Publicidade

Pernambuco se articula para ser primeiro polo médico do Brasil


Com mais de 400 hospitais e oito mil leitos disponíveis, Pernambuco hoje é o segundo polo médico do Brasil, mas quer se tornar o primeiro. Para transformar o Estado no principal destino de turismo de saúde no Brasil, o Secretário de Turismo, Esportes e Lazer, Felipe Carreras, se reuniu com representantes do Sindicado dos Hospitais de Pernambuco (Sindhospe) e da Feira Hospital Med, na tarde desta terça-feira (16), no Centro de Convenções.

Durante o encontro, foram apresentadas informações relevantes para o planejamento de ações, para se traçar a melhor forma de divulgação de Pernambuco como grande polo médico. “Somos um destino turístico para os visitantes que procuram tratamento médico hospitalar e de bem estar. Já somos referência no Brasil, como segundo polo médico nacional e o maior do Norte e Nordeste, mas queremos ser o primeiro, o mais importante do País. Para isso, precisamos planejar as oportunidades e os pontos a serem desenvolvidos nos próximos meses para o desenvolvimento do segmento”, comenta Felipe Carreras.

Para o gerente executivo do Sindhospe, Iberê Monteiro, o projeto será concretizado e dará destaque para Pernambuco. “Estamos num panorama diferente. Agora com o apoio do Governo do Estado, acreditamos que faremos o diferencial no turismo de saúde em nosso Estado”, fala.

Hoje, o setor de saúde perde apenas para a construção civil e o setor de prestação de serviço, no quesito do Produto Interno Bruto (PIB) de Pernambuco, arrecadando 11% do total, com a geração de 107 mil empregos. Áreas como traumatologia, oncologia e ortopedia colocam Recife como um dos locais mais procurados para tratamentos de saúde, por questões de tecnologia, infraestrutura adequada e instrumental avançado em saúde.

Blog de Notícias do Governo de Pernambuco

Comentários

Publicidade