sexta-feira, 21 de agosto de 2020

MPF afirma que avião da FAB levou garimpeiros ilegais do Pará a Brasília para encontro com ministro do Meio Ambiente


Pela lei brasileira, toda mineração dentro de terras indígenas é ilegal, portanto, necessariamente comete crime quem admite ser garimpeiro em terras indígenas.

O Ministério Público Federal (MPF) abriu um inquérito para investigar o uso irregular de aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB) para transportar garimpeiros do Pará até Brasília. A apuração foi instaurada na quinta-feira (20/8) no município de Itaituba (PA).

De acordo com o órgão, no início de agosto, a FAB enviou aeronaves para Jacareacanga, no extremo sudoeste do Pará, próximo à divisa do Pará com Mato Grosso. O objetivo era atender solicitação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) de apoiar uma operação de combate a crimes ambientais, sobretudo garimpo ilegal, dentro das terras indígenas Munduruku e Sai Cinza.

A operação acabou sendo cancelada pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e uma das aeronaves serviu para transportar mineradores ilegais até Brasília. Para o MPF, a situação pode configurar improbidade administrativa por desvio de finalidade.

INSS adia para setembro retomada do atendimento presencial em agências

Agência do INSS de Petrolândia/PE divulga processo de seleção para ...
Foto: Assis Ramalho/Arquivo BlogAR

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) adiou para setembro a retomada do atendimento presencial em suas agências. A data ainda não foi definida e poderá ser anunciada ainda nesta sexta-feira (21).

A reabertura estava prevista para a próxima segunda-feira (24). A suspensão do atendimento nas unidades ocorreu em março em razão da pandemia de covid-19 e, desde então, o INSS e a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia vem prorrogando o atendimento remoto aos segurados e beneficiários.

O cidadão que tiver necessidade de acessar os serviços do INSS continua podendo recorrer aos canais remotos, o aplicativo Meu INSS e a Central 135. Segundo o INSS, essas formas de atendimento continuarão sendo utilizadas mesmo após a reabertura das agências e serão adotadas medidas para simplificação dos procedimentos e a ampliação do prazo para cumprir exigências.

Governo confirma prorrogação de corte de jornada e salário e diz que lançará Renda Brasil na terça


O ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou nesta sexta-feira (21) que o programa de suspensão de contratos de trabalho e corte de jornada e salário vai ser prorrogado por mais dois meses.

Para ele, esse foi o programa mais efetivo elaborado durante a pandemia em termos de gastos e que a extensão servirá para manter empregos enquanto a economia se recupera.

"[Foi possível] preservar 16 milhões de empregos gastando R$ 20 bilhões e pouco. O programa tem tanto sucesso que vamos estender por mais dois meses justamente para continuar preservando esses empregos enquanto a economia faz essa volta em V", disse.

O programa que visa evitar demissões em massa durante a pandemia da Covid-19 foi criado em 1º de abril. Quando o programa foi criado, a ideia era que a suspensão de contrato fosse válida por até dois meses.

A ampliação do prazo do programa já foi feita uma vez anteriormente. Em julho, Bolsonaro publicou um decreto permitindo que os acordos tenham validade por até 120 dias. Esse é o período máximo, portanto, atualmente em vigor.

Até esta quarta-feira, mais de 16,3 milhões de acordos de redução de jornada e suspensão temporária de contratos foram assinados.

Segundo os técnicos, não será preciso aumentar o orçamento do programa para a prorrogação. O ministro afirmou que o governo vai anunciar mais medidas na próxima terça-feira. Segundo ele, serão lançados os programas da carteira de trabalho Verde e Amarela, voltada ao mercado de trabalho, e do chamado Renda Brasil (expansão do Bolsa Família).

Por Folhapress

Pré-candidatos de Carnaubeira da Penha, Itaíba, Tupanatinga, Mirandiba e Araripina devem observar normas de prevenção ao novo coronavírus


Para que pretensos candidatos às Eleições 2020 cumpram os decretos estaduais e municipais de prevenção a pandemia do novo coronavírus, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) vem expedindo, ao longo dos últimos meses, diversas recomendações. Desta vez, por meio das Promotorias Eleitorais da Zonas 143ª (Itaíba e Tupanatinga) 84ª (Araripina), e também através da Promotoria de Justiça de Mirandiba, o MPPE recomendou aos pretensos candidatos de Itaíba, Tupanatinga, Mirandiba e Carnaubeira da Penha que cumpram os decretos estaduais e municipais de prevenção ao novo coronavírus e não realizem carreatas, aglomerações e reuniões em vias públicas.

Conforme determinado pela Lei Estadual de nº 16.918, de 18 de junho de 2020, todos aqueles indivíduos que tenham que sair de suas residências e circular pelas vias públicas para exercer suas atividades ou adquirir serviços e produtos essenciais devem utilizar a proteção facial (mesmo que artesanal).

Embora a Lei Federal n.º 14.019/2020 tenha retirado a obrigatoriedade do uso da proteção facial em algumas situações, o MPPE lembra que prevalece o conjunto de medidas que é mais protetivo à saúde.

Dessa forma, o MPPE recomendou que as prefeituras de Itaíba, Tupanatinga, Mirandiba, Carnaubeira da Penha e Araripina reúnam, em conjunto com a Vigilância Sanitária, uma equipe para orientar, fiscalizar e multar cidadãos que não estiverem cumprindo as normas sanitárias de utilização da proteção facial e acerca da proibição das aglomerações em vias públicas.

