quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

Floresta-PE: Péricles Ferraz agradece aos participantes do grupo MANDACARU ATÔMICO na festa da Missa do Vaqueiro ''Mais um evento em Floresta realizado com sucesso''!






Por Péricles Ferraz

Mais um evento em Floresta realizado com sucesso!

Queremos agradecer a todos os participantes do grupo MANDACARU ATÔMICO! Foi incrível! De longe foi o melhor ano! Muito mais amigos aderiram a essa edição. E assistir ao desfile dos vaqueiros, no sítio histórico da cidade, ao som de pé-de-serra, xote, baião, as músicas da moda, também, nesses estilos, - por que não - foi a vibe mais sensacional de todos os anos! Valeu Fabinho Diniz e Isabela Larissa, Belinha! É cultura e já é tradição! Tudo se mistura num só dia!
Nós vestimos a camisa que representa o gibão do vaqueiro pra homenagearmos esses grandes artistas-guerreiros do campo e, claro, com muita farra pela manhã até o fim da tarde!
Obrigado, galera! O evento mal acabou, mas já viramos o ano e o grupo já pensa nas falhas e acertos e como será estar presente mais uma vez nessa grande maratona que é o último domingo do mês e do ano, a Missa do Vaqueiro de Floresta-PE!

Salve a tradição! Salve o vaqueiro do sertão!

Péricles Ferraz

Veja abaixo  mais fotos da animada turma do Grupo Mandacaru Atômico de Floresta, a quem o Blog de Assis Ramalho parabeniza

Cobertura de bar desaba e deixa feridos em Glória (BA); repórter Tony Cézar entre as vítimas


A cobertura de um bar desabou na noite desta terça-feira (07), na sede da cidade de Glória, BA, distante 15Km de Paulo Afonso. De acordo com as primeiras informações, algumas pessoas feridas precisaram ser levadas para o Hospital Nair Alves de Souza.

A estrutura que sustentava a cobertura cedeu completamente, caindo por cima de alguns clientes, mesas e cadeiras. Entre as vítimas está o repórter da Rádio Angiquinho, Tony Cézar. Com escoriações na cabeça, ele foi atendido e está fora de perigo. Os nomes das outras vítimas não foram divulgados.

A ocorrência foi registrada por volta das 20h, em um estabelecimento localizado na sede do município que está em festa hoje, comemorando 133 anos de Emancipação Política.

O prefeito de Glória, David Cavalcanti, compareceu ao local para dar apoio às vítimas e seus familiares e agilizar os Serviços de Atendimento Móvel de Urgência.

As causas do desabamento são desconhecidas. 

Por Portal PA4.COM.BR

Enéas: Para muitos brasileiros o melhor presidente que o país não elegeu - reveja vídeos


Enéas Ferreira Carneiro foi um polímata, militar, médico cardiologista, físico, matemático, professor, escritor e político brasileiro. É considerado o maior ícone do conservadorismo nacionalista no Brasil, e como político, fundou o extinto Partido de Reedificação da Ordem Nacional, o PRONA. a


Nascimento: 5 de novembro de 1938, Rio Branco, Acre
Falecimento: 6 de maio de 2007, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Nome completo: Enéas Ferreira Carneiro
Cônjuge: Adriana Lorandi (de 1982 a 2000)
Filhas: Gabriela Guimarães Carneiro, Ligia Lorandi Ferreira Carneiro, Janete Ferreira Carneiro
Formação: Universidade Federal do Rio de Janeiro (1973–1975), MAIS

Da Redação do Blog de Assis Ramalho
Fonte: Wikipédia

Petrolândia: Cantor Gabriel D'lucca é atração do Clone de Caipirinha no Maria Fumaça nesta quinta (09/01/2020)


Com promoção de "clone de caipirinha", o Maria Fumaça realiza na noite de amanhã (09/01/2020 a Quinta do Clone. A animação musical é do cantor Gabriel D'lucca, a partir das 20h00.

Aproveite sua noite no cada vez melhor Maria Fumaça, a melhor música, a melhor culinária na Orla Fluvial de Petrolândia.

Contato: 87 3851-0376.

Divulgação/Maria FumCaça

Trump vê conflito "acalmando", promete sanções e cita dano mínimo em bases

O presidente dos EUA, Donald Trump, faz discurso na Casa Branca para falar dos ataques a bases norte-americanas no Iraque

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, realizou hoje um pronunciamento na Casa Branca para falar sobre o ataque do Irã a duas bases militares do país no Iraque ocorridos na noite de ontem (no horário de Brasília). À imprensa, o republicano avaliou que o conflito está "acalmando", anunciou que o país persa deverá sofrer novas sanções e reforçou informação anterior que assegurava que nenhum cidadão dos EUA foi morto no ataque. "Nenhuma vida americana ou iraquiana foi perdida por causa das precauções que nós tomamos para dispersar as forças. Agradeço aos esforços aos homens e mulheres de uniforme. Desde 1999 as nações têm tolerado as ações de desestabilização do Irã Médio, esses dias acabaram. O Irã andou procurando obter armas nucleares e ameaçando o mundo civilizado, não vamos permitir isso", declarou, afirmando que "nossas grandes forças americanas estão preparadas para tudo"

Na avaliação de Trump, o confronto com o Irã está diminuindo. "O Irã parece estar recuando, o que é bom para todas as partes envolvidas, uma coisa muito boa para o mundo", disse. O presidente ressaltou que a análise é que a morte do general Qassim Suleimani, que classificou como "o maior terrorista mundial", enfraqueceu o poderio iraniano. Ainda assim, Trump reforçou sua postura contra os iranianos, que, segundo ele, "criam o inferno" em países vizinhos no Oriente Médio. "Continuamos a avaliar respostas, vamos estabelecer novas sanções que vão permanecer até que o Irã mude sua postura", disse. Inicialmente, o discurso de Trump seria aberto a um grupo restrito de jornalistas.

No entanto, pouco antes da abertura do pronunciamento, a Casa Branca informou que o acesso a outros jornalistas seria permitido. Marcado para as 13h (horário de Brasília), o discurso começou atrasado, às 13h30.

