Publicidade

Médico é preso suspeito de estuprar pacientes na Bahia

O dermatologista Wesley Ferraz, 57 anos, suspeito de estuprar suas pacientes, foi preso na sexta-feira (29) por agentes da Delegacia da Mulher (Deam), em Porto Seguro.

O mandado de prisão partiu de denúncias de seis vítimas ao Ministério Público, que relataram ser obrigadas a ter relações sexuais com o médico durante as consultas. Uma das vítimas chegou a relatar que o dermatologista fingia estar examinando o pescoço e descia até chegar em partes íntimas das mulheres.

Segundo informações da Deam de Porto Seguro, o médico não negou o crime e a delegacia acredita que tenham mais vítimas, pois ele atendia em Porto Seguro, Teixeira de Freitas e Eunápolis.

Wesley Ferraz foi encaminhado para o presídio de Eunápolis e está à disposição da justiça.
Correio da Bahia

Comentários

Publicidade