quarta-feira, 6 de janeiro de 2021

Petrolândia: Com 9 pacientes contaminados pelo coronavírus (4 em internamento e 5 em isolamento domiciliar) nova Secretaria de Saúde do município divulga boletim atualizado

 Com nove pacientes contaminados pelo novo coronavírus, 5 em isolamento domiciliar e 4 em internamento, a Secretaria de Saúde de Petrolândia [sob nova administração] divulga, pela primeira vez, o boletim informativo da Covid-19 (veja abaixo).


Confira abaixo dados ativos por localidades


Redação do Blog de Assis Ramalho

Bolsa Família 2021 começa a ser paga em 18 de janeiro


A Caixa Econômica Federal divulgou, nesta segunda-feira (4/1), o calendário de pagamentos do Bolsa Família. Neste mês, o pagamento começa no dia 18 e se estende até o dia 29, de acordo com o último dígito do NIS dos beneficiários.

Confira o calendário de pagamento na tabela abaixo:

Com o fim do auxílio emergencial, que não foi prorrogado pelo governo, o Bolsa Família passa a ser fundamental para o sustento de milhões de famílias, especialmente em um cenário com 14 milhões de desempregados.

A Caixa já definiu também os dias de pagamento do Bolsa Família nos próximos meses, Segundo a instituição, os depósitos ocorrerão sempre nos 10 últimos dias úteis de cada mês, sempre seguindo a ordem do último número do NIS.
Poupança digital

Em dezembro, a Caixa começou a migração dos beneficiários que ainda sacam o Bolsa Família exclusivamente com o Cartão Cidadão para a conta poupança social digital. Usada no pagamento do auxílio emergencial, a conta poupança permite o pagamento de boletos e de contas domésticas (como água, luz e gás).

A conta poupança digital também permite a realização de compras com cartão de débito virtual pela internet e com código QR (versão avançada do código de barras) em lojas físicas com maquininhas de estabelecimentos parceiros. A poupança digital permite até três transferências gratuitas por mês para qualquer conta bancária.

Segundo o cronograma divulgado no fim do ano passado, os beneficiários com NIS de finais 9 e 0 começaram a receber o Bolsa Família pela conta poupança social digital em dezembro. Em janeiro, o pagamento pela plataforma passará a ser feito para os inscritos com NIS de finais 6, 7 e 8.

Em fevereiro, a Caixa abrirá contas poupança digitais para os beneficiários de NIS com finais 3, 4 e 5. Em março, será a vez dos inscritos com NIS de finais 1 e 2 e os Grupos Populacionais Tradicionais Específicos (GPTE), categoria que inclui indígenas, quilombolas, ribeirinhos, extrativistas, pescadores artesanais, comunidades tradicionais, agricultores familiares, assentados, acampados e pessoas em situação de rua.

Com informações da Agência Brasil

Corpo de Bombeiros de Petrolândia-PE informa lista de telefones de emergência; confira os números!

 
Posto de Bombeiros de Petrolândia - Foto: Assis Ramalho/BlogAR

O Corpo de Bombeiros de Petrolândia, no Sertão de Pernambuco, informa os números de telefone de emergência, Quem precisar deve ligar para os seguintes números:

Telefone Fixo
3851-0752
3851-0754
3851-1215

Ligação para unidade de resgate

Cel. (87) 9.8877-2506

Ligação para unidade de incêndio
Cel. (87) 9.8877-2507

Redação do Blog de Assis Ramalho
Informação: Corpo de Bombeiros de Petrolândia
Endereço: Funciona na Orla Fluvial de Petrolândia, Av. Deputado Milvernes Cruz de Lima

Petrolândia: Grupo Rical inaugura novo empreendimento nesta quinta (07/01/2021) - O POSTO R3


 Grupo Rical

Boletim desta quarta (06/01/2021): Com mais 1.604 casos da Covid-19 e 22 mortos, Pernambuco totaliza 226.940 infectados e 9.731 óbitos


Foram confirmados, nesta quarta-feira (6), mais 1.604 casos e 22 óbitos por Covid-19 em Pernambuco. Com esse acréscimo, o estado passou a totalizar 226.940 infectados e 9.731 mortes causadas pela doença.

Do total de confirmações feitas nesta quarta-feira (6), 72 pessoas foram diagnosticadas com Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). Outras 1.532 tiveram diagnóstico da forma leve da doença.

