quinta-feira, junho 02, 2022

Em Petrolina, Ex-líder de Miguel, Ronaldo Silva, abraça pré-campanha de Raquel Lyra



Ronaldo Silva, ex-líder do governo Miguel Coelho/Simão Durando na Câmara de Petrolina, declara apoio à pré-candidata ao governo de Pernambuco, Raquel Lyra (PSDB).

O encontro aconteceu durante a visita de Lyra a Petrolina, na presença do ex-prefeito e pré-candidato a deputado federal, Guilherme Coelho, e da pré-candidata a deputada estadual, Lucinha Mota.

Ronaldo soma à pré-campanha de Lyra e com certeza encorpa o grupo político em apoio a ex-prefeito de Caruaru.

Blog de Assis Ramalho
Com assessoria

Quarta dose da vacina contra Covid será autorizada para pessoas a partir dos 50 anos, anuncia Ministério da Saúde



O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou nesta quinta-feira (2) que a pasta vai autorizar a oferta da 4ª dose de vacina contra a Covid-19 para pessoas com 50 anos ou mais.

Até agora, a pasta só havia dado autorização para que a quarta dose fosse aplicada em pessoas com 60 anos ou mais, além de imunossuprimidos.

Mesmo antes do anúncio do ministro, algumas cidades e estados já vinham anunciando que começariam a vacinar pessoas a partir dos 50 anos com a quarta dose: Macapá e Maceió, por exemplo, começaram na quarta-feira (1º).

No Distrito Federal, a previsão é de que a imunização desse público com a segunda dose de reforço comece na sexta-feira (3).

Em Manaus, a quarta dose para quem tem 50 anos ou mais está liberada desde o início de maio, e, no Piauí, foi liberada na mesma data para toda a população a partir dos 18 anos.

O Paraná também havia pedido autorização na semana passada para aplicar a 4ª dose em pessoas com menos de 60 anos.

G1

Petrolândia: Ginecologista Dra Núbia Lopes atende na PETROCLÍNICA para consultas e ultrassonografia em geral; Agende seu horário

 


A PETROCLÍNICA, localizada em Petrolândia na rua José Benedito da Silva, nº 42, no centro da cidade (por trás da Eletroléo), informa que a Ginecologista Dra Núbia Lopes atende para consultas e ultrassonografia em geral; Agende seu horário

Ibimirim/PE: Prefeitura, Polícias, Conselho Tutelar e Corpo de Bombeiros firmam TAC pela segurança na Festa de Santo Antônio







Representantes da Prefeitura de Ibimirim, do Conselho Tutelar local, do Corpo de Bombeiros Militar e das Polícias Civil e Militar que atuam no município se comprometeram, perante o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), a adotar uma série de providências voltadas a garantir a segurança do público na Festa de Santo Antônio, que acontece dos dias 1º a 12 de junho. Os órgãos firmaram termo de ajustamento de conduta (TAC) no dia 26 de maio, perante a Promotoria de Justiça de Ibimirim.

“A cidade de Ibimirim realiza, tradicionalmente, festas populares de grande envergadura, que concentram público expressivo pelas suas dimensões culturais e artísticas. Assim, a segurança pública deve ser reforçada”, destacou o promotor de Justiça Carlos Eduardo Vergetti Vidal, no texto do TAC.

Conforme o TAC, publicado no Diário Oficial Eletrônico do MPPE desta quarta-feira (1º/6), a Prefeitura de Ibimirim assumiu o compromisso de manter fiscalização durante os dias de festa para assegurar o desligamento dos equipamentos sonoros às 2h de domingo a quinta-feira e às 3h nas sextas, sábados e feriados.

O município também se comprometeu a montar o palco e estrutura do evento até 48 horas antes do início do evento, a fim de facilitar o trabalho de vistoria do Corpo de Bombeiros; contatar a Neoenergia Pernambuco a fim de que a concessionária evite suspensões ou interrupções no fornecimento de energia nos dias e horários do evento; bem com oferecer a estrutura necessária para que as forças de segurança pública e Conselho Tutelar desenvolvam suas atividades.

