sábado, 11 de julho de 2020

Tacaratu: Boletim epiodológico com dados oficiais deste sábado (11/07); município tem 198 casos positivos e 70 recuperados confira



Divulgação/Secretaria de Saúde de Tacaratu

Bolsonaro ataca imprensa após demissões de jornalistas conservadores


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) abandonou o tom conciliador adotado nas últimas semanas e usou as redes sociais para atacar a imprensa na noite deste sábado (11). Ele reclamou das críticas que comentaristas notoriamente alinhados a seu governo têm sofrido nos últimos dias por declarações consideradas inadequadas. No Twitter, ele saiu em defesa dos jornalistas Leandro Narloch e Luís Ernesto Lacombe —que deixaram, respectivamente a CNN e a Band— e dos comentaristas Rodrigo Constantino, da rádio Jovem Pan, e Caio Coppolla, também da CNN.

"Luís Lacombe, Leandro Narloch, Caio Coppolla e Rodrigo Constantino possuem algo em comum, que é opinião própria e independência. Isso já é suficiente para serem considerados nocivos dentro de grande parte da mídia, hoje completamente dominada pelo pensamento de esquerda radical", escreveu o presidente.

Nesta semana, Narloch foi demitido da CNN após fazer afirmar no ar que "homens gays têm muito mais chance de ter AIDS" e usar o termo "opção sexual" —considerado homofóbico pela população LGBT— ao tratar do assunto. Já Lacombe deixou a apresentação do "Aqui na Band" após provocar insatisfação por exibir pautas consideradas parciais a favor do governo Bolsonaro. Antes de deixar o canal, ele levou ao ar uma discussão com o mote de "Quem mandou matar Bolsonaro?", apesar de investigações da Polícia Federal terem concluído que não houve mandante no episódio da facada levada pelo presidente em 2018. Também levou ao ar uma entrevista com o blogueiro Allan dos Santos, do site Terça Livre, investigado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) no inquérito das fake news.

Coppolla e Constantino, por sua vez, têm sido alvo de reclamações nas redes sociais por um posicionamento considerado alinhado ao governo pelos críticos. Integrante do quadro "O Grande Debate", Coppolla viu mais um colega —o advogado Augusto de Arruda Botelho— deixar a atração após seguidos desentendimentos com ele no ar. O mesmo já havia ocorrido com a jurista Gabriela Priolli.

Bolsonaro vinha evitando declarações controversas nas redes sociais desde que Fabrício Queiroz —ex-assessor de seu filho Flávio Bolsonaro e seu amigo desde 1984— foi preso, em 18 de junho. Queiroz foi encontrado pelo MP-RJ (Ministério Público do Rio) em um imóvel do advogado Frederick Wassef em Atibaia (SP). Além de defender Flávio na investigação sobre a suposta rachadinha em seu gabinete na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio), Wassef se apresentava como advogado do presidente, com quem tinha interlocução e mantinha constantes encontros em Brasília.
Do UOL, no Rio

Mais de 50 mil pernambucanos se recuperaram da Covid-19, anuncia governo


Há exatos 4 meses, a Organização Mundial de Saúde elevava o status da contaminação pelo novo coronavírus à pandemia. Um dia depois, em 12 de março, Pernambuco confirmava os dois primeiros casos importados da doença.

Desde então, o Governo do Estado deu início ao maior esforço sanitário, logístico e de mobilização de recursos humanos da história da saúde pública do nosso Estado. Isso aliado à conscientização dos pernambucanos, que, quando foi necessário, ficaram em casa e fizeram o mais efetivo isolamento social do país, evitou milhares de mortes no Estado.

E, hoje, Pernambuco registrou a marca de 50 mil pacientes curados da doença. Motivo para comemorar, mas nunca para baixar a guarda. O vírus ainda está entre nós e, para seguirmos em frente, precisamos do cuidado e da responsabilidade de todos.

Governo de Pernambuco

SBT pede e final entre Flamengo e Fluminse será às 21h de quarta-feira


A Ferj (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) adiantou em 30 minutos o início da grande final do Campeonato Carioca, na próxima quarta-feira (15), entre Flamengo e Fluminense. A partida, marcada inicialmente para 21h30, será disputada às 21 horas. O horário se adapta melhor à grade de programação do SBT, que fechou na noite de sexta-feira a transmissão da partida. A faixa de horário entre 21h e 23h no SBT é normalmente ocupada por novelas infantis e o início do Programa do Ratinho. Na quarta-feira do jogo, o jornal SBT Brasil irá entregar para o futebol. Após a partida, começa o Programa do Ratinho, por volta de 22h45.

O horário é mais uma provocação à Globo no conturbado relacionamento entre a emissora carioca, Ferj e Flamengo. A partida acontecerá no momento que costuma contar com o final do Jornal Nacional e a novela Fina Estampa — o horário de 21h30 sempre foi uma exigência global para se adequar a essa programação.

SBT fala em "qualidade e descontração" 

Em nota oficial divulgada hoje (11), o SBT confirmou a transmissão da partida e prometeu "realizar um grande evento, com muita qualidade e com a descontração característica do SBT". Leia a íntegra: "SBT transmite em Rede nacional jogo Do Flamengo X fluminense.

Nota Oficial.

É com muita alegria que informamos que o SBT acaba de firmar contrato com o Clube de Regatas do Flamengo para adquirir, com exclusividade em televisão aberta e para todo território nacional, os direitos de transmissão do segundo jogo da final do Campeonato Carioca de 2020 a ser realizado no dia 15 de julho às 21:00, que disputará com o Fluminense F.C.

Esperamos poder realizar um grande evento, com muita qualidade e com a descontração característica do SBT para levar esse grande espetáculo aos torcedores, fãs do futebol e espectadores, especialmente neste momento tão delicado em que vive o mundo e o país.

Bom jogo a todos!

Bernardo Gentile e Gabriel Vaquer
Do UOL, no Rio de Janeiro e em Aracaju

Decreto estadual autoriza aulas práticas e estágios em instituições de ensino superior e técnico em Pernambuco

EDMAR MELO/ACERVO JC IMAGEM

Fica permitida, nas instituições de ensino superior e de educação técnica e profissional em Pernambuco, a realização de aulas práticas e de estágios curriculares presenciais a partir da segunda-feira (13). A decisão, assinada pelo governador Paulo Câmara (PSB), foi publicada na edição deste sábado (11) do Diário Oficial do Estado.

Segundo a Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco, a medida é válida para cursos de instituições de ensino superior e para cursos de formação inicial e continuada ou de qualificação profissional, em instituições de educação profissional e técnica.

Cursos de qualificação são aqueles com carga horária inferior a 800 horas, como para a formação de barbeiros, eletricistas, manicures e designers de sobrancelha, por exemplo.

A autorização não é válida para cursos técnicos de nível médio, em escolas técnicas públicas e privadas, e para demais atividades pedagógicas de instituições de ensino superior. Para essas atividades, a suspensão vigora até o dia 31 de julho.