Ataques com danos mínimos

No pronunciamento, Trump reafirmou que os ataques a duas bases militares do país no Iraque não causaram baixas. "Nenhum americano se machucou no ataque da noite passada pelo regime iraniano. Não sofremos baixas, nossos soldados estão seguros e tivemos apenas prejuízos mínimos em nossas bases militares. Nossas grandes forças americanas estão preparadas para tudo", declarou

No pronunciamento, Trump reafirmou que os ataques a duas bases militares do país no Iraque não causaram baixas. "Nenhum americano se machucou no ataque da noite passada pelo regime iraniano. Não sofremos baixas, nossos soldados estão seguros e tivemos apenas prejuízos mínimos em nossas bases militares. Nossas grandes forças americanas estão preparadas para tudo", declarou. O republicano voltou a afirmar que o Irã jamais terá uma arma nuclear, enquanto ele permanecer no comando dos EUA.

Trump trata Suleimani como "

o maior terrorista mundial" Em seu pronunciamento, Trump defendeu também a ação que terminou com a morte do general Qassim Suleimani no último dia 3. O presidente dos EUA classificou Suleimani como "o maior terrorista do mundo" para justificar o ataque. "Ele treinava terroristas, incluindo homens do Hezbollah", afirmou. "Ele promoveu a morte de muitos soldados. Ele dirigiu ataques recentes que matou um americano e orquestrou um assalto violento na embaixada americana em Bagdá, e planejava outros alvos, mas nós o paramos."

"Ele deveria ter sido executado há muito tempo. Ao eliminá-lo, mandamos uma mensagem poderosa aos terroristas: vocês não vão ameaçar a vida do nosso povo. Continuamos a avaliar respostas, vamos estabelecer novas sanções que vão permanecer até que o Irã mude sua postura", declarou.

Trump classificou o acordo nuclear assinado em 2015 como "tolo". "Os mísseis que foram disparados na noite passada foram pagos pelos nossos aliados com dinheiro da última administração", afirmou, em ataque ao antecessor Barack Obama. "O acordo nuclear expira em breve. O Irã tem que abandonar suas ambições nucleares e seu apoio aos terroristas. A hora chegou para que o Reino Unido, a Alemanha, a França, a Rússia e a China reconheçam essa realidade. Eles têm que sair do que resta desse acordo. Temos que trabalhar juntos para estabelecer junto com o Irã um acordo que torne o mundo um lugar mais seguro."

Do UOL, em São Paulo

Sabotagem ou falha? Profissionais da aviação avaliam queda do avião no Irã


A queda de um Boeing 737-800 da companhia aérea Ukraine International Airlines com 176 pessoas a bordo em Teerã (Irã) hoje levantou dúvidas sobre as causas do acidente, que ganha contornos mais suspeitos devido ao acirramento do conflito entre os governos persa e norte-americano. Inicialmente, a Ucrânia falou em falha técnica, mas recuou e disse que investiga.

O Irã localizou as caixas-pretas e afirmou que não as enviará à Boeing, empresa sediada nos Estados Unidos. O clima de desconfiança recíproca se explica pelo contexto de animosidades dos últimos dias: semana passada, um drone comandado por norte-americanos matou um general iraniano; e em retaliação, a Guarda Revolucionária Iraniana ordenou ataques contra bases dos EUA no Iraque."Pode ser apenas coincidência, uma falha do piloto ou uma bomba a bordo", afirma o engenheiro aeronáutico e presidente da consultoria Vinci Aeronáutica, Shailon Ian, que já trabalhou com investigações de acidentes aeronáuticos no Brasil.

Entenda as hipóteses e o contexto histórico:

Para comandante, falha no motor é pouco provável Imagens que circulam na internet mostram o avião em chamas antes mesmo de cair — o que não caracterizaria falha no motor, conforme avaliação de Miguel Ângelo, diretor de segurança operacional da Aopa Brasil (Associação de Pilotos e Proprietários de Aeronaves) e comandante de aviões comerciais. "Falha de motor não causa incêndio. Mesmo que o motor pegue fogo, basta cortar (desligar) que o fogo apaga. No limite, o material que sustenta o motor se desprende, e o motor cai sem alastrar o fogo para a asa", afirma. Ele também diz que se fosse falha no motor, a aeronave não cairia repentinamente. "Pode voar só com o outro motor", afirma.

Modelo é considerado seguro Após o acidente, a Ukraine International Airlines afirmou que os pilotos eram muito experientes. Até o momento, não há registros de que eles tenham enviado comunicado de emergência antes da queda. A empresa também afirmou que a aeronave que caiu era uma dos melhores de sua frota. O comandante Miguel Ângelo também avalia positivamente o modelo. "Estamos voando esse avião há mais de 20 anos e é comprovadamente seguro", afirmou ao UOL

Por UOL

Prefeitura de Petrolândia convida agricultores para cadastramento no Programa Garantia Safra

Os agricultores de Petrolândia devem comparecer à sede da Prefeitura, no Departamento de Agricultura e Meio Ambiente, no Horário das 07:30 às 13:30, para que seja realizada a conferência do cadastro e a entrega do boleto.

NOTA DA PREFEITURA DE PETROLÂNDIA

ATENÇÃO agricultores que realizaram o cadastro no Garantia Safra, informamos que já estão disponíveis os boletos para o pagamento de adesão ao benefício.

Os agricultores de Petrolândia devem comparecer à sede da Prefeitura, no Departamento de Agricultura e Meio Ambiente, no Horário das 07:30 às 13:30, para que seja realizada a conferência do cadastro e a entrega do boleto.

O Departamento de Agricultura informa que o não pagamento do boleto implicará no não recebimento do Garantia Safra.

O prazo para pagamento dos boletos segue até a próxima sexta-feira, dia 10.

O Garantia-Safra (GS) é uma ação do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) inicialmente voltada para os agricultores familiares que vivem no Nordeste do Brasil, majoritariamente semiárida e que sofre perda sistemática de safra por motivo de seca ou excesso de chuvas.

