Web Radio Petrolândia

sexta-feira, 5 de junho de 2020

Paulinho da Força é condenado a 10 anos de prisão pelo STF por corrupção

Por 3 votos a 2, 1ª Turma do STF condenou o parlamentar do Cidadania por desvios envolvendo empréstimos do BNDES em 2007 e 2008

O deputado federal Paulinho da Força (Solidariedade-SP) foi condenado nesta sexta-feira (05/06) a 10 anos e dois meses de prisão em regime inicialmente fechado por lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

Os crimes, segundo o processo julgado em sessão virtual da 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), ocorreram entre 2007 e 2008, quando o parlamentar do Centrão teria levado propina ao lado de comparsas para intermediar empréstimos do BNDES para a prefeitura de Praia Grande, em São Paulo, e para as lojas Marisa.

O placar foi de 3 a 2 pela condenação, o que abre espaço para recursos da defesa, os embargos infringentes.

Metrópoles

OMS divulga novas orientações sobre uso de máscaras contra a Covid-19

Máscara deve ter pelo menos 3 camadas de tecidos diferentes, recomenda a OMS 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) mudou o protocolo em relação ao uso de máscaras de proteção contra a Covid-19. Nesta sexta-feira (5), a entidade divulgou as novas diretrizes, que orientam a utilização do equipamento, que já vinha sendo recomendado por outras autoridades e especialistas.

De acordo com a orientação da OMS, no entanto, as máscaras precisam ter pelo menos três camadas de tecidos diferentes. No Brasil, a recomendação do Ministério da Saúde é que o equipamento tenha duas camadas do mesmo tecido, podendo ser produzido de forma caseira ou comprado em lojas.

A entidade aconselha que a camada externa deve ser feita com tecido impermeável, como o poliéster. Já a parte que fica rente ao rosto precisa ter um tecido que absorva água. A camada do meio deve conter um material que atue como um filtro.

Bolsonaro diz que Brasil pode sair da OMS

Presidente fez críticas ao trabalho da organização na pandemia (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro fez críticas ao trabalho da Organização Mundial da Saúde (OMS) na pandemia e disse que o governo pode deixar a organização, que atuaria, segundo ele, "com viés ideológico". No fim de maio, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou a saída do país da OMS, congelando repasses que o governo norte-americano faria à entidade.

"E adianto aqui, os Estados Unidos saíram da OMS, e a gente estuda, no futuro, ou a OMS trabalha sem viés ideológico, ou vamos estar fora também. Não precisamos de ninguém de lá de fora para dar palpite na saúde aqui dentro", disse Bolsonaro a jornalistas na portaria do Palácio da Alvorada, na noite desta sexta-feira (5).

O presidente fez referência à controvérsia causada pelas pesquisas que a OMS conduzia sobre a hidroxicloroquina no tratamento do novo coronavírus. "Para que serve essa OMS? A OMS recomendou há poucos dias não prosseguir mais com os estudos sobre a hidroxicloroquina, e agora voltou atrás. É só tirar a grana deles que eles começam pensar de maneira diferente", disse Bolsonaro.

Sobe para 41 número de casos de Covid-19 em Paulo Afonso – BA



A Prefeitura Municipal de Paulo Afonso – BA, informou nesta sexta-feira (05) mais 2 casos confirmados de Covid-19 no município. A confirmação foi feita através das redes oficiais da Prefeitura.

Além dos dois novos casos positivos, o Boletim Covid-19 registrou o aumento de 12 pacientes que estão aguardando o resultado de seus exames. O número de pacientes recuperados permaneceu sem alterações.

Confira quais são os bairros com casos confirmados da Covid-19.

Por Blog do Chico Sabe Tudo

Pernambuco antecipa pontos do Plano de Convivência das Atividades Econômicas; confira

 
 

O Plano de Convivência das Atividades Econômicas com a Covid-19, apresentado na última segunda-feira (01.06), passará por ajustes para as próximas semanas. Parte dos 32 setores que voltarão a operar ao longo das 11 etapas previstas teve o cronograma antecipado ou sofreram alterações nas regras de funcionamento, para contemplar as especificidades de cada segmento. A partir de segunda-feira (08.06), além da reabertura do comércio atacadista, a construção civil voltará a funcionar com 50% de seu efetivo em horário livre, e não mais das 9h às 18h, como planejado anteriormente. Shopping centers também poderão oferecer o serviço de coleta por drive thru nos estacionamentos uma semana antes do previsto.

Clínicas e consultórios médicos, odontológicos e veterinários, óticas, clínicas de fisioterapia e de psicologia, que retornarão às suas atividades no próximo dia 10. Antes, as atividades não possuíam data definida. Todas as orientações sobre os protocolos gerais e específicos a serem cumpridos pelas empresas, de forma a evitar a propagação da coronavírus, podem ser acessadas no site oficial www.pecontracoronavirus.pe.gov.br.

A reabertura gradual do varejo para lojas de até 200 metros quadrados funcionará ao mesmo tempo para todo o comércio do Estado, no Centro e nos bairros. Esses estabelecimentos estão autorizados a reabrir a partir do dia 15 de junho. Serviços de venda, locação e vistoria de veículos, que seriam retomados a partir da fase 4.4, também voltarão a funcionar na mesma data.

Salões de beleza e serviços de estética, cujo atendimento estava previsto para começar a partir do dia 15, continuam sem alterações. Esses estabelecimentos precisarão atender um cliente por vez, por agendamento, sem fila de espera e com higienização entre um cliente e outro, além de obedecer ao distanciamento de, pelo menos, 1,5 metro entre clientes. A partir da mesma data também poderão ocorrer os treinos de futebol profissional.

As mudanças são fruto de um diálogo constante com as representações empresariais e estão de acordo com as normas de segurança no ambiente de trabalho, acertadas seguindo orientações do Comitê Socioeconômico de Enfrentamento ao Coronavírus do Governo de Pernambuco. O Plano de Convivência das Atividades Econômicas com a Covid-19 considera, prioritariamente, a relevância socioeconômica dos setores e os riscos que o retorno de cada atividade pode representar para a saúde da população.

A primeira etapa foi iniciada na última segunda-feira (01.06), com a liberação da operação de lojas físicas de material de construção, seguindo novos protocolos de atendimento, e com funcionamento exclusivamente por delivery do comércio não essencial, que esteve restrito nos 15 dias de intensificação da quarentena.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Bruno Schwambach, há um esforço do Comitê Socioeconômico em ouvir permanentemente as lideranças setoriais para que o plano avance sem ampliar os riscos à população. O restabelecimento escalonado das atividades econômicas e a circulação de pessoas estarão sob avaliação, e o cumprimento do cronograma depende do comportamento das curvas de contaminação e de mortes provocadas pelo novo coronavírus.

Atualmente, um grupo formado por agentes da Secretaria de Saúde de Pernambuco, em parceria com o Laboratório de Imunopatologia Keiso Asami (Lika), da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), além do Porto Digital, mantém atualizado o mapa do impacto da pandemia em todo o Estado.

MONITORAMENTO REGIONAL - O Governo de Pernambuco está construindo, em conjunto com as prefeituras e a Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), uma forma de regionalizar o cronograma de reabertura das atividades econômicas. Para isso, será analisada a evolução da Covid-19 nas quatro macrorregiões de saúde do Estado (Região Metropolitana do Recife e Zona da Mata, Agreste e as duas regionais que dividem o Sertão pernambucano). No momento, as tratativas estão sendo conduzidas pelo governador Paulo Câmara com os prefeitos.

A matriz de alerta e riscos de Pernambuco, definida pela Secretaria de Saúde, está atualmente definida em cinco níveis decrescentes, sendo o nível 5 o mais grave (crescimento do ritmo de contágio) e nível 1 o mais ameno (designado de “novo normal”). Na escala, o nível 4 representa a estabilização do ritmo de contágio, que era o resultado esperado pelo Governo do Estado para depois do período de intensificação da quarentena. Em seguida, nos níveis 3 e 2, estão a redução, de fato, do número de casos de contaminação.

DECRETOS E OUTRAS MEDIDAS - As medidas adotadas pelo Governo de Pernambuco para combater a disseminação do novo coronavírus começaram em 14 de março, com decretos restritivos a eventos e áreas de aglomerações, que seguem em vigor para combate eficaz da pandemia. O acompanhamento das medidas e demais determinações relacionadas ao tema pode ser feito em tempo real pelo site https://www.pecontracoronavirus.pe.gov.br.

