quinta-feira, 4 de março de 2021

Representatividade de mulheres pernambucanas na política está abaixo da média nacional, diz IBGE

 

Adelina Martins, foi a única mulher eleita vereadora no município de Petrolândia-PE

Mulheres pernambucanas ocupam menos cargos políticos. Isso é fato. Atualmente, por exemplo, das 25 cadeiras de deputado federal reservadas para Pernambuco, apenas uma é ocupada por mulher: a deputada federal Marília Arraes (PT).

PETROLÂNDIA
 Adelina Martins, foi a única mulher eleita vereadora no município de Petrolândia, no sertão de Pernambuco.

A pesquisa de estatísticas de gênero do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada nesta quinta-feira (4), concluiu que a representatividade das mulheres pernambucanas na política está abaixo da nacional.

Por ter apenas 4% de ocupação por mulher pernambucana nas vagas destinadas a deputados federais do Estado, Pernambuco possui o menor índice do País. "É a menor proporção entre todos os estados que tiveram deputadas federais eleitas, à frente apenas do Amazonas, Maranhão e Sergipe, que não elegeram nenhuma parlamentar", diz a pesquisa.

O IBGE ainda se debruçou sobre as eleições para vereadores em 2020. A conclusão foi parecida, de todas as vagas disponíveis para câmaras municipais no Estado (2.116 vagas), apenas 291 são ocupadas por mulheres. O percentual é de 13,8%, a quinta pior posição do País.

A ocupação de mulheres em cargo de gerência em Pernambuco é de 45,1%, de 90 mil vagas. Com a maior parte das vagas ocupada por homens (54,9%), este é o índice mais alto de ocupação por mulheres em cargos de poder. A média nacional é de 37,4% de mulheres em cargos de gerência. No Nordeste, o número é de 40,9%.

Com relação aos cargos na segurança pública, em 2019, a representatividade de mulheres era 15,6% do total de policiais civis e miliares de Pernambuco. "Na PM, a proporção de policiais mulheres era de 11,7% no período, próxima à média brasileira, de 11%; já na Polícia Civil, o percentual sobe para 28,6% do efetivo, ligeiramente superior à média nacional, de 27,6%", informou o instituto.

Blog de Assis Ramalho, com Blog da Folha

Petrolândia: Agenda de atendimento da MedClinic; confira e marque sua consulta

 

Agende sua consulta pelos telefones: 87 9.9946-1544 - 87 38511879A MedClinic está localizada em Petrolândia na Av. Deputado Milvernes Cruz Lima, 292, na Orla de Petrolândia.

Blog de Assis Ramalho
Com informações da MedClinicDivulgação/MedClinic

Jumento atingido por avião que transportava vacinas na Bahia é encontrado morto



O jumento atingido pelo avião da Casa Militar do Governador da Bahia, que transportava vachttp://inas da covid-19 na quarta-feira (3/3), no aeródromo de Ibotirama, foi encontrado morto horas depois do acidente.

O jumento estava ainda na região do aeródromo. Por causa da pancada, ele perdeu muito sangue e acabou não resistindo aos ferimentos.

No dia do acidente, o prefeito de Ibotirama, Laercio Santana (PSB), comentou a situação por meio das redes sociais.

"Infelizmente, me deparo com a situação indesejada, mas graças a Deus sem nenhum prejuízo à saúde das pessoas. A gente tem que focar na responsabilidade de tentar ao máximo não deixar seus animais soltos", declarou. Não há informações sobre quem é o proprietário do animal.

A prefeitura pretende iniciar o processo de captação desses animais das ruas, além de notificar os donos.

Como aconteceu

O animal foi atingido após o avião pousar no aeródromo de Ibotirama. As quatro caixas com imunizantes, que estavam sendo transportadas pela aeronave, não foram danificadas. O piloto também não sofreu ferimentos.

Por causa da pancada, o avião teve pequenas avarias e outra aeronave foi encaminhada para dar sequência ao transporte das vacinas.

Por Correio Braziliense

Já está funcionando em Petrolândia a Loja LA BELLE, tudo em utilidades para sua casa

A loja LA BELLE fica situada na rua Manoel Rodrigues de Almeida, em frente à Fernando da Eletrônica, vizinha a sede da OAB na rua da Delegacia de Polícia Civil, que está desativada.