Da Redação do Blog de Assis Ramalho 

Prefeitura de Caruaru abre inscrições para processo seletivo com 124 vagas para a Secretaria de Saúde

Prefeitura de Caruaru — Foto: Joalline Nascimento/G1

Estão abertas as inscrições para um processo seletivo da Secretaria de Saúde de Caruaru, no Agreste de Pernambuco. No total, são 124 vagas disponíveis, com a exigência de ensino fundamental, médio e técnico.

As inscrições podem ser realizadas até o dia 13 de janeiro por meio do site ou presencialmente, das 8h às 16h, na Secretaria de Administração, que fica localizada na Praça Pedro de Souza, número 30, Centro. Todas as informações sobre o processo seletivo estão disponíveis no edital.

Por G1 Caruaru

Homem é baleado na cabeça e é encontrado inconsciente às margens da BR-116 em Cabrobó

Hospital Regional Inácio de Sá em Salgueiro — Foto: Reprodução/ Google Street View

Um homem foi encontrado inconsciente e ferido na madrugada desta quarta-feira (8), por volta das 1h21, às margens da rodovia BR-116, quilômetro 67, em Cabrobó, no Sertão de Pernambuco. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Eduardo Ubaldo da Silva, de 35 anos, foi atingido com um tiro na cabeça.

Os bombeiros foram acionados e levaram o homem para Hospital Regional Inácio de Sá em Salgueiro, onde recebeu atendimento médico e encontra-se estável.

O Boletim de Ocorrência foi confeccionado e encaminhado para a Polícia Civil para dar entrada na investigação.

Por G1 Petrolina

Petrolândia: Comunicado da Secretaria de Educação sobre matrículas da Escola 1º de Maio


Safra agrícola cresce mais de 6% e bate recorde em 2019, diz IBGE


A safra agrícola brasileira bateu recorde em 2019 e alcançou 241,5 milhões de toneladas, um crescimento de 6,6% na comparação com 2018, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira (8).

Segundo o IBGE, o recorde anterior foi em 2017, quando foram produzidas 238,4 milhões de toneladas.

A estimativa da área colhida para 2019 foi de 63,2 milhões de hectares, apresentando crescimento de 3,7% frente à área colhida em 2018, (+ 2,3 milhões de hectares). O arroz, o milho e a soja representaram 92,8% da estimativa da produção e responderam por 87,0% da área colhida.

Em relação a 2018, houve acréscimo de 7,0% na área do milho, de 2,6% na área da soja e de 41,9% para a área do algodão herbáceo e redução de 9,3% na área de arroz.

Quanto à produção, ocorreram quedas de 3,7% para a soja e de 12,6% para o arroz e acréscimos de 23,6% para o milho e de 39,8% para o algodão herbáceo.

Regionalmente, o volume da produção de cereais, leguminosas e oleaginosas apresentou a seguinte distribuição:

Centro-Oeste, 111,5 milhões de toneladas (46,2%);
Sul, 77,2 milhões de toneladas (32,0%);
Sudeste, 23,7 milhões de toneladas (9,8%);
Nordeste, 19,2 milhões de toneladas (7,9%)
Norte, 9,8 milhões de toneladas (4,1%).

Todas as regiões, apresentaram aumento na produção, de acordo com instituto.

Mato Grosso lidera como maior produtor nacional de grãos, com uma participação de 28,0%, seguido pelo Paraná (14,9%), Rio Grande do Sul (14,3%), Goiás (10,0%), Mato Grosso do Sul (7,9%) e Minas Gerais (6,0%), que, somados, representaram 81,1% do total nacional.

O IBGE leva em conta o que foi produzido durante os 12 meses do ano. Diferentemente da Companhia Nacional de Abastecimento, que considera o calendário de safra, que começa em julho e termina junho do ano seguinte.

Previsão é de novo recorde em 2020

Para a safra 2020, a produção de cereais, leguminosas e oleaginosas aponta para um novo recorde, de 243,2 milhões de toneladas, 0,7% acima da safra de 2019.


As estimativas iniciais apontam uma redução de 7,2% na produção do milho e um crescimento de 7,8% na produção da soja.

Levando em conta os cinco produtos de maior importância para a próxima safra, apenas o milho 2ª safra apresentou estimativa de produção menor que em 2019, de 10,4%.

Apresentam variação positiva o algodão herbáceo (2,7%), o feijão 1ª safra (3,3%), o arroz (0,9%), o milho 1ª safra (1,8%) e a soja (7,8%).

As estimativas das produções de soja (122,4 milhões de toneladas) e algodão (7,1 milhões de toneladas) são recordes da série histórica do IBGE.

Por G1

Embaixada ucraniana descarta possibilidade de ataque terrorista a Avião que caiu com 176 a bordo


Um Boeing 737-800 da empresa Ukraine International, com 170 passageiros e seis tripulantes a bordo, caiu pouco depois de decolar do aeroporto internacional Imam Khomeini, que atende a região metropolitana de Teerã. Segundo as agências de notícias iranianas, a aeronave teve problemas técnicos no início do voo e caiu depois de alguns minutos. O voo 752 seguia da capital iraniana para Kiev, na Ucrânia. A embaixada ucraniana descartou a tese de um ataque terrorista e que o acidente foi devido à "falha do motor do avião".

De acordo com o presidente ucraniano Volodimir Zelenski ninguém sobreviveu. "Segundo dados preliminares, todos os passageiros e tripulantes morreram", escreveu Zelenski em sua página no Facebook. A maioria era estrangeiros. Apenas 11 pessoas - 9 tripulantes e dois passageiros - eram cidadãos ucranianos, informou autoridades.

Um vídeo postado pela ISNA mostra um rastro de fogo no céu — segundo a agência, eram imagens da aeronave. Um outro vídeo mostra uma grande explosão logo depois. Em entrevista a uma TV iraniana, Pirhossein Koulivand, chefe dos serviços de emergência, afirmou que, ao chegarem ao local da queda, as equipes se depararam com um cenário catastrófico.