Com essa divisão, o estado passou a ter 29.599 casos graves e 197.341 casos leves. Os números são contabilizados desde o dia 12 de março de 2020.

Em relação aos 22 óbitos confirmados nesta quarta-feira (22), as mortes foram registradas entre o dia 24 de abril de 2020 e a segunda-feira (4). Outros detalhes epidemiológicos devem ser divulgados pelo governo do estado até a noite.

Auxílio: Caixa libera parcelas dos ciclos 5 e 6, dos nascidos em abril

 

A Caixa realiza, nesta quarta-feira (6), mais uma etapa de saque em dinheiro do Auxílio Emergencial e do Auxílio Emergencial Extensão.

Cerca de 3,4 milhões de beneficiários dos ciclos 5 e 6, nascidos em abril, poderão sacar ou transferir o saldo da Poupança Social Digital. Os recursos creditados são da ordem de R$ 2,3 bilhões.

Desse total, R$ 2,1 bilhões são referentes às parcelas do Auxílio Emergencial Extensão e o restante, R$ 200 milhões, às parcelas do Auxílio Emergencial.

O saldo ainda segue disponível para movimentação pelo Caixa Tem, como pagamento de boletos, compras na internet e pelas maquininhas em mais de um milhão de estabelecimentos comerciais.
Saque em dinheiro

Para o saque em dinheiro, o beneficiário preciso fazer o login no App Caixa Tem, selecionar a opção “saque sem cartão” e “gerar código de saque”. Depois, o trabalhador deve inserir a senha para visualizar o código de saque na tela do celular, com validade de uma hora. O código deve ser utilizado nos caixas eletrônicos do banco, nas casas lotéricas ou nos correspondentes Caixa Aqui.

*Com informações da Caixa

Petrolândia/Juiz de Fora (MG): Felicitações a minha mana Lucinete Ramalho Leal Canabrava pela passagem de seu aniversário

 

Petrolândia/Juiz de Fora-MG: Este blogueiro/radialista felicita sua mana Lucinete Ramalho Leal Canabrava pela passagem do seus aniversário no dia de hoje, 06 de janeiro de 2021.

Que Deus ilumine cada degrau e cada passo de sua vida.

Votos de Assis Ramalho e Lúcia Xavier





Da Redação do Blog de Assis Ramalho

PIS-Pasep 2020-2021: abono salarial tem reajuste por causa do novo salário mínimo; veja quem tem direito

 

O valor do abono salarial PIS-Pasep 2020-2021 foi atualizado devido ao reajuste do salário mínimo, que passou de R$ 1.045 para R$ 1.100 a partir de 1º de janeiro.

Esse novo valor será pago para:

*Trabalhadores nascidos entre os meses de julho e dezembro ou com número final da inscrição entre 0 e 4 que ainda não sacaram o benefício.

*Nascidos entre janeiro e junho e com números de inscrição de 5 a 9 que ainda vão receber nas datas previstas no calendário de pagamentos.

O calendário de recebimento leva em consideração o mês de nascimento, para trabalhadores da iniciativa privada, e o número final da inscrição, para servidores públicos. O PIS é destinado aos trabalhadores do setor privado e é pago na Caixa Econômica Federal. O Pasep é pago para servidores públicos por meio do Banco do Brasil.

Com o reajuste do salário mínimo, o valor do abono salarial passou a variar de R$ 92 a R$ 1.100, de acordo com a quantidade de meses trabalhados durante o ano-base 2019. Só receberá o valor total quem trabalhou os 12 meses de 2019. Veja abaixo:

Quem nasceu nos meses de julho a dezembro ou tem número final de inscrição entre 0 e 4 teve o direito de sacar o benefício ainda no ano de 2020. Já os nascidos entre janeiro e junho e com número de inscrição entre 5 e 9 receberão no primeiro semestre de 2021. Em qualquer situação, o recurso ficará à disposição do trabalhador até 30 de junho de 2021, prazo final para o recebimento. Veja nos calendários abaixo:



Correntistas da Caixa ou do Banco do Brasil que já tiveram o dinheiro creditado diretamente em conta ou quem recebeu o benefício por meio da Poupança Social Digital, que pode ser movimentada pelo aplicativo Caixa Tem, não têm direito ao valor atualizado porque já receberam o benefício no ano passado.

Com relação ao abono salarial de exercícios anteriores que ainda não foram sacados pelos trabalhadores, a Caixa Econômica Federal informa que os benefícios com valores atualizados estarão disponíveis para saque a partir do dia 5 de janeiro.

