Postagens

Mostrando postagens de Julho 27, 2012
Publicidade

Locutor Regi Lima, da Rádio Cidade FM, de Jatobá, recebe Prêmio Excelência

Imagem
A TLN Pesquisas e Eventos realizou, neste mês de julho, a pesquisa de opinião publica que apontou as empresas e os profissionais que se destacaram em atendimento e serviços prestados na cidade de Jatobá. O Blog de Assis Ramalho parabeniza o locutor Regi Lima, da Rádio Cidade FM 104,9 pela premiação recebida.

Direitos de deficientes físicos são desrespeitados na cidade de Petrolândia

Imagem
Espaço reservado ao deficiente ocupado por veículos de pessoas não deficientes A Lei Federal 10.098 sancionada em 19 de dezembro de 2000, portanto, vigente há mais de uma década e que estabelece normas e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida ainda não é respeitada em muitas cidades do país, inclusive em Petrolândia. Um exemplo disso, que mesmo após o governo federal sancionar a resolução 304/98 dispondo sobre as vagas de estacionamento destinadas exclusivamente a veículos que transportam pessoas portadoras de deficiência ou com dificuldades de locomoção, poucas são estas vagas em estacionamentos e ou lojas. O deficiente físico tem direito às vagas reservadas nos estacionamentos privados, mas quase sempre se surpreende, pois elas estão ocupadas por pessoas normais sem deficiência alguma, e diante da falta de fiscalização, fica o dito pelo não dito. A reportagem do Blog de Assis

Candidatos começam estampar propagandas pelas ruas de Petrolândia

Imagem
  Os candidatos a prefeito e a vereador, que vão disputar as eleições municipais deste ano, já podem colocar suas campanhas nas ruas. Aqui em Petrolândia, já é fácil observar cartazes de propaganda nas ruas, nos carros, nas motos, e os tradicionais carros de som. É claro, que a campanha está apenas começando, e que muitos candidatos com quem eu conversei, ainda estão esperando os seus materiais de campanha, mas é bom lembrar que nem todas as propagandas estão liberadas. O TSE proíbe a propaganda em outdoors e a realização dos chamados “showmícios”, eventos realizados com a apresentação de artistas, com o objetivo de promover determinado candidato. Também está proibida a distribuição de brindes, materiais de campanha (como camisetas, bonés e canetas dos candidatos), assim como cestas básicas ou materiais que possam proporcionar vantagem ao eleitor. A prática pode configurar compra de votos e abuso de poder econômico. Os candidatos também não poderão afixar propagandas

Publicidade