— O fogo era tão denso que não conseguimos resgatar ninguém.

As informações são do Extra e agências internacionais

Reajuste anual de 11,7 milhões de segurados do INSS deverá ser anunciado no dia 10


O reajuste anual de 11,7 milhões de aposentados e pensionistas do INSS que recebem acima do piso nacional deverá ser anunciado na próxima sexta-feira, dia 10, quando o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística vai divulgar o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulado de janeiro a dezembro de 2019. Esse indicador — que mede a alta do custo de vida para famílias com renda de até cinco salários mínimos — é o parâmetro para o aumento dos benefícios previdenciários de maior valor.

Este ano, não há garantia de que os segurados do INSS que ganham mais do que o salário mínimo terão aumento acima da inflação — o chamado ganho real —, pois a fórmula de reajuste aplicada até 2019 deixou de existir. O governo deixou de considerar a variação inflacionária do ano anterior mais o Produto Interno Bruto de dois anos antes.

Em 2018, o PIB cresceu 1,1%, o que permitia projetar um aumento maior em 2020, caso a política vigente até o ano passado tivesse sido mantida.

No caso dos segurados que recebem acima do piso nacional, a correção salarial será aplicada sobre os benefícios de janeiro pagos nos cinco primeiros dias úteis de fevereiro, de acordo com o número final do cartão de pagamento (dois grupos por dia).

Salário mínimo

Outros 23 milhões de beneficiários do INSS que ganham apenas o piso nacional vão passar a receber R$ 1.039, entre os cinco últimos dias úteis de janeiro e os cinco primeiros de fevereiro. Neste caso, a correção aplicada — já anunciada pelo governo federal na virada do ano — será de 4,1% em relação ao salário mínimo vigente até dezembro de 2019, que era de R$ 998.

Na prática, o piso nacional em 2020 ficou R$ 8 acima do valor aprovado pelo Congresso Nacional ao analisar o Orçamento de 2020.

BPC/Loas

O Benefício de Prestação Continuada (BPC/Loas) — pago pelo INSS a idosos e pessoas com deficiência carentes — também baseia-se no salário mínimo nacional. Por isso, os beneficiários terão o valor corrigido pelo piso.

Para ter direito ao pagamento, é preciso ter mais de 65 anos ou uma deficiência que impeça a pessoa de trabalhar, além de renda mensal de até 25% do piso nacional por pessoa da família. Até 2019, essa renda mínima exigida por pessoa era de R$ 249,50. Em 1º de janeiro, subiu para R$ 259,75.

O Globo

Parte da ala militar do governo já trabalha pela candidatura de Moro à Presidência da República em 2022


Sem alarde, mas com muito empenho, uma parte da ala militar que continua no governo já trabalha pela candidatura do ministro da Justiça, Sergio Moro, à Presidência da República em 2022. Esses militares têm certeza de que Moro vai entrar na disputa pelo Planalto, mesmo que o presidente Jair Bolsonaro concorra à reeleição.

Nada, porém, relacionado a Moro será definido de forma precipitada. O ministro sabe de seu potencial nas urnas, já conversou sobre isso com alguns amigos muito próximos, mas se convenceu de que ainda é muito cedo para falar do assunto. Mais: não quer ser visto como traidor. O tempo, acredita ele, será seu aliado.

Entre os militares que veem Moro como opção para a Presidência da República acreditam que Bolsonaro vai se desgastar muito até o início da campanha, porque não consegue domar sua tendência a gerar polêmicas. Num país com tantos problemas, o ocupante do Planalto deve optar pela sensatez. Moro está mais adequado a esse perfil, acreditam.
Continua depois da publicidade

Paulo Guedes
Outro ponto importante, segundo os militares: Moro, se candidato e eleito, tenderá a manter Paulo Guedes no comando do Ministério da Economia. Os dois são muito próximos, jantam frequentemente em Brasília. Foi Guedes quem intermediou a aproximação entre Moro e Bolsonaro.

Com a promessa de Guedes no comando da Economia, ressaltam os militares que defendem Moro na Presidência, o ex-juiz terá todo o apoio do mercado financeiro. Há, inclusive, banqueiros trabalhando na mesma direção desses militares para que o ministro da Justiça se jogue de vez na política.

Todas as pesquisas de popularidade apontam Moro como o líder mais confiável do país na atualidade. O único a ter índices mais próximos aos dele é o ex-presidente Lula, que os militares querem ver pelas costas. Moro sabe que, com esses indicadores, sai na dianteira de qualquer disputa para o cargo mais importante do país.

Estocadas

Quem transita pelo Palácio do Planalto admite que Bolsonaro está consciente da possibilidade de Moro sair candidato à Presidência da República. Não por acaso, sempre que possível, o presidente faz questão de dar umas estocadas no subordinado. A mais recente, e mais pesada, foi a manutenção dos juízes das garantias no pacote anticrime aprovado pelo Congresso.

Ali, Moro sentiu o baque, tanto que explicitou publicamente seu descontentamento. O ministro da Justiça também se conscientizou de que seu sonho de ser ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) está cada vez mais longe de ser realizado. Bolsonaro resiste em indicá-lo. A próxima vaga será aberta em novembro, com a aposentadoria do ministro Celso de Mello.

Bolsonaro acredita, porém, que pode dobrar Moro, ao tentar convencê-lo a ser vice em sua chapa à reeleição. O presidente já disse, diversas vezes, que ele e Moro numa chapa única são imbatíveis. Essa tentativa de tirar proveito da popularidade do ministro, que é maior do que a do presidente, não sai da cabeça dos aliados de Bolsonaro que estão se regozijando no poder.

O presidente conta ainda com a popularidade do ministro para tirar do papel seu novo partido, a Aliança pelo Brasil, que corre o risco de ficar de fora das eleições municipais deste ano. Sem candidatos eleitos neste pleito, a sigla perde força para emplacar nomes fortes nas disputas majoritárias em 2022.

