quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Petrolândia: Parte final da entrevista com o Prefeito Lourival Simões, em 31/12/11

Prefeito Lourival Simões(Foto de arquivo).
Conforme prometido, o Blog de Assis Ramalho publica a segunda parte do resumo da entrevista concedida pelo Prefeito de Petrolândia, Lourival Simões, ao Programa "Acordando com as Notícias", apresentado por mim  na Rádio 102, 7 FM, no dia 31/12/11. O Prefeito fala sobre  Educação, Saúde, e provocado, falou sobre sua futura candidatura à reeleição. Confira!

Infra-estrutura
O Prefeito informou que recentemente foi feita a sinalização das ruas, mas muitos cidadãos, proprietários de veículos e provavelmente habilitados, parecem desconhecer a sinalização, e a Prefeitura não é culpada pelo trânsito ficar prejudicado em algumas vias, onde as pessoas insistem em estacionar seus veículos, apesar de ser proibido fazê-lo. Questionado por um ouvinte sobre a construção de praça na Quadra 14, o Prefeito descartou a ideia de construir uma praça naquela quadra em 2012, porque a ideia é construir considerando que neste mês de dezembro foi iniciada a construção da Academia das Cidades, naquela quadra, beneficiando todos os moradores dali e das quadras vizinhas, que não precisarão mais se deslocar até à orla para fazer caminhada ou exercícios físicos. Ressaltou que uma das consequências da urbanização daquela área é a valorização dos imóveis. Disse que uma das preocupações ao escolher o local, também, foi eliminar um ponto que estava servindo para uso de usuários de drogas. Citou a dificuldade da Prefeitura para encontrar áreas para novas construções, exemplificando com a construção das creches do Proinfância serão instaladas na Quadra 01 e na Av. Auspício Valgueiro Barros. Quanto às praças construídas ou revitalizadas entre 2010 e 2011 (Quadras 2, 3, 6, 9, 13 e 16), esclareceu que as quadras são beneficiadas por sistema de sorteio e não de indicação de qual delas será atendida primeiro. Informou que as quadras 16 e 10 não têm praças porque as áreas foram suprimidas para construção de uma Unidade Básica de Saúde (PSF Renascer), em 2011, e da Escola Paulo Freire, na administração de Dr. Simões, respectivamente. Questionado sobre a perspectiva de saneamento de uma área  Quadra 17, único local da cidade nessa situação, o Prefeito informou que a obra foi originalmente contratada com recursos da Caixa Econômica que não saíram, e depois a Prefeitura resolveu concluí-la com recursos próprios, já tendo sido entregues 3 ordens de serviço à empresa responsável, que se recusa a continuar o serviço. Ainda sobre infra-estrutura do município, informou a Casa do Índio está sendo reformada e passará a atender 300 pessoas, com três alimentações por dia. Sobre o CEO-Centro de Especialidades Odontológicas, que funcionará no antigo prédio do PSF da Quadra 17, informou  que os equipamentos chegaram e os três gabinetes deverão entrar em funcionamento no final de janeiro, quando os serviços municipais em Odontologia, que se restringiam a obturação e extração, abrangerão também canal e prótese. Sobre reformas nas escolas, informou que a Escola 7 de Setembro está em obras, na 1º de Julho as obras começarão em janeiro para construção de mais três salas de aula. Quanto às creches, informou que no início de sua gestão as creches Criança Feliz e Arco-Íris atendiam entre 60 a 70 crianças, número elevado atualmente para 120, e que no final de 2012, haverá o total de 360 crianças atendidas nas creches municipais, após a entrega das novas creches, pelo programa federal Proinfância, em  serão investidos 1 milhão e 600 mil reais. Reafirmou que em 2012 serão investidos 2 milhões e 300 mil reais no projeto para levar água encanada ao bairro Nova Esperança. Afirmou que, se o projeto for entregue até o dia 15 de janeiro, pretende cumprir outra promessa de campanha: a construção da primeira etapa da CEAPE – Central de Abastecimento de Petrolândia, erguendo o primeiro galpão, uma câmara fria e a área administrativa, num projeto que totaliza 8 milhões de reais e no qual a Prefeitura deverá investir entre 1 milhão e meio a 2 milhões de reais para realizar a primeira etapa, e que a licitação será publicada está para ser publicada. Enfatizou que são 15 milhões de reais a serem gastos em infra-estrutura para melhorar a qualidade de vida da população de Petrolândia. Sobre o Programa Minha Casa Minha Vida, informou que serão 200 casas construídas em parceria com a CEHAB e mais algumas unidades construídas com recursos próprios da Prefeitura. Disse que a Prefeitura está fiscalizando de perto o serviço para que fique bem feito. Sobre o Mercado Público, o Prefeito informou que as serviços estão em andamento, a todo vapor, para entregar a obra em 2012. Afirmou que tem todo interesse em entregá-la o mais rápido possível, para livrar Petrolândia dos transtornos que essa ampliação tem causado à população. Afirmou que se a construtora entregar logo uma parte do mercado, os quiosques, os boxes serão entregues aos feirantes para que seja iniciada a remoção de barracas das ruas, principalmente para liberação das calçadas. O Prefeito afirmou que o estacionamento que está sendo construído na Av. Prefeito José Gomes de Avelar, próximo à Escola Jatobá, destina-se a receber todos os veículos de linha que atualmente fazem ponto próximo à Lanchonete Patriota, para desobstruir o espaço do centro e controlar o tráfego de veículos.  


Educação
Na educação nos poucos municípios que pagam o piso, o único município que paga sem descontar um centavo é Petrolândia, pois é uma meta de sua administração que os professores recebam seus vencimentos sem cortes. Afirmou que a melhoria nos índices de educação do município podem ser sentidos, mas que isso não é mérito apenas de sua administração, pois é reflexo das ações que foram implementadas continuamente desde a administração de Dr. Simões. Disse que o município tem recebido prêmios importantes e reconhecimentos como o Índice Firjan, divulgado recentemente, demonstrando que desde 97, há um compromisso sério e permanente com a Educação em Petrolândia, trabalho que foi iniciado por seu pai, Dr. Simões, continuado por Marquinho, vice e sucessor de Dr. Simões, e agora pelo atual administrador do município. Ressaltou que 4 anos bons num instante terminam, mas 4 anos ruins passam devagar demais e a população sofre, por isso tem investido na valorização dos professores e na melhoria da infra-estrutura das escolas. Informou que. Nos últimos três anos, a Escola 4 de Outubro foi ampliada, assim como a Escola Paulo Freire. Serão ampliadas a Escola Santa Filomena,  Escola 7 de Setembro e a 1º de Julho. Informou que a Escola Itamar Leite, localizada no bairro Nova Esperança, inaugurada em 2010, é uma justa homenagem ao ex-prefeito do município. Afirmou que a ideia é continuar reformando e ampliando as escolas para melhorar a infra-estrutura, item que influencia na qualidade da educação prestada aos alunos. Informou que será dada ordem de serviço, no ínicio de 2012, para a construção de uma nova escola, que ficará situada ao lado da Escola Dr. Francisco Simões, na Quadra 17. Informou que isso é um compromisso da Prefeitura de assumir gradualmente a educação dos alunos da 5ª a 8ª série na rede municipal de ensino, deixando apenas o 1º, 2º e 3º anos para a rede estadual, contribuindo para a implantação do ensino em tempo integral dos alunos matriculados do 1º ao 3º anos. Afirmou que os alunos do Progrape e do Cesvasf não pagam mais nada, que o ensino agora é gratuito, partindo de uma reivindicação dos alunos, atendida pelo governador Eduardo Campos, sendo que no Progrape a gratuidade integral adveio de um questionamento seu ao governador, considerando que foi concedida gratuidade ao ensino no Cesvasf, instituição particular, mas o Progrape, programa de uma universidade pública, continuava cobrando mensalidade. Assim, afirmou, desde o mês de agosto/11 não é mais cobrada mensalidade dos alunos do Progrape. Afirmou que a administração municipal trabalha no sentido de atingir as metas determinadas para a educação no município e que neste ano foi atingida a meta que estava prevista para 2015.



