), da Contag, do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Petrolândia (STR), do Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolândia (SINDSEMP) e do Sindicato dos Professores do estado de Pernambuco (Sinpro).

Redação do Blog de Assis Ramalho
Fotos: Lúcia Xavier


Travestis e transexuais podem ter nome social em cartões de contas bancárias

Clientes devem ser tratados pelo nome social em todos os canais de relacionamento com os bancos

Travestis e transexuais poderão ter o nome social em cartões de contas bancárias, instrumentos de pagamentos, em canais de relacionamento e em correspondências de instituições financeiras.

O nome social é aquele escolhido por travestis e transexuais de acordo com o gênero que se identificam, independentemente do nome que consta no registro de nascimento.


FPF divulga datas e locais das semifinais do Paulistão


Federação Paulista de Futebol (FPF) divulgou nesta terça-feira as datas e locais das semifinais do Paulistão entre Palmeiras (dono da melhor campanha até o momento) e Ponte Preta (quarta), e Corinthians (segundo) e São Paulo (terceiro). A decisão foi anunciada após reunião do Conselho Técnico com as diretorias dos quatro clubes semifinalistas na sede da FPF, no bairro da Barra Funda, na capital paulista. A única vantagem para os dois times de melhor campanha (Palmeiras e Corinthians) é o fato de decidir em casa o jogo da volta.

Veja as datas e locais das semifinais do Paulistão:

Jogos de ida:
Domingo (16/4), às 16h - Ponte Preta x Palmeiras, Moisés Lucarelli
Domingo (16/4), às 19h - São Paulo x Corinthians, Morumbi
Jogos de volta:
Sábado (22/4), às 19h - Palmeiras x Ponte Preta, Arena Palmeiras
Domingo (23/4), às 16h - Corinthians x São Paulo, Arena Corinthians

Por Leonardo Lourenço e Martín Fernandez, G1 São Paulo


Jatobá/Itaparica: Domingo de futebol e distração na Associação Pó de Serra


Neste domingo, 09/04/2017, os sócios da Associação Pó de Serra, sediada em Itaparica, Jatobá, realizaram o "baba" matinal, seguido pela tradicional confraternização, com partidas de dominó e comes e bebes. Confira o resultado da pelada, enviado por Jair Souza, o Jair do Picolé.

Primeiro tempo de 6h45 às 8h00
Placar: Camisa amarela 2 x 0camisa verde
Gols do camisa amarela: Eronilson e Jandair

Camisa Verde: Elvis, Luiz, Nego, Quel, Flavio, Jandair, Paquito, Catinha, Ronaldo, Cristiano, Cristisno, Eroniso e iIvaldo
Camisa Amarela: Samuel, Chimba, Juvenal, Tião, Pitomba, Eraldo, Osmando, Fernando, Índio, Berg e Frank.

Segundo tempo de 8h00 às 9h00
Placar: camisa verde 4 x 2 camisa amarela
Gol do camisa amarela: Sivaldo (2)
Gol do camisa verde: Bolinha, Moisé, Chumbinho e Paulinho

Camisa Verde:  Geraldo, Adelson, Rodrigo, Pedro, Zinho, Adriano, Chubinho, Clecio.
Camisa Amarela: Keko, Sivanaldo, Miquel, Sivaldo, Wesley, Nego Van, Jandair, Erdinho, Fabio e Naldo.

Ver fotos > Pelada da Assoc. Póde Serra 09/04/2017

Redação do Blog de Assis Ramalho
Com informações e fotos: Jair Souza


Chove em 72 localidades da PB e Sertão tem maior volume; previsão indica mais


A Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa) registrou a ocorrência de chuvas, em pelo menos 72 localidades do estado, entre essa segunda-feira (10) e esta terça-feira (11).

De acordo com o levantamento, o município de Bom Jesus, no Sertão paraibano, a 506 quilômetros de João Pessoa, registrou o maior índice pluviométrico com 49,5 milímetros de chuva. A Aesa também registrou precipitações em outras regiões do estado, a exemplo do Litoral, Agreste, Zona da Mata e Brejo.

Em Campina Grande, no Agreste paraibano, a 130 quilômetros da Capital, também foram registradas chuvas. A Aesa registrou mais de 21 milímetros de pluviometria nas últimas horas.