A data para o retorno ainda não foi definida pelo governo estadual. Em entrevista à TV Globo no dia 25 de junho, o secretário de Educação de Pernambuco, Fred Amâncio, informou que o estado tem trabalhado na elaboração de um protocolo de retomada das aulas nas instituições de ensino.

Ainda de acordo com a secretaria, esse plano de retomada está em fase final de aprovação e “será amplamente divulgado pelo governo de Pernambuco".

Liberação de esportes em clubes

Ainda no decreto 49.193, o governador Paulo Câmara autorizou a prática de esportes individuais, exceto lutas, em clubes sociais em todo o estado. O decreto também manteve a liberação da prática de esportes em espaços públicos, como parques, praças e orlas marítimas ou fluviais do estado, conforme anúncio feito em 2 de julho.

Neste sábado (11), com a confirmação de mais 1.270 casos e 74 óbitos, Pernambuco passou a totalizar 71.370 pessoas que receberam o diagnóstico da Covid-19, enquanto outras 5.556 pessoas faleceram com o novo coronavírus (veja vídeo acima). Os número são registrados desde março, no início da pandemia.

Por G1 PE

Sicredi Vale do São Francisco vai operar com programa de apoio às micro e pequenas empresas


A partir da próxima semana, o Sicredi Vale do São Francisco começa operar com o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), linha de crédito criada pelo governo federal para ajudar no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A boa notícia, que vai fortalecer os pequenos negócios e ajudar a manter os empregos, foi dada na noite de ontem (9) pelo superintendente da cooperativa de crédito, Albérico Pena, durante live realizada pelo Jornal do Sertão.

A entrevista, conduzida pela jornalista Adriana Amâncio no Instagram, apresentou, durante uma hora, uma série de soluções desenvolvidas pelo Sicredi para auxiliar os cooperados neste momento de retomada das atividades econômicas.

Com clareza e objetividade, Albérico Pena falou das transações online, do crescimento das empresas virtuais e do aperfeiçoamento do atendimento digital. “O nosso cartão virtual Sicredi é um passo adiante no mercado com garantia de segurança, tranquilidade e agilidade”, exemplificou, citando ainda o WhatsApp Corporativo, à disposição para realizar transações e do atendente virtual Theo que também atende o associado de forma remota”, destacou.

Nova unidade

Ainda durante a live, o superintendente respondeu a vários questionamentos do público sobre o crescimento do Sicredi Vale do São Francisco nestes 20 anos de existência, comemorados na próxima quinta-feira (15). “Com sede em Petrolina (PE) e agências em Juazeiro e Senhor do Bonfim, na Bahia, vamos inaugurar uma nova unidade em Petrolina depois da pandemia. Contamos hoje com 4,5 mil associados e a perspectiva de chegar a R$ 200 milhões de ativos totais até o final do ano“, ressaltou.

Albérico Pena disse ainda que a cooperativa financeira faz parte de um sistema com 1.900 agências distribuídas em 22 Estados e no Distrito Federal. “O Sistema Sicredi disponibiliza mais de 300 produtos e serviços financeiros para 4,5 milhões de associados em todo Brasil“, concluiu.

Pelo menos 21 vacinas contra Covid-19 estão na fase de testes em humanos


Mais de cem vacinas contra a Covid-19 estão em estudo, e 21 delas já são testadas em seres humanos. Somente duas se encontram na fase mais avançada - a 3 -, e ambas serão testadas, entre outros lugares, no Brasil.

Uma dessas imunizações no estágio mais avançado foi desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela farmacêutica AstraZeneca. No começo de junho, foi anunciado que ocorreriam testes no Brasil, através de parceria com o Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais (Crie) da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e com o Instituto D'Or (Idor).

Devem participar da fase 3 do estudo cerca de 2.000 profissionais de saúde na linha de frente no combate à Covid-19 (portanto, mais expostos à doença), sendo 1.000 em São Paulo, onde o teste tem auxílio financeiro da Fundação Lemann, e 1.000 no Rio de Janeiro. Com a aprovação da Anvisa, o chamamento de voluntários começou ainda em junho.

O outro teste na fase 3 que ocorre no Brasil é o do laboratório chinês Sinovac, em parceria de transferência de tecnologia com o Instituto Butantan, que pode vir a produzi-la em larga escala.

Conheça as vacinas que já estão, em diferentes fases, em fase de testes em humanos:

Autorizada para Uso A vacina desenvolvida pela empresa CanSino Biologics e pelo Instituto de Biotecnologia de Beijing recebeu, no fim de junho, aprovação para uso limitado em militares chineses, pelo período de um ano.

A imunização da CanSino usa um adenovírus como vetor, em abordagem similar à que empresa havia empregado no desenvolvimento de uma vacina contra o ebola.

Basicamente, o adenovírus geneticamente modificado carrega o material genético que contém o código para produzir a proteína S (de "spike" ou espícula, gancho molecular usado pelo Sars-CoV-2 para se ligar a células humanas).

Com isso, os pesquisadores esperam que se inicie a produção da proteína S, o que deverá desencadear uma reação de defesa do organismo que produza anticorpos.

Os vírus conseguem "entregar" ativamente a informação genética da imunização, o que, em tese, pode ser mais eficaz do que o material genético "solto" (o que ocorre em vacinas de RNA, por exemplo). Por outro lado, há mais riscos de efeitos colaterais.

Fase 3 Sinovac - CoronaVac
A vacina desenvolvida pela farmacêutica Sinovac é feita a partir de vírus inativados. A ideia é modificar o vírus (no caso, o Sars-CoV-2) de modo que ele não consiga infectar as pessoas. Diversas vacinas atuais são feitas dessa forma, como a contra sarampo e pólio.

Esse tipo de vacina, porém, necessita de grandes testes de segurança. No Brasil, segundo a Sinovac, a fase 3 do estudo (que investiga a eficácia da proteção em larga escala) pretende recrutar 9.000 profissionais de saúde em locais de atendimento de Covid-19, em 12 regiões, já a partir de julho.

Entre as fases 1 (para testar segurança) e 2 (para testar eficácia) de testes, os pesquisadores aplicaram a vacina em 743 pessoas com idades de 18 a 59 anos. Segundo a empresa, após 14 dias, foi observada presença de anticorpos em 90% das pessoas, após duas aplicações da imunização.

A empresa afirma que outros braços de fase 2 de testes visam idosos e crianças e adolescentes, e que deve concluir essa fase ate o fim deste ano.

Universidade de Oxford/AstraZeneca - Vacina ChAdOx1 nCoV-19
A vacina de Oxford usa um vírus para levar material genético do Sars-CoV-2 para dentro das células. Trata-se do adenovírus ChAdOx1, que causa gripe comum em chimpanzés, geneticamente modificado e enfraquecido.

