domingo, 25 de novembro de 2018

É campeão! Palmeiras vence o Vasco em São Januário e conquista o título brasileiro; alviverdes de Petrolândia fazem a festa!

Jogadores do Palmeiras comemoram o título brasileiro (Foto: André Durão)

Torcedores comemoram em Petrolândia no Geração 2, na Orla da cidade: O Blog de Assis Ramalho registrou as comemorações dos palmeirenses na noite deste domingo (25/11/2018/); a reportagem completa será postada na manhã desta segunda-feira (26) - Fotos: Assis Ramalho/BlogAR
Comemoração dos palmeirenses no Geração 2, na Orla de Petrolândia
Petrolândia: Torcedores comemoram o título do Palmeiras no Bar e Restaurante Geração 2

O Palmeiras é o campeão brasileiro de 2018. Líder desde a 27ª rodada e em uma histórica arrancada após a contratação do técnico Luiz Felipe Scolari, o Verdão confirmou o décimo título ao vencer o Vasco por 1 a 0, neste domingo, em São Januário. A vitória do Flamengo sobre o Cruzeiro de nada serviu. Enquanto os paulistas comemoram, o Cruz-Maltino lamenta o resultado em casa e ainda corre risco de cair para a Série B.

MALUCO BELEZA E HERÓI

O gol que valeu o título saiu dos pés de Deyverson. Com uma temporada recheada de polêmicas, o centroavante entrou aos 14 minutos do segundo tempo e marcou aos 26, com oportunismo, só escorando um desvio primoroso de Willian. Foi o nono gol dele no Brasileirão.

NINGUÉM ALCANÇA!

O Palmeiras chegou aos 77 pontos e manteve os cinco de vantagem para o Flamengo e aumentou para 22 o número de jogos de invencibilidade, recorde na história do Brasileirão. O Verdão fará a festa do campeão na última rodada, contra o Vitória, domingo que vem, às 17h, na arena. Veja a classificação e a tabela completa do Brasileirão!

AGONIA VASCAÍNAO Vasco fica com 42 pontos, quatro acima da zona do rebaixamento. Para ir à última rodada já livre do rebaixamento, contra o Ceará, em Fortaleza, o time torce por derrotas de Sport (contra o São Paulo, segunda-feira, no Morumbi) e América-MG (neste domingo, contra o Bahia, em Belo Horizonte).

Por: Globoesporte.com/Blog de Assis Ramalho

Velha Petrolândia em fatos & fotos - momentos de recordações neste domingo 25/11/2018

Década de 70: Trabalhadores montando o Parque Lima nos preparativos para a Festa do Padroeiro São Francisco de Assis - a tradicional festa de outubro


Neste domingo, 25 de novembro de 2018, o Blog de Assis Ramalho vai no fundo do baú e mostra fatos e fotos para nos lembrar da nossa saudosa velha Petrolândia, hoje submersa nas águas do rio São Francisco.

Visão de parte do Cine São Francisco (Cinema de Valmir), e Churrascaria O Casarão

EMATER-PE em dia movimentado - Rua São Francisco

Equipe de professores da Escola Delmiro Gouveia (Foto em frente ao auditório do popular Grupo Vei, como carinhosamente era chamado)

Visão externa da Escola Delmiro Gouveia

Realização de um Bingo na Escola Delmiro Gouveia


Desfile Cívico da Independência - 7 de Setembro


Na frente da foto (Velha Barreiras) > Fátima, populatmente conhecida por Fafá da Associação Café com Arte


Adson, Aerson e Adriana - filhos do casal José Dantas e Afonsina
Rua Regente Feijó - local onde se concentrava boa parte do comércio e onde era realizada a feira livre. O JEEP está posicionado ao lado da Padaria de João Rodrigues. Vizinho a padaria ficava o ponto comercial de Chiquinho e Lourinho.

História de Petrolândia

A colonização da região começou no século XVIII, quando foram fundadas as fazendas Brejinho da Serra e Brejinho de Fora. Os primeiros núcleos de povoamento surgiram onde havia uma frondosa árvore de jatobá e um bebedouro para o gado. Por causa disso, o povoado ficou conhecido como Bebedouro de Jatobá.

Em 1877, a região recebeu a visita do Imperador D. Pedro II, que ordenou a construção de um cais e de uma ferrovia que ligava economicamente o alto e o baixo São Francisco.

Em 1887, a sede do município de Tacaratu é transferida para o povoado de Jatobá que, mais tarde, seria elevada à categoria de cidade em 1 de julho de 1909. O município recebeu a atual denominação em homenagem ao Imperador D. Pedro II.