Alessandra, atendente da loja



Foi inaugurada em Petrolândia a mais nova loja da cidade: LA BELLE, tudo em utilidades para sua casa. A Loja LA BELLE é especializada na venda de faqueiros, xicaras, taças, conjunto de sobremesa, suqueiras, conjunto para banheiro, porta toalha, porta guardanapo, entre outros itens.

A loja LA BELLE fica situada na rua Manoel Rodrigues de Almeida, em frente à Fernando da Eletrônica, vizinho a sede da OAB na rua da Delegacia de Polícia Civil, que se encontra desativada.

Contato: Cel. 9.9966-5524.



Redação do Blog de Assis Ramalho
Foto: Assis Ramalho/BlogAR


Jair Bolsonaro faz forte desabafo sobre a imprensa, fala de lockdown e critica governadores: “Chega de frescura, mimimi. Vão ficar chorando até quando?”


Em agenda em São Simão (GO), no início da tarde desta quinta-feira (4/3), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a criticar governadores e prefeitos, devido a decretos estaduais que estabelecem medidas como fechamento do comércio e restrição da circulação de pessoas, para conter a disseminação da Covid-19.

O mandatário da República elogiava trabalhadores rurais por não terem ficado em casa, quando cobrou que a população “enfrente os problemas”.

“Vocês [produtores rurais] não ficaram em casa, não se acovardaram. E nós temos que enfrentar os nossos problemas. Chega de frescura, mimimi. Vão ficar chorando até quando? Temos que enfrentar os problemas. Respeitar, obviamente, os mais idosos, e aqueles que têm doenças, comorbidades. Mas onde vai parar o Brasil se nós pararmos?”, disse Bolsonaro.



“Sempre disse: vamos cuidar da questão do vírus e do desemprego. São dois problemas que temos que tratar com a mesma responsabilidade e de forma simultânea. Lamentamos qualquer morte no Brasil”, prosseguiu o presidente.

O titular do Palácio do Planalto comunicou que soube da morte da primeira professora que teve em Jundiaí (SP), que faleceu com 101 anos de idade. “Eu esperava vê-la, porque marcou a minha vida. E seus familiares se emocionaram quando eu conversei com eles por telefone, mas essa é a nossa vida”, completou.

Na quarta-feira (3/3), o país registrou 1.910 óbitos causados pela Covid-19, o maior número desde o início da pandemia. Foram registradas 71.704 novas infecções de coronavírus, segundo balanço divulgado pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). No total, o Brasil já perdeu 259.271 vidas para a doença e computou 10.718.630 casos de contaminação.

Bolsonaro também citou a inflação da cesta básica, que foi de 3,64% no mês de dezembro. Em comparação a janeiro de 2020, o aumento é de 28,6%, ou seja, em um ano, o preço da cesta básica saltou de R$ 340,61 para R$ 438,16.

“Todos vamos sofrer, se não tomarmos as medidas certas. Nós somos um país que, sim, tem um futuro. O homem do campo, repito, não parou. Tivemos inflação da cesta básica, tivemos, sim. Como vou negar isso daí? Não vou negar, mas, se vocês tivessem parado, pior do que a inflação, seria o desabastecimento.”

O chefe do Executivo federal participou nesta quinta de cerimônia de inauguração de trecho da Ferrovia Norte-Sul, que liga São Simão (GO) e Estrela D’Oeste (SP). Acompanharam Bolsonaro os ministros Fábio Faria (Comunicações), Augusto Heleno (GSI), Onyx Lorenzoni (Secretaria-Geral) e Tarcísio Gomes de Freitas (Infraestrutura).

Por Portal Metrópoles
Vídeo: Foco do Brasil

Petrolândia: Secretaria de Saúde vacina idosos entre 80 e 84 anos


Estamos Vacinando os nossos idosos entre 80 e 84 anos.
O momento é crítico, respeite as regras do decreto, pelo bem de todos evite aglomerações, use a máscara.

Todos contra o CORONAVÍRUS.

Divulgação/Prefeitura de Petrolândia

Petrolândia: Na semana da mulher, vereador Fabrício Cavalcante presta homenagem a Elita Ramalho



A homenageada de hoje, na SEMANA DA MULHER, é Maria Elita Ramalho Leal. Professora aposentada, mãe de sete filhos, viúva após um casamento de 61 anos, sempre exerceu uma liderança natural na defesa das causas sociais. Pioneira em movimentos sindicais, ajudou a fundar o Partido dos Trabalhadores no início da década de 1980, elegendo-se vereadora anos depois. Durante o mandato, foi constituinte da nova Lei Orgânica do município. Ao longo de sua trajetória política abraçou as pautas femininas, da educação, dos direitos humanos, dos agricultores, do acesso à terra.

