quinta-feira, 7 de janeiro de 2021

Vice-Prefeito de Petrolândia sofre ameaças e tem seu carro apedrejado


Na tarde desta quinta-feira, 07 de janeiro de 2021, o vice-prefeito Rogério Gomes de Sá da cidade de Petrolândia/PE sofre ameaça de morte e tem seu carro apedrejado com um paralelepípedo após ser abordado por um elemento que veio lhe pedi dinheiro nas imediações do Posto Rical, nesta cidade. Após o vice-prefeito informá-lo que no momento não tinha dinheiro para lhe dar, o homem de 30(trinta) anos que já tem diversas passagens pela polícia pelo crime de Roubo Majorado e Furto Qualificado nas cidades de Petrolândia e Tacaratu/PE, apossou-se de um paralelepípedo na rua e arremessou contra o veículo S-10 do vice-prefeito, danificando o pára-brisa e lhe causando escoriações leves em razão dos estilhaços de vidro. Além do dano e das escoriações o vice-prefeito sofreu ameaças de morte pelo agressor caso o mesmo o entregasse a polícia. No momento da agressão, populares contiveram o agressor e acionaram uma guarnição da Polícia Militar que conduziu as partes para Delegacia de Polícia de Petrolândia/PE a onde o imputado foi liberado e vai responder apenas um Termo Circunstanciado de Ocorrência(TCO) ficando livre para cometer outros delitos.



Por Assessoria de Rogerio Novaes - Vice-Prefeito de Petrolândia

Petrolândia chega a 730 casos confirmados de Covid-19, com 10 casos ativos e 35 suspeitos nesta quinta (07/01/21)

 

Redação do Blog de Assis Ramalho
Com informações da Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal de Petrolândia

Vereador de Petrolândia desmente tentativa de compra de apoio político e afirma que dinheiro mostrado em vídeo foi impresso em lan house, afirma MPPE


Após quase uma semana de polêmica provocada pela divulgação de vídeo, na noite de 1º de janeiro deste ano, horas após tomar posse para o primeiro mandato na Câmara Municipal de Petrolândia, no Sertão de Pernambuco, o vereador Said Souza (Pode) desmentiu a suposta tentativa de compra de apoio político, com a entrega de elevada quantia de dinheiro vivo, manipulado por ele diante da câmera. De acordo com nota do Ministério Público de Pernambuco, o vereador afirmou não ter recebido qualquer valor de terceiros, e que o vídeo foi gravado com intuito informativo". O vereador afirmou que as cédulas foram impressas em uma lan house e o dinheiro era "fictício". 

De acordo com o MPPE, em nota divulgada hoje (07), representado pelo Promotor de Justiça de Petrolândia, Filipe Coutinho Lima Britto, as cédulas apresentadas no vídeo do vereador aparentam ser verdadeiras, "seja pelo tamanho, cor e demais características".

De acordo com o MPPE, que instaurou, na segunda-feira (04), o procedimento de Notícia de Fato para investigar a suposta tentativa de corrupção, a Polícia Civil cumpriu mandado de busca e apreensão na residência do vereador, porém, não localizou o dinheiro em moeda verdadeira ou falsa. O vereador afirmou ter "confeccionado as notas numa lan house". 


O MPPE decidiu dar continuidade à investigação sobre uma suposta tentativa de "captação ilícita de apoio político", nesta quinta (07), com a instauração de Procedimento Investigatório Criminal (PIC) para apurar a conduta do vereador petrolandense no "suposto crime de moeda falsa, pela fabricação de cédulas não autênticas".

Falsificar, fabricar ou alterar moeda metálica ou papel moeda de curso legal no país ou no estrangeiro é crime previsto no artigo 289 do Código Penal. A pena varia de três a 12 anos de prisão e multa.

Leia abaixo a nota do MPPE.

Redação do Blog de Assis Ramalho
Com informações do MPPE/Polícia Civil

Paulo Câmara autoriza nova seleção com 828 vagas para a Saúde - Serão convocados 258 médicos, 234 profissionais de diversas categorias e 336 técnicos


O governador Paulo Câmara autorizou, por meio de decreto publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quinta-feira (07.01), a realização de seleção pública simplificada, com 828 vagas para serviços ligados à Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE). Serão convocados 258 médicos, 234 profissionais de diversas categorias de nível superior e 336 técnicos de nível médio, com lotação em todas as 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres). O objetivo é qualificar a rede estadual neste momento de pandemia da Covid-19.

