domingo, 11 de agosto de 2019

Jovem de 18 anos é assassinado a tiro em Paulo Afonso - BA


Um jovem de 18 anos foi assassinado a tiro na madrugada desde domingo (10), em Paulo Afonso, Bahia. Segundo informações da Polícia Militar, o crime aconteceu por volta das 4:30, na Rua Cruzeiro do Sul, ao lado do campo da Ademox, Vila Moxotó-BA.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ainda chegou a ser acionada, foi prestar assistência, mas o adolescente não resistiu aos ferimentos provocados por um tiro na região da cabeça e morreu no local.

A vítima foi identificada como Ruan Guilherme Silva Gomes, morador do Bairro Barroca. Ainda de acordo com a polícia, foi encontrada uma pequena porção de uma substância semelhante a cocaína próximo ao local do crime.

O caso está sendo investigado pela 18ª delegacia de Paulo Afonso e, ainda, não há detalhes sobre autoria e motivação do crime.

Por PA4.COM.BR

Petrolândia: Mensagem de Feliz dia dos Pais do vereador Delano Santos

Feliz dia dos pais|parabéns a todos os pais que abraçam essa divina missão com amor. Felicidades, realização e muitos abraços! Essa é uma homenagem do seu amigo e vereador Delano Santos a todos os pais.

Delano Santos

Jovem de apenas 16 anos suicida-se em Belém do São Francisco (PE); é o 3º atentado contra a vida no município na ultima semana


Alto índice de suicídios preocupa população do município de Belém do São Francisco, ao tempo que manifestam indignação e cobra providencia das autoridades.

Os casos de suicídios no município de Belém do São Francisco, sertão de Pernambuco, alcança números preocupantes e alarmantes. Só na ultima semana foram registrados três casos, o mais recente foi de um jovem de apenas 16 anos de idade.

Já há iniciativas por parte da secretaria de saúde do município para tratar desse problema que vem causando dores à população belemita, essa preocupação tanto é da secretária de saúde, Gisele, quanto da coordenadora Keyla Nogueira.

No entanto, é preciso o envolvimento de outros setores da sociedade, bem como, das autoridades dos governos do Estado e da União. Outros municípios a exemplo de Petrolina e de Santa Maria da Boa Vista, todos no sertão do São Francisco de Pernambuco, tem convivido com casos dessa natureza.

Por Blog do Didi Galvão

Deltan Dallagnol deve ser punido a partir de terça por conteúdo de conversas vazadas

Coordenador da maior operação contra a corrupção, Dallagnol está agora sendo alvo de representações contra ele por causa dos diálogos vazados

No “olho do furacão”. O chavão um dia usado pelo procurador Deltan Dallagnol para se vender como palestrante nunca foi tão apropriado, como agora, para descrever a situação do chefe da força-tarefa da Lava-Jato. Com o vazamento dos diálogos entre procuradores de Curitiba e o escândalo das atividades privadas, além de indícios de direcionamento das investigações sobre personagens específicos, o pato-branquense de 39 anos está acuado. Nas rodas dos tribunais de Brasília é dado como certo algum tipo de punição a ele a partir da próxima terça-feira, durante sessão do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

Celebrado como o líder da maior operação de combate à corrupção da história do país, Dallagnol, após cinco anos de Lava-Jato, agora vê seu prestígio ser rapidamente corroído a cada divulgação de mensagens do Telegram. A próxima sessão do colegiado tem uma pauta com um total de 146 itens, incluindo dois procedimentos contra o coordenador da força-tarefa da Lava-Jato. Um deles é uma Reclamação Disciplinar aberta a pedido do senador Renan Calheiros (MDB-AL), que acusa o coordenador da Lava-Jato de fazer contra ele acusações falsas desde 2017, ainda no período pré-eleitoral, “em nítida tentativa de influenciar o resultado do pleito”, segundo trecho do documento. Em março, ao anunciar a reclamação disciplinar pelo Twitter, Calheiros chamou Dallagnol de “pistoleiro de reputações”.

No CNMP, as reclamações disciplinares são abertas pelo corregedor nacional do Ministério Público. É a partir da análise do voto do corregedor que o plenário decide abrir ou não processo administrativo-disciplinar. Um procedimento desse tipo contra Dallagnol também está na pauta da próxima sessão do colegiado. Ele resulta de uma queixa apresentada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, e está relacionada a entrevista concedida por Dallagnol à rádio CBN, em 2018, na qual ele afirmou que a Suprema Corte passa a mensagem de leniência a favor da corrupção em algumas de suas decisões.