A história do município passou por uma enorme transformação nos anos 80 devido à construção da Usina Hidrelétrica Luiz Gonzaga (também conhecida como Usina Hidrelétrica de Itaparica), que resultou na inundação da antiga cidade pelo lago de Itaparica e obrigou a transferência dos moradores para a atual cidade em 1988. O município de Petrolândia vem se tornando nos últimos anos um dos mais importantes da região.

Redação do Blog de Assis Ramalho
Fotos: Petrolândia ontem, hoje e sempre

Jatobá-PE: Câmara de Vereadores realiza Audiência Pública para debater desintrusão da terra indígena Pankararu; vídeo e fotos

 


Por meio da Procuradoria da República em Serra Talhada, e o Ministério Público Federal (MPF), foi realizada na última quinta-feira (22), uma Audiência Pública para tratar da desintrusão da terra indígena Pankararu nos municípios de Jatobá, Tacaratu e Petrolândia, no Sertão de Pernambuco.

O debate aconteceu na Câmara de Vereadores de Jatobá, e foi presidido pela procuradora Maria Beatriz Ribeiro Gonçalves.

Na audiência estavam presentes lideranças indígenas, posseiros e representantes do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Fundação Nacional do Índio (Funai), Defensoria Pública da União, Secretaria de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, Secretaria de Articulação da Presidência da República, Polícia Federal, Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal, Justiça Federal e o Poder Executivo do município representado por sua Gestora Goreti Varjão.

Durante os relatos da palavra cedida ao público presente houve momentos de comoção através dos denominados “posseiros“, Assista ao vídeo na íntegra.


Clique AQUI e veja as FOTOS

Por: Portal Jatobá
Fotos e vídeo: Whitney Pereira

Notícia relacionada
Jatobá: Clima de Guerra em desapropriação de terra na Comunidade Bem Querer de Baixo; vídeo e fotos

General Mourão deve assumir a Presidência por ao menos 2 semanas após cirurgia de Bolsonaro


O vice-presidente eleito, general Hamilton Mourão, deverá assumir a Presidência por pelo menos duas semanas, que é o tempo médio para a recuperação da operação de retirada da bolsa de colostomia de Jair Bolsonaro. A cirurgia do presidente eleito foi adiada para 20 de janeiro, depois da posse no dia 1º.

A decisão de adiar foi tomada pelos médicos após Bolsonaro passar por exames na sexta (23), que indicaram inflamação do peritônio (membrana da parede do abdome).

Inicialmente, a cirurgia estava prevista para 12 de dezembro, com tempo suficiente para a recuperação total antes da posse.

Segundo o jornal "O Globo", os médicos calculam que, assim que for operado, Bolsonaro terá de ficar pelo menos cinco dias hospitalizado novamente no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Depois, permanecerá cerca de dez dias em casa.

Seis pessoas morrem após queda de helicóptero em Campos do Jordão (SP)


Seis pessoas morreram em queda de helicóptero em Campos do Jordão, em São Paulo. A aeronave e as vítimas foram encontradas na noite de ontem na região do Pico do Itapeva, na Serra da Mantiqueira. A aeronave pertence à indústria farmacêutica Cristália. Ela saia de Itapira (SP) durante a manhã com destino a Campos do Jordão (SP), com previsão de chegada às 11h. 

Desde o começo da tarde os bombeiros faziam as buscas, mas só conseguiram localizar por volta de 19h após captarem um sinal de rádio do helicóptero. O laboratório Cristália confirmou que entre as vítimas estavam Kátia Stevanatto Sampaio, acionista e vice presidente do conselho da empresa, o marido Paulo Sampaio, o marceneiro, Ronoel Sholl, e a arquiteta, Leticia Telles. Os pilotos da aeronave foram identificados como Antonio Landi Neto e Juliano Martins Perizato.

Por: Correio Braziliense

Médicos poderão passar por exame de qualificação, diz futuro ministro da Saúde

Futuro ministro da Saúde, Luiz Mandetta defende certificação como a da OAB, além da criação de carreira pública para profissionais atuarem em áreas remotas

Escolhido para comandar o Ministério da Saúde , o deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS) quer promover mudanças profundas no setor: exigir certificação dos médicos formados, criar carreira pública para áreas desassistidas, mudando o nome do Mais Médicos para Mais Saúde, e abrir uma linha de crédito para resolver a crise financeira das Santas Casas. Acusado de ter se beneficiado com o pagamento de voos por uma empresa de informática contratada quando era secretário municipal, Mandetta admitiu não ter contabilizado recursos recebidos na campanha de 2010.

Entrevista foi concedida ao jornalista Eduardo Bresciani e Paulo Celso Pereira (O Globo)

O senhor pretende mudar o Revalida ( Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos) para quem se formou fora do Brasil?

Nós queremos mais médicos, mas qualificados. Na graduação, tínhamos 148 faculdades até 2013. Em 2016, fomos para 323. Multiplicamos por três o número de vagas. A sociedade vai perceber que há médicos bem formados e há médicos muito mal formados. A Europa passou a fazer certificação externa, os EUA e o Canadá gostaram da ideia. No mundo inteiro, depois do término da escola, o médico volta em cinco anos para uma recertificação. No Brasil, não existe nada. Vale o seguinte: “Toma o diploma e vá ao mundo. Pode abrir cabeça, pode operar o coração...” Temos hoje um dos modelos de fiscalização do exercício profissional mais frágeis do mundo.

O senhor defende a certificação?

Em novo disco, Djavan critica conflitos criados para vender armas e celebra a paixão

Djavan critica políticas destrutivas.“Não tem como não falar de certos assuntos. Principalmente com relação a essas políticas que depreciam a inteligência humana, políticas destrutivas.

Djavan não é muito de se posicionar em redes sociais ou entrevistas, seja política ou ideologicamente. Mas as canções falam por ele. Não foi diferente com a leva de 12 composições inéditas criadas por ele entre junho e agosto, reunidas em seu 24º disco de estúdio, Vesúvio (Sony Music/Luanda Records). Algumas faixas abordam questões contemporâneas do Brasil e do mundo. Outras falam de amor e de flores.

“O disco fala de tudo que tem ocorrido nos últimos tempos. O mundo doente, em ebulição, guerras, a questão dos imigrantes. Mas também dou umas pinceladas políticas, apesar de serem canções apartidárias”, salienta Djavan.

Entre as mais “politizadas” estão Solitude (“Guerra vende armas/ Mantém cargos/ Destrói sonhos/ Tudo de uma vez/ Sensatez/ Não tem vez”) e Viver é dever (“Tudo vai mal/ Muito sal/ Nada vai bem/ Pra ninguém/ Nessa pressão/ Quem há de dar a mão/ Pra que o mundo/ Saia lá do fundo”).

“Não tem como não falar de certos assuntos. Principalmente com relação a essas políticas que depreciam a inteligência humana, políticas destrutivas. Há ideias de alguns governantes que são impraticáveis em vários aspectos. Veja só a questão do clima: não dá mais pra dizer ‘não vou assinar tal tratado’. É uma questão de sobrevivência. O planeta tem que se abraçar. Tem que pensar no outro”, defende.

Petrolândia: Dr João Lopes é indicado para Título de Cidadania Petrolandense pelo vereador Louro do Vidro

Dr. João em entrevista concedida ao 'Acordando com as Notícias', programa transmitido pela Web Rádio Petrolândia (foto/arquivo: Lúcia Xavier/BlogAR

O médico diretor do Hospital e Maternidade do Instituto Beneficente do Vale do São Francisco (IBVASF), Dr João Lopes vai receber o Título de Cidadania Petrolandense. A indicação foi apresentada pelo vereador Louro do Vidro (PC do B) na sessão ordinária da Câmara Municipal no dia 14 do mês corrente. 

Veja abaixo a íntegra da indicação do vereador Louro do Vidro

O Presidente da Câmara Municipal de Petrolândia, Estado de Pernambuco, faz saber que o Plenário aprovou e ele promulga o seguinte Decreto Legislativo:

Art. 1º – Fica concedido o título de “Cidadão Honorário” ao Exmº Sr. JOÃO LOPES GONÇALVES.

Art. 2º. – O Presidente deste Poder Legislativo, em comum acordo com os familiares do homenageado e autores da propositura, marcará a data e horário, para, em Sessão Solene, fazer a entrega do título, conforme trata o Art. 1º. deste Decreto.

Art. 3º. – Este Decreto Legislativo entrará em vigor na data de sua Publicação.

Art. 4º. – Revogam-se as disposições em contrário.

Sala das Sessões, em 14 de Novembro de 2018.

Lourival Joaquim de Lima
Vereador PC do B

Justificativa

João Lopes Gonçalves, filho de Lourival da Silva e Josefa Bastos Gonçalves, nasceu em 23 de 1961, na cidade de Carnaubeira da Penha, município de Floresta/PE. Sétimo filho dentre onze irmãos, foi criado entre Carnaubeira e duas fazendas dos seus pais. Acordava de madrugada para ajudar seu Genitor nas lidas do campo. Depois deslocava-se para Carnaubeira,e enquanto sua mãe distribuía o leite à freguesia, ele estudava nas Escolas Reunidas de Carnaubeira ( do 1° ao 4°anos primários). A única padaria da cidade era de seus pais a qual abastecia mais dois povoados. Ele, sua mãe, um ou outro irmão e os padeiros começavam a trabalhar de madrugada. Numa dessas, aconteceu-lhe algo terrível! Cilindrava massa para bolacha, quando sua mão esquerda ficou presa no cilindro. Sob o risco de ter a mão amputada, foi submetido a uma cirurgia, e quis Deus fosse bem sucedida, para que aquela mão castigada pela escola da vida, no futuro conseguisse realizar incontáveis e grandes cirurgias, além de sanar e atenuar o sofrimento de milhares de pessoas, e salvar inúmeras vidas! Sua vocação profissional originou-se do convívio com seu pai.

Estudou em Floresta, no Ginásio Cap. Nestor V. Barros, onde cursou o ginásio, e no colégio Dep. Afonso Ferraz, parte do segundo grau. Passou por muitas dificuldades ,em face da saudade de casa, das péssimas condições das estradas e da escassez de transporte para casa Carnaubeira. Aos 16 anos, sua Mãe o encaminhou para Recife, onde estudou o 2 ° ano cientifico em um colégio Estadual e em 1978, estudou no colégio e Cursou Radier. Em principio, morava na casa do Estudante do Nordeste, sendo inegáveis as péssimas condições de alimentação e higiene! . A despeito de tudo, persistia o sonho de ser médico com o sonho de um dia se dedicar á sua gente, no sertão. Acompanhou o resultado do vestibular junto a sua Mãe pela rádio jornal do Comercio! Durante o curso,levava pessoas enfermas a Recife, a fim de viabilizar tratamento de saúde, e conseguia amostras grátis para distribuir ás pessoas carentes da sua terra. Levou seu irmãos mais novos para a cidade do Recife para estudarem e com ajuda da sua Irmã custearam as despesas dos mesmo .

Lei que dispensa autenticar cópias e reconhecer firma no serviço público entra em vigor


Entrou em vigor a chamada Lei da Desburocratização, norma que dispensa a autenticação de cópias, reconhecimento de firma e exigência de determinados documentos para realizar procedimentos em órgãos públicos.

O texto, sancionado pelo presidente Michel Temer em outubro, demorou 45 dias para entrar em vigor. O presidente vetou artigo que determinava a eficácia imediata da lei, alegando grande repercussão no poder público e a necessidade de adaptação aos novos processos e sistemas de trabalho.

O projeto de lei da desburocratização foi apresentado pelo senador Armando Monteiro (PTB-PE) em 2014, mas o Congresso concluiu a votação do texto só em setembro deste ano.

Em julho de 2017, o presidente Michel Temer sancionou decreto com determinações semelhantes às que entraram em vigor nesta sexta-feira. O texto também previa, por exemplo, o fim da exigência do reconhecimento de firma e da autenticação de documentos expedidos no Brasil para "fazer prova junto a órgãos e entidades do Poder Executivo Federal". As normas, entretanto, só valiam para a esfera federal. Agora, com a lei, estados e municípios também terão de seguir as regras.


Segundo o texto da lei, o objetivo é racionalizar atos e procedimentos administrativos, simplificando formalidades e exigências desnecessárias. De acordo com o texto, os órgãos e entidades da União, Estados, Distrito Federal e municípios não poderão exigir dos cidadãos:

Quase 2 toneladas de cocaína são apreendidas em Petrolina, no Sertão de PE

Em Petrolina a droga estava escondida em uma parede falsa em um galpão

Em uma ação conjunta, a Polícia Federal na Bahia (PF-BA) e o 2° Batalhão Integrado Especializado (BIEsp) da Polícia Militar de Pernambuco apreenderam aproximadamente 2 toneladas de cocaína em Petrolina, no Sertão do Estado, neste sábado (24).

De acordo com a PF-BA, o material estava escondido atrás de umaparede falsa em um depósito, armazenado para distribuição – e possivelmente para exportação. A estrutura foi quebrada para apreensão.

Três suspeitos foram presos em flagrante na noite de sexta-feira (23), quando a Polícia Federal apreendeu 1,5 toneladas de cocaína em Juazeiro, no Norte da Bahia.

A carga era trazida de São Paulo em uma carreta, em meio a tonéis de plásticos. O motorista do caminhão e outras duas pessoas dirigindo outro veículo que servia como “batedor” foram presas. As investigações levaram à descoberta de dois depósitos, um em Petrolina e outro em Natal, no Rio Grande do Norte, onde foram encontradas mais X toneladas do entorpecente.