“Seguimos com o trabalho diário de combater a pandemia do novo coronavírus. O pessoal da Saúde é fundamental nesse enfrentamento. Os profissionais que estão na linha de frente nos ajudam a salvar vidas, o que tem sido nosso maior objetivo desde então. Não vamos medir esforços para prestar a melhor assistência aos pernambucanos e pernambucanas que precisarem de atendimento”, disse o governador.

“Estamos monitorando diariamente o cenário epidemiológico do Estado e dotando a rede estadual de tudo que se faça necessário para acolher os casos suspeitos e confirmados do novo coronavírus. Estamos garantindo os insumos, ampliando o quantitativo de leitos e reforçando permanentemente o quadro de recursos humanos. Essa é uma determinação do governador Paulo Câmara, que tem autorizado as seleções necessárias para manter os serviços atuando e aptos a prestar a devida assistência neste que é o maior desafio da saúde pública dos últimos 100 anos”, afirmou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

EDITAL EM ANDAMENTO – Atualmente, já existe outra seleção em curso, com 60 vagas para médicos intensivistas. Desse total, 44 são para profissionais com atuação com o público adulto e 16 para o público pediátrico. As inscrições seguem até o domingo (10.01) pelo ead.saude.pe.gov.br. O edital está disponível no https://cutt.ly/Kjsp52X.

Desde o primeiro semestre de 2020 já foram realizadas diversas seleções para capacitar a rede para absorver a demanda de pacientes com o novo coronavírus. Ao todo, foram ofertadas mais de 5.288 vagas. Além das seleções, também foram nomeados mais de 3,3 mil aprovados em concurso público apenas para os serviços da SES-PE.

Só no final de dezembro, foram convocados 949 profissionais aprovados em seleção pública simplificada para qualificar a rede de assistência aos pacientes com quadros suspeitos ou confirmados da Covid-19, além do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-PE). Os profissionais já estão sendo convocados para atuar em serviços da Região Metropolitana do Recife (RMR) – área de abrangência da I Gerência Regional de Saúde (Geres) – e também na II Geres (sede em Limoeiro), IV Geres (Caruaru), V Geres (Garanhuns) e VII Geres (Salgueiro).

Por Assessoria do Governo de Pernambuco

Petrolândia: Quer saborear uma boa pizza? Faça seu pedido a Pizzaria Delivery C&J sem sair de casa, com entrega grátis

 

Hoje é quinta-feira, 07 de janeiro de 2021 e é dia de saborear uma boa Pizza em família!

Fique em casa e faça seu pedido pelo telefone (87) 9 9802-3309 (Zap) - preço R$ 10,00, Delivery Gratis!

A Pizzaria Delivery C&J avisa que aceita cartão de credito, debito e refeição.

Organização: Carlos.

Da Redação do Blog de Assis Ramalho

Concurso da PRF com 1,5 mil vagas: veja a data da prova


O concurso da Polícia Rodoviária Federal (PRF) já tem previsão de lançamento do edital e de realização da prova para contratação de 1,5 mil pessoas. A corporação divulgou, nesta quarta-feira (6/1), o cronograma do certame. Ele será realizado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), em todo o país.

Segundo as previsões da PRF, o edital deve sair em 19 de janeiro, com abertura das inscrições para o dia 25. As provas devem ser realizadas em 28 de março, mas a confirmação só virá no edital.

O processo seletivo conta com as seguintes etapas: prova objetiva e discursiva; exame de capacidade física; avaliação de saúde; avaliação psicológica; avaliação de títulos e investigação social.

A remuneração inicial de um policial é R$ R$ 9.899,88. O servidor também conta com outros benefícios como: adicional por tempo de serviço; afastamento para casamento; auxílio-transporte; auxílio-alimentação; assistência à saúde; gratificação por desgaste físico e mental; gratificação por atividade de risco; gratificação por operações especiais; auxílio-natalidade e pré-escolar e licença prêmio por assiduidade.

