sábado, 27 de fevereiro de 2021

Petrolândia inicia nesta segunda-feira (01) a vacinação dos idosos entre 80 e 84 anos de idade; Confira todos os locais de vacinação


Vacinação contra a COVID-19, FASE 02.

Petrolândia inicia nesta segunda-feira (01), a vacinação dos idosos entre 80 e 84 anos de idade.

Confira abaixo todos os locais de vacinação, horários e informações relevantes, através deste informativo.




Redação do Blog de Assis Ramalho
Informação/Prefeitura de Petrolândia



 


Vídeo! Bolsonaro diz que governador que ‘fechar seu Estado’ bancará auxílio emergencial



Em meio ao aumento dos números da pandemia da covid-19 no País, o presidente Jair Bolsonaro disse  que o governador que adotar medidas de restrição por conta da crise sanitária deverá bancar novas rodadas do auxílio emergencial. A fala ocorre no momento em que governantes locais estudam e adotam medidas de fechamento para combater a disseminação do vírus, que matou mais de 251 mil brasileiros desde o início da pandemia. Veja vídeo abaixo



“O auxílio emergencial vem por mais alguns meses e daqui para frente o governador que fechar seu Estado, o governador que destrói emprego, ele é que deve bancar o auxílio emergencial. Não pode continuar fazendo política e jogar para o colo do presidente da República essa responsabilidade”, declarou Bolsonaro durante visita às obras de duplicação da BR-222, em Caucaia (CE).

Durante live semanal nesta quinta, 25, Bolsonaro disse que a proposta estudada pelo governo é pagar o auxílio a partir de março, por quatro meses e no valor de R$ 250. O pagamento da nova rodada do benefício, segundo ele, é “para ver se a economia pega de vez, pega para valer”. Contrário a medidas de restrição e incomodado com a pressão em cima do governo federal, Bolsonaro tem sugerido que a população cobre de prefeitos e governadores o pagamento do auxílio.

Por ISTOÉ
Vídeo: Foco do Brasil

Petrolândia: É HOJE! Cantora Renata Hélly realiza live neste sábado a partir das 17h00; Inscreva-se já e participe!

 

A cantora Petrolandense Renata Hélly realiza live (Baú das Antigas) neste sábado, 27 de fevereiro de 2021, a partir das 17 horas.

Você ainda  pode se inscrever para participar. e assistir suas belas canções. 

YouTube RENATA HÉLLY OFICIAL

'' Hoje é dia da gente matar a saudade curtindo os sucessos do baú das antigas e alguns lançamentos! Então se inscreve ativa as notificações! nosso encontro de carnaval não teve mais se prepara que hoje é show!'' 

Renata Helly

Da Redação do Blog de Assis Ramalho

Cem anos de Zé Dantas, o 'Dotô' da música nordestina

Zé Dantas e Luiz Gonzaga - Foto: Cortesia/Acervo da família

Quiçá o mandacaru ‘fulorasse’ na seca o tanto quanto o “Xote das Meninas” segue reverberando em centenas de interpretações País afora, mais de seis décadas depois de sua criação pelo pernambucano de Carnaíba, no Pajeú, Zé Dantas. Se vivo estivesse (1921-1962), como poeta e compositor desta e de outras tantas canções, ele estaria triunfante.

Neste sábado, 27, na celebração do seu centenário de vida, a trilha sonora aflora para rememorar os ares da identidade nordestina desde sempre pensada por ele e vociferada, principalmente, por outro ‘caba da peste’ protagonista da cultura popular do Sertão, Luiz Gonzaga.

Com “Vem Morena”, na distante década de 1950, foi dado o pontapé para as bonitezas que viriam a seguir nesta parceria entre um futuro Rei do Baião – até então Luiz Gonzaga não ostentava o “título” – e o folclorista do Sertão do Pajeú, o doutor da Medicina e das manifestações culturais do Nordeste, Zé Dantas que, com a mesma afinidade do cearense Humberto Teixeira (1915-1979), dono da “Asa Branca” (1947) ao lado do Velho Lua, musicou do baião ao xote as dores e alegrias das vivências do sertanejo e saudou também suas próprias memórias no “Riacho do Navio” que corria pro Pajeú e ia despejar no São Francisco, “Pra ver o meu brejinho, fazer umas caçadas, ver as pegas de boi, andar nas vaquejadas, dormir ao som do chocalho e acordar com a passarada.

