sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Programa de Mediação de Conflitos de Pernambuco é apresentado a gestores do ES

O programa, que busca prevenir situações de violência nas comunidades, foi apresentado pela Gerência de Prevenção e Mediação Comunitária de Conflitos, GPMC, vinculada a Secretaria Executiva de Justiça e Direitos Humanos. 

Depois de Minas Gerais, Alagoas e EUA, o trabalho de Mediação Comunitária de Conflitos, vinculado a Secretaria Executiva de Justiça e Direitos Humanos, SEJUDH, e Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, SEDSDH, foi apresentado para gestores do Espírito Santo. A Comitiva se reuniu, nesta quinta-feira, 26, com o Secretário Executivo da SEJUDH, Paulo Moraes; a equipe da Gerência de Prevenção e Mediação de conflitos, GPMC, coordenada por Conceição Costa; a gerente geral dos Territórios do Governo Presente, Irani do Carmo; e com representante da Polícia Militar. 

Durante o encontro, o visitantes ouviram atentamente as explicações sobre o funcionamento dos Núcleos de Mediação, que atuam na resolução de conflitos através do diálogo em 15 comunidades de Pernambuco. Os gestores ficaram impressionados com o empenho das comunidades e pretendem implantar o projeto no estado capixaba.

A equipe de gestores do Espírito Santo é formada: pelo gerente de Integração Comunitária da Secretaria de Segurança Pública, Alessandro Darós; pela Assessora Especial da Secretaria de Ações Estratégicas, Cintya Schulz; o assessor técnico do Procon daquele estado, André Marques; a gerente de Municipalização e Divulgação da Política sobre Drogas, Gisela Belotti; e Leonor Araújo, subsecretária de Movimentos Sociais na Casa Civil. A equipe ficará em Pernambuco até esta sexta-feira, 27, quando visita o Núcleo de Mediação de Conflitos do bairro de Ibura de Cima, no Recife.

Segundo o secretário executivo de Justiça e Direitos Humanos, Paulo Moraes, um dos objetivos do governo de estado é agrupar, integrar as ações para fazer acontecer as políticas públicas, e é neste sentido que atua a mediação comunitária, buscando prevenir a violência.

Assessoria de Imprensa e Comunicação
Secretaria Executiva de Justiça e Direitos Humanos de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário