domingo, 6 de setembro de 2020

Petrolândia/Tacaratu: Diocese de Floresta anuncia o falecimento do Padre Henrique Schuten

Padre Henrique Schuten
Celebração no Santuário de N. Sra. da Saúde, em Tacaratu, em 2018

A Diocese de Floresta anunciou, em rede social, o falecimento do ex-pároco Padre Henrique Schuten, aos 90 anos. Confira a nota de pesar, abaixo transcrita.

"Acreditamos que ao Senhor pertence tudo, o que Ele fez e faz é por amor". É com imensa tristeza, mas confiante na ressurreição, que comunicamos a todos o falecimento de Pe. Henrique Schuten. Missionário da Sagrada Família, ao longo dos seus 61 anos de vida sacerdotal escolheu o nosso sertão como campo de evangelização, pois "este era o seu lugar". Sabemos que faltam adjetivos para qualificar esse "holandês-sertanejo". Sua sabedoria, amizade, pregação. Era algo que contagiava a todos e que marcou nossa comunidade paroquial e igreja diocesana. Mas como está escrito no livro da Sabedoria: "A vida dos justos está nas mãos de Deus". (Sb. 3, 1) E esta era a certeza que acompanhou Padre Henrique no decorrer dos seus 90 anos de vida. Toda nossa comunidade paroquial se entristece com essa perca, mas elevamos nosso louvor de gratidão à Deus pelo convívio, pela amizade, companheirismo... Descanse em paz, Padre Henrique, temos a plena certeza que neste momento já se encontra ao lado de Deus, desfrutando da Jerusalém Celeste. #Luto

A Paróquia e Santuário de Nossa Senhora da Saúde, em Tacaratu, também em rede social, divulgou a nota de falecimento. 

"Descanso eterno dai-lhe Senhor! Acaba de ser confirmada a partida de Pe. Henrique Schuten para a casa do Pai. Grande colaborador, missionário e sacerdote que doou muitos de seus dias na Paróquia Santuário da Mãe da Saúde."

O cantor e compositor tacaratuense Josildo Sá, que está em Aver o Mar, no município de Sirinhaém, litoral sul de Pernambuco, citou o padre em post no Instagram. "Viva Padre Henrique. Inesquecível! Descanse em Paz!", escreveu Josildo.

Padre Henrique Schuten em 2017 durante celebração de Novena de São Francisco de Assis em Petrolândia (Foto: Assis Ramalho)
Ex- párocos de Petrolândia, Padre Henrique Schuten e Padre Giovanni Malacrida são aclamados pelos fiéis após celebração de novena em 2017 (Foto: Assis Ramalho/BlogAR)
Padre Henrique Schuten 

Filho de Bernard Schuten e Maria Gezina Roelfs, Henrique (Henderikus) Schuten nasceu em Lagtuwede (Holanda) aos 26 de novembro de 1929. Professou as primeiros votos aos 08 de setembro de 1954, e foi ordenado presbítero no dia 26 de julho de 1959. Já no final de 1961, embarcou para o Brasil, para se inserir e colaborar na missão desenvolvida pelos Missionários da Sagrada Família na região Nordeste do Brasil.

No decorrer de quase seis décadas de missão, atuou em diversas paróquias do sertão nordestino, e apenas alguns anos nas cidades litorâneas. Trabalhou especialmente em paróquias do Rio Grande do Norte, Ceará e de Pernambuco. Por trinta anos foi pároco de Tacaratu, Diocese de Floresta, de onde estendia sua atenção pastoral a uma vasta região de Pernambuco, Alagoas e Bahia. Ali teve um destacado trabalho social, além de professor de formador de diversas gerações no Colégio Nossa Senhora da Saúde. Por alguns anos, foi professor de teologia no Instituto Franciscano, em Recife.

Na década de 1970, se notabilizou pela luta ao lado das famílias despejadas para a construção de usinas hidrelétricas. Também era muito conhecido pela sua cosmovisão multidisciplinar e progressista, e sua autodidaxia em teologia, bíblia, espiritualidade e pastoral. Isso valeu-lhe críticas de algumas autoridades eclesiásticas, mas era muito benquisto pelo povo. Até um mês atrás, continuava estudando como um jovem universitário, assessorando vários grupos e publicando seu pensamento e suas provocações, que ele chamava “Migalhas Evangélicas”, no seu perfil no face book.

