sábado, 3 de abril de 2021

Morre de covid-19 quarta pessoa da mesma família em menos de um mês em Pernambuco

Da esquerda para a direita: os irmãos Aleff e Ademilson, a mãe deles, Áurea, e Adeílton — Foto: Família Ferreira/Arquivo Pessoal
Morreu na sexta-feira (2), vítima da Covid-19, o motorista Adeílton Ferreira, membro de uma família em que três pessoas já haviam falecido no intervalo de 23 dias por causa da doença, no mês passado. Além dele, morreram a mãe e dois irmãos, todos moradores de Macaparana, na Zona Norte de Pernambuco.
A primeira morte foi de Allef, de 25 anos, que aconteceu em 7 de março. No dia 20 do mesmo mês, faleceu o irmão dele, Ademilson, de 34 anos. Na terça-feira (30), morreu a mãe dos rapazes, Maria Áurea Oliveira, de 67 anos. Adeílton, de 39 anos, era o irmão mais velho.

"Ele estava internado no Hospital do Tricentenário [em Olinda], porque ficou com falta de ar e precisou ser intubado. O enterro deve acontecer às 15h", afirmou a esposa de Adeílton, Adriana Cleuza Ferreira.
O sepultamento de Adeílton ocorrerá no Cemitério Espaço Comum da Paz, em Macaparana. Distante 121 quilômetros da capital pernambucana, a cidade tem cerca de 25 mil habitantes e nenhuma UTI para Covid.

No município, até a sexta-feira (3), foram registrados 817 casos e 14 mortes.
Adeílton deixa, além da esposa, dois filhos, um de 15 anos e outro de 4. As mortes aconteceram sem que os parentes pudessem receber a informação sobre o outro, já que estavam todos intubados quando ocorreram os óbitos.

Segundo Adriana, o marido contraiu o novo coronavírus com a mãe, que dever te pego a doença com os outros dois filhos.

“Eles eram muito ligados. Um dia, a mãe, que deve ter pego a doença com os outros dois filhos, passou mal e meu marido foi prestar o socorro. Foi quando ele se infectou", disse.

Pandemia em Pernambuco
Pernambuco confirmou, neste sábado (3), mais 985 casos de Covid-19 e 54 novas mortes de pacientes que estavam com a doença. Com os novos registros, o total de pacientes infectados subiu para 354.982 e o de mortos, para 12.349. As primeiras confirmações ocorreram em março de 2020.
Por G1 PE




Botafogo lamenta morte de Agnaldo Timóteo: cantor pagou velório de Garrincha e invadiu campo após pênalti perdido (vídeo)


Morto neste sábado, aos 84 anos, em decorrência de complicações da Covid-19, o cantor Agnaldo Timóteo foi lembrado pelo Botafogo. O artista era torcedor fanático do alvinegro.

"Com muita dor, o Botafogo lamenta a morte de Agnaldo Timóteo, cantor e compositor brasileiro, botafoguense apaixonado. O Clube deseja conforto aos amigos e familiares neste momento difícil", escreveu o clube.

Um outro momento emblemático aconteceu no ano seguinte. Durante a partida válida pela Taça Brasil, entre Botafogo e Operário-MT, no Rio, o cantor e então deputado estadual invadiu o campo após o atacante Cláudio Adão perder um pênalti.


Inconformado, Agnaldo foi até o jogador e o advertiu pelo erro. O jogo foi paralisado enquanto o torcedor ilustre dava bronca em Adão. A derrota eliminou o time da competição.

Em entrevista ao programa "Conversa com o Bial", da TV Globo, Agnaldo brincou:

-O árbitro não podia me prender, pois eu era deputado - disse.

EXTRA-RJ

Adilson Ramos sobre a morte de Agnaldo Timóteo ''Não dá para expressar a dor que invade meu coração nesse momento''

 

"Não dá para expressar a dor que invade meu coração nesse momento, parte para o outro estágio não só uma das mais belas e potente voz do cancioneiro brasileiro, mas um amigo irmão pelo qual sempre tive muito carinho, apreço e admiração, um dos amigos mais próximos do mundo artístico. Sua falta será muito sentida por mim. Lá se vai Agnaldo Timóteo para junto do senhor, tenho certeza que será muito bem recebido, pois era um cara do bem.""

Adilson Ramos


VEJA TAMBÉM
Morre o cantor Agnaldo Timóteo, vítima da Covid-19


O cantor Agnaldo Timóteo, uma das vozes mais conhecidas da música romântica brasileira, não resistiu às complicações decorrentes da Covid-19 e morreu neste sábado (3) no Rio. Ele tinha 84 anos.

