Web Radio Petrolândia

sábado, 30 de maio de 2020

Ministério da Saúde prorroga campanha de vacinação contra gripe

Imunização nos postos de saúde poderá ocorrer até o dia 30 de junho

O Ministério da Saúde anunciou nessa sexta-feira (29) a prorrogação da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe até o dia 30 de junho. A campanha teve três fases, sendo que a terceira fase (dividida em duas etapas) iria até o dia 5 de junho. Porém, o baixo índice de vacinação de grupos prioritários motivou a prorrogação da campanha.

Os grupos prioritários da terceira fase são formados por pessoas com deficiência, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, professores e pessoas de 55 a 59 anos de idade. De 77,7 milhões de pessoas que fazem parte desse público, apenas 63,53% receberam a vacina. O Ministério da Saúde espera, com a prorrogação, alcançar mais 28,3 milhões de pessoas.

'Tudo aponta para uma crise', diz Bolsonaro sobre decisões da Justiça


O presidente Jair Bolsonaro declarou em suas redes sociais "tudo aponta para uma crise", ao comentar decisões recentes do Supremo Tribunal Federal (STF), do Tribunal de Contas da União (TCU) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que miram a família, aliados e a sua campanha presidencial em 2018.

A afirmação foi postada na noite deste sábado, véspera de mais um dia em que estão programadas manifestações de apoio ao presidente em Brasília, o que pode incitar ainda mais os bolsonaristas contra os órgãos da Justiça.

"Primeiras páginas dos jornais abordaram com diferentes destaques, as decisões envolvendo a atuação do Supremo Tribunal Federal, da Polícia Federal, do Tribunal de Contas da União e do Tribunal Superior Eleitoral em relação ao governo Bolsonaro e seus aliados", declarou o presidente.

A primeira notícia destacada por Bolsonaro foi o encaminhamento, pelo ministro Celso de Mello, do STF, à Procuradoria-Geral da República (PGR) de um pedido de investigação contra o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) por crime de incitação à subversão da ordem política ou social. A prática está prevista na Lei de Segurança Nacional.

A notícia-crime foi protocolada na Corte para investigar as declarações de Eduardo de que não se trata de uma questão de "se", mas sim de "quando" Bolsonaro adotará uma "medida energética" após operação da Polícia Federal no inquérito das fake news atingir aliados do Planalto.

Bolsonaro também observou que os principais jornais do país destacaram o pedido da Polícia Federal para prorrogar, por mais 30 dias, as investigações do inquérito que apuram se o presidente da República tentou interferir politicamente na corporação, conforme acusou o ex-juiz federal Sérgio Moro.

O presidente da República ainda destacou reportagem publicada na edição deste sábado do jornal O Estado de São Paulo, informando que o avanço do inquérito das fake news deve chegar ao núcleo próximo do Palácio do Planalto. A expectativa de integrantes do STF é a de que, se em um primeiro momento Moraes optou por focar nos tentáculos operacionais do "gabinete do ódio", o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ) deve ser atingido já na etapa final do inquérito, com o aprofundamento das investigações.

Como revelou o Estadão, o "gabinete do ódio" está instalado dentro da estrutura do gabinete do presidente. "Estadão noticia que o gabinete do ódio também entrou na mira do Tribunal de Contas da União. O subprocurador, Lucas Furtado, ingressou com uma representação para que o plenário do TCU analise se a ação do grupo de servidores é financiada, ou não, por recursos públicos. O grupo teria 23 servidores trabalhando na assessoria especial do gabinete presidencial", escreveu Bolsonaro.

AçõesOutra reportagem mencionada é a que informou que o inquérito das fake news pode pavimentar o caminho da cassação de Bolsonaro no TSE. A avaliação entre ministros do Tribunal é a de que, caso seja autorizado, um compartilhamento das provas do STF com a Justiça Eleitoral deve dar um novo fôlego às investigações sobre disparo de mensagens em massa na campanha presidencial de Bolsonaro em 2018. A possibilidade de essas ações serem "turbinadas" com o inquérito das fake news do Supremo já acendeu o sinal de alerta do Palácio do Planalto.

O PT já pediu ao relator dos processos, ministro Og Fernandes, o compartilhamento das provas do Supremo com o TSE. Og vai ouvir Bolsonaro e o Ministério Público Eleitoral antes de decidir.

O compartilhamento de provas do Supremo com o TSE já aconteceu nas ações que investigavam a chapa presidencial de Dilma Rousseff e Michel Temer em 2014, mas a maioria dos ministros desconsiderou na etapa final do julgamento provas as colhidas por concluir que elas eram "alheias" ao objeto inicial da investigação.

Ex-ministros do TSE e advogados eleitorais ouvidos reservadamente pela reportagem apontam que, desta vez, as provas colhidas no inquérito das fake news têm relação com as investigações em curso na Justiça Eleitoral.

Por Estado de Minas

Justiça bloqueia bens de empresa que deixou de entregar respiradores comprados por R$ 48 milhões pelo Consórcio Nordeste


A Justiça determinou o bloqueio dos bens da empresa HempShare, que deixou de entregar respiradores comprados por R$ 48,7 milhões aos estados nordestinos. A decisão foi tomada após uma ação aberta pelo Consórcio Nordeste - que representa os estados da região - contra a empresa.

Os respiradores foram comprados para atender as necessidades dos estados na pandemia do novo coronavírus e o pagamento, antecipado. A compra foi realizada de forma conjunta, pelos estados, através do Consórcio Nordeste, que é liderado pela Bahia e, desde o início da pandemia do novo coronavírus, vem tentando realizar compras unificadas de equipamentos para a região.

De acordo com a HempShare, os equipamentos fabricados na China apresentavam problemas. A empresa afirmou que, em contrapartida, ofereceu respiradores produzidos no Brasil, testados pela Anvisa e mais baratos, mas que não foram aceitos pelo Consórcio. Ainda segundo a empresa, caso a substituição fosse aceita, ao invés de 300, mais de 400 respiradores seriam entregues.

A empresa ainda declarou que não vai recorrer da decisão porque já havia acordado a devolução do dinheiro, que será feita nos próximos dias. Depois disso, os bens deverão ser desbloqueados.

A denúncia em nome do Consórcio Nordeste foi feita pelo estado-líder, a Bahia, desde que foi sinalizada pela própria empresa a impossibilidade de entrega dos equipamentos pelas condições contratadas. O processo corre em segredo de Justiça.

A Bahia publicou no Diário Oficial a rescisão do contrato e acionou a Justiça para ressarcimento dos valores. O G1 entrou em contato com o governo da Bahia na sexta-feira (29) para pedir mais informações sobre o assunto, mas não recebeu resposta até este sábado (30).

Em nota, o Governo do Rio Grande do Norte afirmou que a quebra do contrato teve início quando a empresa responsável por realizar a perícia nos equipamentos que seriam comprados da China informou sobre a constatação de falha nas válvulas e alertou que todas elas deveriam ser substituídas. Apenas o estado desembolsou R$ 5 milhões.

Em nota, o Consórcio Nordeste informou que "em nome da total transparência e publicidade de suas ações, o Consórcio Nordeste adiantou-se em comunicar a situação aos órgãos competentes e a solicitar o acompanhamento das ações com foco no ressarcimento, o mais breve possível, dos valores repassados. A aquisição desses equipamentos foi delineada com muito cuidado, atentando para o rigor da lei e o mais importante: no intuito de salvar o máximo de vidas possível, uma vez que a oferta de respiradores no mercado era a pior possível e não havíamos recebido, até aquele momento, os equipamentos prometidos pelo Governo Federal".

