segunda-feira, 7 de setembro de 2020

Petrolândia: Sem veiculação em site oficial, Secretaria de Saúde informa Boletim da Covid-19 desta segunda (07/09); Confira locais

Petrolândia chega a 100 dias de enfrentamento à pandemia da Covid-19 com  aumento de casos confirmados
Números da Secretaria Municipal de Saúde divergem da Secretaria Estadual de Saúde (Foto: Assis Ramalho/Arquivo BlogAR)

Desde a última segunda-feira (31/08), sem nenhum esclarecimento à população, a Prefeitura de Petrolândia suspendeu a publicação dos boletins informativos sobre o novo coronavírus no município. Os boletins eram divulgados esporadicamente, no site https://coronapetrolandia.cloudjiffy.net/, que após uma semana sem atualização, está fora do ar desde ontem, domingo.

Segundo informações gentilmente passadas pela Secretaria de Saúde ao Blog de Assis Ramalho, após solicitadas, os dados referentes à Covid-19 nesta segunda-feira (07/09) indicam que há apenas 12 casos ativos de Covid-19 no município, sendo 9 pessoas em isolamento domiciliar e 3 em internamento.

Há 36 casos suspeitos, 386 foram descartados e, no total, Petrolândia tem 261 casos confirmados, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde. 241 pacientes são considerados recuperados e 5 óbitos  foram registrados no município.

Confira a localização dos casos ativos. 

Qd 03- 01 caso
Qd 06- 01 caso
Qd 08- 04 casos
Qd 11- 01 caso
Qd CS- 02 casos
Bairro Nova Esperança 01 caso
AGROVILA 05 BLOCO 03- 01 caso
AGROVILA 05 BLOCO 04- 01 caso

O Boletim Informativo da Secretaria de Saúde de Petrolândia diverge do Boletim Covid-19 da Secretaria Estadual de Saúde de hoje (7/09). Enquanto o Município considera o número total em 261, a SES registra que Petrolândia tem 278 casos confirmados. Desses, 261 são casos leves e 17 casos graves. Para efeito de comparação, Tacaratu, que não economizou na realização de testes, tem 445 casos leves e 14 casos graves registrados pela SES, com total de 459 casos confirmados. Jatobá, onde até lockdown foi implantado, a SES registra 118 casos leves e 1 caso grave, totalizando 119 casos confirmados. 



Sem informações oficiais, sem fiscalização, nas ruas a maior parte da população já age como se a pandemia tivesse passado. Como exemplo, tomemos o aglomerado da feira transferida do largo das Quadras 10/13 para o largo das Quadras 04/07. No final da manhã desta segunda, feriado, o local era ocupado por mais de 30 pessoas, entre comerciantes, clientes e passeantes. Menos de 10 usavam máscaras. 

A suspensão da publicação oficial dos dados da Covid-19 pela Prefeitura de Petrolândia, em pleno período eleitoral, reduz a exposição da gestora às críticas que costumam acompanhar a divulgação dos boletins nas redes sociais e, por conseguinte, diminui o desgaste da imagem da provável candidata a reeleição.



Redação do Blog de Assis Ramalho
Boletins: SMS e SES

Petrolândia: Pré-candidato a vereador, Dr Fábio Lopes presta homenagem ao dia da Independência do Brasil


Divulgação/Dr Fábio Lopes

Petrolândia: Pré-candidato a prefeito, Gustavo Teles presta homenagem ao dia da Independência do Brasil


Divulgação/Gustavo Teles

Petrolândia: Neste 07 de setembro, Dr. Fabiano Oliveira, pré-candidato a prefeito de Petrolândia, defende uma cidade independente e grava vídeo


Neste 07 de setembro, Dr. Fabiano Oliveira, pré-candidato a prefeito de Petrolândia, defende uma cidade independente e grava vídeo.

Independência da corrupção, das perseguições políticas, do voto de cabresto, do voto comprado, das intrigas por causa de política, das panelinhas partidárias, da velha política.

