terça-feira, 28 de janeiro de 2020

Sobe para 52 número de mortes causadas pelas chuvas em Minas Gerais


Os temporais que vêm castigando o estado de Minas Gerais já provocaram 52 mortes, conforme mais recente boletim divulgado pela Defesa Civil estadual, com informações compiladas até o início da noite de hoje (28). As fatalidades ocorreram em 16 cidades, sendo o maior número em Belo Horizonte (13).

A principal causa dos óbitos foram situações de desabamento, desmoronamento e soterramento, com 42 casos. Oito pessoas faleceram após serem arrastadas pelas águas, enquanto outros dois episódios ocorreram em razão de afogamentos. Do total, 26 aconteceram na Região Metropolitana de Belo Horizonte e 26, em cidades do interior.

Uma pessoa ainda está desaparecida, no município de Conselheiro Lafaiete. Outros 65 estão feridos e foram encaminhados para hospitais nas respectivas cidades.

O número de pessoas afetadas subiu de 18.111 para 33.408 entre ontem (27) e hoje (28). Os desalojados totalizam 28.893, enquanto os desabrigados chegaram a 4.397. Os desalojados são as pessoas que tiveram de deixar suas casas mas que não necessariamente precisa do auxílio do governo. Já os desabrigados são pessoas que perderam seus lares e necessitam de auxílio do Poder Público.

O número de municípios em situação de emergência decretada pelo estado permanece o mesmo desta segunda-feira, 101. Em 20 municípios, a emergência foi disparada pelas prefeituras. Três cidades permanecem em estado de calamidade pública: Orizânia, Ibirité e Catas Altas.

O reconhecimento da situação de emergência permite ao governo estadual engajar os demais órgãos e empresas ligadas ao Poder Executivo para priorizarem o atendimento e a reparação dos estragos causados pelas chuvas, sob a coordenação da Defesa Civil mineira. Além disso, prefeituras e o próprio Poder Executivo estadual podem contratar serviços temporários e efetuar compras consideradas essenciais para o enfrentamento da situação sem a obrigatoriedade de realizar processo licitatório.

O governo de Minas Gerais anunciou hoje a liberação de R$ 3,4 milhões para assistência aos afetados pelas chuvas. Parte dos recursos será destinada ao pagamento do Piso Mineiro de Assistência Social Fixo, que começou a ser pago hoje, incluindo antecipação das parcelas de fevereiro e março.

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais anunciou que pretende aprovar projetos de lei voltados a apoiar as vítimas dos temporais. Um deles prevê a antecipação pelo governo estadual de repasses a municípios em situação de emergência.

Essa verba está relacionada a um montante de R$ 6 bilhões bloqueado pelo governo do estado em 2017 e 2018, que deverão ser pagos de forma parcelada a partir de abril de 2020. Outros dois projetos na Assembleia abrangem a isenção de taxas cobradas de veículos danificados pelas chuvas.

A Prefeitura de Belo Horizonte disponibilizou a possibilidade de famílias que tiveram de deixar suas casas a matricular seus filhos em escolas de tempo integral próximas aos locais onde foram abrigadas. A administração também informou que isentou os proprietários de residências atingidas do pagamento do IPTU.

Por Agência Brasil

Petrolândia: Agentes de saúde e equipe de vigilância epidemiológica que tratam da hanseníase promovem orientações no Mercado Público


Na última sexta-feira (24), o Mercado Público e comércio local receberam as visitas dos agentes de saúde e equipe de vigilância epidemiológica que trataram da hanseníase através de panfletagem, divulgação e orientações sobre a doença.

As atividades fazem parte da intensificação da campanha Janeiro Roxo que vem sendo realizada na cidade durante todo o mês, com palestras, orientações nas Unidades de Saúde da Família e busca ativa para detecção de casos novos pelos agentes comunitários de saúde.

Ver fotos abaixo

Governo anuncia demissão do presidente do INSS

Renato Vieira, quando presidente do INSS, em imagem de arquivo — Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
O Ministério da Economia anunciou nesta terça-feira (28) a demissão do presidente do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), Renato Rodrigues Vieira.

O anúncio foi feito pelo secretário Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, durante entrevista coletiva sobre as providências do governo para reduzir a fila de pedidos de benefício represados no INSS. Segundo Marinho, Renato Vieira pediu demissão.

Vieira foi nomeado no início do governo Jair Bolsonaro e ficou pouco mais de um ano no cargo. Desde o fim do ano passado, o INSS enfrenta do ano passado, uma crise na análise de benefícios.

Atualmente, há quase 2 milhões de pedidos de pensões e aposentadorias represados na fila. O prazo para regularizar essa situação, segundo o próprio governo, é de seis meses.

"Ele [Renato Vieira] consolidou sua disposição de sair do INSS a pedido. Foi uma conversa amadurecida ao longo dos últimos 15 dias", afirmou Rogério Marinho. "O Renato acha que precisa se dedicar a seus projetos, e nós aceitamos sua demissão", declarou.

Segundo Marinho, o substituto de Vieira será o atual secretário de Previdência, Leonardo Rolim. Ainda não há definição de quem substituirá Rolim no ministério.

"O substituto do Rolim, nós vamos com um pouco mais de cuidado buscar esse nome. Existe todo um corpo técnico na Secretaria de Previdência, capaz, para aguardar esse substituto. A prioridade é o INSS, e não podemos deixar ter descontinuidade. (...) A escolha do Rolim se deu por esses aspectos."

Reforço nas agências

Nesta terça, representantes do governo se reuniram com o ministro Bruno Dantas, do Tribunal de Contas da União (TCU), para tentar destravar uma das medidas anunciadas para agilizar o processamento dos pedidos: o chamamento de militares da reserva para reforçar o atendimento nas agências.

Depois que a medida foi anunciada, o Ministério Público junto ao TCU apontou que o governo não poderia excluir os servidores civis desse processo seletivo, sob pena de estar limitando a concorrência e criando uma "reserva de mercado".

"A discussão que tivemos com o TCU foi profilática e importante. Nós tivemos cuidado de consultar os órgãos de controle pra que, no futuro, as ações não gerassem desconforto jurídico. Nós agradecemos a pronta ação e disposição do TCU de nos ajudar a buscar solução que, ao mesmo tempo que resolve o problema, nos dá conforto jurídico", diz Rogério Marinho.