Outro lado

Procurado pela reportagem, o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, afirma que o governo não difere entre civis e militares entre seus integrantes. Sobre o fato de uma ala da caserna apoiar uma eventual candidatura de Moro ao Planalto, Barros diz que o pleito de 2022 não é assunto de maior importância no momento.

“O presidente Bolsonaro vem acompanhando essas questões da montagem de equipe, e é com confiança que ele administra junto a seus ministros. Quanto a ilações de que militares poderiam participar, em suporte a qualquer outra autoridade em um eventual pleito eleitoral, não tem a menor consideração factual no momento que nós vivemos”, garante.

Por Estado de Minas

Paróquia de Floresta-PE receberá experiência Missionária promovida pelo Regional NE 2 da CNBB, de 09 a 26/01/2020


O Conselho Missionário Regional Nordeste 2 (Comire NE 2) promoverá em Floresta-PE, Experiência Missionária. Sob a direção espiritual do bispo da Diocese de Guarabira (PB) e referencial para a Comissão Regional de Pastoral para a Ação Missionária e a Cooperação Intereclesial, Dom Aldemiro Sena, o encontro de formação e espiritualidade terá como objetivo articular a experiência Missionária. O evento será realizado entre os dias 9 e 26 de janeiro de 2020 na Diocese de Floresta (PE).


Também participarão do encontro o coordenador do Comire, padre Edvaldo Alexandre de Brito, o presbítero da Diocese de Mossoró (RN), Miqueias Pascoal, e o sacerdote da Diocese de Floresta, Gerson Bastos.
O encerramento será na Catedral com celebração da Missa.

Da Redação do Blog de Assis Ramalho
Por CNBB NE2

Bolsonaro se reúne com cúpula das Forças Armadas após críticas à diplomacia no conflito entre EUA e Irã

Jair Bolsonaro e Hamilton Mourão com os comandantes das Forças Armadas (Foto: Marcos Corrêa.

Jair Bolsonaro se reuniu com o ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, e os comandantes do Exército, Marinha e Aeronáutica, após críticas dos militares ao posicionamento do Itamaraty e do próprio presidente no conflito entre Estados Unidos e Irã.

Segundo reportagem do Uol, uma batalha se instalou nos bastidores do governo entre militares e a diplomacia do chanceler Ernesto Araújo com o conflito no Oriente Médio.

A cúpula militar estaria tentando tomar à frente para evitar declarações como a nota emitida pelo Itamaraty no dia 3, em que o governo brasileiro manifesta “apoio à luta contra o flagelo do terrorismo”, que resultou na convocação da encarregada de negócios da embaixada do Brasil no país, Maria Cristina Lopes, para dar explicações ao governo iraniano.

Os militares estariam preocupados com o risco geopolítico no alinhamento com os Estados Unidos, além do prejuízo comercial nas relações com o Irã.

Uma grande preocupação se dá em razão do encontro entre aliados militares dos EUA, que acontece no Brasil nos próximos dias 5 e 6 de fevereiro, que deve servir como palanque de Trump para manifestação de apoio a ação estadunidense.

Na reunião, Bolsonaro teria a intenção de acalmar os ânimos dos militares, mas demonstrou que não pretende ceder no apoio aos EUA.

Bolsonaro não deu declarações sobre a reunião e foi seguido pelo ministro Azevedo e Silva, que disse apenas que “por enquanto” não comentaria sobre apoio ao Estados Unidos em caso de uma guerra contra o Irã.

Por FORUM

Petrolândia/Serra Talhada: Em entrevista a Assis Ramalho, forrozeiro Assisão fala do sucesso dos mais de 50 anos de carreira


Considerado um dos maiores talentos do autêntico forró de raiz, o cantor e compositor Assisão detalhou sua extensa e brilhante carreira  em bate papo com Assis Ramalho em plena rua de sua terra natal, Serra Talhada. Nascido na Fazenda São Miguel, zona rural de Serra Talhada, Assisão desde criança já mostrava talento para cantar e compor. Durante sua adolescência pensou em ser médico, chegou a ir para o Recife estudar no Colégio Salesiano, onde fez curso preparatório para prestar vestibular. Entretanto acabou desistindo antes da conclusão e voltou para sua terra natal, onde permanece até hoje.

Mais de meio século de estrada - Assisão tem 77 anos de idade e 57 de carreira, contados do primeiro compacto gravado na Rozenblit, em 1962, com quatro músicas de sua autoria: “Naquele tempo não era fácil gravar. Fiz este compacto, voltei para minha cidade. Continuei cantando carnaval, baile. Participei de um grupo, o Azes do Baião. Compunha e mandava para as gravadoras”, conta o cantor. Com 49 discos gravados e recorde de 300 mil cópias vendidas de “Pau nas Coisas”, Assisão computa umas 700 músicas em seu repertório.

Seu estilo musical recebeu influências de grandes nomes da música nordestina, como Luiz gonzaga e Jackson do Pandeiro. O artista possui um repertório com cerca de 700 músicas gravadas.

As músicas do serra-talhadense estão presentes em todo os “arrasta-pé” e festas tradicionais do Nordeste. Entre os grandes sucessos do artista destacam-se: Forró Pesado, Peixe Piaba, Fogueirinha, Pequeninha e muitos outras que foram gravadas por artistas como Elba Ramalho, Trio Nordestino e Mastruz com Leite.

Sempre com agenda lotada, o “Forrozeiro Romântico'' afirmou à reportagem do Blog de Assis Ramalho que todo artista deve ter o seu espaço, mas critica as secretarias de cultura, que segundo ele, estão atropelando o forró.

A relação de nomes que o gravaram é extensa. Sua fama como compositor antecedeu a de cantor. Em 1975, o Trio Nordestino emplacou dois grandes sucessos com Forró pesado e Esquenta moreninha, de Assisão. O que levou os concorrentes dos Três do Nordeste e recorrer ao talento do pernambucano no ano seguinte. No LP Forró pra juventude, de 1976, cinco das 13 faixas são assinadas por Assisão. Até aí a censura não o incomodava. Isto porque não sabia ler nas entrelinhas: “Esquenta moreninha é uma relação de um casal que se encontra num forró”, entrega Assisão, cantarolando os versos: “Curtir uma ressaca no seu colo estou seguro/Sem contar com os beijinhos no cantinho/atrás do muro/tem boi na linha/tem, tem, tem”.