Atualmente Elita continua sua missão de liderança. Residindo no Sobrado, contribui para o desenvolvimento sustentável local. Por tudo que fez, e ainda faz, nosso sincero reconhecimento.

Fabrício Cavalcante - Vereador de Petrolândia

Petrolândia e mais 38 municípios pernambucanos aderiram ao Consórcio para compra de vacinas; Confira a relação das cidades


Diante da incerteza em relação ao Plano Nacional de Imunização e da lentidão para aquisição e envio de vacinas para todo o território nacional, um consórcio liderado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP) está sendo mobilizado para garantir vacinas contra a Covid-19 para os municípios que aderirem. Em Pernambuco, 39 municípios já oficializaram o interesse em participar do consórcio. O prazo para a adesão se encerra nesta sexta-feira (5).

A FNP é integrada por cidades com mais de 80 mil habitantes, mas qualquer município pode aderir ao consórcio. Exemplo disso são metrópoles pernambucanas que são signatárias como Recife, Caruaru, Olinda, Jaboatão dos Guararapes e Petrolina. Até 22 de março, o consórcio deverá ser formalizado para que assim possa atuar na aquisição de imunizantes.
Justiça

O protagonismo da compra e distribuição dos imunizantes tem sido motivo de disputa política em Brasília. O presidente Jair Bolsonaro vetou o trecho da Lei 14.121, de 2021 que dava aos estados e municípios autonomia para adquirir e distribuir imunizantes em caso de omissão do Governo Federal. Na prática, o veto ficou sem efeito, já que, no dia 23 de fevereiro, o Supremo Tribunal Federal (STF) aprovou, por unanimidade, tal altorização aos entes federados para agir na compra e distribuição de imunizantes.

Confira os municípios pernambucanos que já assinaram a adesão ao consórcio:

Arcoverde
Barreiros
Belo Jardim
Bom Jardim
Bonito
Brejinho
Brejo da Madre de Deus
Cabo de Santo Agostinho
Camaragibe
Carnaíba
Caruaru
Cabrobó
Custódia
Exu
Flores
Floresta
Gameleira
Iati
Ipojuca
Jaboatão dos Guararapes
Olinda
Panelas
Pesqueira
Petrolândia
Petrolina
Pombos
Quixaba
Riacho das Almas
Recife
Santa Cruz do Capibaribe
São José do Egito
São Vicente Férrer
Serra Talhada
Sertânia
Surubim
Toritama
Tuparetama
Venturosa
Vitória de Santo Antão

Por Folha de Pernambuco

Por um placar de 62 votos a 14, Senado aprova PEC Emergencial em segundo turno nesta quinta-feira (4/3)


Por um placar de 62 votos a 14, o Senado aprovou, nesta quinta-feira (4/3), em segundo turno, a PEC Emergencial, que prevê medidas de ajuste fiscal e mecanismos para garantir a retomada do pagamento do auxílio emergencial. A matéria segue para a análise da Câmara, onde será encaminhada diretamente para o plenário, sem passar pelas comissões, conforme acordo entre os partidos. O objetivo é acelerar a tramitação da matéria.

O governo pretende iniciar o pagamento do auxílio emergencial no próximo dia 18, para os que recebem o Bolsa Família. Os demais trabalhadores devem começar a receber o benefício no fim do mês. Serão, ao todo, quatro parcelas, pagas de março a junho.

O valor do auxílio, definido pelo governo, será de R$ 250, mas mulheres com filhos terão direito a uma cota maior, de R$ 375. Famílias compostas apenas por uma pessoa, por sua vez, receberão R$ 150.

O governo definiu que as quatro parcelas do auxílio emergencial serão pagas a apenas um membro da família. Ao todo, 46 milhões de desempregados e trabalhadores informais deverão receber o benefício. O gasto foi estimado pela equipe econômica entre R$ 35 bilhões e R$ 36 bilhões.

O texto aprovado no Senado foi o parecer do relator da PEC, Marcio Bittar (MDB-AC). Para que o pagamento do auxílio emergencial não comprometa o teto de gastos, o senador definiu um limite máximo de R$ 44 bilhões para o montante de despesas que poderão ser excepcionalizadas das regras fiscais.

Contrapartidas fiscais

Ao longo da tramitação da PEC, pressões dos partidos levaram o relator a recuar de várias propostas de contrapartidas fiscais, como o fim do piso constitucional para gastos com saúde e educação e a redução de salários e jornada dos servidores para conter os gastos públicos.
Gatilhos fiscais

Foram mantidos, entre outros pontos, os chamados "gatilhos" fiscais, a serem acionados quando as despesas primárias (sem contar os juros da dívida) ultrapassarem 95% das receitas correntes.

Entre os gatilhos previstos na PEC estão o congelamento dos salários dos servidores, a proibição de aumento dos gastos com pessoal, além da vedação a promoções e progressões no serviço público. A adoção desses mecanismos, segundo o texto, é automática para a União e facultativa para os estados, o Distrito Federal e os municípios. Ela deve valer apenas durante o período de vigência do decreto de calamidade pública.

Segundo dados do Tesouro Nacional, 13 estados e o Distrito Federal estão em condições para decretar estado de emergência fiscal e acionar medidas de controle de gastos, como o congelamento dos salários no funcionalismo.

Conforme o Boletim dos entes subnacionais de 2020, elaborado a partir de dados de 2019, as despesas primárias ultrapassaram 95% das receitas correntes nas seguintes unidades da federação: Bahia, DF, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins.

Por Correio Braziliense

Boletim desta quinta-feira (04/03/2021): Pernambuco registra 1.685 novos casos e 22 óbitos por Covid-19 nas últimas 24h


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta quinta-feira (4), 1.685 casos da Covid-19. Entre os confirmados, 82 (5%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 1.603 (95%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 304.732 casos confirmados da doença, sendo 32.722 graves e 272.010 leves.

Também foram confirmados 22 óbitos, ocorridos entre 5 de janeiro deste ano e essa quarta-feira (3). Com isso, o Estado totaliza 11.090 mortes pela Covid-19. Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.

Por Folha de Pernambuco

Petrolândia: Ortopedista Dr. Érico Herbert atende na Policlínica nesta sexta-feira (05) às 8h:00; agende a sua consulta


A Policlínica de Petrolândia, situada na Av. Auspício Valgueiro Barros, 62 - Centro, em frente ao CAT dos Bombeiros (antigo escritório da Celpe), informa que Dr. Érico Herbert, ortopedista, atende nesta sexta-feira (05/03/2021) a partir das 08h00.

Agende sua consulta pelos números (87) 3851-2497 ou 99618-8877.

DR. Érico Herbert também atende na Policlínica às quartas-feiras a partir das14 horas



Blog de Assis Ramalho
Informação: Policlínica

Mulher chefe de família receberá cota maior do auxílio emergencial


De acordo com fontes envolvidas nas discussões, o valor do novo auxílio emergencial será de R$ 250, mas mulheres com filhos terão direito a uma cota maior, de R$ 375.

Já famílias compostas apenas por uma pessoa, receberão R$ 150.

Os valores serão pagos em quatro parcelas a apenas um membro da família. Além disso, não poderão ser acumulados.

A estratégia do governo é focalizar melhor o auxílio e atingir maior número de pessoas, um universo de 46 milhões de famílias. O gasto está projetado entre R$ 35 bilhões e R$ 36 bilhões.

O plano do governo é começar a pagar o benefício no dia 18 de março para os beneficiários do Bolsa Família.

O restante dos trabalhadores deve receber a partir dos últimos dias do mês, segundo uma fonte que acompanha a elaboração da proposta.

Nessa nova etapa, deverão ser mantidos os mesmos critérios de renda para acessar o auxílio, de meio salário mínimo por pessoa da família (R$ 550) e até três salários mínimos (R$ 3,3 mil).

Os detalhes constarão de uma medida provisória (MP) a ser editada nos próximos dias a fim de iniciar os pagamentos ainda neste mês.

Caberá ao Ministério da Cidadania definir o cronograma a ser cumprido pela Caixa Econômica Federal.

Por O Globo

PEC Emergencial é aprovada e proibição de concursos é um dos mecanismos de contenção de gastos


O Senado aprovou na noite desta quarta-feira (3), em primeiro turno, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 186/2019, a chamada PEC Emergencial. Depois de dias de discussão em plenário e negociações nos bastidores, o relator da matéria, Márcio Bittar (MDB-AC), chegou a um texto que, se não obteve unanimidade, conseguiu apoio da maioria. A votação do segundo turno da PEC foi convocada para amanhã (4) às 11h.

