Publicidade

História municipal também é contada na Fliporto


O Centro de Estudos da História Municipal (CEHM) da Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco - Condepe/Fidem participa pela segunda vez da Festa Literária Internacional de Pernambuco (Fliporto) neste ano. O evento, um maiores da literatura nacional, está em sua 11º Edição e ocorre de quinta-feira (12) a domingo (15), no Complexo Educacional de São Bento, no Sítio de História de Olinda. Uma das atrações do espaço reservado para a entidade estadual será o lançamento do livro Nos Teares da História: Entre Fábrica e Escola, uma Restauração, da arquiteta Juliana Cunha Barreto, programado para as 16 horas do sábado (14) a se realizar na sala de bate-papos da feira.

Para Juliana Barreto, que também é diretora da Agência Condepe/Fidem, esta participação é muito importante porque se trata de uma feira internacional, que alcança mais de cem mil visitantes. "É um espaço de cultura e intelectualidade, e a presença do CEHM no local mostra o carinho e responsabilidade que a Agência Condepe/Fidem tem com a preservação da memória urbana dos municípios de Pernambuco", registra a gestora.

O livro de sua autoria faz parte da Coleção Documentos Históricos Municipais do CEHM. O volume aborda a recente atuação governamental para a implantação do Parque Urbano da Macaxeira, tratando especificamente sobre o projeto de restauração arquitetônica para implantação da Escola Técnica Estadual Miguel Batista, inserida nas antigas instalações fabris do local, projeto este também de autoria da arquiteta. O livro apresenta o prefácio do professor José Luiz da Mota Menezes e dispõe de três capítulos, que tratam das pesquisas históricas e arquitetônicas realizadas e sobre o estado de conservação das antigas estruturas e as soluções técnicas de projeto adotadas na ocasião, somando um total de 164 páginas.

O Centro também já reservou outros volumes das coleções que serão disponibilizadas na exposição, entre eles O Foral de Olinda de 1537 e tombo dos bens e aforamentos da Câmara Municipal de Olinda; Fontes Pernambucanas para a história da independência do Brasil (1810-1922) e Baronato do Limoeiro.

AMBIENTE - Na Fliporto, o CEHM dividirá o espaço Conexão Porto Pessoa com a Faculdade Boa Viagem/ FBV - Devry. Os estudantes dos Cursos de Design de Interiores e Design Gráfico da entidade educacional foram responsáveis toda a ambientação do local, desde a preparação dos croquis até os últimos detalhes modernos, como a colocação de banners e outros materiais educativos.

A escolha pelo ambiente foi baseada nos ares intelectuais do poeta Fernando Pessoa, que é a personalidade homenageada do evento. Juliana Barreto, que também é coordenadora da equipe da FBV, explicou que os estudantes recriaram o ambiente particular de leitura e de criação textual do poeta. Para a composição do espaço, foram escolhidos móveis antigos, ao gosto do estilo clássico português. Como peça-chave do cenário, foi projetado um painel artístico que remete à estante pessoal de livros do escritor e foram dispostos alguns dos acessórios particulares, como os óculos, a máquina de datilografia e o chapéu.

FLIPORTO - A programação da Fliporto está recheada de atrações importantes para o cenário literário, além de contar com uma feira de livros e com áreas específicas para o público infantil e juvenil. A festa, além de homenagear o poeta português, ainda propõe uma aproximação entre os países lusófonos e uma reflexão sobre a língua portuguesa, trazendo como temática a questão “Minha pátria é a minha linguagem?”.

Assessoria de comunicação da Agência CONDEPE/FIDEM

Comentários

Publicidade