quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Petrolândia: Eu amo Esse Sertão: poema de Tony Xavier, o poeta do povo

Poeta, Tony Xavier

Quando o dia amanhece
É sempre aquela euforia
Passarada sempre em festa,
Transmitindo alegria.
Num tremendo carnaval,
Nos Fundo do meu quintal,
Numa bela sinfonia.

Bem-ti-vi, canta ao lado
Exibindo ás suas cores
Os Pardais no cajueiro
Imitando os tenores.
Ao lado em um jardim,
Já tem um Papa-capim,
Junto com dois Beja-flores.

Numa algaroba eu vejo
O amarelo cor de ouro
São flores que se misturam
Com a casaca de couro
Num buraco da madeira,
Entre os galhos da mangueira,
Faz barulho um Besouro.


Entre os galhos da mangueira
Ouço um pássaro cantar
Periquitos fazem festa
Revoando sem parar.
E num pé de laranjeira,
Pertinho da bananeira,
Canta alegre um Sabiá.

É assim todos os dias
Essa bela animação
Passarada em harmonia
Celebrando a união.
Valorizando a riqueza,
Presente da natureza,
Pra quem mora no Sertão!

Eu Amo esse Sertão!
Por Tony Xavier - O poeta do povo
Blog Petrolândia em Foco


0 comentários:

Postar um comentário