O texto-base da PEC foi aprovado por 62 senadores e teve 16 votos contrários no primeiro turno. Após a aprovação em segundo turno, a PEC segue para análise da Câmara dos Deputados.

O texto cria mecanismos de ajuste fiscal, caso as operações de crédito da União excedam as despesas. Ele também possibilita o pagamento do auxílio emergencial com créditos extraordinários sem ferir o teto de gastos públicos. O gasto com o auxílio também não será afetado pela chamada “regra de ouro”, um mecanismo que proíbe o governo de fazer dívidas para pagar despesas correntes. O governo estuda retornar com o auxílio emergencial em forma de quatro parcelas de R$ 250 ainda este mês.

Evitar gasto excessivo

Bittar acrescentou nesta quarta-feira ao relatório mais uma “trava” para evitar um gasto excessivo com o auxílio. O relator limitou a R$ 44 bilhões o valor disponível para pagamento do auxílio emergencial. “Na redação anterior não constava tal limite, o que poderia trazer incertezas quanto à trajetória fiscal, com prejuízos ao ambiente econômico”, disse o senador em seu relatório.

O relator também fixou o prazo de vigência das medidas de ajuste fiscal previstas na PEC para enquanto durar a situação de calamidade pública. “Considero pertinentes as sugestões de que a persistência das vedações fiscais do Artigo 167-G seja mantida apenas durante a situação de calamidade pública de âmbito nacional e não estendida além do seu término”

As medidas de ajuste fiscal mantidas no texto incluem gatilhos de contenção de gastos para a União, os estados e os municípios. Na esfera federal, todas as vezes em que a relação entre as despesas obrigatórias sujeitas ao teto de gastos e as despesas totais supere 95%, os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário e o Ministério Público proibirão aumentos de salário para o funcionalismo, realização de concursos públicos, criação de despesas obrigatórias e lançamento de linhas de financiamento ou renegociação de dívidas.

Auxílio emergencial separado

Durante a sessão, os senadores votaram um requerimento do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) que separava o auxílio emergencial das medidas de ajuste fiscal, fatiando a PEC em duas propostas diferentes. Vieira via no auxílio emergencial uma urgência necessária na votação; urgência que não considerava ser a mesma nos trechos referentes ao ajuste fiscal.

Álvaro Dias (Podemos-PR), Leila Barros (PSB-DF), Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Zenaide Maia (Pros-RN) e Rogério Carvalho (PT-SE), dentre outros, apoiaram o requerimento de Vieira. Para eles, as matérias referentes ao ajuste fiscal devem ser discutidas com mais tempo e a urgência do auxílio emergencial não deveria ser usado para apressar a aprovação de tais matérias. O requerimento, no entanto, não obteve votos suficientes e foi rejeitado.

* Com informações da Agência Senado

Petrolândia: Escola técnica CEAPE abre inscrições para cursos técnicos em várias áreas



Estamos com cursos técnicos para iniciar agora no mês de março. Não perca mais tempo ,venha fazer parte do grupo CEAPE.

“É gratificante ver nossos estudantes participando dessa fase final do curso técnico de enfermagem que são os estágios, é a realização de um sonho, um projeto pensado e construído focado na formação profissional.

Um sonho serve somente para que seja alcançado. E nós estamos aqui hoje para provar que todo sonho é possível, basta querer"

Prof. George Rodrigues
Diretor Geral do CEAPE

Petrolândia: Loja Franckeletro anuncia novo horário de funcionamento; Confira!


Prezados Clientes Franckeletro, devido ao decreto estadual informamos nosso horário de funcionamento para melhor atendermos. Certo de sua escolha pela loja que tem como o lema Simplicidade do lar, estamos trabalhando para que a comodidade esteja sendo procedida da melhor forma nessa época de restrição. Desde já agradecemos seu apoio e confirmamos nosso compromisso com você.

Loja Franckeletro


Petrolândia: Com promoções, Bar e Restaurante Maria Fumaça, cada vez melhor, anuncia novo horário de funcionamento durante as regras do decreto do governo de PE ; Confira!