Dr. Fabiano Oliveira

Petrolândia: Eleições 2020: Em entrevista a Assis Ramalho pré-candidato a prefeito João Batista Leal (Jota) junto com pré-candidato a vice (Assis Cavalcanti) falam de propostas e detonam cenário político do município

 

O ex-administrador do Centro Comercial Abel Henrique de Souza, o Mercado Público de Petrolândia, e Pré-Candidato a prefeito de Petrolândia, João Batista Leal, também conhecido como "Jota", foi entrevistado ao vivo pelo radialista e blogueiro Assis Ramalho, no 'Acordando com as Notícias', programa transmitido pela Web Rádio Petrolândia.

Candidato a vice-Prefeito 
João Batista chegou ao estúdio da Web Rádio Petrolândia acompanhado do Guarda Municipal Francisco de Assis Cavalcanti, escolhido por ele para compor a chapa majoritária como vice-prefeito. Assis Cavalcante, de 38 anos, também participou da entrevista com duração de mais de 1 hora.

Com  bastante desenvoltura política, Assis Cavalcanti mostrou ao longo da entrevista está por dentro do que acontece politicamente no município. Ele fez duras críticas ao modelo de gestão dos atuais políticos do município, e também apontou solução.

Na polêmica entrevista, com participação de ouvintes através de mensagens de whatsapp, João Batista e Assis Cavalcanti debateram com intensidade o cenário político de Petrolândia, e falaram de suas pretenções com o município, caso consigam alcançar vitória no dia 15 de novembro.

Assista os vídeos da entrevista



Da Redação do Blog de Assis Ramalho

Aglomeração de 7 de setembro: Brasileiros lotam praias, bares e parques no feriado da Independência; FOTOS

CABO FRIO, 11h30: Feriado da Independência atrai turistas para a Região dos Lagos e deixa a Praia do Forte lotada nesta segunda-feira (7) — Foto: Paulo Henrique Cardoso/G1

O fim de semana prolongado, que emendou com o feriado do Dia da Independência, comemorado nesta segunda-feira (7), foi de praias, parques e bares lotados pelo Brasil.

Mesmo com restrições e limitações impostas por prefeituras e governos estaduais para conter a disseminação do novo coronavírus, brasileiros se aglomeraram em espaços de lazer e em festas particulares. A situação ocorreu nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Ceará e Rio Grande do Norte, entre outros.

O Brasil tem 126.736 mortes registradas e 4.139.257 casos confirmados de Covid-19, segundo o levantamento divulgado às 13h pelo consórcio de veículos de imprensa com secretarias estaduais de Saúde. Na média móvel de mortes, 14 estados estão em situação de estabilidade, 12 estão em queda e apenas um, Amazonas, apresenta alta.

FOTOS - Veja como foi a situação nos estados:

Petrolândia: Homenagem ao dia da Independência de Lurdinha da Agrovila



Petrolândia: Homenagem ao dia da Independência de Lurdinha da Agrovila

O7 de setembro é uma das datas comemorativas mais importantes do Brasil, justamente por abrigar um dos principais acontecimentos da nossa história: a nossa independência. Foi nesse dia, em 1822, que d. Pedro deu início a nossa trajetória como nação independente. Atualmente, o 7 de setembro é um feriado nacional que é marcado por comemorações públicas nas grandes cidades.

A independência do Brasil aconteceu em 7 de setembro de 1822, quando, supostamente, d. Pedro (futuro d. Pedro I) proclamou o grito da independência às margens do Rio Ipiranga, na atual cidade de São Paulo. Com isso, o Brasil rompeu sua ligação com Portugal e consolidou-se como nação independente.

Quais foram as causas da independência?

A independência foi resultado de um processo de desgaste nas relações entre os colonos brasileiros, sobretudo da elite, com Portugal. Isso teve relação direta com a Revolução Liberal do Porto de 1820, mas podemos considerar que tudo começou com a transferência da família real portuguesa para o Brasil, em 1808.

A transferência da família real foi uma consequência da Era Napoleônica e motivada pela invasão de Portugal pelas tropas francesas. A mudança da família real portuguesa para o Rio de Janeiro foi, portanto, uma fuga. Após se instalar no Rio de Janeiro, foi iniciado o que ficou conhecido como Período Joanino.

Esse nome faz referência a d. João VI, regente que esteve à frente de Portugal e só se tornou rei português a partir de 1816. Aqui no Brasil, d. João VI realizou uma série de medidas que contribuiu para a modernização do Brasil, promovendo desenvolvimento econômico e florescimento cultural e artístico.

Duas medidas de destaque foram a abertura dos portos, em 1808, e a elevação do Brasil à condição de reino, em 1815. Com essa última medida, o Brasil deixou de ser uma colônia e tornou-se parte do reino português. Essa situação, no entanto, desagradava a muitos em Portugal. Assim, em 1820, estourou a citada Revolução Liberal do Porto.

Essa revolução mobilizou a elite de Portugal pelo desejo de reformas no país, que incluíam o retorno do rei para Lisboa. O ponto de partida para o processo de independência do Brasil foi, portanto, a intenção da Corte portuguesa (instituição à frente dessa revolução em Portugal) de revogar todas as medidas tomadas por d. João VI durante o Período Joanino.

Processo de independência do Brasil

Foi por causa da possibilidade de recolonização do Brasil que o nosso processo de independência iniciou-se. A elite econômica do país – nesse caso, a elite do Sudeste – não aceitava essa possibilidade porque afetaria seus interesses econômicos. Negociações estenderam-se durante 1820 e 1821, mas, a partir de 1822, o sentimento separatista começou a ganhar força.

Quem encabeçou a independência do Brasil foi o príncipe regente d. Pedro. À medida que a situação foi tornando-se irreconciliável, o príncipe foi convencido a liderar o processo de independência do Brasil. Em 7 de setembro de 1822, a situação mostrou-se insustentável, e o regente declarou a independência.

É importante dizer que o nosso processo de independência não foi pacífico, uma vez que houve resistência, o que resultou em batalhas em locais como Bahia, Pará e Cisplatina (atual Uruguai). As tropas ditas “brasileiras” venceram e conseguiram subjugar os movimentos de resistência.

Portugal acabou reconhecendo nossa independência em 1824, depois que os ingleses mediaram um acordo entre brasileiros e portugueses. O Brasil, como nação independente, organizou-se como uma monarquia e d. Pedro foi aclamado e coroado como imperador do Brasil. Assim, a partir de 1822, ele começou a ser de d. Pedro I.

Caso queira saber mais sobre todo o processo de independência do Brasil, sugerimos a leitura dos seguintes textos: Independência do Brasil e Guerras de Independência.
Feriado

O 7 de setembro é um dia extremamente importante para a nossa história. A memória coletiva em nosso país consolidou essa data como o dia em que d. Pedro realizou o grito da nossa independência, sendo esse acontecimento um marco de fundação de nosso país. Apesar disso, os historiadores atualmente não têm certeza se d. Pedro realizou, de fato, o Grito do Ipiranga.

Sendo considerado um dos marcos fundadores, a data é entendida como um momento importante para a memória coletiva do brasileiro e, por isso, deve ser celebrada. A importância da data é facilmente identificada pelo fato de que ela é um feriado nacional e é um dos três feriados que comemoram acontecimentos marcantes da história brasileira (os outros são o Dia de Tiradentes e o Dia da Proclamação da República).

Acesse também: Tiradentes, um dos grandes nomes da história brasileira

O 7 de setembro só foi transformado em feriado nacional durante o governo de Eurico Gaspar Dutra, o primeiro presidente do Brasil após a ditadura de Vargas. Essa lei decretou a existência de sete feriados no calendário brasileiro e foi reforçada e modificada por uma lei assinada durante o governo de Fernando Henrique Cardoso.

As duas leis foram as seguintes:

Lei nº 662, de 6 de abril de 1949;

Lei nº 10.607, de 19 de dezembro de 2002.

Blog de Assis Ramalho

Vacina testada em parceria com o Butantan é segura para idosos, embora menos efetiva do que em jovens

CoronaVac, do laboratório chinês Sinovac, apresentou resultados positivos nas Fases 1 e 2 Foto: Fotoarena / Agência O Globo

O laboratório chinês Sinovac Biotech disse nesta segunda-feira (7) que sua vacina contra a Covid-19 parece ser segura em pessoas mais velhas, segundo resultados preliminares de seus testes em Fase 1 e 2, embora as respostas imunológicas induzidas tenham sido moderadamente mais fracas do que em adultos jovens.