Segundo o secretário, nessa reunião ficou acertado que servidores aposentados civis também devem ser incluídos no chamamento público. Para isso, no entanto, será necessário editar uma Medida Provisória.

"No caso da área civil, você está criando de fato uma nova forma de contratação temporária, onde há necessidade de uma autorização legislativa. É uma MP em razão da necessidade, da urgência dessa ação", disse Marinho.

O chamamento dos militares está previsto em uma lei do ano passado, que foi regulamentada em um decreto publicado na última quinta (23). Quando o edital for publicado, os ministérios da Defesa e da Economia ainda terão de avalizar as contratações.

No caso dos trabalhadores civis, o governo vai buscar servidores aposentados do próprio INSS. Aqueles que já faziam a análise de benefícios podem reforçar essa área, e os aposentados que cumpriam outras funções devem ser direcionados para o atendimento nas agências.

A previsão dada pelo governo é de que, se os contratos forem formalizados até abril, a regularização da fila do INSS ocorrerá somente em outubro.

Pedidos represados

Hoje, quase 2 milhões de pedidos de brasileiros aguardam uma resposta do INSS para aposentadorias e outros benefícios, como salário-maternidade e auxílio-doença. Desses, 500 mil estão a espera de documentos que dependem do segurado, mas quase 1,5 milhão estão parados por falha no sistema.

A lista de medidas apresentadas inclui:

a contratação de militares da reserva para reforçar o atendimento nas agências – e que, agora, também deve envolver aposentados civis; 
a liberação de analistas do INSS, que hoje estão no atendimento, para reforçar a análise dos documentos;
uma força-tarefa para periciar os 1.514 casos de servidores do INSS que estão afastados;
medidas de desburocratização do atendimento do INSS, como o fim da obrigação em autenticar documentos e atualizar certidões ao longo da tramitação.

Por G1

Petrolândia: Centro cirúrgico do Hospital Municipal recebe repaginada na pintura


O centro cirúrgico do Hospital Municipal Dr. Franscisco Simões de Lima recebeu uma repaginada na pintura e está prontinho para receber de forma mais aconchegante os pacientes que precisam passar por procedimentos cirúrgicos.

Confere os registros de como ficou o espaço, agora ainda mais bonito!




Assessoria de Comunicação
Prefeitura de Petrolândia

Brasil tem mais dois casos suspeitos do novo coronavírus - China confirma mais 25 vítimas, e número de mortos sobe para 132

Além de Minas Gerais, órgão investiga pacientes no Rio Grande do Sul e no Paraná; ambos foram internados com febre, problemas respiratórios e estiveram na China

O Ministério da Saúde investiga mais dois casos suspeitos de coronavírus, um no Rio Grande do Sul e outro no Paraná. Assim, no total, três casos suspeitos da doença são monitorados pelas autoridades de saúde brasileiras: em Porto Alegre (RS) e Curitiba (PR), além de Belo Horizonte (MG), noticiado na manhã desta terça-feira.

De acordo com o ministério, os pacientes se enquadram na atual definição de caso suspeito para o nCoV-2019 (o novo coronavírus), estabelecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS), ou seja, apresentaram febre e, pelo menos um sinal ou sintoma respiratório, além de terem estado em área de transmissão local nos últimos 14 dias.

A OMS aumentou o nível de alerta para alto em relação ao risco global do novo coronavírus, por isso, o Ministério da Saúde orienta que viagens para a China devem ser realizadas em casos de extrema necessidade. Com quase três mil casos confirmados, segundo o boletim da OMS desta segunda-feira, todo o território chinês passa a ser considerado área de transmissão ativa da doença.
Rio Grande do Sul

O caso suspeito no Rio Grande do Sul vem de São Leopoldo, região metropolitana de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, segundo informações desta terça-feira do portal de notícias Gaúcha ZH.

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo dos Reis, ouvido pelo site, informou que o caso analisado é de um homem de 40 anos que vive na cidade chinesa de Kunming, na província de Yunnan, onde 44 casos foram confirmados, e viajou ao Rio Grande do Sul para visitar a família no dia 24 de janeiro.

Ele procurou uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) relatando febre e insuficiência respiratória. O paciente está internado, isolado, e a análise do caso deve ser concluída até sexta-feiira.
Caso suspeito em Minas

A suspeita de contaminação por coronavírus em uma jovem de 22 anos, em Minas Gerais, levou o Ministério da Saúde a subir o nível de alerta do país para “perigo iminente” nesta terça-feira.

O Centro de Operações de Emergência (COE), acionado pelo ministério desde o início da crise, classifica os riscos em três níveis, em linha com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

O primeiro é o nível de alerta, porque havia casos acontecendo em outros países, mas a transmissão estava concentrada na China. O nível dois ("perigo iminente") se inicia a partir da identificação de um caso suspeito que se enquadre na definição estabelecida pelo protocolo da OMS. Esse é o caso da paciente em Minas Gerais, que viajou à Wuhan, epicentro da crise na China.

O Globo

Empresas e governos têm até 6 meses para se adequar à lei que regulamenta o uso de dados


Sessenta por cento dos brasileiros já sofreram vazamento de dados ou conhecem alguém que passou por isso. E 81% afirmam ter perdido o controle de como os dados pessoais são usados (The Harris Poll/IBM). O Brasil é o quinto país de onde mais se originam ataques na web (Akami).

Em um mundo hiperconectado, produzimos dados constantemente. Além das fichas cadastrais que já deixamos em incontáveis lojas, farmácias, clínicas, serviços públicos.

O Brasil ainda não tem regras claras sobre o tratamento dessas informações. A Lei Geral de Proteção de Dados, que entra em vigor em agosto deste ano, estabelece regras de privacidade e segurança. É um dos grandes desafios hoje das empresas, de todos os tipos e tamanhos, e também de todos os órgãos públicos.

O que muda?

Dispensa de alvará beneficiará 10,3 milhões de empresas de baixo risco



A dispensa total de licenças e alvarás de funcionamento para 289 tipos de atividades econômicas de baixo risco beneficiará 10,3 milhões de empresas no país, disse hoje (28) o secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Paulo Uebel. Isso equivale a 58% do total de 17,73 milhões de empresas em funcionamento no país.

O secretário apresentou a estimativa durante o lançamento da medida para representantes do setor privado e de entidades de micro e pequenas empresas. Segundo Uebel, o fim da exigência impulsionará o ambiente de negócios no país e permitirá ao governo concentrar a fiscalização nas atividades de médio e alto risco.

Prevista na Lei de Liberdade Econômica, a medida está em vigor desde 16 de dezembro. Entre os tipos de empreendimentos beneficiados estão bares, borracharias e padarias, fábricas de alimentos artesanais, de calçados, acessórios e vestuário, atacados e varejos.

STJ libera divulgação do resultado do Sisu


O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, decidiu hoje (28) liberar a divulgação do resultado das inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A divulgação pelo Ministério da Educação (MEC) estava prevista para esta terça-feira, mas foi suspensa por uma liminar da Justiça de São Paulo, que também impediu o início das inscrições no Programa Universidade para Todos (Prouni).

A decisão do presidente foi motivada por um recurso protocolado na noite de ontem (27) pela Advocacia-Geral da União para derrubar a liminar proferida pela desembargadora Therezinha Cazerta, do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3), que decidiu manter em vigor outra liminar concedida pela primeira instância da Justiça Federal para suspender a divulgação, sob alegação de que o governo ainda precisa dar um posicionamento “seguro e transparente” sobre a correção do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. As notas no exame são usadas pelos estudantes para fazer inscrição no Sisu e concorrer a vagas em universidades públicas em todo o país.

Na sexta-feira (25), a Justiça Federal de São Paulo havia determinado a suspensão da divulgação dos resultados do Sisu até que o governo federal demonstrasse a correção das provas do Enem que foram apontadas com problemas por estudantes de todo o país. O tribunal deu prazo de cinco dias para o cumprimento da decisão, sob multa diária de R$ 10 mil. A decisão foi motivada por um pedido da Defensoria Pública da União (DPU).

Na semana passada, o Ministério da Educação (MEC) informou que houve erros na atribuição de notas para cerca de 6 mil alunos. Segundo a pasta, a falha teria ocorrido na impressão das provas aplicadas em algumas cidades, sendo responsabilidade de uma gráfica. O MEC acrescentou que corrigiu o problema e não houve prejuízos para os estudantes.

Na decisão, o presidente do STJ diz ainda que os erros na correção das provas de 6 mil alunos, que foram resolvidos pelo MEC e pelo Inep, órgão responsável pelo Enem, não justificam a paralisação do todo o calendário universitário, que depende da divulgação das notas da prova.

"Se erros pontuais e individuais houve, certamente que devem ser sanados pelas vias próprias. Contudo, a simples possibilidade de rever nota específica não pode servir de substrato para impossibilitar o acesso de milhares a vagas já ofertadas e o início das atividades acadêmicas nas mais variadas entidades públicas e privadas", afirmou.
Lista não oficial

Nesta terça-feira, antes da decisão do presidente do STJ, candidatos se manifestaram, pelas redes sociais, informando que tinham tido acesso a uma lista de resultados do Sisu, no site do MEC. Em seguida, o ministério divulgou nota informando que as listas publicadas por alguns minutos em seu portal “não representam resultado oficial” e que, em razão de decisão judicial, a divulgação do resultado final “continuava suspensa”.

Por Agência Brasil

Petrolina sedia oficina de 'Planejamento, Programação, Controle e Produção'


A Unidade Regional do São Francisco da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (URSF/FIEPE) está com inscrições abertas para a oficina 'PPCP - Planejamento, Programação, Controle e Produção', desenvolvida pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL/PE), que acontecerá nesta terça-feira, dia 18 de fevereiro, das 8h às 17h, em Petrolina.

Gestores, supervisores, técnicos e universitários vão ter a oportunidade de aprender o planejamento estratégico de indicadores, materiais, sistema de produção, decisões e impactos do Planejamento, Programação, Controle e Produção (PPCP). E ainda previsão de demanda, dimensionamento de recursos, programação e sequenciamento, ganhos e estudos de caso.

A capacitação ficará por conta do instrutor, consultor de empresas, coaching e analista de mercado Wilker Leite Morais. O especialista atuou como analista de mercado, gerente de pesquisas e consultor de monitoramento dos projetos de Gestão Estratégica Orientada para Resultados no SEBRAE-PE, AL e pesquisa em SEBRAE, no Ceará.

“O objetivo é capacitar, ajudando o participante a gerenciar e aplicar efetivamente os processos de produção de mercadorias para atender com qualidade às necessidades de seus clientes, oferecendo um atendimento eficaz, utilizando ferramentas específicas para diversas situações”, ressalta o gestor regional do Sistema FIEPE, Flávio Guimarães.

A oficina acontecerá na FIEPE Petrolina, localizada na Avenida Monsenhor Ângelo Sampaio, no bairro Vila Eduardo. As inscrições podem ser feitas pelo site ielpe.org.br, e-mail regionalsaofrancisco@sistemafiepe.org.br ou pelo telefone (87) 3861-0554.

Por Ilana
Comunicação e Marketing, em Petrolina.

Petrolândia Classificados: VENDE-SE uma casa na Quadra 13, na Rua Nossa Senhora da Saúde


VENDE-SE uma casa residencial, localizada na Rua Nossa Senhora da Saúde, Nº 117, na Quadra 13 de Petrolândia. Detalhes do imóvel poderá ser verificado mediante agendamento de visita através dos telefones (45) 99809-6328/-Nadiel Santana, (87)99996-9405 e (87)99629-1054 Maria José.

Preço a negociar diretamente com o proprietário.

Da Redação do Blog de Assis Ramalho
Informação e foto: Proprietário do imóvel

Prefeituras recebem neste mês dois repasses da complementação da União ao Fundeb; veja valores que Petrolândia e demais municípios de PE vão receber


Os Municípios e Estados, beneficiados com a complementação da União ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), recebem, ao longo deste mês, dois repasses referentes a esta complementação.

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) traz esclarecimentos importantes aos gestores sobre essas transferências que, somadas, chegam ao montante de R$ 4,5 bilhões. Os recursos devem ser creditados no dia 31 de janeiro.