 

Blog de Assis Ramalho
Informação:/Maria Fumaça

Filho de Petrolândia, cantor e compositor Navi Melo lança seu segundo trabalho com 7 músicas inéditas


Natural de Petrolândia, no Sertão de Pernambuco, o cantor e compositor Navi Melo, de 23 anos, lançou o segundo trabalho dele. Com sete músicas inéditas, o segundo álbum autoral já chegou aos aplicativos de músicas. Intitulado de “Erotes”, o EP lançado na última segunda (1), mistura ritmos como Pop, Trap, R&B, Eletrônica, Country, New Wave e, até mesmo, Forró Pé-de-Serra.

“O conceito do EP gira em torno das personalidades dos quatro filhos de Afrodite: “Eros, Anteros, Hímeros e Pothos”, os “Erotes”. Ilustrando, através de todas as faixas, as 4 faces do amor: Inconsequente, vingativo, sexual e apaixonado. E, através deles, mostrando um pouco mais dessa busca pela autoestima e amor próprio que todos nós vivemos”, revela Navi Melo, que assina a produção musical com Cristian Kelvin e VITU.

O álbum apresenta uma mistura de gêneros, e aposta em versões internacionais e nacionais. Referência regional não poderia faltar.

O que também marca esse momento de Navi, é que a música que leva o nome do novo projeto, ganhou uma versão em vídeo, dirigido por Gabriel Lopes. O clipe está disponível no canal do artista no YouTube: www.youtube.com/watch?v=XzxHZZvA0xc.

O “EP Erotes”, tem as faixas “Universe”, “Openbar”, “Benzadeus”, “Libido”, “Slow” e “Apitei.” A última música tem uma participação especial. A citação poética tem a voz assinada pela atriz Camila Bastos.

O projeto do artista Navi Melo tem o incentivo da Lei Aldir Blanc, através da Secretaria de Cultura de Pernambuco.

Sobre Navi Melo: As letras impulsionaram o artista para lançar sua carreira musical. Foi no último semestre de 2019 que o artista começou a escrever suas primeiras composições. Lançado em 2020 “Vai Doer e Você Está Sendo Avisado” é o primeiro trabalho totalmente autoral, o EP tem sete músicas.

Navi Melo, sempre foi apaixonado pelo universo musical. Nas redes sociais, chegou a compartilhar covers. E também gravou clipes amadores com a ajuda dos amigos, que vibram pela escolha que o pernambucano escolheu seguir.

Na arte, o primeiro trabalho que ele fez foi no teatro musical, integrando o “Aladim – O musical Recife”, da Nível 2.

Por Didi Galvão

Petrolina atinge 95% de ocupação em leitos de UTI, e prefeito faz apelo



A cidade de Petrolina, no Sertão pernambucano, registrou uma ocupação de 95,45% dos leitos das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) nesta quarta-feira (3). Do total de 44 leitos de UTI da cidade, apenas dois estão disponíveis. Em pronunciamento, o prefeito da cidade, Miguel Coelho (MDB), fez um apelo para que a população ajude o poder público, mantendo as restrições sociais.

Até o dia anterior, essa terça-feira (2), a ocupação de leitos de UTI na cidade estava em 70%, de acordo com o prefeito.

"Desde o começo da pandemia, a gente nunca chegou num momento tão sensível e crítico como esse. Vai faltar leito", comentou Miguel Coelho.

No anúncio da situação vivenciada, o prefeito pediu para que a população ajude com as restrição social. "Eu peço, pelo amor de Deus, nos ajudem com as medidas de proteção, nos ajude com as medidas de distanciamento, com as medidas de higiene. A gente não pode deixar o pior cenário acontecer aqui em Petrolina", pediu.

Folha de Pernambuco
 


Petrolândia: Confira escala e nomes de médicos que atenderão nesta quinta (04/03) na Clínica e Laboratório Jaques; ligue e marque sua consulta


A Clínica Clínica e Laboratório Jaques, localizada em Petrolândia na Av. Djalma Wanderley, nº 1128 (entre o Hospital Municipal e o Batalhão da Polícia Militar), informa atendimento para a esta quinta-feira, 04 de março de 2021.

Confira acima!

Telefone para marcação de consultas:
Telefone: (87) 3851-0372.-

Bolsonaro volta a criticar lockdown em dia com recorde de mortes por Covid-19: foram registrados 1.910 óbitos


No dia em que o Brasil registrou mais um recorde de mortes pela Covid-19, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta quarta-feira (3) que, no que depender dele, o país nunca terá um lockdown.

"No que depender de mim nunca teremos lockdown. Nunca, uma política que não deu certo em lugar nenhum do mundo. Nos Estados Unidos vários estados anunciaram que não têm mais [lockdown]. Não quero polemizar esse assunto aí", disse o presidente.