O forrozeiro lembra dos shows em Petrolândia e Barreiras, principalmente os realizados nos circos.

Acompanhe abaixo trechos da  entrevista concedida a Assis Ramalho.

Assis Ramalho: Assisão, que coisa fantástica, eu sou seu fã e de repente eu te encontro aqui. Você no meio do povo, em plena rua de Serra Talhada com tanta simplicidade, fale um pouco de tudo isso.

Assisão: É o seguinte: o artista, ele é artista no palco. Saiu, ele é uma pessoa comum. Cantar, todo mundo canta, agora uns têm mais oportunidades e outros não. Mas cantar, todo mundo canta. Isso é normal.

Assis Ramalho: Assisão, faça aí um balanço de sua carreira. Eu sei que é um pouco complicado essa pergunta, mas você, que é um artista famoso, que é consagrado aqui no Sertão e em todo Pernambuco (e estados circunvizinhos). Faça um rápido balanço de sua carreira.

Assisão: Em 2019 eu completei 57 anos de forró, com quatro discos de ouro, um de platina, títulos e muitos troféus.

Assis Ramalho: Hoje, os artistas estão muitos debandados para o lado de oportunismo. Inclusive eu lembro que você lançou (inovou) um disco há  anos atrás, com bateria eletrônica (todos os estrumentos eletrônicos). Hoje, Assisão tem esse reconhecimento como um forrozeiro (sem fugir das origens) que revolucionou esse lado?

Assisão: Bem, reconhecimento tem, porque eu fui o primeiro a botar instrumentos eletrônicos (contra-baixo, guitarra, bateria) e sem fugir das raízes.

Assis Ramalho: Faça um balanço das músicas lançadas hoje. Hoje (a música) está muito misturado, Assisão?

Assisão: Bem, a música de hoje é boa. Toda música é boa. Agora, o que eu não aprovo muito é os oportunistas...

Assis Ramalho: Mas não está cheio de oportunistas o mundo dos artistas?

Assisão: É, oportunistas sim. O artista, ele vai ser artista pra ter a profissão dele. Agora, as secretarias de cultura é que não estão valorizando a época (períodos). Mas quanto a contratar A ou B, eu não tenho nada a ver com isso. Agora, como eu já tenho esse tempo todo no forró, eu estou achando que as secretarias de cultura estão atropelando o forró.

Assis Ramalho: Você disse que tem 57 anos de atividade (carreira). Destes artistas atuais, quem poderia atingir essa marca?

Assisão: Rapaz, depende deles. Primeiro: Não (pode) ter frescura e (tem que) ser amigo de todo mundo, e segundo, (é preciso) fazer um trabalho bom.

Assis Ramalho: Assisão, deixe uma mensagem para Petrolândia, que adora você.

Assisão: Petrolândia eu conheço desde a Barreiras Velha. Quando a gente fazia show em Petrolândia, quando tinha um circo, a turma já gritava: "traz Assisão!"

Assis Ramalho: Valeu, Assisão, e muito obrigado (pela entrevista).

Assisão: Obrigado e um abração ao povo de Petrolândia .



Assisão, passeando com simplicidade pelas ruas de Serra Talhada (foto: Assis Ramalho/BlogAR)

Da Redação do Blog de Assis Ramalho

EUA pedem a americanos no Brasil 'cuidado extra' por tensão com Irã


A embaixada dos Estados Unidos no Brasil emitiu um alerta de segurança para cidadãos americanos no país por causa do aumento das tensões com o Irã.

No alerta, a embaixada aconselha cidadãos americanos no Brasil a manterem a discrição, estarem alertas sobre seu entorno, ficarem alertas em locais frequentados por turistas, reverem seus planos de segurança pessoal e terem documentos de viagem atualizados e facilmente acessíveis.

"Há uma crescente tensão no Oriente Médio que pode resultar em riscos à segurança dos cidadãos dos EUA no exterior", diz o alerta da embaixada.

A Guarda Revolucionária do Irã fez ataques com mísseis contra duas bases americanas no Iraque nesta terça-feira (7), em retaliação à morte do general iraniano Qassim Suleimani, no dia 3 de janeiro. Suleimani foi morto quando o comboio em que ele estava foi atingido por um ataque de drone determinado pelo presidente Donald Trump, perto do aeroporto de Bagdá, no Iraque.

Avisos semelhantes foram feitos em inúmeras outras embaixadas americanas nesta terça-feira (7), entre elas a da China, do México, Bolívia, República Dominicana e Alemanha. Na maioria delas, o governo americano classifica o risco como "nível 2" e pede que "tenham mais cuidado".

Já na Argentina, não houve alerta de segurança, e a classificação de risco se manteve em 1 –"mantenha nível normal de precauções".

Em outros países, o nível de alerta já havia sido elevado anteriormente - na Índia, no dia 4 de janeiro. E em nações da região, especialmente aliados dos EUA que são rivais do Irã, como Israel e Arábia Saudita, as recomendações para cidadãos americanos são de precauções ainda maiores. Em Israel, a representação americana cita o risco de mísseis.

No Iraque, desde 3 de janeiro, quando o general iraniano Qassim Suleimani foi morto por determinação do presidente americano, Donald Trump, a recomendação é que os cidadãos americanos deixem o país imediatamente.

Em relação ao Irã, desde 29 de dezembro, o Departamento de Estado orienta americanos a não irem para o país, citando risco de sequestro, prisão arbitrária e detenção. Como EUA e Irã não têm relações diplomáticas, não há embaixada americana em Teerã.