Após mais de 48h desaparecido, ex-vereador de Jatobá-PE é encontrado em Delmiro Gouveia (AL)



O ex-vereador de Jatobá-PE, Sandro Barbosa, conhecido por Sandrão, foi localizado no início da tarde desta quinta-feira (2), no município de Delmiro Gouveia, Alagoas. Ele estava desaparecido desde as 08:30 de terça-feira (31), portanto, há mais de 48 horas.

Sandrão reside em Itaparica, na cidade de Jatobá-PE. Ele foi vereador da Câmara de Jatobá, no mandato de 2016/2020, sendo eleito presidente da Câmara (2019/2020).

O repórter Ítalo Timóteo contou ao site pa4 os detalhes da aparição do ex-parlamentar:

“Graças a Deus e ao poder da internet, do rádio, dos meios de comunicação, por volta das 12:30 de hoje, uma seguidora aqui do nosso Instagram entrou rapidamente em contato conosco informando que ele estava na loja da TIM aqui de Delmiro Gouveia que fica no centro da cidade tentando vender o seu aparelho celular para obter mais dinheiro. Uma coisa importante também é que a Polícia Civil de Alagoas foi informado pelo irmão dele que é sargento da Polícia Militar lotado aqui no 9º Batalhão que ele tinha feito uma movimentação na sua conta bancária na agência do Banco do Brasil de Delmiro Gouveia. E aí todo policiamento foi reforçado para que ele pudesse ser encontrado. Então, ele estava nessa loja, seguidores entraram em contato com a gente, rapidamente ligamos para o COPOM para a sede do 9º Batalhão. A viatura foi lá, inclusive com o sargento Salomão que é irmão do Sandrão e ele foi localizado. Ele está bastante desorientado, falando coisa com coisa. Inclusive nem reconheceu o próprio irmão. Agora é preservá-lo ao máximo e deixa-lo nas mãos da família que já está aliviada com essa informação.”

Redação (pa4.com.br)


Petrolândia: Fisioterapeuta Dr. Rommel Alencar atende na PETROCLÍNICA de segunda a sexta; Agende uma avaliação

 


A PETROCLÍNICA, localizada em Petrolândia na rua José Benedito da Silva, nº 42, no centro da cidade (por trás da Eletroléo), informa que dispõe de especialista em Fisioterapia, atendendo de segunda a sexta-feira.

Agende sua avaliação pelos números 87 3851-2333 ou 87 99805-0774 (inclusive WhatsApp).

Petrolândia: Prefeito Fabiano Marques e vice Rogério Novaes recebem prefeitos da microrregião de Itaparica para alinhamento de ações e estratégias de trabalho




Na manhã desta quinta-feira (02), o prefeito Fabiano Marques e o vice Rogério Novaes, receberam os prefeitos da microrregião de Itaparica para mais um encontro.

Na oportunidade foram mencionadas as demandas de interesse dos municípios nas áreas de Saúde, Educação, Segurança, Infraestrutura e outros assuntos relevantes.

Participaram do encontro o prefeito de Petrolândia Fabiano Marques, vice-prefeito Rogério Novaes, prefeito de Itacuruba Bernardo Maniçoba, prefeito de Tacaratu Washington Ângelo, prefeito de Jatobá Rogério Ferreira, prefeito de Carnaubeira da Penha Elizio Soares e o secretário de governo de Floresta Dário Novaes.

Juntos somos mais fortes!

Vagas de carpinteiro, armador, pedreiro e ajudante para trabalhar no MS


UTILIDADE PÚBLICA

Estamos precisando das seguintes funções para viajar para Mato Grosso: carpinteiro, armador, pedreiro e ajudante.

A empresa fornece cantina, alojamento, visitas à família.

Transporte saindo de Delmiro Gouveia (AL). Urgente.

Os interessados devem entrar em contato urgente com Arnóbio. Contato: 82 98761-3216 ou 82 98231-9645 por Whatsapp e ligação.


Publicação de utilidade pública do Blog de Assis Ramalho. Não nos responsabilizamos pelos serviços ofertados.

Petrolândia: NUNCA HAVERÁ UMA ÚLTIMA PALAVRA* Por: Karla Cecilia (De filha para mãe)

 

NUNCA HAVERÁ UMA ÚLTIMA PALAVRA*

 

Mesmo nesta hora extrema, falar da minha mãe é fácil. Eu passaria horas falando dela, porque o repertório é muito vasto. Anotei umas poucas coisas e já adianto que não é o comum pra se dizer na ocasião. Mas minha mãe, definitivamente, não era uma pessoa comum.

 

Algumas coisas sobre ela saltavam aos olhos: era uma mulher muito bonita. Altiva, imponente, rigorosa, tinha um gênio danado e muita autoridade. Espirituosa, senso de humor afiado e impiedoso. Dona de uma personalidade magnética, ela atraía as pessoas de maneira peculiar e irresistível.


 

Elegante no porte e no trato social, ela também entendia tudo de etiqueta. Sempre que ia a um velório ou missa de sétimo dia, por exemplo, reparava se a família estava bem vestida pra ocasião. Voltava dizendo “a viúva usava um lilás bem clarinho…” - ela adorava lilás; ou “a filha estava com uma blusa de seda de pois, muito delicada…”. Pensando nisso, escolhi esse vestido de bolinha pra usar hoje, acho que ela aprovaria meu figurino.

 

Natural de Petrolândia, filha de Santo e Carminha, neta de Cecilia Delgado. Perdeu precocemente os três irmãos: Eraldo, Everaldo e Mozart.


 

Fez faculdade de jornalismo e letras, e dedicou sua vida profissional à educação. Foi minha diretora de escola desde o primeiro ano do primário até último ano do segundo grau, o que me custou anos de terapia, porque ela era uma diretora linha duríssima. Costumava dizer que ali no colégio eu não era sua filha, ou que eu tinha que dar o exemplo mais que qualquer outro aluno.


 

Ela ensinou a mim e a muita gente a ler. Eu não falo sobre alfabetizar, falo de apresentar a literatura, esse enorme portal enorme que ela desvendou pra tanta gente.

 

Nós sempre tivemos em casa uma rica biblioteca, ela sempre adquiria novos livros, amava fazer coleções, e tinha devoção por enciclopédias. Talvez também sob essa forte influência, meu pai abriu a livraria na velha Petrolândia, para onde nos mudamos quando eu era pequena.  Eu tive uma infância muito privilegiada, entre uma biblioteca e uma livraria.


 

“Uma mulher à frente do seu tempo”, ouvi essa frase várias vezes hoje. Além de literatura, sempre gostou de política,  fortemente inspirada pelos ideais de justiça social.

 

Nunca se curvou a nenhum tipo de opressão. Uma única vez na vida, ela se deu conta que tinha um algoz. Faz uns 20 anos. Ela teve notícias de uma amiga que não via há muito tempo, e resolveu visitar. Chegando lá, encontrou a amiga com enfisema pulmonar severo, alternando a máscara de oxigênio com tragos de cigarro.


 

Mainha, que até então sequer havia cogitado largar o vício, jamais se sentira premida por deixar de fumar, daquele momento em diante nunca mais acendeu um cigarro, e não parecia sentir falta. Determinada, essa era a minha mãe. Ao perceber que se curvava ao cigarro, “aquela coisinha…”, decidiu: “vou mostrar quem é mais forte!”. Mas, ali, o fumo já tinha feito estrago suficiente, durante quase cinquenta anos, pra comprometer a qualidade do resto dos seus anos de vida. Fica o exemplo.

 

Minha mãe teve o melhor marido e nos deu o melhor pai que alguém pode ter. Painho mimava tanto mainha, que toda semana ele trazia não uma, mas duas caixas de chocolates, que ela degustava antes de dormir. Também chegava sempre com um raminho de flores, se encontrasse um pé delas pelo caminho. Nos dias especiais, trazia um buquê. Nos dias comuns, em todos eles, preparava e servia o jantar dela. Cinquenta anos de casados em setembro próximo.


 

Meu pai era tão cuidadoso com minha mãe, nos pequenos e nos grandes gestos, que a gente viu várias vezes ele correr pro palco, no meio de uma festa, pra interromper a orquestra a tempo de impedir que tocassem uma certa música que deixava ela muito triste, porque fazia lembrar da morte prematura do irmão Mozart. 