A gestão desses municípios deve ainda providenciar carros de som para informar a população sobre essas medidas. Caso persistam a recusa do uso da proteção facial e o estímulo às aglomerações, a Polícia Militar também poderá atuar conduzindo os infratores à Delegacia para apuração dos procedimentos policiais pertinentes.

As Recomendações Eleitorais nº 01/2020 (Itaíba) e nº 02/2020 (Tupanatinga) foram publicadas na íntegra no Diário Oficial Eletrônico do MPPE de 14 de agosto. Já a recomendação de Mirandiba e Carnaubeira da Penha foram e a Recomendação Eleitoral de Araripina foram publicadas na edição da última quinta-feira (21/08).

Ministério Público de Pernambuco (MPPE)

Petrolândia: Vereador Silvio Rogério, preocupado com adutora que deveria já estar atendendo os moradores dos mandantes, faz apelo ao Governo do Estado, via COMPESA

Vereador Silvio Rogério, preocupado com adutora que deveria já estar atendendo os moradores dos mandantes, envia ofício ao Governo do Estado, via COMPESA - Veja íntegra abaixo

Ofício Gab. SD Nº 010/2020

Ilustríssimo Senhor Presidente da Compesa - Recife (PE)

Com as minhas cordiais saudações, venho por intermédio do presente pleitear alguns esclarecimentos pertinentes a situação abaixo descrita:

Ocorre que, considerando a eminência da pavimentação da Agrovila 05 do Projeto Icó-Mandantes, e ora considerando também a existência de um projeto Hídrico saído da transposição que beneficiará as Agrovilas 04, 05 e 06, pertencente ao projeto acima referido, cabe salientar que houve uma contrapartida da Prefeitura Municipal no tocante ao início da instalação com recursos próprios.

No entanto, urge salientar que não houve nenhuma iniciativa por parte do estado, através dessa egrégia empresa, o que nos faz questionar se já existe uma previsão plausível, para execução da referida obra, uma vez que a comunidade alí inserida, vem sofrendo sérias consequências com a inegistência de qualidade e quantidade de água para o consumo humano e animal, bem como, para dar andamento as suas atividades rurais.

Desta forma, uma vez sabedores que a Constituição assegura o Direito a essa prestação de serviços com qualidade e eficácia, aguardo uma resposta ao referido pleito, com a máxima brevidade possível.

Sem mais, subscrevo-me,

Silvio Rogerio da Silva
Vereador SD

Após quatro meses de demissões, Brasil cria 131 mil vagas formais de emprego em julho


O Brasil voltou a gerar empregos com carteira assinada em julho, quando o saldo líquido somou 131.010 vagas abertas, informou nesta sexta-feira (21) o Ministério da Economia.

No mês passado, foram contratados 1.043.650 trabalhadores formais, e demitidos 912.640.

A programação inicial do governo era de que o resultado seria publicado somente na quinta-feira da semana que vem (27), mas a divulgação foi antecipada pela área econômica.

A evolução positiva do emprego formal se dá após quatro meses de queda, segundo números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

De acordo com dados oficiais, esse também foi o melhor resultado, para este mês, desde 2012, quando foram contratados 142.496 trabalhadores com carteira assinada. Ou seja, foi o melhor julho em oito anos.

No acumulado dos sete primeiros meses deste ano, ainda segundo informações do Ministério da Economia, as demissões superaram as contratações em 1,092 milhão de empregos formais.

As demissões refletem o impacto da pandemia do novo coronavírus no mercado de trabalho brasileiro, que está empurrando a economia mundial para uma forte recessão. No Brasil, estimativa mais recente dos economistas dos bancos é de uma queda de 5,5% para o Produto Interno Bruto (PIB) neste ano.

Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, participou do início da transmissão pela internet em que representantes do governo comentaram os dados do Caged. Ele classificou o resultado de julho de "extraordinário" e disse que ele mostra que o Brasil está retomando o crescimento.

“Isso é uma notícia extraordinária, depois de três meses de destruição líquida de emprego. E aumentamos o ritmo de criação de emprego na economia”, afirmou.

Segundo o ministro, os dados confirmam a hipótese do governo de que o PIB do Brasil não iria cair tanto quando o estimado por bancos e organismos internacionais, e que a retomada do crescimento no país será em “v”, mas com um retorno de crescimento mais lendo porém seguro.

Setores da economia

A movimentação das vagas de empregos nos diferentes setores da economia em julho foi a seguinte:

Por região

Segundo o Ministério da Economia, as cinco regiões do país registraram contratações em julho.

Por estado, as maiores contratações foram em São Paulo, com 22.967 novas vagas; Minas Gerais (+15.843) e Santa Catarina (+10.044).

Por outro lado, o saldo de Rio de Janeiro, Sergipe e Amapá foi de demissões: 6.658 (Rio); 804 (Sergipe); e 142 (Amapá).

Por G1

Bolsonaro anuncia concurso da PF com 2 mil vagas


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), divulgou, nesta quinta-feira (20), durante live realizada nas redes sociais, a autorização do concurso da Polícia Federal (PF), com um total de 2 mil vagas.

