sábado, 22 de março de 2014

8º Fórum Mundial da Água debaterá os desafios dos recursos hídricos no mundo

Esta é primeira vez que a América Latina receberá o encontro

O lançamento oficial do 8º Fórum Mundial da Água Brasília - Brasil 2018 ocorreu, nesta quinta-feira (20), na capital federal. Brasília foi a cidade escolhida para sediar o fórum, que será realizado em 2018. O ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira, participou do encontro. A pasta é responsável pelo Projeto de Integração do Rio São Francisco, que, quando concluído, levará água a 12 milhões de brasileiros.

De acordo com o ministro, o Brasil é um país de contrastes em termos de disponibilidade hídrica. “Precisamos aperfeiçoar o nosso planejamento. A garantia de oferta de água se passa pela ampliação da estrutura hídrica de forma racional e bem planejada, e uma gestão cada vez mais eficaz desses recursos. Não há momento melhor para termos um fórum mundial aqui no Brasil”, disse Teixeira.

O tema escolhido para a oitava edição foi “Compartilhando Água”, que integrará os assuntos abordados nos eventos anteriores e dará continuidade aos debates realizados sobre os desafios do setor de recursos hídricos. O fórum deverá reunir 35 mil pessoas, de acordo com a Secretaria de Turismo do Distrito Federal.
A sétima edição ocorrerá em duas cidades da Coréia do Sul, Daegu e Gyeongbuk, entre os dias 12 e 17 de abril de 2015. O tema escolhido foi "Água para nosso futuro". O encontro ocorre a cada três anos e é o maior evento do mundo com a temática de recursos hídricos. O fórum de 2012 foi em Marselha, na França, e teve um público estimado de 35 mil pessoas.

Oferta de água

O governo federal investe fortemente em obras de infraestrutura hídrica para expandir a oferta de água e promover o desenvolvimento, sobretudo do semiárido do País. O Ministério da Integração Nacional é responsável pela execução de cerca de 250 empreendimentos que irão garantir o abastecimento das regiões mais afetadas pelos períodos de estiagem.

Por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), são R$ 33 bilhões de investimentos em adutoras, canais, barragens, poços, sistemas de abastecimento, além da instalação de milhares de cisternas - que já transformam a vida de muitas famílias.

Para garantir a segurança hídrica em uma região onde os ciclos com escassez de chuva são periódicos, o Ministério da Integração Nacional coordena a maior obra de infraestrutura hídrica do País, o Projeto de Integração do Rio São Francisco. Quando for concluído, o projeto irá levar água para mais de 12 milhões de pessoas nos Estados do Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte.

Saiba mais sobre infraestrutura hídrica. Acesse o link abaixo:
http://www.integracao.gov.br/web/guest/infraestrutura-hidrica

Assessoria de Comunicação Social Ministério da Integração Nacional

Nenhum comentário:

Postar um comentário