Por Assessoria de Imprensa do Governo de Pernambuco

Com a chegada de respiradores, 52 novos leitos de UTI são abertos no Recife


Cinquenta e dois novos leitos de Unidade Intensiva (UTIs), inaugurados na manhã desta sexta-feira (5), ampliam os atendimentos dos hospitais de campanha do Recife que atendem pacientes infectados pelo novo coronavírus.

Com a abertura dos novos espaços, a rede municipal de saúde da capital pernambucana passa a contar com o total de 212 UTIs. O anúncio dos novos leitos foi realizado na manhã desta sexta-feira (5), pelo prefeito do Recife, Geraldo Julio, durante coletiva online.

“Isso só foi possível graças a uma compra de respiradores de última geração vindos da Turquia. Nossa rede de hospitais de campanha está chegando a quase 10 mil atendimentos. São muitas pessoas que foram salvas e voltaram para suas casas”, afirmou o prefeito.

Segundo o secretário municipal de saúde, Jailson Correia, com a chegada desses respiradores digitais, houve um aumento em 65% no número de leitos abertos pela Prefeitura.

A fila de espera por UTI já ultrapassou a marca de 300 pessoas, que estavam sendo assistidas no ponto de vista da saúde. Essa mesma fila está menor do que 100, e isso demonstra a importância da ação de entrega de 52 novos leitos”. Nessa quinta-feira (4), a PCR também anunciou a abertura de 32 novos leitos de Unidade Intensiva que começaram a funcionar no hospital de campanha Recife III, no bairro da Imbiribeira, Zona Sul do Recife.

Ainda de acordo com o secretário municipal de saúde, além da capacidade de ampliação dos espaços de atendimento, o número de testes para covid-19 também aumentou na Capital. “Há poucas semanas atrás, o Recife conseguia processar 70 amostras por dia. Hoje, esse esforço já chega a 15 mil amostras por semana, através do convênio com a Universidade Federal do Pernambuco, fazendo testes que são os melhores disponíveis, os do tipo RT-PCR”, afirmou.

Por Folha dePE

Agora é oficial: Flamengo confirma renovação, e Jorge Jesus mira Mundial: "Ficou atravessado na garganta"

Jorge Jesus posa com camisa comemorativa de sua renovação — Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Agora é oficial: o Flamengo confirmou nesta sexta-feira a renovação do contrato do técnico Jorge Jesus até junho de 2021. Após acordo feito na terça, o Mister assinou o novo vínculo no Ninho do Urubu e foi anunciado pelo clube nas redes sociais. Em entrevista para a Fla TV, o treinador afirmou que abriu mão da parte financeira para ficar e voltou a falar de seu objetivo principal: chegar à final do Mundial de Clubes e conquistar o título.

- As expectativas são sempre as melhores, em função daquilo que é a grandiosidade deste clube. Este clube trata de ser não só o maior melhor e maior do Brasil, mas também além das fronteiras. Nossa convicção é exatamente a mesma que tivemos no ano passado, e se possível, por a cereja no bolo, que ficou atravessado na garganta, que foi ser campeão do mundo. Vamos trabalhar para poder estar na final do Mundial de Clubes, que foi um dos objetivos que não conseguimos. Mas acreditamos que podemos estar lá. Para isso, como é óbvio, precisamos ganhar novamente a Libertadores - disse o Mister.

Pelo ano de contrato, Jorge Jesus receberá cerca de 4 milhões de euros (R$ 23 milhões), fora as premiações. No primeiro ano de Flamengo, o português ficou com mais de R$ 15 milhões pelos títulos da Libertadores e do Brasileirão. As partes definiram ainda que não haverá congelamento do euro previsto em contrato, e os pagamentos seguirão a cotação do dia.

No novo contrato há cláusulas que permitem a liberação mediante ofertas pré-determinados do futebol europeu.


- Eu neste momento, felizmente, posso escolher o que quiser para a minha carreira esportiva. Foi o que fiz ano passado e exatamente neste ano, continuar no Flamengo. Porque não pus à frente minha carreira financeira. Os meus contratos que eu tinha em Portugal não há comparações possíveis. Eu escolhi carreira esportiva. No primeiro ano, eu sabia o que ia acontecer porque sabia da qualidade do meu trabalho e dos jogadores do Flamengo. Agora, conheço melhor a estrutura, a paixão que os torcedores têm por mim. Se estou num lugar que me faz feliz, esse foi o fator número 1 da minha escolha. Você anda à procura de felicidade esportiva, e ela só acontece com resultados.

Jorge Jesus completou um ano no Flamengo na última segunda-feira, com 51 jogos, 38 vitórias, nove empates e quatro derrotas. Sob o comando do português, a equipe marcou 118 gols e sofreu 45, sendo campeã da Libertadores, do Brasileirão, da Recopa e da Supercopa do Brasil. O Mister segue acompanhado de seis membros de sua comissão técnica particular.

Confira outras declarações:

Rodolfo Landim, presidente do Flamengo:

- Como todos sabem, esse problema da Covid afetou extremamente os aspectos, não só financeiros, mas econômicos. A previsão de receita que o clube teve é muito menor do que aquela que a gente tinha no início do ano. Isso impactou tanto que a gente já passou por um processo de renegociação com os jogadores. Agradecer muito ao Jesus, que neste processo de negociação nos ajudou bastante, abrindo mão de uma parte significativa do que ele vinha a receber e que vinha sendo combinado antes da Covid. Ele entendeu o que está acontecendo com o clube.

Marcos Braz, vice-presidente de futebol:

- Esta renovação contratual passa também pela assertiva do clube no ano passado, em contratar o Jorge Jesus e toda a sua comissão técnica. São pessoas maravilhosas, que trabalham muito no dia a dia. Evidente que o Jorge Jesus já era um técnico super campeão, veio aqui para o Brasil para mostrar seu trabalho com contundência. Estamos muito felizes. Quero reforçar aqui a posição do presidente, que diz que o Jorge também fez a parte dele, que pudéssemos chegar num denominador comum. O clube também fez esforço. Está todo mundo de parabéns.

Por GloboEsporte.com — Rio de Janeiro

Governo vai ampliar Programa Forças do Esporte; programa atende crianças e jovens em situação de vulnerabilidade


O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, disse hoje (5) que, até daqui a duas semanas, o Ministério da Defesa receberá R$ 12 milhões para dar continuidade ao Programa Forças do Esporte (Profesp). A ideia é fazer com que o programa amplie de 30 mil para 40 mil o número de crianças atendidas.

Destinado ao atendimento de crianças, adolescentes e jovens com idade entre 6 e 18 anos em situação de vulnerabilidade social, o Profesp atua em 132 municípios, segundo o Ministério da Defesa, com o objetivo de, por meio da prática esportiva e de atividades sociais, fortalecer a cidadania e a inclusão social de seu público.

A declaração de Lorenzoni ocorreu durante a distribuição de kits de alimentação, na Base Aérea de Brasília.

“Estamos preparando uma nova transferência de recursos para o Ministério da Defesa para que o Profesp receba, dentro de no máximo duas semanas, R$ 12 milhões e que essa iniciativa possa ter sua atualização e continuidade ao longo de todo esse ano. O nosso sonho de atingir 40 mil crianças atendidas pelo Profesp vai, sim, ser desenvolvido no segundo semestre deste ano”, disse Onyx.

Os kits de alimentação vêm sendo entregues desde o início de abril. Mais de 29 mil kits já foram entregues.

O programa é uma parceria entre os ministérios da Cidadania, a quem cabe disponibilizar os recursos financeiros para a montagem dos kites, e da Defesa, que faz a distribuição com a ajuda das Forças Armadas.

Por Agência Brasil

Brasil pode ter prioridade no uso da vacina de Oxford contra covid-19, diz reitora da Unifesp


O Brasil poderá ter prioridade no uso da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford contra a covid-19. A informação é da reitora da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Soraya Smaili. A instituição irá participar, a partir das próximas semanas, da terceira fase de pesquisas da vacina inglesa, realizando testes em cerca de mil pessoas que vivem em São Paulo e atuam em atividades com exposição ao vírus.

O laboratório da universidade do Reino Unido é o que está mais adiantado na construção de uma vacina contra o novo coronavírus, que deverá estar pronta em até 12 meses. De acordo com Smaili, a participação do Brasil – o primeiro país fora do Reino Unido a fazer parte das pesquisas da vacina – coloca o país como “grande candidato” a usá-la, com prioridade, assim que a sua eficácia for comprovada.

“Existem algumas conversas nesse sentido [para o país poder ter prioridade no uso da vacina]. Nós estamos trabalhando para que sim. O fato de estarmos integrando e sermos o primeiro país fora do Reino Unido e também o primeiro laboratório no Brasil a realizar esses estudos - semelhantes a esses não há nenhum outro no Brasil - torna o país um grande candidato”, disse, em entrevista a Agência Brasil.