A ideia novamente é expor o organismo humano à proteína S e, dessa forma, quando a pessoa entrar em contato com o vírus real, seu corpo já ter um sistema de defesa.
As fases 2 e 3 do estudo de Oxford pretendem recrutar mais de 10 mil pessoas só no Reino Unido. Na fase 2, os pesquisadores querem avaliar o efeito protetivo da imunização em diferentes faixas etárias. Já a fase 3 contará somente com pessoas acima de 18 anos.
As duas fases terão randomização para recebimento de uma ou duas doses da ChAdOx1 nCoV-19 ou de uma outra vacina (grupo que será usado como controle para o estudo).

Fase 2

Vacina da Moderna/NIAID
Primeira vacina contra a Covid testada em humanos, foi desenvolvida em parceria entre o governo dos EUA, o Instituto de Pesquisa em Saúde Kaiser Permanente (EUA) e a empresa de biotecnologia Moderna. Usa trechos de RNA (molécula "prima" do DNA) do vírus que têm a receita para a produção da proteína S, que prepara o organismo para se proteger do vírus real.

A técnica é relativamente segura, mas resta demonstrar sua eficácia - até hoje, nenhuma vacina de RNA foi liberada para uso comercial. Os testes começaram em 16 de março, na fase 1 (que mede a segurança). A fase 2, que investiga a eficácia mais diretamente, pode começar em poucos meses, se tudo der certo.

Segundo a empresa, o recrutamento da fase 2 do estudo foi finalizado no último dia 8.

Inovio Pharmaceuticals
A empresa de biotecnologia americana Inovio Pharmaceuticals começou sua fase 1 em 6 de abril. O método tem semelhanças com a vacina de RNA, com a diferença de que o genoma do vírus, na parte correspondente ao código da proteína S, foi adaptado para uma molécula de DNA.

Para injetar a vacina na pele ou nos músculos dos voluntários, os pesquisadores da empresa usam uma tecnologia que emite um breve pulso elétrico, facilitando a entrada do material genético nas células por meio da abertura de pequenos poros.

Em junho, a empresa anunciou a expansão dos participantes da fase 1 (chegou a 120 pessoas) e espera que as fases 2/3 tenham início em julho ou agosto - há pendências regulatórias e de financiamento.

Cadila Healthcare Limited
A empresa usa trechos de DNA para produção da proteína S e posterior reconhecimento, pelo corpo, de invasores. O início das fases 1/2, com 1.048 pessoas randomizadas e com grupo controle, aguardam aprovação, e a empresa espera resultado em 3 meses.

Sinopharm e Wuhan Institute of Biological Products e também com Beijing Institute of Biological Products
Vacinas produzidas na China que se utilizam de vírus inativados em busca da imunização. Ambas as fases 1/2 são randomizadas, duplo-cegas e com grupo controle.

Novavax - NVX-CoV2373
Fase 1, randomizada e com grupo controle, começou em maio e deve ter os primeiros resultados em julho. A fase 2 deve ocorrer em vários países, com 130 pessoas entre 18 e 59 anos.
A vacina é baseada na aplicação direta de proteínas (ou fragmentos) do novo coronavírus. Testada com sucesso para Sars em macacos, esse tipo de vacina costuma precisar de adjuvantes, moléculas que estimulam o sistema imune, e múltiplas doses.

Pfizer/BioNTech/Fosun Pharma - BNT162b1
As empresas anunciaram recentemente resultados positivos das fases 1/2 de sua pesquisa com vacina, baseada em trechos de RNA.

A BioNTech afirmou que os testes de duas dosagens de seu medicamento BNT162b1 em 24 voluntários saudáveis mostrou que, após 28 dias, eles desenvolveram níveis mais altos de anticorpos para Covid-19 do que os normalmente observados em pessoas infectadas.

A mais alta entre as duas doses - ambas administradas por meio de duas injeções com intervalo de três semanas - foi seguida por uma febre curta em três de quatro participantes após a segunda aplicação. Uma terceira dosagem, testada em uma concentração mais alta em um grupo separado, não foi repetida após a primeira aplicação devido à dor da injeção.

Resta saber se os anticorpos encontrados geram resposta imune para prevenir a doença.

A próxima fase deve ser iniciada em julho, com expectativa de participação de cerca de 30 mil pessoas - por ora, apenas nos EUA e na Alemanha.

Fase 1
Genexine Consortium - GX-19
Vacina à base de DNA. A fase 1, na Coreia do Sul, deve durar 3 meses e recrutar 40 pessoas. A 2, 150 pessoas em diversos países.

Medicago Inc./ Université Laval
Vacina baseada em VLPs (partículas semelhantes a vírus), às quais seriam combinadas antígenos, moléculas do coronavírus que possam ser reconhecidas pelo sistema imune. Espera-se que a combinação induza uma resposta imune robusta, mais próxima de uma infecção real.

Osaka University/ AnGes/Takara Bio V
acina baseada em DNA mais uso de adjuvante.

Institute of Medical Biology/Chinese Academy of Medical Sciences
Vacina feita a partir de vírus inativados.

Gamaleya Research Institute
Vacina que usa vírus como vetor.

Clover Biopharmaceuticals Inc./GSK/Dynavax
Vacina baseada na aplicação direta de proteínas ou fragmentos delas.

Anhui Zhifei Longcom Biopharmaceutical/Institute of Microbiology/Chinese Academy of Sciences
Vacina baseada na aplicação direta de proteínas ou fragmentos delas.

Vaxine Pty Ltd/Medytox
Vacina baseada na aplicação direta de proteínas ou fragmentos delas.

Imperial College London
Vacina baseada em fragmentos de RNA.

Curevac
Vacina baseada em fragmentos de RNA.

People's Liberation Army (PLA) Academy of Military Sciences/Walvax Biotech
Vacina baseada em fragmentos de RNA.

Fonte: OMS (Organização Mundial da Saúde, 

Em Petrolândia profissionais da saúde recebem 10% de adicional de insalubridade quando deveriam receber 40


Na linha de frente da batalha contra o coronavírus, os profissionais de saúde têm colocado a vida em risco para cuidar de pacientes suspeitos e confirmados de Covid-19, lindando, ainda, com jornadas exaustivas de trabalho e falta de equipamentos de proteção.

O Projeto de Lei 744/20, de autoria dos deputados petistas José Ricardo (PT/AM) e Carlos Veras (PT/PE), garante o pagamento de adicional de insalubridade de 40%, calculado sobre o salário, a trabalhadores da saúde pública da União, estados e municípios e também do setor privado. Caso o profissional já receba algum adicional de insalubridade em percentual menor, o projeto amplia o percentual para o máximo previsto (40%).

No entanto o Sindicato dos Enfermeiros de Pernambuco denunciou que os profissionais de Saúde, da linha de frente no combate ao novo coronavírus, não receberam a gratificação por insalubridade nos hospitais do Estado.

No município de Petrolândia a situação é ainda pior, os profissionais recebem um dos mais baixos percentuais da região: 10%.

Profissionais fazem mobilização para reivindicar o que é de direito, a prefeitura, mesmo tendo recebido recursos da União para serem investidos no combate ao COVID, alega ter ultrapassado o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal de gastos com servidores para não reajustar o valor.

Por Blog Gota D’Água

Governador da Bahia decreta toque de recolher em Paulo Afonso, a partir de segunda (13) das 18h às 05h


O toque de recolher está determinado das 18h às 05h, a partir da 0h da próxima segunda-feira (13) até às 24h do dia 19 de julho. De acordo com Rui Costa, Paulo Afonso está entre os municípios que apresentam as maiores taxas de crescimento da doença na Bahia. Também foi prorrogado o decreto que suspende aulas, eventos e transporte intermunicipal no estado.

Após reuniões virtuais com prefeitos e prefeitas entre quarta e sexta-feira (10), o governador Rui Costa estabeleceu, em conjunto com as administrações municipais, medidas mais duras para barrar o crescimento da disseminação da Covid-19 em 62 cidades. O decreto que estabelece as decisões tomadas foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (11).

Entre as ações que serão adotadas estão a restrição de circulação de pessoas à noite, a restrição de atividades econômicas e a delimitação do horário de funcionamento dos serviços essenciais. O governo da Bahia ainda encaminhou ofício ao Tribunal de Justiça da Bahia e o Ministério Público com solicitação de apoio ao Estado e Municípios.

Divisão em grupos

Cidade de Paulo Afonso no grupo 1

O decreto 19.829 estabelece medidas voltadas a três grupos distintos de municípios, distribuídos da seguinte maneira:

Paulo Afonso faz parte do anexo 1, que inclui 22 cidades: Cachoeira, Camamu, Campo Formoso, Catu, Conceição do Coité, Filadélfia, Gentio do Ouro, Guaratinga, Ibirapitanga, Igrapiúna, Ipiaú, Ituberá, Maragogipe, Nazaré, Nilo Peçanha, Nova Soure, Paulo Afonso, Ruy Barbosa, Santo Estêvão, Taperoá, Uauá e Valença.

Compõem o anexo 2, outros 22 municípios: Alagoinhas, Amélia Rodrigues, América Dourada, Barra do Choça, Barro Preto, Buerarema, Casa Nova, Ibirataia, Iraquara, Irecê, Jaguaquara, Jequié, João Dourado, Macururé, Mucuri, Presidente Tancredo Neves, Queimadas, Santa Bárbara, São Gonçalo dos Campos, Serrinha, Ubaitaba e Wenceslau Guimarães.

Por fim, o anexo 3 lista 18 cidades: Apuarema, Caravelas, Conceição do Almeida, Conceição do Jacuípe, Cruz das Almas, Gandu, Ibotirama, Ilhéus, Itapetinga, Jacobina, Luís Eduardo Magalhães, Nova Ibiá, Porto Seguro, Santo Amaro, Santo Antônio de Jesus, Ubatã, Uma e Vera Cruz.

As medidas

Grupo de Paulo Afonso (1) – O toque de recolher está determinado das 18h às 05h, a partir da 0h da próxima segunda-feira (13) até as 24h do dia 19 de julho, para os municípios dos anexos 1 e 2 onde está Paulo Afonso, em conformidade com as condições estabelecidas nos respectivos Decretos Municipais. A circulação noturna estará liberada apenas para ida a serviços de saúde ou farmácia, ou ainda em situações em que fique comprovada a urgência.

2 – Nos municípios que integram o anexo 2, também entre 13 e 19 de julho, está autorizado entre 5h e 16h apenas o funcionamento dos serviços essenciais, e em especial as atividades relacionadas ao enfrentamento da pandemia, o transporte e o serviço de entrega de medicamentos e demais insumos necessários para manutenção das atividades de saúde, as obras em hospitais e a construção de unidades de saúde.

3 – O decreto também ratifica as medidas adotadas pelos Municípios que integram o anexo 3, na forma dos respectivos Decretos Municipais.

4 – A Polícia Militar da Bahia (PM-BA) apoiará as medidas necessárias adotadas pelos Municípios, em conjunto com a Guarda Municipal.

5 – Os órgãos especiais vinculados à Secretaria da Segurança Pública observarão a incidência dos arts. 268 e 330 do Código Penal, nos casos de descumprimento do quanto disposto neste Decreto.

Alinhamento com Municípios

O governador explica que após três dias de reuniões foi possível ter um diagnóstico mais preciso das dificuldades enfrentadas pelos gestores municipais, bem como pactuar o conjunto de medidas aprovado de forma unânime. “Estaremos com as medidas de restrição de circulação à noite para evitar, por exemplo, que muitos jovens se reúnam para beber em festas e encontros. Os prefeitos têm relatado muita dificuldade com essa situação que ajuda no aumento da contaminação. Também iremos aumentar a testagem das pessoas nestes municípios. Além disso, iremos adotar maior rigor na fiscalização para que os contaminados não saiam de casa”, assegurou o governador.

Rui pontuou que pessoas com diagnóstico positivo para o novo coronavírus não têm respeitado os decretos já publicados e tampouco seguem as orientações das equipes de saúde. “Se for o caso, orientaremos que seja realizada denúncia à polícia e ao Ministério Público para providências junto ao juiz local. Todas as medidas nesse sentido serão para que quem estiver contaminado não saia de casa”, acrescenta.

Rui ainda ressaltou que todas as novas medidas foram acordadas com os gestores municipais. “O estado só estabelece tais medidas porque houve concordância plena dos prefeitos. Esse tem sido o padrão desde o início da pandemia. Só aplicamos um novo protocolo com 100% de concordância”.

Toque de recolher na RMS e outras regiões

Está publicado, também no DOE deste sábado (11), decreto que prorroga a suspensão da circulação noturna em municípios da Região Metropolitana de Salvador (RMS), e inclui outras cidades na medida restritiva. Camaçari, Candeias, Dias d’Ávila, Itaparica, Lauro de Freitas, Madre de Deus, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Simões Filho, Mata de São João, Pojuca, que fazem parte da RMS, além de Conde e Terra Nova, terão toque de recolher, entre 18h e 5h, até 19 de julho.

O decreto estadual, que está em conformidade com as condições estabelecidas nos respectivos Decretos Municipais, também restringe o funcionamento do comércio. Fica autorizado, das 5h às 17h, somente o funcionamento dos serviços essenciais, e em especial as atividades relacionadas ao enfrentamento da pandemia, o transporte e o serviço de entrega de medicamentos e demais insumos necessários à manutenção das atividades de saúde, as obras em hospitais e a construção de unidades de saúde.

Por PA4.COM.BR

Mulher de Queiroz retorna para casa e vai cumprir prisão domiciliar junto com ex-assessor de Flávio Bolsonaro

Fabrício Queiroz e a mulher Márcia Aguiar são investigados no inquérito sobre rachadinha no gabinete de Flávio Bolsonaro na Alerj Foto: Reprodução

 O advogado Paulo Emílio Catta Preta informou ao GLOBO na manhã deste sábado que Márcia Aguiar, mulher de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), voltou para seu apartamento na Taquara, na Zona Oeste do Rio. De acordo com a defesa, ela ainda não está com tornozeleira eletrônica, conforme determinação judicial, mas a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) já foi avisada.

 A secretaria informou que Márcia tem cinco dias úteis contados, após notificação feita pela Justiça na sexta-feira, para se apresentar à secretaria e instalar o aparelho de monitoramento eletrônico. O ex-assessor deixou ontem à noite a prisão de Bangu 8, com o aparelho.

Márcia estava foragida desde o dia 18 de junho, quando o juiz Flávio Itabaiana, da 27ª Vara Criminal, tinha decretado sua prisão e de Queiroz no caso das rachadinhas, investigado pelo Ministério Público do Rio.

— Marcia já está em casa para cumprimento da prisão domiciliar. Já informamos a situação à SEAP e aguardamos instruções sobre a colocação da tornozeleira. Pela imposição da domiciliar, ela só deve sair com autorização — afirmou o advogado Paulo Emílio Catta Preta.

O advogado disse ainda que não perguntou o paradeiro dela no período em que ficou foragida e que possivelmente isso será uma questão para ser enfrentada posteriormente no MP.

O presidente do Superior Tribunal de Justiça, João Otávio de Noronha, concedeu na quinta-feira o habeas corpus para Queiroz e Márcia. O ministro determinou ainda que as autoridades policiais terão permissão para acessar a residência de Queiroz sempre que necessário e que farão vigilância permanente para impedir a entrada de pessoas não autorizadas. O ex-assessor não poderá ter contato com terceiros — salvo advogados, profissionais da saúde e familiares próximos — nem acessar telefones, computadores, internet e tablets.

Ao apresentar o pedido de habeas corpus, a defesa argumentou que o cliente é portador de câncer de cólon e corria riscos de saúde devido à pandemia da Covid-19. A condição do ex-assessor foi levada em consideração pelo ministro João Otávio Noronha, que, em sua decisão, concedeu a prisão domiciliar a Queiroz e também à Márcia Aguiar presumindo que sua presença ao lado de Queiroz é necessária para que ele receba as atenções devidas por conta da doença, já que ele estará privado do contato com terceiros — salvo profissionais da saúde e seus advogados.

Segundo Catta Preta, o habeas corpus também foi estendido para Márcia, porque ela também apresenta problemas de saúde. Márcia a teria passado recentemente por uma cirurgia e também estaria incluída no grupo de risco da Covid-19. 

O Globo

Boletim deste sábado [11/07]: Com mais 1.270 casos e 74 mortes por Covid-19, Pernambuco totaliza 5.556 óbitos


A Secretaria Estadual de Saúde (SES) de Pernambuco confirmou, neste sábado (11), mais 1.270 casos de Covid-19 e 74 óbitos de pacientes que estavam com a doença. Com isso, o estado passou a ter 71.370 infectados e 5.556 vidas perdidas devido ao novo coronavírus.

De acordo com a SES, 1.146 dos 1.270 novos casos são considerados leves, ou seja, são pacientes que não precisaram ser internados, estavam na fase final da doença ou já estão curados. Os outros 124 são de pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). Sendo assim, o estado totalizou 20.974 casos graves e 50.396 casos leves.

A respeito dos 74 óbitos, a SES informou que 55 mortes ocorreram entre o dia 2 de maio e a segunda-feira (6). Outros 19 falecimentos foram registrados ao longo da quarta (8), da quinta (9) e da sexta (10).

Outros detalhes epidemiológicos devem ser repassados ainda neste sábado (11) pelo governo estadual.

Por G1 PE

Petrolândia: Blog de Assis Ramalho parabeniza os aniversariantes amigos do Facebook deste sábado 11 de julho; veja lista

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo

Mudam de idade hoje (Sábado 11 de julho de 2020) e queremos aqui dedicar este dia especial a Gabrielly Nascimento , Felipe Costa, Cleide Penêdo, Felipe Queiroz, Edvanio Vanio, Bruna Rayanne, Orlando Miguel , Erison Jose, Patricia Emilia e Divaneide Queroiz

Veja abaixo fotos de aniversariantes de hoje que compõe o Grupo dos 5 mil amigos de Facebook do Blog de Assis Ramalho

SBT exibe final do Carioca na quarta; jogo de domingo segue só na FluTV

Muriel parou cobrança de pênalti de Rafinha e deu o título da Taça Rio ao Fluminense, na última quinta-feira

Com intermediação da Loterj, uma das patrocinadoras do Estadual, o SBT vai exibir o jogo final do Campeonato Carioca entre Flamengo e Fluminense na próxima quarta (15). A transmissão será compartilhada com a FlaTV, que irá passar a partida no YouTube. O jogo deste domingo (12) segue fora da TV aberta. Os direitos são do Fluminense, que programou a exibição na FluTV — mesmo canal que mostrou o jogo da última quinta-feira.

O interesse no SBT vinha desde a semana passada e avançou principalmente no fim dessa semana, após a definição de que o campeonato teria mais dois jogos para serem disputados. A informação das transmissões foi dada inicialmente pelo jornalista Flávio Ricco e confirmada pelo UOL Esporte com diversas fontes que são diretores do SBT e de afiliadas em todo o país. O jogo deverá ser exibido para boa parte da rede, principalmente Rio de Janeiro e afiliadas do Norte e Nordeste, assim como a Globo fazia na transmissão do Estadual até semanas atrás. Essas afiliadas já foram avisadas via comunicação interna.


O sinal da transmissão será feito pela PlayRec Produções, a mesma que produziu o jogo entre Flamengo x Boavista na Fla TV e que realiza jogos para o Premiere, serviço de pay-per-view do Grupo Globo. A TV do clube também exibirá a partida, inclusive para o exterior. O acordo é apenas para o jogo final. A partida de domingo ficará apenas na FluTV, canal oficial do Fluminense no YouTube. O acordo foi intermediado pela Loterj, empresa que patrocina o Campeonato Carioca e é ligada à Ferj. A empresa procurou o comercial do SBT no Rio de Janeiro, que repassou a situação para São Paulo, que deu o aval positivo.

Para o jogo de domingo (12), a FluTV amenizará o clubismo na transmissão. No duelo da quarta-feira passada, o narrador Anderson Cardoso chamou a atenção por não falar nomes dos jogadores rivais durante o primeiro tempo. Recentemente, a coluna De Primeira, do UOL Esporte, noticiou que a mesma Loterj tentou intermediar que o SBT exibisse Flamengo x Volta Redonda pela semifinal do Carioca no último domingo (5), mas não houve tempo hábil para o acordo.

O projeto, no entanto, ficou nas mãos do canal de Silvio Santos, que quis dar continuidade. Equipe de transmissão será discutida apenas neste sábado (11). Téo José desponta como o favorito da direção do canal de Silvio Santos, mas o narrador se encontra em Goiânia, com a família. Ele também é contratado do Fox Sports, e a transmissão dependeria de uma liberação da Disney, dona do canal.

Com a transmissão da partida, será a primeira vez em 17 anos que o SBT transmite futebol do eixo Rio-São Paulo. A última fez foi em 2003, quando o canal de Silvio Santos comprou os direitos do Campeonato Paulista, mas por causa de uma guerra jurídica envolvendo a Globo, o investimento se tornou isolado.

Desde 2018, o SBT exibe a Copa do Nordeste para todo a região, mas a cabeça de rede em São Paulo não tem interferência, já que os direitos são pagos por um consórcio das afiliadas do canal por lá. Esse acordo, inclusive, é válido até 2022.

Gabriel Vaquer
Colaboração para o UOL, em Aracaju

Paixão de Cristo de Nova Jerusalém não será realizada em 2020


A Sociedade Teatral de Fazenda Nova - STFN comunicou nesta sexta-feira (10) que não realizará a temporada da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém neste ano. Produzidas durante a Semana Santa há 53 anos, de forma ininterrupta, as apresentações do megaespetáculo em 2020 haviam sido reprogramadas para o período de 2 a 7 do próximo mês de setembro em razão das medidas adotadas para reduzir riscos de contágio da covid-19 e para preservar a saúde e a vida das pessoas.

No entanto, diante da conjuntura socioeconômica gerada pelos cenários de enfrentamento da pandemia e tendo em vista as incertezas, tanto sobre a duração do processo de evolução da covid-19, como sobre os seus efeitos sobre a saúde e sobre a economia, a STFN considerou ser prudente não realizar a temporada em 2020.

A direção Sociedade Teatral informa que os ingressos que tenham sido adquiridos para a temporada deste ano continuam válidos e poderão ser utilizados em qualquer um dos dias da temporada 2021, a qual será realizada, normalmente, de 27 de março a 3 de abril do próximo ano.

Por Assessoria de Comunicação

Petrolândia/São Paulo: Aniversariante do dia, garotinho Heitor Miguel completa 5 aninhos e recebe felicitações da avó Maria Conceição


Neste sábado, 11 de julho de 2020, o garotinho Heitor Miguel, residente em São Paulo, comemora 5  aninho. Saudosa, a avó Maria Conceição, residente na Quadra 14 de Petrolândia, faz felicitações.ao netinho.

Eu não sei expressar em palavras, nem mesmo o grande amor que sinto em meu coração, que hoje bate muito feliz por ser o seu dia, meu netinho. Sua avó está com saudade! Parabéns pelos 5 aninhos!

Maria Conceição
Quadra 14 de Petrolândia


Da Redação do Blog de Assis Ramalho



Fraude na Saúde no RJ: maioria dos respiradores comprados não foi entregue, e os que foram não serviam para tratar o novo coronavírus



O Ministério Público do Rio (MPRJ) constatou uma série de indícios de direcionamento no processo de escolha das três empresas contratadas para a compra dos respiradores pela Secretaria estadual de Saúde. E o pior: a maioria desses aparelhos não foi entregue até hoje, apesar de, em alguns casos, o governo estadual ter feito pagamentos antecipados. Além disso, 52 aparelhos que chegaram não tinham especificações para tratar pacientes com Covid-19.


Os contratos, no valor superfaturado de R$ 183,5 milhões, celebrados em abril, seriam para equipar hospitais no atendimento de pacientes infectados pelo novo coronavírus. Documentos obtidos pelo MPRJ reforçam a suspeita de que as empresas escolhidas já tinham suas propostas prontas antes mesmo de os editais com as especificações técnicas serem publicamente divulgados ao mercado.

Os promotores descobriram o que chamam de “indícios robustos de que uma organização criminosa se formou e vem atuando em processos administrativos para aquisições emergenciais da Secretaria estadual de Saúde”. É o que consta na denúncia da prisão do primeiro acusado de integrar o grupo, o ex-subsecretário da pasta Gabriell Neves, e que ajudou a convencer a Justiça de que o ex-secretário de Saúde Edmar Santos, preso nesta sexta-feira, tinha conhecimento do esquema.

Em um dos casos, a empresa selecionada apresentou a cotação para vender 300 aparelhos apenas 19 minutos depois de o termo de referência (documento no qual a instituição contratante estabelece os critérios pelos quais o produto/serviço deve ser entregue pelo contratado) ter sido divulgado. A lista de irregularidades inclui ainda ligações familiares ou vínculos empregatícios entre fornecedores e empresas.

Com base nesses indícios, o MPRJ conseguiu que a Justiça autorizasse, no início de maio, a prisão preventiva de cinco pessoas. No grupo estava Gabriell Neves. Sucessor dele na subsecretaria, Gustavo Borges da Silva também foi preso. Dias depois, Edmar Santos deixou a Saúde e assumiu a Secretaria Extraordinária de Acompanhamento da Covid-19. Após um depoimento de Neves afirmando que Santos acompanhava todas as contratações, participando ativamente das escolhas, Santos pediu exoneração.

O EXTRA tentou contato com as defesas de Neves e de Santos. O advogado Matusalém Lopes de Souza, que defende o ex-subsecretário, disse que não irá se posicionar por enquanto. Já o ex-secretário de Saúde não retornou as ligações, antes de ser preso, nem a defesa dele se pronunciou a respeito.


Quase R$ 37 milhões são confiscados

Edmar Santos, que foi diretor do Hospital Universitário Pedro Ernesto até dezembro de 2018 — ele deixou o cargo para assumir a Secretaria de Saúde de Witzel já em janeiro de 2009 — foi preso na manhã desta sexta-feira em sua casa, em Botafogo, na Zona Sul. O mandado de prisão foi cumprido em um desdobramento da Operação Mercadores do Caos. A Justiça determinou o arresto de bens e valores o ex-secretário até o valor de R$ 36.922.920, que, de acordo com o MP, é equivalente aos recursos públicos do estado desviados em três contratos fraudados para aquisição de equipamentos médicos durante a pandemia do novo coronavírus.

De máscara, boné e escondendo o rosto, Santos chegou às 11h15 à Cidade da Polícia, no Jacarezinho, na Zona Norte do Rio, para prestar depoimento e não deu entrevistas.

Os agentes também cumpriram mandado de busca e apreensão em outra casa dele, em Itaipava, na Região Serrana, onde foram encontrados pelo menos R$ 5 milhões em dinheiro. Os promotores do MPRJ apreenderam um total de mais de R$ 6 milhões em dinheiro nos endereços relacionados a Santos.

Após a prisão do ex-secretário, que é tenente-coronel da Polícia Militar, a PM decidiu que vai abrir um inquérito que poderá culminar na expulsão do oficial da corporação.

Extra-RJ

Instituto de pesquisas detectou aumento de apoio a Bolsonaro


Diretor do instituto Paraná Pesquisa, Murilo Hidalgo afirmou ontem que as próximas pesquisas nacionais devem registrar crescimento na avaliação do governo Jair Bolsonaro. Ele destaca que o presidente perdeu eleitores nas classes mais abastadas, mas ganhou apoio entre os mais pobres, certamente em razão da ajuda emergencial, e junto a micro e pequenos empreendedores, apoiados com crédito durante a pandemia. Ajuda a melhorar a avaliação junto a formadores de opinião, segundo Hidalgo, o fato de o presidente ter fechado a boca, evitando polêmicas. Murilo Hidalgo detectou o aumento de avaliação positiva de Bolsonaro nas pesquisas que vem realizando em diversos Estados e municípios. Na pesquisa feita entre os dias 4 e 8, a avaliação positiva de Bolsonaro em São Paulo subiu para 41% entre os eleitores de baixa escolaridade. De outro lado, Bolsonaro perdeu eleitores mais escolarizados, diz Murilo Hidalgo. Hoje, na capital paulista, apenas 30% deles o apoiam.