Consulte os valores dos repasses da complementação da União para Petrolândia e demais municípios de >>  Pernambuco

A entidade destaca que o primeiro repasse é do resíduo da complementação ao Fundeb referente a 2019 e totaliza R$ 2,2 bilhões. Já o segundo faz parte do primeiro repasse da complementação federal de 2020 e soma R$ 2,3 bilhões. A CNM lembra que essa situação ocorre somente no mês de janeiro, em razão de serem agregados o repasse normal para o mês e existir um resíduo do ano anterior a ser repassado.

Isso acontece porque, ao longo de cada ano, a União repassa somente 85% do total do valor dessa complementação. Conforme o artigo 6º da Lei 11.494/2007, os 15% restantes devem ser pagos até o dia 31 de janeiro do ano seguinte. Os repasses serão realizados nas contas do Fundeb de Estados e Municípios do Amazonas, Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco e Piauí. Esses entes têm direito a esses recursos, pois recebem transferências federais do Fundeb a título de complementação.

A CNM ressalta que o resíduo de 2019 apresentou crescimento no valor do repasse. Esse aumento ocorreu por conta do crescimento na arrecadação no ano passado, cuja estimativa desses valores foi publicada no dia 23 de dezembro. Nesse sentido, o presidente da CNM, Glademir Aroldi, orienta os gestores. “É preciso que os gestores municipais acompanhem os lançamentos em suas contas para que o planejamento municipal da área da educação não fique prejudicado”, afirmou.

Da Agência CNM de Notícias

Petrolândia: Sessão para licitação de casa de apoio ao TFD no Recife é suspensa e será retomada em 6 de fevereiro

Sessão pública de licitação aconteceu na Sala de Reuniões da Prefeitura (Fotos: Assis Ramalho)

Na manhã desta terça-feira (28/01), na Sala de Reuniões da Prefeitura Municipal de Petrolândia, foi retomado o andamento da licitação para a contratação de empresa para prestação de serviços de Hospedagem para paciente de Tratamento Fora Domicílio-TFD, destinado a empresas do ramo sediadas no Recife. Iniciado em meados de 2019, o processo licitatório segue envolto em polêmica.

Segundo informações à reportagem do Blog de Assis Ramalho e da Web Rádio Petrolândia, prestadas gentilmente pela Pregoeira Simone Alves, presidente da Comissão Permanente de Licitação-CPL da Prefeitura de Petrolândia, a abertura do processo dessa licitação aconteceu em 23 de Agosto de 2019, mas, por conta de sucessivos pedidos de recursos, ainda não houve desfecho até o momento.

De acordo com ela, hoje foi aberta a sessão para análise do credenciamento dos licitantes. Após algumas horas, a sessão foi suspensa e marcada sua continuação para o dia 6 de fevereiro, às 9h00, para análise e parecer técnico sobre questionamentos proferidos pela empresa Pousada Solar do Lazer LTDA-ME, em relação à empresa André Cavalcanti de Alencar Duarte-ME. 

Em rede social, uma acompanhante de paciente atendido pelo TFD se manifestou sobre o demorado processo de contratação.

"Espero melhoras para nós do TFD, porque a casa de apoio nova é bem organizada, mas não tem espaço suficiente para abrigar os pacientes de Petrolândia. No dia 13 deste mês estive no Recife, com meu filho que faz tratamento no hospital Agamenon Magalhães. Chegamos às cinco e meia da manhã e todos as camas já estavam ocupadas, e não tinha mais camas pra gente que estávamos chegando. Espero que a prefeitura alugue uma casa de apoio, porque aquela é uma casa pequena para a demanda de pacientes de Petrolândia", disse Romilda Freire, em comentário sobre matéria publicada ontem, neste Blog (para ler clique no link abaixo).

Em esclarecimento, a Presidente da CPL, enviou a seguinte observação.

"Assis, só esclarecendo o comentário da usuária da casa de apoio à licitação Não é responsável pela fiscalização do ambiente adequado para os pacientes e sim a Secretaria de Saúde ver se empresa vencedora possui as dependências necessárias para seus usuários, caso contrário não é obrigada contratar com a empresa vencedora da licitação", afirma Simone.

Saiba mais
Petrolândia: Prefeitura realiza licitação de casa de apoio e alimentação do TFD nesta terça (28)

Redação do Blog de Assis Ramalho

Juazeiro/Petrolina/Petrolândia/Irecê/João Dourado/Itabaiana: Central de Adubos e Mano Walter renovam contrato publicitário para campanha promocional 2020


Mano Walter e Aurélio Cavalcante, diretor presidente da Central de Adubos, maior distribuidora de produtos agropecuários do Nordeste (Fotos: Divulgação/Central de Adubos)


Em 2020, a Central de Adubos comemora 10 anos de atuação no mercado agropecuário do Vale do São Francisco e muitas novidades serão anunciadas. Entre elas, os preparativos da próxima promoção de prêmios, que já começaram com a renovação do contrato do cantor Mano Walter, que permanece na campanha publicitária da empresa. O cantor alagoano é garoto-propaganda há quatro anos, com o famoso bordão "é show, papai!", marca sonora da empresa.

Em conversa com a reportagem do Blog de Assis Ramalho e Web Rádio Petrolândia, o diretor da Central de Adubos falou detalhes da renovação.

"Eu estive ontem (segunda, 27/01) presente lá na gravação (da nova chamada publicitária). Ficou muito boa", afirmou o diretor presidente da Central de Adubos, Aurélio Cavalcante, antecipando que este ano a empresa trará novidades impactantes e inovadoras para o mercado agropecuário regional. 

Com matriz em Juazeiro e filiais em Juazeiro, Irecê, e João Dourado, na Bahia, Itabaiana (SE), além de Petrolina e Petrolândia, em Pernambuco, a Central de Adubos é não somente a maior loja de produtos agropecuários do Vale do São Francisco, como a maior empresa do Nordeste do ramo como distribuidora.

A Central de Adubos é Show Papai!