“Dallagnol cruzou o rubicão”, disse um subprocurador da República com trânsito nos conselhos e tribunais do centro do poder. A expressão refere-se à proibição romana de se atravessar o Rio Rubicão, fato desconsiderado por Júlio César na caçada a Pompeu, em 49 a.C. Assim como o imperador, Dallagnol assumiu riscos que o tornaram refém das próprias decisões. “O principal deles foi ter supostamente tornado a mulher uma laranja. As mulheres são a base da família diante dos olhos de juízes e do povo. Enquanto homens são sacrificados, elas conseguem o perdão, veja os casos das esposas de Eduardo Cunha e Sérgio Cabral”, continuou o membro do Ministério Público.

No caso de Cunha, a mulher dele, Claudia Cruz, foi absolvida pelo então juiz e hoje ministro da Justiça Sérgio Moro, um dos protagonistas das conversas vazadas da força-tarefa. No caso dele, a tendência é de que ocorra, no primeiro momento, algum cuidado dos críticos da Lava-Jato, incluindo os próprios integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF). Moro tem popularidade ainda em alta, podendo reverter ataques. “Não é o caso de Dallagnol. Há pouquíssimas chances de ele conseguir escapar de um afastamento, mesmo que mínimo”, disse um aliado do procurador.

A situação de Dallagnol é tão dramática que alguns colegas chegaram a sugerir uma licença forçada por um ou dois anos, até a poeira baixar – o procurador recusou a sugestão e disse que enfrentará até o fim as representações no CNMP. “Não há a menor chance de ele se licenciar, estamos fechados e vamos enfrentar o processo”, disse um procurador próximos à força-tarefa ao Estado de Minas, que pediu reservas em relação ao nome. Os investigadores, porém, sabem que a situação neste momento é difícil. “Será um julgamento político, o momento não é bom para ele, pois o CNMP é pressionado tanto pelo Supremo quanto pelo Congresso”, disse o procurador com informações sobre o conselho. Entre ministros, há o incômodo por causa do avanço de Dallagnol sobre personagens da corte. No caso dos parlamentares, trata-se de uma espécie de desforra, a partir do controle que o Senado tem sobre as reconduções no CNMP.

Atividades Filho do procurador de Justiça Agenor Dallagnol, o coordenador da força-tarefa da Lava-Jato se formou em direito pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Protestante fervoroso da Igreja Batista, o procurador, quando nem imaginava que os bastidores da Operação Lava-Jato viriam à tona, era um festejado palestrante em concorridos eventos empresariais e corporativos, atividade remunerada que viria a se tornar uma de suas maiores dores de cabeça. Dallagnol também emprestava seu talento de palestrante em eventos beneficentes e em igrejas evangélicas.
Continua depois da publicidade

Os resultados expressivos da Lava-Jato, como a prisão de pesos-pesados da política e a recuperação de altas quantias desviadas pelos esquemas de corrupção, conferiram grande respeitabilidade aos procuradores do Ministério Público Federal(MPF) de Curitiba, como também ao então juiz Sérgio Moro. O ápice do prestígio veio em dezembro de 2016, quando a Lava-Jato ganhou prêmios nacionais e internacionais por causa do combate à corrupção. Nesses casos, o principal nome nas cerimônias era o próprio Dallagnol.

O homem que saiu da pequena Pato Branco, a 450 quilômetros de Curitiba, para conquistar a confiança e a admiração de todo o país, entretanto, depois de ganhar o respeito de magistrados se viu como uma persona non grata para parte dos ministros da Suprema Corte. A divulgação de diálogos que indicam que ele incentivou outros procuradores a investigar o presidente do STF, Dias Toffoli, sua mulher, a advogada Roberta Rangel, e o ministro Gilmar Mendes caiu como uma bomba e aumentou a pressão para que Dallagnol se afaste da coordenação da Lava-Jato.

O promotor de Justiça do estado de São Paulo Rogério Sanches Cunha, professor de direito penal do LFG São Paulo, lamentou que a Lava-Jato esteja hoje com sua credibilidade sendo questionada em razão da avalanche de mensagens que foram impulsionadas em 9 de junho, quando o site The Intercept Brasil começou a série de reportagens sobre o lado desconhecido da operação. “Seria muito triste ver provas obtidas por meio ilícito prevalecerem sobre as provas obtidas legalmente”, disse, em referência às suspeitas de que as mensagens divulgadas pelo site tenham sido captadas por meio da ação de hackers. “Mas essas mensagens não interferem nos méritos das causas em julgamento; se algumas delas indicassem a inocência de um condenado, aí seria diferente. Mas, pelo pouco que li das mensagens, nenhuma delas ‘beatifica’ culpados”, acrescentou o membro do Ministério Público paulista.

