domingo, 12 de outubro de 2014

Aumento de prazo no consignado é positivo mas requer cuidado, diz economista


Recentemente, o governo ampliou o prazo de pagamento do crédito consignado para aposentados, pensionistas e servidores públicos federais. No caso de aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), o número máximo de parcelas passou de 60 a 72, valendo para desconto em folha ou cartão de crédito. Para servidores, o período aumentou de 60 para 96 meses. Segundo economista ouvido pela Agência Brasil, a medida tem um viés positivo, pois o prazo maior permite diminuir o valor da prestação. Mas os contemplados devem saber administrar o benefício, alerta.

“O efeito positivo é que permite uma folga no valor do desconto do consignado. A pessoa pode transformar o empréstimo atual em um mais longo e, assim, suavizar seu orçamento mensal. Por outro lado, o comprometimento da renda diminui e aumenta o espaço para contrair novos empréstimos. Então aumenta o montante total da dívida. Esse é o risco implícito nessa operação”, analisa o economista Gilberto Braga, professor de Finanças do Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (Ibmec).

Segundo Braga, apesar de a taxa de juros ter sido mantida inalterada nos dois casos – de 2,14% a 3,06% ao mês no caso de aposentados e pensionistas, e 2,5% ao mês, no caso de servidores públicos – o tomador de crédito deve se lembrar que, quanto maior o prazo do empréstimo, maior o valor em juros que terá pago ao final dele. Ele recomenda critério na hora de contrair dívidas.

Transposição: Em Floresta, acampamento bloqueia entrada do canteiro de obras do Eixo Leste

 Petrolandenses permanecem acampados na entrada do canteiro de obras
EBV1 da Transposição

A entrada da EBV1, no canteiro de obras do Eixo Leste da Transposição, em Floresta (PE), permanece bloqueada desde a manhã desse sábado (11) por moradores da cidade de Petrolândia. Grupos revezam-se para manter o bloqueio. Tendas foram montadas em frente à guarita de acesso ao canteiro de obras. Durante a noite, o acampamento foi ocupado por produtores das agrovilas do Mandantes. Nesta manhã, o grupo recebeu o reforço de pessoal do MST-Movimento dos Sem Terra.

A mobilização popular "Salve o rio São Francisco" foi iniciada em Petrolândia, município limítrofe a Floresta, na noite de sexta-feira passada (10). O objetivo inicial do bloqueio é evitar a ligação de bombas que levarão água da represa de Itaparica até a barragem Areias, com a realização de testes de bombas da EBV1 até a próxima quarta-feira (15). Segundo os idealizadores do movimento, a questão não é de ser contra a Transposição, mas de o momento ser impróprio para a retirada de água do rio para ser levada a um local onde não terá nenhuma serventia (desperdício).

Outra preocupação dos ribeirinhos é Itaparica, represa que abastece o município de Petrolândia e região, atualmente com volume útil inferior a 20%, seja totalmente esgotado para geração de energia, a exemplo do que ocorreu com a represa de Três Marias, em Minas Gerais. Por isso, exigem garantias para retirarem-se do local.

Alimentado pelas águas do São Francisco, o lago de Itaparica é a represa da Usina Hidrelétrica Luiz Gonzaga, construída em Petrolândia nos anos 70/80. Entre Pernambuco e Bahia, a obra obrigou a relocalização das sedes dos municípios pernambucanos de Petrolândia e Itacuruba, e inundou territórios de municípios circunvizinhos nos dois estados.

Sob risco de colapso, a queda no nível da represa prejudica a captação de água para o sistema de abastecimento da cidade e comunidades na zona rural, além de trazer prejuízos aos produtores dos perímetros de irrigação existentes no município.

O ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira, visitou o canteiro de obras na manhã de ontem, reunindo-se com uma comissão de representantes do movimento. Ao final do encontro, as lideranças consideraram insatisfatórias as propostas do ministro e, em assembleia, decidiram pela continuação do bloqueio.