Veja vídeo abaixo

Paulo Câmara autoriza comercialização de derivados de leite pernambucanos para todo o País

 

O governador Paulo Câmara entregou, nesta sexta-feira (21.08), o “Selo Arte” aos primeiros quatro produtores artesanais pernambucanos de queijo coalho, queijo manteiga, manteiga de garrafa e doce de leite. Pernambuco é o primeiro Estado do Nordeste a conceder o certificado, que atesta a conformidade dos produtos com as boas práticas agropecuárias e de fabricação, possibilitando o comércio nacional, a agregação de valor e o aumento de renda dos produtores. A solenidade, realizada por videoconferência, contou com a participação do presidente da Adagro, Paulo Roberto Lima.

“Em um momento de restrição financeira como este, temos que priorizar aquilo que pode fazer a diferença em Pernambuco. O selo é um reconhecimento do trabalho desse setor e da sua relevância para a nossa economia. Através dele, nossa meta é continuar dando oportunidades para que esses produtores possam avançar e ter melhores condições de trabalho”, afirmou Paulo Câmara.

Os primeiros estabelecimentos a receber a certificação são o laticínio Polilac, de Garanhuns; laticínio São José, do município da Pedra; laticínio Mulungu, de Jupi; e a Rancho Alegre produtos lácteos, de Pesqueira. Os quatro estabelecimentos, juntos, conseguem processar mais de 20 mil litros de leite por dia.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Agrário, Dilson Peixoto, anteriormente, para conseguir vender um produto de um Estado para outro era necessário um selo federal, e as exigências eram muito grandes. “A partir de agora, quando a Adagro analisa as condições, se tudo estiver de acordo com os parâmetros definidos eles certificam e, ao receber o Selo Arte, aquele produto pode ser vendido sem nenhuma burocracia em qualquer unidade da Federação, fator que contribui para o desenvolvimento do setor”, explicou.

A regulamentação da emissão do selo ocorreu por meio de uma portaria da Secretaria de Desenvolvimento Agrário, que delegou à Adagro, em julho passado, a competência para concessão do Selo Arte aos produtos artesanais derivados de leite. Apesar da possibilidade de o mesmo certificado ser concedido também a embutidos, mel e pescados, inicialmente serão contemplados apenas os derivados lácteos, que já tiveram a instrução normativa publicada pelo Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Assessoria do governador

No Nordeste, Bolsonaro diz que Auxílio Emergencial 'vai ser até dezembro (vídeo)

Sem máscara, o presidente Jair Bolsonaro cumprimenta apoiadores em Mossoró (RN)

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira (21) que o Auxílio Emergencial será prorrogado até dezembro. Ele não disse qual será o valor. O benefício paga, desde abril, R$ 600 mensais aos trabalhadores informais e desempregados em razão da pandemia do coronavírus. A última parcela, para os trabalhadores que fazem parte do programa Bolsa Família, termina de ser paga no final deste mês.

"O Auxílio Emergencial foi bem-vindo, mas ele custa R$ 50 bi de reais, e infelizmente não pode ser definitivo, mas vamos continuar com ele, mesmo com valores diferentes, até que a economia possa pegar em nosso país", disse durante o discurso.


A declaração foi provocada por uma apoiadora durante evento no Rio Grande do Norte. Ela sugeriu a prorrogação do benefício e ele respondeu: "Até dezembro, só não sei o valor".

Bolsonaro disse ainda que, por causa do benefício custar R$ 50 bilhões por mês, "não pode ser eterno".

Visita ao Rio Grande do Norte


Essa foi a terceira viagem do presidente a estados do Nordeste em menos de 1 mês. Ele esteve no dia 30 de julho na Bahia e, no último dia 17, em Sergipe.

A agenda de Bolsonaro começou por volta das 11h em Mossoró, com a entrega de 300 casas populares. Depois, em Apanguaçu, foram anunciadas obras de dessalinização e ampliação de acesso à internet. Também foram entregues títulos de domínio de assentamento a produtores rurais.

Elogio a parlamentares por manutenção de veto

Durante o evento, Jair Bolsonaro agradeceu aos deputados que votaram pela manutenção do veto à concessão, até 2021, de reajuste salarias a servidores públicos que estão na linha de frente no combate ao coronavírus.

“Ali (Câmara Federal) tinham várias correntes mas entre as várias, a maioria passou a marchar do nosso lado. Como os parlamentares que temos aqui que foram muito valorosos na manutenção do veto no dia de ontem, que podia complicar o Brasil na questão econômica. Meus agradecimentos a todos os parlamentares do Rio Grande do Norte por este voto corajoso no dia de ontem”.

Por G1 RN
Vídeos: Canal You-Tub  Foco do Brasil e Uol

PF formaliza autorização para cidadão comprar até 4 armas


A Polícia Federal informou nesta sexta-feira (21) que formalizou a autorização para que o cidadão possa comprar até quatro armas. Cabe à PF expedir o registro de arma de fogo.

A autorização para aquisição de até 4 armas estava prevista em decreto do governo, publicado em 2019.

No entanto, conforme a corporação, a publicação da Instrução Normativa era necessária para que a própria PF se adequasse ao decreto. A IN-174 revoga a IN-131, que previa limite de duas armas e estava em vigor desde 2018.