Família de Paulo Afonso se revolta com morte de professora após suposta negligência médica em Recife


O corpo da professora Déborah Alves, de 28 anos, foi enterrado na tarde do último domingo (9), no Cemitério Parque das Flores, em Tejipió, na Zona Oeste do Recife. Ela morreu três dias após dar à luz, no Hospital Vasco Lucena, no bairro da Boa Vista, no centro da capital, em consequência de infecção generalizada. Segundo os parentes da vítima, houve negligência médica durante a cesariana.

Em nota enviada para a equipe de Redação do portal PA4.COM.BR, Ailton Soares, primo de Déborah que mora em Paulo Afonso e trabalha na Chesf, na área de operação de instalações, confirmou que a vítima tinha raízes na cidade: “Ela morava em Recife, mas a família é de origem Pauloafonsina!”.

Ailton solicitou de nossa equipe a reprodução do caso que ganhou grande repercussão na mídia de Recife causando comoção e revolta entre a população da capital pernambucana.


Um mês após chegada das águas: 'Dói ver a água passando e não poder tirar', diz vizinho de canal da transposição na PB

Agricultor de Monteiro, na Paraíba, conta que tenta escapar dos efeitos da seca há seis anos (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco)

“São seis anos de seca que a gente vem tentando escapar. O que mais dói é ver a água passando e a gente não poder tirar essa água. Não está para consumo humano, nem para consumo animal”. A fala é de um dos agricultores que mora vizinho ao canal da transposição do Rio São Francisco, na cidade de Monteiro, no Cariri paraibano. Há pouco mais de um mês as águas do Rio São Francisco chegaram à Paraíba, mas a população das cidades por onde elas passam continuam enfrentando forte racionamento de água.

Na cidade de Monteiro, no Cariri, que é a porta de entrada da transposição os moradores tinham a esperança de que o abastecimento fosse normalizado. A água chegou e virou atração. Todos os dias moradores vão se banhar no Rio Paraíba, onde o canal da transposição deságua, mas as torneiras das casas continuam secas na maior parte da semana.

A Companhia de Água e Esgoto da Paraíba (Cagepa) informou que o racionamento de água na cidade de Monteiro já diminuiu em alguns bairros, mas ainda não há prazo para a regularização total do abastecimento. A Cagepa afirma que isso só será possível depois que o volume dos reservatórios que abastecem a cidade aumentar.


Petrolândia: Gato abandonado espera por seu dono


Esse gatinho (foto), possivelmente fugitivo de sua residência - ou abandonado por seu dono (a) se encontra em uma residência na Av. Deputado Milvernes Cruz de Lima (Florinda Flores), na Orla da cidade.

O verdadeiro dono (a), favor entrar em em contato pelo cel. 9.9637-5852, falar com Hislaine Menezes. 

Redação do Blog de Assis Ramalho



Sargento da PM e adolescente de 15 anos são mortos em assalto à barbearia em Pernambuco


Um sargento reformado da Polícia Militar, de 56 anos, e um adolescente de 15 anos foram mortos durante um assalto a uma barbearia em Maranguape I, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife. De acordo com a Polícia Militar, o sargento Paulo Gomes da Silva teria reagido ao assalto, mas a arma falhou.

Ainda segundo a PM, as vítimas estavam esperando serem atendidas quando dois homens armados chegaram no local. Um dos assaltantes entrou no estabelecimento enquanto o outro ficou do lado de fora. Ao todo, haviam oito clientes e dois barbeiros no momento do roubo, na segunda-feira (10).

A arma do sargento reformado teria falhado e, então, ele foi baleado. Na ação, o jovem Felipe Ribeiro também foi atingido pelos assaltantes. O ex-PM morreu no local, enquanto o adolescente foi socorrido para o Hospital Miguel Arraes, também em Paulista, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.


Floresta tem encenação da Paixão de Cristo nesta sexta-feira da Paixão

"Prova de Amor maior não há, que doar a vida pelo irmão" (Foto: Kêco Cavalcanti)

A Paixão de Cristo é a maior prova de amor de Deus por nós. Acreditando nisso, o Grupo de Artes Cênicas O Caroá & Cia. encena mais uma vez o espetáculo Paixão de Cristo “Prova de Amor”, que neste ano completa oito edições.