O cantor iniciou a carreira na década de 1960 e se consolidou com canções românticas. Na política, teve mandatos como deputado federal e vereador em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Agnaldo estava internado desde o dia 17 de março na UTI do Hospital Casa São Bernardo, na Zona Oeste do Rio. Médicos acreditam que o artista de 84 anos contraiu o coronavírus no intervalo entre a primeira e a segunda dose da vacina.

No último dia 27, Agnaldo precisou ser intubado para "ser tratado de forma mais segura" contra a doença, segundo a família.

"É com imenso pesar que comunicamos o FALECIMENTO do nosso querido e amado Agnaldo Timóteo. Agnaldo Timóteo não resistiu as complicações decorrentes do COVID-19 e faleceu hoje às 10:45 horas. Temos a convicção que Timóteo deu o seu Melhor para vencer essa batalha e a venceu! Agnaldo Timóteo viverá eternamente em nossos corações! A família agradece todo o apoio e profissionalismo da Rede Hospital Casa São Bernardo nessa batalha", disse a família, em nota.


Trajetória

Agnaldo Timóteo Pereira, mais conhecido como Agnaldo Timóteo, nasceu em Caratinga, no interior de Minas Gerais, em 16 de outubro de 1936.

Apaixonado por música desde cedo, se apresentava em circos itinerantes que chegavam à cidade.

Timóteo passou a cantar em programas de calouro em rádios de Caratinga, Governador Valadares e Belo Horizonte. Ele conciliava as apresentações com o trabalho de torneiro mecânico. Em Minas, interpretava canções de Cauby Peixoto e ficou conhecido como “Cauby mineiro”.

Na década de 1960, se mudou para o Rio de Janeiro atrás de oportunidades na música e começou a trabalhar como motorista da cantora Ângela Maria.

Timóteo gravou seu primeiro disco após indicação da cantora em 1961, mas demorou a estourar.


A projeção veio após participação no programa de Jair de Taumaturgo na TV Rio, quando ganhou todos os prêmios do programa e foi contratado pela gravadora EMI-Odeon.

Com o LP "Surge um Astro", emplacou o hit "Mamãe" (versão de "La Mamma", de Charles Aznavour) e passou a participar do programa “Jovem Guarda”. O início da carreira foi todo focado em versões de sucessos internacionais.

Com o álbum “Obrigado Querida”, lançado em 1967, alcançou o primeiro lugar nas gravadoras do país e seu primeiro grande hit foi “Meu grito”, canção de Roberto Carlos.

A partir de então, se consolida como cantor romântico e lança outros sucessos como “Ave-Maria”, “Verdes campos” e “A galeria do amor”. Agnaldo Timóteo gravou mais de 50 discos, alternando entre o romântico e o brega.


Agnaldo Timoteo - Mamãe, Estou Tão Feliz

Trajetória política

Timóteo iniciou sua atuação como político em 1982, quando foi eleito deputado federal no Rio de Janeiro pelo PDT.

Durante o mandato, brigou com Leonel Brizola e transferiu-se para o extinto PDS.

Candidatou-se ao governo do Estado em 1986, mas foi derrotado por Moreira Franco.

Foi reeleito deputado federal em 1994, e renunciou dois anos depois para assumir como vereador na cidade do Rio de Janeiro.

Em 2005, assumiu como vereador em São Paulo pelo Partido Progressista, e foi reeleito em 2008.

AGNALDO TIMÓTEO - MEU GRITO

G1



Morre o cantor Agnaldo Timóteo, vítima da Covid-19


O cantor Agnaldo Timóteo, uma das vozes mais conhecidas da música romântica brasileira, não resistiu às complicações decorrentes da Covid-19 e morreu neste sábado (3) no Rio. Ele tinha 84 anos.

O cantor iniciou a carreira na década de 1960 e se consolidou com canções românticas. Na política, teve mandatos como deputado federal e vereador em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Agnaldo estava internado desde o dia 17 de março na UTI do Hospital Casa São Bernardo, na Zona Oeste do Rio. Médicos acreditam que o artista de 84 anos contraiu o coronavírus no intervalo entre a primeira e a segunda dose da vacina.

No último dia 27, Agnaldo precisou ser intubado para "ser tratado de forma mais segura" contra a doença, segundo a família.

"É com imenso pesar que comunicamos o FALECIMENTO do nosso querido e amado Agnaldo Timóteo. Agnaldo Timóteo não resistiu as complicações decorrentes do COVID-19 e faleceu hoje às 10:45 horas. Temos a convicção que Timóteo deu o seu Melhor para vencer essa batalha e a venceu! Agnaldo Timóteo viverá eternamente em nossos corações! A família agradece todo o apoio e profissionalismo da Rede Hospital Casa São Bernardo nessa batalha", disse a família, em nota.