Por Estado de Minas

Petrolândia: Mensagem do Dia dos Pais da Sanfrancisco Distribuidora

Divulgação/Sanfrancisco Distribuidora

Petrolândia: Feliz Dia dos Pais - Mensagem da Igreja Batista Missionária

Divulgação: IBM

Ideologia de gênero é coisa do capeta, diz Bolsonaro na Marcha para Jesus

O presidente ainda parabenizou todos os pais do Brasil, já que será Dia dos Pais neste domingo
(foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)

O presidente da República, Jair Bolsonaro, chegou aplaudido pelas pessoas que acompanham a Marcha para Jesus — pela família e para o Brasil, que iniciou às 9h em frente do Palácio do Buriti e desde 10h30 se concentra ao lado do Clube do Choro. O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, também está presente no evento e teceu apoio ao chefe do Executivo Federal. A Polícia Militar do DF informou que não contabilizou o número de pessoas presentes, mas organizadores estimam 15 mil pessoas.

Até às 10h30, três faixas do Eixo Monumental, lado Sul, estiveram fechadas. Depois deste horário, todo o tráfego de veículos foi impedido. Motoristas tiveram que mudar o trajeto para o Parque da Cidade. Bolsonaro chegou pouco depois das 11h e ficou até às 11h40, mas a marcha continuou até o Museu Nacional, com três faixas bloqueadas.

O presidente foi chamado de “mito” pelos apoiadores em diversas ocasiões e foi apresentado pelos organizadores como o único na história do Palácio do Planalto que “reconhece que Jesus é Jesus”. Ele beijou a camisa do evento, com a escritura “Marchando para Jesus” e foi aplaudido.

Continua depois da publicidade

A Marcha para Jesus é um evento organizado pelo Conselho de Pastores Evangélicos do Distrito Federal (Copev/DF) e conta com o apoio da Federação Nacional de Igrejas Cristãs (Fenaic), da Federação dos Cantores Evangélicos do Distrito Federal (FACEV), do Fórum Evangélico Nacional de Ação Social e Política (Fenasp) e da Confederação dos Conselhos de Pastores do Brasil (Concepab).

Durante o discurso, que durou 14 minutos, Bolsonaro criticou a esquerda e a imprensa, e ainda declarou que a ideologia de gênero é do “capeta”. Ele relembrou do apoio dos evangélicos durante a campanha eleitoral.

“Além do milagre da minha vida, o milagre da nossa eleição. Tive apoio de grande parte dos evangélico no período inicial das eleições. Isso foi decisivo. O que eu falava durante a campanha eu já falava anos antes. Desde 2010, quando apareceu nos governo que nos antecedeu as questões de multifamílias”, afirmou Bolsonaro. “Se querem que eu acolha isso, apresente uma Emenda Constitucional e modifique o artigo nº 226, que diz que família é homem e mulher. E mesmo mudando isso, como não dá para emendar a bíblia, eu vou continuar acreditando na família tradicional”, acrescentou, aplaudido.

O presidente ainda parabenizou todos os pais do Brasil, já que será Dia dos Pais neste domingo (11/8). “Amanhã, como todos os dias, é o dia da família”, declarou. Bolsonaro ainda enfatizou que, apesar do Brasil ser um estado laico, a maioria das pessoas são cristãs. No trio elétrico, onde discursou, havia a bandeira de Israel, porque, segundo ele, é preciso agradecer às tradições judaico-cristã.

“Vocês tem pela primeira vez na história do Brasil um presidente que está honrando o que prometeu na campanha, que acredita da família e que vai respeitar a inocência das crianças nas salas de aulas. Não existe conversinha de ideologia de gênero. Isso é coisa do capeta. Tenho certeza que o governador Ibaneis não vai admitir isso no DF”, disse, ao lado do chefe do Executivo distrital.
Fé e imprensa
De acordo com Bolsonaro, “a todo momento” a população brasileira escuta que a “esquerdalha do PT, PCdoB, PSOL, nojenta” defender que o estado é laico. “Mas eu, Jonnie Bravo, sou cristão. Aqui, nesse carro e pátio, somos cristãos”, disse, antes de ser ovacionado com gritos de “mito”. Respeitamos todas as religiões e quem não é cristão. Mas a maioria dos brasileiros é cristão e ponto final. O Brasil é um só povo, uma só raça e um só coração. É uma bandeira e meia: Brasil e Israel”, apontou.