Segundo a PF, a corporação já vinha, desde o decreto de 2019, concedendo o registro de até quatro armas. Mas a Instrução Normativa 174 organiza o processo e prevê itens novos na concessão, o que a PF chamou de "desburocratização".

A instrução também autoriza treinamento mensal a quem tiver arma de fogo, "com a possibilidade de utilização do armamento pessoal". Antes, eram seis meses para o treinamento.

De acordo com a PF, a IN-174 entrou em vigor nesta quinta-feira (20) por meio da publicação no Boletim de Serviço, interno do órgão, e não é necessária a publicação no "Diário Oficial da União".

O que diz a IN-174?


De acordo com a Polícia Federal, a Instrução Normativa prevê:

Autorização para aquisição de até quatro armas de uso permitido;
Ampliação do prazo de validade do registro para 10 anos;
Fim da exigência de documentos já existentes em sistemas da PF;
Acompanhamento pela internet de todo o processo de aquisição, registro e porte de armas;
Magistrados e membros do MP passarão a ter a aptidão psicológica e a capacidade técnica atestadas pelas próprias instituições;
Policiais penais passarão a ter as mesmas prerrogativas dos demais policiais;
Autorização de treinamento mensal aos cidadãos que possuem arma de fogo, com a possibilidade de utilização do armamento pessoal.

Segundo a PF, os seguintes itens foram incluídos na IN-174, mas não estavam previstos no decreto:

Fim da exigência de documentos já existentes em sistemas da PF;
Magistrados e membros do MP passarão a ter a aptidão psicológica e a capacidade técnica atestadas pelas próprias instituições;
Autorização de treinamento mensal aos cidadãos que possuem arma de fogo, com a possibilidade de utilização do armamento pessoal.

No primeiro semestre deste ano, a Polícia Federal registrou 74 mil novas armas no país (mais da metade foi comprada por cidadãos comuns). Em todo o ano passado, foram registradas pela PF 90 mil novas armas de fogo; em 2018, 50 mil.

O direito ao porte é a autorização para transportar a arma fora de casa. É diferente da posse, que só permite manter a arma dentro de casa.

Política de controle de armas

Para o advogado e analista de segurança pública Ivan Marques, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, a Instrução Normativa não faz "grandes alterações" na política de controle de armas, mas faz "modificações importantes que impactam na prática", aumentando o número de armas em circulação.

Na opinião de Marques, uma das principais mudanças é o treino de tiro todo mês. "No limite, não seria ruim pensar que a pessoa que tem a arma em casa precisa treinar para evitar acidentes e tragédias, mas isso gera um impacto real na segurança pública. Significa que vão ter mais pessoas armadas nas ruas, o que pode gerar acidentes e causalidades", declarou.

Para o especialista, outro ponto "importante" é a alteração da validade do registro, para 10 anos. "Isso é bastante grave. [...] Do ponto de vista da segurança pública, você não garante que uma pessoa em um espaço tão longo de tempo não sofreu nenhuma alteração psicológica ou problemas de saúde que a tornem inábil no manuseio de arma de fogo", afirmou.

"A legislação foi pensada para que a PF seja o órgão controlador de categorias que podem andar armadas, como magistrados, promotores e policiais. Quem atestaria a capacidade seria a PF. Essa instrução passa a responsabilidade para os próprios órgãos de origem desses servidores. A própria magistratura que vai aferir a capacidade dos seus magistrados. Promove um corporativismo", completou.

Assassinatos crescem no 1º semestre

O Brasil registrou alta de 6% nos assassinatos no primeiro semestre deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado. O resultado consta do índice nacional de homicídios criado pelo G1, com base nos dados oficiais dos 26 estados e do Distrito Federal.

Ao todo, nos primeiros seis meses deste ano, foram registradas 22.680 mortes violentas, contra 21.357 no mesmo período do ano passado. Portanto, 1.323 mortes a mais.

O aumento das mortes acontece mesmo durante a pandemia do novo coronavírus, que fez com que estados adotassem diversas medidas de isolamento social. Assim, houve alta na violência mesmo com menos pessoas nas ruas.

'Colocar gasolina em incêndio'

Segundo Ivan Marques, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, "mais de 70% dos homicídios" são cometidos com arma de fogo. Diante disso, para ele, facilitar o acesso a armas é como "colocar gasolina em um incêndio".

"A partir do momento que facilita o acesso a arma e munição, você incrementa a capacidade de homicidas terem acesso ao seu instrumento de ação favorito. No país onde voltam a crescer os homicídios, você, ao mesmo tempo, liberar ou facilitar o acesso a arma é colocar gasolina em um incêndio que só está aumentando", afirmou.

"O Brasil tem um problema grave na relação com armas, sejam elas lícitas ou ilícitas. No fim das contas, com mais armas, você facilita ainda mais as condições para que homicídios aconteçam. Não me parece que essa seja uma medida eficiente", acrescentou.

Por Gabriel Palma e Clara Velasco, TV Globo e G1 — Brasília e São Paulo

Petrolândia: O que será? Central de Adubos anuncia novidade para este sábado


Vem ai uma GRANDE parceria para a @centraldeadubos Confira em nossas redes sociais a partir deste sábado. Qual será o segredo que @mano_walter tem para contar? 

Aguarde... é amanhã! 