Gostava de dizer que ele não era holandês, nem brasileiro, nem pernambucano, mas sertanejo, pois se identificava com a sina e a luta deste povo. Em 2014, decidiu voltar para sua terra natal. Mas, depois de pouco mais de um ano, pedia insistentemente para voltar ao Brasil, ou melhor, ao sertão. “Quero morrer no sertão!”, dizia ele, com voz emocionada.

Retornando ao Brasil, voltou à sua pobre residência em Floresta/PE, onde vivera muitos anos. Uma casinha simples, ao lado da capela dedicada a Sant’Ana, onde vivia sozinho, sem nenhuma pessoa que o servisse, a não ser o cuidado de fiéis da vizinhança. A partir dali desempenhava sua missão de ser presença e de orientação, especialmente da juventude. Manifestações de carinho e comunhão, especialmente durante sua enfermidade, podem ser vistas no seu perfil no face book (https://www.facebook.com/henrique.schuten).

No dia 9 de agosto, o Pe. Henrique foi encontrado desmaiado na sua casa. O bispo e os fiéis logo providenciaram sua remoção para o hospital de Floresta, onde se constou que ele havia sofrido um AVC. Alguns dias depois, foi transferido a Caruaru, para um hospital com mais recursos. Como não teve melhoras significativas, foi removido para Recife, onde foi acompanhado de perto pelos coirmãos, além de alguns amigos/as fiéis de Floresta. Ali veio a falecer às 16h45 do dia 6 de setembro. Seu corpo será transladado para Floresta, como era seu desejo manifesto. Ali será velado na sua amada comunidade de Sant’Ana. Será sepultado em Floresta amanhã, 7 de setembro, à tarde.

Que o Pe. Henrique descanse no sertão que sempre amou, e viva eternamente na Paz d’Aquele a quem serviu e anunciou!

Redação do Blog de Assis Ramalho

Troca de tiros entre major da PM e policial em bar em Pernambuco deixa dois mortos e vários feridos


Agentes de segurança pública estavam em um bar em Boa Viagem, quando iniciaram uma discussão, segundo a Polícia Militar. Os dois ficaram feridos.

Um major da Polícia Militar e um policial penal trocaram tiros após uma discussão em um bar no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, na noite do sábado (5), segundo a Polícia Militar. O tiroteio deixou dois homens mortos e cinco pessoas feridas, sendo duas delas os agentes de segurança pública.

Os mortos eram clientes do bar e, segundo testemunhas, não estavam envolvidos na briga. Eles foram identificados como Ekel de Castro Pires, de 69 anos, e Claudio Bezerra Bandeira de Melo Sobrinho, de 57 anos.

O bar fica localizado na esquina da Rua Professor José Brandão com a Rua Antônio de Sá Leitão. A troca de tiros, segundo a investigação, aconteceu entre o policial militar José Dinamérico Barbosa da Silva Filho e o policial penal Ricardo de Queiroz Costa. Não há informação sobre qual deles sacou a arma primeiro. O G1 tenta localizar a defesa dos dois agentes.

O motivo da discussão não foi divulgado pela Polícia Militar, mas informações iniciais apontam que teria a ver com a mulher de um dos agentes de segurança pública. Os dois agentes ficaram feridos e foram levados para hospitais particulares. Ambos foram autuados em flagrante por homicídio e tentativa de homicídio, de acordo com a Polícia Civil.

O cônsul do Paraguai, Guillermo Insfran, confirmou que, entre os feridos no tiroteio, está o filho dele, Eduardo Insfran. Segundo o diplomata, Eduardo foi atingido na barriga, mas de maneira superficial.

Um vídeo, enviado ao G1 pelo WhatsApp, mostrou o socorro a um dos feridos após o tiroteio (veja vídeo abaixo). Nas imagens, uma pessoa está no chão e é ajudada por outras a levantar, entrando em um carro.

O policial penal estava no bar com a mulher e dois filhos, segundo a investigação. O major da PM também estava acompanhado de parentes. Entre os dois, havia muitos clientes, segundo o relato das testemunhas.

