terça-feira, 1 de outubro de 2013

Em Pernambuco, Centro de Prevenção à Violência contra o Idoso oferece capacitação


Cuidar da pessoa idosa exige respeito, preparo, disponibilidade e paciência. Por isso o Centro Integrado de Atenção e Prevenção a Violência contra a Pessoa Idosa, CIAPPI, vinculado a Secretaria Executiva de Justiça e Direitos Humanos, SEJUDH e Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, SEDSDH, vem realizando capacitações para quem convive diretamente com o público a partir dos 60 anos.

O treinamento, que já passou pelos municípios de Nazaré da Mata, Timbaúba, Itambé, Vicência e Chã de Alegria, é voltado para familiares, cuidadores e agentes comunitários de saúde, e visa oferecer informações básicas sobre o convívio diário com a pessoa idosa, principalmente os que têm fragilidade, como os de 75 anos ou mais, os que tem 3 ou mais patologias associadas e os acamados.

Na capacitação é mostrado, por exemplo, que em determinados ambientes da casa onde vive o idoso, devem ser instaladas rampas, e tapetes antiderrapantes, para evitar quedas. É recomendado também que o acompanhante procure sempre mecanismos para estimular a pessoa idosa, como: jogos, bate-papos, programas de televisão, leituras interessantes. Nunca deixá-lo sem atividade.

As orientações são repassadas através de palestras, com a distribuição do Manual do Cuidador, criado pela Secretaria Nacional de Direitos Humanos, e de um vídeo, de 40 minutos, produzido pelo Ministério da Saúde, que mostra passo a passo como cuidar de forma correta da pessoa idosa, os serviços que podem ser disponibilizados, como: Nutrição, Fonoaudiologia, Fisioterapia, Terapia Ocupacional, e a atenção aos medicamentos essenciais.

De acordo com Paula Machado, gerente do CIAPPI, muitos casos de violência que acontecem com o idoso estão ligados a falta de informação e de sensibilidade, mas o centro trabalha na prevenção a essa violência, buscando uma melhor qualidade de vida para os idosos. O treinamento tem 12 horas e oferece certificado.

CIAPPI comemora Dia Internacional de luta da Pessoa Idosa com mais de 25 mil contemplados 

O CIAPPI, Centro Integrado de Atenção e Prevenção à Violência contra a Pessoa Idosa já contemplou, este ano, 25.197 pessoas, com Semanas de Direitos Humanos, palestras, realização de cursos, seminários e caminhada.

O serviço faz parte do Sistema de Proteção a Pessoas, e constitui-se num importante espaço para o enfrentamento a violência contra as pessoas com 60 anos ou mais.

Graças a sua articulação com a Rede de Proteção e Defesa da Pessoa Idosa, o CIAPPI trabalha no enfrentamento a casos como: violência física, maus-tratos, abuso financeiro, violência psicológica, sexual e abandono, entre outros tipos.

Este ano, o centro recebeu 226 casos, de forma presencial ou através de e-mail e do Disque 100. Realizou 2.482 demandas, entre desdobramentos dos casos, visitas domiciliares e institucionais, e reuniões. Esses dados serão apresentados, nesta quarta-feira, 02, às 9h, na Assembléia Legislativa do estado, durante sessão da Comissão de Cidadania para celebrar o Dia do Idoso.

O CIAPPI com uma equipe multidisciplinar de assistente social, psicólogo e advogado, que realiza o acolhimento e a prevenção. O telefone para orientação ou denúncias sobre maus-tratos de idosos, é o 3183-3171. Endereço: rua Benfica, 133. Madalena. No mesmo prédio da Secretaria Executiva de Justiça e Direitos Humanos SEJUDH. O horário de funcionamento é das 8h às 17h.

Assessoria de Imprensa e Comunicação
Secretaria Executiva de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário