sexta-feira, 14 de janeiro de 2022

Petrolândia: Poeta e blogueiro Alexandre Sertão testa positivo para Covid e faz alerta para população reforçar cuidados





Através deste espaço, o editor/redator Alexandre Sertão, do Blog Sertão News, vem expor a atual condição de sua saúde, após ter tido teste positivo pela a Covid-19, pela segunda vez. O mesmo faz um alerta.

Vamos ao relato

Olá, tudo com você?

Venho em um relato objetivo. Dizer das condições da minha saúde no momento. E usar o ensejo, como uma oportunidade, e assim, fazer um simples e importante alerta. Desprendido de um sentimento individualista, defensório a alguma causa, ou direcionado a outrem.

No relato a seguir, nele não coloco, a minha opinião, uma verdade absoluta, e a intensão não é esta. E sim, poder contribuir, me expondo com alguns pontos, que no momento julgo importante.

"TODOS NÓS SOMOS VULNERÁVEIS"

- Pela segunda vez, fui acometido pelo coronavírus. A 1ª, em Dezembro de 2020. Com os seguintes, sintomas: "Fortes dores na coluna e nas pernas; muita dor de cabeça". E logo após, perda da memória. Que em alguns momentos, de forma preocupante.

Desta vez: Moleza no corpo; dores de cabeça, e um pouco de tosse. Em nenhuma das vezes, perdi o paladar, ou olfato. na primeira não tive febre. Nesta, até o momento, não!

MEU TESTE

Ontem (13.01) foi realizado o meu teste, no TestaPE | Mega ação para testagem Covid-19, realizado pela secretaria municipal de saúde. E fiz o teste rápido. Após 15 minutos, fui informado que o mesmo deu positivo. E logo após o resultado, fui orientado a me isolar por 10 dias; e se por ventura, se agravar os sintomas, procurasse o centro Covid, no Hospital Municipal Francisco Simões de Lima (Petrolândia)

VACINA

-"Tomei duas doses da vacina AstraZeneca/FioCruz, ainda não tomei o reforço. Mas tomarei".

E quanto a vacinação, quero dizer: "Sou a favor da vacina! É de extrema importância que toda população tenha o acesso a mesma". E principalmente, as pessoas que são portadores de comorbidade. Eu tenho Hipertensão Arterial, e faço uso de madicamentos diariamente.

-"Tomei com a plena consciência que ela não protege, e jamais proejará 100%. Isso é de pleno conhecimento e aceitação. Ela ameniza, e nos dá uma maior defesa, no que se diz respeito, ao aumento de nossa imunidade. E sendo assim, estaremos mais protegidos. E se contrairmos o vírus novamente, poderá ser de forma mais leve, assim, como no momento me sinto".

Quanto a isso, é preciso respeitar opiniões e pensamentos, daqueles que tem uma visão diferente da nossa. Mas, é preciso ir mais além do meu "eu". É preciso que todos busquem conhecimentos. E que seja, avaliado os benefícios, e sim, claro! Os danos colaterais.

CUIDADOS

Vejo a liberação de festa, ou, outra forma de aglomerar um grande número de pessoas, como um risco maior. Em uma festa, como por exemplo: Um show musical, em um local aberto, ou fechado, é uma grande exposição ao vírus. Por conta que, não há como se respeitar o distanciamento social, nem tão pouco, outras formas de prevenção.

Alguém pode dizer: - "Você não vai a festa, e pegou duas vezes?" - "Não ir a festa, não me isenta da exposição, ou, não adquirir o vírus, mas se assim procedesse, o risco seria maior". Tenho plena certeza disso. Só é olhar com lógica e aceitação. tudo foi liberado. Em nosso município ocorreram inúmeras festas particulares, com um grande números de pessoas. Do natal até o momento. E o resultado disso, são mais 250 casos ativos em 13 dias.

-Se todos foram em festa? Claro que não!

-Se eu sou contra festa? Respondo: "Sou a favor da vida, e vida para todos!"

A passagem do Natal e Virada de Ano, estava com minha família. E sim! Saio de minha casa. Sou o mantenedor da mesma, junto a minha esposa. E há algumas necessidades que devo resolver, para a manutenção do meu lar. Assim como é a vida de milhões de pessoas por todo mundo. Também vou a igreja congregar; vou ao trabalho; e busco realizar as atividades do Blog SNP. Mas sempre tive os cuidados necessários, no que se diz respeito aos protocolos sanitários, de forma, que às vezes, sirvo de “chacota”, por usar máscara e álcool.

COMO FUI ACOMENTIDO PELO VÍRUS?

É extremamente e indispensável respeitar os protocolos sanitários estabelecidos em decretos. Antes, porém, por uma lógica quê: "Se eu me cuidar, fazer a coisa certa, estarei correndo menos risco a exposição ao vírus, e consequentemente, estarei cuidando de quem amo, familiares, amigos, conhecidos e desconhecidos, cuidando de todos, enfim!"

Não vai adiantar, ficar me perguntando: -"Aonde? Quando ou através do quê, e de quem peguei o vírus? Isso será inútil, e perda de tempo".

O inimigo é invisível! E não escolhe raça, cor, classe social, finanças, credo, idade, ou outra regra. Sabe-se de certeza, os mais vulneraveis, sofrem mais. E o vírus mata.

"Porém é necessário avaliar o que agora devo fazer, para cuidar da minha saúde. E de que forma devo agir, para uma maior prevenção, cuidando de mim e dos outros, sempre buscando os meus direitos, e respeitando os direitos das pessoas, e leis sanitárias necessária".

- Olhar para Deus, buscá-lo, pedir. Fazer nossa parte, E Ele sempre fará a Dele.
Alexandre Sertão

Petrolândia, PE. 14.01.2022

__________________________________

“Ter acesso a vacina, é um direito meu. Tomá-la, é uma oportunidade de exercer este direito”. "Que os órgãos e os agentes políticos responsáveis, assumam o seu papel, de buscar o melhor para a população. Com responsabilidade, zelo e cuidados”.

Alexandre Sertão
REFLEXÃO

- Confie no SENHOR de todo o seu coração e não se apoie em seu próprio entendimento; reconheça o SENHOR em todos os seus caminhos, e ele endireitará as suas veredas. Não seja sábio aos seus próprios olhos; tema o SENHOR e evite o mal.

Provérbios 3:5-7

Por: Alexandre Sertão, do Blog Sertão News

Nenhum comentário:

Postar um comentário