A Polícia Militar afirmou que foram apreendidos no local três pistolas, quatro carregadores e 39 munições de calibres diversos. O material foi encaminhado para o Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), que conduz a investigação.

Peritos do Instituto de Criminalística (IC) analisaram o local na noite do sábado (5) e na manhã deste domingo (6). Eles também recolheram imagens do circuito interno de segurança dos prédios da vizinhança.

A Corregedoria Geral da Secretaria de Defesa Social investiga a conduta dos agentes públicos. A Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) informou que vai acompanhar as investigações do caso.

O policial penal Ricardo de Queiroz está há oito anos na Secretaria de Ressocialização e faz parte do Grupo de Operações e Segurança da Seres (Gos-Seres). O major José Dinamérico está cedido ao Tribunal de Justiça de Pernambuco, onde é ajudante de ordem da presidência.

O major e dois clientes do bar, Eduardo Insfran e Eva Valéria do Nascimento, foram socorridos para o Real Hospital Português, no bairro do Paissandu. O hospital informou que não poderia repassar detalhes do estado de saúde.

Outro ferido no tiroteio, George Mauro Vasconcelos, foi socorrido para o Hospital da Restauração (HR), no bairro do Derby. O G1 entrou em contato com a Secretaria Estadual de Saúde, mas não recebeu resposta até a última atualização desta reportagem.

O policial penal Ricardo de Queiroz Costa foi levado para o Hospital Santa Joana, no bairro das Graças. Segundo a Seres, ele foi atingido por três tiros e o quadro de saúde era considerado estável, neste domingo (6).

PM punido anteriormente

O major da PM envolvido no tiroteio em Boa Viagem foi punido, em 2017, por uma confusão com um oficial superior durante uma confraternização, segundo o boletim geral da Secretaria de Defesa Social, disponível no portal do órgão.

O policial foi acusado de "atacar a honra de oficial superior" em um post em um grupo de WhatsApp e também de supostamente agredir oficial com um empurrão durante confraternização, ocorrida em 2013, ainda de acordo com o documento. Na ocasião, ele foi punido com pena disciplinar de 30 dias de prisão.

Por G1 PE

Petrolândia: Domingão é dia de saborear uma boa pizza em família: Faça seu pedido sem sair de casa a Pizzaria Delivery C&J [Delivery Gratis]


Hoje é o primeiro domingo de setembro/2020, e é dia de saborear uma boa Pizza em família!

Fique em casa e faça seu pedido pelo telefone (87) 9 9802-3309 (Zap) - preço R$ 10,00, Delivery Gratis!

A Pizzaria Delivery C&J avisa que aceita cartão de credito, debito e refeição.

Organização: Carlos.
Da Redação do Blog de Assis Ramalho

Petrolândia/Recife: Por meio do brilhante trabalho voluntário do professor Tiago (da Escola Brasil), atletas petrolandenses brilham no campeonato pernambucano CAIXA de Atletismo

Com o apoio do professor Tiago (Escola Brasil de Petrolândia)  atletas petrolandenses se destacaram e subiram no pódio do Centro de Atletismo Santos Dumont no Recife.

 Erbson Michel foi campeão nós 1000 metros rasos

Teve início na quinta-feira, e termina neste domgo, 06 de setembro de 2020, no Recife, o campeonatos pernambucano CAIXA DE ATLETISMO de várias categorias.

Com o apoio e preparação do professor Tiago - da Escola Brasil de Petrolândia - vários atletas petrolandenses se destacaram e subiram no pódio do Centro de Atletismo Santos Dumont.

Além de atletas de Petrolândia e de várias partes do estado de Pernambuco, marcaram presença também atletas de outros estados do nordeste que abrilhantaram o campeonato tornando-o mais competitivo.

Em contato com a nossa redação, o professor da Escola Brasil de Petrolândia, que também é treinador dos atletas, nos enviou o seguinte relato;

Assis Ramalho, começamos a competição com pé direito com Erbson Michel sendo campeão na competção/categoria sub-16 dos 1000m rasos. Logo em seguida, aconteceu os 400m rasos sub-23 com Anderson Tiago ficando na terceira colocação. No ano passado, Anderson já havia brilhado nesta mesma competição >>  Clique aqui e reveja

Também tivemos o Caio Lima vice-campeão no lançamento do disco na categoria sub-23. Assim encerramos a primeira etapa, mas isso não era o bastante por que os petrolandenses queriam mais, e  voltaram para segunda etapa com Mikael Victor no sub 16 no 75 m rasos conquistando a medalha de prata. 