Redação do Blog de Assis Ramalho
Informação e fotos: Assessoria de Comunicação da Central de Adubos

Menina de 4 anos é atacada por pitbull de estimação em Paulo Afonso; clima é de comoção no Hospital Nair Alves de Souza



Uma menina de quatro anos foi atacada pelo cachorro da raça pitbull, que pertence à família dela, na tarde desta terça-feira (28) em Paulo Afonso. A criança foi levada às pressas para o HNAS após sofrer mordidas na cabeça e em quase todo rosto. Ela corre o risco de perder a visão de um dos olhos.

Conforme relato de um amigo da mãe da criança, o ataque ocorreu na residência da família, na Rua Amâncio Pereira, no centro de Paulo Afonso.

No momento do ataque, a vítima estava em um quarto com outras duas crianças, o pai delas também estava na residência, mas em um outro cômodo da casa, quando ouviu gritos. Rapidamente foi ao local e conseguiu retirar a criança das garras do animal.

Um mototaxista que passava pela rua na hora do ataque levou a garotinha até o HNAS. A mãe da criança de nome Pâmela e a avó Dona Jurema, funcionárias da empresa Ramos que presta serviços ao Nair, estavam trabalhando no próprio hospital quando foram avisadas do caso, o desespero das duas foi comovente.

Os colegas de trabalho tentaram consolar as mulheres, inclusive fizeram um círculo de oração para clamar a Deus pela vida da garota.

Devido ao grave estado de saúde da menina, ela será transferida agora à tarde para o hospital Chama em Arapiraca (AL), em uma ambulância UTI Móvel Salvar. A equipe dessa unidade móvel estava pronta para remover outro paciente que se encontrava na regulação, ele terá agora que aguardar devido a prioridade do caso da criança.

Por Redação do Portal PA4.COM.BR



Fim das coligações leva partidos a lançar mais nomes nas eleições municipais


A disputa municipal de 2020 terá número recorde de candidaturas, de acordo com a previsão de presidentes de partidos e analistas. Com o fim das coligações para as câmaras municipais a partir deste ano, cada legenda terá de apresentar uma lista fechada de candidatos a vereador e a tendência é lançar nomes próprios a prefeito para puxar votos para o Legislativo.

A intenção da nova regra é diminuir o total de partidos no país — hoje há 33 legendas registradas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) —, mas esse efeito só deve ser atingido em eleições seguintes. Os critérios para acesso ao fundo partidário e tempo de TV são baseados nos votos para a Câmara dos Deputados, mas a nova regra pode reduzir o espaço nos legislativos municipais dos partidos menores, que não poderão se coligar com siglas maiores, herdando seus votos.

No MDB, partido com o maior número de prefeituras, a intenção é aumentar a representatividade. Dirigentes estaduais sabem que devem lançar o maior número de candidatos possível para eleger vereadores, diz Baleia Rossi (SP), presidente do MDB.

— Esse foi o ponto mais positivo da reforma que votamos, diz Baleia Rossi, acrescentando: — Incentiva o partido a lançar candidatura, a ter ideologia, ter propostas, ter presença efetiva nas cidades. Vai acabar com os partidos de um dono só.

Para o cientista político Carlos Pereira (FGV), a oferta maior de candidatos é um efeito colateral da nova regra que pode ser positivo:

— Pode confundir o eleitor. O eleitor tem dificuldade em diferenciar os partidos, mas a gente tem que esperar para ver se vai haver uma identidade partidária maior pelo fato de os candidatos não pertencerem às coligações.

O presidente do DEM e prefeito de Salvador, ACM Neto, diz não ter dúvidas de que esta eleição terá mais candidatos. Ele avalia que o DEM terá mais concorrentes, assim como outras legendas, mas evitará lançar nomes fracos. Ele ressalta que há circunstâncias nas quais uma aliança é exigida. Para ACM Neto, é preciso pesar a mudança na legislação com as realidades locais.

— Nas últimas eleições, só tivemos um candidato em capitais: eu, em Salvador. Agora teremos de oito a dez candidatos, onde temos chances reais. Mas é preciso entender também que o fundo para financiar as campanhas é limitado e não podemos apostar em todos os lugares, diz ACM Neto.

No mesmo espírito, o PSDB publicou uma resolução que determina a candidatura própria em cidades com população superior a 100 mil habitantes. O secretário-geral tucano, deputado Beto Pereira (MS), diz que a Executiva Nacional precisará deliberar qualquer tipo de aliança nos grandes centros.

PA Notícias

Família dá prazo para irmão da viúva de Gugu deixar mansão na Flórida


A disputa judicial entre a família de Gugu e a mãe dos filhos do apresentador, Rose Miriam Di Matteo, avançou mais um capítulo. O espólio de Gugu Liberato exigiu que o irmão da viúva deixe a casa em que está com ela e os sobrinhos, na Flórida. Giafrancesco Di Matteo já teria sido notificado e tem 15 dias para deixar o imóvel.

Segundo a colunista da Folha de São Paulo, a expulsão é uma espécie de retaliação da família de Gugu à Rose, que quer ser reconhecida como esposa do astro da TV - status que confere a ela o direito sobre a metade do patrimônio que ele deixou. Os irmãos de Gugu alegam que os dois nunca tiveram um relacionamento, seriam apenas amigos.

Ainda de acordo com Bergamo, o advogado da viúva, Nelson Wilians, afirmou que "a casa é o lar de Rose", e que o irmão estaria lá "para dar apoio neste momento difícil". Ele também pretende pedir a exclusão de Aparecida Liberato, irmã de Gugu, como inventariante, pois entende que essa situação é conflitante com os interesses de sua cliente, bem como dos filhos dela.

Por Estado de Minas

Jatobá: Secretaria Municipal de Saúde climatiza ambientes do Hospital Municipal


A Prefeitura Municipal de Jatobá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, na busca contínua de promover a saúde e o bem-estar da população e de seus colaboradores, climatizou de vários ambientes, no Hospital Municipal como recepção, central de esterilização, sala de curativo, enfermarias, sala de vacina, etc.

“Com essa ação estamos proporcionando um ambiente humanizado e mais agradável para os pacientes e servidores, e consequentemente dando mais qualidade na assistência, e mais dignidade no atendimento”. Afirmou a Secretária Municipal de Saúde Amanda Campos.

Ver fotos abaixo

Petrolândia: Seleção de atores para a Paixão de Cristo/2020 acontece nesta terça (28) na Igreja Matriz; compareça!


