quinta-feira, 10 de maio de 2018

Prefeitura de Petrolina convoca produtores interessados em ‘6º Prêmio Culturas Populares’

Fotos: Divulgação/Seculte 

A Prefeitura de Petrolina realizará, na próxima segunda-feira (14), uma oficina que irá explicar as diretrizes do ‘6º Prêmio Culturas Populares’. O evento é voltado aos mestres; mestras; grupos e instituições privadas, sem fins lucrativos, que desejem concorrer ao edital que pode premiar com até R$ 20 mil. A reunião acontece às 9h, no auditório do IGEPREV, localizado na rua José Maniçoba, ao lado do Centro de Convenções Nilo Coelho.

Devem participar do encontro todo aquele que promove a música; canto; dança; encenações; festas; literatura; jogos; brincadeiras; artesanato; culinária tradicional e etc. Transmitida de geração em geração, de forma oral ou por imitação que nasce do conhecimento, dos costumes e tradições de um povo.

Para o secretário de Cultura, Turismo e Esporte, Emicio Junior, esta oficina é uma oportunidade de impulsionar as ações locais. “Artesãos, produtores culturais, herdeiros de mestres, entre outras pessoas que fomentam a cultura popular, tem uma oportunidade ímpar de concorrer a um edital, que pode fortalecer a tradição local. Esta é mais uma maneira que a prefeitura e o Ministério da Cultura encontraram de fomentar as manifestações culturais que resistem na nossa região”, convida.

A oficina é uma realização do Ministério da Cultura, através da Secretaria de Cultura, Turismo e Esporte (SECULTE) de Petrolina. O prazo para inscrição vai até o dia 13 de junho, pela internet ou via postal. Outras informações pelo telefone da SECULTE 87 3861-5157 ou pelo site http://culturaspopulares.cultura.gov.br/.

Sobre ‘6º Prêmio Culturas Populares’:

O 6º Prêmio Culturas Populares vai destinar R$ 10 milhões a 500 iniciativas culturais de mestres, mestras, grupos e instituições privadas sem fins lucrativos. Esta edição também reconhecerá ações em acessibilidade cultural. Cada um dos vencedores vai receber R$ 20 mil, o dobro do ano passado.

Serão 200 prêmios para iniciativas de mestres e mestras (pessoa física); 180 para iniciativas de Grupos sem CNPJ; 70 para pessoas jurídicas sem fins lucrativos; 30 para pessoas jurídicas com ações comprovadas em acessibilidade cultural; e 20 para herdeiros de mestres e mestras já falecidos (in memoriam).

A cada ano, o prêmio homenageia um representante consagrado da cultura popular. Nesta edição, a homenageada é a cantora pernambucana Selma Ferreira da Silva, a Selma do Coco, falecida em 2015.











Att,



Giomara Damasceno




Assessora de Imprensa da Secretaria de Cultura, Turismo e Esportes (SECULTE)


0 comentários:

Postar um comentário