Publicidade

Coordenação do ProRural em Petrolândia acompanha visita de Missão do Banco Mundial






Foi realizada entre os dias 03 a 05 de maio a Missão do Banco Mundial junto aos diretores e técnicos do PRORURAL nos municípios de Jatobá, Tacaratu e Petrolândia, onde foram visitados os projetos de piscicultura financiados pelo PRORURAL, como também os grupos específicos como os Indígenas, Quilombolas, Mulheres e Jovens da Região do Sertão de Itaparica. O objetivo da missão foi avaliar a qualidade dos projetos em execução e os projetos que estão em fase de discussão e elaboração junto aos grupos específicos, dos quais o financiamento são prioritários para os próximos anos.

Em Petrolândia, as visitas ocorreram na comunidade Indígena Entre Serras Pankararu e na comunidade Quilombola Borda do Lago, onde os técnicos do PRORURAL e do Banco Mundial assistiram às apresentações culturais e discutiram sobre as demandas produtivas das duas comunidades. Conheceram também o trabalho com o couro da tilápia, realizado pela artesãs da Associação Café com Arte e o projeto de piscicultura desenvolvido pelos jovens da Associação do Serrote Preto, financiado pelo PRORURAL. 

Em Tacaratu, foi visitada a Cooperativa de Artesãos de Caraibeiras, onde o PRORURAL está desenvolvendo um projeto para construção de um galpão e aquisição de novos equipamentos para melhorar a produção têxtil das famílias artesãs. 

Já no município de Jatobá a comitiva conheceu o projeto de piscicultura da Associação dos Criadores de peixe do Sítio Martelo - APCP, da Associação de Mulheres da Umburana - ASSSU e receberam a demanda para o financiamento do projeto de piscicultura para a Associação das Mulheres Guerreiras, que está em fase de aprovação pelos técnicos do PRORURAL. 

Para o Coordenador Regional do PRORURAL, Kleyton Lima, "a missão do Banco Mundial alcançou seu objetivo, pois já temos diversos resultados acontecendo com os projetos produtivos financiados pelo PRORURAL, através dos grupos organizados em associações, onde os técnicos da missão tiveram a oportunidade de observar a qualidade dos empreendimentos e fazer um balanço positivo, destacando que as organizações estão na condição e perfil estabelecidos pelo projeto. É um momento importante, porque com isso verificamos que estamos no caminho certo, para a execução dos novos pleitos priorizados pelas Redes Produtivas de Caprinocultura e Piscicultura e as demandas do grupos específicos", disse. 

Fonte: Coordenação da UGT - Petrolândia/Prorural - SARA
Fotos: Kleyton Lima/ProRural, Associação Café com Arte e João Paulo/Comunidade Quilombola

Comentários

Publicidade