Clique abaixo e relembre a Paixão de Cristo/2019

>>Petrolândia: Via Sacra da Paixão e Morte de Jesus Cristo, encenada por jovens da Paróquia de São Francisco de Assis, emociona fiéis

>>Petrolândia: Jovens da Paróquia de São Francisco de Assis preparam encenação da Paixão de Cristo 2019

>>Petrolândia: Jovens da Paróquia de São Francisco de Assis preparam encenação da Paixão de Cristo 2019, e são entrevistados por Assis Ramalho na Web Rádio Petrolândia

>>Petrolândia: Grupo de jovens da Paróquia que encenou a Via Sacra 2019 recebe moção de aplausos na Câmara, às 10 horas da manhã desta quarta (12)

>>Petrolândia: Assembleia Legislativa de Pernambuco (ALEPE) aprova Voto de Aplauso ao grupo 70 x 7 da Paróquia de São Francisco de Assis, através de requerimento do Deputado Fabrízio Ferraz

>>Petrolândia: Reportagem da PetroWebTV mostra imagens da Via Sacra/2019 da Paixão e Morte de Jesus Cristo

Blog de Assis Ramalho
Informação: Paróquia São Francisco de Assis - Petrolândia

Ministério da Saúde confirma primeiro caso suspeito de coronavírus no Brasil



O Ministério da Saúde confirmou hoje (28) o primeiro caso suspeito de coronavírus no país e elevou o nível de atenção para alerta de perigo iminente para a presença do vírus no país. De acordo com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, uma estudante de 22 anos que esteve na China está internada, em Belo Horizonte, em observação.

"O que muda é o grau de vigilância nessa fase. Aumenta a nossa vigilância de portos e aeroportos, triagem de pacientes, o uso de determinado equipamentos de proteção, mas o nosso foco principal nesta fase é a vigilância”, disse Mandetta, em entrevista coletiva para falar sobre as medidas tomadas pelo governo para evitar a entrada do vírus no país.

“Nessa fase a gente tem um olhar com muito mais atenção para dentro do país, para identificar se o vírus está circulando em território nacional, e outro [olhar] muito presente em informações técnicas e científicas a respeito do comportamento do vírus”, disse Mandetta.

Petrolândia: Turismo, quando levaremos a sério? Artigo de Paula Rubens



TURISMO, QUANDO LEVAREMOS A SÉRIO?

Uma nota, de 13.05.1983, do Jornal do Commercio (RJ) como o título “ Turismo no São Francisco” , relata a primeira viagem técnica do economista Ruben Vaz da Costa, então presidente da CHESF, às obras do complexo hidroelétrico de Paulo Afonso.

Na ocasião, diz a nota, o economista estimula os prefeitos de Paulo Afonso e Petrolândia a desenvolverem o turismo da região, uma vez que, segundo ele., já contavam com razoável infra estrutura básica e belezas naturais, agora também com as barragens como grandes atrativos.

Passados 37 anos quase nada foi feito nesse sentido. Paulo Afonso, ainda que timidamente, levou a idéia adiante, mas em Petrolândia o conselho não foi ouvido. Perdeu-se a oportunidade, com a mudança da cidade, de, por exemplo, garantir que trechos da cidade submersa fossem mantidos intactos e servisse de atrativo a mergulhadores; de exigir da CHESF o acesso á Usina Luiz Gonzaga para visitação turística e a construção de um memorial contendo a história da cidade e seus preciosismos achados arqueológicos de mais de 7.000 anos a.C. , hoje dispersos nos museus do Recife, Rio, Bahia e Sergipe, entre outros. A entrada principal do escritório central da CHESF , em Recife, por exemplo, é adornada por uma das pedras pré-históricas do nosso Letreiro, enquanto em Petrolândia nada ficou, nem foto.

Procura-se caminhão de empresa petrolandense roubado em assalto próximo a Santa Maria da Boa Vista, no Sertão de PE


Em assalto registrado na manhã da última sexta-feira (24/01), na rodovia entre os municípios de Lagoa Grande e Santa Maria da Boa Vista, no Sertão de Pernambuco, foi roubado um caminhão-baú, que faz entregas para o Grupo Sanfrancisco, sediado em Petrolândia, também no Sertão pernambucano.

O veículo de cor branca tem placas KKS-1364-PE. 

Informações que levem à localização do veículo podem ser encaminhadas por WhatsApp pelo número (87) 99911-5353. Oferece-se ótima recompensa.

Redação do Blog de Assis Ramalho
Com informações do proprietário

Petrolândia: Secretário da prefeitura responde ao vereador Toinho de Eugênio sobre pedido de retirada de contêiner do centro da cidade


Em respeito da matéria divulgada no Blog de Assis Ramalho/ solicitação do Vereador Antônio Pereira de Barros, a bem da verdade, informo que ao ser procurado pelo legislador através do whatsapp, imediatamente acionei a equipe responsável que em menos de 30 minutos resolveu o problema.

Prestei todos os esclarecimentos necessários, bem como, justifiquei a necessidade do contêiner para os comerciantes do mercado público. Acrescento que a equipe está orientada a efetuar a limpeza do local duas vezes por dia. Já que foi levantado o problema solicitei ao Vereador que sugerisse a solução indicando o local mais adequado.

Não havendo qualquer sugestão para atendimento aos comerciantes do mercado, ainda fiz a proposta de uma reunião entre todos para encontrarmos democraticamente a melhor solução.

Infelizmente o Vereador preferiu me determinar que retirasse o contêiner. Sempre tratei com respeito o Vereador Antônio e os demais legisladores, considerando é claro, a harmonia e a independência dos poderes.

Nesse sentido, estamos buscando o diálogo com nossa equipe, com os comerciantes e estarei ouvindo também as opiniões dos demais Vereadores. Respeitarei a opinião da maioria.
Abraço.


Tacaratu: Jhenifer Mello, Thais Silva e Alexandre Pisadinha são atrações da noite desta terça-feira (28) na Festa da Padroeira Nossa Senhora da Saúde; veja todas as atrações

Divulgação/Prefeitura de Tacaratu

Professor de Petrolândia comemora cirurgia e faz apelo para custear prótese




Meus amigos, é com imensa alegria que comunico a todos vocês que a minha cirurgia foi um sucesso! Graças ao nosso bondoso Deus, estou livre de uma doença que nos últimos anos tem tirado o meu sossego e o da minha família.

