Publicidade

Petrolândia: Assembleia de funcionários da Plena decide por religamento das Estações de Bombeamento dos perímetros irrigados de Itaparica

 
Presidente do SINTAPPI -PE e diretor da Força Sindical no Estado de Pernambuco, Mário Sérgio, em entrevista a Assis Ramalho
 

Em Assembleia realizada na manhã desta quarta-feira (13), no Projeto Apolônio Sales, entre funcionários da Plena Consultoria e Projetos, empresa terceirizada da Codevasf que operacionaliza e realiza a manutenção dos Perímetros Irrigados dos Projetos de Itaparica, e o presidente do SINTAPPI -PE e diretor da Força Sindical/PE, Mário Sérgio, foi decidido o religamento de todas as Estações de Bombeamento (Apolônio Sales, Barreiras 1 e 2, e Icó Mandantes, em Petrolândia, e Manga de Baixo, em Belém do São Francisco), ainda na manhã de hoje.

Em conversa com a reportagem do Blog de Assis Ramalho, o presidente do SINTAPPI-PE disse que o prazo concedido à Plena para pagamento de dois meses de salários atrasados foi prorrogado até o dia 21 deste mês. Caso a obrigação não seja cumprida até a data combinada, o desligamento de todas as Estações de Bombeamento será novamente efetuado no dia 22, por tempo indeterminado.

De acordo com o sindicalista, aproximadamente cem funcionários que estão de aviso prévio (até o dia 27) aceitaram retornar aos trabalhos.

"A nossa luta é para que todos os trabalhadores da Plena Engenharia recebam os seus salários atrasados, e consequentemente, o aviso prévio seja anulado. Vamos fazer todos os esforços para que isso aconteça'', disse Mário Sérgio.

Em conversa com a nossa reportagem, Eloi Viana (Seu Bezinho), presidente da ACAMP (Associação dos Colonos Agropecuaristas do Município de Petrolândia), disse ter conhecimento que poderá haver reunião em Brasília no próximo dia 21, com a participação de representantes da Codevasf e do Governo Federal, oportunidade em que poderá haver um desfecho favorável para as negociações.

Entenda o caso
Na segunda-feira (11), os mais de cem funcionários da Plena Consultoria e Projetos, empresa terceirizada da Codevasf que operacionaliza e realiza a manutenção dos Perímetros Irrigados Apolônio Sales, Barreiras 1 e 2, e Icó Mandantes, em Petrolândia, e Manga de Baixo, em Belém do São Francisco paralisaram suas atividades, em ato de protesto pela falta de pagamento da Codevasf.

Segundo os servidores, eles estão sem receber salário há dois meses e no dia 04 deste mês foram colocados de aviso prévio. De acordo com Dr. Sérgio Carvalho, gerente executivo da Plena Consultoria e Projeto no Projeto Apolônio Sales, o motivo do atrazo salarial se deve pelo fato da empresa não ter recebido os pagamentos da Codevasf, referentes a novembro e dezembro/2014, janeiro, fevereiro e março/2015.

Na tarde de segunda-feira (11), o presidente do SINTAPPI -PE e diretor da Força Sindical no Estado de Pernambuco, Mário Sérgio, comunicou o desligamento de todas as Estações de Bombeamento (Apolônio Sales, Barreiras 1 e 2, e Icó Mandantes, em Petrolândia, e Manga de Baixo, em Belém do São Francisco).

Notícias relacionadas (clique para ler)

Comentários

Publicidade