 

Era exatamente esse pensamento que me ocorria na hora que minha mãe partiu, a lembrança desse pequeno e heróico gesto amoroso do meu pai, tantas vezes repetido. Foi quando me dei conta que, talvez por isso, nunca tivesse ouvido a música inteira, e fui atrás dela. Então, peço agora, ao meu pai, licença pra dizê-la:

 


 

O relógio

 

Por que não paras, relógio?

Não me faças padecer

Ela irá para sempre

Breve o sol vai nascer

 

 

Não vês? Só tenho esta noite

Para viver nosso amor

Teu badalar me recorda

Que sentirei tanta dor

 

Detém as horas, relógio

Pois minha vida se apaga

Ela é a luz que ilumina meu ser

Sem seu amor não sou nada

 

Detém o tempo, eu te peço

Faz esta noite perpétua

Pra que meu bem não se afaste de mim

Para que não amanheça

 

 

Enquanto eu lia em silêncio essa letra, os ponteiros do relógio pararam. O tempo parou junto com o coração dela. Mainha partiu na hora do Angelus, às 18h do dia 28 de maio, mês de Maria, Nossa Senhora, Mãe de Jesus e de nós todos, que lhe acolhe em seus braços, aos pés da Santíssima Trindade.

 

Em nome do meu pai, Gilberto, das minhas irmãs, Karina e Kelly, e no meu próprio, agradeço a todos os que vieram homenagear minha mãe e nos trazer um abraço de consolo. Estamos certos que esse amor todo, aqui recebido, é um farol que ilumina o caminho dela, e a prova do quanto sua vida foi larga e sua alma exuberante. 


Palavras de Karla Cecília, em 29 de maio de 2022

Petrolândia: Missa de 7º dia de Maria do Socorro Nunes de Souza (Maria de Santo) será realizada nesta quinta (02/06/2022) na Igreja Matriz



Familiares e amigos convidam para a missa de 7°dia em intenção da alma de Maria do Socorro Nunes de Souza, mais conhecida como Maria de Santo, que será realizada nesta quinta-feira, 02/06/2022), às 19h30, na Igreja Matriz São Francisco de Assis, em Petrolândia.
Desde já agradecem o comparecimento a esse ato de fé e solidariedade cristã.

Redação do Blog de Assis Ramalho
Informação: Família


Redação do Blog de Assis Ramalho
Informação e fotos: Família

Sobe para 122 número de mortes devido às chuvas em Pernambuco após último corpo em Jaboatão ser encontrado na manhã desta quinta (2)


A irmã mais nova de Maria José da Silva, Maria da Soledade Nascimento, tinha esperança de encontrá-la com vida sob os escombros — Foto: Reprodução/TV Globo

Aumentou para 122 o número de mortos na tragédia provocada pelas chuvas em Pernambuco (veja vídeo acima). O último corpo que era procurado na comunidade Bola de Ouro, no Curado 4, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, foi encontrado pelas equipes de resgate na manhã desta quinta-feira (2).

O corpo de Maria José da Silva, de 61 anos, foi localizado por volta das 6h30. Ela morava sozinha no local e atuava como trabalhadora doméstica no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife.
"Uma árvore de grande porte que veio junto do deslizamento ficou em cima dela, então isso dificultou nossa ação, mas o avanço durante a madrugada fez com que a gente tivesse sucesso agora para acabar esse desespero e tentar acalentar esses corações que estão tão sofridos", disse Antônio Barbalho, major do Corpo de Bombeiros.

A irmã mais nova de Maria José da Silva, Maria da Soledade Nascimento, tinha esperança de encontrá-la com vida sob os escombros.

"Para Deus, nada é impossível. Encontraram galo aí vivo, cachorro, eu tinha esperança. Para mim, alguma coisa ia proteger, ficar por cima dela e a gente ia encontrar ela viva. A ficha ainda não caiu, não dá para acreditar", disse Maria da Soledade.

A localização do corpo de Maria José da Silva encerrou as buscas na comunidade Bola de Ouro. "Vamos desmobilizar a operação e retirar todo o efetivo, todo o material e deslocar para o nosso Comando Geral e verificar o emprego em outra área que está precisando", explicou o major.