Por Portal Metrópoles


Genival Lacerda deixa legado de músicas irreverentes; saiba quais foram as mais tocadas


O bom humor e a irreverência foram duas das marcas da carreira musical de mais de 60 anos de Genival Lacerda, que morreu aos 89 anos, nesta quinta-feira (7), vítima de complicações da Covid-19, no Recife (veja vídeo acima). O Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad) fez um levantamento sobre as 20 músicas mais tocadas nos últimos cinco anos do cantor e compositor.

De acordo com o Ecad, a canção mais executada de Genival foi "Severina xique-xique", seu maior clássico. A lista das cinco mais tocadas segue com nomes como "Quem dera", "Mate o véio, mate", "Galeguin do zói azul" e Caldin de mocotó" (veja lista completa abaixo).

Genival gravou seu primeiro disco em 1956, um compacto duplo com "Coco de 56", escrito por ele e João Vicente, e o xaxado "Dance o xaxado", feito por ele com Manoel Avelino. Segundo a Ecad, o cantor e compositor nordestino deixou 221 músicas e 675 gravações cadastradas no banco de dados da empresa.

O ranking das canções mais tocadas levou em consideração os principais segmentos de execução pública, como rádios, sonorização ambiental, casas de festa e diversão, carnaval, festas juninas, shows e músicas ao vivo, conforme informou a Ecad.

Confira as músicas:

*Severina xique-xique (Genival Lacerda/João Gonçalves)
*Quem dera (Nando Cordel/Genival Lacerda)
*Mate o véio mate (Genival Lacerda/João Gonçalves)
*Galeguim do zói azu (Genival Lacerda/João Gonçalves)
*Caldinho de mocotó (Cecílio Nena/Genival Lacerda/Niceas Drumont)
*Filha de mané Bento (Genival Lacerda/João Gonçalves)
*Currupio (Genival Lacerda/José Marcolino)
*Tô te amando nenê (Cecílio Nena/Genival Lacerda)
*Paraíba apaixonado (Cecílio Nena/Genival Lacerda)
*Não despreze seu coroa (Severino Ramos/Genival Lacerda)
*No balanço da fogueira (Genival Lacerda/Niceas Drumont)
*Amor coado (Nando Cordel/Genival Lacerda/Niceas Drumont)
*Calango do fuá (Téo Azevedo/Genival Lacerda)
*Fio dental (Genival Lacerda/Jorge de Altinho)
*Tem quem reze por mim (Genival Lacerda/João Gonçalves)
*Festa só em gameleira (Genival Lacerda/Parafuso)
*Seo Zé - Severina xique-xique (Carlinhos Brown/Genival Lacerda/Marisa Monte/Nando Reis/João Gonçalves)
*Um matuto em Nova York (Genival Lacerda/João Caetano)
*Taturana (Cecílio Nena/Genival Lacerda)
*Boiola (Téo Azevedo/Genival Lacerda)

Por G1 PE

Boletim desta quinta (07/01/2021): Mais 1.511 casos da Covid-19 e 32 óbitos fazem Pernambuco totalizar 228.451 infectados e 9.763 óbitos


Com mais 1.511 casos da Covid-19 e 32 óbitos registrados nesta quinta-feira (7) em Pernambuco, o estado passou a totalizar 228.451 confirmações da doença e 9.763 óbitos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. A contagem teve início no mês de março de 2020.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), os registros desta quinta-feira (7) incluem 68 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 1.443 quadros leves da Covid-19. Com isso, Pernambuco chegou a 29.667 pacientes graves e 198.784 infectados com casos leves.

Com relação às 32 mortes, elas aconteceram entre o dia 3 de dezembro de 2020 e a quarta-feira (6). "Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde", afirmou o governo do estado, em nota.

Por G1 PE

Cantor Genival Lacerda morre por complicações da Covid-19, no Recife


O cantor e compositor Genival Lacerda morreu aos 89 anos, no Recife, em decorrência de complicações da Covid-19, nesta quinta-feira (7) (veja vídeo acima). Artistas e políticos lamentaram, nas redes sociais, a morte do paraibano e a prefeitura de Campina Grande, cidade natal de Genival, decretou luto de três dias.

