segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Grupo pernambucano quer separação do Nordeste do Brasil. Entenda!


Brasil dividido e o Nordeste independente. Este é o desejo do grupo de Estudo e Avaliação Pernambuco Independente (Geapi), sediado no Recife. As informações são do portal JC Online.

O grupo quer a independência de Pernambuco em relação ao restante do Brasil. A justificativa, segundo os integrantes, é que “o Nordeste, enquanto independente, poderia romper essa questão para negociar direito no mercado internacional e com outros países”, explicando que o Estado sofre um processo de neocolonialismo interno, levando matéria prima e mão de obra abaixo dos valores praticados no mercado internacional e em troca devolve produtos manufaturados e industrializados a preços muito mais altos.

Para os defensores da proposta, o modelo atual só beneficia o crescimento da Região Sudeste em detrimento do Nordeste.

Para definir a separação do Nordeste do restante do Brasil, o grupo sugere a realização de um plebiscito em todos os Estados do Nordeste para que a população decida sobre a separação.

O grupo não definiu os principais símbolos do novo país, assim como a capital. No entanto, na página mantida no Facebook, há a imagem de uma bandeira nas cores branco, preto e amarelo, com uma estrela de nove pontas, que simbolizam os nove Estados. Na bandeira, o amarelo significa o sol da Região, o branco o movimento pacifista e o preto a falta de um pacto federativo e o neocolonialismo vivido pelos Estados.

A ideia surgiu no final da década de 1980, em uma turma de mestrado de Economia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Na época, eram cerca de 15 pessoas que defendiam a separação. Hoje, são cerca de sete pessoas engajadas em Pernambuco e cerca de 50 no Nordeste, algumas de fora do grupo inicial.
JC


0 comentários:

Postar um comentário