Publicidade

Paulo Afonso (BA): Técnico em enfermagem do Hospital Nair Alves de Souza diz que estão ‘romantizando a situação’ e que falta o essencial: treinamento e EPIs


PAULO AFONSO – Daniel Sinésio é o primeiro profissional de saúde que torna pública uma queixa contra o governo do estado em relação ao preparo deles para enfrentar a pandemia do Covid-19.

Técnico em enfermagem, o rapaz diz que ‘estão romantizando a situação’ e que eles não receberam treinamento nem o Equipamento de Proteção Individual [EPI].

“A luta tem que ser por EPI’s, os profissionais estão de cara limpa na linha de frente, com ressalvas a empresa Pressau – que vem fazendo o máximo que pode-, me refiro ao poder estadual e a empresa majoritária no NAIR [Hospital Nair Alves de souza]. Nem treinamentos tivemos para enfrentar tamanha pandemia e nem pandemia alguma, EPI’s estão escassos em todas as unidades, trabalhamos em qualquer situação com salários defasados, insalubridade mínima, carga horária exaustiva”, desabafou o jovem profissional que fica na Área Amarela do Nair.

“Só com a cara e a coragem não dá”, finaliza Sinésio, que também criticou o Conselho Regional de Enfermagem da Bahia, Coren, “Inoperante e que não está nem aí para nós.” desabafou Daniel.

Assista ao vídeo abaixo

  

Por Portal Painel   

Comentários

Publicidade