Publicidade />

'Clássicos' leva prêmio Melhor Minuto de 2014 em decisão do júri


O Festival do Minuto acaba de divulgar o vencedor do prêmio de melhor minuto de 2014. O
vídeo “Clássicos” de Gabriel Argenta foi selecionado entre 55 curtas, cuidadosamente avaliados
pelos nossos jurados.

O júri desse ano foi formado pelos ilustradores André Catoto e Gabriel Bitar, pelos produtores
Geórgia Costa e Geraldo Campos, pelos cineastas Marcelo Machado, Marcelo Masagão e Petra
Costa, além da atriz Mel Lisboa.

O vencedor, além de receber o troféu minuto e permanecer como destaque no nosso acervo,
irá ganhar um prêmio de R$ 3.000.

Confira abaixo comentários sobre os vídeos e assista clicando nos links!

Clássicos, de Gabriel Argenta“Quem jogou bola sabe” – Marcelo Machado“A idéia é excelente. Filme com cheiro de infância brasileira” – Geraldo Campos“Um gol de placa” – Geórgia Costa“Retrato dos maiores clássicos do futebol brasileiro” – Gabriel Bitar

Morphodinamica, de Evandro Machado“O lápis de cor no estado da arte” – Marcelo Machado“Uma animação provocante e estimulante” André Catoto“Vida em movimento: ciclo da transformação” – Geraldo Campos

Holes, de Gabriel Torres“Muito criativa a forma que junta som e imagem, levando a uma reflexão existencial sobre esse ser humano feito de argila” – Petra Costa“Inarredável, íntimo e fascinante” – André Catoto“Massa demais!” – Gabriel Bitar

Warm Liguria, de Olga Tatiana“Reflexões de uma cidade” – Gabriel Bitar“O outro lado da história” – Georgia Costa

Natureza Viva Morta, de Leandro Lopes“Porque a arte é sempre conflito” – Georgia Costa

Tempó, de Tato Vidal“Incrível” – André Catoto

1-O, de Saman“Como contar bem uma simples porém boa história em 1 minuto” – Mel Lisboa

CAPS LOCK, de Patrícia Teles“Assunto fundamental: o ódio amparado pela máscara da Internet” – Mel Lisboa

Take It Easy, de Easylab “Humor Surreal” – Mel Lisboa

Before, de Jeffrey Thacher “Boa fotografia, trilha bem feita, narrativa bem estruturada” – Geraldo Campos

Vamos Brincar, de João Gabriel “Pois é o único que constrói uma história com começo meio e fim, bem escrita e com uma curva narrativa” – Petra Costa

Indro e Vindo, de Régis Schwert “Uma reflexão muito interessante de uma paisagem social, uma jornada diária de ônibus” –
Petra Costa

Ab Ovo, de Dima Ivanov “Síntese merece respeito” – Marcelo Machado

Marcelo Massagão, diretor do festival, “escolheu 3 videos que poderiam formar a trilogia
do tédio. Os três trabalham a essência do formato minuto: um conceito e não uma história.
A sonorização dos três vídeos é excepcional.”

Amiyuki, de Bruno Alexandre“O som que sai do joelho da Amlyuki” – Marcelo Massagão
Nada, de Laís Araújo“A tesoura cravada na unha” – Marcelo Massagão
Florais Sintéticos, de Dayana Gomes“O tédio do corpo” – Marcelo Massagão

Para saber mais, clique aqui e acesse o Facebook do Festival do Minuto.

Ascom Festival do Minuto

Comentários

Publicidade