CENTRAL DE ADUBOS
A Central de Adubos completa 10 anos de atividades e, como maior loja de produtos agropecuários do Vale São Francisco, a comemoração vai ser grandiosa. Os clientes das lojas Central de Adubos vão concorrer a 10 veículos (confira o regulamento nas lojas).

A maior promoção da história da Central de Adubos já começou. Compre os melhores produtos pelos menores preços e ganhe cupons para concorrer ao sorteio de 09 automóveis Renault Kwid e 01 picape Toyota Hilux. Promoção assim é show, papai! E só Central de Adubos faz.

A Central de Adubos está presente com 7 lojas, nas cidades de Petrolina e Petrolândia, em Pernambuco, Juazeiro, João Dourado e Irecê, na Bahia, e em Itabaiana, Sergipe.

Considerada multi-especialista do campo, especializada em Adubos, Implementos, Defensivos Agrícolas, Material para Irrigação entre outros, a Central de Adubos apresenta aos seus clientes a maior variedade de produtos, são mais de 80 mil itens divididos em diversos departamentos.

Saiba mais no site Central de Adubos.

Certificado de Autorização SECAP/MF N° 06.007842/2020

Consulte sempre um engenheiro agrônomo.

Blog de Assis Ramalho
Com informações da Central de Adubos





Boletim desta sexta [21/0/08]: Com mais 1.072 casos e 32 óbitos, Pernambuco soma 7.335 mortes pela Covid-19



Foram confirmados, nesta sexta-feira (21), 1.072 novos casos e 32 óbitos pela Covid-19 em Pernambuco. Com isso, o estado passou a totalizar 117.431 confirmações de pessoas infectadas e 7.335 mortes de pacientes infectados pelo novo coronavírus.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), 53 dos 1.072 casos são de Síndrome Respiratória Aguda Grave. Os outros 1.019 são considerados leves. Segundo o estado, isso significa que os pacientes não foram internados, estão em fase final da doença ou já estão curados.
Com esse acréscimo, o estado passa a ter 25.067 casos graves e 92.364 casos leves confirmados pela SES.

Em relação aos óbitos, 13 das 32 confirmações feitas nesta sexta (21) foram de mortes ocorridas nos últimos três dias, sendo cinco registradas na quinta (20), cinco na quarta (19) e três na terça (18). As outras 19 mortes ocorreram entre os dias 20 de junho e 17 de agosto.

Outros detalhes epidemiológicos devem ser informados ainda nesta sexta (21).

Por G1 PE

Vacinação no Brasil deve começar em janeiro e produção local em abril, diz Saúde

Frasco com potencial vacina contra Covid-19

O contrato que vai permitir o início da produção no Brasil da vacina da Oxford contra a Covid-19 deve ser assinado na primeira semana de setembro, segundo o secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde, Hélio Angotti Neto.

O acordo prevê a entrega à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) dos insumos e das técnicas utilizadas para produção da vacina. A primeira leva de vacinação deverá ser disponibilizada em janeiro, desde que devidamente aprovada pela Agencia Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“A Anvisa tem ajudado muito o Ministério da Saúde, tem dado celeridade aos processos e acompanhado de forma intensiva todas essas propostas de vacinas. Esperamos que, a partir de abril do ano que vem, a Fiocruz já tenha capacidade de produção interna da vacina", explicou Hélio Angotti em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (20).

As negociações entre a Fiocruz e a AstraZeneca, farmacêutica europeia parceria da universidade no projeto, se intensificaram a partir de julho, quando o Brasil assinou um memorando de entendimento, uma espécie de pré-contrato, para possibilitar a produção de 100 milhões de doses da imunização no Brasil.

Neste mês, o presidente Jair Bolsonaro assinou uma medida provisória liberando R$ 1,9 bilhão para cobrir os custos decorrentes do acordo. Além das 100 milhões de doses, o Ministério da Saúde conta com a transferência de tecnologia para possibilitar a produção doméstica. A expectativa, de acordo com o secretário, é de que até abril de 2021 o Brasil seja capaz de produzir sozinho as doses.

Primeiros imunizados

Segundo o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco, a pasta ainda não definiu quais serão os primeiros grupos a receber as doses iniciais da vacina. Franco destacou que novas informações devem surgir a partir dos estudos realizados pelas vacinas em teste no Brasil.

"Baseado nesses testes, no acompanhamento das evidências e das indicações, esses grupos prioritários serão definidos. Nós temos que verificar a capacidade imunológica para cada faixa etária, características genéticas da nossa população, para que possamos, então, definir", afirmou.

O secretário-executivo anunciou a criação de um grupo de trabalho para auxiliar o ministério no desenvolvimento e implementação da vacina no país. De acordo com ele, fazem parte do do grupo representantes da comunidade científica e dos conselhos federais de Medicina e de Farmácia.

“Para que sejam definidos esses públicos prioritários para serem imunizados com a vacina, de acordo com a disponibilidade e o calendário", acrescentou. Elcio Franco ainda afirmou que o Ministério da Saúde não focará apenas na vacina acordada com a AstraZeneca. “Vamos trabalhar com qualquer outra que seja efetiva”, disse.

Sobre novos pedidos de testes no Brasil, Hélio Angiotti afirmou que, até o momento, a pasta recebeu 13 protocolos. Os pedidos, segundo ele, incluem vacinas e ensaios científicos. Angiotti ressaltou que quatro protocolos são voltados para os testes de fase 3 em vacinas. Ainda segundo ele, apenas uma delas foi "questionada”.

Saúde indígena

O secretário especial de Saúde Indígena, Rodrigo Santana, anunciou que o Ministério da Saúde, em parceria com o Ministério das Comunicações, vai iniciar a implantação de polos de conexão Wi-Fi em Distritos Sanitários Indígenas e “em aldeias de todo Brasil”.

Segundo ele, a iniciativa deve possibilitar o acesso em 438 polos com velocidade de 10 megas. A instalação das antenas e a implantação do projeto deve começar em setembro e ser finalizada em até três meses.

O projeto pretende facilitar o acesso e a comunicação de profissionais da saúde em áreas isoladas do Brasil.

Santana ainda detalhou as ações de combate à covid-19 executadas pelo Ministério da Saúde em parceria com o Ministério da Defesa.

Segundo ele, a Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) realizou 1.229 atendimentos na região de Aquidauana (MS) e 5.364 na região de Xavante (MT).

Em resposta ao ingresso de médicos em aldeias indígenas, o secretário-executivo da pasta afirmou: “Precisamos de regras para entrar em terras indígenas”.

“Qualquer organismo que queira colaborar será muito bem-vinda a ajuda, agora cabe também dizer que o médico que queira exercer a medicina no Brasil precisa ter uma autorização. Os organismos que queiram colaborar têm que cumprir com as normas”, completou.

Por CNN Brasil

Petrolândia: Hoje tem preventivo com a Enfermeira Joane Barboza na Petroclínica; consultas com horário marcado

A Petroclínica, situada na na Rua José Benedito da Silva (Por trás da Eletroléo), informa que nesta sexta-feira (21/08) haverá preventivo com a Enfermeira Joane Barboza

A Petroclínica respeita você e sua saúde!! Consultas com horário marcado para sua segurança e conforto ! Agende já a sua!

Fones : 87 3851-2333 / 87 998050774

Obs: Para que não haja aglomerações, traga acompanhante somente em casos de extrema necessidade. CONTAMOS COM A COLABORAÇÃO DE TODOS.

(Fotos e vídeos) Bolsonaro chega ao Rio Grande do Norte para 3ª visita ao Nordeste em menos de 1 mês

Jair Bolsonaro chega ao Rio Grande do Norte — Foto: Isaiana Santos/Inter TV Costa Branca


Apoiadores de Bolsonaro se aglomeraram no Aeroporto de Mossoró à espera do presidente — Foto: Isaiana Santos/Inter TV Costa Branca
Bolsonaro deixou o aeroporto em direção ao residencial Mossoró por volta das 9h50 — Foto: Isaiana Santos/Inter TV Costa Branca


O presidente Jair Bolsonaro cumpre agenda no Rio Grande do Norte nesta sexta-feira (21). Ele desembarcou no Aeroporto de Mossoró por volta das 9h10. Essa é a primeira vez que ele visita o RN desde que foi eleito e é também a terceira visita do presidente a Estados do Nordeste em menos de um mês. Ele esteve na Bahia em 30 de julho e em Sergipe na última segunda (17).


No RN, Bolsonaro cumpre agenda em Mossoró e Ipanguaçu. Apoiadores do presidente se aglomeravam no Aeroporto de Mossoró desde às 7h à espera dele. Sem máscara, Bolsonaro se aproximou e cumprimentou os apoiadores.

O uso de máscaras é obrigatório no Rio Grande do Norte desde maio por causa da pandemia do coronavírus.

Agenda

Em Mossoró está prevista a entrega de 300 unidades habitacionais no residencial que leva o mesmo nome da cidade e contou com investimentos de R$ 18,3 milhões do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

Já em Ipanguaçu, haverá a entrega simbólica de 23 sistemas dessalinizadores do Programa Água Doce, além do anúncio de ampliação de crédito para a carcinicultura. Na Comunidade Angélica, na zona rural, as autoridades acompanham a perfuração de um poço, executada pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs/MDR).


Bolsonaro chega no RN recebido por sanfoneiro

Estão previstas ainda a entrega de Títulos de Domínio para 1.060 famílias de agricultores assentados de 13 municípios; a emissão de 750 contratos de crédito para famílias beneficiárias da reforma agrária; a autorização do início de obras para a construção de uma adutora e um reservatório e a recuperação de estradas vicinais.

Bolsonaro viajou ao RN acompanhado dos ministros do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho; das Comunicações, Fábio Faria; e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina.


Por Fernanda Zauli e Isaiana Santos, G1 RN e Inter TV Costa Branca

Vídeos
Blog Gustavo Negreiros
Território Livre
Poder 360

Confira cotação de preços da cebola no Vale do São Francisco nesta sexta (21/08)


A cebola comercializada nesta sexta (21/08) no Vale do São Francisco, tem nova queda de preços, já são algumas semanas consecutivas que a cebola é comercializada em baixa, devido a grande quantidade do produto.

Nessa sexta (21/08) a cebola amarela está sendo comercializada na média de R$ 20 reais, e a roxa na média de R$ 30, o saco com 20kg.

