Publicidade

Máquinas de costura beneficiarão associações de municípios no Médio São Francisco baiano

Foto: Codevasf

Associações comunitárias do Médio São Francisco baiano serão beneficiadas pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) com 136 máquinas de costura industrial. O investimento de cerca de R$ 160 mil é oriundo do Orçamento Geral da União e destinado à Codevasf por meio de emenda parlamentar.

Os equipamentos auxiliarão 34 associações dos municípios de Souto Soares, João Dourado, Lapão, Irecê, Ibipeba, Itaguaçu da Bahia, Ibititá, Canarana, Uibaí, Ibitiara, Xique-Xique e Mulungu do Morro. Os municípios integram a área de atuação da 2ª Superintendência Regional da Codevasf, sediada em Bom Jesus da Lapa.

“Essa ação é interessante para nós porque, aqui na comunidade, já temos pessoas que trabalham com costura, porém não tínhamos os equipamentos. Será uma atividade nova para a nossa associação justamente por causa do acesso a esses equipamentos modernos. E a gente espera que venha a gerar renda, que faça com que a comunidade comece a se desenvolver. O que acaba ajudando na agricultura familiar”, diz Everaldo Pereira, presidente da Associação Comunitária dos Trabalhadores Rurais Quilombolas de Cajueiro e Dois Irmãos, do município de Itaguaçu da Bahia, uma das associações beneficiadas.

“O setor têxtil é significativo para a nossa região e recebe vendedoras da capital e de outros estados para adquirir produtos para revenda, mas ainda não tem infraestrutura para produzir mais. Com as máquinas industriais, disponíveis para as comunidades, a tendência agora é produzir uma identidade dos produtos”, afirma Luiz Alberto Barbosa, chefe do Escritório da Codevasf em Irecê.

Para garantir a correta utilização dos equipamentos, o escritório de Irecê realizou um dia de treinamento com os beneficiários. “Os presentes assistiram a aulas teóricas e posteriormente costuraram seus primeiros passos para uma vida mais digna, com a possibilidade do próprio negócio e da própria renda. O território de Irecê tem se destacado cada vez mais no setor. E tem mão de obra disponível e aberta a novos aprendizados e horizontes. Assim, as máquinas se tornam ferramenta essencial para atender ao mercado de confecção tão promissor na nossa região”, complementa Luiz Alberto Barbosa.

Codevasf

Comentários

Publicidade