Saiba mais (clique para ler)
>Entrevista do ministro da Integração, Francisco Teixeira, sobre a situação do Lago de Itaparica e ações emergenciais para o Perímetro Irrigado
>Lideranças de Petrolândia reúnem-se com minístro da Integração e decidem por manutenção do bloqueio de acesso à Transposição
>Baixa do nível do Lago de Itaparica causa perda ou dificuldade de acesso à água pelos produtores rurais
>Padre Luciano Aguiar, da Paróquia de Inajá, engaja-se no manifesto na Transposição
>Em Floresta, ministro da Integração negocia com manifestantes desbloqueio de obra da Transposição
>Acesso à Transposição em Floresta é bloqueado por caravana de produtores de Petrolândia
>População de Petrolândia fará protesto neste sábado contra primeiros testes da transposição do São Francisco
>Salve o Rio São Francisco: primeira reunião do grupo de discussão da crise no Lago de Itaparica acontece hoje no Centro Cultural, em Petrolândia
>Após visita à Chesf, prefeito de Petrolândia desabafa: "A preocupação é a produção de energia e não o consumo humano"
>Petrolândia: Produtores rurais reúnem-se com superintendente regional da Codevasf para discutir problemas do perímetro irrigado
>Prefeito de Petrolândia, Lourival Simões, divulga nota à imprensa sobre a situação do Lago de Itaparica
>Boletim da ANA divulga Itaparica com 17,75% de volume útil na quarta-feira (08)
>Bacia do São Francisco: Sobradinho tem 26,92% de volume útil e Itaparica 18,65%
>Bacia do São Francisco: Barragem de Sobradinho tinha 27,50% e Itaparica 18,89% de volume útil neste domingo (05)
>Acompanhamento da situação da Represa de Itaparica
>Prefeito de Petrolândia, Lourival Simões, sobre redução de volume da represa de Itaparica: "A gestão do próximo prefeito já está prejudicada antes mesmo de iniciar''
>Situação caótica faz com que produtores rurais realizem mutirão para desobstruir o canal de abastecimento às Agrovilas da Reta
>Vida do rio São Francisco é destaque na Missa dos Pescadores, celebrada após a Procissão nas águas
>Represa de Itaparica, em Petrolândia-PE, está com apenas 20% de volume útil, mas reina o silêncio

Redação do Blog de Assis Ramalho
Fotos: Paula Roberta/WhatsApp Salve o rio São Francisco

Ebola: profissional de saúde norte-americano tem teste positivo


Um profissional de saúde, que tratou de um homem que morreu de ebola nos Estados Unidos, teve resultado positivo em um teste preliminar do vírus, informou hoje (12) o Departamento de Serviços Médicos do Texas. Este poderá ser o segundo caso de ebola diagnosticado em território norte-americano.

“Nós sabíamos que um segundo caso poderia ser realidade e estávamos nos preparando para essa possibilidade”, disse o médico David Lakey, comissário do Departamento de Serviços Médicos do Texas. “Estamos ampliando a nossa equipa em Dallas e trabalhando com extrema diligência para evitar a propagação” da doença, acrescentou.

O profissional de saúde relatou que teve febre baixa na quinta-feira (9) à noite e foi isolado, situação que levou à realização de testes, conforme comunicado dos serviços de saúde do Texas. O paciente não foi identificado e a forma do seu contágio também não foi divulgada.

CFMV alerta: ‘os animais de estimação são seres conscientes e não podem ser tratados como brinquedos’


Os animais são seres conscientes e, portanto, não podem ser tratados como objetos. Esse é o alerta do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) nos dias em que antecedem 12 de outubro, data em que se comemora o Dia das Crianças. “Antes de presentearem as crianças com um animal de estimação, ao invés de qualquer outra lembrança, os adultos precisam estar conscientes de que ter um animal em casa implica em assumir responsabilidades”, afirma o representante do CFMV, o Médico Veterinário Marcello Roza.

A reportagem é de Carolina Laert, publicada pelo portal EcoDebate, 10-10-2014.

Há casos em que os pais delegam aos filhos a responsabilidade de cuidar dos pets, como a condição para ganharem o “presente”. “É preciso lembrar que estamos falando de uma criança, que não consegue cuidar nem de si mesma. Além disso, os animais não podem ser tratados como brinquedos, mas como membros da família”, argumenta Roza.