São aproximadamente 80 jovens atores amadores envolvidos no espetáculo, que contará os últimos momentos da vida de Jesus Cristo até sua ressurreição. A apresentação única acontecerá na próxima sexta-feira, dia 14 de abril de 2017, Sexta-feira Santa, a partir das 20h, no Sítio Histórico de Floresta, espaço compreendido entre a Catedral do Bom Jesus dos Aflitos e a Igreja de Nossa Senhora do Rosário. A encenação tem duração de aproximadamente 2h30min e é gratuita.

A Paixão de Cristo “Prova de Amor” – Ano VIII é uma realização do Grupo de Artes Cênicas O Caroá & Cia. com apoio da Prefeitura Municipal de Floresta, através da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Turismo e Esporte.

Ascom Grupo de Artes Cênicas O Caroá & Cia


Petrolândia: Ilha de Rarrá avisa que funcionará na Sexta-feira da Paixão, sábado e domingo


A direção da Ilha de Rarrá vem por meio desta, informar a todos que desfrutam do seu espaço e beleza que o estabelecimento estará aberto na Sexta-feira da Paixão, no sábado e domingo, a partir das 8:30

Ilha de Rarrá, que funciona normalmente aos sábados, domingos e feriados também avisa que o custo da passagem, indo diretamente para Ilha, é R$ 20,00. O passeio que inclui a visita às ruínas da Igreja Submersa (Igreja do Sagrado Coração de Jesus), fica por R$ 30,00.

A Ilha de Rarrá, localizada entre Glória (BA) e Petrolândia (PE), é rodeada por praias de água doce e cristalina e enfeitada por dunas de areia clara. A Ilha de Rarrá é um refúgio para lazer e diversão.

Redação do Blog de Assis Ramalho
Informação: Ilha de Rarrá
Fotos: Facebook/Ilha de Rarrá



Petrolândia: Fornecimento de água é suspenso para conserto na tubulação da Compesa na Quadra 01


A Compesa comunica aos seus clientes em Petrolândia que nesta terça-feira (11) está suspenso o fornecimento de água, para conserto na tubulação na Rua Edvaldo Gomes Barbosa, próximo a Praça da Quadra 01.

De acordo com a atendente do Ecritório da Compesa em Petrolândia, Aline, uma equipe de Floresta já foi acionada e a liberação do abastecimento está prevista para as 17 horas de hoje, ou tão logo a obra seja concluída.

Desde já agradece a compreensão de todos.

Da Redação do Blog de Assis Ramalho
Com informações do Escritório da Compesa de Petrolândia


Unilife: ANS concede mais prazo e reduz exigências para portabilidade

Medida facilita que beneficiários façam a troca de operadora sem cumprir carência

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) concedeu mais prazo e reduziu o número de boletos pagos exigidos para que os beneficiários da Unilife troquem de operadora sem cumprir novos períodos de carências ou cobertura parcial temporária. A resolução com a nova portabilidade extraordinária foi publicada no Diário Oficial da União da última sexta-feira (07/04). Com isso, os beneficiários terão mais 60 dias, a partir desta data, para escolher qualquer plano de saúde disponível no mercado, de contratação individual/familiar ou coletivo por adesão.

Para exercer a portabilidade extraordinária de carências, os beneficiários devem se dirigir à operadora escolhida, que deverá aceitá-los imediatamente se estiverem com a documentação necessária: Identidade; CPF; Comprovante de residência; e três boletos pagos na operadora de origem a partir de agosto de 2016.


Jerry Adriani está com câncer; filhos pedem orações para o cantor


O estado de saúde do cantor Jerry Adriani, de 70 anos, requer atenção e cuidados médicos. Internado desde quinta-feira, 6, em um hospital na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, o artista está com câncer.

Ao EGO, o filho mais velho do músico, Thadeu Vivas, confirmou o diagnóstico da doença de seu pai e pediu privacidade. "É um momento delicado e muito íntimo. Agradeço o carinho de todos e peço, por favor, que entendam que é um assunto sobre a saúde do meu pai, apenas o seu Jair", pediu ele, que junto com os irmãos mais novos divulgaram carta oficial no começo da noite desta segunda-feira, 10.