Em seguidas, veio Igor Victor que conquistou a medalha de prata no 100 metros rasos no sub-20.

E não parou por aí:  Mikael Victor voltou para a pista mais uma vez e conquistou mais duas medalha de prata nos 250m rasos, e outra nos quatro por 75 metros rasos.

Erbson Michael também participou do revezamento 4 por 75 metros rasos.

E finalizamos o nosso sábado com o revezamento 4x100 metros rasos Sub 23 com a prata para o atleta Anderson Tiago

O Blog de Assis Ramalho e a Web Rádio Petrolândia parabeniza o professor Tiago e os demais atletas  petrolandenses.

Confira fotos abaixo

Tacaratu/PE Eleições 2020: Vereador Paulo Sabino não tentará reeleição e anuncia apoio a Julinho de Bira


O vereador de Tacaratu, Paulo Sabino, anunciou que apoiará a candidatura de Julinho de Bira (Avante) para a Câmara Municipal.

O parlamentar tomou a decisão de não entrar na disputa desse ano com seu grupo político.

Paulo Sabino optou por apoiar a candidatura de Julinho de Bira, um jovem com boas ideias para o município. Julinho de Bira atuou nos últimos anos na assistência técnica nos assentamentos, onde prestava serviços para o INCRA, e fez um belo trabalho nesses três municípios da região do sertão de Itaparica, Tacaratu, Petrolândia e Jatobá. Ele lança sua pré candidatura e vai concorrer uma vaga na câmara municipal de Tacaratu.

“É uma alegria muito grande receber o apoio de um vereador de mandato, que fez um belo trabalho pelo povo do Tacaratu. Conheço Paulo Sabino há muitos anos, desde quando eu ainda era criança, e contar com seu apoio é um grande reforço para o nosso projeto”, afirmou Julinho de Bira.

Da Redação do Blog de Assis Ramalho

Velha Petrolândia, uma saudade que não passa: Momentos de recordações neste domingão 06/09/2020


Neste domingão, 06 de setembro de 2020, o Blog de Assis Ramalho vai no fundo do Baú, e mostra fatos, fotos e vídeos para nos lembrar da nossa saudosa velha Petrolândia, hoje submersa as águas do Rio São Francisco.

Confira abaixo

Petrolândia Eleições 2020: João Paulo lança pré-candidatura a vereador e participa do Quadro do Blog de Assis Ramalho ''Por que quero ser vereador da minha cidade'' - Conheça suas propostas


Faltando pouco mais de dois meses para o processo eleitoral de escolha para os cargos de prefeito, vice-prefeito e vereadores, o Blog de Assis Ramalho segue concedendo divulgação gratuita dos pré-candidatos de Petrolândia e demais municípios, interessados em participar do quadro ''Por que quero ser vereador da minha cidade''. Neste domingo (06/09/2020), o participante é o pré-candidato a vereador de Petrolândia, o jovem João Paulo.

Ele é do PSB e apoia o grupo político da gestora Jane Souza.

Confira abaixo

Caro Assis Ramalho, e povo de Petrolândia

Porque eu quero ser vereador de petrolândia,


Eu em frente a situação atual, quero mudar a realidade que hoje se encontra, a realidade é que hoje pouco se desenvolveu em termos de infra-estrutura e habitação, assim também vejo que hoje se encontra defasado o setor econômico do município por não haver investimento em infra-estrutura, como por exemplo no cinturão verde e no Ceasa que teve início em sua obra mais nunca foi concluída, hoje os comerciantes os micro-empresários, os agricultores perdem por não terem uma demanda de consumo porque não há interesse no consumo por não haver parâmetros de infra-estrutura da procura e oferta, outra questão que quero agir e no setor da Saúde pública que não oferece hoje exames e atendimento público onde os cidadãos tem que se locomover para outras cidades para realizar exames periódicas padrão, outra qual quero ser vereador da câmara e saber que petrolândia é uma potencia no turismo e não são realmente explorado com sustentabilidade, não gerando renda e emprego ao município, portanto quero também ressaltar a falta de segurança pública não armando e dando suporte necessário a GCM do município, deixando assim de agir conforme a lei para atuarem em defesa aos mais necessitados, que hoje estão a beira da marginalização.

