sexta-feira, 12 de junho de 2015

Reviravolta: Comitê de Gestão se irrita com acordo 'na surdina' e veta Oswaldo de Oliveira no Santos


Após acertar com o Santos, Oswaldo viu Comitê de Gestão vetar o acordo

O Comitê de Gestão do Santos vetou a contratação do técnico Oswaldo de Oliveira, após o presidente Modesto Roma Júnior ter entrado em acordo com o treinador na noite desta quinta-feira. O vice César Conforti confirmou a informação aoESPN.com.br: "Está descartado".

O estatuto do Santos prevê que o comitê gestor precisa aprovar qualquer contratação de treinador no clube, coisa que desagrada o presidente Modesto Roma - ele prometeu, quando eleito, mudar isso, mas ainda não conseguiu. Em votação aberta nesta sexta, os representantes do órgão decidiram por unanimidade vetar a escolha do mandatário.

Os gestores desaprovaram o acordo feito com o técnico Oswaldo de Oliveira na noite desta quinta sem a consulta prévia aos membros do Comitê, além de considerarem que o Santos não tem dinheiro para trazer um treinador de renome. Dessa forma, avisaram ao presidente em reunião emergencial na Vila Belmiro que não topam o acerto.

Diante do ocorrido, o presidente Modesto Roma ficou de mãos atadas e precisou recuar, já que seu voto tem o mesmo valor dos demais gestores do Comitê. O diretor Dagoberto dos Santos, inclusive, estava no Rio de Janeiro com Oswaldo de Oliveira pronto para assinar o contrato com o técnico.
O treinador tinha aceitado ganhar R$ 200 mil por mês, abrindo mão de metade do salário que recebia na Vila Belmiro quando foi demitido, há nove meses, e topou parcelar a dívida de R$ 1,9 milhões do clube alvinegro. Tudo estava alinhado e só faltava a assinatura até o Comitê vetar a contratação.

Marcelo Fernandes, que havia confirmado à reportagem que voltaria a ser auxiliar técnico, com isso, retorna ao comando da equipe alvinegra, ao menos de forma temporária. O Comitê, por enquanto, decidiu pela permanência do ex-interino até o fim da temporada.

Por Diego Garcia e Fellipe Camargo, do ESPN.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário