domingo, 21 de abril de 2019

Paulo Afonso e Glória estão entre as 271 cidades da Bahia com água contaminada por agrotóxicos; veja lista

Mucugê, São Félix do Coribe, Camaçari e Itapetinga são as mais críticas; Embasa nega contaminação

Testes realizados pelas empresas de abastecimento de municípios brasileiros mostram que quatro cidades da Bahia consomem um perigoso coquetel com 27 agrotóxicos encontrados na água utilizada pela população. Mucugê, na Chapada Diamantina, Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), Itapetinga, Centro Sul, e São Félix do Coribe, no Oeste, estão no topo de uma lista de 271 municípios baianos (veja lista no final da matéria) em que se encontrou pelo menos um agrotóxico na água que abastece as torneiras das cidades.

Obtidos em uma investigação conjunta pela ONG Repórter Brasil, da Agência Pública e da organização suíça Public Eye, os dados dizem respeito ao período entre 2014 e 2017. As informações são parte do Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Sisagua) do Ministério da Saúde. O estudo detectou em 1.396 municípios no país todos os 27 pesticidas.

Petrolândia: Aniversariante Marcellus Antas recebe felicitações da esposa Kelly


Neste domingo, 21 de abril, comemora idade nova Marcellus Antas Soares, conhecido como Marcellus do Flor do Chico, empreendimento que marcou a história da Orla Fluvial de Petrolândia, como um dos quiosques mais animados da cidade. O aniversariante recebe carinhosas felicitações da esposa Kelly Antas.


Parabéns amor que sua vida seja uma constante de felicidade e alegria, que alcance todos os objetivos de sua vida... felicidades! te amo!

Blog de Assis Ramalho
Com informações e foto: Kelly Antass

Petrolândia: Católicos realizam Vigília Pascal no sábado de aleluia






Dando continuidade a programação católica da Semana Santa/2019, a paroquia São Francisco de Assis, em Petrolândia, realizou, na noite deste sábado (20/04/2019), a missa da Vigília Pascal. A cerimônia celebra a ressurreição de Cristo e a renovação da fé.

Presidida pelo padre Luiz Augusto, a celebração teve início do lado de fora da igreja, na Praça da Matriz, com a benção do fogo e a preparação do Círio Pascal para que os fiéis acendessem as velas, que representam a renovação das promessas feitas no batismo.

Por volta das 21 horas os católicos seguiram para dentro da Igreja da Matriz, onde o pároco deu início a missa, que contou com a presença de grande quantidade de fiéis, além de convidados se revezando nas leituras dos livros e também no canto dos salmos.

Logo após, as 23 horas, aconteceu a procissão de Jesus Ressuscitado e as bênção do pároco Luiz Augusto.

A programação da Semana Santa segue também neste domingo (21), quando se celebra a Páscoa. A igreja terá duas missas, às 08h30 e às 19h30.

Ver abaixo vídeo e fotos
















Veja abaixo mais notícias relacionadas a Semana Santa/2019 em Petrolândia

>>Petrolândia: Via Sacra da Paixão e Morte de Jesus Cristo, encenada por jovens da Paróquia de São Francisco de Assis, emociona fiéis

>>Petrolândia: Centenas de fiéis participam da celebração de Ramos na manhã deste domingo (14)

>>Petrolândia: Procissão do ‘Senhor Morto’ é realizada com grande participação de fiéis

Redação do Blog de Assis Ramalho
VídeoS e fotos: Assis Ramalho/BlogAR

Domingo de Páscoa: Atentados matam mais de 150 em igrejas no Sri Lanka

Equipes de segurança e resgate na frente de igreja em Colombo, na capital do Sri Lanka; Parentes de vítimas choram perto de igreja Foto: Dinuka Liyanawatte/Reuters

Uma série de explosões em hotéis de luxo e igrejas católicas durante a celebração da Páscoa no Sri Lanka deixou 156 mortos, sendo 35 estrangeiros, e mais de 300 feridos neste domingo (21), segundo informações de autoridades policiais para a agência France Presse.

Os atentados foram registrados na capital, Colombo, e nas regiões de Katana e Batticaloa. De acordo com a polícia do Sri Lanka, os casos ocorreram por volta das 8h45 (0h15, no horário de Brasília) em três hotéis e três templos religiosos que realizavam missas. Mais tarde, outras duas explosões foram registradas na capital.