Estou me recuperando bem, já estou andando, não sinto mais dores e nem preciso tomar medicamentos diariamente. Só estou ainda me acostumando com o novo formato do corpo, pois a sensação de faltar uma perna ainda é bem estranha, estou tendo dificuldades para aprimorar o equilíbrio, mas, chegaremos lá.

Ainda estou em Recife esperando a revisão médica do hospital para poder dar prosseguimento ao meu tratamento. Nesses próximos dias assim que eu receber o ok dos médicos, darei início aos procedimentos iniciais para a compra da minha prótese. É necessário antes da compra, fazer a construção de um molde que servirá para a fabricação da peça, tirar todas as medidas do meu corpo como altura, tamanho dos membros inferiores, etc. enfim, uma série de coisas que essa semana já começarei a organizar.

Estou muito confiante, embora a campanha #TodosPorRonald tenha resultado numa contribuição importante para o meu tratamento e para a minha vida, não conseguimos alcançar o objetivo de custear todo o tratamento. Dos 40 mil que tínhamos como meta, conseguimos apenas 20 mil, mas, mesmo com apenas 50% do valor, faremos tudo como o planejado, pois ainda acredito que pessoas de bom coração além de todas que já apareceram ainda vão me ajudar.

A campanha ainda continua, embora eu não possa estar a frente por estar em tratamento, ainda estamos recebendo contribuições por meio da Vakinha on-line e também por depósitos bancários. Qualquer dúvida é só entrar em contato comigo pelo WhatsApp (87) 9 9913-0877. Quem quiser ajudar, os dados para depósitos são:

BANCO DO BRASIL
Agência 1112 – 6
Conta corrente: 29.826 – 3
Titular: Ronald Torres da Silva
CPF: 054.009.074-31
O link da Vakinha é: http://vaka.me/730307

Professor Ronald

Número de mortes pelo coronavírus passa de 100 na China


O número de mortes causadas pela nova variante do coronavírus chegou a 106 depois que autoridades da província de Hubei anunciaram 24 mortes na manhã desta terça-feira (28). Autoridades de saúde da China afirmam que mais de 4 mil pessoas foram infectadas.

O premiê chinês Li Keqiang visitou Wuhan, foco do surto, para demonstrar a seriedade com que Pequim está considerando o problema. Li visitou pacientes e profissionais da área médica que estão atuando na linha de frente de combate à doença.

As autoridades de saúde da China afirmam que as pessoas que visitaram Wuhan e outras áreas afetadas serão monitoradas por um período de duas semanas. He Qinghua, funcionário da Comissão Nacional de Saúde, avisou que "qualquer pessoa que tenha sido infectada será imediatamente encaminhada para um hospital e mantida sob quarentena".

O prefeito de Wuhan, Zhou Xianwang, admitiu que a cidade não forneceu informações sobre a nova variante do coronavírus em tempo hábil. Zhou atribuiu o atraso ao fato de que o governo local tinha a obrigação de conseguir uma autorização antes de divulgar informações.

Até o momento, cerca de 65 casos foram notificados em 17 países e territórios em todo o mundo.

A China está intensificando as medidas para conter o vírus. O feriado prolongado do Ano-Novo Lunar foi estendido até 2 de fevereiro. O surto também está afetando a economia chinesa. As autoridades em Shanghai pedem que estabelecimentos comerciais na cidade permaneçam fechados até o dia 9 de fevereiro.

Diversas escolas e creches na China decidiram adiar a volta às aulas.

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus, está em Pequim. Ele deve se reunir com autoridades chinesas para discutir a melhor forma de combater o surto.
Impacto internacional

O impacto econômico do surto de coronavírus continua a se espalhar, inclusive fora da China.

O governo chinês diz que o número de pessoas que usam o transporte público em todo o país caiu cerca de 30% por cento no sábado (25), o primeiro dia do Ano-Novo Lunar – em comparação com o mesmo período no ano passado.

Outros países também estão sentindo os efeitos. A China proibiu viagens em grupo para o exterior, incluindo o Japão.

O ministro da Revitalização Econômica do Japão, Yasutoshi Nishimura, disse que os chineses representam cerca de 30% do total de turistas estrangeiros no Japão. "E não é apenas isso, a produção e o consumo chinês podem ser prejudicados caso a situação se prolongue. Há preocupação de que isso poderia afetar a produção e as exportações japonesas, bem como os lucros corporativos."

Nishimura também lembrou os riscos sobre a volatilidade do câmbio e do mercado de ações, e acrescentou que vai monitorar de perto as movimentações financeiras.

A Bolsa de Valores de Xangai, por exemplo, retomaria suas atividades na sexta-feira (31), mas, até o momento, a informação é de que não voltará a operar até a próxima segunda-feira (3).

Por Agência Brasil

Petrolândia: Blog de Assis Ramalho parabeniza os aniversariantes amigos do Facebook desta terça-feira, 28 de janeiro de 2020; veja lista


Mudam de idade hoje (Terça-feira 28 de janeiro de 2020) e queremos aqui dedicar este dia especial a Ericelly Nathália , Vera Ferraz , Jai Barbosa , Elani Ferraz,,Paulo Lima, Ana Leticia , Janeide Alves, Divoneide Oliveira, Joao Victor Amaral , Rosângela Souza Silva Araújo , Weverttonn Müller, Neide Dantas , Roberio Amaral Dos Santos e Neide Dantas

Veja abaixo fotos de aniversariantes de hoje que compõe o Grupo dos 5 mil amigos de Facebook do Blog de Assis Ramalho

Propaganda paga pela Presidência ficou com apresentadores de TV prediletos de Bolsonaro

Bolsonaro e o apresentador Ratinho durante participação do presidente no programa do SBT

A campanha publicitária do governo de Jair Bolsonaro para a reforma da Previdência destinou em sua segunda fase R$ 4,3 milhões para merchandising, como é chamada a propaganda inserida em programas. Desse total, 91% foram para Record, Band e SBT. As duas primeiras emissoras são clientes da empresa do secretário de Comunicação, Fabio Wajngarten; a terceira é ex-cliente.

