domingo, 8 de agosto de 2021

Petrolândia/Jatobá: Edísio Bezerra presta homenagem ao seu pai Elias Bezerra 'Seu Elias da Chesf'' - Meu herói já não está mais entre nós, mas sei que lá de cima sua luz sempre iluminará nossas vidas. Saudades!

 

Um amor ao pai que sobrevive à morte

 Petrolandense, atualmente morando em Eunápolis (BA), Edísio Bezerra presta homenagem ao seu pai 'Elias Bezerra 'Seu Elias da Chesf''' - Meu herói já não está mais entre nós, mas sei que lá de cima sua luz sempre iluminará minha vida. Saudades do meu pai!

O que sinto por você, pai, é o mesmo que sentia quando seu coração ainda batia neste mundo. Parece até que a distância me aproximou de você e nos ligou de uma forma ainda mais intensa. Como eu sinto sua falta, pai!

Mas uma coisa eu quero lhe prometer: por mais difícil que seja eu irei me erguer, não só por mim, mas também por você. E quando me sentir capaz irei homenagear o homem íntegro, exemplar e bom que tenho como pai.

Descanse em paz, meu pai meu herói.
E até um dia.

Edísio Bezerra da Silva

VEJA TAMBÉM




Da Redação do Blog de Assis Ramalho

Petrolândia: Mensagem do prefeito Fabiano Marques ao Dia dos Pais: ''Neste dia tão especial, a emoção bate forte no meu coração'' - Desejo um feliz dia dos Pais


Dia dos Pais

Nesta dia tão especial, a emoção bate forte no meu coração, relembro os momentos vividos com meu querido Pai Vavá Venâncio, que além de um Pai e Amigo, foi um grande ser humano.

Desejo um feliz dia dos Pais, com muita saúde e paz! Forte abraço a todos

Fabiano Marques - Prefeito de Petrolândia-PE


Petrolândia: MEU PAI! Um homem Pacato, Simples, Trabalhador e Honesto - É o primeiro dia dos pais sem tua presença ''estarás sempre presente conosco''

Meu pai  com a imagem de N Sra Aparecida no sitio Sobrado, lugar que escolheu para morar em meio aos animais e a natureza (Foto: Assis Ramalho/BlogAR)


É o primeiro dia dos pais sem tua presença, dizer que teu olhar sincero e humilde ainda guia nossos passos, mesmo que haja uma saudade constante, andarás sempre conosco.

UM EXEMPLO DE VIDA E HUMILDADE

Papai foi agricultor, servidor público da prefeitura de Petrolândia e, desde menino, viveu uma vida muito dura. Eu, que sou o mais velho, junto com meus dois irmãos e minhas quatro irmãs,tivemos um verdadeiro pai. Um homem pacato, simples, trabalhador, honesto, e que foi sempre muito verdadeiro.

Vítima de um AVC, meu pai faleceu na noite do dia 27 de outubro de 2020 no Hospital Municipal Dr Francisco Simões de Lima, às 22 horas.

Antonio Leal Rodolfo, mais conhecido como seu Toinho, pai deste blogueiro e radialista, irmão dos comerciantes Lourival Leal Rodolfo (Lourinho), Francisco Rodolfo Neto (Chiquinho), Geni Leal e Irene Leal, e marido da ex-vereadora Elita Ramalho.

Pai, avô e bisavô, o meu pai dedicou sua vida à família e ao trabalho. Há alguns anos, o casal Toinho e minha mãe Elita passou a residir no Sítio Sobrado, na zona rural de Petrolândia, lugar que escolheu para viver e fazer o que mais gostava - cuidar de animais (cabras, bodes, vacas etc) e viver em meio à natureza.

Descanse em paz nos braços de DEUS, Papai! Até o nosso reencontro!
Francisco de Assis Ramalho Leal, seu filho


Solenidade em recepção ao Ministro do Turismo: 'Petrolândia será reconhecida mundialmente'' diz prefeito Fabiano Marques



Solenidade em recepção ao Ministro do Turismo.