Por G1

Petrolina chega a 253 casos e confirma oitava morte pelo novo coronavírus


Mais quatro casos de Covid-19 e o oitavo óbito causado pela doença foram confirmados neste sábado em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. Destes, um foi através de teste rápido e três analisados pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE). O novo óbito foi de uma paciente de 54 anos que estava internada no Hospital Universitário.

De acordo com boletim divulgado pela prefeitura, o município contabiliza 253 casos do novo coronavírus, com 97 curas clínicas e oito óbitos. Do total de casos registrados, 182 foram detectados através de testes rápidos e 71 pelo Lacen-PE.

Por G1 Petrolina

Chesf anuncia lucro de R$ 228 milhões no 1º trimestre de 2020

Usina Hidrelétrica Luiz Gonzaga (antes conhecida como Usina Hidrelétrica de Itaparica)

A Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf) apresentou no 1º trimestre de 2020 um lucro líquido de R$ 228 milhões. Esse resultado é 33,9% inferior ao apurado no mesmo período de 2019, de R$ 345 milhões. A redução é proveniente de eventos não recorrentes positivos registrados em 2019, que foram a reversão da provisão para perdas em Sociedades de Propósito Específico (SPEs), no valor de R$ 35 milhões; e o ganho na alienação de venda de participações, que totalizou R$ 137 milhões.

Neste trimestre de 2020, a Chesf apresentou um aumento na Receita Operacional Líquida - ROL de R$ 172 milhões (14,6% maior que 2019), um aumento no resultado de participações em SPEs de R$ 27 milhões (87,5% maior que 2019); e uma redução no custeio com pessoal de R$ 39 milhões, ficando 13,2% menor que o ano anterior.

Por: Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf)

Sede da PGR amanhece pichada: “Procuradoria-Geral do Bolsonaro”



O letreiro do edifício sede da Procuradoria-Geral da República (PGR), em Brasília, foi alvo de pichação na madrugada deste sábado (30/05). Sobre a palavra “República”, o vândalo escreveu o sobrenome do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

A reportagem do Metrópoles esteve no local pela manhã para verificar se a pichação permanecia na placa, mas a inscrição já havia sido removida.

Por meio de nota, a PGR manifestou que repudia o ato de vandalismo. “A Procuradoria-Geral da República repudia o ato de vandalismo contra sua sede, que já se encontra em investigação para responsabilização civil e criminal do ato que danificou patrimônio público. As medidas de reforço na segurança das unidades de todo o país serão tomadas com a maior rapidez possível. Bem como as demais medidas administrativas que se fizerem necessárias”, diz o comunicado.

Metrópoles

Datafolha aponta que 67% reprovam e 20% aprovam aproximação de Bolsonaro com o 'Centrão'


Levantamento ouviu, por telefone, 2.069 pessoas maiores de idade na segunda e na terça-feira. Margem de erro é de dois pontos percentuais.

Pesquisa do Instituto Datafolha publicada no site do jornal “Folha de S.Paulo” no final da noite desta sexta-feira (29) mostra os seguintes percentuais de avaliação da iniciativa do presidente Jair Bolsonaro de se aproximar do "Centrão", atraindo o grupo de partidos com cargos e verbas em troca de apoio no Congresso:

Datafolha: Bolsonaro age bem ou age mal ao negociar cargos e verbas com deputados e senadores?

Age bem: 20%
Age mal: 67%
Não está negociando cargos e verbas: 2%
Não sabe: 11%

O levantamento ouviu 2.069 pessoas maiores de idade na segunda (25) e na terça-feira (26). As entrevistas foram feitas por telefone. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais.

O instituto também perguntou:

Bolsonaro está cumprindo a promessa de não negociar cargos e verbas em troca de apoio?

Sim: 29%
Não: 63%
Não sabe: 8%

G1

Bola cheia: Alvo de ataques de Bolsonaro, STF e Congresso têm queda na reprovação

Avaliação positiva da Suprema Corte subiu de 19% para 30%

O Supremo Tribunal Federal (STF) e o Congresso Nacional registraram uma queda na reprovação em meio a uma crise com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Pesquisa Datafolha publicada pelo jornal Folha de S.Paulo nesta sábado (30/05) aponta que 32% acham ruim ou péssimo o desempenho de parlamentares, contra 45% seis meses antes.

Os que avaliam positivamente o trabalho de deputados e senadores ficam em 18%, antes eram 14%.

Na avaliação do STF, atualmente, 26% dos entrevistados acreditam que o trabalho da Suprema Corte é ruim ou péssimo. Em pesquisa anterior, eram 39%. Já a avaliação positiva subiu de 19% para 30%.

Boletim deste sábado [30/05]: Com mais 71 mortes e 1.172 confirmações da Covid-19, Pernambuco chega a 2.740 óbitos


Pernambuco registrou, neste sábado (30), mais 1.172 casos confirmados do novo coronavírus, além de 71 mortes (veja vídeo acima). De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), há, ao todo, 33.427 casos e 2.740 óbitos de pacientes com a Covid-19 no estado, números registrados desde 12 de março, quando houve os primeiros casos da doença.

Do número de confirmações da doença no estado neste sábado (30), 321 são de pacientes que têm Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 851 são casos leves da doença. Do total de casos confirmados em Pernambuco, são 14.100 graves e 19.327 leves, segundo o governo estadual.

O número de pacientes curados e outros dados epidemiológicos, como a localização e o perfil dos pacientes que morreram e a taxa de ocupação dos leitos hospitalares dedicados à Covid-19, são divulgados ao longo do dia.

Fim da quarentena

Na sexta-feira (29), o governo do estado informou que não vai renovar a quarentena prevista para durar até o domingo (31) no Recife, Olinda, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e São Lourenço da Mata, municípios localizados na Região Metropolitana.

O estado disse que há "indícios de estabilização da epidemia", mas o governador Paulo Câmara (PSB) informou que "não é hora de um retorno em massa às ruas" e que a reabertura gradual segue um cronograma de 11 semanas.
Por G1 PE
Imagem: JC

STF aprova mais 5 anos para adesão a acordo de planos econômicos

Prazo ampliado servirá para encerrar disputas sobre planos econômicos

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) homologou, por unanimidade, o termo aditivo que amplia em cinco anos o acordo para encerrar as disputas judiciais e ressarcir os poupadores prejudicados pelos planos econômicos dos anos 1980 e 1990.

Com a homologação, que foi julgada em sessão virtual encerrada na noite de quinta-feira (28), passa a contar o novo prazo de 60 meses para que os interessados façam a adesão aos termos do acordo.

Poupadores, bancos e governo concordaram em ampliar o acordo mediante a baixa adesão no prazo inicial, de dois anos, que se encerrou em 12 de março. Desde março de 2018, cerca de 113 mil poupadores ou herdeiros aderiram aos termos, menos de 25% dos cerca de 500 mil beneficiários estimados. Até o momento, foram pagos R$ 1,7 bilhões, segundo dados divulgados pelo Banco Central.

O termo aditivo foi assinado pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), a Frente Brasileira dos Poupadores (Febrapo), a Confederação Nacional do Sistema Financeiro (Confif) e a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). O Banco Central e a Advocacia-Geral da União (AGU) mediaram as negociações. 