O plano de mídia entregue pela agência de publicidade Artplan ao TCU (Tribunal de Contas da União) mostra que houve negociação com nove apresentadores para testemunhos favoráveis à mudança nos regimes de aposentadorias e pensões.

Nomes prediletos de Bolsonaro foram os escolhidos. As declarações de apoio, todas pagas pelo governo, foram ao ar ao longo de sete semanas, de maio a julho do ano passado.

Na Record, os maiores investimentos da Secom (Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República) foram no programa matinal Hoje em Dia, de César Filho e Ana Hickmann (R$ 983 mil por cinco inserções). Esse valor inclui o que foi repassado à emissora e os cachês dos âncoras: R$ 34 mil por fala.

Leia também:
Suspeita de conflito de interesse dá munição a ala contrária a chefe da Secom de Bolsonaro
Justiça dá 5 dias para chefe da Secom se defender de suspeita de conflito de interesses

No SBT, a negociação foi feita com os programas Eliana (R$ 269 mil por um testemunhal), Operação Mesquita, de Otávio Mesquita (R$ 218 mil por três declarações), e do Ratinho (R$ 915 mil por quatro elogios). Mesquita cobra cachê de R$ 2.100 para cada merchandising. Os dois colegas incluem sua remuneração pessoal no valor cobrado pela emissora.

Ratinho é um dos comunicadores da preferência de Jair Bolsonaro ao dar entrevistas. "As mudanças são claras e boas para o Brasil", defendeu o apresentador numa ocasião, ao propagandear a reforma. "Você acha que se a Previdência fosse ruim para o povo, eu estaria a favor?", questionou em outra oportunidade.

Não há ilegalidade na contratação de artistas ou jornalistas para fazer merchandising na TV. O TCU, no entanto, investiga se a distribuição de verbas da Secom entre as TVs se dá por critérios políticos, e não técnicos (principalmente o da audiência), o que afrontaria princípios constitucionais, entre eles o da impessoalidade na administração pública.

Reportagem da Folha de S.Paulo desta segunda-feira (27) revelou que, sob o comando de Wajngarten, a Secom fez mudanças na estratégia da campanha de publicidade sobre a reforma da Previdência, a maior e mais cara do Planalto no ano passado, privilegiando na distribuição de verbas TVs que são clientes de uma empresa do secretário e emissoras religiosas, apoiadoras do presidente Bolsonaro.

A campanha foi feita em fases. Na primeira, de R$ 11,5 milhões, veiculada de 20 de fevereiro a 21 de abril, o plano definiu que a TV mais contemplada com recursos seria a Globo nacional, líder de audiência e que atinge maior público.

Mas, a partir de abril, após Wajngarten assumir o cargo, a Secom mudou a orientação. Na segunda etapa da campanha, aprovada na gestão dele, o plano de mídia excluiu a Globo nacional da lista de contratadas, mantendo apenas praças regionais da emissora, cujos anúncios são mais baratos.

Record, Band e SBT foram contempladas, respectivamente, com R$ 6,5 milhões, R$ 1,1 milhão e R$ 5,4 milhões, totalizando R$ 13 milhões. Os montantes incluem os pagamentos tanto por merchandising quanto pela propaganda nos intervalos comerciais.

Como noticiou a Folha de S.Paulo no dia 15, as duas primeiras têm contratos privados com a FW Comunicação, de Wajngarten. O SBT foi cliente da empresa até o primeiro semestre do ano passado.

A legislação vigente proíbe integrantes da cúpula do governo de manter negócios com pessoas físicas ou jurídicas que possam ser afetadas por suas decisões. A prática implica conflito de interesses e pode configurar ato de improbidade administrativa, se demonstrado o benefício indevido. Wajngarten nega irregularidades.

Dentro dos R$ 4,3 milhões para merchandising, outro contemplado foi o jornalista José Luiz Datena, do programa Brasil Urgente, da Band, escolhido com frequência por Bolsonaro para entrevistas. Ele é cotado para disputar a Prefeitura de São Paulo nas eleições deste ano, com apoio do presidente.

O plano de mídia da agência, a Artplan, registra quatro ações de merchandising no programa dele, ao custo total de R$ 331 mil. Cada fala rende ao garoto-propaganda R$ 12 mil.

Houve um testemunho no programa Terceiro Tempo, de Milton Neves, que é amigo da família de Wajngarten, o chefe da comunicação de Bolsonaro. Ele custou ao governo federal R$ 119 mil, incluindo o cachê de R$ 7.200 pela declaração favorável à reforma.

O documento entregue pela Artplan ao tribunal sustenta que esse formato de propaganda visa "humanizar a informação, que é densa e necessita de mais tempo de explicação". "Ele traz mais proximidade com o público, por meio de seu interlocutor."

Na primeira etapa da campanha da Previdência, de fevereiro a abril, houve apenas uma ação dessa natureza, no programa do Ratinho.

Em nenhuma fase, a Globo recebeu investimento para propaganda dentro de seus programas. A emissora não faz merchandising para governos. As concorrentes da emissora carioca receberam ainda verba para testemunhos em programas locais.

A Rede TV! também negociou espaço em suas atrações. Foram destinados R$ 153 mil para o Luciana by Night, de Luciana Gimenez (seis falas), e R$ 290 mil para o Mega Senha, de Marcelo de Carvalho (sete), um dos sócios da emissora. Eles cobram, respectivamente, cachês de R$ 2.900 e R$ 7.000 para cada testemunho.

O TCU investiga suspeitas de favorecimento no rateio da verba de publicidade da Presidência para TVs. Caso isso se confirme, os responsáveis poderão sofrer sanções como multas e ser condenados a ressarcir eventuais prejuízos.

Reportagem da Folha de S.Paulo mostrou no último dia 20 que a Artplan, também cliente da FW, passou a ser líder em recursos da secretaria na gestão de Wajngarten. Por ordem do tribunal, a agência entregou planilhas com os valores designados para cada uma das TVs e os planos de mídia da campanha da Previdência.

Procuradas pela reportagem, a Secom e as emissoras não se manifestaram.

Por: Fabio Fabrini e Julio Wiziack (Folhapress)