O artista foi internado no dia 30 de novembro de 2020, no Hospital Unimed I, na Ilha do Leite, na área central da capital pernambucana. Com Covid-19, ele foi levado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

No dia 4 de janeiro, Genival Lacerda teve uma piora no quadro de saúde, segundo o boletim divulgado pela família. Na quarta (6), a família havia iniciado uma campanha de doação de sangue para o cantor.


Em 26 de maio de 2020, Genival Lacerda havia sofrido um Acidente Vascular Cerebral Isquêmico (AVC) e deu entrada no Hospital d’Ávila, na Zona Oeste da capital pernambucana. Recuperado, ele teve alta três dias depois de ser internado.

De acordo com a assessoria de imprensa do cantor, o corpo do artista deixa o Recife por volta das 13h e segue para ser sepultado em Campina Grande, ao lado do da mãe de Genival, Severina Lacerda.

Perfil

Genival Lacerda foi um dos grandes nomes do forró e, com carisma e irreverência, se tornou um ídolo popular. Conhecido por todo o Brasil durante 64 anos de carreira, era um símbolo da cultura do Nordeste.

O cantor e compositor nasceu em Campina Grande, na Paraíba, em 5 de abril de 1931. Chegou a trabalhar na cidade como radialista, mas fez a primeira gravação como cantor quando já morava em Recife, para onde se mudou em 1953.

Genival gravou seu primeiro disco em 1956, um compacto duplo com "Coco de 56", escrito por ele e João Vicente, e o xaxado "Dance o xaxado", feito por ele com Manoel Avelino.

Ele gravou diversos álbuns e ficou conhecido pelo Nordeste como músico e radialista durante esta fase no Recife.

Em 1964, se mudou para o Rio de Janeiro. A consagração nacional veio com "Severina Xique Xique", de 1975. O refrão "ele tá de olho é na butique dela" virou sua marca.

Em seguida, vieram sucessos como "Radinho de pilha", "Mate o véio" e "De quem é esse jegue", que consolidaram o estilo bem humorado do "seu Vavá", como também era conhecido.

O músico viveu no Rio durante o auge da popularidade do forró no Sudeste, e conviveu com outros artistas fundamentais do estilo como Dominguinhos e Luiz Gonzaga.

Com Jackson do Pandeiro, teve uma relação ainda mais próxima, mesmo sendo bem mais novo. A irmã de Jackson, Severina, foi casada com um irmão de Genival.

Desde os anos 90, voltou a morar no Recife e, em 2016, ganhou título de cidadão recifense da Câmara dos Vereadores. Nos últimos anos, não tinha novos sucessos nas rádios, mas manteve o ritmo de shows e o reconhecimento popular.

No final de 2017, recebeu no Palácio do Planalto a medalha da Ordem do Mérito Cultural (OMC). Na cerimônia, Genival tirou seu chapéu estampado de bolinhas ao passar diante do então presidente Michel Temer.

Na sexta-feira (8), estava previsto o lançamento de uma faixa do DVD "Minha Estrada", com a participação de artistas nordestinos, que foi gravado no Teatro Boa Vista, em agosto 2019. Em 13 de dezembro, aniversário de Luiz Gonzaga, foi feito o primeiro lançamento de faixa.

Apesar do falecimento de Genival, o lançamento da canção com o artista Zé Lezin, está mantido. "O artista faleceu, mas a obra dele vai ficar", disse a assessora da família, Manuela Alves. Ao todo, são 15 faixas, com um lançamento por mês. A divulgação acontece pelas redes sociais e por plataformas digitais.

Genival deixou dez filhos, além de netos e bisnetos.

Por G1 PE

Belém do São Francisco/São Paulo: Atacante Jonas Toró testa positivo para Covid-19 e desfalca o São Paulo para as próximas partidas



O São Paulo informou que  Jonas Toró, atacante natural de Belém do São Francisco-PE,  testou positivo para a Covid-19. Assim, ele foi baixa para a partida desta quarta-feira (6), contra o RB Bragantino no Estádio Nabi Abi Chedid, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. O tricolor do Morumbi perdeu pelo placar 4x2, mas foi beneficiado pela derrota do Flamengo para Fluminense por 2x1 (VEJA CLASSIFICAÇÃO E RESULTADOS ABAIXO)

Jonas Toró também será desfalque no clássico contra o Santos, no próximo domingo (10). O clube informou que o atleta está assintomático e em isolamento.