Bolsonaro também alfinetou a imprensa e relembrou que assinou, “com a caneta bic”, uma medida para que as empresas não sejam obrigadas a publicar balancetes nos jornais. De acordo com ele, não é retaliação à mídia e vai em direção à modernização, já que os dados empresariais poderão ser acessados no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e no Diário Oficial da União, de forma gratuita.

“Não estamos desafiando nenhuma instituição, mas não aceitaremos pressão para manter nichos qualquer que seja em causa própria”, afirmou no início do discurso. “Levantamento preliminar os jornais vão deixar de ganhar R$ 1,2 bilhão. Estamos atacando nichos que oprimiam a sociedade”, acrescentou Bolsonaro.

O chefe do Executivo ainda afirmou que o governo está facilitando a vida de todos e que está em luta com o Judiciário para acabar com os pardais no Brasil. “Tenho certeza que o governador vai brigar. Ninguém consegue andar no df sem ser multado. Isso é covardia. Vai acabar com essa roubalheira em Brasília”, disse ao lado de Ibaneis. 

Por Correio Braziliense

Petrolândia: Feliz dia dos Pais - Mensagem do vereador Evaldo Nascimento

Divulgação

Petrolândia: Edy Ferreira e Rahmon Lima são atrações deste domingo no Maria Fumaça, que faz seu FDS cada vez melhor


Os cantores Edy Ferreira (13h00) e Rahmon Lima (17h00) são as atração deste domingo (11/08/2019) no Bar e Restaurante Maria Fumaça, localizado na Orla Fluvial de Petrolândia.

Excelente cardápio e boa música na Orla de Petrolândia, você desfruta no cada vez melhor Maria Fumaça, organização de Pedrinho e família.

Contato: 87 3851-0376

Blog de Assis Ramalho
Com informações do Maria Fumaça

Petrolândia: Alfa Saúde deseja um feliz dia dos Pais 'A certeza de um amigo para sempre'

Divulgação/Alfa Saúde

Governo insiste em proposta para trabalhador bancar a própria aposentadoria


O governo federal deve encaminhar à Câmara dos Deputados, nas próximas semanas, uma proposta de emenda à Constituição (PEC) para possibilitar a implementação do sistema de capitalização como regime previdenciário, de acordo com o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. O texto para a mudança constitucional, que seria a “Lei Áurea” para o “Brasil econômico”, na interpretação dele, está sendo preparado pelo Ministério da Economia e pode ser enviado antes de a votação da reforma da Previdência ser concluída no Senado.
Continua depois da publicidade

O regime de capitalização já havia sido incluído pelo Palácio do Planalto na proposta de reforma, mas o tema foi retirado na Câmara por falta de consenso entre os deputados. Durante a Marcha para Jesus, que ocorreu neste sábado (10/8), no Eixo Monumental, Lorenzoni argumentou que a PEC da capitalização é o “futuro do Brasil”, não apenas nos aspectos previdenciários, mas, também, “como alavanca para ampliar a poupança interna e trazer a libertação do Brasil do capital externo”.

De acordo com o ministro, o texto da proposta vai trazer o detalhamento de como será a capitalização, diferentemente da reforma da Previdência, que tinha apenas dispositivos que permitiam a implementação do novo regime. “Eu defendo, por exemplo, que tenhamos, optativamente, ou fundo de capitalização ou poupança individual para a aposentadoria”, disse Lorenzoni.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, já argumentou, em diversas ocasiões, que o sistema atual de repartição, no qual as pessoas que trabalham pagam a aposentadoria dos beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), é uma fábrica de desigualdades e está falido. Durante evento em São Paulo, na última sexta-feira, ele afirmou que a capitalização pode ser “um novo mercado de poupança”. “Ela é extraordinária para o país, pode libertar gerações futuras”, disse.

Guedes argumenta que o novo modelo não deve exigir contribuição patronal, como forma de onerar menos as empresas. Caberia, então, ao trabalhador fazer a própria poupança para conseguir se aposentar no futuro. O ministro se espelha na capitalização feita em 1981 no Chile, onde as pessoas têm contas individuais administradas por entidades privadas. Há o desconto obrigatório de 10% sobre a renda mensal, além da taxa paga às gestoras.

Em 2008, porém, após protestos por conta da falta de recursos, o Chile precisou reformar novamente a Previdência. Quase 80% das aposentadorias e pensões pagas entre 2007 e 2014 eram menores do que o salário mínimo do país. Com a mudança, foi criado um piso solidário, em que um fundo estatal passou a bancar a aposentadoria dos 60% mais pobres. Foi também estabelecida uma pensão mínima. O ministro da Casa Civil diz que é favorável à contribuição patronal, mas que o Ministério da Economia é que fará a proposta.

Sobre a reforma da Previdência que está em tramitação no Senado, Onyx disse que o texto não deverá ter modificações em relação ao que foi aprovado pela Câmara, o que garantirá economia de R$ 930 bilhões em 10 anos. “Somados aos R$ 200 bilhões em 10 anos da medida antifraude, vamos a R$ 1,13 trilhão, que é muito importante para mostrar ao investidor que o Brasil está solvente do ponto de vista fiscal”, alegou.

Procuradoria

Onyx também comentou sobre a definição de quem será o novo comandante da Procuradoria-Geral da República (PGR), após o fim do mandato de Raquel Dodge. Para ele, não há necessidade de pressa na decisão. “É uma posição muito importante e relevante em qualquer momento da vida nacional. O presidente vem analisando vários nomes, e ele tem que analisar devagar. Nós temos tempo para que ele possa tomar a melhor decisão”, argumentou. A indicação deve ser apresentada até sexta-feira pelo presidente Jair Bolsonaro.

Por Correio Braziliense

Petrolândia: Homenagem do Dia dos Pais da Clínica e Laboratório Jaques


Divulgação/ Clínica e Laboratório Jaques

Ônibus com estudantes cai dentro de barragem em Águas Belas, PE

Ônibus caiu na descida da Serra do Jilú — Foto: WhatsApp/Reprodução

Um ônibus com estudantes da rede municipal caiu dentro de uma barragem  em Águas Belas, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a Secretaria de Educação, o ônibus teve problemas mecânicos enquanto descia a Serra do Jilú. Nenhuma criança ficou ferida no acidente, mas o motorista teve ferimentos leves. O acidente aconteceu na sexta-feira (9).

Ainda segundo a Secretaria, o condutor do ônibus escolar foi levado para o hospital local, atendido e liberado. A prefeitura de Águas Belas informou que o veículo estava com a revisão em dia. Não foi informada a quantidade de alunos no ônibus.

A prefeitura também informou em nota que parte da estrada na Serra do Jilú foi pavimentada para dar mais segurança aos estudantes e que iniciou um processo de licitação para a construção de uma escola na comunidade do Jilú.

Por G1 Caruaru

Petrolândia: Feliz dia dos Pais - Mensagem do System Saúde


System Saúde

Petrolândia: Missa de 1 ano de Antônia Gertrudes será nesta segunda-feira na Agrovila 07 do Limão Bravo


A família convida todos para a Missa de 1 ano em memória de Antônia Gertrudes Ribeiro, a ser realizada nesta segunda-feira(12/08/2019), às 19h00, na Agrovila 07 do Limão Bravo, zona Rural de Petrolândia

A família agradece a todos que comparecerem a este ato de fé e caridade cristã

Filhos, genros, noras, netos e bisnetos


Redação do Blog de Assis Ramalho
Com informações da família

Petrolândia: Feliz Dia dos Pais - mensagem da Clínica Mais Saúde

Clínica Mais Saúde

Empresa denunciada por escolas canadenses afirma que vai honrar dívida referente ao programa Ganhe o Mundo

Empresa diz que vai honrar dívida com escolas do Canadá referentes a Ganhe o Mundo
O diretor da empresa 2G, acusada pela Associação de Escolas Públicas do Canadá de dever 2 milhões de dólares canadenses referentes a intercâmbios de estudantes do Programa Ganhe o Mundo, se defendeu das alegações, neste sábado (10). (Veja vídeo acima)

Segundo Jameson Nascimento, o valor equivale a 1,69 milhão de dólares canadenses e a dívida ocorreu por causa de uma oscilação entre o valor repassado pelo governo pernambucano, previsto em licitação, e o valor do câmbio na época da viagem dos estudantes.

Na sexta-feira (9), a diretora da associação canadense, Bonnie McKie, declarou que não receberia mais estudantes inscritos no programado governo do estado, por causa da dívida com a empresa. Em reais, o valor que a entidade estrangeira diz que a empresa está devendo equivale a quase R$ 6 milhões.

O valor que Jameson Nascimento diz dever, no entanto, seria de R$ 4,835 milhões e é referente às viagens de 495 alunos do segundo semestre de 2018 e do primeiro semestre de 2019.

Nascimento também afirma que fez um acordo com as escolas, para pagar a dívida em parcelas entre setembro de 2019 e fevereiro de 2020. Ele diz que repassou para o Canadá todo o dinheiro que recebeu da Secretaria de Educação de Pernambuco, por ter vencido a licitação.