Neste 6º dia de trabalho de resgate, as buscas por outros dois desaparecidos continuam em dois locais diferentes na Região Metropolitana do Recife: a comunidade do Areeiro, em Camaragibe; e o bairro de 
Paratibe, em Paulista.

Por Bruno Marinho, Vítor Oliveira e Bianka Carvalho, g1 PE e TV Globo



Bombeiro que fazia mudança com medo de deslizamento morre durante folga ao escorregar em terra molhada


Alysson Barros morreu após escorregar enquanto tirava objetos de casa — Foto: Reprodução/WhatsApp

A tragédia causada pelas chuvas vitimou mais de 100 pessoas em Pernambuco. Existem também outras mortes que não entram nas estatísticas, mas estão relacionadas com os desastres. Uma delas é a do bombeiro Civil Alysson Barros, de 43 anos. Por medo de deslizamentos, ele transferia os móveis da sua casa para a da sogra quando escorregou na terra molhada e não resistiu aos ferimentos.

De acordo com a esposa dele, Fabiana Pereira, 43, o casal viu que as chuvas provocaram o deslizamento de uma barreira que fica ao lado da casa deles, no bairro de Nova Descoberta, Zona Norte do Recife. Os dois ficaram com medo que um deslizamento atingisse o local em que eles moravam.

O acidente aconteceu no domingo (29). "A gente estava fazendo a mudança porque a barreira estava em risco. A barreira do lado da minha casa caiu uma parte, mas não atingiu ninguém. A gente ficou com medo e resolveu ir para a casa da minha mãe", contou.

Segundo Fabiana, enquanto carregava os primeiros móveis, o marido escorregou. "A primeira coisa que ele foi carregar foi o centro. Ele também botou um vidro embaixo do braço e pegou um ferro de passar roupa. Foi quando ele escorregou e o vidro entrou no braço esquerdo dele", disse.

O vidro perfurou um local próximo ao coração e familiares e pessoas próximas amarraram uma toalha para tentar conter o sangue. Quando o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou ao local, Alysson já estava praticamente sem vida e teve a morte confirmada horas depois.

"A minha mãe mora perto, subindo umas seis casas. Foi uma fatalidade, infelizmente. Ele deixou sete filhos de outros casamentos", afirmou.

Fabiana disse que era casada com Alysson há quatro anos. O enterro do bombeiro foi realizado na segunda (30).

O Sindicato dos Bombeiros Civis, Brigadistas e Socorristas do Estado de Pernambuco (Sibocipe), publicou em suas redes sociais uma homenagem ao membro da corporação. A imagem se refere a Alysson como "um profissional exemplar, ser humano especial, admirado por profissionais da categoria".

Por G1 PE

Petrolândia: Comunidade Quilombola e família felicita Cícero Abraão (Neguinho) pelo seu aniversário, comemorado nesta quinta (02/06/2022)



Hoje dia 2 de junho a Comunidade Quilombola Borda do Lago agrovila 4 está em festa , hoje e o aniversário do presidente da Associação Quilombola Cícero abraao mais conhecido como NEGUINHO QUILOMBOLA. PARABÉNS FELICIDADES 🎂 QUE SEU DIA SEJA ILUMINADO IGUAL A VC HOMEM BATALHADOR, E LUTADOR DOS SEUS DIREITOS. SAO OS VOTOS DE , SUA MÃE, SUA ESPOSA, FILHOS,NETOS , IRMÃOS E SOBRINHOS E TODA COMUNIDADE QUILOMBOLA

Blog de Assis Ramalho
Informação e foto: Associação quilombola da agrovila 04 da reta

Petrolândia: NUNCA HAVERÁ UMA ÚLTIMA PALAVRA* Por: Karla Cecilia

 


NUNCA HAVERÁ UMA ÚLTIMA PALAVRA*

 

Mesmo nesta hora extrema, falar da minha mãe é fácil. Eu passaria horas falando dela, porque o repertório é muito vasto. Anotei umas poucas coisas e já adianto que não é o comum pra se dizer na ocasião. Mas minha mãe, definitivamente, não era uma pessoa comum.

