sábado, 27 de julho de 2019

Petrolândia: Aninha Araújo aquece a noite deste sábado (27) no Maria Fumaça, cada vez melhor


A jovem cantora Aninha Araújo é atração deste sábado (27/07) no Bar e Restaurante Maria Fumaça, quiosque localizado na Orla Fluvial de Petrolândia. A apresentação tem início marcado para as 21h00.

Amanhã, o domingo vai ser animado a partir das 13h00, com Edy Ferreira. Às 17h00, Keven Vip encerra a programação, cada vez melhor, do final de semana no Maria Fumaça.


Divulgação/Maria Fumaça


Petrolândia: Compesa avisa falta de água neste domingo, para lavagem de reservatórios


Neste domingo dia 28 estaremos suspendendo o fornecimento de água de Petrolândia das 09:00h as 22:00h para lavagem das unidades de tratamento e reservatórios.

Assim que concluir a limpeza o abastecimento voltará ao normal.

Agradecemos a compreensão de todos.

Redação do Blog de Assis Ramalho
Informação; Escritório da Compesa-Petrolândia

Petrolândia: Promotores do MPPE fazem avaliação final dos trabalhos da FPI/PE na região de Itaparica em entrevista a Assis Ramalho na Web Rádio Petrolândia

 


Para falar sobre os trabalhos do Programa de Fiscalização Preventiva Integrada da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco em Pernambuco (FPI/PE), que encerrou-se nesta sexta-feira (26/07/2019) com Audiência Pública realizada em Petrolândia - no ginásio de esportes da Escola Estadual Delmiro Gouveia,os representantes do Ministério Público de Pernambuco-MPPE, Promotor Dr. André Felipe Menezes, e a Promotora Dra Maria Beatriz Ribeiro Gonsalves, coordenadores da operação, concederam  entrevista no programa Acordando com as Notícias, transmitido pela Web Rádio Petrolândia, na manhã desta sexta-feira (26/07/2019).

A entrevista contou comparticipação de ouvintes, que esclareceram suas dúvidas sobre a FPI. Assista ao vídeo abaixo

As FPIs são realizadas periodicamente em municípios que integram a Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco.Ao todo, cinco municípios da região do Sertão de Itaparica foram visitados. Além de Petrolândia, Floresta, Itacuruba, Jatobá e Tacaratu estão no roteiro da FPI.

No período de doze dias o  programa foi realizado mediante a atuação coordenada de mais de 20 órgãos públicos e entidades não-governamentais, voltados à preservação dos recursos socioambientais por meio da identificação de irregularidades e adoção das respectivas sanções. Centenas de profissionais, divididos em equipes técnicas temáticas, promoverão as fiscalizações nas áreas urbana e rural, além de atividades de educação ambiental para a população.


Clique abaixo e reveja matérias registradas no Blog de Assis Ramalho durante o período de fiscalização da FPI-PE na região de Itaparica
























Saiba sobre a FPI
A FPI é um programa permanente e continuado que teve início há 16 anos, na Bahia. Posteriormente, aderiram os estados de Alagoas (em 2014), Sergipe (2016) e Minas Gerais (2017). No ano passado, a FPI foi também iniciada em Pernambuco. Com isso, os principais estados que integram a Bacia do São Francisco fazem parte do programa. Da primeira etapa da FPI em Pernambuco participaram quase duzentos profissionais de 21 órgãos públicos e entidades não-governamentais. As ações de fiscalização foram voltadas às seguintes áreas: saneamento, gestão ambiental, flora, fauna, mineração, agrotóxicos, espeleologia, arqueologia, paleontologia, patrimônio cultural e comunidades tradicionais.

Redação do Blog de Assis Ramalho

Petrolândia: Missa de 30 dias de Sandra Paula Alves Vilarim Oliveira (Paulinha) acontece neste sábado (27/07) às 19h30 na Igreja da agrovila 3 do Limão Bravo

Aviso:

Avisamos que a missa de um mês de Sandra Paula Alves Vilarim Oliveira (Paulinha) será realizada neste próximo sábado dia 27/07/2019 na igreja da agrovila 3 do Limão Bravo à partir das 7: 30 da noite. Desde já agradecemos a presença de todos.

Blog de Assis Ramalho
Informação: Família

Bolsonaro encerra entrevista após ser questionado sobre helicóptero da FAB que levou família a casamento do filho Eduardo

 
Bolsonaro ao chegar para entrevista coletiva em Goiânia (GO), nesta sexta-feira (26) — Foto: Vitor Santana/G1
FAB levou parentes de Bolsonaro ao casamento de Eduardo no Rio — Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) encerrou uma entrevista coletiva em Goiânia (GO) nesta sexta-feira (26) após ser questionado sobre o helicóptero da Presidência que foi usado para transportar parentes dele até o casamento do filho, Eduardo, no dia 25 de maio deste ano.