"Reconheço a dívida. O que ocorreu é que, em 2018, entramos num impasse muito grande, sobre enviar ou não os meninos, uma vez que o contrato fechado com o governo não cobriria todas as despesas. Optamos por levá-los, entramos em contato com os nove distritos no Canadá e informamos que só teríamos condições de pagar 50% do que tínhamos acordado. Fizemos um plano de pagamento escalonado até agosto de 2019 e todos os distritos aceitaram", afirma.

Segundo Nascimento, a 2G participa do Programa Ganhe o Mundo desde 2013 e, desde então, levou mais de 2 mil estudantes também para países como Colômbia, Austrália, Nova Zelândia e Espanha.

Ainda segundo Jameson, a 2G pediu ao governo para reajustar o valor passado na licitação, com base na oscilação cambiária. "Entramos com um pedido junto ao governo do estado para fazer um reequilíbrio do que foi nosso contrato de 2018-2019. O governo não disse que concordava, apenas pediu a documentação e iria estudar", diz.

Por telefone, a assessoria de comunicação da Secretaria de Educação disse que o governo está analisando o pedido de reequilíbrio econômico feito pela 2G.

Documentação

Segundo a associação, alguns estudantes do Ganhe o Mundo chegaram ao país da América do Norte sem documentação. O Ganhe o Mundo oferece vagas para intercâmbio em países de línguas estrangeiras. Os estudantes podem escolher cursos na Argentina, Chile, Espanha, Colômbia, Canadá, Estados Unidos, Nova Zelândia e Austrália.

Sobre os problemas com a documentação, alegados pela associação canadense, Jameson Nascimento negou e afirmou que um distrito descumpriu o que havia sido acordado com a empresa, ao negar receber 50% do valor devido e não o valor integral e que não receberia os jovens pernambucanos.

"No dia do embarque, uma dessas nove entidades nos telefona e exige o pagamento integral. O proprietário do distrito foi enfático ao dizer que os meninos não entrariam no Canadá e que eles deportariam essas crianças se eu não depositasse. Não cedi à chantagem e disse que levaria a público. Não fiz e tomei a atitude de, os meninos em vôo, procurar outros distritos. Como o Ganhe o Mundo é um programa muito forte, gigantesco, conseguiu realocar os 14 meninos que esse senhor, levianamente, disse que não receberia", afirma.

Licitação

Também na sexta-feira (9), a diretora da Associação de Escolas Públicas do Canadá, Bonnie McKie, informou que estava preocupada com o fato de um dos sócios da 2G Turismo ter constituído uma nova empresa, a You Viagens & Turismo, para se inscrever na licitação para o Ganhe o Mundo, em 2020.

Jameson Nascimento confirmou o fato e disse que está concorrendo à licitação com uma empresa chamada You Turismo, já que a 2G pertenceria também à sua família.

"Somos um grupo familiar. A 2G não é minha oficialmente. Sim, estou me candidatando, licitamente, porque a You, que é, de fato, minha, é uma empresa séria, correta, com toda a visibilidade, com sede própria, física, e não teria nenhum problema em levar os meninos", diz o diretor da empresa.

Sobre a possibilidade de não poder honrar os futuros contratos, que ocorreriam caso ele vencesse a licitação, Jameson Nascimento diz que, no novo processo licitatório, o governo reajustou o valor a ser repassado, e por isso a You Turismo seria capaz de enviar os estudantes.

"Diferente do que ocorreu lá atrás, o governo entendeu e fez uma equiparação a todas as perdas cambiais que houve no passado. O valor do contrato anterior sofreu um acréscimo agora e com isso nós não teríamos o mesmo problema. Sem falar que esses sete distrito que fazem parte do grupo que quer receber os meninos têm um passivo conosco e nós vamos liquidar cada centavo", declara Jameson.

Entenda o caso

Os estudantes interessados em participar do programa Ganhe o Mundo devem estudar na rede estadual e passar por uma seleção. O Canadá recebe, em média, 460 pessoas a cada ano, de acordo com o governo do estado.

Na sexta-feira (9), Bonnie McKie, diretora da Associação de Escolas Públicas do Canadá, disse que a decisão de não receber mais estudantes do Ganhe o Mundo estaria em vigor até que as instituições recebam o dinheiro que está sendo devido pela empresa 2G.

A associação liderada por McKie atua em 130 distritos do país. As divisões de escolas públicas canadenses matriculam mais de 40 mil estudantes internacionais a cada ano.

A 2G Turismo venceu a licitação aberta pelo estado para participar do programa entre 2018-2019, no lote do Canadá. Com esse dinheiro, são custeadas todas as despesas do estudantes, incluindo educação e hospedagem.

