quinta-feira, 12 de julho de 2018

Petrolândia: Prefeita Janielma responde sobre as denúncias de possíveis apadrinhamentos políticos em obras públicas

Por: Daniel Filho

Após publicação sobre denúncia de profissionais da área de construção de haver beneficiamento político na escolha dos trabalhadores e de pronunciamentos de secretário e vereador acerca do caso, a prefeita Janielma Sousa (PSB) também entrou em contato com o Blog Gota D’Água:

“O parecer dado pelo nosso secretário é real, a empresa quem determina os critérios de escolha das pessoas que irão trabalhar na obra. Achamos muito importante essa discussão para, inclusive, termos um pouco de sossego. Nos últimos dias não apenas eu, mas os vereadores também, estamos sendo procurados por muita gente que vem entregar o currículo achando que é a gente que vai empregar. Na porta de casa, pela manhã, encontrei um monte de gente com envelopes na mão para me entregar. Já saiu história de vereador estar indicando nomes de pessoas que supostamente podem garantir uma vaga de trabalho, alguns se apresentando como donos da empresa... muita conversa... O que posso dizer é que o único pedido feito à empresa na época do fechamento do contrato foi que eles pudessem absorver o maior número possível da mão de obra de Petrolândia. Eles têm os funcionários da própria empresa que já começaram a chegar, mas a maior parte da mão de obra deverá ser aqui da cidade.

Estive no canteiro de obras e conversei com o engenheiro já para saber sobre os critérios e ele me colocou que analisa o perfil pelo currículo, faz entrevista e, se estiver dentro do que esperam, contratam. Um dos critérios adotados, inclusive, é a faixa etária. O engenheiro me disse que está empregando pessoas com idade entre 20 e 40 anos.

Já contrataram vários e não temos como impedir ou interferir no modo de contratação, não sou eu que vou ditar as regras da empresa, mas infelizmente muitas pessoas acham que a prefeitura é quem vai dar esses empregos. Abrirão muitas vagas, mas não seremos nós a empregar.
E ainda segundo o engenheiro a entrevista é essencial, pois há muitas pessoas que se declaram, por exemplo, armadores e, na verdade, a experiência que tiveram foi de dar pontos nas ferragens e isso não caracteriza o trabalho de armador, tem outros que dizem que fazem de tudo, mas não tem a experiência, enfim é ele como engenheiro que sabe a mão de obra que vai precisar.
As pessoas que estão interessadas em trabalhar têm que procurar a empresa, deixar o currículo e aguardar ser chamado para entrevista.”

A prefeita destacou ainda que a empresa 2 MS é responsável apenas pelas obras da área urbana (Quadra 18), corrigindo a informação que demos ontem de que a mesma seria responsável também pelas obras nas comunidades tradicionais Quilombola e Pankararu. João Paulo, liderança na comunidade Quilombola, também fez essa correção ao Blog. Nas comunidades as empresas estão instaladas lá mesmo, as da área urbana estão com um escritório no bairro Nova Esperança e o responsável se chama Charles.

MANIFESTAÇÃO

Chegou ao Blog Gota D’Água informações de possível manifestação de paralisação das obras caso não haja transparência no processo de seleção das trabalhadoras e trabalhadores interessados.
A todas e todos que conseguirem juntar provas de que há políticos ou representantes dos mesmos usando a obra como moeda de troca de apoio, devem encaminhar denúncia ao Ministério Público e também podem nos enviar, de forma anônima ou com identificação, que, após averiguado, irá publicar a denúncia.

Daniel Filho
Blog Gota D’Água


0 comentários:

Postar um comentário