"Não aguenta mais. O cara quando fecha uma empresa, 10, 12 pessoas mandadas embora, dificilmente arranja emprego novamente."

As declarações de Bolsonaro ocorreram em frente ao Palácio da Alvorada, em conversa com apoiadores. As falas foram transmitidas por um site bolsonarista.

O Brasil atravessa o momento mais duro da pandemia do coronavírus. O país mais uma vez bateu o recorde de mortes registradas em um único dia, com 1.840 óbitos de acordo com o consórcio de imprensa e 1.910 segundo o próprio Ministério da Saúde.

Além disso, pelo quinto dia consecutivo, o país tem recorde na média móvel de mortes, 1.332.

O Brasil já está há 42 dias seguidos com média móvel acima de 1.000. O recorde de mortes anterior ocorreu na terça: 1.726 óbitos, no maior salto da pandemia.

Por Folhapress

Tacaratu: Drª Cristiane atende nesta quinta (4) na Clínica e Laboratório Jaques; agende a sua consulta


NESTA QUINTA 04/03 NA CLINICA JAQUES TACARATU É DIA DE ATENDIMENTO COM A DRA. CRISTIANE JAQUES (CLÍNICA GERAL/ MEDICINA DO TRABALHO E PSIQUIATRIA) ENTRE EM CONTATO E FAÇA SEU AGENDAMENTO ATRAVÉS DOS TELEFONES: (87) 3843-1106/ (87) 99931-4556

BLOG DE ASSIS RAMALHO

INFORMAÇÃO:  CLINICA JAQUES TACARATU 

Governo de Pernambuco sinaliza com medidas para amenizar efeito das restrições para bares e restaurantes



A disponibilidade de uma linha de crédito e a possível renegociação tributária foram algumas das medidas discutidas durante reunião, nesta quarta-feira (3), entre empresários do setor de bares e restaurantes e representantes do Governo de Pernambuco. Segundo a secretária executiva de Desenvolvimento Econômico, Ana Paula Vilaça – que participou do encontro -, foi deixado claro, a partir dos números diários sobre a pandemia, que a decisão de restringir a atividade econômica foi tomada por extrema necessidade.

A conversa contou ainda com a participação de representantes da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) e também de proprietários que atuam de forma independente. Vilaça explicou que a Agência de Empreendedorismo do Estado recebeu, recentemente, recursos do Fundo Nacional do Turismo para operar uma linha de crédito voltada ao segmento.

“Já estamos em contato com a própria Agência para que esse financiamento seja colocado à disposição das empresas do segmento – que fazem parte da cadeia do turismo – para ajudá-las nesse momento de maior sufoco. Essa será uma medida a ser tomada de imediato”, ressaltou a secretária.

Além disso, os empresários acertaram de encaminhar uma pauta com propostas envolvendo uma renegociação tributária que será levada à Secretaria da Fazenda do Estado. “Nesse caso, não demos nenhuma garantia porque caberá à Sefaz - inclusive dentro das regras determinadas pelo Conselho Nacional de Política Fazendária – definir se essas solicitações poderão ou não ser atendidas. De toda forma, as secretarias de Desenvolvimento Econômico e de Turismo serão responsáveis por encaminhar esse documento e acompanhar sua resposta”, ressalta Vilaça.

Por fim, a secretária conta que entrou em contato com a Presidência da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) para buscar um atendimento mais individualizado ao setor para que seja disponibilizado algum tipo de negociação dos débitos.

Ao final do encontro, o empresário Tony Souza – que faz parte de um grupo proprietários independentes – ressaltou ter saído satisfeito da reunião porque o Governo se mostrou sensível às dificuldades do setor. “Em primeiro lugar, queríamos ser escutados, e os participantes demonstraram estar atentos aos prejuízos que estamos acumulando. Queríamos também mostrar que os bares e restaurantes não podem ser tratados como os grandes vilões da pandemia porque a maioria de nós cumpre todas as restrições impostas. Aqueles que não o fazem devem ser fechados”, explicou.

Em sua opinião, ao demonstrar claramente que está em busca de medidas compensatórias, o Estado apresenta as contrapartidas que os empresários vêm cobrando desde o início da pandemia. “Estamos com muita esperança nessas propostas e entendemos que o importante agora é salvar vidas”, conclui Souza.

Por Folha de Pernambuco