De acordo com a reitora da Unifesp, com acesso à “receita” da vacina, o Brasil terá capacidade de reproduzi-la em grande escala, a partir de laboratórios nacionais. “Tendo acesso à vacina, nós temos capacidade de produção em larga escala, por meio dos nossos laboratórios nacionais de fato, como o Instituto Butantan, e os laboratórios da Fiocruz, entre outros”.

Leia a seguir a entrevista com a reitora da Unifesp:

Agência Brasil
: Qual será o papel da Unifesp no processo de desenvolvimento da vacina de Oxford?

Soraya Smaili: A vacina foi iniciada e desenvolvida até esse estágio em que ela está, lá na Universidade de Oxford. O papel da Unifesp é integrar agora a fase 3 de testes, que é um estágio em que você aplica a vacina em voluntários humanos. É uma fase já avançada do desenvolvimento, porque já passou por laboratório, pelas células, já passou pelos animais, já passou pelas outras fases clínicas. Agora está na fase pegar indivíduos voluntários que vão receber a vacina e que serão acompanhados por alguns meses para poder verificar se a vacina é eficaz, se ela consegue proteger contra o coronavírus.

Agência Brasil: Por que o país e a Unifesp foram escolhidos para participar dessa fase de testes?

Soraya Smaili: Inicialmente é por conta da liderança da doutora Lily Yin Weckx, que é a coordenadora do estudo no Brasil e é coordenadora do laboratório do Centro de Referência em Imunização da Unifesp. Esse centro tem conexões com diversos outros pesquisadores do Reino Unido e da Europa. E também por conta da doutora Sue Ann Costa Clemens, chefe do Instituto de Saúde Global da Universidade de Siena, e também pesquisadora do Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais da Unifesp. Por causa da experiência que elas têm na área e dos estudos que já realizaram anteriormente, com reputação muito boa internacional, o nosso laboratório aqui da Unifesp foi indicado para executar essa fase do teste da vacina.

Agência Brasil: Como a participação brasileira pode agregar conhecimento ao desenvolvimento científico local?

Soraya Smaili:
Nós vamos aprender muito com esse processo. Mas, além de tudo, vamos poder participar de um importante trabalho que vai, provavelmente, se tudo continuar correndo bem, em alguns meses ter uma vacina que poderá ser aplicada em toda a população contra a covid-19.

Agência Brasil: Ter participado dessa fase dará ao país alguma prioridade para que a população seja vacinada?

Soraya Smaili: Sim, existem algumas conversas nesse sentido. Nós estamos trabalhando para que [seja isso] sim. O fato de estarmos integrando e sermos o primeiro país fora do Reino Unido e também o primeiro laboratório no Brasil a realizar esses estudos, estudos semelhantes a esse não têm nenhum outro no Brasil, torna o país um grande candidato. Essa vacina foi aprovada pela Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária], que é uma agência que é ligada ao Ministério da Saúde, tudo isso, dependendo dos resultados, e com o andamento da pesquisa, dessa fase da pesquisa e dos testes, nós temos grande chance de termos, sim, acesso à vacina. Tendo acesso, nós temos capacidade de produção em larga escala, por meio dos nossos laboratórios nacionais de fato, como o Instituto Butantan, os laboratórios da Fiocruz, entre outros.

Agência Brasil
: Quais os prazos para o início e final da pesquisa no Brasil?

Soraya Smaili: Os testes ainda não iniciaram. Isso deve acontecer por volta da terceira semana de junho. Essa fase será a fase de recrutamento. Em seguida, os testes desses voluntários selecionados. Depois, a aplicação da vacina, e o seguimento por alguns meses, até doze meses, para que os resultados possam ser conclusivos. Eu disse até 12 meses, porque a perspectiva é que este período pode ser de doze meses ou talvez um pouco menos.

Agência Brasil: O que a senhora destacaria desse processo que agora envolve o Brasil?

Soraya Smaili: A importância de a gente ter a ciência brasileira, a universidade federal trabalhando para o desenvolvimento de uma vacina, que está entre as primeiras vacinas, entre as mais promissoras das que estão sendo estudadas no mundo todo. Estamos - a nossa universidade está se somando a um esforço global, é uma universidade pública federal ligada ao Ministério da Educação - nos juntando a um esforço mundial para a obtenção de uma vacina que vai beneficiar milhões e milhões de pessoas. Estamos muito orgulhosos, contentes, de termos em nosso país uma universidade que são tão bem equipadas com profissionais tão capacitados, que é um patrimônio do povo brasileiro. Isso certamente temos de salientar. A ciência brasileira é uma ciência de alta qualidade e, por isso, foi escolhida a Unifesp, porque tem essa qualidade, dos nossos pesquisadores. Estamos em um esforço coletivo para superamos esse momento. A ciência brasileira também vai dar a sua contribuição e as suas respostas.

Por Agência Brasil

Petrolândia: Após mais de um mês internado, Dr. Danilo Souza se recupera da Covid-19 e tem alta da UTI

 

Internado desde o final do mês de abril, o renomado médico urologista/cirurgião geral , Dr. Danilo Santos Souza, superou a doença causada pelo novo coronavírus e deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Neurocardio de Petrolina, Pernambuco, na tarde desta sexta-feira (05).

Depois de pouco mais de um mês em tratamento, entubado e em coma induzido, Danilo foi levado para um apartamento do hospital, onde se prepara para ter alta e voltar a Paulo Afonso, cidade onde o petrolandense mora.  A alta está prevista para o início da próxima semana, após ele fazer fisioterapia para voltar a andar normalmente.

A mãe de Danilo, Dona Santa, que reside em Petrolândia, e que também contraiu a doença, encontra-se internada no mesmo hospital em que está o filho. Ela também se recuperou da Covid-19. A expectativa é a de que os dois deixem a unidade no mesmo dia.

Essa semana na Rádio Angiquinho FM, o âncora Ozildo Alves do programa Radar antecipou a noticia da recuperação do médico, por meio de nota enviada pela esposa de Danilo Souza , Raquel Aragão Souza. À Angiquinho, ela aproveitou para agradecer a Deus, a família, pacientes e amigos pelas orações. Também reconheceu todo empenho e competência da equipe do Hospital Neurocardio.

Veja abaixo o depoimento comovente de Raquel:

Graças a Deus Danilo está bem, a sua recuperação vem sendo maior a cada dia, já respira sem ajuda de aparelhos e até mesmo já fez contato com a família através de vídeo chamada. Foram dias muito difíceis nos quais, se não fosse a fé em Deus e a ajuda dos amigos não teríamos suportado. Quero agradecer imensamente a todos que oraram para que a saúde dele fosse restabelecida. Danilo que escolheu a medicina para cuidar dos outros e isso faz com muito amor dessa vez precisou ser cuidado, meu agradecimento a toda a equipe do hospital Neurocardio de Petrolina em nome da Dr Ana Laura que não mediram esforços para que Danilo e Dona Santa (sua mãe) recebessem o tratamento ideal e a cura total da doença. Em breve eles estarão de alta e Danilo voltará a fazer o que melhor sabe que é cuidar das pessoas e amenizar o sofrimento dos seus pacientes pois, esse foi o dom recebido. Desejo força e coragem a todos que estão enfrentando essa doença, tenham fé em Deus pois só Nele encontramos a paz necessária para suportarmos as provações. (Raquel Aragão Souza – Esposa de Danilo).

Por PA4.COM.BR

Covid-19: Bolsonaro ordenou atrasar boletins para não passar em telejornais

Após a decisão, que foi tomada nesta semana, as informações diárias sobre a pandemia passam a ser divulgadas às 22 horas

A ordem para atrasar a divulgação de boletins epidemiológicos sobre a disseminação do novo coronavirus no país partiu direto do presidente da República, Jair Bolsonaro. De acordo com uma fonte no alto escalão do governo, a decisão é permanente e, a partir de agora, a divulgação será apenas às 22 horas.

A estratégia da Presidência é evitar que os dados estejam disponíveis no horário dos telejornais noturnos, período em que as televisões têm maior audiência, pois muitos dos brasileiros estão em casa. Mesmo sem anúncio oficial, a ordem foi dada para que os dados sejam enviados à imprensa apenas no final da noite, mesmo que estejam prontos às 19 horas.

A intenção de atrasar a divulgação dos dados existe desde a gestão do ex-ministro Luís Henrique Mandetta. No entanto, à época, o titular da pasta se recusou a acatar a ordem alegando que geraria forte impacto na resposta à pandemia.