Na entrevista, Bonnie Mckie afirmou que, em nenhum momento, contou com suporte do governo de Pernambuco nem da embaixada para resolver as pendências financeiras com a empresa 2G. Ela também disse que ocorreram problemas durante a vigência do contrato com a vencedora da licitação.

As queixas da Associação Escolas Públicas do Canadá começaram em março deste ano. No dia 30 daquele mês, Mckie enviou uma carta ao governador Paulo Câmara (PSB) apontado problemas com a 2G Turismo.

Também na sexta-feira, o secretário de Educação de Pernambuco, Frederico Amâncio, disse que a postura da associação de escolas públicas do Canadá, de que não vai mais aceitar estudantes, não prejudicará o Programa Ganhe o Mundo. Segundo ele, há outras associações desse tipo naquele país, que podem fazer parte da iniciativa. Sobre os problemas entre a 2G e a associação, ele afirmou que se trata de uma questão envolvendo dois entes privados.

Por Mônica Silveira e Pedro Alves, TV Globo e G1

Petrolândia: Vereador Louro do Vidro deseja a todos um Feliz dia dos Pais!




Ser pai é plantar raízes, é ensinar segurando a mão com coragem e determinação. Feliz Dia dos Pais!

Louro do Vidro


Jovem de 20 anos morre atropelada na BR 428, em Lagoa Grande, Sertão de PE


Uma mulher morreu atropelada neste sábado (10), na BR 428, próximo a Av. Senador Nilo Coelho, no centro do município de Lagoa Grande, Sertão Pernambucano.

De acordo com a Polícia Civil, Francisca Iris Gomes da Silva, de 20 anos teria sido atropelada por um motorista em um veículo que fugiu sem prestar socorro.

Equipes de policiais identificaram as câmeras de segurança que existem no local e vão verificar as imagens para tentar identificar o autor. Um inquérito policial foi instaurado para apurar o caso.

Por G1 Petrolina

Vereador de Casa Nova (BA) morre em acidente de trânsito


O vereador de Casa Nova-BA, Jossivaldo Rodrigues de Souza Silva, conhecido como Vadim do Pipa (PSB), foi vítima de um acidente automobilístico no início da noite deste sábado (10/08/2019).

De acordo com informações que chegaram ao PNB, o acidente teria ocorrido durante uma ultrapassagem. A vítima estaria em um carro de passagem com outras três pessoas.

Ainda segundo as informações, o vereador não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Até o momento não há informações sobre o estado de saúde dos outros ocupantes do veículo.

Em suas redes sociais, o Prefeito de Casa Nova-BA, Wilker Torres, lamentou a morte do vereador.

“Soube há pouco que um acidente vitimou nosso amigo e companheiro Jossivaldo Rodrigues de Souza Silva, que todos conhecem como o Vereador Vadim do Pipa.

Não tenho palavras para expressar minha dor, meu sentimento de perda e o quanto Vadim irá fazer falta para vencer os desafios que ainda iremos enfrentar.

Só posso garantir, amigo Vadim, que vou continuar o trabalho em que você acreditou e caminhar no mesmo caminho que levará Casa Nova, que você amava mais que tudo, a um tempo de felicidade e paz.

Sei que você estará sempre com a gente! Aos seus familiares, aos seus amigos, minhas mais sinceras condolências e, meu abraço apertado.


Wilker Torres
Prefeito”.

Por Sibele Fonseca 
Portal Preto no Branco

Vereador é preso suspeito de usar máquina da Prefeitura de Goianápolis em obra na fazenda de Amado Batista

Segundo o delegado, era o próprio vereador que dirigia um trator esteira na recuperação da estrada particular. Cantor disse que pediu serviço ao prefeito por estar previsto em lei. Amado Batista é dono da fazenda que fica em Goianápolis — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Um vereador de Goianápolis foi preso em flagrante nesta sexta-feira (09) suspeita de usar uma máquina da prefeitura para fazer uma obra em uma estrada dentro da fazenda do cantor Amado Batista, que fica no município. Segundo o delegado, Rodrigo Arana, era o próprio político que conduzia um trator esteira.

O vereador não teve o nome divulgado pela polícia. Sem a identificação dele, o G1 não conseguiu ter acesso à defesa do político. Por telefone à TV Anhanguera, o cantor Amado Batista disse que pediu ao prefeito Francisco de Moraes o trator para realizar a obra, porque sabia que esse empréstimo estava previsto em lei.