“Recentemente, um grupo de cientistas brasileiros declarou que os animais são seres dotados de consciência e que, por isso, não podem ser tratados como objetos. Isso reforça a responsabilidade dos seres humanos na relação com os animais”, afirma. O Médico Veterinário se refere à Declaração de Curitiba, manifesto assinado por especialistas de renome nacional e internacional, em um congresso sobre bioética e bem-estar animal organizado pelo CFMV; e segundo o qual os animais são seres sencientes, ou seja capazes de sentir dor e prazer, e, por isso, não podem ser tratados como coisas.

Feliz Dia das Crianças!

Foto: Amélia Parahym

Receita de energético para iniciar o Dia das Crianças

Ingredientes:
Quantas crianças tiver em casa
Meia dúzia de almofadas e/ou travesseiros
Tantos cachorro tiver de tamanho médio, pequeno ou grande

Modo de preparo:
Numa cama grande e resistente, coloque as crianças ainda sonolentos e mexa-os bem, aplicando uma generosa pitada de cócegas. Faça isso até que eles se derretam em gargalhadas. Junte as almofadas e misture-se a eles aos gritos de (guerras de almofadas) ou qualquer chamamento a luta. Deixe-se atacar pelos filhos e netos, agora convertidos em guerreiros.
Após alguns minutos, inverta o jogo e amasse-os bem com abraços imobilizantes e golpes de travesseiros. Aproveite para descabela-los com movimentos frenéticos. Complete a receita acrescentando o cachorro para engrossar a bagunça com lambidas e dentadas nos pijamas.
Quando a situação chegar ao ponto de fervura, alivie a pressão, polvilhandos-os com beijos e pedidos de trégua! Leve a mesa e sirva o café, com delicioso bolo de chocolate, feito pela mamãe/vovó.

Parabéns, crianças pelo seu dia. Um grande abraço para todas as crianças, que Deus as abençoe.

Amélia Pahahym

Exclusivo: Em entrevista ao Blog, ministro da Integração Francisco Teixeira fala sobre a situação do Lago de Itaparica e ações emergenciais para o Perímetro Irrigado

Ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira em entrevista a Assis Ramalho

No início da manhã de ontem (11), dezenas de pessoas de Petrolândia, no Sertão de Itaparica, em Pernambuco, bloquearam com veículos entrada da EBV1, no canteiro de obras do Eixo Leste da obra de Transposição do rio São Francisco, situada entre Petrolândia e Floresta. Os líderes do movimento dizem não ser contra a Transposição, mas sim contra a retirada de água da represa de Itaparica, na situação em que o lago de Itaparica, represa do rio São Francisco, se encontra no momento, em vias de colapso.

A iniciativa de tentar impedir a ligação de bombas na EBV1 foi tomada em assembleia realizada na noite de sexta-feira (10), no Centro Cultural em Petrolândia. Produtores rurais, autoridades e população discutiram a situação crítica do lago de Itaparica, represa que abastece a cidade e região e estava naquela data com volume útil inferior a 18%.

O ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira,  e o representante da Chesf, Carlos Brito, chegaram ao local, ainda na manhã, e receberam uma comissão de negociadores do movimento "Salve o rio São Francisco", no intuito de chegar a um acordo para liberação do acesso ao canteiro de obras do Eixo Leste (EBV1) da Transposição do rio São Francisco.

Após a reunião com o ministro Francisco Teixeira, a comissão dirigiu-se ao canteiro de obras do Eixo Leste (EBV1) da Transposição do rio São Francisco. Lá, o prefeito Lourival Simões repassou o conteúdo da reunião, que não foi satisfatório, para os líderes de caravanas de produtores de Petrolândia, que decidiram pela manutenção do bloqueio.

Após a reunião, Assis Ramalho entrevistou Francisco Teixeira, que falou sobre o impasse. Também na entrevista, entre outros assuntos, o ministro diz que realmente a Chesf cortou os convênios com a Codevasf e explica como serão os procedimentos a partir de agora. Confira na íntegra a entrevista.

Ministro, gostaria que fizesse uma avaliação dessa reunião que o senhor acaba de ter com líderanças de Petrolândia.