 

Algumas coisas sobre ela saltavam aos olhos: era uma mulher muito bonita. Altiva, imponente, rigorosa, tinha um gênio danado e muita autoridade. Espirituosa, senso de humor afiado e impiedoso. Dona de uma personalidade magnética, ela atraía as pessoas de maneira peculiar e irresistível.

 

Elegante no porte e no trato social, ela também entendia tudo de etiqueta. Sempre que ia a um velório ou missa de sétimo dia, por exemplo, reparava se a família estava bem vestida pra ocasião. Voltava dizendo “a viúva usava um lilás bem clarinho…” - ela adorava lilás; ou “a filha estava com uma blusa de seda de pois, muito delicada…”. Pensando nisso, escolhi esse vestido de bolinha pra usar hoje, acho que ela aprovaria meu figurino.

 

Natural de Petrolândia, filha de Santo e Carminha, neta de Cecilia Delgado. Perdeu precocemente os três irmãos: Eraldo, Everaldo e Mozart.

 

Fez faculdade de jornalismo e letras, e dedicou sua vida profissional à educação. Foi minha diretora de escola desde o primeiro ano do primário até último ano do segundo grau, o que me custou anos de terapia, porque ela era uma diretora linha duríssima. Costumava dizer que ali no colégio eu não era sua filha, ou que eu tinha que dar o exemplo mais que qualquer outro aluno.

 

Ela ensinou a mim e a muita gente a ler. Eu não falo sobre alfabetizar, falo de apresentar a literatura, esse enorme portal enorme que ela desvendou pra tanta gente.

 

Nós sempre tivemos em casa uma rica biblioteca, ela sempre adquiria novos livros, amava fazer coleções, e tinha devoção por enciclopédias. Talvez também sob essa forte influência, meu pai abriu a livraria na velha Petrolândia, para onde nos mudamos quando eu era pequena.  Eu tive uma infância muito privilegiada, entre uma biblioteca e uma livraria.

 

“Uma mulher à frente do seu tempo”, ouvi essa frase várias vezes hoje. Além de literatura, sempre gostou de política,  fortemente inspirada pelos ideais de justiça social.

 

Nunca se curvou a nenhum tipo de opressão. Uma única vez na vida, ela se deu conta que tinha um algoz. Faz uns 20 anos. Ela teve notícias de uma amiga que não via há muito tempo, e resolveu visitar. Chegando lá, encontrou a amiga com enfisema pulmonar severo, alternando a máscara de oxigênio com tragos de cigarro.

 

Mainha, que até então sequer havia cogitado largar o vício, jamais se sentira premida por deixar de fumar, daquele momento em diante nunca mais acendeu um cigarro, e não parecia sentir falta. Determinada, essa era a minha mãe. Ao perceber que se curvava ao cigarro, “aquela coisinha…”, decidiu: “vou mostrar quem é mais forte!”. Mas, ali, o fumo já tinha feito estrago suficiente, durante quase cinquenta anos, pra comprometer a qualidade do resto dos seus anos de vida. Fica o exemplo.

 

Minha mãe teve o melhor marido e nos deu o melhor pai que alguém pode ter. Painho mimava tanto mainha, que toda semana ele trazia não uma, mas duas caixas de chocolates, que ela degustava antes de dormir. Também chegava sempre com um raminho de flores, se encontrasse um pé delas pelo caminho. Nos dias especiais, trazia um buquê. Nos dias comuns, em todos eles, preparava e servia o jantar dela. Cinquenta anos de casados em setembro próximo.

 

Meu pai era tão cuidadoso com minha mãe, nos pequenos e nos grandes gestos, que a gente viu várias vezes ele correr pro palco, no meio de uma festa, pra interromper a orquestra a tempo de impedir que tocassem uma certa música que deixava ela muito triste, porque fazia lembrar da morte prematura do irmão Mozart. 

 

Era exatamente esse pensamento que me ocorria na hora que minha mãe partiu, a lembrança desse pequeno e heróico gesto amoroso do meu pai, tantas vezes repetido. Foi quando me dei conta que, talvez por isso, nunca tivesse ouvido a música inteira, e fui atrás dela. Então, peço agora, ao meu pai, licença pra dizê-la:

 

 

 

O relógio

 

Por que não paras, relógio?