A candidata da Sinovac está sendo testada no Brasil na sua Fase 3 em parceria

com o Instituto Butantan, ligado ao governo de São Paulo. Foram trazidas 20 mil doses ao país, que estão sendo aplicadas em até 9 mil voluntários em São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Distrito Federal.

As autoridades de saúde de todo o mundo estão preocupadas com a perspectiva de eficácia das vacinas em desenvolvimento nos idosos, grupo cujo sistema imunológico normalmente reage com menos intensidade às inoculações, contra um vírus que matou quase 890 mil pessoas no planeta.

A vacina candidata CoronaVac da Sinovac não provocou efeitos colaterais graves nos ensaios combinados de Fase 1 e Fase 2 lançados em maio, que envolveram 421 participantes com pelo menos 60 anos, disse o representante da mídia da Sinovac, Liu Peicheng. Os resultados completos ainda não foram publicados.

Quatro das novevacinas que estão nos testes de Fase 3 globalmente são de empresas chinesas.

Dos três grupos de participantes que tomaram respectivamente duas injeções de baixa, média e alta dose de CoronaVac, mais de 90% experimentaram alta significativa nos níveis de anticorpos, enquanto os níveis foram ligeiramente mais baixos nos idosos do que os observados em indivíduos mais jovens. Mas, segundo o representante da empresa, esse resultado está dentro das expectativas.

A CoronaVac, testada no Brasil e na Indonésia no estágio final de testes para avaliar se é eficaz e segura o suficiente para obter aprovações regulatórias para uso em massa, já foi dada a dezenas de milhares de pessoas, incluindo cerca de 90% dos funcionários da Sinovac e suas famílias, como parte do esquema de vacinação de emergência da China para proteger as pessoas que enfrentam alto risco de infecção.

A vacina potencial pode permanecer estável por até três anos no armazenamento, disse Liu, o que pode oferecer à Sinovac alguma vantagem na distribuição da vacina para regiões onde não há transporte refrigerado garantido.

Por O Globo

Boletim desta segunda 07/09: Com mais 268 casos e 19 mortes por Covid-19, Pernambuco totaliza 7.721 óbitos


Pernambuco registrou mais 268 casos da Covid-19 e 19 mortes causadas pela doença, nesta segunda-feira (7). De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), com as novas confirmações, o estado totaliza 132.420 casos e 7.721 óbitos, registrados desde março, quando ocorreram as primeiras confirmações (veja vídeo acima).

Do total de novos casos, 38 são quadros de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag), número que representa 14% do total. Os outros 230, que representam 86% do total, são casos leves, de pacientes que não precisaram de internação hospitalar ou que já estavam curados quando receberam a confirmação para a doença.

No total contabilizado desde março, são 25.589 casos graves e outros 106.831 leves.

As mortes confirmadas no boletim desta segunda-feira ocorreram desde o dia 30 de maio, 100 dias atrás. Seis desses óbitos (32%) ocorreram nesse mês de setembro, sendo dois casos registrados no domingo (6), dois no sábado (5) e dois na sexta-feira (4).

Os outros 13 registros (68%) ocorreram entre os dias 30 de maio e 24 de agosto. Por meio de nota, o governo do estado informou que "os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde".

Retirada de dados

Na quinta-feira (3), o governo retirou dos dados estaduais 229 casos graves da doença e 65 óbitos que foram confirmados no estado, mas são de pacientes de outros locais.

Por G1 PE

Petrolândia: Pré-Candidato a vereador, Técio de João Vicente presta homenagem ao Dia da Independência


Divulgação/Dr Técio

Petrolândia: Confira escala e nomes de médicos que atenderão de terça-feira a sexta na Clínica Mais Saúde; ligue e marque sua consulta


A Clínica Mais Saúde, localizada na Av Auspício Valgueiro de Barros, em frente a Escola Delmiro Gouveia, informa atendimento para essa semana, de 08 a 11 de setembro; confira!

Confira abaixo profissionais médicos que atenderão na Mais Saúde de Petrolândia de segunda a sexta; Veja acima!


A Clínica Mais Saúde realiza Exames Laboratoriais de segunda a sexta-feira (veja abaixo).