Ministro  Francisco Teixeira: "Eu avalio como um encontro normal de avaliação, onde a maior parte dos representantes que aqui estiveram são do perímetro de Itaparica, que está sendo passado para a Codevasf. Nós estamos trabalhando no Ministério da Integração para melhorar a situação desse perímetro, e sabemos que tem muitas coisas que tem que ser feitas a médio e a longo prazo, mas temos algumas ações mais emergenciais. Essa reunião foi importante porque ficou mais claro alguns problemas que existem nos perímetros. Já tivemos, na semana passada, uma reunião com a Codevasf, tratando dessa transferência, e vamos ter uma outra reunião na próxima semana com a Codevasf, para buscar e desenvolver algumas ações emergenciais no perímetro, como também ações de médio e longo prazo que deverão ser desenvolvidos a partir de 2015, com a inclusão no PAC 3. O que eu quero esclarecer para os irrigantes de Itaparica, é que o fato da Chesf estar saindo e a Codevasf estar entrando, nós não vamos botar a conta das despesas do perímetro nas costas do irrigante. São propostas que nós estamos montando, o Ministério da Integração, junto com a Codevasf, e levando isso para o Ministério do Planejamento, para que seja incluído no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), toda a revitalização do perímetro."

Mas, o fato de a Chesf ter cortado os convênios com a Codevasf, não vai complicar ainda mais a situação dos reassentados de Itaparica, que já estão sofrendo há bastante tempo?

Ministro Francisco Teixeira: ''A Chesf está saindo, mas a Codevasf está entrando. Então, aquelas despesas relacionadas com o melhoramento do perímetro, serão absorvidas pelo governo federal através do Tesouro Nacional. Então, a Codevasf vai desempenhar esse papel que já vinha desempenhando indiretamente trabalhando para a Chesf, e agora vai trabalhar diretamente para que nós possamos organizar melhor o perímetro."

Tudo isso ainda vai ser incluído no PAC 3, a partir de 2015?


Ministro Francisco Teixeira: "Sobre a reestruturação do melhoramento do Perímetro de Itaparica sim. Outro tema a ser tratado é a questão da pouca água que tem hoje o rio São Francisco, por conta da escassez  da água, mas nós temos discutido com a ANA (Agencia Nacional de Águas), com a Chesf e o Ministério da Integração, a questão da lógica de gestão da água no Vale do São Francisco. O uso preponderante da água e a lógica preponderante da operação tem sido estabelecida pelo setor elétrico, é uma lógica que prevalece há 50 anos e ninguém muda uma lógica dessa da noite para o dia. Na minha opinião, a gente tem que discutir melhor a lógica das águas do São Francisco. Mas, a gente tem que convir que há a questão da energia no país que precisa ser garantida, ou seja, não podemos mudar essa lógica, principalmente agora, nesse momento de seca. Mas, nós conseguimos pelos menos durante alguns dias (até a próxima quarta-feira, dia 15), um alívio para manter estabilizado o lago de Itaparica, e até mesmo subir nos próximos dias."

Que alívio é esse que o senhor fala e como foi conseguido esse alívio?

Ministro Francisco Teixeira: "Foi um pedido nosso, do Ministério da Integração, com discussões do prefeito de Petrolândia, Lourival Simões, com o apoio desse movimento que se organizou, com a Agência Nacional de Água (ANA), com o Ministério do Planejamento, junto com o ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico), para a liberação, durante alguns dias, de mais 100 metros cúbicos por segundo do lago de Sobradinho, e a diminuição (da saída) de 100 (m³/s) do lago de Itaparica, no sentido de que o lago possa ter uma subida, e pelo menos diminua os problemas que, principalmente os irrigantes de Itaparica, estão tendo. Agora, a médio e longo prazo, nós vamos depender muito das chuvas, para que seja mudado esse cenário. Mas, como estamos entrando em época de chuvas em Minas Gerais, nós acreditamos que pelo menos vai amenizar esse problema, não só aqui no vale de Itaparica, como em todo o Vale do São Francisco. Um exemplo, é a Hidrelétrica de Três Marias que está praticamente esvaziada por falta de água."

O senhor acabou de ter uma reunião com lideranças do perímetro irrigado de Itaparica, que entre outras reivindicações, não estão de acordo que esse teste das bombas na EBV1. Inclusive, na manhã de hoje, fizeram bloqueio de acesso ao canteiro de obras do Eixo Leste (EBV1). Como vai ser resolvido esse impasse?