Não me faças padecer

Ela irá para sempre

Breve o sol vai nascer

 

 

Não vês? Só tenho esta noite

Para viver nosso amor

Teu badalar me recorda

Que sentirei tanta dor

 

Detém as horas, relógio

Pois minha vida se apaga

Ela é a luz que ilumina meu ser

Sem seu amor não sou nada

 

Detém o tempo, eu te peço

Faz esta noite perpétua

Pra que meu bem não se afaste de mim

Para que não amanheça

 

 

Enquanto eu lia em silêncio essa letra, os ponteiros do relógio pararam. O tempo parou junto com o coração dela. Mainha partiu na hora do Angelus, às 18h do dia 28 de maio, mês de Maria, Nossa Senhora, Mãe de Jesus e de nós todos, que lhe acolhe em seus braços, aos pés da Santíssima Trindade.

 

Em nome do meu pai, Gilberto, das minhas irmãs, Karina e Kelly, e no meu próprio, agradeço a todos os que vieram homenagear minha mãe e nos trazer um abraço de consolo. Estamos certos que esse amor todo, aqui recebido, é um farol que ilumina o caminho dela, e a prova do quanto sua vida foi larga e sua alma exuberante. 


Palavras de Karla Cecília, em 29 de maio de 2022

Petrolândia: Ressaca do São João acontece no dia 26 no Village Pé de Serra, no Sobrado; Confira atrações


 Divulgação Júnior Rações/Village Pé de Serra Bar e Restaurante

Confira manchetes dos principais jornais do país nesta quinta-feira 02 de junho de 2022

 


Flávio Bolsonaro diz que renda como advogado pagou mansão


O senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) disse à Justiça que parte do dinheiro usado para financiar a compra de uma mansão em Brasília por R$ 6 milhões, em janeiro de 2021, veio de sua atividade como advogado. Apesar de, logo após a compra da mansão, ele ter obtido registro na OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) para atuar no Distrito Federal, não há nenhum processo na Justiça em que ele conste como advogado. A informação foi revelada pelo jornal Folha de S.Paulo nesta quarta-feira (1º).

A afirmação do filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro foi protocolada por sua defesa em um processo do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios, no qual a deputada federal Erika Kokay (PT-CE) questiona como Flávio conseguiu R$ 3,1 milhões para financiar uma parte do pagamento do imóvel no Banco de Brasília. A instituição financeira é controlada pelo governo do Distrito Federal, comandado por Ibaneis Rocha (MDB), que é aliado do presidente da República.

A aquisição da mansão, por um preço três vezes maior que patrimônio declarado por Flávio nas eleições de 2018, foi revelada em março de 2021 pelo site O Antagonista. Na época, o senador disse que estava sendo perseguido pela imprensa e deu uma explicação diferente a respeito de como conseguiu o dinheiro para a compra. “Eu vendi um imóvel que eu tinha no Rio de Janeiro, vendi uma franquia que eu possuía também no Rio de Janeiro e dei a entrada em uma casa aqui em Brasília e a maior parte do valor dessa casa está sendo financiada em um banco numa taxa que foi aprovada conforme o rendimento familiar, como qualquer pessoa no Brasil pode fazer”, afirmou o senador em vídeo publicado nas suas redes sociais na ocasião.

Senado aprova medida que promete desconto nas contas de luz



O Senado aprovou, nesta quarta-feira (1º/6), o Projeto de Lei 1.280/22, que visa devolver valores de tributos recolhidos a mais pelas prestadoras do serviço público de distribuição de energia elétrica. A ideia é que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) destine os créditos na forma de redução de tarifas. O texto agora vai para análise da Câmara dos Deputados.

“Estamos, aqui, fazendo justiça ao consumidor de energia do país, ao cidadão que pagou indevidamente, por mais de 15 anos, 20 anos, uma bitributação. Estamos devolvendo com justiça esses valores pagos a mais a esse trabalhador, de forma regrada, organizada e rápida”, disse o autor da proposta, senador Fabio Garcia (União-MT).

