quinta-feira, 3 de agosto de 2017

CPRH recebe um pintor-verdadeiro, ave ameaçada de extinção

Entrega voluntária foi feita nesta terça (2) por uma moradora de Gravatá (Fotos: Jonathas Brito)

Três meses depois de cuidar de uma ave de menos de 13 cm, encontrada com as penas das asas cortadas e fratura na cauda, uma moradora de Gravatá, a 85 quilômetros do Recife, no Agreste do Estado, resolve levá-la ao veterinário para que este sugira o melhor destino para o pássaro, desde que seja longe de gaiolas. Lá, surpresa, fica sabendo que trata-se de um pintor-verdadeiro (Tangara fastuosa), espécie que se encontra na lista dos ameaçados de extinção. Decide então fazer a entrega voluntária à Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), o que foi concretizado no final da tarde desta terça (2).

Acompanhada do noivo Bernardo Silva, a técnica em zootecnia Edivânia Bezerra do Nascimento informou que chegou a receber proposta de compra do pássaro, que tem uma plumagem incomum, com um colorido que mistura de sete cores vivas, mas que rechaçou a proposta. “Já cuidei de outros pássaros, encontrados machucados, mas sempre para depois soltá-los”, disse.

O pintor-verdadeiro, informou, foi encontrado no quintal da casa de sua irmã, também em Gravatá. Notaram que ele estava sem condições de voar, só saltitava, em razão do corte das penas. Foi então que Edvânia tomou a iniciativa de cuidá-lo até recuperasse as condições de voar. Na manhã desta quarta (3), ele será encaminhado ao Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas Tangara), da CPRH, onde passará por avaliação e um período de reabilitação, antes de ser devolvido à natureza.


O Centro, por sinal, tem seu nome – Cetas Tangara – em homenagem à espécie, com ocorrência apenas em fragmentos da Mata Atlântica de quatro Estados: Alagoas, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte.

Núcleo de Comunicação Social e Educação Ambiental - NCSEA
Agência Estadual de Meio Ambiente - CPRH


Um comentário:

  1. É maravilhoso saber que ele está em segurança e que logo irá volta ao seu habitat natural. Ando recebendo algumas críticas e gozações e ouvindo perguntas do tipo: Porque você não ficou com ele, ou eles não te deram nada pela entrega? etc...
    Isso me faz perceber, o quanto muitos ainda não compreendem como deve ser nossa relação com a natureza.
    EU ESTOU FELIZ E NOSSO PINTOR VERDADEIRO TAMBÉM ESTÁ FELIZ E É ASSIM QUE DEVE SER SEMPRE. ISSO É O MAIS IMPORTANTE!! OBRIGADA CPRH POR TODA ATENÇÃO E PARABÉNS PELO TRABALHO.

    ResponderExcluir