Após 9 anos, foguete tripulado com dois astronautas é lançado nos Estados Unidos

EUA lançam foguete da SpaceX para missão tripulada após quase uma década. Os astronautas da NASA Douglas Hurley e Robert Behnken posam para foto durante ensaio para o lançamento no Kennedy Space Center no Cabo Canaveral, na Flórida, EUA — Foto: Kim Shiflett/NASA/Divulgação

O foguete da SpaceX partiu neste sábado (30) do Cabo Canaveral, na Flórida, com dois astronautas da Nasa a bordo. É o primeiro lançamento tripulado dos Estados Unidos em nove anos.

Inicialmente previsto para quarta-feira (27), a viagem da nave Dragon Crew foi adiada para este sábado devido ao mau tempo. Novamente, as condições meteorológicas poderiam atrapalhar a missão nesta segunda tentativa, afirmou o dono da SpaceX, Elon Musk. Porém, o lançamento foi confirmado momentos antes da partida.

O presidente dos EUA, Donald Trump, acompanhou o lançamento ao lado do vice, Mike Pence.

Às 16h35 (de Brasília), a espaçonave Dragon Crew se desacoplou do foguete para seguir viagem rumo à estação espacial.

Mães menores de idade podem pedir auxílio emergencial a partir deste sábado (30/05)


A partir deste sábado (30), as mães com menos de 18 anos podem pedir o auxílio emergencial de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras). A novidade está disponível na 16ª versão do aplicativo Caixa Auxílio Emergencial, que está sendo liberada hoje pela Caixa Econômica Federal.

Incluída pelo Congresso durante a tramitação da medida provisória que instituiu o benefício, a extensão do auxílio emergencial para mães menores de idade havia sido sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro no último dia 15. O cadastro no auxílio emergencial pode ser pedido até 3 de junho.

A vice-presidente de Tecnologia da Caixa, Tatiana Thomé, explicou como funcionará a novidade em entrevista coletiva hoje à tarde. A mãe menor de idade precisa cadastrar pelo menos dois membros da família (ela própria mais um filho, no mínimo). Caso a adolescente pertença a uma família maior, com algum membro que tenha se cadastrado no auxílio emergencial, precisará fazer o cadastro compatível com o do outro membro da família.

Mães grávidas não poderão fazer o cadastro porque o aplicativo pedirá o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) do filho. O processo se dará de forma igual ao dos demais cadastramentos. Ao entrar no aplicativo, a mãe digitará nome completo, número do CPF, nome da mãe e data de nascimento, conforme constam nos cadastros da Receita Federal. O aplicativo oferece a opção “mãe desconhecida”, caso a requerente não conheça a mãe.

Finalizado o cadastro, os dados serão enviados à Dataprev, empresa estatal de tecnologia, que comparará as informações prestadas com as 17 bases de dados disponíveis para ver se o requerente cumpre as condições da lei para receber o auxílio emergencial. A usuária poderá acompanhar, no próprio aplicativo, se o benefício foi aprovado, negado ou se o cadastro foi considerado inconclusivo (quando as informações prestadas não conferem com os bancos de dados do governo).

Por Agência Brasil

Em Goiás, Bolsonaro visita lanchonete na BR-060 e posa para fotos com apoiadores [assista ao vídeo]

Bolsonaro abraça apoiadores em Abadiânia, Goiás — Foto: Reprodução/TV Anhanguera


Bolsonaro abraça apoiadores em Abadiânia, Goiás — Foto: Reprodução/Canal Foco do Brasil


Bolsonaro abraça apoiadores em Abadiânia, Goiás — Foto: Reprodução/Canal Foco do Brasil


Bolsonaro abraça apoiadores em Abadiânia, Goiás — Foto: Reprodução/Canal Foco do Brasil

O presidente Jair Bolsonaro deixou o Palácio da Alvorada na manhã deste sábado, 30, e saiu de helicóptero da Base Aérea de Brasília. O compromisso não estava na agenda de Bolsonaro. Ao deixar a residência oficial da Presidência, ele falou rapidamente com apoiadores, recebeu orações e disse “desculpem a pressa”. O líder do governo na Câmara dos Deputados, Major Vítor Hugo (PSL-GO), que embarcou com o presidente na viagem, afirmou que Bolsonaro foi “conversar com a população” de Abadiânia, cidade goiana a cerca de 130 km de Brasília. Também acompanham o presidente em compromissos neste sábado os ministros da Infraestrutura Tarcísio Gomes de Freitas, da Casa Civil Walter Braga Netto e da Justiça André Mendonça.

Em Abadiânia, Bolsonaro visitou uma lanchonete e posou para fotos. Segundo uma funcionária da lanchonete, que não quis se identificar, a visita foi rápida e bastante movimentada.

Assista ao vídeo abaixo vídeo abaixo

Petrolândia: “Desafios do mundo do trabalho pós-pandemia'' é tema da live da prefeitura, na próxima terça às 18:h30


Convidamos você para assistir, na próxima terça-feira, à nossa live que terá como tema “Desafios do mundo do trabalho pós-pandemia na cidade e no campo”.

O momento contará com a participação do Secretário Estadual de Trabalho, Qualificação e Emprego de Pernambuco, Alberes Lopes, e Dilson Peixoto, Secretário Estadual de Desenvolvimento Agrário de Pernambuco.

Será às 18h30, nas redes sociais da Prefeitura de Petrolândia. Não perca!

Por Assessoria de Comunicação
Prefeitura de Petrolândia

Paulo Afonso possui 16 casos ativos após divulgação do novo boletim com 11º paciente recuperado


O Boletim Epidemiológico desta sexta-feira (29) no município de Paulo Afonso trouxe a boa notícia de mais três pacientes recuperados, agora são 11.

Porém, nas últimas 24h, o número de suspeitos aumentou de 24 para 40 casos, além do acréscimo de mais 18 coletas.

Já os casos confirmados se mantiveram em 28, assim como a manutenção de 01 óbito. Com isso, o número de casos ativos foi reduzido para 16.

Ontem, ao anunciar a recuperação dos pacientes, secretário Ghiarone Garibaldi destacou o empenho da equipe como fator fundamental para o controle da situação, que ainda é preocupante e requer a participação de todos na prevenção.

“É com muita satisfação que nós vemos os resultados do trabalho da nossa equipe. A sociedade pauloafonsina deve saber que nossa Upa-covid realiza um trabalho de excelência e está colhendo bons frutos, o que se deve também à competência e o profissionalismo de todos os servidores que se dedicam à missão de salvar vidas”, falou.

Ghiarone lamentou a ocorrência de um óbito registrado como covid, mas por conta de outras complicações que agravaram o quadro clínico do paciente.

Ainda segundo o secretário, a incidência do maior número de casos no centro da cidade é devido ao grande número de pessoas circulando no comércio e nas agências bancárias. A proximidade com a área do acampamento Chesf também torna o centro comercial um ponto vulnerável.

“Esses fatores favorecem a incidência de novos casos, mas, com o número atual, a situação está controlada. Ainda assim, vamos continuar lutando para barrar a pandemia, intensificando as barreiras sanitárias e contamos com a colaboração de todos, ficando em casa e se cuidando, para manter o controle”, concluiu.



