quarta-feira, 9 de maio de 2018

Educação indígena será tema da 1ª Mesa de Diálogo GEDin Sertão, no campus Floresta do IF Sertão-PE


No dia 16 de maio, das 19 às 22h, acontece no campus Floresta do IF Sertão-PE a 1ª Mesa de Diálogo GEDin Sertão, com a temática indígena: “Reflexão sobre educação, sujeitos e pedagogia”. O evento visa abrir o diálogo entre comunidade acadêmica e comunidade externa nos mais diversos temas que envolvem a educação no Sertão de Itaparica. 

De acordo com um dos líderes do Grupo de Pesquisa GEDin Sertão, professor Eduardo Vergolino “A Mesa de Diálogo busca ser um momento onde pesquisas e projetos sejam discutidos e apresentados a comunidade para fins de democratização do conhecimento”.

O evento é gratuito e aberto a todo o público interessado na temática indígena e da educação. Participarão da mesa redonda o Antropólogo Whodson da Silva, membro do Laboratório de Estudos Sobre Ação Coletiva e Cultura; Maria Lucinete Lopes, membro do Conselho Estadual de Educação Escolar Indígena; e o Professor Mestre João Luiz da Silva, Coordenador da Especialização em Educação Intercultural no Pensamento Decolonial.

De acordo com a organização o evento se desenvolverá na forma de palestras e debates entre os participantes da mesa e o público. A temática que norteará a 1ª Mesa de Diálogo GEDin Sertão será a Lei 11.645, que versa sobre a inclusão obrigatória da temática história e cultura indígena e afro-descendente no currículo escolar.

A expectativa é de grande participação do público interno e externo, de acordo com o professor Eduardo Vergolino este é apenas o primeiro evento do grupo de pesquisa do campus Floresta do IF Sertão-PE, GEDin Sertão, em 2018.

“O grupo de pesquisa continua atuando em parceria com Povos Indígenas da região de Itaparica desenvolvendo projetos de pesquisa e extensão. O grupo almeja num futuro próximo parcerias institucionais internacionais, bem como, a realização do III Encontro GEDin Sertão que ocorrerá em Setembro. O GEDin Sertão busca a cada ano expandir seus horizontes e trabalhar cada vez mais em parceria com Instituições e comunidades que visem o bem-estar social e o respeito ao próximo”, afirmou o docente.

O GEDin

O trabalho do grupo tem repercussão local, regional e nacional com a participação em diversos eventos e discussões acerca da problemática educacional relativos aos Povos Indígenas do Submédio São Francisco no interior pernambucano. A pesquisa vem a cada ano se fortalecendo e desenvolvendo novos projetos tanto em Extensão quando em Pesquisa. A busca por um pioneirismo é a força motriz do trabalho em grupo. Com foco em Educação, ja foram feitos levantamentos e análises do perfil educacional da região o que possibilitou um aprofundamento em questões filosóficas e metodológicas buscando o respeito a LDB de 1996 que versa sobre a educação diferenciada para Povos Indígenas. O início foi dado com o surgimento do grupo que a cada ano explora novos terrenos da pesquisa acerca desse tema de suma importância para a sociedade brasileira com um todo.


IF Sertão-PE Campus Floresta


0 comentários:

Postar um comentário