Com a mão na taça

Pesquisa contratada pelo PSDB presidido pelo pernambucano Bruno Araújo constatou que Marília Arraes (PT) está com a mão na taça: ela lidera nos dois turnos, em todos os cenários. Em terceiro lugar, João Campos (PSB) terá de rebolar para chegar ao segundo turno.
Letalidade

Dados do Ministério da Saúde revelam que a letalidade do coronavírus diminuiu em 30 dias no Brasil, e o total de pessoas curadas disparou. De acordo com a média móvel de sete dias, entre 9 de junho e 9 de julho, casos diários aumentaram 39%, enquanto a média móvel dos óbitos no mesmo período cresceu 0,5%. Isso é resultado do aumento da testagem e também mostra que o País atingiu o “platô”. Agora a expectativa é de queda no número que importa: o de mortes.
Em números

Entre junho e julho, a média de casos diários confirmados no Brasil foi de 26,5 mil para 36,8 mil e os óbitos passaram de 1.032 para 1.038.
O lado bom

O total de casos confirmados no Brasil passou de 1,8 milhão, mas 1,2 milhão já estão curados e 98% dos enfermos não correm riscos.
Tendência

No período, a média de casos diários no mundo foi de 122,7 mil a 200,7 mil, alta de 63,5%. Os óbitos foram de 4,4 mil para 4,7 mil, alta de 7,1%.
Hipocrisia

A devastação na Amazônia data de 2004. Era o 2º ano do governo Lula, por isso ONGs, que encheram as burras de dinheiro público, não citam esse dado. Foram 27,8 mil km de mata desmatada. Em 2019 foi pouco mais de um terço: 10,1 mil km.
POC faleceu

Faleceu ontem em São Paulo, vítima de câncer, o diplomata Paulo de Oliveira Campos, conhecido pelas iniciais. Foi chefe do cerimonial do governo Lula e embaixador do Brasil em Madri e Paris.
É o frio, tchê

O médico, deputado e ex-ministro Osmar Terra diz que comércio não aumenta os casos de covid em Porto Alegre. “O frio aumenta o contágio de todos os tipos de vírus.”
Frase

Não compete ao Judiciário se imiscuir nas competências (do Executivo)”, diz o presidente do TJDF, Romeu Neiva, derruba liminar que proibia a reabertura do comércio no DF
Alas fake

Após inventarem a “ala militar”, a “ala ideológica” e a “ala política”, todas inexistentes, os Desinformados que tanto divertem o general Augusto Heleno inventaram a “ala jurídica”, para justificar Milton Ribeiro no MEC.
Outra exploração

Uma caixa com 4 comprimidos de Ivermectina, usado na África como profilático, custava R$ 6,50 antes da pandemia. Agora custa R$ 16,90 e não se encontra. Só por encomenda. Quando chega, esgota na hora.

Por Cláudio Humberto/JC

Petrolândia: Com mais 4 casos descartados e nenhum confirmado, Secretaria de Saúde divulga Boletim Epidemiológico de sexta-feira (10); Confira locais com casos ativos

A Cidade | História | Prefeitura Municipal de Petrolândia-PE

Nesta sexta-feira (10/07/2020), nos 115 dia de boletins de acompanhamento do novo coronavírus (Covid-19) em Petrolândia, no Sertão de Pernambuco, os dados mostram que o município tem 48 pessoas recuperadas do coronavírus, 60 casos confirmados e dois óbitos. Não houve alteração dos números em relação ao dia anterior.

Também nesta sexta-feira mais 4 casos foram descartados, e surgiram .

Confira abaixo o quadro completo e locais com casos ativos

A secretaria de saúde do município faz apelo à população: Se puder fique em casa, se precisar sair, use máscara.





Confira abaixo quadro comparativo com o boletim de quinta-feira (09/07).



Da Redação do Blog de Assis Ramalho
Informação: Prefeitura de Petrolândia

Caminhão-Agência da Caixa chega a cidade de Floresta para apoio nas ações do auxílio emergencial



Atendendo a grande necessidade da região, a cidade de Floresta/PE contará, a partir do dia 13 de julho, com a presença da unidade móvel de atendimento. O Caminhão-Agência da CAIXA estará localizado na Praça Coronel Fausto Ferraz, no Centro, e funcionará das 08h às 14h. O local foi escolhido por ser de fácil acesso e permitir a livre circulação de pessoas. No Caminhão, a população terá à disposição todo o atendimento necessário para o recebimento do Auxílio Emergencial. A unidade ficará na cidade até a sexta-feira 17 de julho.

O público-alvo dessa ação são os beneficiários do Auxílio Emergencial de Floresta e cidades vizinhas. A iniciativa visa atender a todos os cidadãos com qualidade e garantir que o auxílio chegue a quem realmente precisa, nessa que é a maior ação de bancarização da história do país.

O Caminhão-Agência é mais um canal que a CAIXA disponibiliza aos beneficiários do Auxílio Emergencial. Vale ressaltar que os cidadãos têm à disposição o site auxilio.caixa.gov.br, o app CAIXA Tem, utilizado para movimentação e saque dos beneficiários que não possuíam conta ou não eram do Programa Bolsa Família, o App CAIXA Auxílio Emergencial, a central 111 e o site do Ministério da Cidadania para informações sobre o benefício.

Assessoria de Imprensa da CAIXA – Regional Recife
Via Didi Galvão

Inajá: Secretaria de saúde divulga Boletim Epidemiológico de sexta-feira (10) com 18 casos confirmados, 2 recuperados e 01 óbito; confira quadro completo



QUADRO COMPARATIVO AO DIA ANTERIOR

Boletim Epidemiológico de quinta-feira (9) - confira abaixo


Divulgação/Prefeitura de Inajá

Prefeito de Seul deixa pedido de desculpa antes de morrer

"Peço desculpas a todos. Agradeço a todo mundo que esteve ao meu lado na minha vida. Sempre lamentei por minha família que apenas teve um período difícil comigo. Por favor, façam a cremação e espalhem as cinzas no túmulo dos meus pais. Adeus a todos", diz a mensagem deixada por Park


Pouco antes de morrer, o então prefeito de Seul, Park Won-soon, redigiu à mão uma carta deixada em sua residência. Advogado famoso por defender os direitos humanos, ele foi encontrado morto nesta quinta-feira, dia 9, após ficar sumido por cerca de 7 horas. No dia anterior, fora acusado de assédio sexual por uma ex-secretária. O conteúdo do bilhete foi revelado, nesta sexta-feira, dia 10, considerando que a família do político, que foi eleito três vezes para governar a capital da Coreia do Sul, autorizou.