Saúde
O Prefeito afirmou que no setor de Saúde estão sendo feitos tantos investimentos que a área deixou de ser problema e passou a ser solução. Afirmou que, mesmo sendo sábado (dia da entrevista), seria possível encontrar no hospital uma van, ou um micro-ônibus ou uma ambulância lotada de pacientes de outras cidades, em busca de atendimento. Afirmou que algumas pessoas de Petrolândia questionam a saúde no município, no entanto, naquele momento havia 2 médicos de plantão na emergência do hospital, basicamente para atender à população de Petrolândia, mas que estavam atendendo também a pacientes de outros municípios, inclusive da Bahia e de Alagoas, que procuram Petrolândia. Afirmou que essas pessoas não viriam de tão longe buscar atendimento  se o serviço prestado fosse ruim. Informou que o CAPS (Centro de Apoio Psico-Social) está funcionando, atendendo aos pacientes psiquiátricos do município de Petrolândia. Informou que o município conta com uma farmácia, com toda a medicação para atender à população, que muitas pessoas procuram os políticos para pedir o remédio, e que uma das finalidades da farmácia é que o cidadão receba o seu medicamento de graça, sem precisar estar se humilhando a ninguém. Afirmou que a farmácia tem remédios que custam 100, 200, 300 reais, mas que em parceria com o Governo de Pernambuco, Petrolândia pode fazer a distribuição desses remédios, inclusive medicamentos especiais. Lamentou que só é necessário o interessado gastar um pouco de tempo para fazer o cadastro, mas que algumas pessoas não querem fazer o cadastro. Informou que a Prefeitura tem uma parceria com a empresa de ônibus Auto Viação Progresso, para que o paciente que precisa de atendimento em Recife, viaje em ônibus-leito, que também tem parceria com táxi para transportar os pacientes aos hospitais públicos da Capital. Lembrou que a Prefeitura mantém uma casa para hospedar os pacientes que fazem tratamento em Recife. Disse que a Prefeitura dá o remédio e os exames que, se não são feitos no Hospital Municipal, são realizados nas clínicas, através de convênios que são licitados todos os anos. Ressaltou que a Prefeitura de Petrolândia, município com 32 mil habitantes, mantém 47 médicos especialistas em seu quadro, enquanto Paulo Afonso, cidade com 120 mil habitantes, tem 62 médicos contratados pela Prefeitura. Afirmou que alguns dos exames feitos aqui, não são realizados em nenhum outro hospital municipal, pois teste do pezinho, teste da orelhinha, teste de hormônios, por exemplo, não são feitos no serviço público. O Prefeito afirmou que lhe dói ver algumas pessoas, às vezes mal orientadas, ou por falta de responsabilidade, irem questionar os profissionais do hospital, pois falta de profissionalismo e falta de compreensão para o atendimento dos pacientes não há. Informou que a Prefeitura está investindo em capacitação dos profissionais da Saúde, que contratou pessoas para fazerem a triagem dos pacientes, para tratar prioritariamente as urgências e emergências, enquanto os pacientes com menor gravidade esperam um pouco pelo atendimento. Informou que há um psicológo para conversar com as famílias, nutrionista para garantir que a alimentação seja apropriada. Acrescentou que foram adquiridas, recentemente, 42 cadeiras-poltronas, reclináveis, para que os acompanhantes dos pacientes desfrutem de mais conforto quando estiverem com seus entes queridos. Resumiu que a Prefeitura faz de tudo para que as pessoas sejam bem atendidas e bem tratadas. Afirmou que as pessoas que falam mal são pessoas que não são de Petrolândia, mas vieram para Petrolândia e questionam o atendimento. Disse que conversou recentemente com um cidadão que mora em Petrolândia há cerca de 3 anos, e que este teria afirmado que as pessoas de Petrolândia estão mal acostumadas, porque tudo funciona bem na cidade, que se as pessoas conhecessem como são outras cidades, onde a educação não funciona e a saúde não funciona, dariam mais valor, e que mesmo estando desempregado, preferia ficar em Petrolândia, porque a educação funciona, a saúde funciona, a limpeza pública funciona. O Prefeito afirmou que a equipe da limpeza urbana deixou de ser um problema e está sendo elogiada. Disse que no trabalho de desentupimento de esgotos, a equipe se esforça: tem gente que abre a tampa do esgoto no seu quintal e bota um porco (“um porco não nasce dentro do esgoto, nasce?”), camisa de botão, camisa sem botão, são coisas que se encontram no esgoto da cidade de Petrolândia. Afirmou que as pessoas que fazem isso não tem compromisso com o bom funcionamento da cidade ou querem atrapalhar ou questionar a qualidade do serviço prestado. O Prefeito solicitou à população que colabore com a limpeza, que receba bem os Agentes de Endemias, que procuram focos de mosquitos transmissores da Dengue, doença sob controle no município. Afirmou que o índice de mortalidade infantil foi reduzido em mais de 70% na sua administração, investindo na atenção básica à saúde. O Prefeito afirmou que recebe, de fora do município, reconhecimento de que está fazendo um bom governo, enquanto dentro de Petrolândia ainda recebe críticas, apesar de tudo que é feito, e disse que não faz o trabalho para ele, mas para a população de Petrolândia, para a qual sempre irá trabalhar. O Prefeito lamentou que algumas pessoas se ocupem de destruir o que é do município, pensando que está atingindo o prefeito, quando na realidade está atingindo a ele mesmo e ao povo.