Transcione Viagens e Turismo, a empresa que deixou São Paulo bem perto de Petrolândia e cidades vizinhas


Vai viajar para São Paulo e deseja ir com segurança e conforto, na companhia de pessoas de sua região? Viaje com a Transcione Viagens e Turismo, a empresa que deixou São Paulo bem perto de Petrolândia e cidades vizinhas.


Transcione Viagens e Turismo tem ônibus para São Paulo todas as sextas-feiras, com saída em frente sede da empresa, na rua São Francisco, 74 - Centro de Petrolândia.

A viagem de São Paulo para Petrolândia acontece as terças-feiras, com saída do escritório da empresa, situado na rua Uruguaiana, no Brás.

Transcione Viagens e Turismo, a empresa que deixou São Paulo bem perto de Petrolândia, e vice-versa.


Da Redação do Blog de Assis Ramalho

Vídeo - Em cerimônia da Independência sem desfile, Bolsonaro cumprimenta apoiadores

O presidente Jair Bolsonaro chegou em um automóvel conversível Rolls-Royce para a cerimônia do Dia da Independência no Palácio da Alvorada, na manhã desta segunda-feira -  (foto: ED ALVES/CB/D.A.Press)

O presidente Jair Bolsonaro participou da cerimônia do 198° aniversário do Dia da Independência ocorrida, nesta segunda-feira (7), no Palácio da Alvorada. Devido à pandemia da covid-19, o tradicional desfile na Esplanada dos Ministérios foi cancelado pela primeira vez na história.

O chefe do Executivo saiu do Palácio da Alvorada em um Rolls Royce. Minutos antes, a primeira-dama, Michelle Bolsonaro. saiu a pé pela porta da residência oficial e cumprimentou apoiadores que aguardavam a cerimônia e foi recebida aos gritos de "mito".


A cerimônia foi iniciada com o hino nacional, seguido do hasteamento da bandeira, o hino da independência e por fim, a apresentação da esquadrilha da fumaça. Ao final, Bolsonaro e ministros também cumprimentaram apoiadores presentes. Para as 20h, está previsto um pronunciamento do presidente em cadeia nacional de rádio e televisão.

Estrutura reduzida
Para a cerimônia desta segunda-feira, o governo montou uma estrutura reduzida no Alvorada para que as autoridades, a imprensa e até apoiadores do presidente pudessem acompanhar o hasteamento da bandeira. Em seguida, ocorre uma apresentação da esquadrilha da fumaça por cerca de dez minutos.

Inicialmente, a Secom informou que o evento seria restrito apenas para convidados, mas o espaço acabou aberto para dezenas de pessoas sob o argumento de que a estrutura foi criada para receber os visitantes que vão diariamente ao Palácio da Alvorada, o que gerou aglomeração.

Os apoiadores do presidente seguram bandeiras do Brasil, dos Estados Unidos e de Israel. Nem todos usam máscara de proteção.

Foram convidadas pelo governo algumas das principais autoridades de Brasília para a cerimônia, como os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, além de ministros de Estado e chefes das Forças Armadas.

Com o desentendimento público entre Maia e o ministro da Economia, Paulo Guedes, o presidente da Câmara optou por não comparecer à comemoração. Segundo a assessoria de Maia, no entanto, o parlamentar não poderá participar porque estará no Rio no horário do evento. No ano passado, ele também não compareceu, porque estava em viagem ao Catar.

Por: Correio Braziliense

Eleições 2020: PL realiza convenção partidária em Carnaubeira da Penha; Dr. Manoel é lançado como pré-candidato a prefeito



Na convenção partidária realizada ontem (06) em Carnaubeira da Penha, foi lançado o nome de Cigney Diniz (Avante)  para pré-candidato a vereador apoiando o pré-candidato do PL para prefeito, Dr. Manoel, e a vice- prefeito, Ary Bastos, do PSB.

Cigney é um nome novo que chega para representar a juventude, os interesses dos agricultores e produtores rurais e de todo povo carnaubeirense.

Com apenas 26 anos, Cigney está finalizando o curso de direito, é pai de uma menina, e vive na zona rural de Carnaubeira da Penha, onde tem serviços prestados, conhecendo de perto o dia a dia desse população.