O G1 entrou em contato com o mesmo número de celular do artista para tentar mais detalhes sobre o caso, no entanto a pessoa que atendeu disse ser assessor do cantor e informou que caberia à prefeitura dar as respostas.

Já a Prefeitura de Goianápolis informou que o empréstimo de máquinas está previsto em um artigo da Lei Orgânica da cidade e não caracteriza crime. No entanto, a mesma Lei prevê que haja a assinatura de um termo de responsabilidade, o que não teria sido feito pelo cantor e nem apresentado pelo vereador no momento da prisão, segundo a polícia.

Rodrigo Arana informou que a prisão do vereador aconteceu após uma denúncia anônima feita ao Ministério Público de que o político estaria usando máquinas da em uma estrada particular dentro de uma fazenda do município.

“Um oficial de Justiça e dois agentes da polícia flagraram o vereador dirigindo o trator dentro da propriedade particular. Não era nem uma estrada vicinal, era mesmo dentro da fazenda. Quem deveria estar fazendo o trabalho de fiscalizador, estava em total desvio de função, executando a obra”, falou o delegado.

Rodrigo Arana disse que o vereador não apresentou nenhum documento que autorizasse o empréstimo, como uma ordem de serviço ou comprovação de contrapartida, por isso o político foi preso em flagrante pela suspeita de peculato-desvio, que é um crime cometido por agente público.

“Ele ficou em silêncio no momento do depoimento, mas os agentes conseguiram gravar no momento do flagrante ele imputando a responsabilidade à outra pessoa. Não vamos divulgar ainda o nome do vereador para não atrapalhar as investigações, até mesmo porque precisamos avaliar alguns documentos e ouvir outras pessoas”, comentou o delegado.

O delegado disse ainda que vai verificar por meio de documentos se a propriedade está em nome de Amado Batista e, se confirmado, o cantor deverá ser ouvido nos próximos dias, assim como o gerente da propriedade e representantes da prefeitura.

Arana disse que até o final da tarde desta sexta-feira, o vereador permanecia em uma cadeia da cidade para onde foi levado após o depoimento.

Por Rodrigo Gonçalves e Lorena Gomes, G1 GO e TV Anhanguera

Petrolândia: Após dois anos em silêncio, ex-prefeito Ricardo Rodolfo fala dos motivos de sua renúncia em entrevista na Web Rádio Petrolândia


Dois anos após renúncia, o ex-prefeito de Petrolândia, o pastor Ricardo Rodolfo foi entrevistado pelo radialista e blogueiro Assis Ramalho, no 'Acordando com as Notícias', programa transmitido pela Web Rádio Petrolândia. A entrevista foi realizada ao vivo, com participação de ouvintes.

Em mais de uma hora de entrevista, Ricardo relatou os verdadeiros fatos da sua renúncia e falou detalhes dos sete meses em que esteve a frente do executivo municipal (veja íntegra dos vídeos abaixo). 

Filiado ao PR, Ricardo foi eleito prefeito em 2016. Ele renunciou ao cargo em agosto de 2017, e foi sucedido pela vice-prefeita Janielma Souza (PSB), a quem fez rasgados elogios durante a entrevista.
Antes de renunciar ao mandato, Ricardo afastou-se no mês anterior, para tratamento de Síndrome de Burnout, com especialista no Recife. De acordo com Ricardo, a doença teria sido o maior motivo de sua renúncia. No dia 1º de agosto de 2017, Ricardo dirigiu carta aos familiares, posteriormente ao presidente da Câmara Municipal de Petrolândia, cargo então ocupado por Delano Santos (PSB). No documento, ele anunciava sua decisão e apontou o dilema vocacional entre sua missão como pastor evangélico e o cargo de gestor do município, que exigem do prefeito atitudes conflitantes com uma ou outra função. Na entrevista ele afirma que que a possibilidade de renunciar teria sido amadurecida juntamente com sua família, em reflexões pessoais e oração. Desde então, ele resolveu manter o silêncio em relação à sua renúncia e retornou ao comando da Igreja Batista Missionária-IBM.

Na quinta-feira passada (1º de agosto de 2019), quando se completou exatos dois anos de sua renúncia, ele resolveu abrir o verbo e falar de seus sentimentos, suas angústias, sua felicidade em está curado da doença e de seu recomeço a frente da Igreja Batista Missionária-IBM.

Ricardo afirma que o 1º de agosto de 2017, data em que renunciou ao mandato de prefeito do município, foi o dia mais difícil de sua vida.

Assista abaixo a íntegra da entrevista [em que também faz relato sobre o grupo político que o conduziu a prefeitura] em três vídeos.













Redação do Blog de Assis Ramalho