Quem tem direito

Tem direito ao abono salarial quem recebeu, em média, até dois salários mínimos mensais com carteira assinada e exerceu atividade remunerada durante, pelo menos, 30 dias em 2019. É preciso ainda estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Como sacar

Para sacar o abono do PIS, o trabalhador que possuir Cartão do Cidadão e senha cadastrada pode se dirigir aos terminais de autoatendimento da Caixa ou a uma casa lotérica. Se não tiver o Cartão do Cidadão, pode receber o valor em qualquer agência da Caixa, mediante apresentação de documento de identificação.

Informações sobre o PIS podem ser obtidas pelo telefone 0800-726-02-07 da Caixa. O trabalhador pode fazer consulta ainda no site http://www.caixa.gov.br/abonosalarial/ ou no app CAIXA Trabalhador. Para isso, é preciso ter o número do NIS (PIS/Pasep) em mãos.

Os servidores públicos que têm direito ao Pasep precisam verificar se houve depósito em conta. Caso isso não tenha ocorrido, precisam procurar uma agência do Banco do Brasil e apresentar um documento de identificação. Mais informações sobre o Pasep podem ser obtidas pelo telefone 0800-729 00 01, do Banco do Brasil.

Por G1

Médico que defendia cloroquina e criticava OMS morre de COVID-19



O médico Lécio Patrocínio, de 68 anos, morreu vítima de COVID-19 no último sábado (2/1). Bolsonarista, Lécio defendia o uso da cloroquina e criticava a OMS (Organização Mundial da Saúde).

Lécio desenvolveu complicações sucedidas de uma pneumonia. Ele chegou a ficar um mês internado em Macaé e há cerca de três semanas havia sido transferido para o Hospital Copa D’Or, no Rio de Janeiro, onde morreu.

Além de médico, Lécio era professor do curso de Medicina no campus Macaé. Em nota, a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) lamentou a morte. 

"A Reitoria da UFRJ lamenta a morte do professor e presta sinceras condolências à família, aos amigos e à comunidade acadêmica macaense. Transmitimos força neste momento de pesar, nos primeiros dias de 2021".

O prefeito da cidade, Welberth Rezende (Cidadania), também lamentou a morte nas redes sociais: "Um grande médico e ser humano que há décadas presta serviços relevantes à saúde de Macaé", destacou.

Por Estado de Minas

Economistas dizem que Brasil não quebrou e criticam postura de Bolsonaro

 

A declaração do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) de que o Brasil está quebrado e que não pode fazer nada recebeu críticas de economistas. Para especialistas ouvidos pela reportagem, o presidente usou o conceito de forma equivocada e gerou ruídos que podem trazer impactos negativos para o país.

"Chefe, o Brasil está quebrado, eu não posso fazer nada. Eu queria mexer na tabela do Imposto de Renda, teve esse vírus, potencializado por essa mídia que nós temos. Essa mídia sem caráter. É um trabalho incessante de tentar desgastar para tirar a gente daqui e atender interesses escusos da mídia", disse o mandatário nesta terça-feira (5).

A economista Elena Landau afirma que o uso do termo "quebrado" foi banalizado por Bolsonaro. Para ela, a declaração traz uma mensagem muito negativa para o mercado, dando impulso para uma perda de confiança no país em um momento que o governo passa por uma crise fiscal e depende do investimento privado.

"O que os credores internacionais, o que os credores do Tesouro vão imaginar quando o próprio presidente da República diz que o país quebrou? Isso significa que o país não tem capacidade de pagar aquilo que ele deve", afirmou.
Para Elena, Bolsonaro ainda tenta tirar de sua alçada a competência sobre medidas que deveriam ser tomadas para mitigar a crise. Ela ressalta que o presidente tem priorizado pautas favoráveis aos militares e que reforçam o Orçamento das Forças Armadas em vez de focar em assistências como o auxílio emergencial.

"É de uma irresponsabilidade muito grande, só cria uma situação de instabilidade nas áreas de juros e câmbio, além de ele fazer parecer que não tem responsabilidade sobre isso. Onde estão as privatizações que iam fazer, cadê as reformas, cadê o Orçamento de 2021?", disse.