Reeleição
O Prefeito declarou que será candidato à reeleição em 2012, dando continuidade ao trabalho que está sendo feito. Recusou-se a antecipar o nome de seu vice, vez que Teles não poderá concorrer, por ter sido vice do prefeito anterior. Porém, deixou no ar a possibilidade do ex-prefeito Marquinho (Dr. Marcos) vir a ser o seu companheiro de chapa. Afirmou que até o mês de junho, continuará apenas prefeito de Petrolândia, e que somente a partir de então, se manifestará sobre sua candidatura. 


Redação do Blog de Assis Ramalho

PREFEITO DE PETROLÂNDIA LOURIVAL SIMÕES EM ENTREVISTA, FAZ BALANÇO DE SUA GESTÃO

Lourival Simões, prefeito de Petrolândia
No último dia do ano de 2011, eu, Assis Ramalho, fiz uma entrevista exclusiva no meu programa de rádio "Acordando com as Notícias, pela 102,7 FM, com o Prefeito de Petrolândia, Lourival Simões. A entrevista teve duração de mais de duas horas e nela foram debatidos vários assuntos do município, sendo feito um balanço de cada Secretaria. Hoje (04), este blog lança a primeira parte do resumo da entrevista e amanhã publicará o restante. Acompanhe a matéria abaixo, dividida  por etapas.

Classe Indígena
O Prefeito afirmou que o Secretário Especial para Assuntos Indígenas está acompanhando de perto o que acontece na área indígena e que a administração está preocupada em incentivar o desenvolvimento econômico e cultural. Afirmou que uma das ações da Prefeitura foi povoar, com 2 milhões de alevinos, quase todos os açudes da área indígena, garantindo alimento para a população. Outra ação importante, iniciada em 2010, é o Plano de Cultura, projeto de incentivo ao resgate das manifestações culturais indígenas, através do financiamento, apresentado e aprovado em licitação pela FUNDARPE. O projeto, elaborado por uma associação, foi contemplado com recursos de R$ 180 mil reais. Destacou a importância da visita de Ariano Suassuna, Secretário Estadual de Cultura na época em que esteve aqui em Petrolândia, apresentando uma aula-show em maio/2010, fato que certamente contribuiu para ele verificar a seriedade da administração no trato da questão cultural. Afirmou que há cerca de 40 dias algumas ações foram iniciadas oficinas com aulas de música, artesanato e outras, com o intuito de preservar a cultura local. Como projetos para 2012, informou que a fábrica de doces de frutas é um dos projetos a serem implantados. Com financiamento da Alemanha, abrange também a região circunvizinha a Petrolândia e deve atender a melhorias na preservação ambiental e de emprego e renda.

Aquicultura e Pesca
O Prefeito afirmou que o lago de Itaparica é um dos maiores espelhos d’água do Brasil e que ainda é pouco utilizado para a piscicultura. Uma das ações foi desmembrar a Secretaria de Desenvolvimento e criar a Secretaria de Aquicultura e Pesca. Informou que foi regularizado o primeiro território nacional da pesca, o território de Itaparica, por gestões de Inocêncio Oliveira e Alberto Feitosa junto ao então ministro Gugelmin. A Prefeitura conseguiu atendimento de crédito para os piscicultores, através do Banco do Brasil. Todas as licenças foram pagas para regularizar as associações e dar oportunidade de trabalho a quem estava sem condições de reativar a produção. Afirmou que seu objetivo é aumentar a produção a cada ano e tornar os produtores mais independentes financeiramente. Ressaltou a satisfação de conhecer cidadãos que há dois, três anos viviam com R$ 50 ou R$ 120 e atualmente recebem R$ 600, R$ 700. Afirmou que isso é importante, inclusive, para as pessoas que viviam praticamente apenas do Bolsa Família, descobrirem que podem viver do seu trabalho. Informou que a distribuição de alevinos foi ação conjunta da Secretaria de Assuntos Indígenas e da Secretaria de Aquicultura e Pesca, promovendo o povoamento de quase todos os açudes do município. Afirmou que disponibilizar o peixe para alimentação dos moradores da zona rural é importante, pois é um alimento muito rico e que, por conta disso, também está incluído na merenda escolar das escolas municipais. O Prefeito informou que outra ação fundamental foi promover a emissão de carteiras de pescador para regularizar a situação deles e possibilitar o recebimento de benefícios, como o seguro desemprego na época do defeso, quando é proibido pescar e os trabalhadores ficam sujeitos a multas e apreensão do material de pesca. Ainda com ação da área, informou que não tem notícia de outro município que tenha conseguido trazer representantes da Marinha, através da Capitania dos Portos, para realizar curso para a profissão de arrais amador, curso obrigatório para obter a habilitação de pilotos e condutores de embarcações aquáticas, inclusive jet-skis. As provas já foram realizadas e o resultado chegará nos próximos dias. Informo que a Prefeitura solicitou a participação de outras entidades, como a diocese, o Masp, e outras associações para distribuir semanalmente a produção de pescado.

Cultura
O Prefeito informou que Cida Rodrigues tem feito um bom trabalho à frente. Disse que recentemente foi realizado um fórum regional sobre cultura. Elogiou o trabalho desenvolvido por Sertão na produção de espetáculos teatrais. Disse que para desenvolver a cultura não é preciso muito dinheiro, mas de ideias, elogiando a equipe do Departamento de Cultura. Informou que os projetos Arte na Praça e Feirarte. A Feirarte é voltada para divulgar o artesanato local e começou com uma edição por mês, atualmente estão sendo feitas duas edições mensais e o projeto é realizá-la semanalmente. A arte também tem papel importante na reabilitação de pessoas com problemas psiquiátricos.

Esportes
Enfatizou o sucesso do Campeonato de Futebol de Salão, a Copa Petrolândia, evento com grande participação de times da zona rural, e mais recentemente o Campeonato da LIDEPE. Informou que a Prefeitura forneceu todo o material esportivo às equipes que participaram da Copa Petrolândia, às escolinhas de handebol e de futebol, a pintura das quadras etc. Informou que, se tudo der certo, em janeiro/12 será realizado o 1º Petrolândia Open de Tênis. Houve também os Interquadros masculino e feminino de Handebol, de Futebol de Salão. Informou que está bem encaminhada a realização das Primeiras Olimpíadas Rurais do município de Petrolândia, abrangendo a área de Limão, Mandantes, Pé de Serra, agrovilas da Reta e Sem Terra e os Jogos Indígenas, que fazem parte do calendário esportivo de Petrolândia. Enfatizou os eventos que foram realizados em 2011. A  competição de Motocross, incentivou os jovens que empinavam moto na rua a fazerem seus treinamentos no local adequado, a pista de motocross. Lembrou o evento de Stand up paddle e jet ski, o Petrolândia Adventure. Antecipou que de janeiro e para fevereiro ocorrerá um evento em que aproximadamente 300 embarcações, entre lanchas e jet skis, percorrerão o rio São Francisco no trecho entre Petrolina e Petrolândia, mas ainda não foi definida a cidade que será o ponto de partida. O público participante do evento é das cidades ribeirinhas de Pernambuco e Bahia. O Prefeito afirmou que esses eventos provam que Petrolândia deixou de ser uma possibilidade para se tornar uma realidade no cenário esportivo nacional e mesmo internacional, e que o reconhecimento vem mais das pessoas de fora do que da própria cidade, por conhecerem outros cenários.

