Publicidade

Petrolândia: Secretaria de Saúde leva campanha Juntos contra a Tuberculose ao Terço dos Homens

Fotos: Maria Andreza/Secretaria de Saúde de Petrolândia

Na noite dessa terça-feira (22), a Secretaria de Saúde de Petrolândia levou ação da campanha Juntos contra a Tuberculose à Igreja Matriz, onde é realizado semanalmente o Terço dos Homens. A equipe da Saúde prestou serviços de aferição de pressão arterial e exames rápidos de glicemia.

Ações idênticas serão realizadas esta semana, em menção ao Dia Mundial de Luta contra a Tuberculose, comemorado no dia 24 de março. A tuberculose é uma doença infecciosa causada pelo Mycobacterium tuberculosis, ou bacilo de Koch em homenagem ao seu descobridor, o bacteriologista alemão Robert Koch, em 1882. Apesar das inúmeras localizações possíveis da doença, em cerca de 90% dos casos, inicia-se pelos pulmões. 


Em casos de tosse por mais de três semanas, perda de peso e fraqueza, deve-se procurar o PSF mais próximo para fazer o exame, que é novo no país, para detectar a doença. Após o diagnóstico da doença, o tratamento não pode ser interrompido. Uma das causas de morte pela doença é que as pessoas acreditam já estar curadas e acabam deixando a doença chegar a estágio avançado. 

“O tratamento da tuberculose, após um mês, já mostra fortes sinais de melhora, mas isso não implica em uma cura. Para estar curado é necessário tomar a medicação adequada, durante os seis meses recomendados pelo profissional de saúde”, afirma a coordenadora de Doenças Transmissíveis da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, Patrícia Durovni.

Em Pernambuco, a Secretaria Estadual de Saúde pretende reduzir ou eliminar as doenças transmissíveis negligenciadas que apresentam indicadores inaceitáveis. São, ao todo, sete doenças negligenciadas, enfermidades tropicais endêmicas que atingem a população, notadamente de baixa renda, em cidades pernambucanas. As doenças de atenção prioritária são tracoma, doença de Chagas, hanseníase, filariose, esquistossomose, helmintíase e tuberculose.

Redação do Blog de Assis Ramalho
Com informações de Secretaria de Saúde de Petrolândia, Secretaria de Saúde de Pernambuco e Agência Brasil

Comentários

Publicidade