Por PA4.COM.BR

José Dirceu: Lula e Ciro têm de se unir para derrotar Bolsonaro


O ex-deputado federal (PT-SP) e ex-ministro da Casa Civil do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010) José Dirceu defendeu a união entre Lula e Ciro Gomes (PDT) para derrotar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). A declaração foi feita hoje em participação no UOL Entrevista. "Para enfrentar Bolsonaro, todos têm de se unir: Lula, Ciro... Por mais que haja divergência, se queremos impedir o pior para o Brasil, uma tragédia nacional", disse.

Seria possível uma frente ampla da esquerda para derrotar Bolsonaro? 

"Historicamente, as frentes amplas favoreceram FHC, Tancredo [Neves], [José] Sarney, Itamar Franco e para derrubar a Dilma." "Proponho aliança para tirar o Bolsonaro, [mas] não para 2022. Teremos um candidato de centro-esquerda, seja quem for: Ciro, [Fernando] Haddad, Rui Costa, Flávio Dino. O Lula já disse que não quer ser candidato", afirmou Dirceu, que ressaltou que seu posicionamento era pessoal, e não em nome do PT. "Não posso falar em nome do PT. O Lula declarou três vezes em 15 dias que não é candidato, que quer construir um programa da esquerda. O Ciro decidiu ser um candidato antipetista.. Para a questão do Bolsonaro, espero que isso seja superado." Centrão é 'Cavalo de Troia', diz Dirceu Ainda na entrevista, Dirceu foi questionado se o centrão vai largar Bolsonaro. "Eles [o centrão] são um Cavalo de Troia. Aliás, já estão se dividindo por causa das operações contra os governadores. Amanhã, o centrão é o primeiro a pedir o impeachment [de Bolsonaro]. Você tem alguma dúvida? Bolsonaro está fazendo uma operação de alto risco", afirmou.

Golpe de Bolsonaro ou impeachment?

Segundo o ex-deputado, é necessário "resistir pacificamente" caso haja uma possível tentativa de golpe de Bolsonaro. "Nós estamos resistindo. Temos que resistir pacificamente no Brasil. Temos que usar os instrumentos da luta política, social, judicial que temos. Sem elas, faremos resistência pacífica com a sociedade. Não subestime o povo brasileiro." Dirceu aproveitou o tema para lembrar que no impeachment de Fernando Collor, o PT não fez uma oposição dura a seu sucessor direto, Itamar Franco. "O PT não foi para o governo Itamar, [o partido] fez oposição, mas reconhecemos o direito dele de ser presidente. Sempre mantivemos um diálogo fazendo oposição. A [Luiza] Erundina [na época petista] foi ministra dele", recordou Dirceu. Dirceu ainda argumentou que um possível pedido de impeachment contra Bolsonaro poderia ser organizado pela internet. "A nossa força política está acumulada. Existe na base da sociedade, não está em movimento. Queremos o impeachment do Bolsonaro? Vamos fazer um abaixo-assinado pela internet. Não podemos levar 3 milhões de pessoas às ruas, mas vamos fazer pela internet", afirmou. Participaram dessa cobertura Beatriz Sanz, Emanuel Colombari, Felipe Amorim, Gustavo Setti e Talyta Vespa (redação) e Diego Henrique de Carvalho (produção).

 Assista ao vídeo

JOSÉ DIRCEU FALA SOBRE CRISE POLÍTICA, GOVERNO BOLSONARO E CONDENAÇÕES NA LAVA JATO


Do UOL, em São Paulo

Paulo Afonso (BA): Danni Paulino prepara buquês para tornar especial o Dia dos Namorados; Faça sua encomenda!




Olá, tudo bom? o dia dos namorados está chegando e sei o quanto  esse dia é especial.

Entao a Danni Paulino está preparando buquês entre outras surpresas para tornar ainda mais especial esse dia.

Faça sua encomenda, estou pronta para lhe atender.

Com uma diversidade de flores e cores.
Surpreenda seu amor!
Vamos personalizar sua lembrança para marcar esse dia na vida do casal!

A qualidade você já conhece, nós nos preocupamos com os mínimos detalhes.

Entre em contato conosco, seja exclusivo(a). Torne seu parceiro exclusivo.

Ah, para mais comodidade na hora do pagamento recebemos além de avista, cartões de crédito e débito.

Consultar as condições.
75 8828-3373


Da Redação do Blog de Assis Ramalho
Por: Danni Paulino

Jatobá-PE [Covid-19]: Vereador Zé Dantas pede solidariedade das prefeituras de Jatobá, Petrolândia e Tacaratu com apopulação indígena Pankararu



Caro Assis Ramalho,

Recebemos um áudio encaminhado por um jovem indígena Pankararu, através do qual ele informa que na condição de coordenador do Grupo Jovem, ficou encarregado de providenciar a alimentação dos voluntários que trabalharão nas Barreiras Sanitárias montadas nos principais acessos das Aleias Pankaruru, para prevenção do CORONAVÍRUS; para cuja ação, precisaria da colaboração tanto da comunidade indígena, quanto das demais pessoas que se disponham a ajudar. Louvável a atitude; terá nossa contribuição, bastando informar como poderemos fazer para colaborar. Aproveitamos o ensejo, porém, para lembrar ao jovem coordenador, bem como a toda comunidade indígena em foco, que o território Pankararu, está encravado entre três municípios: Jatobá, Petrolândia e Tacaratu, de forma que as três Prefeituras têm entre si, a obrigação de solidariamente, apoiar todas as ações necessárias ao atendimento das necessidades da população indígena Pankararu, em todos os sentidos; não é somente a FUNAI e a SESAI que devem assistir os indígenas, os municípios têm também suas parcelas de responsabilidades, notadamente, quando estão recebemos recursos federais a serem destinados exclusivamente no combate ao CORONAVÍRUS. Fica aqui o nosso apoio; inclusive na Câmara Municipal e o apelo à Pefeitura de Jatobá, para que dispense a atenção devida aos Pankararu e a recomendação à comunidade para que encaminhem suas reivindicações aos municípios dos quais fazem parte.  



ZÉ DANTAS – Vereador de Jatobá

Mulher de Moro escreve livro sobre os bastidores do governo Bolsonaro


A esposa do ex-ministro da Justiça e Segurança Publica Sergio Moro, Rosângela Moro, resolveu escrever um livro contando os bastidores do governo Jair Bolsonaro (sem partido). O livro retrata as histórias de quando o marido ainda era chefe da pasta.

Cumprindo quarentena em Curitiba após 1 ano e 4 meses em Brasília, a advogada assinou contrato com a Editora Planeta para a publicação da obra, que será lançada internacionalmente.

Rosângela foi dispensada da função de integrante do Conselho Nacional de Incentivo ao Voluntariado, que é capitaneado pela primeira-dama, Michelle Bolsonaro, depois que Moro deixou o governo. Ela ocupava a cadeira de “representante da sociedade civil” no órgão.

Por Estado de Minas

Governo de Pernambuco anuncia seleção com 1.657 vagas para profissionais de saúde que vão atuar na pandemia do coronavírus; inscrições começam na segunda-feira (1º)

Os profissionais vão atuar em serviços das Gerências Regionais de Saúde (Geres) de: Recife, Limoeiro, Caruaru, Garanhuns, Salgueiro e Serra Talhada

O governo de Pernambuco anunciou, nesta sexta-feira (29), a abertura de uma seleção pública simplificada para a contratação de profissionais de saúde que vão atuar durante a pandemia do novo coronavírus. Ao todo, são oferecidas 1.657 vagas, sendo 101 para médicos, 420 para profissionais de outras áreas de nível superior e 1.136 para pessoal de nível médio.