Petrolândia recebeu na manhã de ontem (07), a importante visita do Ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.

Ato histórico, registrado pela Gestão Municipal através do Prefeito Fabiano Marques, colaboradores da Prefeitura e a População presente.


Na ocasião, o Prefeito apresentou os principais pontos turísticos de Petrolândia, além da visita técnica em alguns pontos e solicitou mais uma vez ações estruturantes para alavancar o turismo da região.

O ministro demonstrou bastante receptividade as solicitações da gestão e afirmou o compromisso de buscar melhorias para Petrolândia através do Desenvolvimento Econômico.

O prefeito Fabiano Marques falou da importância da visita do ministro; ''Petrolândia será reconhecida mundialmente!
 Foi com essa frase que iniciei as minhas palavras na manhã de ontem (07), com a importante presença do Ministro do Turismo Gilson Machado.
Com muita alegria, apresentei ao Ministro e sua equipe, o potencial turístico e econômico que Petrolândia tem, além de solicitar ao mesmo, ações estruturantes para a região.
Muita alegria e emoção, saber que a nossa gestão está a cada dia buscando recursos e melhorias para nossa cidade, e mais que isso! Sendo reconhecida por todos'' disse o gestor.

Blog de Assis Ramalho
Por: Assessoria da Prefeitura de Petrolândia











NOTÍCIAS RELACIONADAS


Por Redação do Blog de Assis Ramalho

Petrolândia: Acidentes de trânsito causados por animais soltos em ruas e rodovias é tema de entrevista na Web Rádio Petrolândia na próxima terça (10/08)

 

Prof. Márcio Miguel e as estudantes Rafaela e Stefany, da Escola Municipal 6 de Março, vão participar de entrevista ao vivo (Foto: Divulgação)

Animais criados à solta, com acesso a ruas, estradas e rodovias, provocam acidentes de trânsito há décadas. Poucas pessoas não têm um caso do tipo para contar sobre um familiar, parente, amigo ou conhecido, inclusive, com desfecho fatal para as vítimas. Já os incidentes que envolvem atropelamento (ou quase) de animais de pequeno, médio e grande porte, sem gravidade para condutores e ocupantes dos veículos, acontecem diariamente, e de tão comuns se tornaram somente "sustos" para os motoristas. A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) intensificou o abandono de animais domésticos (cães, gatos), que agora se juntam aos animais silvestres e de criação (asnos, gado, caprinos) soltos às margens das estradas, o que significa aumento do risco de acidentes.

Para tratar sobre o tema e o objetivo de mobilizar e conscientizar os criadores de animais na redução do risco de acidentes nas BRs e estradas que cortam Petrolândia e municípios circunvizinhos, além dos riscos para o trânsito na própria área urbana da cidade, as estudantes Rafaela e Stefany, alunas da Escola Municipal 6 de Março, estarão na Web Rádio Petrolândia na próxima terça-feira (10/08), a partir das 08h00, no programa "Acordando com as Notícias", com apresentação e comentários do radialista e blogueiro Assis Ramalho

professor Márcio Miguel, vítima de acidente de trânsito, em campanha de arrecadação de fundos para a realização de cirurgia urgente, também participará da entrevista. 


Ouça o Programa ''Acordando com as Notícias'' de segunda a sábado das 06:30 as 08:30, com o Blogueiro e Radialista [DRT 3544/PE] Assis Ramalho na Web Rádio Petrolândia - 24 horas no ar, há seis anos a sua melhor companhia.

O programa apresenta notícias locais, regionais, nacionais, internacionais, política, polícia, economia, cultura, esportes, manchete dos jornais do dia, utilidade pública, entrevistas, entretenimento e muito mais.

Durante o programa, o ouvinte pode participar por WhatsApp pelo número (87) 9.9955-1186.