Lazer
Informou sobre a possibilidade de haver um catamarã navegando no lago de Itaparica, afirmando que o projeto está em andamento e a embarcação, com capacidade para 250 pessoas, está sendo montada em Petrolândia, num sítio próximo à roça de Paulo Abelha. A Prefeitura fez a eletrificação do local e o molde da embarcação está quase pronto. O Prefeito afirmou que Petrolândia já pode dizer que tem um quadro naval, com conhecimentos adquiridos junto a engenheiro naval em Maceió. Inclusive, a equipe já recebeu encomenda de catamarãs para Petrolina e Paulo Afonso. O Prefeito elogiou a ousadia da iniciativa privada em apostar num empreendimento inovador no município de Petrolândia.

Desenvolvimento Econômico e Turismo
praia do Sobrado
O Prefeito informou que a antiga Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo, Esporte, Cultura e Lazer foi desmembrada em duas em 2011, ficando Ítalo Leite com a Secretaria de Esporte, Cultura e Lazer, enquanto Rogério Viana assumiu a pasta de Desenvolvimento Econômico e Turismo. Afirmou que quase todas as ações realizadas no setor de Esporte e Lazer têm também a participação dessa Secretaria pois envolve a exploração do turismo: Motocross, Petrolândia Adventure. Em 2011 foi iniciado o levantamento das atrações turísticas do município (inventário turístico),  foram criados  com paisagens de cartões postais, foi criado um blog na internet voltado apenas para o turismo  (www.petrolandiapravoce.com.br), foram feitos  vários fóruns, um deles congregando os secretários de turismo dos municípios de Pernambuco, foram feitas muitas reuniões com os comerciantes diretamente ligados à infra-estrutura do turismo no município (restaurantes, bares, hotéis e pousadas), com o cadastramento do número de leitos do município. Além disso, foi realizada a regularização do primeiro distrito industrial de Petrolândia, no Projeto Apolônio Sales. Informou que o município foi contemplando em 2011 com a primeira planta industrial, da empresa Paraibasa, que irá fazer o beneficiamento do coco no próprio município, em vez de vender para fora apenas o fruto. Informou que, dentro em breve, se a produção for muito elevada, a industrialização do produto também será feita em Petrolândia. O Prefeito informou que a regularização do Distrito Industrial de Apolônio Sales, num processo que demorou 23 anos até sua aprovação em 2011, permite que a Prefeitura vá atrás de indústrias que instalem empreendimentos em Petrolândia, com participação do governo municipal viabilizando a implantação no distrito, algo que nao poderia ser feito antes. Ressaltou que um dos objetivos da criação do distrito industrial é pleitear a instalação de empreendimentos ao governo estadual, ação necessária à interiorização do desenvolvimento, para gerar emprego e renda para a região e principalmente para os trabalhadores de Petrolândia. Petrolina, Araripina, Vitória de Santo Antão e outras cidades já regularizaram seus distritos, e Petrolândia não deve ficar atrás. O Prefeito falou também sobre a implantação do projeto de construção de um matadouro para ovinos e caprinos que deve envolver a criação de 300 a 600 empregos diretos na região e não vai beneficiar somente o município de Petrolândia, mas terá uma área de abrangência mais extensa, pois é voltado para exportação. Voltando ao setor de turismo, o Prefeito destacou a importância da visita a Petrolândia do repórter da Rede Globo, Francisco José, numa reportagem em que fez mergulhos no lago para descobrir ruínas submersas da antiga Petrolândia. Ressaltou que a matéria apresentada no programa “Nordeste Viver e Preservar” foi importante, pois representa um resgate das memórias da população que nasceu ou faz parte de família que vieram da antiga cidade, em torno de 60% do habitantes do município, e também para levar a imagem do município que é cada vez mais conhecido. Informou que desde que assumiu a Administração do município, a Secretaria de Agricultura e Pesca esteve no Globo Rural duas vezes e, no ano do Centenário em 2010, Petrolândia esteve em reportagens da Globo News, da Rede Globo e da TV Guararapes. O Prefeito informou que pretende construir o mais rápido possível o Museu de Petrolândia, cuja planta já está pronta, e o prédio será uma réplica da estação ferroviária da antiga cidade e será construído na orla. Este, aliás, é um dos projetos que Assis Ramalho cobra há muito tempo. Quem conhece Petrolândia, sabe que a matéria de Petrolândia realizada pela Record, “O Sertão Deprimido”, foi mal editada. A intenção era mostrar que Petrolândia, como Itacuruba, tinha um grande número de suicidas, conforme levantamento feito em 2006, mas a realidade mudou e a matéria ficou mal feita.