“Enxergo a necessidade de renovação no Legislativo. A Câmara deverá chegar no próximo ano com propostas novas, projetos atuais, que possam transformar a vida de quem mora em Carnaubeira da Penha. E me sinto preparado para dar esta contribuição”, afirma Cigney.

Por Assessoria de Comunicação

Petrolândia: Feriadão da Independência do Brasil é dia de saborear uma boa pizza em família: Faça seu pedido sem sair de casa a Pizzaria Delivery C&J [Delivery Gratis]


Nesta segunda-feira, 7 de setembro/2020 dia da independência do Brasil, é dia de saborear uma boa Pizza em família!

Fique em casa e faça seu pedido pelo telefone (87) 9 9802-3309 (Zap) - preço R$ 10,00, Delivery Gratis!

A Pizzaria Delivery C&J avisa que aceita cartão de credito, debito e refeição.


Organização: Carlos.

Da Redação do Blog de Assis Ramalho

Petrolândia: Homenagem ao dia da Independência do Brasil da Delgado Construções


Petrolândia: Homenagem ao dia da Independência do Brasil da Delgado Construções 

O 7 de setembro é uma das datas comemorativas mais importantes do Brasil, justamente por abrigar um dos principais acontecimentos da nossa história: a nossa independência. Foi nesse dia, em 1822, que d. Pedro deu início a nossa trajetória como nação independente. Atualmente, o 7 de setembro é um feriado nacional que é marcado por comemorações públicas nas grandes cidades.

A independência do Brasil aconteceu em 7 de setembro de 1822, quando, supostamente, d. Pedro (futuro d. Pedro I) proclamou o grito da independência às margens do Rio Ipiranga, na atual cidade de São Paulo. Com isso, o Brasil rompeu sua ligação com Portugal e consolidou-se como nação independente.

Quais foram as causas da independência?

A independência foi resultado de um processo de desgaste nas relações entre os colonos brasileiros, sobretudo da elite, com Portugal. Isso teve relação direta com a Revolução Liberal do Porto de 1820, mas podemos considerar que tudo começou com a transferência da família real portuguesa para o Brasil, em 1808.

A transferência da família real foi uma consequência da Era Napoleônica e motivada pela invasão de Portugal pelas tropas francesas. A mudança da família real portuguesa para o Rio de Janeiro foi, portanto, uma fuga. Após se instalar no Rio de Janeiro, foi iniciado o que ficou conhecido como Período Joanino.

Esse nome faz referência a d. João VI, regente que esteve à frente de Portugal e só se tornou rei português a partir de 1816. Aqui no Brasil, d. João VI realizou uma série de medidas que contribuiu para a modernização do Brasil, promovendo desenvolvimento econômico e florescimento cultural e artístico.

Duas medidas de destaque foram a abertura dos portos, em 1808, e a elevação do Brasil à condição de reino, em 1815. Com essa última medida, o Brasil deixou de ser uma colônia e tornou-se parte do reino português. Essa situação, no entanto, desagradava a muitos em Portugal. Assim, em 1820, estourou a citada Revolução Liberal do Porto.

Essa revolução mobilizou a elite de Portugal pelo desejo de reformas no país, que incluíam o retorno do rei para Lisboa. O ponto de partida para o processo de independência do Brasil foi, portanto, a intenção da Corte portuguesa (instituição à frente dessa revolução em Portugal) de revogar todas as medidas tomadas por d. João VI durante o Período Joanino.

Processo de independência do Brasil

Foi por causa da possibilidade de recolonização do Brasil que o nosso processo de independência iniciou-se. A elite econômica do país – nesse caso, a elite do Sudeste – não aceitava essa possibilidade porque afetaria seus interesses econômicos. Negociações estenderam-se durante 1820 e 1821, mas, a partir de 1822, o sentimento separatista começou a ganhar força.

Quem encabeçou a independência do Brasil foi o príncipe regente d. Pedro. À medida que a situação foi tornando-se irreconciliável, o príncipe foi convencido a liderar o processo de independência do Brasil. Em 7 de setembro de 1822, a situação mostrou-se insustentável, e o regente declarou a independência.

É importante dizer que o nosso processo de independência não foi pacífico, uma vez que houve resistência, o que resultou em batalhas em locais como Bahia, Pará e Cisplatina (atual Uruguai). As tropas ditas “brasileiras” venceram e conseguiram subjugar os movimentos de resistência.