Na avaliação do economista Raul Velloso, especialista em finanças públicas, o conceito usado pelo presidente está errado.
"Alguém precisa dizer para ele que nenhum país em emergência quebra. Mesmo fora da emergência, especialmente um país como o Brasil, que não depende de dólar para financiar sua dívida", disse.

De acordo com Velloso, a crise sanitária que o país vive é inédita e depende de ações do governo. Para ele, o pagamento do auxílio emergencial é necessário e essa discussão não deveria ser bloqueada pelo presidente.
"Em uma crise, você só precisa ter uma justificativa. E a justificativa é que as pessoas vão morrer na rua se a gente não ajudar [com o auxílio emergencial]. As pessoas estão sendo confinadas, e agora com a segunda onda", disse.

Segundo a economista Juliana Damasceno, pesquisadora do Ibre FGV, só seria possível dizer que o país quebrou depois que fossem esgotadas todas as possibilidades de solução para o problema fiscal, o que ainda não ocorreu.
"A declaração dele de que o país está quebrado soa como se não houvesse nada que possa ser feito, o que não é verdade", afirmou.

Juliana diz que o governo não tem conseguido articular e avançar com propostas que dariam fôlego para as contas públicas, como a revisão de incentivos fiscais, reformulação de programas sociais, reforma administrativa, privatizações, correções no teto de gastos e outras medidas de ajuste.

"Existe uma série de ações que o governo poderia fazer antes de dizer que está quebrado. Se o país está quebrado é porque nós não fizemos o dever de casa e nos recusamos a fazer alguma coisa agora, continuamos na inércia", disse.

Por Bernardo Caram, da Folhapress

Pernambuco abre 20 novos leitos no Sertão para tratamento da Covid-19


Vinte novos leitos dedicados para o tratamento de pacientes suspeitos ou confirmados para Covid-19 entraram em funcionamento no Sertão do Pernambuco nesta terça-feira (5).

As vagas foram disponibilizadas nos hospitais Emília Câmara (HREC), no município de Afogados da Ingazeira, e Eduardo Campos, na cidade de Serra Talhada.

Os dois hospitais inauguraram, cada um, 10 Unidades de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes graves, que precisam de internação hospitalar.

Atualmente, o HREC conta com 30 leitos exclusivos para Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag), sendo 20 leitos de UTI e 10 leitos de enfermaria; e o Hospital Eduardo Campos soma 50 leitos de UTI e 9 de enfermaria exclusivos para receberem pacientes com o novo coronavírus.

Além disso, outros 14 leitos de enfermaria também começaram a funcionar no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC), no Recife. Com isso, a unidade totaliza 87 leitos, sendo 61 de enfermaria e 26 de UTI, para a internação de casos suspeitos ou confirmados da doença.

Por Folha de Pernambuco

DETRAN-PE implanta novas regras para emissão de CRLV e CRV em 2021


A partir da última segunda-feira (4/01/2021), obedecendo a Resolução 809 do Conselho Nacional de Trânsito - CONTRAN, o Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (DETRAN-PE), estará realizando a implantação das alterações nas emissões do Certificado de Registro de Veículo - CRV (recibo/DUT) e do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo - CRLV.

O CRLV, documento de porte obrigatório, vai deixar de ser emitido em papel-moeda pelo Órgão de trânsito de Pernambuco também a partir desta segunda (4). Após quitar todos os débitos, com a devida compensação bancária, e não havendo restrições veiculares, o usuário deve acessar o CRLV Eletrônico (CRLV-e). Esse acesso poderá ser feito de duas formas: através do download do CRLV-e no celular/smartphone por meio do aplicativo Carteira Digital de Trânsito (CDT) e/ou pelo acesso ao CRLV-e no Portal de Serviços do DENATRAN, pela internet.

O CRV (recibo/DUT), também deixa de existir em papel-moeda. As informações gerais do CRV, com exceção da Autorização para Transferência de Propriedade (ATPV), passarão a fazer parte do CRLV Eletrônico (CRLV-e), incluindo o número de segurança necessário para baixar o CRLV-e no celular ou acessá-lo no Portal de Serviços do DENATRAN. Os proprietários de veículos que, mesmo após quitarem todos os débitos, não conseguirem emitir o CRLV Eletrônico (CRLV-e) ou não tenham computador, celular (smartphone) ou impressora, ficando impossibilitadas de ter acesso ao CRLV-e, deverão agendar atendimento de Análise para Emissão de CRLV no site www.detran.pe.gov.br.