Segurança Pública
Aproveitando a visita ao estúdio do Sargento Esdras, do Batalhão de Petrolândia, o Prefeito comentou que a violência em Petrolândia e Tacaratu é pouco expressiva, pois municípios como Itacuruba e Belém de São Francisco se destacam negativamente na região. Disse que, graças ao trabalho da Polícia Militar e da Guarda Municipal, não tem havido casos de violência durante as festas realizadas no município. Informou que a Prefeitura fez licitação para comprar motos que serão usadas pelos guardas municipais, que ajudarão no trabalho de parceria com a polícia militar.

Agricultura

Está sendo feito um belo trabalho na Secretaria de Agricultura. Em 2011, foram adquiridos 3 tratores e implementos, 1 pipa e 3 carroças. Informou que foi realizada a primeira campanha de vermifugação do rebanho do município, em duas edições por ano, para garantir a qualidade do rebanho e também que a carne consumida é saudável. A Exposição (EXPOSHOW) cada vez mais vem se firmando no cenário de Pernambuco e já é a segunda maior premiação do Estado, perdendo apenas para a premiação de Recife. Animais de porte nacional e internacional, campeões estaduais participam dessa exposição. Em 2011, nos 3 dias de exposição foram vendidos 6 tratores, um recorde. A Exposição incentiva o criador a profissionalizar o manejo dos animais, deixando a criação extensiva. A Campanha da Aftosa em parceira o Governo do Estado foi tão bem sucedida que o Secretario Ranilson Ramos ligou parabenizando. O Prefeito informou que vacinou os animais de Petrolândia e de muncípios vizinhos, como Floresta, Jatobá, Tacaratu, pois os produtores traziam seus animais para vacinação e em seus próprios municípios não houve esse atendimento. O Prefeito afirma que já recebeu ligação de prefeito da região pedindo esparadrapo e vitamina C. Alguns administradores não sabem cuidar de gente vão cuidar de bichos. O Prefeito disse que precisa ter mais responsabilidade do que os outros pois não pode deixar que o rebanho local seja contaminado, ou por falha da ADAGRO na fiscalização, ou por ineficácia dos prefeitos vizinhos nas ações de imunização do rebanho, pois os animais serão abatidos em Petrolândia. O Prefeito informou também que foram instalados novos poços artesianos, ação que se estende de 2009 até o momento. Quanto aos tratores, informa que a Prefeitura dispõe de 3 tratores, pretende adquirir mais 3 e contratar por locação mais 5 máquinas para melhor atender à zona rural, inclusive para atender à comunidade da Reta que já começou a produzir e ele não pretende deixá-los arar com tração animal se tem máquinas disponíveis para fazer serviço. Quantos às estradas, afirmou que estão boas, com exceção da Ag. 4 onde ele estivera no dia anterior, fazendo levantamento da situação das estradas, e que deverão ser sanados os problemas no início do ano. Informou que conseguiu vender 2 tratores de esteira e vai abrir licitação para comprar uma escavadeira hidráulica que faz o trabalho da enchedeira e do trator de esteira, para não precisar mandar três equipamentos para fazer o serviço que um só pode fazer.