Estados do Nordeste pedem que STF restabeleça recursos transferidos do Bolsa Família

 

Estados do Nordeste acionaram o Supremo Tribunal Federal, nesta sexta-feira (5), para pedir que o governo federal restabeleça os R$ 83,9 milhões retirados do orçamento do programa Bolsa Família. A verba foi realocada, por meio de uma portaria, para a comunicação institucional do Palácio do Planalto.

Em nota, o Ministério da Economia informou na quinta (4) que os recursos remanejados estavam sobrando porque, com o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 a trabalhadores afetados pelo novo coronavírus, a execução do Bolsa Família caiu (veja detalhes abaixo).

Segundo os estados, dados do Ministério da Cidadania revelam que o Nordeste continua a ser penalizado no programa de distribuição de renda. No documento levado ao STF, consta que o número de famílias atendidas pelo Bolsa Família na região caiu, no mês passado, em relação a maio de 2019.

O documento diz que a conduta do governo Bolsonaro representa "significativo corte" no Bolsa Família, justamente em um período de maior necessidade por conta da pandemia do novo coronavírus

O pedido é assinado pelos procuradores-gerais dos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte – todo o Nordeste, à exceção de Sergipe.

O caso será avaliado pelo ministro Marco Aurélio Mello, que, em março, já proibiu corte no Bolsa Família. Na época, os estados apontaram uma diminuição de envio de recursos à região e disseram que o quadro retirava a efetividade do programa, aumentando a desigualdade do Nordeste.

Segundo os dados apresentados, o Nordeste recebeu, entre maio e dezembro de 2019, 3% das concessões de novos benefícios. Já os estados do Sul e do Sudeste concentraram 75% dos novos recebedores.

Ao conceder a liminar, Marco Aurélio disse naquele momento que “não se pode conceber tratamento discriminatório da União em virtude do local onde residem os brasileiros”.

“A postura de discriminação, ante enfoque adotado por dirigente, de retaliação a alcançar cidadãos – e logo os mais necessitados –, revela o ponto a que se chegou, revela descalabro, revela tempos estranhos. A coisa pública é inconfundível com a privada, a particular", prosseguiu Marco Aurélio.

"A coisa pública é de interesse geral. Deve merecer tratamento uniforme, sem preferências individuais. É o que se impõe aos dirigentes. A forma de proceder há de ser única, isenta de paixões, especialmente de natureza político-governamental".

O remanejamento

Segundo uma fonte do Ministério da Economia, a transferência foi pedida pela Secretaria de Comunicação da Presidência da República para viabilizar campanhas publicitárias de caráter educativo, informativo e de orientação ao cidadão.

Em nota, o ministério informou que, para atender ao teto de gastos, é preciso compensar a ampliação de uma despesa com a redução de outra. A escolha pelo Bolsa Família foi motivada pela baixa execução do programa, já que a maior parte dos beneficiários "migrou" temporariamente para o auxílio de R$ 600.

O auxílio emergencial é superior ao benefício médio do Bolsa Família (R$ 188,16 em março). Os beneficiários do Bolsa Família podem optar por receber o auxílio emergencial, quando o valor é mais vantajoso. A lei proíbe que ambos sejam pagos simultaneamente.

Por Márcio Falcão e Fernanda Vivas, TV Globo — Brasília

Petrolândia: Ambientalista Prof. George Novaes fala sobre questões ambientais e perspectivas sobre o pós pandemia e realidade do Lago de Itaparica


Ambientalista, ex-presidente da ARBio (Associação de Reciclagem Biológica) e Coordenador do COMDEMA (Conselho Municipal de Meio Ambiente de Petrolândia) o Prof. George Novaes fala sobre algumas questões ambientais, quais as perspectivas sobre o pós pandemia e o sobre a realidade do Lago de Itaparica.

A parte mais dura de uma pandemia como essa do Covid-19 é ver o sofrimento e perda de amigos ou de um ente querido. A humanidade, às vezes, esquece que fazemos parte do Meio Ambiente e nada mais sábio que integrar-se a ele respeitando o solo, a água e o ar, contribuindo para um consumo sustentável, melhor utilização dos recursos naturais do planeta com consciência de que outras gerações futuras também precisarão desses recursos e adotem práticas sustentáveis de vida e de desenvolvimento.

Três coisas aceleram os processos de mudanças, guerras, revoluções e epidemias, deve haver uma explosão de socialização entre as pessoas e maior atenção aos recursos naturais que o planeta oferece que são garantidores da existência da vida.

Está evidente que todo descaso e destruição ao ambiente em que vivemos têm efeito sobre nós. Cada metro de desmatamento representa menos chuvas na próxima estação; cada animal morto na mata causa um desequilíbrio que cresce e arrasta outros problemas relacionados à diminuição de espécies na natureza; a água que nos garante a vida está poluída desmascarando uma insanidade brutal.


Petrolândia foi reinventada em torno das águas, tudo que foi pensado nos aspectos socioeconômicos foi sob o eixo do potencial do Lago de Itaparica e não podemos abrir mão de um planejamento tenha o desenvolvimento centrado na exploração sustentável desse recurso hídrico.

Esse lago tem inúmeras formas de exploração: geração de energia, irrigação, indústrias e abastecimento público são os principais setores que se utilizam desse manancial.

Dá para imaginar quanta água é usada durante um dia?

De certo é que o lago de Itaparica já está degradado, o sintoma dá para ver a olho nu, as baronesas em enorme quantidade é um indicador da qualidade da água e sabemos dos vários problemas que o consumo de água de ruim qualidade traz de prejuízos. 


Hoje sou coordenador do COMDEMA e queremos um melhor planejamento e comunicação entre os usuários das águas deste manancial.

O Submédio São Francisco é uma das 4 (quatro) regiões hidrogeográficas da bacia do rio São Francisco, representando 17% da bacia, sendo a mais seca e sua disponibilidade de água é de apenas 4% para uma demanda de cerca de 39% da água disponível na bacia. Somando isso aos dados de que 97% da água do planeta são salgadas e estão nos oceanos, 2% estão nas geleiras e menos de 1% disponíveis em forma de água doce e potável no mundo e que desse 1% parte está em rios e lagos e outra parte nos lençóis em forma de água subterrânea. Logo, nos deixa claro que não é um elemento a ser tratado de maneira irresponsável, vale lembrar que água não é um recurso infinito como muitos acreditam.

Alterações nos ecossistemas e dos habitats animais podem desencadear várias doenças, vírus entram em contato com nosso corpo ao ingerirmos animais silvestres, entra e se aloja numa célula e ali começa sua reprodução foi assim com o SARS, MERS e o COVID-19.

Ações humanas aceleram as alterações no planeta, portanto, é preciso eliminar o desmatamento, cuidar e preservar de todas as áreas naturais é essencial. Se a gente acaba com esse Meio Ambiente nós vamos estar sujeitos a milhões de agressores externos que perderam seus ambientes de vida e vão nos agredir.

Como impacto das mudanças climáticas o aumento do risco da escassez de água aponta para um dos mais graves problemas para a vida na Terra e não podemos fechar os olhos para a dramática situação do rio São Francisco e principalmente do Lago de Itaparica, hoje contaminado por agroquímicos, por nutrientes de processo de produção agrícola, atividades de aquicultura e liberação de águas residuais domésticas e industriais.

Temos que estar atentos, sociedade, poder público, indústria e comércio, órgãos e instituições, aos problemas existentes na água do Lago de Itaparica, preservar e salvar o lago é dever de todos nós.

A crise do coronavírus vai levar a humanidade para mudanças na lógica histórica de como pensamos as questões ambientais rompendo com ela e adotando um novo modelo de correlação com o planeta e quais são nossas prioridades, afinal um ambiente degradado/poluído é um atraente para que vírus como o Covid-19 se prolifere.

Petrolândia precisa do Lago de Itaparica saudável, vamos salvar nosso maior patrimônio ambiental. Defender o Lago é defender todos nós. Isso só vai acontecer com a participação de todos e todas.

Prof. George Novaes

Coordenador do Conselho Municipal de Meio Ambiente de Petrolândia

COMDEMA

Qualquer dúvida, informação ou denúncia podem entrar em contato com:

Prof. George Novaes – COMDEMA

(87) 98115-3767

E-mail: gnovaes687@gmail.com

https://www.instagram.com/prof.georgenovaes/?hl=pt-br

Sec. de Agricultura e Meio Ambiente de Petrolândia
Departamento de Meio Ambiente

Da Redação do Blog de Assis Ramalho
Por: Prof. George Novaes - Ambientalista, ex-presidente da ARBio (Associação de Reciclagem Biológica) e Coordenador do COMDEMA (Conselho Municipal de Meio Ambiente de Petrolândia)

Saques emergenciais do FGTS serão liberados em contas digitais da Caixa


O saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que vai liberar até R$ 1.045 para os trabalhadores que têm contas no FGTS a partir do próximo dia 15, seguirá os mesmos moldes do pagamento do auxílio emergencial de R$ 600. Ou seja, será feito primeiro em uma conta digital da Caixa e só depois poderá ser sacado presencialmente nas agências do banco.

