Publicidade

Petrolândia: Servidores de várias categorias se unem em ato contra a PEC da Previdência


Fotos: Assis Ramalho
Tony Xavier (Blog Petrolândia em Foco na cobertura)
Apitaço

Servidores públicos, estudantes, professores, representantes de centrais sindicais e movimentos sociais se reuniram na manhã desta sexta-feira (31), em Petrolândia, no Sertão de Pernambuco, em ato contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC 287/16) do Governo Federal, que prevê a Reforma da Previdência. Os manifestantes se concentraram na Praça da Matriz, de onde saíram em marcha pelas ruas, segurando faixas, cartazes e apitaço.

Participaram do evento integrantes do MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra), da Central Única dos Trabalhadores (CUT), da Contag, do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Petrolândia (STR), do Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolândia (SINDSEMP) e do Sindicato dos Professores do estado de Pernambuco (Sinpro).

Os vereadores Toinho de Eugênio e José Luiz (Zé Pezão) também acompanharam a manifestação.

O protesto faz parte do cronograma de ações realizadas em todo o país nesta sexta-feira, tendo como principais revindicações a anulação da pauta da Reforma da Previdência, em andamento no Congresso Nacional, e a revogação da votação do Projeto de Lei que libera a terceirização para todas as atividades da empresa (PL 4.302/98), que foi aprovado no dia 22 deste mês.

O evento foi encerrado por volta das 11h00, em frente ao Mercado Público de Petrolândia, onde as principais lideranças fizeram discursos contra a Reforma da Previdência.

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/16 do governo Michel Temer prevê a reforma da Previdência no país. O Projeto de Lei visa a alteração das regras em relação à idade mínima e ao tempo de contribuição do trabalhador, da forma de cálculo dos benefícios, do acúmulo da aposentadoria e pensão, entre outras mudanças.

Terceirização

O Projeto de Lei libera a terceirização para todas as atividades da empresa (PL 4.302/98) foi aprovado nesta quarta-feira (22) na Câmara dos Deputados. A medida visa a contratação de funcionários terceirizados em qualquer área de atuação. Desta forma, a responsabilidade de contratação e pagamento dos funcionários não seriam do local de trabalho.

Ver fotos>Ato contra a PEC da Previdência em Petrolândia

Redação do Blog de Assis Ramalho
Fotos: Assis Ramalho

Comentários

Publicidade