Trajetória

Agnaldo Timóteo Pereira, mais conhecido como Agnaldo Timóteo, nasceu em Caratinga, no interior de Minas Gerais, em 16 de outubro de 1936.

Apaixonado por música desde cedo, se apresentava em circos itinerantes que chegavam à cidade.

Timóteo passou a cantar em programas de calouro em rádios de Caratinga, Governador Valadares e Belo Horizonte. Ele conciliava as apresentações com o trabalho de torneiro mecânico. Em Minas, interpretava canções de Cauby Peixoto e ficou conhecido como “Cauby mineiro”.

Na década de 1960, se mudou para o Rio de Janeiro atrás de oportunidades na música e começou a trabalhar como motorista da cantora Ângela Maria.

Timóteo gravou seu primeiro disco após indicação da cantora em 1961, mas demorou a estourar.


A projeção veio após participação no programa de Jair de Taumaturgo na TV Rio, quando ganhou todos os prêmios do programa e foi contratado pela gravadora EMI-Odeon.

Com o LP "Surge um Astro", emplacou o hit "Mamãe" (versão de "La Mamma", de Charles Aznavour) e passou a participar do programa “Jovem Guarda”. O início da carreira foi todo focado em versões de sucessos internacionais.

Com o álbum “Obrigado Querida”, lançado em 1967, alcançou o primeiro lugar nas gravadoras do país e seu primeiro grande hit foi “Meu grito”, canção de Roberto Carlos.

A partir de então, se consolida como cantor romântico e lança outros sucessos como “Ave-Maria”, “Verdes campos” e “A galeria do amor”. Agnaldo Timóteo gravou mais de 50 discos, alternando entre o romântico e o brega.


Agnaldo Timoteo - Mamãe, Estou Tão Feliz

Trajetória política

Timóteo iniciou sua atuação como político em 1982, quando foi eleito deputado federal no Rio de Janeiro pelo PDT.

Durante o mandato, brigou com Leonel Brizola e transferiu-se para o extinto PDS.

Candidatou-se ao governo do Estado em 1986, mas foi derrotado por Moreira Franco.

Foi reeleito deputado federal em 1994, e renunciou dois anos depois para assumir como vereador na cidade do Rio de Janeiro.

Em 2005, assumiu como vereador em São Paulo pelo Partido Progressista, e foi reeleito em 2008.

AGNALDO TIMÓTEO - MEU GRITO

G1

Casal morre após cair de moto e ser atropelado por um veículo na BR-424, em Caetés-PE

Motocicleta após acidente na BR-424 — Foto: Polícia Rodoviária Federal/Divulgação

Um homem e uma mulher morreram em um acidente na BR-424, em Caetés, no Agreste de Pernambuco, na sexta-feira (2).

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a motocicleta bateu em duas bicicletas que eram empurradas por um pedestre. Em seguida, o condutor e a passageira da moto caíram na pista e foram atropelados por um veículo não identificado.

O casal morreu no local do acidente. A Polícia Civil vai investigar o caso.

Por G1 Caruaru

Covid-19: Fiocruz recebe insumo para 5,3 milhões de doses de vacina


A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) recebeu mais 225 litros de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA), o que garante a produção de 5,3 milhões de doses de vacina contra covid-19. O anúncio foi feito pela Fiocruz, que espera outras três entregas de IFA ainda este mês.

“Com mais este lote, a instituição garante IFA suficiente para a produção de vacinas covid-19 até maio. A Fiocruz recebeu IFA nos últimos dias equivalente a 23,5 milhões de doses. Somadas às 11 milhões de doses já produzidas e que estão em processo de controle de qualidade, a Fiocruz garante 35 milhões de doses a serem entregues ao Programa Nacional de Imunizações (PNI)”, informou a fundação.

Segundo a Fiocruz, até o momento foram entregues ao Ministério da Saúde 8,1 milhões de doses da vacina covid-19, sendo 4 milhões de doses importadas da Índia e 4,1 milhões produzidos até a última sexta-feira (2). As entregas somarão 100,4 milhões de doses até julho.

Sobre a possibilidade de atraso na entrega de IFA este mês, a fundação se pronunciou em nota, afirmando que possui material para dar continuidade à fabricação das vacinas.

“A Fiocruz esclarece que tem trabalhado para garantir todas as importações necessárias de insumos e reagentes para a produção da vacina covid-19. Apesar da dificuldade de transporte internacional enfrentada por vários países, a instituição tem insumos garantidos para a produção das próximas semanas.”