 


Redação do Blog de Assis Ramalho

Petrolândia: Mensagem ao Dia dos Pais da Clínica e Laboratório Jaques


  Clínica e Laboratório Jaques

Petrolândia: Bar e Restaurante Maria Fumaça deseja um Feliz Dia dos Pais; VEJA PROGRAMAÇÃO DESTE DOMINGO (08/08) - HOJE É DIA DE BAIÃO DE DOIS

 


Divulgação/Bar e Restaurante Maria Fumaça

Petrolândia: Mensagem ao Dia dos Pais da Delgado Construções


 Divulgação/Delgado Construções

Beatriz Ferreira perde e fica com a prata, 1ª medalha de uma brasileira no boxe em Olimpíadas



Beatriz Ferreira, 28, entrou no ringue para a disputa da final da categoria peso leve, até 60 kg, das Olimpíadas de Tóquio-2020 neste domingo (8), último dia dos Jogos. A brasileira acabou derrotada para a irlandesa Kellie Harrington e ficou com a medalha de prata.

Bia levou a melhor no primeiro assalto, na opinião de três dos cinco juízes. O segundo foi vencido por Harrington, que sacramentou o triunfo no terceiro round. Apesar da derrota, o resultado é histórico. Trata-se da primeira medalha, independentemente da cor, de uma pugilista brasileira em Olimpíadas.

Além disso, a conquista coroa um protagonismo inédito do Nordeste no quadro de medalhas. Em esportes individuais, a região conquistou 4 dos 7 ouros do Brasil (Ana Marcela Cunha, Isaquias Queiroz, Italo Ferreira e Hebert Conceição) e agora também duas pratas (Bia e Rayssa Leal).

Grande parte disso veio justamente da Bahia, estado de Beatriz Ferreira. Destes pódios, apenas Italo e Rayssa são de outros estados (respectivamente, Rio Grande do Norte e Maranhão).

Bia se tornou profissional em 2017. Sofreu apenas sua sexta derrota na carreira. De todos os torneios que disputou até aqui, não subiu ao pódio apenas em uma oportunidade. Foi campeão do Pan-Americano e do Mundial, em 2019.

Por Folhapress

Único pernambucano a ganhar ouro em Tóquio, zagueiro Nino festeja com a família: 'Era ele chorando lá e a gente aqui', diz mãe

O pernambucano Nino, zagueiro titular da seleção brasileira de futebol masculino, mostra a camisa com as cores da bandeira do estado e amedalha de ouro em Tóquio — Foto: Reprodução/Acervo de família

A conquista do primeiro lugar nas Olimpíadas pela seleção de futebol masculino, neste sábado (7), tem um significado especial para a família do zagueiro Nino. Ele é o único pernambucano a subir ao ponto mais alto do pódio nos jogos de Tóquio, no Japão. Exibindo uma camisa com as cores da bandeira do estado e a medalha dourada no peito, o atleta fez a festa com os pais, pelo telefone, após o título (veja vídeo acima).

“Era ele chorando de felicidade, lá, e a gente chorando de alegria, aqui”, declarou a mãe do jogador, Josy Mota, horas depois da conquista, em entrevista ao G1.

Nino foi titular na partida em que a seleção masculina venceu a Espanha, por 2x 1, na prorrogação. "Parece um sonho. A medalha de ouro é a realização desse sonho”, acrescentou, dona Josy.

Nino é o quarto pernambucano na história a conseguir uma medalha de ouro olímpica. Antes, o feito foi dos jogadores de vôlei Pampa (em Barcelona, em 1992), Dani Lins (em Londres, em 2012) e Jaqueline Carvalho (em Pequim, em 2008, e em Londres, em 2012).

Ninguém acerta as seis dezenas da Mega-Sena e prêmio vai a R$ 65 milhões - veja demais sorteios deste sábado; Em Petrolândia as apostas são realizadas nas Lotérica Styllus e Lotérica Nogueira


Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.397 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (7) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. O prêmio acumulou.

Assista ao vídeo acima para entender como as apostas funcionam.

Veja as dezenas sorteadas: 06 - 14 - 20 - 39 - 46 - 48

A quina teve 79 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 60.862,18. A quadra teve 6.058 apostas vencedoras; cada uma levará R$ 1.133,82.

O próximo concurso (2.398) será na terça-feira (10). O prêmio é estimado em R$ 65 milhões.