Zé Dantas e Luiz Gonzaga Crédito: Divulgação/Secult-PE


O cancioneiro de Zé Dantas e Luiz Gonzaga se funde, no encaixe perfeito que ganharia a partir da parceria entre ambos a popularidade que segue irretocável até os dias atuais, talvez a mais grandiosa da música brasileira. Ora compondo sozinho, ora dando letras para serem musicadas pelo companheiro de Exu, seja como letrista ou músico, sua canções passeavam em meio a lirismos e versos acintosos, no contraponto dos que eram direcionados às calamidades do homem do Sertão.

“Nos anos de 53 e 54 houve uma seca da ‘mulesta’ no Sertão nordestino, o Brasil ficou cheio de arapucas. Ajuda teu irmão! Uma esmola pro flagelado nordestino, qualquer coisa serve: dinheiro, roupa ‘véia’, sapato ‘véio’, camisa ‘véia’, tudo serve! Eu e Zé Dantas protestamos e gritamos bem alto: Seu Dotô os nordestinos têm muita gratidão, pelo auxílio dos sulistas nesta seca do Sertão. Mas Dotô, uma esmola a um homem que é são, ou lhe mata de vergonha ou vicia o cidadão”, introduziu Seu Luiz, antes de cantar em um show a melancólica “Vozes da Seca” (1953).

Zé Dantas se foi cedo, aos 41 anos. Deixou viúva a companheira de vida Yolanda, falecida em 2017 aos 86 anos – cremada, teve as cinzas trazidas do Rio de Janeiro, onde morava, para o Cemitério de Santo Amaro, no Recife, onde está enterrado o poeta de Carnaíba.

Inspiração para o cancioneiro do marido, Dona Yolanda Dantas por vezes acompanhava ao piano as batidas em caixinhas de fósforo que o Doutor ritmava das letras escritas em papeis largados nos bolsos dos jalecos usados nos plantões como médico. “Vai, diz que o amor fumega no meu coração” – versos de “A Letra I” (1953), composta para ela - talvez tenha sido uma delas, não se sabe.

A Letra I

Vai cartinha fechada
Não deixa ninguém te abrir
Aquela casa caiada
Donde mora a letra I

Existe como uma cacimba
Do rio que o verão secou
Meus zóio chorou tanta mágoa
Que hoje sem água
Me responde a dor

Vai cartinha fechada
Não deixa ninguém te abrir
Aquela casa caiada
Donde mora a letra I

Existe como uma cacimba
Do rio que o verão secou
Meus zóio chorou tanta mágoa
Que hoje sem água
Me responde a dor

Vai diz que o amor
Fumega no meu coração
Tal qual a fogueira
Das noites de São João
Que eu sofro por viver sem ela
Tando longe dela
Só sei reclamar

Oi vivo como um passarinho
Que longe do ninho
Só pensa em voltar

Vai cartinha fechada
Não deixa ninguém te abrir
Aquela casa caiada
Donde mora a letra I

Existe como uma cacimba
Do rio que o verão secou
Meus zóio chorou tanta mágoa
Que hoje sem água
Me responde a dor

Vai cartinha fechada
Não deixa ninguém te abrir
Aquela casa caiada
Donde mora a letra I

Existe como uma cacimba
Do rio que o verão secou
Meus zóio chorou tanta mágoa
Que hoje sem água
Me responde a dor

Vai diz que o amor
Fumega no meu coração
Tal qual a fogueira
Das noites de São João
Que eu sofro por viver sem ela
Tando longe dela
Só sei reclamar

Oi vivo como um passarinho
Que longe do ninho
Só pensa em voltar

Seja com “A Volta da Asa Branca”, “Forró de Mané Vito”, “Sabiá” e “Cintura Fina”, entre outras tantas compartilhadas (ou não) com Gonzaga, Zé Dantas segue vivo, grandioso e incontestável. Em data centenária e dentro da dimensão que cabe à sua obra, ao aniversariante do dia resta a memória nostálgica das idas “Noites Brasileiras”, sob o embalo de um “Ai que saudades que eu sinto, das noites de São João, das noites tão brasileiras sob o luar do Sertão (...) Eita, saudoso Sertão, ai, ai”.

Por Germana Macambira
Folha de Pernambuco

Boletim deste sábado (27/02/2021): Pernambuco registra 1.455 novos casos da Covid-19 e 29 mortes

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta sábado (27), 1.455 casos da Covid-19. Entre os novos infectados, 62 (4%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.393 (96%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 298.859 casos confirmados da doença, sendo 32.430 graves e 266.429 leves.

Também foram confirmados 29 óbitos, ocorridos entre os dias 1º de setembro de 2020 e 26 de fevereiro de 2021. Com isso, o Estado totaliza 10.974 mortes pela Covid-19. Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.

ERRATA - A Secretaria de Saúde de Pernambuco retifica o número de pessoas vacinadas divulgados na última sexta-feira (26.02). A quantidade correta de trabalhadores da saúde que já foram imunizados é de 233.335 e não de 283.607 como foi divulgado no boletim epidemiológico de ontem. Por conta disso, o número total de pernambucanos imunizados até a última sexta no Estado é de 390.880. O número de doses aplicadas até este sábado ainda será atualizada ao longo do dia.

Por Folha de Pernambuco

No auge da crise, Congresso debate prisão de deputados e atrasa auxílio


O mês de fevereiro deu sinais de que o Brasil está no pior momento da pandemia, com recorde de mortes por covid-19 (1.582 registradas no dia 25), recorde de desempregados (13,4 milhões), lentidão na vacinação, sobrecarga no sistema de saúde e novos decretos de lockdown. Ainda assim, março começará sem auxílio emergencial, sem programa de preservação de empregos e sem um Orçamento público aprovado

Apesar da urgência desses assuntos, o Congresso não entrou em consenso sobre nenhum deles. Alguns nem sequer têm uma proposta formal em discussão. Nos últimos dias, a Câmara dos Deputados dedicou a maior parte das sessões para debater a prisão do parlamentar Daniel da Silveira (PSL-RJ) e uma proposta pautada às pressas que dificulta a prisão de deputados e senadores —apelidada de PEC (Proposta de Emenda à Constituição) da impunidade.

O Senado tem nas mãos a PEC Emergencial. Ela é a grande aposta do governo para destravar um novo auxílio emergencial e, na mesma tacada, cortar gastos públicos. O texto estava na pauta de quinta-feira (25), mas foi adiado para a próxima semana. A proposta é extensa, tem pontos controversos como o fim do piso de gastos com saúde e educação e ainda precisa passar pela Câmara. Ninguém aposta em uma aprovação rápida

Governo sinaliza avanço com pautas não-emergenciais

Com a PEC Emergencial empacada, o governo tenta dar sinais de que sua pauta econômica vai bem, mas investe em projetos que não resolvem os problemas econômicos e sociais mais imediatos da pandemia.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) enviou nesta semana uma MP (Medida Provisória) de privatização da Eletrobras e um projeto de lei para privatizar os Correios.

Bolsonaro também sancionou a autonomia do Banco Central, lei votada em regime de urgência no início do mês, logo após o governo emplacar aliados na eleição para presidente da Câmara (Arthur Lira, PP-AL) e do Senado (Rodrigo Pacheco, DEM-MG).

Auxílio emergencial em março? Na quinta-feira, 25, o presidente Bolsonaro afirmou que um novo auxílio emergencial será pago a partir de março. Seriam quatro parcelas de R$ 250.

Ainda não foi enviada uma medida concreta que detalhe os critérios para ter direito, nem as datas de pagamento.

Ainda não foi enviada uma medida concreta que detalhe os critérios para ter direito, nem as datas de pagamento. O governo pretendia viabilizar o auxílio dentro da PEC Emergencial, que traria algum alívio aos cofres públicos por meio de corte de despesas. Além disso, o texto (se aprovado) deixa claro que o governo pode aumentar a dívida pública para pagar o auxílio..

Se a PEC não passar, o governo até pode encaminhar uma medida que recrie o auxílio emergencial, mas corre risco de descumprir regras fiscais (o que daria margem a um impeachment). Isso porque terminou em 31 de dezembro a autorização do Congresso para o governo emitir dívida e bancar despesas da pandemia fora do teto de gastos..

Orçamento mais atrasado desde 2015

O Ploa (Projeto de Lei Orçamentária Anual) deveria ter sido aprovado em dezembro, mas está até hoje em discussão. É ele que detalha onde e como o dinheiro da União será gasto em 2021. Não é raro que o Congresso comece um ano sem Orçamento aprovado, mas o atraso atual já é o maior desde 2015, quando foi publicado em 22 de abril.

Sem a lei, o governo tem a autorização para gastar a cada mês uma parcela do Orçamento previsto na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias). Mas essa situação provisória impede a execução de diversos gastos e ameaça paralisar alguns setores já em abril, como repasses para a educação.

A falta de uma lei orçamentária também é um obstáculo para o governo ampliar o número de famílias que recebem o Bolsa Família. Atualmente, há cerca de 14,2 milhões de famílias no programa, e mais de 1 milhão de famílias têm direito ao benefício mas aguardam na fila de espera.

De acordo com calendário divulgado pela Comissão Mista do Orçamento, o Congresso planeja votar o tema até 24 de março.

Câmara e Senado não comentaram o atraso na avaliação das propostas de Orçamento e auxílio emergencial até a publicação desta reportagem.

Por UOL

Paulo Câmara sanciona lei que institui auxílio financeiro para artistas e grupos carnavalescos


O governador Paulo Câmara sancionou, nesta sexta-feira (26.02), a Lei n° 17.165/2021, que institui o Auxílio Emergencial Ciclo Carnavalesco de Pernambuco aos artistas e agremiações impedidos de promover suas atividades durante o período momescos, por conta da pandemia da Covid-19. Criado com recursos do Tesouro Estadual, os R$ 3 milhões serão destinados aos fazedores de cultura, e distribuídos entre um mínimo de R$ 3 mil e um máximo de R$ 15 mil, pagos em parcela única.

“Essa contribuição foi concebida para ajudar as pessoas responsáveis pela tradição cultural do nosso Carnaval, e que não puderam trabalhar este ano. Quero aproveitar para, mais uma vez, agradecer o empenho dos deputados e deputadas, por terem discutido e votado em regime de urgência o projeto, cientes na sua imensa importância”, afirmou Paulo Câmara.

A Lei vai contemplar pelo menos 450 artistas e grupos ligados estritamente ao ciclo carnavalesco, entre pessoas físicas (cantores e cantoras), orquestras, blocos, troças, maracatus, tribos, caboclinhos, clubes de máscaras, cirandas, afoxés, ursos, escolas de samba, blocos líricos, clube de alegorias, clube de bonecos e outras manifestações ligadas à tradição do Carnaval.

O secretário estadual de Cultura, Gilberto Freyre Neto, informou que na próxima semana o edital para inscrição de candidatos ao auxílio emergencial já estará disponível. “Provavelmente na próxima sexta-feira (05.03) teremos o regramento estabelecido, a partir do lançamento de um edital, para que esses grupos culturais possam se cadastrar e efetivamente participar da distribuição desses recursos”, ressaltou.

Para ter direito ao auxílio, os interessados deverão comprovar domicílio no Estado e ter participado, pelo menos uma única vez, da programação do Carnaval de Pernambuco dos últimos três anos (2018, 2019 e 2020). Além disso, a solicitação também deverá se enquadrar nas categorias Cultura Popular, Dança ou Música. O solicitante, seja grupo ou artista solo, deve desenvolver seu trabalho artístico incorporando elementos das tradições carnavalescas.

As solicitações serão analisadas por uma comissão de avaliação formada por representantes da sociedade civil – por meio do Conselho Estadual de Política Cultura – e por integrantes das secretarias estaduais de Cultura e de Turismo, da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) e da Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur).

De acordo com o secretário de Turismo e Lazer, Rodrigo Novaes, o auxílio chega em um momento decisivo para salvaguardar manifestações e grupos que perderam sua renda. “Essa lei vai dar um suporte aos artistas pernambucanos, diminuindo os efeitos negativos da não realização do Carnaval”, frisou. Além de Novaes e Freyre, o presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto, também participou da solenidade de sanção da lei.

Por Assessoria do Governo de Pernambuco

Banco do Nordeste planeja parceria de desenvolvimento com a Prefeitura de Tacaratu-PE


O Banco do Nordeste realizou reunião institucional nesta quarta-feira, (24/02), com o Prefeito Washington Angelo de Araujo, do município de Tacaratu, situado no Sertão de Itaparica em Pernambuco.

Na visita ao BNB, o Prefeito Washington, conheceu os principais produtos e serviços e as linhas de crédito para investimentos produtivos, no âmbito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, com destaques aos programas de Microfinanças, Programa AGROAMIGO, voltado para o segmento rural e Programa CREDIAMIGO, voltado para o segmento urbano.


O Programa Agroamigo foi criado em 2005 como o Programa de Microfinança Rural do Banco do Nordeste, com o objetivo principal de financiar crédito para a área rural, adotando metodologia própria de atendimento e se propondo a melhorar o perfil social e econômico do Agricultor familiar.

No município de Tacaratu, nos últimos dois anos, 2019/20 o programa atendeu 1.700 mil clientes e investiu R$ 8.091.369,00 Milhões, oferecendo ao produtor rural os juros mais baixos do mercado, crédito orientado e acompanhado, carência e prazos condizentes com as atividades financiadas. O Programa Agroamigo, possibilita ao agricultor a inclusão financeira, empregos e ocupação no campo, aumento da renda familiar e a melhoria na qualidade de vida da população rural.

O Programa CrediAmigo é o maior Programa de Microcrédito Produtivo Orientado da América do Sul, que facilita o acesso ao crédito a milhares de empreendedores pertencentes aos setores informal ou formal da economia (microempresas, enquadradas como Microempreendedor Individual, Empresário Individual, autônomo ou Sociedade Empresária).

O CrediAmigo, atualmente atende 559 clientes no município de Tacaratu - PE, com uma carteira ativa em investimentos de R$ 1.790.629,82 Milhão aplicados. Para 2021 a projeção de crescer 300 clientes e injetar na economia local mais de 4,0 Milhões em operações de Microcrédito. Isso significa geração de emprego e renda, desenvolvimento para o município, e região do Sertão de Itaparica.

Para o Prefeito de Tacaratu Washington Angelo, a visita evidenciou o protagonismo do Banco do Nordeste no fomento às atividades econômicas locais, especialmente, à agropecuária e o artesanato do Distrito de Caraibeiras. Ressaltou que o Banco do Nordeste está em sintonia com as políticas de desenvolvimento do Governo Federal e que o município de Tacaratu, vai continuar ampliando novas parcerias.

Na ocasião, o gestor municipal anunciou a implantação da "Casa da Cidadania", uma parceria com o INCRA que vai ampliar e facilitar o acesso de atendimento do agricultor para com o Banco.

Na pauta, o Agente de Desenvolvimento do Banco do Nordeste, Adelmo Azevedo e Gerente Geral, Raimundo Neto, destacaram os principais assuntos:

*PRODETER – BNB e Programa da Rota do Cordeiro, (Ovinocaprinocultura);

*Indicação de representantes do setor público para compor o Comitê Gestor;

*Captação de Recursos Públicos – SICONV/PLATAFORMA + BRASIL, via Banco do Nordeste;

*Parceria aos programas de Microfinanças, AgroAmigo e CrediAmigo;

*Parcerias Prefeitura/INCRA/SEBRAE/BNB.

Participação:
Prefeito, Washington Angelo de Araujo
Gerente Geral da Agência de Floresta, Raimundo Moreira de Almeida Neto
Agente de Desenvolvimento, Adelmo de Souza Azevedo


Blog de Assis Ramalho
Com informações e fotos: AD Adelmo Azevedo/BNB.

Floresta-PE: COVID-19: Vigilância Sanitária e Polícia Militar realizam ação educativa sobre novo decreto do Governo do Estado




A Vigilância Sanitária de Floresta, apoiada pela Polícia Militar, realizou, na noite de ontem (26), ação educativa para os comerciantes de bares, restaurantes, lanchonetes, conveniências, e estabelecimentos que funcionam no horário noturno, sobre o novo decreto anunciado pelo Governo do Estado.

O Governo Municipal levou orientações sobre as novas medidas restritivas para frear o avanço do novo coronavírus no Estado. A partir da noite deste sábado, 27/02, até 10 de março, estará proibida qualquer atividade não essencial, entre 22h e 5h. Para que haja a garantia das medidas, os agentes da Vigilância Sanitária e a Polícia Militar farão a fiscalização pelo período determinado.

Blog de Assis Ramalho
Por Assessoria da Prefeitura de Floresta-PE


Petrolândia: Lanchonete BOM SABOR será inaugurada neste sábado às 17h, na praça de alimentação


Mais um espaço comercial vai abrir as portas em Petrolândia. Será inaugurada neste sábado, 27 de fevereiro de 2021, a lanchonete BOM SABOR oferecendo um espaço diferenciado para satisfazer o cliente e deixa-lo bem confortável
.
Com ingredientes selecionados, amor no preparo, rapidez no atendimento e ótimos preços, a Lanchonete BOM SABOR também serve sucos e refrigerantes.

A Lanchonete BOM SABOR fica localizada na praça de alimentação - quiosque 08,  no centro da cidade.  Aceita cartões!

Excepcionalmente hoje, dia da inauguração, a lanchonete Bom Sabor servirá aos seus clientes um caldinho de costela grátis

PARTICIPE....COMPAREÇA.... LEVE SUA FAMILIA...

Lanchonete Bom Sabor
Organização: Jéssica e família
Cel. (87) 9. 9802-6759

Redação do Blog de Assis Ramalho
Informação: Jéssica



Governo do RS solicita mudança, e CBF confirma Grêmio x Palmeiras às 21h deste domingo (28/02)




A CBF remarcou o horário do primeiro jogo da final da Copa do Brasil, entre Grêmio e Palmeiras, neste domingo (28). Em decorrência do colapso na rede de saúde, o Governo do Rio Grande do Sul pediu para a partida ser remarcada para as 21h (horário de Brasília). CBF e Globo articularam a confirmação dentro da grade da emissora, que previa o jogo às 16h.

Na visão dos políticos gaúchos, um jogo ao longo da tarde facilitaria a aglomeração em bares e restaurantes onde torcedores acompanhariam a partida pela TV. Com a mudança para 21h e um toque de recolher imposto a partir de 20h, o Governo acredita que a população assistiria o duelo em casa..

O Governo do Rio Grande do Sul havia tentado adiar o pontapé inicial para 20h ou 20h30 (de Brasília) ao longo da semana, mas recebeu resposta informal negativa. Com argumento da grade de TV aberta. Com outra solicitação e uma ameaça de decreto proibindo a realização do jogo, o pedido ganhou força.

CBF, Palmeiras e Grêmio toparam a alteração. O Governo queria que o jogo acontecesse às 20h, mas a escolha das 21h se deu após conversas com os clubes, as respectivas federações, além da emissora.

A Globo ainda tentou argumentar para colocar o jogo às 19h, antes de Fantástico (21h) e Big Brother Brasil (23h). O pedido não obteve o sucesso.

O sistema de saúde do Rio Grande do Sul entrou em colapso ao longo da semana, com recorde de internações em leitos de UTI destinados para covid-19. O Palácio Piratini, na quinta, encerrou sistema de cogestão com municípios e impôs bandeira preta, escala mais radical do distanciamento social, em todo o território gaúcho.... - 

Jeremias Wernek, Caio Blois e Pedro Ivo Almeida
Do UOL, em Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo

Aneel mantém tarifa de bandeira amarela para março



A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou que a bandeira tarifária permanecerá amarela no mês de março. Dessa forma, o consumidor pagará R$1,343 para cada 100kWh utilizados. 

Em nota, a agência explicou que os reservatórios das hidrelétricas estão com volume reduzido, embora tenham ocorrido chuvas recentes nas bacias do Sistema Interligado Nacional (SIN). O valor extra das bandeiras é usado para custear o acionamento das usinas termelétricas, que custam mais para gerar energia.

Criado pela Aneel, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o bom uso da energia elétrica. O cálculo para acionamento das bandeiras tarifárias leva em conta, principalmente, dois fatores: o risco hidrológico (GSF, na sigla em inglês) e o preço da energia (PLD).

As bandeiras tarifárias funcionam da seguinte maneira. As cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração, sendo a bandeira vermelha a que tem um custo maior e a verde, o menor.

A agência recomenda que, diante da cobrança da tarifa amarela, os consumidores façam uso consciente dos aparelhos elétricos e evitem o desperdício de energia.

Por Agência Brasil

Já ministro, Moro consultou Lava Jato sobre acordos internacionais

O ex-ministro da Justiça Sergio MoroNo início de fevereiro, o STF autorizou o compartilhamento de mensagens da Operação Spoofing com a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). As mensagens são citadas por Lula como argumento para que Moro seja declarado suspeito para julgá-lo e, assim, a sua condenação seja anulada.

O ex-juiz Sergio Moro manteve elo com a força-tarefa da Lava Jato quando já era ministro da Justiça do governo de Jair Bolsonaro. É o que revelam diálogos obtidos com exclusividade pela CNN a partir do Telegram no grupo “Filhos de Januário”, formado por integrantes da força-tarefa.

Em 20 de janeiro de 2019, Moro informou o então coordenador da força-tarefa em Curitiba, Deltan Dallagnol, que iria a Davos, para o Fórum Econômico Mundial, e pediu para o procurador listar países que não haviam fechado acordo de cooperação internacional para investigações.

“Estarei em Davos na semana, pode me dizer sucintamente com quais países ainda temos dificuldade com cooperação, Hong Kong por exemplo forneceu aquelas provas?” Você descobre e me passa por favor?”, diz a mensagem.

No dia seguinte, Deltan enviou a lista a Moro.

“1) Bahamas - extrema dificuldade 2) Espanha - A citação do Tacla ainda não ocorreu (estamos há mais de 2 anos tentando) 3) Hong Kong realmente finge que não entende nossas Coopins e fica perguntando um milhão de vezes a mesma coisa pra não cumprir 4) Grécia: sem resposta desde 2017 5) Reino Unido: dificulta muito por causa das questões do common law, mas foram prestativos no pedido FTLJ 152 (caso dos gregos), p. ex. 6) Ilhas Virgens Britânicas: dificuldade no cumprimento do pedido FTLJ 125/2017, sob justificativa de ausência de nexo causal entre as informações solicitadas e o crime investigado. Ocorre que a prova do nexo causal só pode ser produzida com a remessa da documentação bancária. Portanto eles exigem prova impossível para cumprir os pedidos.”

A CNN transcreve as mensagens nesta reportagem exatamente como foram redigidas no grupo do Telegram.

As conversas entre Moro e Dallagnol foram obtidas por um hacker e estão apreendidas pela Operação Spoofing, que investigou a invasão de dispositivos eletrônicos de autoridades e a prática de crimes cibernéticos.

No início de fevereiro, o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou o compartilhamento de mensagens da Operação Spoofing com a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

As mensagens são citadas por Lula como argumento para que Moro seja declarado suspeito para julgá-lo e, assim, a sua condenação seja anulada.

Defesas

Posição do ex-juiz e ex-ministro Sergio Moro:

"Sobre supostas mensagens eletrônicas divulgadas por decisão do Ministro Ricardo Lewandoswki, do STF:

I – As referidas mensagens, se verdadeiras, teriam sido obtidas por meios criminosos, por hackers, de celulares de Procuradores da República, sendo, portanto, de se lamentar a sua utilização para qualquer propósito, ignorando a origem ilícita;

II - Não reconheço a autenticidade das referidas mensagens, pois como já afirmei anteriormente não guardo mensagens de anos atrás;

III - Todos os processos julgados na Lava Jato foram decididos com correção e imparcialidade, tendo havido inclusive indeferimentos de vários pedidos da PF e do MPF e diversas absolvições (21% dos acusados foram absolvidos), com a grande maioria das condenações, inclusive do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mantidas pelas Cortes de Apelação e Tribunais Superiores;

IV – Nenhuma das supostas mensagens retrata fraude processual, incriminação indevida de algum inocente, antecipação de julgamento, qualquer ato ilegal ou reprovável ou mesmo conluio para incriminar alguém ou para qualquer finalidade ilegal;

V – Interações entre juízes, procuradores e advogados são comuns em nossa praxe jurídica, não havendo nada de ilícito, por exemplo, em perguntar sobre conteúdo de denúncia, na solicitação para manifestação com urgência em processos, inclusive para decidir sobre pedidos de liberdade provisória, ou no encaminhamento de notícia de crime ao MPF;

VI – O Ministro Edson Fachin, Relator da Lava Jato no STF, já submeteu ao Plenário a questão da admissão ou não das mensagens obtidas por meios criminosos nos processos (HC 174.398).

Curitiba, 01 de fevereiro de 2021.

Sergio Fernando Moro"

Posição dos procuradores da Operação Lava Jato:

"1. Primeiro, é importante reafirmar que os procedimentos e atos da força-tarefa da Lava Jato sempre seguiram a lei e estiveram embasados em fatos e provas. As supostas mensagens são fruto de atividade criminosa e não tiveram sua autenticidade aferida, sendo passível de edições e adulterações. Reafirmam os procuradores que não reconhecem as supostas mensagens, que foram editadas ou deturpadas para fazer falsas acusações que não têm base na realidade.

2. Passados quase dois anos da divulgação das supostas mensagens, jamais se constatou, em qualquer caso concreto, uma ilegalidade, o que por si só já mostra a deturpação a que foram submetidas. Toda a atuação oficial dos procuradores se dá nos autos e fica registrada. Cada informação ou prova apresentada o é com a respectiva cadeia de custódia, apontando a origem e o caminho que permitiu chegar à prova, desde as suspeitas iniciais, passando pelas decisões judiciais quando cabíveis, até a obtenção e apresentação à Justiça. Se as alegações de ilegalidades fossem verdadeiras, seriam facilmente constatáveis nos autos.

3. No caso específico, ainda que os diálogos tivessem ocorrido da forma como apresentados – embora não se reconheça o seu conteúdo, seja pelo tempo, seja pela ordem em que apresentadas, seja pelo conteúdo -, sua adequada compreensão não revelaria qualquer ilegalidade. Pelo contrário, mostraria dedicação das autoridades para uma eficiente cooperação internacional na investigação de crimes.

4. É sabido que o DRCI (Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional) é um órgão que compõe a estrutura do Ministério da Justiça e tem dentre suas atribuições buscar o atendimento eficiente de pedidos de cooperação internacional por autoridades estrangeiras."

Por Caio Junqueira, CNN

Com cargo no Ministério do Meio Ambiente, mulher de deputado ganhou auxílio emergencial


Paola da Silva Daniel, esposa do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), recebeu parcelas do auxílio emergencial enquanto tinha um cargo no Ministério do Meio Ambiente. À época, era coordenadora de Gestão de Pessoas no Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

Segundo o colunista Ancelmo Gois, do Globo, a nomeação de Paola foi publicada no Diário Oficial da União no dia 16 de outubro de 2020. Como coordenadora de Gestão de Pessoas, ela recebe R$ 5,6 mil mensais.

Dentro do período em que exerceu o cargo no Ministério do Meio Ambiente, a advogada ganhou quatro parcelas do auxílio emergencial. Os dados estão no sistema de pagamentos da Caixa Econômica Federal: sete parcelas foram recebidas e quatro pagas, um total de R$ 1.800.


O auxílio emergencial ou coronavoucher, com o intuito de amenizar os impactos econômicas da pandemia do novo Coronavírus, foi instituído pela Lei nº 13.982/2020, que estabeleceu o pagamento de R$ 600 mensais a cidadãos de baixa renda e trabalhadores informais, microempreendedores individuais e contribuintes individuais do INSS.

Por Portal Metrópoles

Petrolândia: COVID-19 - Boletim informativo desta sexta (26) aponta que o município tem 14 casos ativos e 20 com a suspeita do vírus; veja o quadro completo




Boletim informativo da prefeitura de Petrolândia divulgado na noite desta sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021, informa que o município tem 14 pessoas contaminadas pelo novo coronavírus (11 estão em isolamento domiciliar e três em internamento), e 20 com a suspeita do vírus.

Para maiores informações e esclarecimentos, entre em contato com a vigilância epidemiológica pelo número (87) 9646-5830

A TENÇÃO, A PANDEMIA NÃO ACABOU!
A secretaria de saúde do município faz apelo à população: Se puder fique em casa, se precisar sair, use máscara.

VEJA ABAIXO O QUADRO COMPLETO DIVULGADO NESTA SEXTA-FEIRA (26/02/2021)



Confira abaixo os locais com casos ativos




Confira abaixo o quadro comparativo com o último boletim divulgado na terça-feira (23)




Redação do Blog de Assis Ramalho
Informação/Prefeitura de Petrolândia

Confira Boletim Diário do Covid-19 em Jatobá-PE


 Divulgação/Prefeitura de Jatobá