"Peço desculpas a todos. Agradeço a todo mundo que esteve ao meu lado na minha vida. Sempre lamentei por minha família que apenas teve um período difícil comigo. Por favor, façam a cremação e espalhem as cinzas no túmulo dos meus pais. Adeus a todos", diz a mensagem deixada por Park.

Foi estabelecido cinco dias de luto em Seul pela morte do prefeito. No entanto, as opiniões no país estão divididas sobre a forma como ele deve ser lembrado.

Park Won-soon construiu uma reputação de advogado humanista e feminista. Ele era bem visto pela sociedade e atuou no primeiro caso de assédio sexual da Coreia do Sul, em 1993. Tratou-se de um processo contra um professor da Universidade Nacional de Seul, que acabou sendo condenado. A partir deste momento, o termo para assédio sexual foi introduzido na legislação sul-coreana, tornando-se um marco para as vítimas.

A percepção perante à imagem do prefeito começou a se modificar na quarta-feira, dia 8, quando uma ex-secretária registrou uma acusação por assédio sexual contra ele. Embora não tenha sido comprovada a relação entre este episódio e a morte de Park, ele cancelou seus compromissos pouco depois. Não tardou a policiais iniciarem uma operação para localizá-lo. A filha dele contou ter recebido um telefone estranho, que lhe soou como um "testamento". Cerca de 7 horas mais tarde, o corpo foi encontrado.

A imprensa local especula que, por ter sido acusado de assédio sexual no dia anterior, Park Won-soon pode não ter suportado a contradição que a denúncia estabeleceu com sua reputação. A principal hipótese considerada neste caso é que ele tenha cometido suicídio.

Com a morte de Park, as investigações de assédio contra ele foram encerradas. E não se sabe sobre o que ocorreu de fato. A família dele anunciou que entrará com medidas legais contra pessoas e instituições que divulgarem informações difamatórias e caluniosas contra o advogado. Os parentes explicaram que planejam, dessa forma, preservar sua imagem de um profissional íntegro e responsável.

De forma semelhante é a reação do partido democrata, do qual Park fazia parte. Há outras partes da sociedade, contudo, que reforçam a necessidade de se proteger a autora da acusação, bem como permitir que o assunto seja debatido e que a verdade seja esclarecida. Entre essas pessoas, está a idol Park Ye-eun, conhecida pelo nome artístico Ha:tfelt. Ela ficou famosa por ter integrado o grupo de K-pop Wonder Girls, que debutou em 2007. Hoje com 31 anos, ela mantém carreira solo iniciada em 2014. Após a morte do prefeito de Seul, Ha:tfelt se manifestou nas redes sociais para apoiar o movimento #MeToo, que ficou conhecido mundialmente a partir de casos de assédio sexual entre as estrelas de Hollywood, nos EUA.

"Mesmo se o caso tenha sido fechado devido à falta do direito de prosseguir com o processo, como outra instituição onde agressão sexual por hierarquia acontece, eu peço a Prefeitura de Seul que assuma a responsabilidade, proteja as vítimas, e alivie os danos infligidos", diz o post que a cantora curtiu.

A professora CedarBough Saeji, doutora em Estudos Asiáticos pela Universidade da Colúmbia Britânica, no Canadá, explicou ao EXTRA que a Coreia do Sul ainda adota comportamentos conservadores, principalmente por meio das gerações anteriores aos millenials. Como exemplo, ela citou o grupo ilbe, que prega valores do movimento MRA. Essa sigla refere-se à expressão em inglês "men's right activist", que significa algo como "ativismo pelo direito dos homens". De acordo com a professora, esse grupo "cria um ambiente online muito desconfortável para os idols que apoiam abertamente o feminismo".

— É triste, mas agora é difícil para os idols enfrentarem esses cruéis valentões online — disse Saeji, que leciona no departamento de Línguas e Culturas Asiáticas da Universidade de Indiana, nos Estados Unidos.

Duas idols que eram nomes expoentes do feminismo na Coreia do Sul cometeram suicídio no ano passado, Sulli e Goo Hara, aos 25 e 28 anos, respectivamente. Elas inclusive eram amigas. Ambas eram alvo de comentários maliciosos nas redes sociais.

Extra-RJ

Após decisão do presidente do STJ, Queiroz deixa presídio no Rio

Queiroz — Foto: Reprodução/GloboNews

Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), foi solto na noite desta sexta-feira (10) do Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste do Rio. Ele seguiu para prisão domiciliar.

Queiroz deixou o complexo por volta das 21h20, com uma tornozeleira eletrônica. Em nota, a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) informou que aguarda o comparecimento da mulher do ex-assessor em sua Coordenação de Patronato Magarinos Torres, para que ela também receba uma tornozeleira.

Habeas corpus

O benefício da prisão domiciliar foi concedido após uma decisão do ministro João Otávio Noronha, presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), na quinta-feira (9).

Uma das filhas dele deixou uma mensagem emocionada avisando que ia buscar o pai no Complexo Penitenciário de Gericinó.

"Estou indo te buscar, meu pai! E você vai ter o abraço de todos os seus filhos que estão cheios de saudades e tanto te amam e sabem o homem incrível que você é!", disse a filha na mensagem.

Operação Anjo

Queiroz está preso desde 18 de junho, quando a Polícia Federal deflagrou a Operação Anjo.

A defesa afirma que o ex-assessor está fazendo um tratamento contra um câncer e usou como argumento o "atual estágio da pandemia do coronavírus". Os advogados disseram que Queiroz "é portador de câncer no cólon e recentemente se submeteu à cirurgia de próstata".

O benefício também contempla a mulher de Queiroz, Márcia Aguiar, cuja prisão foi determinada na operação e é considerada foragida. De acordo com a defesa, ela vai se apresentar.

Queiroz é alvo de investigação sobre o esquema das "rachadinhas" na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

Regras

Para a concessão da prisão domiciliar, a defesa teve que indicar o endereço onde o casal deve cumprir a prisão domiciliar. Será na Taquara, na Zona Oeste do Rio. Autoridades policiais terão acesso ao local sempre que for necessário. Também há a proibição de contato com terceiros, menos familiares próximos, profissionais de saúde e advogados.

Foi determinado o desligamento das linhas telefônicas fixas e a entrega de todos os telefones móveis, assim como computadores, laptops e tablets.

A medida foi tomada porque, de acordo com a investigação, havia uma interferência de Queiroz nas investigações.

Relembre o caso

Queiroz foi preso em Atibaia, no interior de São Paulo, cidade a 80 km da capital. A casa onde ele estava pertence a Frederick Wassef, então advogado da família Bolsonaro.

Ao ser preso, Queiroz disse que estava "muito doente". O caseiro afirmou que ele estava no local havia mais de um ano.

As autoridades suspeitam que Queiroz recebia parte do salário pago pela Alerj a funcionários do gabinete de Flávio Bolsonaro, quando o senador era deputado estadual. Flávio nega a acusação.

Por Thiago Brandão, TV Globo