Em Petrolândia as apostas são realizadas nas Lotérica Styllus e Lotérica Nogueira.

Lotérica Styllus, Av. Manoel Borba, no centro de Petrolândia, esquina com Av. dos Três Poderes.

Lotérica Nogueira, situada na Av. Auspício Valgueiro Barros, 591, na
Quadra 12 de Petrolândia.

Brasil perde para os EUA e é prata no vôlei feminino em Tóquio

Meninas do vôlei do Brasil no pódio com a medalha de prata — Foto: REUTERS/Pilar Olivares

Era preciso ir ao limite. Mas, diante de um rival mais forte, todo o esforço não foi suficiente. Neste domingo, na final das Olimpíadas de Tóquio, o Brasil não conseguiu fazer frente aos Estados Unidos na Arena Ariake. A seleção de José Roberto Guimarães foi dominada durante todo o jogo e perdeu em 3 sets a 0, parciais 25/21, 25/20 e 25/14. Na queda seca, a prata como prêmio de consolação.

Os Estados Unidos, enfim, conquistam seu primeiro ouro no vôlei feminino. Até aqui, a seleção americana só havia batido na trave. Foi prata em Los Angeles 1984, Pequim 2008 e Londres 2012. Também soma dois bronzes, em Barcelona 1992 e Rio 2016.

O Brasil, por sua vez, chega à primeira medalha de prata. Além dos dois ouros, em Pequim e Londres, a seleção também tem outros dois bronzes no currículo, em Atlanta 1996 e Sydney 2000.

Rosamaria encara o bloqueio americano — Foto: Toru Hanai/Getty Images

1° set - Brasil começa mal, e EUA dominam

Não foi o início dos sonhos. Com 4/0 a favor dos Estados Unidos, Zé Roberto parou o jogo. No começo da partida, a seleção teve problemas para fazer o ataque funcionar. Os três primeiros pontos do Brasil foram em erros das americanas. As rivais, por outro lado, conseguiam virar as bolas com mais facilidade: 6/3. O Brasil chegou a encostar e a diminuir a diferença para apenas um ponto, em 8/7.

As americanas, porém, voltaram a abrir. Akinradewo, com uma deixadinha, fez o placar marcar 12/8. Mas, ao contrário daquele início, a seleção conseguiu se reerguer. Voltou a ficar a um ponto do empate em erro de Poulter. Karch Kiraly pediu tempo. Foi o suficiente para arrumar a casa. O Brasil errou um ataque, e os EUA voltaram a abrir quatro pontos, marcando 18/14. Zé Roberto buscou a inversão pela primeira vez no jogo, mandando Roberta e Natália. Mas foi por pouco tempo. Logo, Macris e Rosamaria voltaram à quadra. A seleção até ameaçou reagir, mas a melhor jogadora da partida até ali definiu: Bartsch-Hackley fechou a conta em 25/21.

2° set - Brasil ensaia reação, mas EUA aumentam vantagem

Rosamaria, com uma pancada, abriu a contagem no segundo set. Era preciso fazer diferente e recomeçar. A seleção até começou melhor, mas logo as americanas tomaram o controle do jogo. Com Washington, marcaram 6/4 no placar. Quando abriram 8/5, Zé tirou Rosamaria e mandou Natália à quadra em uma troca simples. Por um momento, a seleção até melhorou. Drews, porém, abriu 12/8 com uma largadinha, obrigando Zé Roberto a pedir tempo.

Não funcionou. As americanas mantiveram o controle total do jogo e dispararam. Em um erro de Macris, a seleção viu o placar subir para 16/9. Nada parecia dar certo. Rosamaria voltou à quadra. Pouco depois, foi a vez de Macris dar lugar a Roberta em uma troca simples. A seleção melhorou. A diferença, que chegou a ser de oito pontos, caiu para cinco. Kiraly, então, parou o jogo. O Brasil até somou mais alguns pontos e ensaiou uma reação improvável. Mas, no fim, os Estados Unidos fecharam em 25/19 em um erro de saque de Carol.