A ideia da Caixa Econômica Federal é liberar os recursos do FGTS em uma conta social gratuita, que permite ao trabalhador pagar contas e fazer compras de forma remota através do aplicativo Caixa Tem, a partir do próximo dia 15. E só depois de alguns dias permitir o saque em espécie dos recursos que não forem usados por meio do aplicativo, através de um calendário de saques que será escalonado de acordo com o mês de nascimento do trabalhador e deve ser apresentado pelo banco na próxima semana.

Pagamento de 13º para Bolsa Família deve custar até R$ 2,6 bilhões


O pagamento do décimo terceiro para o Bolsa Família, prometido ontem (4) pelo presidente Jair Bolsonaro, custará entre R$ 2,4 bilhões e R$ 2,6 bilhões, disse hoje (5) o secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues. Ele disse que a equipe econômica verificará se existe espaço no orçamento para a medida.

“Alocaremos recursos para pagamento do Bolsa Família conforme seja a decisão política”, declarou Rodrigues. Ele acrescentou que o atendimento à população mais vulnerável é uma das prioridades do governo, principalmente com a pandemia provocada pelo novo coronavírus e disse que o atual governo ampliou o alcance do Bolsa Família.

O secretário especial de Fazenda, o secretário executivo do Ministério da Economia, Marcelo Guaranys, e o secretário de Orçamento Federal, George Soares, convocaram entrevista coletiva nesta tarde. Eles reiteraram que a transferência de R$ 83,9 milhões do programa para a Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) não prejudicou nenhum beneficiário do Bolsa Família, porque 95% dos beneficiários migraram para o auxílio emergencial de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras), pago a famílias afetadas pela pandemia.

A pasta tinha emitido nota oficial ontem à noite sobre o remanejamento das verbas de beneficiários do Bolsa Família na Região Nordeste para a publicidade institucional. A equipe econômica, porém, convocou a entrevista para tirar dúvidas da imprensa.

Segundo Guaranys, o governo atendeu à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) e zerou a fila do Bolsa Família. Segundo ele, os cerca de 500 mil beneficiários que aguardavam para entrar no programa antes da pandemia passaram a receber o auxílio emergencial. Assim que o benefício emergencial chegar ao fim, eles serão automaticamente incorporados ao Bolsa Família, informou o secretário executivo.

Com a criação do auxílio emergencial, 95% dos beneficiários do Bolsa Família foram migrados para o novo programa de distribuição de renda. Guaranys explicou que o processo foi automático. O próprio sistema do Ministério da Cidadania comparou o valor dos dois benefícios, caso a caso, e transferiu o cidadão para o programa que paga mais. Não houve a necessidade de que os membros do Bolsa Família se cadastrassem no auxílio emergencial, como ocorreu com os trabalhadores informais e parte dos inscritos no Cadastro Único.

Por Agência Brasil

PF prende empresário acusado de desvios na área da saúde do estado do Rio


A Polícia Federal (PF) prendeu o empresário Miguel Iskin, acusado de desvios na área da saúde do estado do Rio, desde a gestão do ex-governador Sérgio Cabral. Ele já havia sido preso anteriormente e estava solto, cumprindo apenas medidas cautelares, como não manter contato com outros investigados e se apresentar periodicamente à Justiça. A prisão ocorreu na quinta-feira (4), mas só foi divulgada hoje (5) pela PF

A ordem de prisão foi expedida pela 7ª Vara Federal Criminal, comandada pelo juiz Marcelo Bretas, responsável pelos casos da Operação Lava Jato no estado. De acordo com a PF, Iskin foi preso em sua residência e encaminhado ao sistema prisional

Iskin já havia sido preso no bojo da Operação Fatura Exposta, deflagrada em abril de 2017, contra um esquema de fraudes na compra de próteses para o Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into) e a Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro. Ele também foi alvo nas Operações Ressonância e SOS, deflagradas em julho e agosto de 2018

Ele foi solto por decisão anterior monocrática do Supremo Tribunal Federal (STF) e cumpria medidas cautelares. Por meio de decisão colegiada da 2ª Turma do STF, foi determinada novamente sua prisão preventiva.

O advogado Alexandre Lopes, que representa o empresário, afirmou que a prisão é fruto de uma questão processual e irá recorrer da decisão.

Por Agência Brasil

Ídolo do Bahia e ex-Flamengo, Sapatão morre em Salvador aos 72 anos

Nascido em Campos (RJ), Sapatão começou a carreira de jogador no Fla, mas ficou marcado por defender as cores do tricolor baiano

O ex-técnico e ex-jogador Élcio Nogueira, conhecido como Sapatão, morreu nesta sexta-feira (5), aos 72 anos, em Salvador. Ele estava internado no Hospital da Bahia desde 17 de maio, mas no dia 26, sofreu uma parada cardíaca em decorrência de uma convulsão e foi para a UTI em estado grave. Desde então, ele vinha apresentando melhoras, apesar de na última segunda (1°) ser diagnosticado com a Covid-19.

Nascido na cidade de Campos, no Rio de Janeiro, Sapatão começou a carreira de jogador no Flamengo, mas ficou marcado por defender as cores do Bahia na década de 70. Ele fez parte dos times do Tricolor que conquistaram o heptacampeonato baiano entre 1973 e 1979. Além do -Esquadrão de Aço, jogou também no Santa Cruz, Fluminense de Feira, Catuense e Capelense-AL, seu último clube.

Após pendurar as chuteiras, ele se tornou técnico e também fez história na função ao dirigir equipes do interior. Ele foi campeão baiano da Série B comandando o Ypiranga em 1990, o São Francisco do Conde em 1996, o Camaçari em 1997 e o Camaçariense 2003. À frente do Juazeiro, foi vice-campeão estadual em 2001. Sapatão estava aposentado como treinador desde 2012. Seu último clube foi o Camaçari.

BAHIA LAMENTA FALECIMENTO

O Bahia divulgou nota do falecimento do seu ídolo. O clube destacou a importância de Sapatão, que foi capitão dos times nas sete conquistas do Campeonato Baiano na década de 70. Ao todo na carreira, ele disputou 450 jogos e marcou 12 gols.

"A diretoria do Esporte Clube Bahia manifesta solidariedade aos familiares e amigos de Élcio Nogueira da Silva, o eterno ídolo Sapatão, que faleceu nesta sexta-feira (5), aos 72 anos, em Salvador.

Capitão tricolor em todos os títulos da inigualável conquista do heptacampeonato estadual, entre 1973 e 1979, ele estava internado no Hospital da Bahia desde 17 de maio. Nos últimos dias, já na UTI, contraiu a covid-19.

O presidente Guilherme Bellintani já prestou todas as condolências à filha Renata e providenciou uma bandeira para o seu sepultamento. O clube vinha acompanhando o caso desde a semana retrasada através do gerente de marketing Lênin Franco, amigo da família.

Ao todo, Sapatão disputou 450 jogos – em 224 deles o Bahia não foi vazado – e ele marcou 12 gols.

Nasceu em 15 de outubro de 1947, em Campos-RJ.

Descanse em paz."

MPPE divulga nota oficial sobre a morte de Miguel Otávio Santana da Silva


O Ministério Público de Pernambuco manifesta sua solidariedade para com a senhora Mirtes Renata Santana de Souza, mãe de Miguel Otávio Santana da Silva, que lamentavelmente morreu na última terça-feira (2), após cair do nono andar do edifício Píer Maurício de Nassau, no bairro de São José, no centro do Recife.

O caso deverá ser conduzido e acompanhado no MPPE, com a devida atenção, durante e após a conclusão das investigações, pelos Promotores de Justiça da Central de Inquéritos da Capital, a quem caberá apresentar a opinio delicti, por meio de manifestação ministerial, conforme estabelece o Código de Processo Penal (Decreto-Lei n.º 3.689/1941).