João Paulo - Bairro Nova Esperança/ Petrolândia

AVISO DO BLOG DE ASSIS RAMALHO
Interessados em participar do quadro ''Por que quero ser vereador da minha cidade'' entre em contato com a Redação do Blog de Assis Ramalho.

A participação é grátis!

Celular (87) 99955-1186 (WhatsApp)
E-mail: contato@assisramalho.com.br

Redação do Blog de Assis Ramalho

Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas entrega à Justiça Eleitoral lista com gestores 'FICHA SUJA'

Lista encaminhada ao TRE pode ser usada pela Justiça Eleitoral para barrar candidaturas 

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Alagoas recebeu da Presidência do Tribunal de Contas do Estado (TCE), no dia 17 de julho, uma relação contendo o nome de 35 gestores públicos que tiveram as contas analisadas e desaprovadas nos últimos dois anos. Na prática, essa rejeição implica uma declaração de inelegibilidade e o candidato é considerado ‘ficha-suja’. Com base também nessa lista, os juízes eleitorais decidem sobre o deferimento ou não das candidaturas solicitadas no processo eleitoral. No último dia 1º, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, por maioria de 5 votos a 2, que os políticos enquadrados na Lei da Ficha Limpa até outubro de 2012 poderão disputar as eleições deste ano. Como a Ficha Limpa prevê inelegibilidade por oito anos, a dúvida era se o adiamento das eleições de outubro para novembro continuaria a barrar quem foi enquadrado como ficha-suja nas eleições de 2012, realizadas em 7 de outubro. Políticos que ficaram inelegíveis por irregularidades nas eleições de outubro de 2012, realizadas em 7 de outubro daquele ano, estariam inelegíveis até 7 de outubro deste ano. Em consequência disso, não poderiam disputar a eleição, cuja data inicialmente estava prevista para 4 de outubro. Mas, de acordo com a decisão do TSE, o adiamento das eleições para 15 de novembro fez com que a proibição prevista na Ficha Limpa não incida mais sobre os políticos que se tornaram inelegíveis em outubro de 2012. Em relação à lista encaminhada pelo TCE ao TRE-AL, figuram os gestores de Marechal Deodoro, Cristiano Matheus; de Campo Alegre, Gervásio de Oliveira Lins e Luciano Rufino da Silva; de Mar Vermelho, Juliana Lopes de Farias Almeida; de Joaquim Gomes, Amara Cristina da Solidade; de Senador Rui Palmeira, Siloé de Oliveira Moura; de Monteirópolis, Mailson de Mendonça Lima; da Barra de Santo Antônio, Rogério Farias e Maria Cícera Mendonça Casado; e de Mata Grande, Fernando José de Araújo Lou. Ainda estão relacionados Antônio Palmery Melo Neto, de Cajueiro; Arthur Emilio Bernardes Lins, do Ideral; Severiano José Freitas Souza e Manuilson Andrade Santos, ambos de Colônia Leopoldina; Maxwell Tenório Cavalcante, de Pindoba; José Rodrigues Gomes, de Água Branca; Márcio Fidelson Menezes Gomes, de Maravilha; Manoel João dos Santos Júnior, de Passo do Camaragibe; Ermane Pereira de Melo, de Batalha; e Cleovan Florentino de Almeida, de Maribondo. O TCE notificou, também, José Alberto Barroso Barreto, de Jaramataia; Djalma Guttemberg Siqueira Breda, de Piaçabuçu; Roberto Ferreira Wanderley, de Cacimbinhas; Manoel Marques Júnior, de Jacuípe; Cícero Ferreira da Silva, de Satuba; José Hermes de Lima, de Canapi; Marcos Antônio de Almeida, de Paulo Jacinto; Cícero Cavalcante de Araújo, de São Luís do Quitunde; João Pereira da Silva, de Santa Luzia do Norte; José Ernesto Silva Júnior, de Jacaré dos Homens Os conselheiros desaprovaram, da mesma maneira, as contas de Marcos Aurélio de Melo, da Câmara Municipal de Jacaré dos Homens; Antônio Guedes Cavalcanti Filho, da Câmara de Joaquim Gomes; Luiz Adolfo Beiriz Verçosa, da Câmara de São Miguel dos Milagres; Cícero José da Silva, da Câmara de Porto Calvo; e Mário César Pereira da Silva, da Câmara de Batalha.