Por Agência Brasil


Bolsonaro toma sopão em região carente, fala sobre vacina, forças armadas, prefeitos - entre outros assuntos (Vídeo)

 

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro Braga Netto (Defesa) visitaram a Associação Beneficente Cristã Casa de Maria, no Itapoã (DF)

O presidente Jair Bolsonaro visitou neste sábado (3.abr.2021) a Associação Beneficente Cristã Casa de Maria Beth Myriam, no Itapoã, região administrativa do Distrito Federal. O chefe do Executivo despistou a imprensa ao sair do Palácio da Alvorada para visitar o local.

“Estou aqui na comunidade Itapõa I, conversando com a população. Parei aqui na Casa de Maria Beth Myriam, conversando com as senhoras que estão fazendo um sopão e que distribuem para a população. Elas têm me dito que é impressionante o número de crianças que vêm receber sopa aqui. No passado, era uma média de 40 pessoas diariamente e vem crescendo na pandemia, em torno de 130 pessoas vêm receber a sopa”, disse em transmissão ao vivo feita em sua página no Facebook.

Assista à transmissão completa (6min25s):


“Cada vez mais, com mais desemprego da política do fecha tudo e fique em casa, mais gente está comendo menos, alguns passando necessidade seríssima. Temos que vencer isso aí”.

Bolsonaro, desde o início da pandemia, tem sido crítico constante do fechamento do comércio e dos negócios em geral como forma de prevenir a propagação do vírus. Ele destaca o impacto que essas medidas trazem à Economia. Em 2020, por exemplo, o PIB brasileiro caiu 4,1%.

O ministro da Defesa, Walter Braga Netto, visitou a comunidade com Bolsonaro. Ambos tomaram a sopa preparada pela associação cristã.

Ex-ministro da Casa Civil, Braga Netto assumiu como titular do Ministério da Defesa na reforma ministerial feita pelo presidente Jair Bolsonaro na 2ª feira (29.mar). O presidente comentou a troca no comando da pasta nessa 5ª feira. Disse que o ministro “é uma pessoa de combate, estava na Casa Civil fazendo excelente trabalho comigo e por decisão do presidente” assumiu o novo ministério.

Na transmissão feita neste sábado, Bolsonaro disse que as Forças Armadas estão dispostas a colaborar na vacinação contra a covid-19. “Conversei hoje com o ministro da Saúde e o ministro da Defesa”, disse o presidente.

Assista à transmissão completa (6min25s):

Em 20 de março, Bolsonaro também despistou a imprensa e foi a uma região administrativa do DF visitar casas de apoiadores. Durante a visita, o comboio tradicional usado pelo presidente, e que é acompanhado por jornalistas, ficou no Palácio do Planalto e depois voltou ao Alvorada. Em vídeo, o presidente apareceu com outros carros, diferentes dos que saíram do Alvorada.

Na ocasião, um morador publicou um vídeo em elogiava a presença do presidente: “O presidente veio foi na Chaparral, fala se ele não tem coragem? Ele tem é coragem, parceiro. Não é esses presidentes aí que não têm coragem… Qual foi o presidente que teve coragem de vir na favela? Tem não, parceiro”.

Chaparral é um bairro dentro da região administrativa de Taguatinga, próximo à capital. Perguntada sobre o assunto, a Secom (Secretaria Especial de Comunicação Social) do Ministério das Comunicações disse não acompanhar “agendas privadas do Presidente da República”.
CRÍTICAS AO “FIQUE EM CASA”

As visitas de Bolsonaro às regiões carentes servem como reforço às críticas que ele tem feito a medidas restritivas de circulação. O presidente afirma que a situação econômica deficitária dessas regiões é resultado direto das políticas adotas por governadores e prefeitos que buscam conter o alastramento da pandemia de covid-19.

“O vírus o pessoal sabe que estamos combatendo com vacinações, apoiamos medidas protetivas, mas tudo tem um limite”, disse Bolsonaro neste sábado, no Itapoã. “A guerra da minha parte não é politica, é uma guerra que tem a ver com futuro de uma nação”, declarou.

Por Poder 360

Boletim deste sábado [03/04/2021]: Pernambuco confirma mais 985 casos de Covid-19 e 54 mortes, totalizando 354.982 registros e 12.349 óbitos

 

Pernambuco confirmou, neste sábado (3), mais 985 casos de Covid-19 e 54 novas mortes de pacientes que estavam com a doença. Com os novos registros, o total de pacientes infectados subiu para 354.982 e o de mortos, para 12.349. As primeiras confirmações ocorreram em março de 2020.

