sexta-feira, 5 de maio de 2017

Presidente do CBHSF participa de debate acadêmico sobre a transposição do São Francisco

A Universidade Federal de Alfenas promoveu encontro virtual entre o presidente do CBHSF, Anivaldo Miranda, e o professor da Universidade Federal do Ceará, Edilson Alves Pereira Júnior 

A transposição do São Francisco foi o tema do debate promovido pela Universidade Federal de Alfenas (Unifal), de Minas Gerais, no dia 02 de maio. Participaram da discussão o presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), Anivaldo Miranda, e o professor-doutor da Universidade Federal do Ceará (UFCE), Edilson Alves Pereira Júnior.

O debate foi direcionado para estudantes de graduação dos cursos de geografia e biologia e de pós-graduação em ciências ambientais e transmitido por videoconferência. Na abertura, Anivaldo Miranda expôs sua visão crítica à forma como a revitalização foi promovida pelo governo federal.

“As demandas por água só fazem crescer. As pessoas pensam que não há limites para a irrigação, por exemplo, o que não é verdade. O limite é a obediência ao abastecimento humano. É imprescindível o investimento em pesquisas”, comenta Miranda. “A situação na bacia do São Francisco é crítica, assim como da calha do rio, e o governo precisa compreender que isso só poderá ser resolvido se derem as mãos, para, em conjunto, construírem uma relação de sustentabilidade”.

Miranda alerta para outra dificuldade: “O Brasil é o carro-chefe do trabalho de sustentabilidade, mas precisa cumprir os princípios de tratados internacionais. Teremos, ainda esse ano, um grande evento relacionado à questão da água e o país tem que se organizar para garantir um futuro sustentável”.

Segundo o presidente do CBHSF, a destruição do cerrado amplia a preocupação: “Há impactos para outras regiões. O exemplo está nos casos de falta de água em regiões antes inimagináveis no Brasil”, concluiu ele, antecedido de uma salva de palmas dos estudantes presentes no auditório da unidade Santa Clara da Unifal.

CBHSF

Nenhum comentário:

Postar um comentário