Informação: Site oficial do São Paulo F.C

VEJA TAMBÉM

Petrolândia: Ortopedista Dr. Érico Herbert atende na Policlínica todas as quartas (14h) e sextas-feiras (8h). agende a sua consulta

 

A Policlínica de Petrolândia, situada na Av. Auspício Valgueiro Barros, 62 - Centro, em frente ao CAT dos Bombeiros (antigo escritório da Celpe), informa que Dr. Érico Herbert, ortopedista tende todas as quartas-feiras (a partir das 14h:00) e sextas-feiras (a partir das 8h:00)..

Agende sua consulta pelos números (87) 3851-2497 ou 99618-8877.



Blog de Assis Ramalho
Informação: Policlínica

Petrolândia: Centro de Atendimento para enfrentamento a COVID-19 retorna as suas atividades com um NOVO FORMATO!


Centro de Atendimento para enfrentamento a COVID-19 retorna as suas atividades com um NOVO FORMATO!

Equipe de Médicos, Enfermeiros, Técnicos e Biomédicos, disponíveis diariamente para atender a população.

Se você está com algum sintoma, dirija-se ao centro de atendimento, onde será feita uma triagem e caso necessite de testagem, será realizada no próprio centro. 

O paciente receberá o RESULTADO com mais agilidade e todas as orientações necessárias. Intensificando o cuidado e prevenção da população.






Secretaria de Saúde
Prefeitura Municipal de Petrolândia

Ministro da Saúde diz na TV que vacinação contra Covid começa neste mês e que Brasil exportará vacinas



O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou nesta quarta-feira (6) que a vacinação contra a Covid-19 no Brasil começará em janeiro e que o país exportará vacina para países da América Latina.

Durante pronunciamento à noite em rede nacional de televisão, o ministro disse que o governo dispõe de quantidade de seringas e agulhas suficiente para iniciar a vacinação.

"O Brasil já tem disponíveis cerca de 60 milhões de seringas e agulhas nos estados e municípios, número suficiente para iniciar a vacinação ainda neste mês de janeiro", afirmou.

​Segundo Pazuello, "todos os estados e municípios receberão a vacina de forma simultânea, igualitária e proporcional à população. No que depender do Ministério da Saúde e do presidente da República, a vacina será gratuita e não obrigatória".

Embora ainda não esteja entre os quase 50 países que já iniciaram a vacinação, Pazuello afirmou que o Brasil exportará vacinas para a América Latina.

"O Brasil é o único país da América Latina que tem três laboratórios produzindo vacinas. Seremos exportadores de vacina para nossa região muito em breve", declarou.

Medida provisória

No pronunciamento, Pazuello afirmou que Bolsonaro assinou uma medida provisória que prevê "medidas excepcionais" para compra de vacinas, insumos, bens e serviços de logística para a vacinação.

A MP foi publicada edição extra do "Diário Oficial da União" nesta quarta. Medidas provisórias têm força de lei assim que publicadas, mas precisam ser aprovadas pelo Congresso Nacional para virar leis em definitivo.

Entre outros pontos, a MP prevê que o poder público poderá firmar contratos sem licitação para:
compra de vacinas e de insumos destinados à vacinação contra a Covid-19, "inclusive antes do registro sanitário ou da autorização temporária de uso emergencial";
contratação de bens e serviços de logística, tecnologia da informação e comunicação, comunicação social e publicitária, treinamentos e outros bens e serviços necessários a implementação da vacinação contra a Covid-19.

A medida provisória também autoriza a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a conceder autorização "excepcional e temporária" para importação e distribuição de qualquer vacina, medicamento ou insumo se o material tiver sido autorizado pela seguintes agências:

Food and Drug Administration (FDA), dos Estados Unidos;
European Medicines Agency (EMA), da União Europeia;
Pharmaceuticals and Medical Devices Agency (PMDA), do Japão;
National Medical Products Administration (NMPA), da China;
Medicines and Healthcare Products Regulatory Agency (MHRA), do Reino Unido.

Nesses casos, segundo a medida provisória, o profissional de saúde que aplicar a vacina deverá informar ao paciente ou ao representante legal dele que a vacina não tem registro da Anvisa, somente uso excepcional autorizado, além dos "potenciais riscos" do produto.