Outrossim, esclarecemos que o procurador-geral de Justiça recebeu representação com a narração de fatos que indicam indícios de que o pagamento pelo trabalho efetivado pela senhora Mirtes Renata Santana de Souza estava sendo feito com verbas oriundas do poder público, no caso, da Prefeitura de Tamandaré. Quanto a esta situação, o procurador-geral de Justiça já determinou a instauração de procedimento criminal para apurar eventual prática de crime e enviou cópia da representação para a Promotoria de Justiça de Tamandaré, para investigar provável ato de improbidade administrativa.

Por fim, o Ministério Público de Pernambuco reafirma o seu compromisso institucional com a defesa da vida e da sociedade, assim como de protagonista na Defesa dos Direitos Humanos do povo pernambucano sempre que estes estiverem ameaçados ou forem objeto de violação.

Procuradoria-Geral de Justiça de Pernambuco - PGJ/PE

Petrolândia: Loja Frank Eletro - Entrega gratuita em sua casa!



Imagine você a partir de agora comprar no conforto da sua casa, livre do trânsito, da chuva, do calor, da poluição, do barulho, da correria e ainda receber seu móvel ou eletrodoméstico de forma simples, barato e na melhor ocasião: modernizar sua casa.

Agora pense em acessar uma infinidade de novos móveis, eletrodomésticos entre outras novidades que está na Franck eletro de seu interesse, simplesmente acessando o instagram da loja ou ligando para os telefones 87 9 9800-5878 ou 3851-0277. Juntar as duas coisas, além de prático, é muito produtivo, e essa é a proposta da Franck Eletro.

Quem acompanha nossa página do instagram sabe que estamos sempre informando as melhores novidades para vocês. Tudo que é tendência, inovação de mercado sabe do que estamos anunciando. Então vamos começar essa semana trazendo uma novidade incrível, bem do jeitinho que você cliente amigo adora!!!

Então, aguarde novidades que vão te surpreender.
Da Redação do Blog de Assis Ramalho

Caso Miguel: Ato no centro do Recife pede justiça para menino que morreu ao cair do 9º andar quando estava sob a guarda da patroa da mãe

Justiça por Miguel foi o tema do ´protesto realizado nesta sexta (5), no Recife, por causa da morte do menino que caiu do 9º andar de um prédio — Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

Sari Corte Real estava responsável pelo menino Miguel, que caiu do 9º andar — Foto: Reprodução/TV Globo

Manifestantes realizam um ato público, nesta sexta-feira (5), no Centro do Recife, para pedir justiça para a morte do menino Miguel Otávio Santana da Silva, de 5 anos. Ele caiu do 9º andar de um prédio na capital, na terça (2), depois que a mãe dele, a doméstica Mirtes Renata, o deixou aos cuidados da patroa, Sari Mariana Côrte Real, enquanto passeava com o cachorro da família. A empregadora foi presa por homicídio culposo, pagou fiança de R$ 20 mil e está respondendo em liberdade.

Miguel Otávio morreu ao cair do 9º andar de um prédio de luxo no Recife — Foto: Reprodução/Facebook

O ato teve início por volta das 14h, no Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), no bairro de Santo Antônio, no Centro. Esse prédio fica na frente do Palácio do Campo das Princesas, sede do governo do estado. As vias da região foram interditadas pela polícia.

Manifestantes se reuniram na frente do Tribunal de Justiça, no Centro do Recife, para exigir providências para o caso de Miguel, que caiu de um prédio — Foto: Antonio Coelho/TV Globo

Usando máscaras por causa da pandemia do novo coronavírus, alguns manifestantes levavam faixas e cartazes com frases em alusão ao racismo.

Negro, Miguel Otávio estava passando o dia com a mãe, enquanto ela trabalhava na casa do patrão, o prefeito de Tamandaré, Sérgio Hacker. O município fica distante cerca de 110 quilômetros do Recife, no Litoral Sul do estado. Mirtes, mãe de Miguel, é funcionária da prefeitura comandada pelo patrão.

“Vidas Negras importam”, “Crime burguesia branca” e “Cinco unhas valem mais do que cinco anos de um preto” estampavam os cartazes.


Cartaz lembra o fato de patroa da mãe de Miguel Otávio estar fazendo a unha quando o menino foi para o elevador, antes e cair do 9º andar — Foto: Antonio Coelho/TV Globo

Essa última frase é uma alusão ao fato de que Sari Côrte Real estava com uma manicure, fazendo as unhas, no apartamento, quando deixou Miguel entrar no elevador e apertou o botão do último andar, para que o menino fosse procurar a mãe.

"Vidas negras importam" é uma frase usada por movimentos em vários países, sobretudo, após o assassinato de George Floyd, em Mineápolis, nos Estados Unidos. Esse crime provocou uma série de atos e confrontos com a polícia naquele país.

Manifestantes levaram cartazes para pedir Justiça pelo garoto Miguel Otávio, que caiu de um dos prédios das Torres Gêmeas — Foto: Pedro Alves/G1

Os manifestantes seguiram pela Rua do Imperador Dom Pedro II e foram em direção ao Condomínio Píer Maurício de Nassau, que fica cerca de um quilômetro distante do ponto inicial do ato.

Foi lá nesse conjunto, conhecido como "Torres Gêmeas" que Miguel caiu de uma altura de 35 metros, segundo a perícia feita na terça-feira.

Manifestantes demosntraram indignação com a morte do menino Miguel, que ficou sob os cuidados da patroa da mãe e caiu do 9º andar — Foto: Marlon Costa Pernambuco Press

Por volta das 14h, já havia pessoas na frente do edifício segurando rosas para serem colocadas no local do acidente. Um carro de vigilância privada também estava estacionado.

As "Torres Gêmeas" ficam na frente do 16 º batalhão da Polícia Militar de Pernambuco. Faixas prestas foram colocadas na fachada do prédio, simbolizando luto pela morte de Miguel Otávio.

Os manifestantes se ajoelharam em frente às "Torres Gêmeas" e gritaram, novamente, que “não foi um acidente”. Eles disseram que se ajoelharam em frente ao local onde ocorreu “um assassinato”.

Pai de Miguel, Paulo da Silva, participou de protesto no Centro do Recife, nesta sexta (5) — Foto: Pedro Alves/G1

O pai de Miguel, Paulo Silva, disse não conseguir sequer conceber o tamanho da dor de perder o filho. “Miguel era tudo na nossa vida. Eu espero nada mais que justiça. Sequer cheguei a conhecer a mulher que é responsável por tirar a vida do meu filho”, disse.

A avó de Miguel, a também empregada doméstica Marta Alves, se emocionou ao ver a presença de centenas de pessoas pedindo justiça pelo neto, em frente ao antigo local de trabalho.

“Eu creio que a justiça vai ser feita. Eu clamo por justiça. Eu fiquei muito emocionada ao chegar aqui e ver tanta gente. Ela vai ter que explicar por que Miguel foi para o elevador”, declarou.

Marta Alves. avó de Miguel, participou de protesto, no Centro do Recife, nesta sexta (5) — Foto: Pedro Alves/G1

Depoimentos

Uma das participantes do ato, Linda Ferreira, membro da Coordenação Nacional de Entidades Negras (Conen), disse que a morte de Miguel é resultado de uma estrutura racista que, desde os tempos do Brasil colonial, faz parte da sociedade.

Manifestantes mostraram cartazes com a frase "Vidas negras importam", que vem sendo usada em protestos em várias pares do mundo — Foto: Antonio Coelho/TV Globo

“Os capitães-do-mato nos tiram o direito de ver crescer nossos filhos. Este ato é pela dor de cada mãe que enterrou seus filhos, é um grito contra a violência policial, contra a miséria que se volta para este país. Não temos políticas públicas que garantam a vida dos negros e negras no Brasil. Não estamos pedindo direitos, nós temos direito”, afirmou.

Manifestantes se reuniram, nesta sexta (5), na frente das Torres Gêmeas, onde Miguel Otávio, de 5 anos, caiu, na terça (2) — Foto: Pedro Alves/G1

Em frente às "Torres Gêmeas", centenas de pessoas se reuniram gritando frases como “foi crime de racismo, não foi acidente” e “justiça para Miguel”.

Os manifestantes também levaram faixas e cartazes. Uma delas dizia que faltou à pátria da mãe de Miguel “um pouquinho de paciência”, frase dita pela avó do menino, Marta Alves

Moradores do prédio se reuniram em dentro do prédio, com balões pretos e vestindo camisas da mesma cor. Eles ostentavam uma faixa com a hashtag #JustiçaPorMiguel, que desde a quinta-feira (4) acumula centenas de milhares de publicações nas redes sociais. Às 14h48, eles soltaram os balões em meio aos aplausos dos manifestantes.

