Publicidade

Corpo do Frei Fernando, acompanhante de Frei Damião por mais de 40 anos, é sepultado em Quebrangulo-AL

Frei Fernando Rossi 
O corpo do Frei Fernando Rossi, conhecido por acompanhar Frei Damião em peregrinações, foi enterrado na manhã desta quarta-feira (31), na Vila São Francisco, em Quebrangulo, interior de Alagoas.

Centenas de romeiros e religiosos acompanharam a missa celebrada pelo bispo Dom Dulcênio Matos, da diocese de Palmeira dos Índios e, em seguida, houve uma procissão até o local onde o religioso foi sepultado.

Frei Fernando morreu no ultimo domingo (28), de insuficiência cardíaca. Ele era considerado o braço direito de Frei Damião, com quem trabalhou por 50 anos em missões de evangelização.

A ordem franciscana indicou temporariamente o Frei Tiago Felipe para a região de Quebrangulo. Ele ficará até setembro, quando acontece a reunião do conselho provincial para decidir quem dará continuidade ao trabalho de Frei Fernando.

O Frei Fernando Rossi faleceu na tarde de domingo (28) no Hospital Regional Santa Rita, em Palmeira dos Índios, município que fica a 135 km da capital alagoana. Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde a noite da quinta-feira (25).

"O Frei Fernando acompanhou Frei Damião por mais de 40 anos e é muito querido por religiosos do Nordeste. Alguns conhecidos dele da Itália iriam vir para o enterro, mas não conseguiram passagem aérea e só virão para a missa de 30 dias", falou o Frei Jaciel Gomes.

Com 95 anos de idade e vivendo há 16 anos na Vila São Francisco, povoado do município de Quebrangulo, o Frei Fernando Rossi foi a óbito, segundo o laudo médico, após apresentar complicações devido a uma doença pulmonar obstrutiva crônica e infecção generalizada.

Frei Fernando nasceu na Itália em 20 de julho de 1918. Ele estudou 13 anos em um seminário até ser ordenado padre no dia 29 de fevereiro de 1942. Quatro anos depois, seus superiores italianos o enviaram ao Brasil, especificamente, para Recife, em 1947, quando recebeu ordens para acompanhar o missionário Frei Damião nas missões. Ele acompanhou o religioso durante 50 anos. Ao lado dele percorreu todo o Nordeste do Brasil em missões, procissões e na pregação do Evangelho de Cristo.

E fez isso até a morte de Frei Damião, em 31 de maio de 1997. O frei residiu por 17 anos no Convento de São Félix de Cantalice, bairro do Pina, em Recife, até que o ministro-geral da Ordem, John Corriveau, passou a administração do convento para os religiosos brasileiros. Depois disso, ele mudou para a Vila de São Francisco, onde passou 16 anos.

G1 AL

Comentários

Publicidade