A MP estabelece ainda que a aplicação das vacinas deverá observar o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, coordenado pelo Ministério da Saúde.

"A aplicação das vacinas [...] somente ocorrerá após a autorização temporária de uso emergencial ou o registro de vacinas concedidos pela Anvisa", diz a medida provisória.

Reunião ministerial

Conforme a colunista do G1 e da GloboNews Ana Flor, Pazuello afirmou na manhã desta quarta, durante reunião de ministros com o presidente Jair Bolsonaro, que a vacinação começa antes do próximo dia 25, data anunciada pelo governador de São Paulo, João Doria, para a vacinação no estado.

O Blog da Ana Flor informou também que, na reunião, Pazuello disse que as primeiras doses aplicadas têm origem no lote comprado da Índia e que seriam 2 milhões de doses da vacina do laboratório Astrazeneca e da Universidade de Oxford, a mesma vacina em fabricação pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Íntegra

Leia abaixo a íntegra do pronunciamento do ministro.

Senhoras e senhores,

Boa noite.

Em nome do Presidente da República, Jair Bolsonaro, e de todo o Governo Federal, gostaria de iniciar este pronunciamento me solidarizando com todas as famílias que perderam seus entes queridos por causa da pandemia da Covid-19. Também gostaria de agradecer a todos os profissionais de Saúde que atuam incansavelmente para salvar as vidas de nossos cidadãos. Graças à dimensão do Sistema Único de Saúde, o nosso SUS, mais de sete milhões de brasileiros estão recuperados.

Agradeço também aos técnicos e a toda a nossa equipe do Ministério da Saúde, que têm se empenhado para a que vacinação esteja à disposição da população o mais rápido possível.

Hoje, o Ministério da Saúde está preparado e estruturado em termos financeiros, organizacionais e logísticos para executar o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19.

O Brasil já tem disponíveis cerca de 60 milhões de seringas e agulhas nos estados e municípios. Ou seja, um número suficiente para iniciar a vacinação da população ainda neste mês de janeiro.

Temos, também, a garantia da Organização Pan-Americana de Saúde de que receberemos mais 8 milhões de seringas e agulhas em fevereiro, além de outras 30 milhões já requisitadas à Abimo, a Associação dos Produtores de Seringas.

Temos hoje 354 milhões de doses de vacinas asseguradas, para 2021, sendo 254 milhões de doses pela Fiocruz em parceria com a Astrazeneca, além de 100 milhões de doses pelo Butantan em parceria com a Sinovac.

Estamos em processo de negociação com os laboratórios Gamaleya, da Rússia; Janssen, Pfizer e Moderna, dos Estados Unidos; e Barat Biotech, da Índia.

Importante enfatizar, quanto à Pfizer, que já disponibilizou suas vacinas em vários países, mesmo em quantidades muito reduzidas, que o Ministério da Saúde está trabalhando com os representantes da empresa para resolver as imposições que não encontram amparo na legislação brasileira, entre elas: isenção total e permanente de responsabilização civil por efeitos colaterais advindos da vacinação; transferência do foro de julgamento de possíveis ações judiciais para fora do Brasil; e disponibilização permanente de ativos brasileiros no exterior para criação de um fundo caução para custear possíveis ações judiciais.

Senhoras e senhores, o Brasil é o único país da América Latina que tem três laboratórios produzindo vacinas. Ou seja, seremos também exportadores de vacina para a nossa região muito em breve.

Esta noite, o Presidente da República assinou e enviou para publicação uma medida provisória que trata de medidas excepcionais para aquisição de vacinas, insumos, bens e serviços de logística, até a aquisição de serviços nas áreas de tecnologia da informação e publicidade.

A norma também prevê:

coordenação pelo Ministério da Saúde da execução do Plano Nacional de Operacionalização de Vacinação contra a Covid-19;
treinamentos de profissionais que vacinarão a população; e
contratação de vacinas e de insumos destinados à vacinação contra a Covid-19, antes do registro sanitário ou da autorização temporária de uso emergencial pela Anvisa.

Asseguro que todos os estados e municípios receberão a vacina de forma simultânea, igualitária e proporcional à sua população.

No que depender do Ministério da Saúde e do Presidente da República, a vacina será gratuita e não obrigatória.

Por G1 — Brasília