Por: Folhapress

Ataques deixaram 80 mortos, entre eles quatro militares dos EUA, dizem agências iranianas; Trump nega

Mísseis iranianos (Foto: Agência Fars)

A agência de notícias iraniana Fars divulgou na madrugada desta quarta-feira (8) que os ataques com mísseis às bases de Al-Asad e de Irbil deixaram pelo menos quatro militares estadunidenses mortos e outros quatro feridos, citando como fonte um “oficial do corpo de informações” da Guarda Revolucionária do Irã.

O governo estadunidense nega que haja militares de suas forças mortos e, em tuíte, Donald Trump disse que “tudo está bem”.

No total, foram mortos 80 pessoas nos dois ataques com 15 mísseis lançados por Teerã contra alvos dos EUA, segundo a agência de notícias russa Sputnik.

Além disso, o Irã afirmou que os equipamentos militares dos EUA foram “seriamente danificados”, ressaltando que há outros 100 alvos prontos para serem atacados, caso Washington decida tomar medidas de represália.

“Por enquanto, os americanos receberam um tapa, a vingança é uma questão diferente”, disse líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei nesta quarta-feira (8), enfatizando que “movimentos militares como esse não são suficientes”.

Por FORUM

Presidente da Câmara de Vereadores de Salgueiro assina contrato com Consulpam para realização de concurso


O presidente da Câmara de Vereadores de Salgueiro, George Arraes Sampaio, assinou nessa terça-feira, 7, o contrato de prestação de serviço com a Consulpam para realização de concurso público na casa legislativa. A empresa venceu licitação para organizar o certame em dezembro de 2019.

De acordo com o George, a liberação do edital com todas as informações do concurso será divulgado no dia 20 de janeiro. No ano passado os vereadores autorizaram a Mesa Diretora a fazer a seleção, inicialmente com 13 vagas, aumentadas para 18 posteriormente.

O concurso preencherá vagas efetivas nas funções de Técnico de Informática, Auxiliar de Serviços Gerais, Recepcionista, Assistente da Ouvidoria, Contador, Procurador do Legislativo e Agente Administrativo.

Por Blog do Alvinho Patriota

Amupe presente na cerimônia de posse do novo presidente do TCE-PE, Dirceu Rodolfo





A Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), representada pelo seu presidente José Patriota e demais prefeitos, prestigiou hoje, 07/01, a cerimônia de posse do conselheiro Dirceu Rodolfo, como presidente do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE/PE). O novo presidente foi eleito por aclamação durante eleição que aconteceu no dia 29 de novembro, durante sessão do Pleno do TCE, para o biênio 2020-2021.

Em seu discurso de posse, Dirceu Rodolfo descreveu o seu desafio à frente da entidade, projetos do TCE-PE e destacou o papel da família. Segundo ele “a passagem de cada conselheiro para presidente do TCE/PE é um momento insuscetível de repetição. O esforço é para errar pouco e corrigir posturas sabiamente equivocadas”, enfatizou.

O presidente da Amupe, José Patriota afirmou que “a posse de hoje representa a expressão da democracia na medida que a composição do Tribunal de Contas é feita com diversos conselheiros oriundos de várias matrizes políticas e escolas de formação. O conselheiro Dirceu Rodolfo é oriundo do Ministério Público de Contas e é uma pessoa que tem a marca do equilíbrio, do diálogo e da ponderação. O TCE/PE está dando o exemplo e sendo verdadeiramente a vanguarda dos tribunais do Brasil”, concluiu.

Na cerimônia de hoje também foi empossado o conselheiro Ranilson Ramos para a vice-presidência, a conselheira Teresa Duere para a Corregedoria, o conselheiro Valdecir Pascoal para a diretoria da Escola de Contas e o conselheiro Carlos Porto para a Ouvidoria. Os conselheiros Carlos Neves e Marcos Loreto vão presidir, respectivamente, a Primeira e a Segunda Câmara, durante o período.

Assessoria da AMUPE

Paulo Câmara amplia programas de incentivo ao esporte no Estado






O governador Paulo Câmara reforçou a atuação do Estado em dois projetos de incentivo ao Esporte: o Time PE e o Bolsa Atleta Pernambuco. Durante solenidade no Palácio do Campo das Princesas, nesta terça-feira (07.01), ele anunciou modificações nos dois textos para a edição 2020 dos programas, ao lado do secretário de Educação e Esportes do Estado, Fred Amâncio, e do executivo de Esportes, Diego Pérez. A medida ratifica o apoio do Governo do Estado ao desenvolvimento de jovens atletas no esporte, atividade que pode proporcionar grandes mudanças de vida.

“São dois programas importantes de formação de atletas em Pernambuco: o Bolsa Atleta e o Time PE, que estamos tendo a oportunidade de dar um incremento. No Bolsa Atleta, por exemplo, o benefício vai se estender para os estudantes, sejam eles das nossas escolas, sejam universitários. Ou o Time PE, no caso de atletas de alto rendimento, oferecendo uma ajuda para os seus treinamentos”, explicou Paulo Câmara, falando ainda sobre o poder do esporte para mudar o destino dos jovens.

“Sabemos a dureza que é praticar esportes e, principalmente, os de alta performance. Pernambuco tem tido bons resultados nos Jogos Escolares nos últimos anos. Essa é mais uma opção, mais uma ação visando formar novos talentos e incentivar o esporte, principalmente nas escolas. O esporte dialoga muito com educação, com cultura, e faz parte da vida das pessoas. Quanto mais jovens estiverem praticando, mais nós vamos fazer uma grande política de prevenção”, concluiu o governador.

O Time PE foi criado como uma política de incentivo destinada a selecionar atletas, paratletas e atletas-guia com comprovado potencial para representar o País nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Além disso, o projeto contempla também os respectivos treinadores, desde que atendidas as exigências e critérios estabelecidos. Só em 2019, participaram 20 atletas/paratletas e 15 técnicos de 11 modalidades. Este ano, por sugestão do Conselho Estadual de Esportes, o critério básico para pleitear o benefício será o de ser atleta da Seleção Brasileira convocado nos últimos doze meses que antecedem o processo seletivo, nas modalidades individuais ou coletivas, além de estabelecer a comprovação de vínculo do treinador com a entidade de prática à qual o atleta esteja vinculado.