CRESCIMENTO

O número já supera a lista repassada nas eleições de 2018, na qual 27 gestores públicos figuravam como ‘ficha-suja. E a relação deste ano ainda pode crescer até o dia 24 de setembro, conforme adiantou a Corte de Contas. A explicação é que alguns agentes públicos que poderiam constar na listagem ingressaram com recursos no Tribunal de Contas ou na Justiça comum, com a finalidade de recorrer da decisão da desaprovação dos balancetes. É uma obrigação dos tribunais de contas fornecer esta relação aos TREs, que detém o poder de examinar os que solicitarem o registro da candidatura. Estando estes gestores na lista das contas rejeitadas ficam, em tese, impossibilitados de disputar a eleição este ano. O período padrão das contas julgadas é de oito anos, para fins de elegibilidade, conforme está previsto pela Justiça Eleitoral. A assessoria de comunicação do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas confirmou que o relatório está em posse da assessoria técnica da corte. Desse setor, ainda será analisada pela presidência e, posteriormente, liberada à consulta dos juízes eleitorais, responsáveis pela análise dos futuros pedidos de registro das candidaturas. No Brasil, conforme levantamento parcial da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), há mais de 12 mil gestores públicos condenados por atos administrativos em segunda instância. Por este motivo, devem ser enquadrados na Lei da Ficha Limpa, sendo inviável a disputa nas eleições deste ano.

Por Gazeta de Alagoas 

Jatobá-PE: Petrolandense Jailma Barbosa, apresentadora e repórter da TV Jornal (SBT), mostra reportagem exclusiva sobre o conflito de terras entre indígenas Pankararu e não índios (vídeo)

Ameaçados de morte, índios Pankararus de  Jatobá pedem paz. Ex-posseiros se defendem de acusações


Plantas destruídas nas terras indígenas


Uma disputa judicial entre agricultores e índios da etnia Pankararu, que agora chegou em um nível nunca antes visto na história da região

A repórter Jailma Barbosa conversou com Índios e Ex-posseiros e conta tudo na matéria abaixo

A apresentadora e repórter da TV Jornal Jailma Barbosa esteve em Jatobá, no Sertão de Pernambuco, na gravação de matéria sobre o conflito entre indígenas e não índios. Os índios Pankararu denunciam ameaças de morte e pedem paz. Ex-posseiros das terras se defendem de acusações.

A cidade de Jatobá está localizada a cerca de 450 km da capital Recife e o conflito por terras tomou proporção inédita na região, após a retirada dos não índios, que residiam na área há décadas. A desintrusão foi determinada judicialmente e as terras foram devolvidas aos índios da etnia Pankararu.

Natural da vizinha cidade de Petrolândia, Jailma Barbos conversou com índios e ex-posseiros.

Confira na reportagem abaixo.

Concursos públicos oferecem 14.990 vagas com salários de até R$ 17 mil

Ao todo, serão oferecidas 131 vagas em diversos setores — Foto: Foto: PMR/Divulgação

Concursos públicos oferecem pelo menos 14.990 vagas em várias regiões do país. Esse número se refere a concursos selecionados (nacionais, com mais vagas e salários melhores). Alguns dos concursos listados podem ser suspensos ou adiados, por consequência da pandemia de coronavírus. Verifique diretamente com a organização do concurso. Foi o que aconteceu com o concurso do IBGE, por exemplo, depois que o Censo foi adiado para 2021.

Se forem considerados todos os concursos, há mais de 16 mil vagas. Existem oportunidades em diversos cargos, destinadas a candidatos de todos os níveis de escolaridade. As remunerações iniciais podem chegar a R$ 17 mil, dependendo da função desejada.

Veja na reportagem completa as 14.990 vagas em concursos

Do UOL, em São Paulo