Portugal acabou reconhecendo nossa independência em 1824, depois que os ingleses mediaram um acordo entre brasileiros e portugueses. O Brasil, como nação independente, organizou-se como uma monarquia e d. Pedro foi aclamado e coroado como imperador do Brasil. Assim, a partir de 1822, ele começou a ser de d. Pedro I.

Caso queira saber mais sobre todo o processo de independência do Brasil, sugerimos a leitura dos seguintes textos: Independência do Brasil e Guerras de Independência.
Feriado

O 7 de setembro é um dia extremamente importante para a nossa história. A memória coletiva em nosso país consolidou essa data como o dia em que d. Pedro realizou o grito da nossa independência, sendo esse acontecimento um marco de fundação de nosso país. Apesar disso, os historiadores atualmente não têm certeza se d. Pedro realizou, de fato, o Grito do Ipiranga.

Sendo considerado um dos marcos fundadores, a data é entendida como um momento importante para a memória coletiva do brasileiro e, por isso, deve ser celebrada. A importância da data é facilmente identificada pelo fato de que ela é um feriado nacional e é um dos três feriados que comemoram acontecimentos marcantes da história brasileira (os outros são o Dia de Tiradentes e o Dia da Proclamação da República).

Acesse também: Tiradentes, um dos grandes nomes da história brasileira

O 7 de setembro só foi transformado em feriado nacional durante o governo de Eurico Gaspar Dutra, o primeiro presidente do Brasil após a ditadura de Vargas. Essa lei decretou a existência de sete feriados no calendário brasileiro e foi reforçada e modificada por uma lei assinada durante o governo de Fernando Henrique Cardoso.

As duas leis foram as seguintes:

Lei nº 662, de 6 de abril de 1949;

Lei nº 10.607, de 19 de dezembro de 2002.

Por Daniel Neves
Graduado em História

Petrolândia Covid-19: Confira Boletim epidemiológico deste domingo (06/09)

Petrolândia: Primeiro dia de reabertura do comércio tem ruas movimentadas  no centro da cidade

O Boletim da Secretaria de Saúde de Petrolândia neste domingo (06/09) informa que a cidade contabilizava 261 casos confirmados [241 já estão recuperados]. Também informa que tem 9 pessoas em isolamento domiciliar e três em internamento. Cinco óbitos foram provocados por Covid-19.

Em comparação com o último boletim divulgado (Domingo 30/08/2020), mais 41 casos foram confirmados, e 49 recuperados.

Confira abaixo os dados completo e locais com casos ativos

Boletim epidemiológico
06/09/2020

36 suspeitos
386 descartados
261 confirmados
9 em isolamento domiciliar
3 Internados
241 Recuperados
5 Óbitos

Veja abaixo locais com casos ativos
Qd 03- 01 caso

Qd 06- 01 caso

Qd 08- 04 casos

Qd 11- 01 caso

Qd  CS- 02 casos

Bairro Nova Esperança 01 caso

AGROVILA 05 BLOCO 03- 01 caso

AGROVILA 05 BLOCO 04- 01 caso

ATENÇÃO
A Secretaria de Saúde reforça que a população deve continuar mantendo o isolamento e distanciamento social. Se puder fique em casa, se precisar sair, use máscara.

Quadro comparativo -  Veja abaixo números da última divulgação, referente ao domingo (30/08)



Da Redação do Blog de Assis Ramalho
Fotos: Pablo Silva e Assis Ramalho

COVID-19: Tradicional desfile de 7 de setembro não vai ser realizado hoje em Petrolândia - Para matar a saudade, o Blog de Assis Ramalho reprisa o desfile de 2019


O tradicional desfile de 7 de setembro não vai ser realizado em Petrolândia nesta segunda-feira (07/09/2020)  por causa da pandemia do novo coronavírus. O tradicional evento foi cancelado em todo o país.

Para matar a saudade, o Blog de Assis Ramalho reprisa o Desfile Cívico do ano passado realizado em Petrolândia - Reveja abaixo;

Petrolândia: Desfile Cívico/2019 de 7 de setembro teve como tema - A educação em Petrolândia: Eu faço parte dessa história.