O caso foi revelado pelo G1 em reportagem publicada também nesta sexta. Um sobrinho do presidente divulgou em sua página de uma rede social um vídeo em que ele e outras pessoas – todas com roupa de festa - embarcam em um helicóptero da Força Aérea Brasileira (FAB).

Após o G1 questionar na quinta-feira (25) a FAB e o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) sobre os passageiros e o motivo do uso da aeronave, o vídeo foi apagado da rede social.

O assunto foi retomado na entrevista coletiva desta sexta, após Bolsonaro participar de uma festa pelos 161 anos da Polícia Militar de Goiás. A pergunta foi a primeira feita pelos repórteres: "Presidente, Boa Noite! Parentes do senhor viajaram num avião..."

Ele interrompe a pergunta e diz: "Peraí... Dá licença estou num evento militar, tem familiares meus aqui, eu prefiro vê-los do que responder a uma pergunta idiota pra você. Tá respondido? Passa para outra. Outra pergunta por favor. Vamos falar de Brasil e de Goiás. Já sei qual é tua pergunta".

Um outro repórter que acompanhava a coletiva insistiu na pergunta. "Não estou entendendo por que o senhor não gostaria de responder sobre esse assunto?".

Bolsonaro responde: "Outra pergunta. Mais nada? Obrigado."

Após almoçar na fazenda do cantor Amado Batista e passar a tarde visitando o Comando de Operações Especiais do Exército, em Goiânia, o presidente Jair Bolsonaro participou na noite desta sexta-feira (26) do aniversário de 161 anos da Polícia Militar de Goiás e da formatura do sobrinho no Curso de Formação de Oficiais da PM, também na capital.

Durante as cerimônias, o presidente recebeu a Medalha Tiradentes. Além disso, Bolsonaro condecorou o primeiro e segundo lugar no curso da 45ª Turma de Aspirantes, além do sobrinho, Luiz Paulo Leite Bolsonaro.

“Cada vez me sinto um pouco mais goiano”, disse o presidente na solenidade.

Bolsonaro chegou na Academia de Polícia Militar de helicóptero às 20h. Em seguida, passou em revista às tropas.

Por volta das 21h40, ele iniciou o seu discurso.“Quero dizer que estou muito honrado com o convite e em dar nome a essa turma. É uma grande responsabilidade”, falou.

Por G1 GO

Veja como fazer a prova de vida para não perder o benefício


Falta do procedimento é a principal causa de suspensão de aposentadoria no pente-fino do INSS

Clique e veja matéria completa

Por Folha de S. Paulo

Conta de luz ficará mais cara em agosto; Custo extra será de R$ 4 a cada 100 kWh consumidos


A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou que a bandeira tarifária para o mês de agosto será a vermelha, no patamar 1, onde há uma cobrança extra de R$ 4 para cada 100 quilowatts-hora consumidos. Em julho, a cobrança foi da bandeira tarifária amarela, quando há um acréscimo de para R$ 1,50 a cada 100 kWh consumidos.

De acordo com a agência, a medida foi tomada pela possibilidade de aumento no acionamento das usinas termelétricas, que têm custo de geração de energia mais alto. Também pesou na decisão, a diminuição do volume de chuvas, com a chegada da estação seca.

"Agosto é um mês típico da estação seca nas principais bacias hidrográficas do Sistema Interligado Nacional (SIN). A previsão hidrológica para o mês sinaliza vazões abaixo da média histórica e tendência de redução dos níveis dos principais reservatórios", disse a Aneel.

De acordo com a Aneel, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o bom uso da energia elétrica. O funcionamento das bandeiras tarifárias é simples: as cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração.

O cálculo para acionamento das bandeiras tarifárias leva em conta, principalmente, dois fatores: o risco hidrológico (GSF, na sigla em inglês) e o preço da energia (PLD).

No dia 21 de maio, a Aneel aprovou um reajuste no valor das bandeiras tarifárias. A bandeira amarela passou de R$ 1 para R$ 1,50 a cada 100 kWh consumidos, a bandeira vermelha patamar 1 passou de R$ 3 para R$ 4 a cada 100 kWh e no patamar 2 passou de R$ 5 para R$ 6 por 100 kWh consumidos.

A bandeira verde não tem cobrança extra.

Os recursos pagos pelos consumidores vão para uma conta específica e depois são repassados às distribuidoras de energia para compensar o custo extra da produção de energia em períodos de seca.

Por Agência Brasil