Por Didi Galvão

Homem é preso com uma tonelada de maconha no Sertão de Alagoas

PRF apreende uma tonelada de maconha no Sertão alagoano — Foto: PRF

Um homem foi preso carregando uma tonelada de maconha em um caminhão, em Canapi, Sertão de Alagoas. De com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a droga estava escondida em uma carga de fubá de milho e seria levada para São José da Coroa Grande, Pernambuco.

Com o suspeito, foram encontrados 1.159 tabletes de maconha. Os policiais encontraram também comprimidos de nobésio, conhecido como “rebite”, um comprimido para tratamento de perda de peso que tem a venda proibida pela Anvisa.

Ao ser questionado sobre a origem da mercadoria ilícita, o homem, de 35 anos, disse apenas que a droga estava vindo de Faxinal, Paraná.

O homem foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Batalha. Ele vai responder pelo crime de tráfico de drogas.

Por G1 AL

Johnson & Johnson testará vacina em 60 mil voluntários

vacina, Moderna, imagem ilustrativa

A Johnson & Johnson pretende testar sua vacina experimental contra o novo coronavírus em até 60 mil voluntários, em um ensaio clínico em estágio final previsto para começar em setembro, de acordo com banco de dados de ensaios clínicos do governo dos Estados Unidos (EUA).

O teste será conduzido em cerca de 180 locais nos EUA e em outros países, incluindo o Brasil e o México, de acordo com a informação publicada no clinictrials.gov.

"Podemos confirmar que o planejamento e o recrutamento estão em andamento para nosso programa de Fase 3, que está sujeito aos dados provisórios dos testes das fases 1 e 2 e à aprovação dos reguladores", disse um porta-voz da Johnson & Johnson. "Nosso programa de Fase 3 pretende ser o mais robusto possível, pode incluir até 60 mil participantes e será conduzido em locais com altas taxas de incidência”, acrescentou.

No caso do Brasil, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já autorizou a realização de testes clínicos em estágio avançado com a potencial vacina contra a covid-19 desenvolvida pela Janssen, a unidade farmacêutica da Johnson & Johnson.

De acordo com a Anvisa, os testes no Brasil serão feitos com 7 mil voluntários distribuídos nos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Paraná, Minas Gerais, Bahia e Rio Grande do Norte.

O porta-voz da J&J disse que a empresa está usando dados epidemiológicos para decidir onde os estudos devem ser realizados, e tomará uma decisão em breve. O ensaio de Fase 3 provavelmente será encerrado no fim de setembro, com as primeiras vacinas disponíveis para uso no início de 2021, afirmou.

Fabricantes de outras vacinas contra o novo coronavírus, como Moderna e Pfizer e Pfizer, estão considerando o recrutamento de até 30 mil voluntários para seus estudos de estágio final.

As ações da J&J subiram ligeiramente nessa quinta-feira (20), reduzindo as perdas iniciais, depois que o Wall Street Journal divulgou, pela primeira vez, o dimensionamento do teste.

A Reuters informou na semana passada que um projeto de vacina contra o novo coronavírus, do governo dos EUA, estava recrutando cientistas na África do Sul e na América Latina para ajudar a testar possíveis imunizantes em ensaios clínicos.

Por Agência Brasil

Gaúcha Julia Gama é eleita Miss Brasil 2020



O Brasil já tem sua representante para o Miss Universo. A modelo gaúcha Julia Gama foi eleita na noite desta quinta-feira (20) como a Miss Brasil 2020, recebendo faixa e coroa de Júlia Horta, Miss Brasil 2019. Por conta da pandemia de coronavírus, o anúncio foi feito em uma cerimônia simples, sem plateia, transmitida pelo Youtube.

A representante do país no Miss Universo foi indicada e escolhida por uma comissão formada por integrantes da Organização Miss Brasil, formado por Winston Ling, novo franqueado do concurso, Ricardo Godoy, o missólogo Roberto Macedo, além dos cineastas Débora Gobitta e Messina Neto.

Julia cursou até o terceiro ano de Engenharia Química pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Em 2014, foi eleita "Miss Mundo Brasil", representando o país no "Miss World". Ela também morou na China, onde se dedicou às causas sociais e investiu na carreira de atriz e modelo publicitária.

“Posso garantir que Julia tem grande potencial de ser a Miss Universo”, afirma Winston Ling, novo franqueado do concurso, por meio da assessoria. Ela é a grande aposta da comissão que definiu a Miss Brasil 2020. A data do Miss Universo está marcada par o primeiro trimestre de 2021, no Estados Unidos.

Por - Lucas Pasin
Yahoo Vida e Estilo

COVID-19 - Confira Boletim Epidemiológico de quinta-feira (20/08) dos municípios de Jatobá, Floresta, Belém do São Francisco, Manari, Inajá, Ibimirim e Paulo Afonso


Prefeitura Municipal de Jatobá

A Secretaria Municipal de saúde divulgou boletim do coronavírus desta quinta-feira (20), onde o município registrou mais um caso positivo e uma alta por cura clínica.

O caso positivo foi registrado na Aldeia Pankaiuká, já a alta se trata de uma pessoa do centro de Jatobá.



Prefeitura de Floresta/PE

Boletim Epidemiológico - 20/08
Nesta quinta-feira (20/08) três pacientes testaram positivo para a Covid-19. Todas do sexo feminino, uma delas encontra-se em internamento hospitalar em outro município. Nenhum caso recuperado, dois descartados e dois novos entraram em investigação.