Manifestantes deitaram na rua, na frente do prédio onde Miguel Otávio caiu do 9º andar, durante protesto, nesta sexta (5)P, no Centro do Recife — Foto: Pedro Alves/G1

Por volta das 15h45, manifestantes se deitaram no meio da rua, na frente das "Torres Gêmeas". Alguns estavam com o rosto voltado para o asfalto, como se fizesse orações.

Repercussão

Nesta sexta, a doméstica Mirtes Renata participou do programa Encontro com Fátima Bernardes, da TV Globo. Emocionada, ela contou mais uma vez como tudo aconteceu e desabafou. Afirmou que foi a primeira vez que "confiou o filho a ela [patroa] e ela deixou o menino ir para a morte".

Mirtes Renata é a mãe de Miguel Otávio, que morreu após cair de prédio no Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

Também nesta sexta, o Ministério Público e o Tribunal de Contas de Pernambuco começaram a investigar a informação de que Mirtes era contratada da prefeitura de Tamandaré, comandada pelo patrão. Ela faz parte do quadro de servidores comissionados, desde 2017, e recebia um salário mínimo.

A prefeitura de Tamandaré divulgou uma nota oficial afirmando que o prefeito do município, Sérgio Hacker Corte Real (PSB), "se encontra profundamente abalado" pela perda de Miguel Otávio Santana da Silva, de 5 anos.

Uma ilustração feita pelo cartunista carioca Kinho viralizou nas redes sociais e emocionou os internautas. O desenho mostra o menino Miguel Otávio Santana da Silva, de 5 anos, que morreu ao cair do 9º andar de um edifício de luxo, com asas de anjo sendo recebido por Jesus no céu.

Sarí Côrte Real e Sérgio Hacker são primeira-dama e prefeito de Tamandaré, no Litoral Sul de Pernambuco — Foto: Reprodução/TV Globo

Por G1 PE

Com 10 casos confirmados em 24h, Delmiro Gouveia chega a 42 infectados e passa Paulo Afonso


O Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde de Delmiro Gouveia (AL), desta quinta-feira (4), traz mais 10 casos confirmados por covid-19. O povoado Rabeca registrou um infectado.

Com a atualização dos novos infectados nas últimas 24h, o município passa a ter 42 casos confirmados por covid-19 e passa o município vizinho de Paulo Afonso (BA) com quase três vezes mais habitantes. A cidade baiana tem 39 casos confirmados.

Ainda de acordo com o Boletim, quatro destes confirmados que entraram nas estatísticas, estão trabalhando fora do município. Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde, 72 pessoas estão com a suspeita da doença. O número de descartados é de 155, o município tem 33 casos ativos, 05 recuperados 04 óbitos.

Por PA4.COM.BR

Vacina contra o coronavírus: "Em setembro devemos saber se temos ou não uma vacina eficaz", diz diretor executivo da Pascal Soriot


O grupo farmacêutico britânico AstraZeneca afirmou nesta sexta-feira (05) que espera para setembro os resultados sobre a eficácia da vacina contra o coronavírus em que está trabalhando com a Universidade de Oxford. "Em setembro devemos saber se temos ou não uma vacina eficaz", disse à BBC o diretor executivo da empresa, Pascal Soriot.

A Universidade de Oxford, cujo projeto é financiado pelo governo britânico, se associou ao grupo farmacêutico para fabricar e distribuir em todo o mundo a vacina que está desenvolvendo. Os ensaios clínicos com humanos começaram no final de abril no Reino Unido e devem ser realizados este mês no Brasil, que é agora "o epicentro da epidemia", afirmou Soriot.

Para ganhar tempo, foi decidido não esperar pelos resultados antes de começar a produção. "Estamos começando a produzir esta vacina agora, tem que estar pronta para quando tivermos os resultados", destacou Soriot. Essa estratégia representa um "risco financeiro", mas "é a única maneira de ter uma vacina disponível" rapidamente enquanto se confirma sua eficácia, acrescentou.

AstraZeneca assinou acordos para estabelecer redes de distribuição paralelas, entre elas uma com o Instituto Serum da Índia para a entrega de um bilhão de doses aos países de baixa e média renda, a fim de dobrar a capacidade de produção para dois bilhões de doses.

Na quinta-feira, o grupo anunciou um acordo de US$ 750 milhões com duas organizações internacionais especializadas, CEPI e GAVI, para a fabricação e distribuição de 300 milhões de doses, com entrega a partir do final do ano. Um total de dez projetos de vacinas contra a Covid-19 estão na fase de ensaios clínicos em todo o mundo.

Por: AFP

Governo de Pernambuco define protocolo para salões de beleza; confira

Foto: Assis Ramalho/BlogAR

Muitos consumidores estão na expectativa para a reabertura dos salões de belezas, barbearias e clínicas de estética. Para esse processo, é preciso ter bastante cuidado e respeitar as normas de segurança a fim de não aumentar a curva de contágio da Covid-19. Ontem, o Governo de Pernambuco finalizou o documento com os protocolos específicos que devem ser seguidos por esse setor, autorizado para reabrir a partir do próximo dia 15. Juntamente com os representantes do setor, o Estado concluiu as normas, que incluem, por exemplo, atendimento apenas por agendamento e suspende o espaço de espera dentro dos locais.

A retomada dos trabalhos nos salões e beleza foi anunciada dentro do plano de reabertura das atividades econômicas, em convivência com a Covid-19. De acordo com a secretária executiva de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Maíra Fischer, várias conversas e trocas de propostas foram feitas. “Validamos um protocolo único para os salões e ele foi finalizado hoje (ontem), após muitas conversas”, disse a Maíra. As medidas são divididas em três eixos: distanciamento, higiene e comunicação.

No eixo do distanciamento, o documento determina que dentro do salão só poderão estar clientes e profissionais. Portanto, o atendimento deverá considerar o tempo do serviço e o tempo de troca entre os clientes para higienização de todos os materiais. Poderá ser atendido mais de um cliente dentro do salão, desde que eles respeitem a distância de 1,5 metro entre eles. Essa distância deverá ser demarcada com fita ou barreiras físicas.

Além disso, não poderá haver espaços de espera dentro do salão. Então, é importante que o cliente respeite o horário marcado. Um mesmo cliente poderá ser atendido por mais de um profissional ao mesmo tempo (por exemplo, uma cabeleireira e uma manicure), contanto que a distância de 1,5 metro entre outro cliente em atendimento seja respeitada e os profissionais utilizem os equipamentos de proteção.

Nas medidas de higiene, será obrigatório que cada cliente seja atendido por um kit de acessórios higienizados, oferecido pelo estabelecimento (exemplo: escovas, pentes e presilhas). Cadeiras, macas, colchões também devem ser higienizados. Os itens cortantes, como tesouras, alicates e pinças, devem ser esterilizados entre os atendimentos. O salão também será obrigado a disponibilizar lavabo para os clientes lavarem suas mãos. A capa de corte e a toalha só podem ser usadas apenas para um cliente, ou seja, não podem ser compartilhadas. O uso de máscara será obrigatório para todos dentro do estabelecimento.

Pelo eixo de comunicação, os protocolos seguem medidas anunciadas como gerais. Por exemplo: os profissionais devem informar se sentirem sintomas da Covid-19; deve-se manter o isolamento em casos suspeitos ou confirmados da doença; escalonar os horários de refeições dos funcionários; e manter os profissionais do grupo de risco em trabalho remoto, se for possível.

Segundo a presidente do Sindicato Patronal dos Salões de Beleza, Barbearias e Clínicas de Estética do Estado de Pernambuco (Sinbeleza-PE), Cinthia Almeida, o setor mostrou ao Governo o desejo de retomar as atividades, mas com segurança. “Temos responsabilidade social e temos que voltar com segurança para não precisar fechar as portas novamente. Em geral, são protocolos simples de serem executados. Na avaliação, o maior desafio de adaptação será manter o distanciamento, porque salão geralmente é lugar de afetividade, e manter os agendamentos. Mas estamos em conversa para todos seguirem as determinações”, disse Cinthia.

Além dos protocolos específicos, o setor também deverá seguir as determinações dos protocolos gerais, que englobam todas as atividades econômicas.

Definido protocolo para salões de beleza. Confira as regras:

Distanciamento

-Dentro do espaço do salão só poderão entrar clientes e os profissionais.

-O atendimento só poderá ser feito por agendamento.

-O agendamento precisa prever o tempo do serviço e a troca entre clientes, para higienização.

-A distância entre os clientes precisa ser de, no mínimo, 1,5 metro.

-A distância precisa ser demarcada com fita ou barreiras físicas.

-Não pode haver espaço de espera dentro dos salões.