O valor cobrado a mais é de quase R$ 50 bilhões, segundo o relator da matéria, senador Eduardo Braga (MDB-AM). “Ora, se o consumidor pagou um valor maior, não há que se falar em não receber integralmente os créditos tributários decorrentes da citada decisão do STF. A votação de hoje fará justiça para com o consumidor de energia no Brasil, fazendo com que haja uma mitigação, portanto, um ajuste para menor das tarifas de energia elétrica”, destacou.

A proposta surgiu após a análise da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de 2017 que dispõe sobre a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), arrecadado das distribuidoras de eletricidade que não deveriam compor a base de cálculo do PIS/Cofins incidente sobre as tarifas. Assim, as distribuidoras foram habilitadas a receber uma restituição bilionária da União.

Contudo, o repasse não era para o caixa dessas empresas, mas sim dos consumidores, já que os tributos são incorporados às tarifas e repassados aos usuários. Assim, segundo os parlamentares, as distribuidoras de energia teriam obtido um ganho indevido.

Fonte: Correio Braziliense

 

Petrolândia: Salão Recife do cabeleireiro IRAN, com corte de cabelo à 13 reais - o valor mais acessível da cidade

 

O preço do corte de cabelo é 13 reias, o valor mais acessível da cidade.


Sob o comando do cabeleireiro IRAN, o Salão Recife (que antes funcionava na Av. Manoel Borba), tradição de pai para filho, mudou de endereço. O estabelecimento de beleza passou a funcionar na Avenida Vereador Manoel Pereira de Lima, rua que dá acesso ao cemitério São Francisco.

O preço do corte de cabelo é 13 reias, o valor mais acessível da cidade.

Contato com Iran pelo celular (87) 9.99395835

Horário de funcionamento: Das 8h00 às 20h00, sem intervalo para o almoço, inclusive aos domingos e feriados

Por Redação do Blog de Assis Ramalho
Fotos: Assis Ramalho/BlogAR

Sobe para 121 número de mortes pelas chuvas em Pernambuco; total de desabrigados aumenta para 7.312 pessoas

Momento em que bombeiros encontraram criança soterrada por barreira na Vila dos Milagres, no Recife — Foto: Juliana Nascimento/TV Globo

Subiu para 121 o número de mortos pelas chuvas em Pernambuco. O último corpo que faltava ser encontrado onde uma barreira deslizou na Vila dos Milagres, no Barro, na Zona Oeste do Recife, foi localizado na noite desta quarta-feira (1º), por volta das 22h30. Nessa mesma data, outros dois cadáveres foram localizados na comunidade, um deles de uma criança.

Essa 121ª morte não consta no último balanço do governo de Pernambuco , divulgado às 20h desta quarta. Com isso, o número de desaparecidos diminuiu para três pessoas.

É na busca delas que o trabalho de resgate continua em três locais diferentes no Grande Recife: no bairro do Curado 4, em Jaboatão dos Guararapes; na comunidade do Areeiro, em Camaragibe; e no bairro de Paratibe, em Paulista.

O número de desabrigados aumentou para 7.312 pessoas, que estão em 66 abrigos distribuídos em 27 municípios, segundo o governo do estado.

O aumento nas estatísticas oficiais não foi motivado apenas pelos corpos resgatados nesta quarta. O governo do estado informou que nove corpos que chegaram ao Instituto de Medicina Legal (IML) vindos de unidades de saúde também eram de pessoas que morreram devido aos temporais iniciados no dia 25 de maio.

Atuam nas buscas pelos desaparecidos mais de 403 profissionais do Corpo de Bombeiros de Pernambuco e outros estados, Forças Armadas, Secretaria de Defesa Social, Defesa Civil e órgãos municipais.

Entre os corpos encontrados nesta quarta, estão três cadáveres localizados na comunidade Vila dos Milagres, dois em Jaboatão dos Guararapes , na Região Metropolitana, sendo um no bairro Curado 4 e outro que havia sido levado pela enxurrada; e um em Limoeiro, no Agreste.

Na Vila dos Milagres, o primeiro corpo encontrado nesta quarta foi de uma criança, de nome e idade não divulgados. O cadáver dela foi localizado no início da tarde. O segundo corpo foi encontrado no final da tarde, por volta das 17h30.