quarta-feira, 27 de junho de 2018

ProRural e entidades traçam novas metas para construção de cisternas


O diretor geral do ProRural, Fábio Fiorenzano, se reuniu no início da tarde dessa terça-feira (26), na sede do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), com representante das entidades contratadas do Programa Cisterna ligadas ao Programa. Em pauta a liberação do novo adiantamento de recursos repassado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) e uma nova proposta de execução dos trabalhos.

Durante a reunião, que contou com a presença de gestores do MDS e da Articulação no Semiárido Brasileiro (ASA), as entidades puderam tirar dúvidas sobre a operacionalização dos trabalhos e dos controles do Ministério, expor as dificuldades encontradas para o cumprimento das demandas e discutir soluções. Além disso, o grupo debateu a formulação de novos instrumentais e metas para sistematizar ainda melhor a execução dos convênios, desde a localização das famílias beneficiadas, até a entrega das cisternas às comunidades.

Para o Diretor Geral do ProRural, Fábio Fiorenzano, a partir de agora os repasses para as entidades, de recursos do Governo de Pernambuco, através do ProRural, serão feitos de forma mais simples e rápida, e os controles serão mais eficientes e contínuos. “Faremos uma pactuação compartilhada com as entidades do que é factível para ser realizado dentro dos prazos estabelecidos, e vamos cobrar que os beneficiários recebam seus reservatórios em um tempo mais hábil possível, para que não mais sofram com a escassez da água”, esclarece Fiorenzano.

Com os recursos da ordem de R$ 6 milhões liberados hoje, serão construídas mais 10.500 cisternas de placa de primeira água para o consumo humano (beber e cozinhar), com capacidade de acúmulo de 16 mil litros de água, capaz de abastecer uma família de quatro pessoas por até oito meses de escassez. As obras devem ter início imediato e o prazo para entrega é até dezembro de 2018.

Assessoria de Comunicação
ProRural - Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária
Governo de Pernambuco


0 comentários:

Postar um comentário