Ministro Francisco Teixeira: ''Quanto a essa pergunta, o que eu posso dizer é que eu já fui lá, já discuti em torno de meia hora com o pessoal ligado ao movimento, discuti agora, como você viu, com as lideranças do movimento, e o que eu posso me comprometer é de tratar essa questão, agilizar aquilo que é do Ministério da Integração, da Codevasf e da Chesf, que estava aqui presente na reunião, e dizer que é possível encaminhar muitas coisas. E as outras coisas, junto a outros ministérios, eu vou me empenhar pessoalmente para tentar encaminhar essas questões, mas tem coisas que são de médio e longo prazo, que é a recuperação do perímetro. Sobre a posição de deixar de ter ou não ter o teste, é das pessoas ligadas ao movimento. Cada um tem o seu direito de se manifestar, agora eu estou acreditando que nós vamos poder fazer o teste, e se não puder fazer, temos de discutir algumas medidas com outras instâncias do governo, porque o teste, eu volto a dizer, ele não prejudica em nada e não vai resolver o problema  que está acontecendo hoje no lago de Itaparica. Até porque, já conseguimos por causa dessa discussão, o que eu acho que já foi uma vitória, a liberação de 100 metros cúbicos por segundo, o que representa 8 milhões e 600 metros cúbicos por dia, e nós vamos precisar (para fazer o teste) de no máximo 6 milhões de metros cúbicos, isso não afeta em nada a realidade atual dos usuários de água aqui na região de Itaparica. O fato de ter o teste ou não ter, não afeta em nada, tem uma simbologia, mas não afeta em nada."

Ministro, agradeço a atenção com a nossa reportagem, e pra finalizar, está confirmada para segunda-feira (13) a vinda da presidenta Dilma?

(Desconversando) Não, não, a presidente Dilma não tem previsão de vir não.

Redação do Blog de Assis Ramalho
Fotos: George Novaes e Alexandre Sertão

Livro infantil: O Mistério do sumiço do Velho Chico


A professora e escritora Socorro Lacerda, nascida e moradora da cidade de Petrolina, na região do Vale do São Francisco, nos mostra que é possível aproveitar o seu dom profissional para ter atitudes sustentáveis, escrevendo um livro infantil de apelo para preservação do rio São Francisco.

Através do livro, Socorro procurou tocar a mente e o coração dos pequenos leitores, escrevendo sobre assuntos relacionados ao Velho Chico. Com personagens como a Carluz, uma cuidadora do rio, e a sua mascote Carranca Medrosa Umburana, o livro conta a história de um momento desesperador: o rio desaparece. Juntos, eles articulam uma poderosa mobilização e reunem todos os habitantes do Reino Encantado do Velho Chico para desvendar esse mistério.

Ainda no livro, a escritora mistura fatos reais da situação da bacia hidrográfica do rio São Francisco, como a poluição, com suas lendas, flora, fauna, poemas, canções ribeirinhas e iguarias típicas da região. O livro é um bom despertar para valorização da região e um apelo para uma melhor consciência das crianças com o cuidado com o rio.

Fonte: CBHSF

Mega-Sena acumula e paga R$ 18,5 milhões na próxima quarta; confira as demais loterias sorteadas neste sábado (11)


A Caixa Econômica Federal divulgou as dezenas sorteadas para o concurso 1.643 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (11) em Conselheiro Pena (MG). O prêmio acumulou novamente e pagará R$ 18,5 milhões na próxima quarta-feira (15).

Os números sorteados foram: 16 – 19 – 20 – 28 – 37 – 60.

A quina teve 60 apostas acertadoras, cujo prêmio é de R$ 45.113,02. Já a quadra teve 5.152 apostas ganhadoras, que levarão R$ 750,54.

Mais loterias
Quina (Concurso 3611):
16 18 40 62 75

Timemania (Concurso 638):
03 04 14 17 23 29 69

Lotomania (Concurso 1494):
02 09 10 16 20
27 35 36 44 49
55 60 61 82 86
88 93 94 98 99

Loteria Federal (Concurso 04909):>confira os resultados

>Veja todos os resultados