Abastecimento de água na cidade e na zona rural
Esclareceu que todo início de ano é feita uma licitação para atender o município e esse contrato é feito em quilometragem. No mês de abril queimaram 5 bombas, em 5 assentamentos atendidos pelo INCRA. Ficaram sem água aproximadamente 250 famílias e a empresa que vendeu os equipamentos, que deveriam estar cobertos por garantia, comprometeu-se a fazer a troca do equipamento, mas de abril a setembro isso não foi feito. A Prefeitura não pôde pagar as bombas porque, embora os assentados sejam de Petrolândia, os assentamentos foram feitos no município de Tacaratu, inviabilizando a aplicação de verba pública. Para resolver a situação, o Prefeito afirmou que arcou pessoalmente com as despesas de aquisição de novas bombas. Porém, a quilometragem dos pipas terminou antes do que deveria, antes de as bombas serem trocadas e o Exército não mantém regularidade na distribuição de água à comunidade, pois suspende o serviço sempre que faltam verbas. Outro problema citado pelo Prefeito foi a resistência dos pipeiros de Petrolândia em trabalhar pelo IPA, porque o órgão demora a pagar e eles ficam sem dinheiro para abastecer. Afirmou que o caminhão pipa da Prefeitura está rodando e atendendo várias áreas do município, na medida do possível. Por enquanto não é possível atender individualmente e o fornecimento de água está sendo feito para as caixas comunitárias. Para sanar a situação, no mês de janeiro deverá haver licitação para contratar o abastecimento de pipas e regularizar a situação. Como projetos, afirmou que ainda no início do ano,  em janeiro,  a Prefeitura deverá sinalizar a construção da caixa d’água no bairro de Nova Esperança e a melhoria da rede das quadras que sofrem com desabastecimento atualmente. O projeto será realizado com recursos próprios da Prefeitura Municipal de Petrolândia, sem participação de governo estadual ou federal. Para beneficiar o bairro Nova Esperança, o Prefeito afirmou que a iluminação pública está garantia, que vai colocar água e vai providenciar a instalação de esgotamento sanitário, porém o serviço deverá ser feito pelos moradores em sistema de mutirão, pois a Prefeitura fornece o material, faz a escavação mas não vai poder licitar para realizar o serviço. Lembrou que o abastecimento de água na Quadra 13 foi feito em sistema de mutirão pelo Prefeito Dr. Simões, em dias de sábado e domingo. Ainda sobre o abastecimento de água, o Prefeito informou que na sexta-feira em que faltou água na cidade, saiu de casa às oito da noite para verificar o problema de perto. Encontrou os funcionários da Compesa tentando escavar para descobrir a falha e mobilizou a retroescavadeira da Prefeitura para fazer o serviço, e que descobriram que era um duto furado e um novo duto deveria ser trazido de Salgueiro. Afirmou que pediu aos funcionários para trabalharem até a resolução final do problema, tendo mandado vir em um táxi o duto de Salgueiro e um carro de som para iluminar a área em que o trabalho seria feito. Disse que fez todas gestões para resolver o problema, de oito da noite às cinco da manhã, ajudando num trabalho que era de competência da Compesa.

Questão da Divisa de Tacaratu e Petrolândia
O Prefeito afirmou que só uma pessoa tem competência para alterar a divisa dos municípios: o Governador, num decreto de 4 linhas. Primeira linha: “Altero a lei de divisa dos municípios de Petrolândia e Tacaratu”. Segunda linha: “A divisa que passa nas coordenadas (atuais, de direito) passa a ser nas coordenadas (atuais, de fato)”. A quarta linha é: “Eduardo Henrique Accioly Campos” Afirmou que pretende estender a divisa até a Fazenda Capim, de Joãozinho. O grande problema para sancionar o decreto é a vontade de Caraibeiras ser emancipado e a mudança da divisa prejudicaria a divisão de Tacaratu. O verdadeiro problema é que há eleições de 2 em 2 anos e ninguém assume a frente para resolver o assunto. O Prefeito afirmou que o Eduardo Campos se comprometeu a estudar o caso e que tudo que ele prometeu, tem cumprido. Prometeu construir hospital para desafogar o atendimento e construiu, prometeu atrair novos empreendimentos para melhorar o desenvolvimento de Pernambuco e tem feito, prometeu duplicar a rodovia entre Caruaru e Santa Cruz do Capibaribe e está fazendo, prometeu a Adutora de Pirapama e entregou recentemente, e a Adutora do Oeste que está fazendo. Por isso, afirmou o Prefeito, Eduardo Campos é uma pessoa que tem credibilidade, se ele prometeu que vai fazer, tem-se que acreditar nele.

Amanhã, o Blog lançará a parte final da entrevista, em que foram debatidos assuntos referentes a Saúde e Educação no município de Petrolândia.