DPVAT

O Conselho Nacional de Seguros Privados - CNSP, vinculado ao Ministério da Economia, aprovou que o seguro obrigatório DPVAT não precisará ser pago em 2021 e autorizou a contratação de novo operador pela Superintendência de Seguros Privados - Susep, em caráter emergencial e temporário. A isenção de pagamento do DPVAT não retira nenhum benefício do segurado, ou seja, tanto motorista, quanto passageiro e pedestre continuarão recebendo a indenização em caso de acidente em todo o país.

Por Diário de Pernambuco

Bora pernambucar pela ‘Atlântida Brasileira’ com hospedagem, praia do Sobrado (Petrolândia), trilha, pôr do sol e muito mais?

 


BORA PERNAMBUCAR PELA “ATLÂNTIDA BRASILEIRA” (PETROLÂNDIA) COM HOSPEDAGEM, PRAIA DO SOBRADO, TRILHA, PÔR DO SOL E MUITO MAIS COM A MARIA BONITA TURISMO?

A expedição Maria Bonita partirá para contemplar as belezas da caatinga na trilha Serrote do Padre para ter a bela visão da parte inundada pelo Lago de Itaparica.

Após a trilha, o pessoal terá a oportunidade de conhecer um artista plástico e trocar ideias com ele. De lá o grupo segue para o Mirante da Serrota para ver o pôr do sol.


À noite o grupo terá a oportunidade de apreciar uma bela pizza e na ocasião será realizada a comemoração dos aniversariantes do mês. No outro dia cedo o grupo irá pegar o transporte com destino a bela Praia do Sobrado, conhecida como a “Fernando de Noronha do Sertão”, em seguida iremos almoçar e de lá, rumo ao Parque das Pedras para terminarmos de curtir a tarde e nos divertirmos mais.

Você não vai perder essa mais nova aventura, né? Simbora com a gente!

Data: 16 a 17 de janeiro.
Horário de partida dia 16 de janeiro às 12:30h.


Pacote inclui:
Diária em pousada com café da manhã;
Passagem de ida e volta;
Traslado;
Trilha Serrote do Padre;
Acesso ao Parque das Pedras;
Praia do Sobrado;
Pôr do sol no Mirante da Serrota;
Seguro Viagem;
Sorteio de brindes;
Bolo dos aniversariantes do mês.

Maiores informações com a Maria Bonita Turismo: (75) 98818-3525/ 98867-0160


Por Comercial - pa4.com.br

Brasil registra 1.248 mortes por Covid-19, maior número desde agosto


O Brasil registrou 1.248 mortes nesta terça-feira (5/1) – o maior número desde 25 de agosto. O índice impulsionou a média móvel de óbitos por Covid-19, que chegou a 721. No comparativo com o registrado há 14 dias, houve um recuo de 10%, o que indica estabilidade.

Devido ao tempo de incubação do novo coronavírus, adotou-se a recomendação de especialistas para que a média móvel do dia seja comparada à de duas semanas atrás. Variações de até 15%, para mais ou para menos, na quantidade de mortes ou de casos não são significativas em relação à evolução da pandemia. Já valores acima ou abaixo deste percentual devem ser encarados como tendência de crescimento ou de queda.

Em números absolutos, o país registrou 1.248 óbitos em decorrência da Covid-19 e 58.679 novas infecções de coronavírus nas últimas 24 horas, segundo o mais recente balanço divulgado pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). No total, o Brasil já perdeu 197.732 vidas para a Covid-19 e computou 7.810.400 casos de infecção.

Os cálculos são feitos pelo (M)Dados, núcleo de jornalismo de dados do Metrópoles, e baseiam-se em relatórios repassados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e pelo Ministério da Saúde. Essas informações também alimentam o painel interativo com notícias sobre a pandemia desde o primeiro caso da doença registrado no país.

Média móvel

Acompanhar o avanço da pandemia de Covid-19 com base em dados absolutos de morte ou de casos está longe do ideal. Isso porque eles podem ter variações diárias muito grandes, principalmente atrasos nos registros. Nos fins de semana, por exemplo, é comum perceber redução significativa dos números.

Para diminuir esse efeito e produzir uma visão mais fiel do cenário, a média móvel é amplamente utilizada ao redor do mundo. A taxa, então, representa a soma das mortes divulgadas em uma semana dividida por sete. O nome “móvel” é porque varia conforme o total de óbitos dos sete dias anteriores.

Metrópoles