As inscrições começam na segunda-feira (1º) e vão até a quinta-feira (4). O cadastramento deve ser feito pela internet. Os salários oferecidos vão de R$ 1.045 e R$ 9,8 mil.

Ainda de acordo com o estado, há oportunidades para as seguintes áreas, além de médicos:

Nível superior

Analistas em saúde
Assistentes sociais
Biomédicos
Farmacêuticos/bioquímicos
Fisioterapeutas respiratórios e de terapia intensiva
Nutricionistas
Enfermeiros
Assistenciais
Obstetras
Reguladores
Uteístas

Nível médio

Assistentes em saúde
Técnicos de enfermagem
Técnicos em laboratório
Técnicos em radiologia
Técnicos em farmácia

Os profissionais vão atuar em serviços nas seguintes Gerências Regionais de Saúde (Geres):

Recife
Limoeiro
Caruaru
Garanhuns
Salgueiro
Serra Talhada

Seleção

A seleção simplificada será feita por meio de análise curricular, de caráter classificatório e eliminatório. O resultado preliminar sairá em 8 de junho.

O resultado final sairá no dia 11 do mesmo mês. A contratação terá validade de 6 meses, podendo ser prorrogada por até dois anos.

Balanço

Desde o início da pandemia, o governo informou ter chamado 9.773 profissionais, entre concursados, aprovados em seleções e recrutamentos.

Ao todo, foram chamados 3.003 aprovados em concurso público para serviços da SES-PE e Complexo Hospitalar da Universidade de Pernambuco (UPE) e 4.901 por meio de seleções públicas simplificadas para a SES-PE, Complexo Hospitalar da UPE, Lacen e Vigilância Epidemiológica Hospitalar.

O estado também chamou 1.869 profissionais que estavam atuando em ambulatórios, nas situações eletivas, e passaram para a linha de frente ou para atendimento no aplicativo Atende em Casa.

Hospitais

Nesta sexta, o estado também anunciou a entrega de três hospitais de campanha que estão erguidos em Caruaru, no Agreste, além de Serra Talhada e Petrolina, no Sertão. As unidades vão começar a operar em junho.

O investimento é de mais de R$ 4 milhões. Com isso, serão oferecidos 301 novos leitos. Além disso, mais 38 UTIs também serão entregues em municípios da Zona da Mata, Agreste e Sertão.

Em Caruaru, segundo o estado, serão instalados 104 leitos, sendo 76 de enfermaria, 26 semi-intensivos e dois de estabilização.

A unidade de Serra Talhada terá 95 leitos (72 de enfermaria, 22 semi-intensivos e um leito para estabilização). O Hospital de Campanha de Petrolina terá capacidade para 102 leitos (74 de enfermaria, 26 de tratamento semi-intensivo e duas vagas para estabilização).

"Serão entregues nos próximos dias, 38 leitos de UTIs nas cidades de Vitória de Santo Antão, Garanhuns, Caruaru, Serra Talhada e Goiana", informou o estado, no boletim desta sexta.

De acordo com o governo,foram abertos 421 leitos dedicados exclusivamente a pacientes com a covid-19, em 13 cidades polo do interior, sendo 139 de UTIs e 282 de enfermaria.

As UTIs estão distribuídas em hospitais de Palmares, Limoeiro, Goiana, Caruaru, Garanhuns, Arcoverde, Salgueiro, Araripina e Petrolina.

Por G1 PE

Justiça Federal decreta quebra dos sigilos fiscal e bancário do secretário Jailson Correia e de outros servidores da Prefeitura do Recife

Jailson Correia, secretário municipal de Saúde - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM

A juíza da 36ª Vara Federal, Carolina Souza Matos, decretou a quebra do sigilo bancário pelo Banco Central e fiscal pela Receita Federal do secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia, e de outros gestores da Prefeitura do Recife, além dos integrantes e das empresas da ‘Família Freire’, envolvidos no suposto contrato fraudulento dos respiradores da Juvanete Barreto Freire e da Bioex Equipamentos Médicos Odontológicos. No total são 16 pessoas e empresas que terão seus sigilos quebrados do período de 1º de janeiro de 2018 até o dia 18 de maio de 2020. A quebra do sigilo foi solicitada pelo Ministério Público Federal, que integra junto com a Polícia Federal (PF) e a Controladoria-Geral da União (CGU) uma investigação sobre o caso dos respiradores, batizada de operação Apneia.

Com a determinação judicial de quebra do sigilo fiscal, o MPF e a PF poderão ter acesso a todas as informações das pessoas físicas e jurídicas investigadas nas bases de dados da Receita Federal e das Secretarias das Fazendas de Estados e Municípios entre 2018 e 2020. Isso inclui declarações de imposto de renda, notas fiscais de mercadorias e serviços, além de dados de importações de mercadorias. Já a quebra do sigilo bancário permitirá o acesso a todas as contas de depósitos, poupança, investimentos e outros bens.

Do lado da PCR, além do secretário Jailson Correia também figuram na lista dos que tiveram o sigilo quebrado servidores que participaram de alguma forma do negócio com a Juvanete Barreto Freire, seja na contratação, na rescisão ou no pagamento. Todos os que terão suas movimentações investigadas fazem parte da Secretaria de Saúde do Recife, como a gerente de Monitoramento de Infraestrutura, Mariah Simões da Mota Loureiro Amorim Bravo, o gerente de Projetos Especiais, Paulo Henrique Mota Matoso, o diretor executivo de Administração e Finanças, Felipe Soares Bittencourt e a Gerente Geral de Finanças, Fernanda Emanuelle Arantes Castro da Silva.

A ‘Família Freire’ também teve a quebra dos sigilos autorizada: Juvanete Barreto Freire, Juarez Freire da Silva, Leonardo e Rodrigo Barreto Freire, além das várias empresas do grupo familiar, como Bioex, Cirúrgica Brasmed, Empresa Brasileira de Produtos Cirúrgicos e outras.

Por Jornal do Commercio

Secretário pede cautela aos familiares de presos em Pernambuco


Em razão da pandemia do novo coronavírus que assola todo o mundo, as visitas ao sistema prisional de Pernambuco foram suspensas desde o último dia 20 de março. Devido à fácil disseminação do vírus, especialmente em locais com grandes concentrações de pessoas, ainda não há uma data prevista para a retomada das visitas de familiares às pessoas privadas de liberdade no estado.

Secretário de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco, Pedro Eurico faz um alerta a este público para que acatem a medida como forma de protegerem a si e aos seus próprios entes. “Entendemos a dificuldade de estar distante daqueles que compõem nosso seio familiar, mas é preciso que todos entendam a importância desse distanciamento neste momento” esclarece o secretário.

“Compreendam que a medida vem surtindo efeito positivo, tanto que poucos casos foram registrados nas nossas unidades prisionais até o momento. Para que possamos retomar as visitas com segurança, precisamos manter por mais um período as decisões impostas agora” acrescenta Eurico.

PREVENÇÃO - Desde o início da pandemia do novo coronavírus, a Seres vem promovendo diversas medidas de enfrentamento para evitar a disseminação da Covid-19, como a rigorosa higienização das sacolas e produtos levados pelos familiares aos presos, suspensão de visitas por tempo indeterminado em todas as unidades prisionais, confecção de máscaras nas unidades para uso interno, suspensão das saídas temporárias dos presos do regime semiaberto e uso obrigatório de máscaras pelos policiais penais e PPLs.

Por: Assessoria de Imprensa da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos

É HOJE! 'Associação dos Amigos de Tacaratu' faz campanha solidária de doação de alimentos; colabore!




Boa DIA amigos de Tacaratu!

Fazemos parte da "Associação dos Amigos de Tacaratu" A qual estamos em parceria com a paróquia fazendo arrecadação de donativos para campanha solidária de doação de alimentos ou itens de higiene.

Colabore você também. Dirija-se à secretaria da paróquia até as 12h e faça sua doação para amenizar os agravos sociais desse período de pandemia.

Blog de Assis Ramalho
Por: Associação pró-Cidadania Tacartu Somos todos Nós

É HOJE! Diocese de Floresta (PE) promove neste sábado [30] Dia de Oração pelos Doentes e Profissionais de Saúde


A Diocese de Floresta, em Pernambuco, realiza neste sábado (30) o Dia Diocesano de Oração pelos Doentes e Profissionais de Saúde. A data especial tem o objetivo de fortalecer a Igreja Doméstica em cada núcleo familiar neste tempo de pandemia e ao mesmo tempo prestar homenagens aos que trabalham em hospitais, levando conforto e esperança também aos enfermos.
“Queremos unir os nossos corações a tantos doentes e dar voz aos seus medos e às suas orações. Queremos agradecer tantas pessoas que, neste tempo, arriscam a sua saúde e a sua vida para estar à disposição e socorrer quem precisa”, afirma o bispo de Floresta, dom Gabriel Marchesi.

Para vivenciar o Dia Diocesano de Oração pelos Doentes e Profissionais de Saúde, a Pastoral Litúrgica de Floresta preparou um subsídio para os fiéis. O roteiro, que teve a produção coordenada por dom Gabriel Marchesi, propõe preces para quatro momentos do dia: Oração do Despertar, Oração do Dia, Oração da Tarde e Oração da Noite.

“Queremos simplesmente rezar, mas para educar o nosso coração e a nossa alma a estar em comunhão com Aquele que veio no meio de nós, cheio de compaixão e de ternura. Queremos aprender Dele a não esquecer ninguém, nem agora no nosso isolamento nem depois, quando poderemos voltar a nos abraçar e seremos chamados a fazê-lo com sinceridade e verdadeiro compromisso de fraternidade”, explica dom Gabriel.

O coordenador de Pastoral da Diocese de Floresta, padre Gerson Bastos, acrescenta que o Dia Diocesano de Oração pelos Doentes e Profissionais de Saúde será um momento forte de evangelização e solidariedade. “A gente espera que ajude o nosso povo a colocar ainda mais a sua confiança em Deus, não deixando de criar esperança neste tempo tão difícil”, diz o sacerdote.

Por CNBB NE 2

Auxílio Emergencial: Caixa começa a liberar saques e transferências da 2ª parcela depositada em poupança digital


A Caixa Econômica Federal (CEF) começa a liberar a partir deste sábado (30) as transferências e os saques em dinheiro da segunda parcela do Auxílio Emergencial depositada em poupanças sociais digitais do banco.

As liberações vão seguir um cronograma ligado ao mês de nascimento do trabalhador. Os primeiros a receber serão 2,6 milhões de beneficiários nascidos em janeiro. Até a data de liberação, os recursos já depositados nas poupanças podem ser usados apenas para pagamento de contas, de boletos e compras por meio do cartão de débito virtual.

Para os trabalhadores que receberam a primeira parcela do benefício em outra conta, os recursos depositados na poupança digital serão transferidos automaticamente também na data de liberação dos saques e transferências. Com isso, esses beneficiários terão que procurar os bancos em que têm conta caso queiram sacar o dinheiro.

Veja o calendário para liberação de saques e transferências da poupança social digital:


Para pagar o beneficio, a Caixa vai abrir 2.213 agências em todo o país das 8h às 12h para atendimento exclusivo do Auxílio Emergencial. A lista das agências pode ser verificada neste link.

Pagamentos

A Caixa concluiu esta semana os pagamentos da segunda parcela do Auxílio Emergencial para os beneficiários que receberam a primeira até 30 de abril. O calendário da terceira parcela, que estava prevista para maio, continua sem definição.

Um segundo grupo de aprovados recebeu a primeira parcela também esta semana - para estes, a data de pagamento da segunda não está confirmada mas, segundo o presidente da Caixa, o benefício deve ser liberado em um mês.

Até sexta-feira (29), ainda havia 10,6 milhões de pedidos de Auxílio Emergencial aguardando análise, segundo a Caixa. Não há previsão de quando essas pessoas irão receber o benefício.

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.

Veja calendário da 2ª parcela

Balanço

Até a sexta-feira, a Caixa Econômica Federal (CEF) já havia pagado R$ 76,6 bilhões em Auxílio Emergencial, para 58,6 milhões de beneficiários. Ao todo, foram 108,5 milhões de pagamentos, uma vez que muitos beneficiários já começaram a receber a segunda parcela de R$ 600.


Ainda segundo a Caixa, foram processados pela Dataprev 101,2 milhões de cadastros, dos quais 59 milhões foram considerados elegíveis - destes, 19,2 milhões de beneficiários do Bolsa Família, 10,5 milhões do Cadastro Único e 29,3 milhões de trabalhadores que se inscreveram por meio do site e do aplicativo do programa.

Outros 5,2 milhões de cadastros feitos pelo app e site estão em reanálise, e 5,4 milhões ainda passam pela primeira análise.

PF diz ao STF que Bolsonaro precisa depor e pede prorrogação do inquérito


Ao pedir um prazo maior para concluir o inquérito que apura uma possível interferência política de Jair Bolsonaro na Polícia Federal, a delegada Christine Machado afirmou que um dos próximos passos da investigação deveria ser tomar o depoimento do presidente da República. No pedido, encaminhado ao ministro do Suprmeo Tribunal Fedral (STF) Celso de Mello, nesta sexta-feira (29/5), a delegada federal afirma necessitar de mais 30 dias para concluir o inquérito.

O inquérito foi aberto a pedido do procurador-geral da República, Augusto Aras, depois que o ex-ministro da Justiça Sergio Moro acusou o presidente de pressionar para a troca de cargos-chave na PF por estar preocupado com familiares e amigos.

"O presidente me disse que queria ter uma pessoa do contato pessoal dele, que ele pudesse colher informações, relatórios de inteligência, seja diretor, superintendente, e realmente não é o papel da Polícia Federal prestar esse tipo de informação. As investigações têm de ser preservadas. Imagina se na Lava-Jato, um ministro ou então a presidente Dilma ou o ex-presidente (Lula) ficassem ligando para o superintendente em Curitiba para colher informações", disse Moro, ao comentar as pressões de Bolsonaro para a troca no comando da PF.

Duas versõesMoro já deu o seu depoimento, apresentando trocas de mensagens pelo celular com Bolsonaro como prova do que diz. Outra evidência analisada é a reunião ministerial de 22 de abril, na qual Bolsonaro teria dito que interferiria sim na Polícia Federal.

A fala de Bolsonaro gerou duas versões. Enquanto Moro diz que se trata da prova de interferência ilegal na corporação, Bolsonaro diz que tinha preocupação com a segurança de seus familiares. Um depoimento do presidente ajudaria a esclarecer qual das duas versões está correta.

Por Correio Braziliense

Michelle Bolsonaro apresenta o projeto "Arrecadação Solidária"


A primeira-dama Michelle Bolsonaro, em entrevista ao Jornal da Band, nesta sexta-feira (29/5), falou sobre voluntariado e sobre o projeto "Arrecadação solidária", o qual está à frente. Michelle recebeu a equipe no Palácio da Alvorada, em Brasília. 

A ideia surgiu, segundo a primeira-dama, neste momento de pandemia pelo novo coronavírus que o Brasil atravessa. "Nós ficamos muito preocupados com as pessoas mais vulneráveis, especialmente com os nossos idosos, as pessoas em situação de rua, famílias carentes que diminuíram suas rendas ou até perderam. Então, nós fizemos essa parceria com a Fundação do Banco do Brasil que fez toda a logística para que eles pudessem receber recursos", explicou.

Segundo a primeira-dama, o projeto já conseguiu ajudar 60 mil pessoas e a meta é poder atingir 200 mil.

Os benefiados recebem um cartão para ter autonomia sobre o valor recebido, comprando os produtos de maior necessidade ou comprando em pequenos mercados, por exemplo. Já para comunidades mais tradicionais, são entregues cestas básicas, com alimentos não perecíveis. Ao todo, 25 itens contemplam a cesta.

Voluntariado "latente"
Michelle contou que começou a fazer trabalho voluntário aos 14 anos, pela igreja. "Eu sei como que pra quem faz esse trabalho é enriquecedor e transformador. Você poder estender sua mão para quem mais precisa, é algo que sempre foi latente no meu coração", disse.

"O projeto veio para fomentar e fortalecer a cultura do voluntariado no Brasil. Muitas pessoas querem ajudar, mas não sabem como", lembra.

A primeira-dama lembrou também sobre seu angajamento com a linguagem de libras, que para ela, também é um ato de ajudar pessoas. "É mais do que um idioma, é um linguagem de amor. Eu aprendi para poder ajudar".

Além dos trabalhos voluntários
Aproveitando o momento no Palácio da Alvorada, atual casa de Michele e do presidente Bolsoanro, a primeira-dama fez questão de contar que era dona de casa e nunca gostou de se envolver com política. "Sair dos bastidores e ir para os holofotes não é muito fácil. Mas eu entendo que é o momento que Deus preparou pra gente. Pra gente poder dar voz e visibilidade para essas minorias. E, estamos fazendo o nosso trabalho".

"Continuo sendo dona de casa para gente nao perder nossa essência. A gente tem que tentar ter a sensação de que aqui ( no Alvorada ) também é nossa casa ,nosso lar.

Para encerrar a entrevista, Michelle Bolsonaro disse que o momento de pandemia pelo novo coronavíruas deve ser um momento de união. "Estamos unindo forças para atender os que mais precisam. Então é levando o alimento físico, atendendo as principais necessidades das pessoas, o alimento espiritual que é fundamental, como uma palavra de fé, de esperança de que esse momento vai passar", finalizou.

Por Correio Braziliense

Águas da Transposição do Rio São Francisco chegarão ao Ceará em junho


As obras físicas que garantem a passagem da água do Projeto de Integração do Rio São Francisco (Pisf) até o território cearense foram concluídas, segundo o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). O trecho finalizado vai garantir a interligação entre os reservatórios Milagres, em Verdejante (PE), e Jati, na cidade homônima no Ceará, que fazem parte do Eixo Norte do empreendimento.

Agora, para que as águas cheguem ao Ceará, basta que o processo de enchimento do reservatório Milagres, ainda em solo pernambucano, seja finalizado. Assim que estiver cheio, as águas do ‘Velho Chico’ atravessarão a divisa entre Pernambuco e Ceará. A expectativa é que a barragem de Jati comece a receber o recurso hídrico já no próximo mês de junho.

Em agosto, devem ser iniciados os testes de entrega de água do ‘Velho Chico’ ao Cinturão das Águas do Ceará (CAC), obra executada pelo governo estadual. Se tudo ocorrer bem, da barragem de Jati, as águas da Transposição seguem até o Açude Castanhão, pelo através do chamado “eixo emergencial”, de 53 quilômetros de extensão.

O recurso hídrico será transportado pelo CAC até o Riacho Seco, em Missão Velha, e de lá seguirá pelo Rio Salgado, onde deságua no Rio Jaguaribe. A expectativa é 4,5 milhões de pessoas sejam abastecidas na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Neste ano, o Governo Federal já aportou recursos que somam R$ 271,5 milhões nos dois Eixos do maior empreendimento hídrico do País. Ao todo, o Pisf está orçado em R$ 10,7 bilhões. “O acesso à água é um direito universal dos cidadãos. A conclusão desta etapa do Projeto São Francisco é mais um avanço para que o povo cearense possa ter a tranquilidade do acesso à água e mais oportunidades para o desenvolvimento”, destaca o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.

O MDR também informou que as obras necessárias para o avanço das águas do Rio São Francisco entre os reservatórios Jati, no Ceará, e o Caiçara, na Paraíba, também já estão concluídas. Isso permite que o recurso hídrico siga em direção ao estado paraibano e ao Rio Grande do Norte, testando as demais estruturas daquele trecho.

Por Diário do Nordeste

Aulas presenciais em escolas e faculdades de Pernambuco continuam suspensas até 30 de junho


Escola de Referência em Ensino Médio de Jatobá [Petrolândia]: Desde 18 de março que alunos de escolas e faculdades não têm aulas presenciais em Pernambuco, uma das medidas para conter o avanço da covid-19 - Foto: Assis Ramalho/BlogAR

Escolas, faculdades e universidades de Pernambuco, públicas e privadas, permanecerão sem aulas presenciais até o fim de junho por causa da pandemia do novo coronavírus. Decreto estadual que prevê o fechamento dos estabelecimentos de ensino, que expira domingo (31), vai ser renovado, garantiu o secretário estadual de Educação, Fred Amancio.

Ele confirmou a informação na fim da tarde desta sexta-feira (29), ao vivo, em entrevista no Programa Balanço de Notícias, da Rádio Jornal. Fred disse que o novo texto será publicado pelo governo neste fim de semana. Somente na educação básica, Pernambuco tem mais de um milhão de alunos (580 mil na rede estadual, 400 mil nas escolas privadas e 94 mil apenas na rede municipal de Recife). As unidades de ensino estão sem aulas desde 18 de março.

"Ao longo deste fim de semana o governador Paulo Câmara vai publicar um novo decreto, que não trata exclusivamente da educação, tem uma série de outras atividades envolvidas. Em paralelo, há todo um trabalho de planejamento da retomada das atividades", disse Fred. "Em junho continuaremos sem aulas presenciais no Estado. Não há ainda uma data para retorno das aulas fisicamente, pelo menos na educação básica", complementou.
ANO LETIVO

Esta semana, o professor Gauss Cordeiro, do Departamento de Estatística da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), disse, em entrevista à repórter Cinthya Leite, acreditar que as escolas não deverão retomar as aulas este ano por causa da pandemia da covid-19.

Questionado se o ano letivo está perdido, Fred Amancio acha que não. "É claro que vamos ter que adotar estratégias diferentes pois é um ano com prejuízos para as atividades escolares. Não só do ponto de vista de aprendizagem como do aspecto emocional. Mas é muito importante manter o vínculo dos alunos com a escola", destacou o secretário de Educação.