Os bairros com casos confirmados são:

- Zona rural 26
- DNER 17
- Centro 33
- Santa Rosa 27
- AABB 03
- Caetano II 23
- Caetano I 13
- Caraibeiras 12
- Cohab 08

Se precisar sair de casa use máscara, a sua consciência é fundamental.

Prefeitura de Floresta/PE



Prefeitura Municipal de Belém do São Francisco

Boletim COVID- 19: confira os dados atualizados de Belém do São Francisco.

Nesta Quinta-feira (20) a Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de Saúde, registra vinte e oito casos SUSPEITOS para Covid-19 e DESCARTA dezessete casos, por meio da realização de Testes Rápidos.

Além disso, classifica como clinicamente RECUPERADOS seis casos confirmados anteriormente.
Esclarecemos a população que esta Secretaria está tomando todas as medidas cabíveis em relação aos cuidados com os familiares e pessoas que tiveram contato com os casos suspeitos/confirmados, através de monitoramento e orientações para o isolamento domiciliar.

Ressaltamos que a administração municipal está empenhada em conter o avanço da pandemia em nosso município. Por sua vez insiste para que toda a população respeite as medidas estabelecidas nos Decretos Municipais, que tem por objetivo resguardar a saúde de todos.

Prefeitura Municipal de Belém do São Francisco



Prefeitura de Manari

Boletim Epidemiológico de Manari dessa quinta-feira(20.08,2020).

Hoje registramos 2(dois) casos de pacientes com diagnóstico inicial de Síndrome Gripal, que foram testados positivos para Covid-19. 05(cinco) pessoas estão em isolamento domiciliar e não temos pacientes no hospital de campanha.

Se puder fique em casa, se precisar sair use máscara.

Prefeitura Municipal de Manari




Prefeitura Municipal de Inajá, através da Secretaria de Saúde informa o Boletim Epidemiológico dessa quinta-feira (20/08/2020) - confira acima





Prefeitura Municipal de Ibimirim, através da Secretaria de Saúde informa o Boletim Epidemiológico dessa quinta-feira (20/08/2020) - confira acima



Prefeitura Municipal de Paulo Afonso, através da Secretaria de Saúde informa o Boletim Epidemiológico dessa quinta-feira (20/08/2020) - confira abaixo

Da Redação do Blog de Assis Ramalho

Câmara dos Deputados mantém veto de Bolsonaro, e servidores públicos não terão reajuste salarial até o fim de 2021

A cúpula  maior, voltada para cima, abriga o Plenário da Câmara dos Deputados.

Por 165 votos contra o veto e 316 a favor, em sessão do Congresso Nacional, a Câmara dos Deputados manteve o veto presidencial a reajustes salariais de servidores públicos até 31 de dezembro de 2021.

A medida abrange categorias de servidores que atuam na linha de frente no combate ao novo coronavírus, como trabalhadores da educação, saúde e segurança pública, servidores de carreiras periciais, profissionais de limpeza urbana e de serviços funerários. O texto não previa reajuste automático, mas autorizava estados e municípios a fazê-lo com recursos próprios.

Ficam de fora da restrição os aumentos aprovados antes do estado de calamidade pública, como o concedido aos militares das Forças Armadas.

Na sessão do Congresso de ontem (19), senadores derrubaram o veto do presidente Jair Bolsonaro por 42 votos a 30. Para assegurar a derrubada de um veto é necessária maioria absoluta em ambas as Casas.

Durante a sessão, o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), voltou a defender a manutenção do veto. O parlamentar alegou que, enquanto servidores públicos continuam com salários integrais pagos em dia, o setor privado enfrenta uma série de dificuldades como perda de vagas de trabalho e redução de jornadas.

“A crise econômica não está acabando. Uma crise que já tirou mais de 100 mil vidas, que já tirou mais de 2 milhões de empregos, que já tirou a integralidade do salário de mais 9 milhões de brasileiros. A Câmara precisa dar uma resposta que, do meu ponto de vista, é defender a manutenção do veto”, argumentou. Antes da votação, Maia atuou na articulação com líderes partidários para garantir a votação necessária para manter o dispositivo.

Na manhã desta quinta, o presidente Jair Bolsonaro alegou que a derrubada do veto daria um prejuízo de R$ 120 bilhões ao país, e que a decisão do Congresso tornaria “impossível governar o país”.

Partidos de oposição tentaram adiar a votação do trecho para a próxima semana, alegando questões regimentais. De acordo com a deputada Perpétua Almeida (PCdoB – AC), houve o descumprimento de regimento do Congresso Nacional que obriga a convocação e publicação da pauta com antecedência mínima de 24 horas.
Despejo

Os deputados também mantiveram a derrubada de veto que proíbe o despejo de inquilinos. Dessa forma, fica mantido o texto que suspende, por até 30 de outubro deste ano, a concessão de liminares protocoladas até 20 de março para despejo de inquilinos por atraso de aluguel, fim do prazo de desocupação pactuado, demissão do locatário em contrato vinculado ao emprego ou permanência de sublocatário no imóvel.

A suspensão abrange os imóveis urbanos (comerciais e residenciais) e atinge todas as ações ajuizadas a partir de 20 de março, data em que foi reconhecido oficialmente o estado de calamidade no país. Esse trecho irá à promulgação.

Por Agência Brasil