-Um mesmo cliente pode ser atendido por dois profissionais ao mesmo tempo, contanto que a distância de 1,5 metro entre outro cliente em atendimento seja respeitada e os profissionais utilizem os equipamentos de proteção.

Higiene

-Cada cliente deve ser atendido por um kit de acessórios oferecido pelo salão (escova, pentes e presilhas).

-Cada kit deve passar por processo de higienização e desinfecção entre os clientes.

-Os itens cortantes, como tesouras e alicates, devem ser esterilizados entre os clientes.

-É preciso disponibilizar lavabos para os clientes lavarem as mãos.

-A capa de corte e a toalha só podem ser usadas apenas para um cliente; não podem ser compartilhadas.

-O uso da máscara será obrigatório para clientes e profissionais.


Comunicação


-Os profissionais devem informar se sentirem sintomas da Covid-19.

-Devem respeitar isolamento, caso sejam casos suspeitos ou confirmados.

-Manter profissionais do grupo de risco em trabalho remoto, se for possível.

-Escalonar os horários de refeição entre os profissionais.

Por Folha de Pernambuco

Boletim desta sexta [05/06]: Com mais 1.004 pacientes e 71 óbitos por Covid-19, Pernambuco registra 3.205 mortes


Mais 1.004 casos e 71 óbitos por Covid-19 foram registrados em Pernambuco nesta sexta-feira (5), de acordo com o boletim da Secretaria Estadual de Saúde (SES). Com isso, o estado chegou a 38.511 confirmações e 3.205 mortes por essa doença causada pelo novo coronavírus. Esses registros começaram em março, com o início da pandemia.

Dessas novas confirmações, 205 se enquadram como Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag) e 799 como leves. Ao todo, até esta sexta-feira (5), Pernambuco contabilizou 38.511 casos da Covid-19, sendo 15.497 graves e 23.014 leves.

Com relação às 71 mortes, elas ocorreram desde o dia 13 de abril, segundo a SES. Os detalhes epidemiológicos, como municípios onde ocorreram os óbitos e as faixas etárias e comorbidades das vítimas, serão repassados à noite pelo governo estadual.

Por G1 PE
Imagem JC

Tacaratu/Petrolândia/Jatobá: É HOJE às 14h no Dia do Meio Ambiente! entrevista ao vivo com Niedja Batista (Pankararu) e Sandriane (Pankarará), na live dos Jornalistas Livres


Nossas companheiras indígenas estarão a nos representar na live do JORNALISTAS LIVRES, coletivo nacional de jornalistas independentes.

Da Redação do Blog de Assis Ramalho
Por Assessorias

PF e CGU fazem operação contra fraudes em produtos médico-hospitalares


A Polícia Federal com o apoio da Controladoria-Geral da União (CGU) realiza nesta sexta-feira (5), em Rio Branco (AC), a Operação Dose de Valores. Na ação estão sendo cumpridos 33 mandados de busca e apreensão em endereços em municípios acrianos e em Porto Velho (RO). O trabalho com a participação de três auditores da CGU e de 160 policiais federais é um desdobramento da Operação Off Label deflagada há dois dias que investiga o combate à supostas fraudes na área da saúde no Acre. Segundo as investigações, mais de R$ 750 mil foram desviados dos cofres públicos. A principal irregularidade é a emissão de notas fiscais frias pelas empresas envolvidas.

As suspeitas começaram em 2017 quando a CGU identificou falhas relativas à aplicação dos recursos federais pela Prefeitura de Cruzeiro do Sul (AC) . Desde então, uma série de possíveis irregularidades vêm sendo cometidas na contratação de empresas que fornecem produtos médico-hospitalares. Hoje estão sendo investigados indícios de conluio entre empresas que participaram das contratações, além daquelas investigadas no Operação Off-Label. Também estão na mira da PF e da CGU, compras sem realização de procedimento administrativo, direcionamento de processos licitatórios e indícios de pagamento por medicamentos e outros insumos que não foram entregues ao município e com preços superiores aos praticados no mercado.

Até agora, além da capital Rio Branco (AC) e de Cruzeiro do Sul (AC), foram constatados indícios de fraude em outros cinco municípios acrianos: Feijó, Tarauacá, Senador Guiomard, Sena Madureira e Porto Acre, onde outras empresas do mesmo grupo possuem contratos públicos. Após autorização judicial, os agentes identificaram transferências bancárias das contas de empresas e sócios para agentes públicos. As provas já obtidas indicam supostos pagamentos de vantagens indevidas de mais de R$ 446 mil a servidores de sete prefeituras e de quatro órgãos da estrutura administrativa do estado do Acre.
Denúncias

A CGU, por meio da Ouvidoria-Geral da União (OGU), mantém o canal Fala.BR para o recebimento de denúncias. Quem tiver informações que ajudem esta operação ou sobre quaisquer outras irregularidades, pode enviá-las por meio de formulário eletrônico. A denúncia pode ser anônima, para isso, basta escolher a opção “não identificado”.

Por Agência Brasil

Bolsonaro inaugura hospital de campanha para covid-19 em Águas Lindas (GO)

 

Hospital de Campanha de Águas Lindas - Warley de Andrade/TV Brasil

O presidente Jair Bolsonaro inaugurou hoje o Hospital de Campanha de Águas Lindas, em Goiás, cidade que fica no entorno do Distrito Federal, a 50 quilômetros da capital. A unidade vai atender exclusivamente casos suspeitos ou confirmados de covid-19. “A gente torce para que pouca gente venha para cá, sinal que não precisa de atendimento”, disse Bolsonaro.

A unidade foi construída pelo governo federal, ao custo de R$ 10 milhões. O governo de Goiás custeará insumos e equipes e o Executivo federal será responsável pelo aluguel e a manutenção da estrutura física do hospital.

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, destacou que as obras e melhorias que estão sendo feitas na área da saúde ficarão de forma definitiva para atender a população do estado, após a pandemia. “Hoje, temos condições de atender as pessoas em todos os quadrantes do estado de Goiás que amanhã sejam acometidos pelo coronavírus e amanhã terão a continuidade. Isso aqui não será uma obra temporária”, disse durante a cerimônia.


A unidade terá 200 leitos de internação, dos quais 190 de enfermaria e 10 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com rede de gás instalada. Essa rede, os geradores elétricos e camas foram adquiridos com recursos do Ministério da Saúde. Segundo a Secretaria de Saúde de Goiás, a estrutura permite ampliar o número de leitos de UTI conforme a necessidade.

Um total de 263 profissionais trabalharão no local, sendo 45 médicos, 85 enfermeiros e técnicos em enfermagem, 23 fisioterapeutas, além de farmacêuticos, psicólogos e nutricionistas.

A Secretaria de Saúde informou ainda que já enviou dez ventiladores pulmonares para a unidade, onde estão instalados monitores multiparamétricos para verificação dos sinais vitais dos pacientes graves. O hospital de campanha dispõe de tomógrafo computadorizado e laboratório clínico para a realização de exames.

O acordo de cooperação entre os governos federal e de Goiás, assinado em 22 de maio, prevê o funcionamento do hospital por quatro meses, podendo ser prorrogado.

De acordo com o boletim divulgado ontem (4) pela Secretaria de Saúde de Goiás, o estado tem 5.023 casos de covid-19 e 164 mortes causadas pela doença. Há ainda 27.115 casos suspeitos em investigação.

Em todo o país, já são 614.941 casos e 34.021 mortes pelo novo coronavírus.

Manifestações

Durante seu discurso, o presidente Jair Bolsonaro voltou a comentar os atos organizados por manifestantes autodenominados antifascistas e contrários ao governo que estão marcados para o fim de semana. Para Bolsonaro, esses manifestantes são “grupos de marginais, terroristas querendo se movimentar para quebrar o Brasil”.

“Geralmente são marginais, terroristas, maconheiros, desocupados, que não sabem o que é economia, o que é trabalhar para ganhar o seu pão de cada dia e querem quebrar o Brasil em nome de uma democracia que nunca souberam o que é e nunca zelaram por ela”, disse.

Ainda segundo o presidente, a equipe de inteligência do governo federal não identificou grupos se movimentando para manifestações em Goiás, mas disse que, se houver, tem certeza que o governador Caiado vai tratá-los “com a dureza da lei que eles merecem”. E pediu para que manifestantes quem apoiam seu governo não compareçam às ruas.

“O outro lado, que luta pela democracia, que quer o governo funcionando, um Brasil melhor e preza pela sua liberdade, que não compareçam às ruas nesses dias, para que as forças de segurança, não só estaduais, bem como a nossa federal, façam seu devido trabalho se por ventura esses marginais extrapolem os limites da lei”, disse.

Por Agência Brasil