Já o Bolsa Atleta Pernambuco visa incentivar os praticantes do esporte de base, estudantil e de rendimento no âmbito do Estado, proporcionando um repasse de benefício financeiro de acordo com o resultado esportivo válido, que seja devidamente comprovado. Neste ano, serão destinados 10% do orçamento das modalidades olímpicas para a categoria Estudantil (Jogos Universitários Brasileiros, Jogos Escolares da Juventude e Paralimpíadas Escolares), estabelecendo os seguintes valores de benefício para cada uma: Estudantil A (campeão) - R$650 e Estudantil B (2º e 3º lugar) - R$500, além de igualar os valores do benefício do Grupo I (modalidades olímpicas/paralímpicas) e Grupo II (modalidade não olímpicas/paralímpicas de confederações vinculadas ou reconhecidas pelo COB/CPB) para os mesmos conceitos de benefício. Em 2019, o programa beneficiou 360 atletas/paratletas de 38 modalidades.

Júlio César tem apenas 14 anos, mas já experimentou o gosto de estar no lugar mais alto do pódio como paratleta de Natação. O estudante da Escola Estadual Argentina Castello Branco, de Ouro Preto, em Olinda, foi campeão em duas provas no final do ano passado, nado costas e nado livre, nas Paralimpíadas Escolares, em São Paulo. Júlio vai pleitear o Bolsa Atleta para 2020 e já sonha com novos feitos a partir dessa ajuda financeira. “Espero que eu melhore mais e que eu aprenda novas técnicas para ganhar mais medalhas. E também o Bolsa Atleta pode até me ajudar a construir minha casa, para parar de pagar aluguel. Isso que quero para 2020. Com auxílio financeiro, a pessoa fica até mais tranquila para treinar melhor”, disse o paratleta, esperançoso.

O evento contou ainda com a presença de nomes de referência do desporto e paradesporto pernambucano, como Cristiano Rocha, do handebol, Guilherme Negreiros, do basquete, Daniel Gonçalves, do atletismo, Manoel Souza, da paranatação, e Filipe Silva, atleta convidado de modalidade não olímpica (beach soccer).

Por Assessoria do Governo de PE

“Está tudo está bem”, diz Trump no Twitter após contra-ataque do Irã


Apesar de ter desistido de fazer um pronunciamento ainda nesta terça-feira (6) sobre os bombardeios desferidos pelo Irã contra bases estadunidenses no Iraque, o presidente Donald Trump foi ao Twitter para comentar o assunto. De acordo com o mandatário, “está tudo está bem”.

“Tudo está bem! Mísseis do Irã foram lançados em duas bases militares localizadas no Iraque. Estão sendo feitas avaliações sobre vítimas e danos causados. Por enquanto, tudo bem! Temos, de longe, as forças armadas mais poderosas e bem equipadas do mundo! Farei uma declaração amanhã de manhã”, disse o presidente.

O ataque desta terça foi uma resposta ao assassinato do general iraniano Qassem Soleimani, em ataque dos Estados Unidos no dia 2 de janeiro, com autorização do presidente Donald Trump.

Ameaças a Israel

Minutos após assumir a autoria dos ataque aéreos realizados contra bases militares iraquianas que hospedam tropas da coalizão dos Estados Unidos no Iraque, a Guarda Revolucionária do Irã (GRI) – o exército do Irã – disse em comunicado que não diferencia o “regime sionista” – em referência a Israel – do “regime americano”.

“A Guarda Revolucionária do Irã diz nunca vai separar o ‘regime sionista’ dos crimes cometidos pelo ‘criminoso regime dos EUA’”, informou a rede de TV iraniana Press TV. “A GRI considera o regime sionista tão criminoso contra o regime dos Estados Unidos no assassinato do general Soleimani”, completou.

Intensificação dos ataques

O Irã prometeu ainda, através de comunicados oficiais, intensificar a retaliação aos Estados Unidos caso o país presidido por Donald Trump decida reagir ao último bombardeio. Os próximos alvos, de acordo com fontes locais, seriam Dubai, nos Emirados Árabes, e Haifa, em Israel.

Por FORUM

Queda de avião no Irã deixa 176 pessoas mortas


Um Boeing 737-800 da empresa Ukraine International, com 170 passageiros e seis tripulantes a bordo, caiu pouco depois de decolar do aeroporto internacional Imam Khomeini, que atende a região metropolitana de Teerã. Segundo as agências de notícias iranianas, a aeronave teve problemas técnicos no início do voo e caiu depois de alguns minutos. O voo 752 seguia da capital iraniana para Kiev, na Ucrânia.

De acordo com o presidente ucraniano Volodimir Zelenski ninguém sobreviveu. "Segundo dados preliminares, todos os passageiros e tripulantes morreram", escreveu Zelenski em sua página no Facebook. A maioria era estrangeiros. Apenas 11 pessoas - 9 tripulantes e dois passageiros - eram cidadãos ucranianos, informou autoridades.

Horas antes, a embaixada ucraniana descartou a tese de um ataque terrorista e que o acidente foi devido à "falha do motor do avião".

Um vídeo postado pela ISNA mostra um rastro de fogo no céu — segundo a agência, eram imagens da aeronave. Um outro vídeo mostra uma grande explosão logo depois. Em entrevista a uma TV iraniana, Pirhossein Koulivand, chefe dos serviços de emergência, afirmou que, ao chegarem ao local da queda, as equipes se depararam com um cenário catastrófico.

— O fogo era tão denso que não conseguimos resgatar ninguém.

Horas antes, a embaixada ucraniana descartou a tese de um ataque terrorista e que o acidente foi devido à "falha do motor do avião".

Um vídeo postado pela ISNA mostra um rastro de fogo no céu — segundo a agência, eram imagens da aeronave. Um outro vídeo mostra uma grande explosão logo depois. Em entrevista a uma TV iraniana, Pirhossein Koulivand, chefe dos serviços de emergência, afirmou que, ao chegarem ao local da queda, as equipes se depararam com um cenário catastrófico.

Por G1