"Está havendo um esforço enorme, de todas as redes, para manter as aulas. Em hipótese alguma podemos abandonar o ano letivo. Se não conseguir dar todo o conteúdo este ano, completa em 2021. Mas como compromisso de sociedade, devemos fazer o máximo para não perder o ano", comentou.

EDUCA PE

Na próxima segunda-feira (1º) alunos e professores da rede estadual voltam à rotina de aulas remotas, após duas semanas de recesso escolar. O programa Educa-PE, que transmite aulas online pelo YouTube e na TV aberta (TVs Pernambuco, Alepe, Nova Nordeste e Universitária) passará também a ser transmitido pelo Facebook, a pedido dos estudantes, segundo Fred Amancio.

Outra novidade é a mudança na grade de horários e na quantidade de aulas. As aulas do 9º ano do ensino fundamental passam a ser exibidas a partir das 13h (antes eram de manhã). Em seguida permanecem as aulas do ensino médio.

Mais uma alteração: as aulas de 50 minutos serão divididas em duas de 25, contemplando dois componentes curriculares. Foi uma forma de dinamizar mais as aulas, explica o secretário. Professores passarão por cursos de formação.

A Secretaria de Educação anunciou ainda o portal Educa-PE, onde os estudantes terão acesso a links das aulas não presenciais. A plataforma disponibilizará também atividades complementares aliadas aos conteúdos propostos pelos professores.

Por Jornal do Commercio

Prefeitura de Jatobá divulga Boletim Coronavírus de sexta-feira 29/05 - não houve alterações relativo ao dia de quinta


Boletim Coronavírus sexta-feira 29/05. Secretaria Municipal de Saúde de Jatobá informa que não houve alterações relativo ao dia de quinta-feira (28). #jatoba #prefeituradejatoba #boletimcoronavírus #covid_19 #combateaocororavírus #coronavirus.

Prefeitura Municipal de Itaparica

Ministério da Saúde prorroga campanha de vacinação contra gripe


O Ministério da Saúde anunciou hoje (29) a prorrogação da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe até o dia 30 de junho. A campanha teve três fases, sendo que a terceira fase (dividida em duas etapas) iria até o dia 5 de junho. Porém, o baixo índice de vacinação de grupos prioritários motivou a prorrogação da campanha.

Os grupos prioritários da terceira fase são formados por pessoas com deficiência, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, professores e pessoas de 55 a 59 anos de idade. De 77,7 milhões de pessoas que fazem parte desse público, apenas 63,53% receberam a vacina. O Ministério da Saúde espera, com a prorrogação, alcançar mais 28,3 milhões de pessoas.


A vacina contra influenza não tem eficácia contra o novo coronavírus, porém, neste momento, ajuda os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para a covid-19, já que os sintomas são parecidos. E, ainda, ajuda a reduzir a procura por serviços de saúde, já bastante demandados por conta da epidemia do novo coronavírus.

Até o momento, 74,9 milhões de doses da vacina já foram distribuídas aos estados para garantir a imunização do público-alvo da campanha. Os professores, parte do grupo prioritário, devem apresentar o crachá funcional para comprovar o vínculo com alguma instituição de ensino.

Por Agência Brasil

Jatobá: Secretaria Municipal de Saúde realiza capacitação sobre o novo Coronavírus e o uso adequado de Epis´s


A Secretaria Municipal de Saúde realizou na manhã da segunda-feira (25) no Hospital Municipal, uma capacitação com os profissionais de saúde do município, sobre o Coronavírus e o uso correto de EPI´S.
O evento foi coordenado pelo cirurgião vascular Dr. Iran Gama, e contou com a presença da Secretária de Saúde Amanda Campos, Coordenadoras Epidemiológicas, Médicos, Enfermeiras, Auxiliar de Serviços Gerais, Motoristas de Ambulâncias e profissionais da saúde do SESAI (Saúde Indígena).

O objetivo da ação foi promover e fornecer recomendações referentes ao novo protocolo de Manejo de Corpos no contexto do novo Coronavírus COVID-19, publicado pelo Ministério da Saúde, e disponibilizar EPIs (Equipamento de Proteção Individual) específicos para esse procedimento, bem como orientar esses profissionais quanto ao uso correto dos equipamentos e os riscos a que estão expostos.

Durante a capacitação foram abordados vários temas relativos à pandemia do covid-19, bem como demonstração do uso adequado e descarte de alguns Epi´s.

Por Portal Jatobá
ASCOM PMJ

Brasil registra mais de mil mortes de novo e ultrapassa a Espanha; país chega a 27.878 óbitos e 465.166 casos confirmados de Covid-19, diz ministério


O Brasil se tornou o 5º país com mais mortos por coronavírus ao passar, nesta sexta-feira (29), a Espanha, segundo o levantamento do Ministério da Saúde. O balanço mais recente contou 27.878 mortos por coronavírus no país.

A Espanha registrou até o momento, segundo a universidade norte-americana Johns Hopkins, ao menos 27.121 mortes por complicações da Covid-19.

Os principais dados do Brasil são:

27.878 mortes, eram 26.754 na quinta-feira
Foram 1.124 registros de morte incluídos em 24 horas, 331 nos últimos 3 dias
465.166 casos confirmados, eram 438.238 na quinta-feira
Foram incluídos 26.928 casos em 24 horas
247.812 pacientes estão em acompanhamento (53,3%)

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, há 4.245 mortes em investigação.

O Brasil chegou a este patamar 73 dias depois de ter registrado sua primeira morte, são dez dias antes da Espanha que já completa seus 87 dias desde o mesmo marco inicial. Na segunda-feira (26), o governo espanhol retirou quase 2 mil mortes da sua contagem oficial para correção de duplicatas, após uma revisão dos dados já publicados.

O Brasil ultrapassou a Espanha enquanto ainda registra aumentos diários de mortos por Covid-19 próximos ao milhar. Este foi o 4º dia consecutivo que o Brasil teve mais de mil mortes por coronavírus registradas a cada dia, enquanto a Espanha teve apenas 2.

O número das vítimas nos hospitais espanhóis vêm diminuindo desde o dia 9 de abril, quando o país teve seu pico diário de mortes, com 961 registros em apenas 24 horas. O Brasil teve a mais alta contagem de mortos até então na quinta-feira (21) quando atingiu 1.188 registros em um dia.

A taxa para cada 100 mil habitantes aponta que o Brasil registra 13,3 mortes por 100 mil. Nesta comparação o país fica atrás da França (42,7), Estados Unidos (31,1), Itália (55), Reino Unido (57,3) e da Espanha (57,7).

Essa taxa mostra o efeito do vírus em países menos populosos, como a França (66,9 milhões), Reino Unido (66,6 milhões), Itália (60,3 milhões de habitantes) e Espanha (47 milhões), em comparação com os EUA (329,5 milhões) e Brasil (209,5 milhões).

Nestes países, o pico diário foi alcançado há mais tempo que no Brasil, e muitos já passam por um processo de desaceleração na contagem de mortos. Os Estados Unidos tiveram o maior registro (2.612) em 29 de abril, a França (1.417) em 7 de abril, o Reino Unido (1.172) em 29 de abril e a Itália (919) em 27 de março, segundo o levantamento da Universidade Johns Hopkins.

Por G1