VEJA FOTOS DOS ATENTADOS

Segundo uma fonte ouvida pela AFP, todas as mortes ocorreram em igrejas: 64 delas em um templo na capital, 67 em Katana e 25 em Batticaloa. Ainda segundo essa fonte, 254 pessoas foram hospitalizadas em Colombo e outras 60 nas localidades que foram atacadas fora da capital. Nenhum grupo reivindicou autoria das ações até o momento.

O que se sabe até agora

8 explosões atingiram o Sri Lanka nesse domingo;
Ao menos 4 hotéis e 3 igrejas católicas foram alvos;
Atentados ocorreram na capital, Colombo, e outras duas cidades;
156 pessoas morreram, sendo 35 estrangeiros;
Nenhum grupo assumiu a autoria até o momento;
Católicos representam 7% da população;
Governo determinou toque de recolher de 12 horas no país.

Novas explosões

Por volta das 14h15 no horário local, uma nova explosão foi sentida em um outro hotel na capital do país. A agência France Presse cita fontes policiais para informar que mais duas pessoas teriam morrido nesse incidente. Tempo depois, houve mais um registro de explosão na periferia da cidade, mas ainda não há informações sobre vítimas.

Investigação

O primeiro-ministro Ranil Wickremesinghe convocou uma reunião do conselho de segurança nacional em sua casa para o final do dia. "Eu condeno veementemente os ataques covardes contra nosso povo hoje. Eu chamo todos para permanecerem unidos e fortes", postou no Twitter.

O presidente do Sri Lanka, Maithripala Sirisena, pediu calma ao país. "Por favor, fiquem calmos e não sejam enganados por rumores", declarou Sirisena em mensagem à nação.

Sirisena, que se mostrou "em 'choque' e triste com o que ocorreu", esclareceu que "as investigações estão em curso para descobrir que tipo de conspiração está por trás destes atos cruéis".

O governo informou que vai impor um toque de recolher de 12 horas no país a partir das 18h no horário local (9h30, em Brasília).

Atentados desta magnitude não tinham acontecido no Sri Lanka desde a guerra civil entre a guerrilha tâmil e o governo, um conflito que durou 26 anos e terminou em 2009, e que deixou segundo dados da ONU mais de 40 mil civis mortos

O último deles foi em 2018, quando o governo teve que declarar estado de emergência após confrontos entre muçulmanos e budistas. No Sri Lanka, a população cristã representa 7%, enquanto os budistas são cerca de 70%, de acordo com o censo feito em 2012.

Reações

As igrejas cristãs na Terra Santa expressaram seu pesar após os atentados. "Que difíceis, irritantes e tristes são estas notícias, especialmente porque os ataques aconteceram enquanto os cristãos comemoravam a Páscoa", lamentou o assessor de líderes da Igreja na Terra Santa, Wadie Abunassar.

Ele transmitiu sua solidariedade ao Sri Lanka e 'a todos seus habitantes em suas várias confissões religiosas e origens étnicas'. "As igrejas rezam pelas almas das vítimas e pedem a rápida recuperação dos feridos", acrescentou em comunicado.

 Por G1

Ex-jogador do Vasco Valdiram é encontrado morto com sinais de espancamento, em São Paulo


O ex-atacante do Vasco Valdiram foi encontrado morto com sinais de espancamento, na última sexta-feira, na região de Santana, em São Paulo. A informação foi dada, inicialmente, pelo "Brasil Urgente" da Rede Bandeirantes e confirmada pelo EXTRA. O ex-jogador tinha 36 anos e sofria de alcoolismo e compulsão por sexo e drogas.

O corpo foi encontrado sem identificação pelo polícia e levado para o IML, onde ainda aguarda a reclamação por algum parente ou amigo. Apenas neste sábado, o jogador foi identificado.

Segundo amigos, ele estava morando na Cracolândia, em São Paulo. Algumas pessoas mais próximas buscavam ajuda para interná-lo numa clínica de reabilitação.

Ano passado, a reportagem do EXTRA encontrou o atacante morando sob a marquise de um restaurante falido em Bonsucesso. Dias depois, o Vasco ofereceu ajuda ao ex-jogador, que foi internado em uma clínica psiquiátrica de reabilitação.

Quatro meses depois, ele recebeu alta da clínica e ganhou uma chance no Olaria. Não durou muito. No mês seguinte, voltou para as ruas, entrou num ônibus para São Paulo e nunca mais retornou ao Rio. Ele tinha uma irmã na capital paulista.

Valdiram viveu o auge no Vasco, em 2006, quando foi artilheiro da Copa do Brasil. Naquele ano, a equipe vascaína foi vice-campeã da competição.

De 2006 a 2011, passou por 18 clubes, média de três por ano, e colecionou problemas extra-campo.

Extra-RJ