quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Empoderamento e diálogo institucional encerram mês pela Visibilidade Lésbica


Segmento que também reúne mulheres bissexuais teve agenda na capital e interior do Estado (Foto: Brenda Coelho)

Para finalizar as atividades que marcaram o mês pela visibilidade lésbica, a secretaria Executiva de Segmentos Sociais (SESES), que integra a secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) realiza uma capacitação para seus gestores e gestoras, com o objetivo de promover a interlocução com o segmento.

Na ação, o empoderamento e diálogo institucional dão o tom da conversa, a partir da perspectiva das mulheres lésbicas e bissexuais. “Vejo como uma atividade de interesse de nossos colaboradores, uma vez que trabalhamos com o público LGBT, como um todo e, principalmente, com direitos humanos; que é a matriz do nosso trabalho”, comenta o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico.

Nacionalmente, o Dia da Visibilidade lésbica é celebrado, desde 1996, em 29 de agosto. Data em que mulheres lésbicas e bissexuais, ativistas do segmento, realizaram o primeiro “Seminário Nacional de Lésbicas e Bissexuais”, onde foram debatidas pautas e demandas que elas desejavam que estivessem em outras esferas sociais. “Nós entendemos que somos sujeitos políticos, com a missão de disseminar nossa participação na sociedade e como nossa participação colabora com o debate desta construção”, completa íris de Fátima, representante lésbica da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos.

O mês – A secretaria Executiva de Segmentos Sociais realizou uma agenda extensa de atividades durante este agosto junto a outras secretarias do Estado e diversos municípios. A proposta é que o tema esteja cada vez mais presente nos debates públicos, para que a política LGBT esteja presente no cotidiano da população. Com apoio do Governo de Pernambuco, o Estado garantiu o maior número de equipamentos de assistência, amparo, formação à população LGBT. Foi também na gestão Paulo Câmara que a SJDH lançou o Plano Estadual de Promoção dos Direitos da População LGBT de Pernambuco.

Além da executiva de Segmentos Sociais, a secretaria de Justiça e Direitos Humanos ainda conta com a atuação do Centro Estadual do Combate à Homofobia (CECH), com trabalho de atendimento, recepção de denúncias e encaminhamentos ao segmento LGBT.

Serviço:

- Secretaria Executiva de Segmentos Sociais
End.: Praça do Arsenal da Marinha, s/n, Bairro do Recife
Fone: 3182-7642

- Centro Estadual de Combate à Homofobia
End.: Rua Santo Elias, nº535, Espinheiro
Fone: 3182-7665

- Ouvidoria SJDH
End.: Praça do Arsenal da Marinha, s/nº, Bairro do Recife
Fone: 3182-7607

Assessoria SEDES


0 comentários:

Postar um comentário