Do total de novos casos confirmados, 103 são de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag), de pacientes que precisaram ser internados ou, até mesmo, morreram com a doença. Isso equivale a 10% do total de confirmações deste sábado.

Os outros 90% são 882 quadros leves da doença. Nesses casos, os pacientes sequer precisam ser internados, ou são assintomáticos. Há, também, aqueles que descobrem ter sido infectados quando já estavam curados da doença.

As novas mortes confirmadas pela SES ocorreram entre o dia 15 de agosto de 2020, quase oito meses antes do registro, e a sexta-feira (2).

Por G1 PE

Ex-presidente Lula toma 2ª dose da vacina contra o coronavírus em São Bernardo do Campo

Ex-presidente Lula toma 2ª dose da vacina contra o coronavírus em São Bernardo do Campo — Foto: Reprodução

O ex-presidente Lula, 75 anos, tomou a segunda dose da vacina contra o coronavírus na manhã deste sábado (3), em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo.

Lula foi vacinado por volta de 10h. A vacinação do ex-presidente foi transmitida pelas redes sociais dele. Após tomar a vacina, Lula fez uma live lado do deputado federal e ex-ministro Alexandre Padilha (PT) e disse que tinha tomado a vacina do Butantan.

"Eu quero mostrar ao querido povo brasileiro que eu acabo de tomar a minah segunda dose da vacina Coronavac. É importante frisar que é a vacina do Butantan. Estou seguro que em poucos dias estarei mais prevenido contra a Covid-19. Agora o que eu queria dizer que não é porque eu tomei a vacina que eu posso relaxar. Quem tomou a segunda dose tem que continuar utilizando mascara, continuar lavando as mãos, usando álcool em gele evitando aglomeração. A vacina é muito importante, mas tão importante quanto a vacina é a responsabilidade de cada homem e cada mulher desse país tem que ter ao se cuidar. Ao se cuidar você estará cuidando da sua família, do seu pai, da sua mãe, do seu filho, neto e amigos. nada de brincar e nada de duvidar desse vírus que a natureza impôs à humanidade. Eu digo que sempre que o Covid é uma guerra da natureza contra a comunidade talvez por conta da responsabilidade que os humanos tiveram durante tanto tempo com a questão ambiental."

Lula tinha tomado a primeira dose da vacina no dia 13 de março, também em São Bernardo do Campo.

Por G1 SP — São Paulo

Petrolândia: Procura-se documentos perdidos no centro da cidade de Micheli Conceição Lima

 

Blog de Assis Ramalho
Informação: Micheli Conceição Lima, que também informa que acha que os ducumentos foram perdidos nas proximidades da Av. Barreira, na Quadra 16 de Petrolândia.

Bolsonaro avisa ao Ministério da Saúde que se vacinará contra a covid neste sábado



O presidente Jair Bolsonaro informou ao Ministério da Saúde que pretende se vacinar contra a covid-19 neste sábado (3/4), data em que a rede pública de saúde do Distrito Federal iniciará a imunização para pessoas com 66 anos, que é a faixa etária do mandatário.

De acordo com fontes consultadas pelo Correio junto à pasta, o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) tem alertado o presidente sobre os riscos de ele ser reinfectado com uma das novas cepas do vírus que circulam pelo país. Bolsonaro foi diagnosticado com covid-19 em julho do ano passado e pode não ter mais os anticorpos contra o novo coronavírus.

De todo modo, um estudo liderado por pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), assim como outras instituições brasileiras, aponta casos confirmados de reinfecção pela covid-19 mesmo em pessoas que têm imunidade contra o vírus.

O receio da equipe do presidente é de que ele seja exposto a variantes da covid-19 que estão em circulação no Distrito Federal — pelo menos quatro cepas mais agressivas do novo coronavírus já foram identificadas pela Secretaria de Saúde do DF, dentre elas a que surgiu em Manaus.

Como Bolsonaro é do grupo de risco da covid-19, a recomendação de integrantes do governo é de que ele se vacine o quanto antes para evitar futuras complicações de saúde mais sérias caso venha a contrair a covid-19 uma segunda vez.

Vacina seria aplicada por ministro

A reportagem apurou que Bolsonaro seria vacinado pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que é médico cardiologista. Provavelmente, o imunizante a ser aplicado no mandatário será o desenvolvido pela Universidade de Oxford em parceria com a Fiocruz.

O endereço onde Bolsonaro será vacinado ainda não foi definido e a decisão está a cargo do GSI. O certo é que a pasta não quer que o presidente receba o imunizante em um local de grande exposição ou que comprometa a segurança do mandatário.

Por Correio Braziliense